Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

Ocupação Manoel de Barros

Crédito: Lucas Barros

Ocupação Manoel de Barros

Crédito: Lucas Barros

Ocupação Manoel de Barros

Livre.

Ocupação Manoel de Barros

Livre.

Sinopse: O poeta Manoel Wenceslau Leite de Barros, ou, simplesmente, Manoel de Barros (Cuiabá, MT, 1916 – Campo Grande, MS, 2014) gostava de ele mesmo fazer os cadernos onde rascunhava sua obra. Podiam ser pequenos, grandes, médios. Sempre eram feitos por ele e compostos de material reutilizado. Esses rascunhos materializam o processo de criação do poeta, que é a base da Ocupação Manoel de Barros, a qual o Itaú Cultural abre no dia 13 de fevereiro, quarta-feira, no Piso Paulista da instituição. Na abertura, às 20h, o escritor Marcelino Freire e a compositora, cantora e pesquisadora da cultura indígena Marlui Miranda estarão presentes para ler para o público poemas do homenageado.
Uma equipe do Itaú Cultural, formada pelos núcleos de Audiovisual e Literatura e da Enciclopédia, assina a curadoria da ocupação. A expografia é criação de Adriana Yazbek, que idealizou todo o espaço em material reciclado, do chão ao teto, passando pelas paredes.
Martha Barros, artista visual, filha do poeta e detentora dos direitos autorais de sua obra – que está sendo toda reeditada pelo selo Alfaguara –, passou o último ano e meio vasculhando os escritos, papéis, papeizinhos, anotações, imagens, cartas enviadas e recebidas, além de objetos caros ao pai em seu cotidiano, que agora dão forma à mostra.
No conjunto, esta ocupação é uma caminhada por palavras avoadas, livros e desenhos, mapeamentos afetivos, palavras transformadas em matéria e muitas texturas. O poeta dos dois estados de nome Mato Grosso – ele nasceu em MT e viveu boa parte da vida no MS, onde morreu – confeccionou e usou mais de 100 caderninhos de rascunho. Seis deles são exibidos completa e integralmente e outros esboços estão espalhados na exposição que leva o público a percorrer um caminho de letras e livros, dos pensamentos e desenvolvimento do processo criativo do poeta Manoel de Barros.

Local: Itaú Cultural (Paulista)

Este espetáculo não está em cartaz atualmente

Itaú Cultural (224 lugares)

Avenida Paulista, 149 (próximo à Estação Brigadeiro do metrô) (Paraíso)

Telefone: 2168-1777

Conforto das instalações:

Ótimo

0

Bom

1

Regular

0

Ruim

0

Peças selecionadas

Contos de Bruxas e Princesas

A Bela e a Fera - A História Encantada

Rapunzel

Parque Patati Patata Circo Show

Emília e Pó de Pirlimpimpim

O Mágico de Oz - O Espetáculo

Trair e Coçar é Só Começar

Volta ao Lar - Com Regina Duarte

Acredite, Um Espírito Baixou em Mim!

Fábio Rabin - Tá Embaçado

Fato Venério, o Show do Paulinho Gogó