Receba, gratuitamente, o Boletim Sampa Online

As Guerreiras do Amor

Crédito: Heloísa Bortz

As Guerreiras do Amor

Crédito: Heloísa Bortz

As Guerreiras do Amor

Comédia, 70 minutos, 14 anos.

As Guerreiras do Amor

Comédia, 70 minutos, 14 anos.

Sinopse: A comédia “As Guerreiras do Amor” bebe na fonte do teatro grego clássico e estreia renovada pela criatividade do dramaturgo Domingos de Oliveira e pela direção de Isser Korik. Baseada na obra “Lisístrata”, de Aristófanes, a peça foi encenada pela primeira vez há 30 anos. A primeira montagem, sucesso de crítica e público, foi encenada no ano de 1988 por um jovem elenco formado por Heloísa Périssé, Maitê Proença, Luiza Tomé, Priscila Rozembaum, Orã Figueiredo e André Mattos, entre outros. Também no elenco, estava Domingos de Oliveira, que assinava a direção. Hoje, André Mattos, ator com vasta experiência, se junta a um time de jovens atores paulistanos para recontar a história da prostituta Lisístrata, que lidera as mulheres de Atenas, revoltadas contra a guerra. Sem poder político, elas decidem fazer uma greve de sexo até que seus maridos façam um acordo de paz.

Local: Teatro Folha (Centro)

Elenco/Direção: Texto e dramaturgia: Domingos de Oliveira. Direção: Isser Korik. Realização: Jardim Cabine Participações e Serviços Teatrais Ltda. Elenco: André Mattos, Analice Pierre, Andressa Lelli, Bruna Tatar, Denis Felix, Gabriela Monteiro, Isaac Medeiros, Larissa Matheus, Mayara Justino, Monique Hortolani, Robson Guedes, Rodrigo Vicenzo, Ronaldo Saad e Tito Soffredini.

Data: até 30 de Março; Quintas, às 21h, Sextas, às 21h30 e Sábados, às 19h.

Na bilheteria

R$ 40,00 a R$ 70,00

No Sampa ingressos

de R$ 20,00 a R$ 30,00

-60%

Comprar

Comentários

Não gostei. Como comédia não achamos muita graça. Como peça teatral, a história começa do nada para ir a lugar algum. A história é bem fraca, não causa reflexão ou acrescenta algo culturalmente falando, então eles apelam para a nudez para causar impacto. As mulheres peladas são desnecessárias e fica um pouco constrangedor. No final eles até tentam levantar a moral das mulheres, dado que foram associadas únicamente a sexo durante todo o espetáculo. Mas não dá certo. Ficou uma abordagem machista.

Danilo Nicolaev Ferreira

Muito bom, peça bem divertida fácil de entender, só indo ver pra dar muita risada.

DAVID DE BARROS MALDONADO

Peça feminista com temas atuais. Incrível.

Érika Freitas Dias

Muito boa diversão

Rogério Correa Peres

PARABENS A TODOS ADOREI!!!

SOLANGE FARRABOTTI PIZZARDO

Avenida Higienópolis, 618 - Shopping Pátio Higienópolis - Piso Terraço (último piso), na praça de alimentação. (Higienópolis)

Telefone: 3823-2323

Horário da Bilheteria: quarta e quinta, das 15h às 21h; sexta, das 15h às 21h30; sábado, das 12h às 23h59; e domingo, das 12h às 20h. Troca de voucher disponível a partir de 1 semana de antecedência do evento.

Conforto das instalações:

Ótimo

1019

Bom

1039

Regular

287

Ruim

47

Peças selecionadas

Gatão de Meia Idade, a Peça

A Sogra que Pedi a Deus

A Banheira

Ex Bom é Exumado

Os Monólogos da Vagina

Coração Safado - A Comédia

O Martelo

Casa, depois me conta...

Divórcio

Amigas, Pero no Mucho

Antes Só do que Mal Casado