Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

Mostra comemorativa de 15 anos do Grupo Pandora de Teatro
Mostra comemorativa de 15 anos do Grupo Pandora de Teatro

Mostra comemorativa de 15 anos do Grupo Pandora de Teatro

Drama, 80 minutos, Livre.

Mostra comemorativa de 15 anos do Grupo Pandora de Teatro

Drama, 80 minutos, Livre.

Sinopse: A Mostra Comemorativa de 15 anos do Grupo Pandora no Galpão do Folias começa com apresentações do espetáculo "Comum" (2018) nos dias 5 e 6 de abril (sexta-feira, às 20h, e sábado, às 19h). Abrindo a mostra, no dia 6 de abril, às 21h, acontece também o lançamento de um livro do Grupo Pandora com a dramaturgia do espetáculo Comum e registros do processo de criação deste espetáculo.
Nos dias 12 e 13 de abril - sexta-feira, às 20h, e sábado, às 19h -, o grupo apresenta o espetáculo "Nomes Para Furacões" (2017). Na semana seguinte, nos dias 19 e 20 de abril (sexta-feira, às 20h, e sábado, às 19h) haverá apresentação do espetáculo "Ricardo III Não terá lugar ou Cenas da Vida de Meierhold" (2015). No dia 25 de abril, quinta-feira às 20h, acontece uma leitura dramática de "Ursos Polares Hibernam no Inverno Nuclear?" de Filipe Pereira. A mostra será finalizada nos dias 26 e 27 de abril (sexta-feira, às 20h, e sábado, às 19h) com o espetáculo "Relicário de Concreto" (2013).
A "Mostra de Repertório - Grupo Pandora de Teatro - 15 anos" faz parte do projeto "Reminiscências" contemplado pela 30ª edição do Programa Municipal de Fomento ao Teatro da Cidade de São Paulo.

Local: Galpão do Folias (Centro)

Data: até 27 de Abril; Sextas, às 20h, e Sábados, às 19h.

Preço: Pague o quanto puder.

Galpão do Folias (90 lugares)

Rua Ana Cintra, 213 (Santa Cecília)

Telefone: 3361-2223 / 3333-2837

Peças selecionadas

Trair e Coçar é Só Começar

Volta ao Lar - Com Regina Duarte

Acredite, Um Espírito Baixou em Mim!

Fábio Rabin - Tá Embaçado

Fato Venério, o Show do Paulinho Gogó

Fabiano Cambota: Viver Envelhece

A Sogra que Pedi a Deus

Os Monólogos da Vagina

A Banheira

Ex Bom é Exumado

Um Beijo em Franz Kafka