Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

Teatro Vivo em Casa apresenta novos espetáculos em 4ª temporada

Novembro 24, 2020

A Vivo anuncia a 4ª e última temporada do ano do Teatro Vivo em Casa. Serão quatro espetáculos adaptados ao formato de streaming e transmitidos do palco do Teatro Vivo. A estreia será no dia 28 de novembro, com o monólogo "A voz Que Resta", interpretado por Gustavo Machado, com texto e direção de Vadim Nikitim, em única apresentação, às 20h. Os ingressos são gratuitos e limitados, disponíveis a partir de inscrição via plataforma @vivo.cultura, no Instagram.


Crédito: Cisco Vasques

Em dezembro (dia 5), é a vez de Natalia Gonsales subir ao palco do Teatro Vivo com "A Última Dança", monólogo com dramaturgia de César Baptista e direção de Janaína Suaudeau e César Baptista. No dia 12, Marcello Airoldi é o destaque com a peça "Um Segundo e Meio", com texto de Airoldi e direção de Antônio Januzelli. Quem encerra a temporada de 2020 é Mel Lisboa, que no dia 18/12 interpreta "Madame Blavatzki - Amores Ocultos", com texto escrito por Claudia Barral e direção de Felipe Roseno.

"Estamos muito felizes com o sucesso dessa iniciativa que aproxima ainda mais as pessoas da cultura e leva entretenimento de qualidade para todo o país", revela a diretora de Imagem e Comunicação da Vivo, Marina Daineze. "Acreditamos que mesmo com a reabertura do Teatro Vivo, programada para o início de 2021, o formato em streaming poderá continuar. Há uma grande aceitação do público, além da possibilidade de chegar a qualquer pessoa que tenha um dispositivo conectado à internet, onde quer que ela esteja", destaca a executiva.

Lançado em meio à pandemia, com a proposta de aproximar as pessoas da arte e levar cultura onde o público estiver, o "Teatro Vivo em Casa" já apresentou 15 espetáculos e atraiu 4,7 mil pessoas.

Vivo Cultura

A Vivo acredita na cultura como um instrumento para aproximar pessoas de diferentes realidades. Há 16 anos, apoia iniciativas ligadas ao teatro, museus e artes plásticas. Em 2019, renovou seu compromisso com a arte ao revitalizar o Teatro Vivo, em São Paulo, um espaço moderno e acessível, capaz de receber diferentes produções culturais e, de forma gratuita, mantém o projeto "Ciclo de Leituras Teatrais", que apresenta ao público parte do processo de criação e direção de um espetáculo.

A empresa apoia ainda, importantes espaços multiculturais como o Palácio das Artes, iniciativa da Fundação Clóvis Salgado, referência na produção, formação e fomento cultural em Minas Gerais, além do Museu de Arte Moderna de São Paulo (MAM) e do Masp. Em 2020, lançou a plataforma @vivo.cultura que consolida as iniciativas da Vivo, voltadas à arte, com o propósito de ampliar o acesso a estes conteúdos.

Sinopses dos Espetáculos

28/11
A Voz que Resta
Com Gustavo Machado
Texto e Direção: Vadim Nikitin
Sinopse: Paulo, jornalista copidesque e escritor frustrado, envolve-se com Marina, uma vizinha de prédio casada, garçonete e aspirante a atriz. Paulo tenta desdobrar-se masoquistamente entre o trabalho medíocre, o angustiante bloqueio criativo e o amor incondicional por Marina. A peça flagra a noitada em que Paulo decide cortar os laços (ou os pulsos), entregar as chaves e mudar-se para longe ou para lugar nenhum. Com um velho gravador de bolso, ele registra com amor e ódio uma carta de adeus.

05/12
A Última Dança
Com Natalia Gonsales
Dramaturgia: Cesar Baptista
Direção: Janaína Suaudeau e César Baptista
Sinopse: Dramaturgia construída por César Baptista com base nos diários da escritora e filósofa francesa Simone Adolphine Weil (1909-1943). Moça fina, elegante e sincera da Paris do início do século passado, Simone se tornou operária para escrever sobre as condições de trabalho nas fábricas e opressão social.

12/12
Um Segundo e Meio
Com Marcello Airoldi
Direção: Antônio Januzelli
Texto: Marcello Airoldi
Sinopse: A montagem narra a história de um homem que percorre uma longa jornada para tentar matar um outo homem. Enquanto percorre esta trajetória, o rapaz chega ao limite entre as lembranças de fatos reais e a imaginação de uma memória que vai além do tempo concreto.

19/12
Madame Blavatzki - Amores Ocultos
Com Mel Lisboa
Direção: Marcio Macena
Texto: Claudia Barral
Sinopse: A peça traz a história de Helena Petrovna Blavatsky (1831-91), escritora e médium russa do século XIX, fundadora da Sociedade Teosófica, que pretendia difundir uma filosofia ligada à comprovação científica do misticismo. No espetáculo, Helena retorna encarnada no corpo de uma atriz/médium para revisitar a sua história e esclarecer alguns pontos controversos da sua biografia. O trabalho permite, assim, discutir sobre os limites entre realidade e ficção, a verdade e o fingimento, pontos importantes tanto no teatro quanto no misticismo.

Outras notícias

São Paulo Companhia de Dança inicia 2021 ocupando diferentes cartões postais do Estado.
Os episódios serão lançados nos dias 25 e 28 de janeiro, através das redes sociais da Companhia
https://www.sampaonline.com.br/noticias/sao+paulo+companhia+de+danea+inicia+2021+ocupando+diferentes+cartoes+postais+do+estado.php

Itaú Cultural abre inscrições para oficinas educativas online relacionadas à exposição Beatriz Milhazes: Avenida Paulista .
Nelas, os participantes poderão se aprofundar na obra da artista
https://www.sampaonline.com.br/noticias/itau+cultural+abre+inscrieoes+para+oficinas+educativas+online+relacionadas+a+exposieao+beatriz+milhazes+avenida+paulista.php

MASP Auditório e Studio3 realizam a 3ª edição da Semana Paulista de Dança.
O evento online ocorre de 25 a 29 de janeiro
https://www.sampaonline.com.br/noticias/masp+auditorio+e+studio3+realizam+a+3+edieao+da+semana+paulista+de+danea.php