Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

Protocolo Volpone, Um Clássico em Tempos Pandêmicos

Crédito: Maria Clara Diniz

Protocolo Volpone, Um Clássico em Tempos Pandêmicos

Crédito: Maria Clara Diniz

Protocolo Volpone, Um Clássico em Tempos Pandêmicos

Comédia dramática, 110 minutos, 12 anos

Protocolo Volpone, Um Clássico em Tempos Pandêmicos

Comédia dramática, 110 minutos, 12 anos

Sinopse: Trata-se de uma adaptação de Volpone, de Ben Jonson, contemporâneo de Shakespeare, um dos textos mais encenados no Reino Unido. O texto ganhou uma versão enxugada pelo austríaco Stefan Zweig, nos anos 1920, a partir da qual Marcos Daud fez a versão atualizada para o contemporâneo. Volpone é um homem sem filhos, especialista na arrecadação de riquezas e, para mais acumular, finge estar agonizante e diverte-se com o desfile de bajuladores que, na expectativa de serem contemplados em seu testamento, o enchem de favores e se prestam a todas as humilhações. É uma comédia clássica, com uma embocadura de linguagem aparentemente de época, mas também divertida, cáustica e popular. Uma letra de música escrita especialmente por Bertolt Brecht para uma montagem deste texto, pela diretora Elizabeth Hauptmann, em 1952, é utilizada neste espetáculo, que acontece a céu aberto no estacionamento do Teatro Arthur Azevedo e investiga os protocolos do teatro no retorno ao presencial antes da vacina, inaugurando um formato inédito de receber o público. Com 20 cabines individuais transparentes, que garantem a sensação de isolamento e proteção à plateia, o espectador é convidado a ver e sentir a peça como se estivesse dentro da cena.
Protocolo Volpone, Um Clássico em Tempos Pandêmicos

Elenco/Direção: 110 minutos Realização: Bendita Trupe 20 Anos. Idealização e direção: Johana Albuquerque. Assistência de direção: Cacá Toledo. Direção Musical, Músicas Originais e Produção de Som: Pedro Birenbaum. Produção Executiva: Marcelo Leão. Elenco: Daniel Alvim, Helena Ranaldi, Joca Andreazza, Luciano Gatti, Marcelo Villas Boas, Maurício de Barros, Pedro Birenbaum, Vanderlei Bernardino, Sérgio Pardal e Vera Bonilha.

Data: até 8 de Novembro; De quarta a sábado às 20h; domingos às 18h. Pré-estreias: Dias 16 e 17 de outubro, às 20h e 18 de outubro às 18h

Preço: Pague o quanto puder (Contribuição voluntária, Gratuito a R$ 20)

A aquisição dos ingressos ocorrerá na véspera dos dias de apresentação, através de link disponibilizado na bio da @benditatrupe no Instagram e, também, na página da @Bendita Trupe do Facebook, sempre a partir das 11h. Não haverá bilheteria presencial no teatro.

Avenida Paes de Barros, 955 (Mooca)

Telefone: 2605-8007

Horário da Bilheteria: apenas no dia da apresentação, abre com 1h de antecedência do espetáculo.

Conforto das instalações:

Ótimo

142

Bom

127

Regular

25

Ruim

4

Peças selecionadas

Os Monólogos da Vagina

Ex Bom é Exumado

O Vendedor de Sonhos

Stand-up Raiz: Danilo Gentili, Oscar Filho, Diogo Portugal e Convidado

Thiago Ventura em Modo Efetivo

Cada Um Tem o Anjo Que Merece

4 Amigos

Rebobinando com Márcio Pial

Diogo Portugal Stand-up Comedy Show

Comedy Night com Rodrigo Capella, Victor Camejo, Ed Gama, Bruno Costoli e Lucas Ramos

Talk Show Humor Zikal com Diego Albuquerque