Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

Antonio Dias: derrotas e vitórias
Antonio Dias: derrotas e vitórias

Antonio Dias: derrotas e vitórias

Antonio Dias: derrotas e vitórias

Sinopse: Com curadoria de Felipe Chaimovich, a exposição é formada por peças emblemáticas, como Nota sobre a morte acidental e Anywhere Is My Land, o conjunto vai desde as primeiras obras abstratas do início dos anos 1960 até a última tela pintada por Antonio Dias. A mostra divide-se cronologicamente. Inicia-se com as obras mais recentes, onde o uso de pigmentos minerais condutores de eletricidade importava ao artista pela presença do material carregado de carga física. A segunda seção reúne obras com o uso de palavras em composições áridas em preto, branco e cinza, que parecem colocar em questão seu próprio sentido como arte, pois negam qualquer prazer ao público. O terceiro conjunto é composto por peças dos anos 1960, cujas figuras fragmentadas remetem à violência do Brasil ditatorial, ao sexo e a vísceras extirpadas. Ao longo do percurso, há também as abstrações do jovem artista feitas logo após seu estudo inicial com o gravurista Oswaldo Goeldi, os filmes realizados em Nova York entre 1971 e 1972 e as diversas representações do corpo.

Data: até 21 de Outubro; Terças, quartas, quintas, sextas, sábados e domingos, das 12h às 18h.

Preço: Grátis

Avenida Pedro Álvares Cabral, s/nº - Portão 3 (Dentro do Parque do Ibirapuera) (Ibirapuera)

Telefone: 5085-1300

Peças selecionadas

Action Park - O Maior Parque Indoor de São Paulo

Café da Manhã + Teatro: Princesas e Contos

Thiago Ventura em Modo Efetivo

Jurassic Safari Experience

Comedy Night com Robson Sousa, Rodrigo Marques, Atila Shinhe e Délio Macnamara

A Bela e a Fera

Comédia ao Vivo

Reabertura do Sítio do Picapau Amarelo

A Dama e o Vagabundo – Em Musical

Ex Bom é Exumado

Precisamos Falar de Amor Sem Dizer Eu Te Amo