html>

Fotografia digital: Perguntas e Respostas

Gustavo comenta: "Poxa! Voce pergunta se tenho duvidas? Estava pesquisando ha dias e nem achei pista do assunto que pesquisava... Voces estão de parabéns. Fiquei mui satisfeito e a maneira que vc aborda o assunto sem muita complicação eh que eh o melhor. Sou apaixonado com fotos digitais. Ah! Minha maquina, que ganhei de meu cunhado, nunca foi vista no mercado, trata-se de um Toshiba PDR-2, sem nenhum recurso, porem, ela eh muito pequena, trabalha com cartao SmartMedia, tem 10 cm x 5,5 cm, mas me quebra o maior galho. Nao tenho nem ideia de qual eh sua resolução. Se por acaso vc tiver conhecimento da dita cuja, me responda. Consultei seu site para pesquisar uma maquina mais eficiente, pois, uso a minha para trabalhar e ela fica me devendo resolução... Fico por aqui e lhe agradeco de coracao. Parabens. Gustavo Br. Belo Horizonte/MG"

Ricardo, de Curitiba, pergunta: "Comprei uma Mavica FD73, e estou com dificuldades de conseguir boas fotos, vcs tem alguma sugestão??"
Resposta: Impossível dar um palpite assim, no escuro. Precisaria de ver uma das fotos que você considera ruim para tentar entender qual é o problema. Vc poderia enviar uma foto? E fundamentalmente dizer porque você não considera suas fotos "boas"? Deixa te dizer que a sua não é uma das melhores câmeras; se você comparar com uma câmera da última geração obviamente vai ficar insatisfeito, mas você tem de pensar o que é uma boa foto dentro das possibilidades de sua câmera".
Após o Ricardo enviar a foto, respondemos: "Faltou o mais importante: qual é o problema com a foto? Para mim parece razoável (considerando SUA máquina). Está levemente desfocada, que deve ser por erro do fotógrafo, mas fora isso não me parece uma foto ruim (foi tirada em 640x480?). Por favor me diga o que você acha ruim, para poder entender qual é exatamente sua reclamação".
Resposta do Ricardo: "Realmente o fotógrafo não é dos bons. Quando levei a foto para ser impressa em papel fotográfico no tamanho 10 x 15cm, ela pareceu ter "estourado os pontos", possivelmente pela resolução (640 x 480), que é a resolução máxima da máquina, se eu não me engano. Desculpe incomodá-lo, mas o pessoal do atendimento ao cliente da Sony, são muito do sem vergonha, no mesmo dia que te mandei este e'mail, mandei um para eles também pedindo maiores informações sobre o uso da máquina, e até agora, nenhuma satisfação por parte deles, por isso mais uma vez, me desculpe incomodá-lo, mas estou sem uma opinião profissional do assunto, e estou começando a achar que fiz um mau investimento. Comprei a máquina para uso doméstico, nada profissional, será que o investimento não foi alto demais para isso?ou preciso investir um pouco mais e comprar uma máquina um pouco superior, com resoluções maiores?"
Nossa resposta: "Um negativo 35mm tem uma resolução equivalente a 16 mega pixels.  A resolução máxima de sua câmera é de 640x480 (só para que você tenha uma
idéia, a resolução "padrão" hoje é 3.3 megapixels). O que quer dizer praticamente isso aí? Quanto mais pixels, mais pontinhos para compor a foto, e portanto mais juntinhos uns dos outros os pontos vão estar, o que cria a sensação visual de resolução. Pelo contrário, quanto menos pixels, haverá -na mesma área- menos pontinhos para formar a foto, o que criará a sensação de "estourar os pontos". Basicamente esta sensação é criada pelo "vazio" entre os pontos.

Portanto, você não pode esperar imprimir uma foto digital 10x15 (ou qualquer outro tamanho) e obter a mesma qualidade que obteria em uma cópia impressa 35mm. Não
há como, a não ser em câmeras com resolução altissima (em 3,5 mega dá para começar a gostar).
Mas veja que digitalmente, vista em um monitor, a foto não é ruim. Dá para publica-las na web numa boa. Mas em geral a resolução de um monitor é muito baixa, próxima à da câmera, por isso você não sente o drama.
>>mas o pessoal do atendimento ao cliente da Sony .. até agora, nenhuma satisfação<<
Recomenda nossa página para eles!
>>desculpe incomodá-lo, mas estou sem uma opinião profissional do assunto<<
Espero que nossa comunicação tenha sido útil
>> e estou começando a achar que fiz um mau investimento.<<
Se você queria IMPRIMIR as fotos, fez um investimento bastante ruim; pode ir desistindo. Se quiser montar um album na web, amador, sem compromisso, a câmera é, repito, razoável."
Resposta do Ricardo:
"
Fui na Ticolor aqui em Ctba,e me deram uma aula sobre fotografia digital, e depois disso tudo, cheguei a conclusão que eu preciso de uma máquina melhor, a Mavica 85 pelo jeito, irá me resolver o problema, estou trocando de máquina pois a resolução da 85 é maior. Qto ao pessoal da Sony, que papelão, me mandaram um e'mail de resposta que não diz nada. Agradeço sua ajuda e disponibilidade e pode ter certeza que escreverei novamente para dar os resultados da 85".

Miguel Arcanjo Nogueira da Silva pergunta, desde Salvador (BA): "Meus parabéns pelo seu ensaio...achei o máximo e foi o único lugar na internet que encontrei para me subsidiar de informações sobre o assunto, pois tenho interesse de adquirir uma câmera digital e pertenço ao meio da fotografia convencional.Parabéns.
Gostaria de dar a seguinte contrubuição: Referindo-me ao visitante "Marcos", quero colocar que as fotos digitais podem ser redimensionadas em aplicativos gráficos que reduzem o seu tamanho em pixel's sem perda de resolução, definindo-se desta maneira qual será o tamanho da impressão,além disso existe o recurso das fotocompositoras que geram negativos 35mm a partir de um arquivo digitalizado, inclusive já começa a ser comercializado no mercado as mini-labs digitais justamente para atender esta demanda.
Minha dúvida é justamente esta : Vocês já fizeram negativos 35mm a partir de fotocompositoras ? Qual a qualidade depois desse negativo ser reproduzido no papel fotográfico comum das lojas de fotografias ? Em que formato o arquivo deve ser levado ao birô de serviços que tenha a fotocompositora ?"
Resposta: Não, nunca fizemos a experiência.  Só reproduzimos diretamente do arquivo .TIF ao papel; há alguns serviços especializados aqui em Sampa. A qualidade é boa, se você é amador. Profissionalmente (a não ser que seu cliente seja a padaria da esquina que não quer gastar) acho que não dá, mas ainda não testei as câmeras de 3 mega pixels. Entretanto isso é uma limitação temporária, já há chips de 16 mega pixels, uma resolução tal que a diferença com um negativa 35mm será praticamente desprezível.

Antônio pergunta, desde São Paulo: "Estou de ida para o Japão e pretendo comprar uma Digital, não sou profissional. Na última vez que estive lá, trouxe várias câmeras tradicionais, todas usadas e boa qualidade. Qual é a sua recomendação? Qual impressora ? Qual tipo de papel usa essa impressora?. Saudações...
Resposta: "Trazer impressora é complicado, pelo tamanho. Mas -já que vai ao Japão- eu gosto muito da linha Canon. Suponho que encontrar uma boa HP a preço de banana deve ser difícil naquelas terras. Quanto à câmera, se vai comprar usada nenhuma empresa vai lhe dar garantias aqui no Brasil. Portanto é um tiro no escuro. Eu trabalho com uma Kodak DC 240, e estou muito satisfeito (aguentou quase tudo). A Nikon Cool Pix é a talvez compraria se fosse trocar (pelo manuseio e pela resolução), mas dificilmente vc vai achar uma usada, já que é bastante nova (e cara). O unico conselho que lhe daria é não comprar uma câmera com resolução menor que 1 mega pixel; as imagens deixam muito a desejar (mesmo não sendo profissional, suponho que deve gostar de tirar uma boa foto). Tente comprar uma que venha com a maior quantidade de acessórios possívels (tipo eliminador de baterias, se possível smart card adicional, etc.). O papel é independente da impressora; qualquer papel serve em qualquer impressora (desde que respeitado o tipo de impressão, por exemplo jato de tinta). Se quiser trazer papel, traga um com caracteristicas glossy, premium ou super premium. Desconheço, entretanto, as marcas existentes no mercado japonês, e não posso lhe aconselhar neste sentido."

Solange escreve da Alemanha: "Foi ótimo achar a sua web page. eu estou para viajar para o Brasil e ainda não sei que camera levar, se a digital ou a normal. Eu gostaria de saber do senhor se há algum modo de  passar as informações do smart card para um CD Rom, ou disquetes, sem que eu tenha que levar meu computador daqui. No seu Capitulo prós e contras da fotografia digital, o senhor cita o exemplo da tal paisagem maravilhosa no Ceara. Mas como é a situação num grande centro como o Rio de Janeiro, e possível obter este serviço de uma "de pla" ou outra loja de fotos? Adoraria que o senhor tomasse o seu tempo para me responder esta pergunta. obrigada"
Resposta: "Brasil é um pais tão vasto! As possibilidades tecnologicas em certas cidades são bem diferentes das do resto do pais. De qualquer forma vai ser MUITO difícil, diria que improvável, encontrar um serviço de descarga da smart card. Portanto, esqueça a digital. Já que vai trazer a convencional, nem todos os filmes disponíveis no mercado mundial existem aqui no Brasil. Kodachrome, por exemplo, nem sonhar (a não ser em lojas muito especializadas). Portanto, se você gosta de algum filme em especial, traga um bom estoque. Desde já lhe desejo uma ótima viagem."

Mônica pergunta: "Não sou fotógrafa profissional mas adoro fotografia. Na minha famíliaquando há algum aniversário, batizado... sempre pedem pra eu tirar fotos pois dizem que levo jeito. Não tenho câmera profissional mas estou pensando seriamente em comprar uma e fazer um curso para aprender a manusiá-la bem como técnicas de fotografia.
Gostaria de pedir ajuda a respeito de câmeras e cursos. Há máquinas totalmente manuais, outras semi-automáticas mas eu não sei o que cada uma delas pode me proporcionar em termos práticos. Um amigo me orientou comprar uma máquina digital pois eu poderia treinar bastante sem ter gastos com filmes e revelações. Como não conheço tenho muitas dúvidas em relação ao que uma máquina profissional comum pode fazer e uma digital Gostaria muito que me ajudassem até mesmo indicando livros e revistas.
Resposta: "A resposta à sua pergunta pode ser tão extensa que precisaria escrever um livro para responde-la, mas vou tentar faze-lo em poucas palavras.
Não aconselharia você a comprar uma câmera "profissional", cujo custo está por volta de U$S 4.000,00 (35mm) ou US$ 6,000,00 (digital).  Para começar, um exagero.
>>Um amigo me orientou comprar uma máquina digital pois eu poderia treinar bastante sem ter gastos com filmes e revelações<<
Um bom conselho, já que vc vai aprender pela experiência. Entretanto, eu me inclinaria a comprar uma 35mm reflex que tenha controle manual de exposição (abertura de diafragma) e velocidade. Vc tem a disposição uma variedade de lentes e filtros bem maior (aliás, em câmeras digitais até US$ 1.000,00 quase não há opções nessa área). E se gostar da coisa, vai até poder montar um laboratório próprio em P&B e aí sim "brincar" prá valer. Vai também poder experimentar  com diversos tipo de filme: P&B, cor e cromo. Também vc vai ter controle da abertura do diafragma, algo que bem usado vai fazer diferença. Qual câmera comprar? Aí é difícil; pessoalmente tenho 3 canons, uma AE-1 (bem antiga, mas que agüentou quase uma guerra e ainda "dá pró gasto"), uma A1 (que até agora funciona, muito boa) e uma T90, uma câmera excepcional,  com recursos muito bons, sincronismo de flash à 1/250s, mas que pifou e consertar custa uma fortuna, aqui no Brasil. Marca é quase uma experiência religiosa: quem gosta de Nikon, por exemplo, não abre mão. Eu "sou" Canon porque a minha primeira vez foi com uma Canon, e depois que vc comprar um par de lentes fica preso à câmera. Mas gosto muito do jeito Canon.
Meus conselhos:
1. Associe-se a um foto clube (aqui em São Paulo aprendi muito no Foto Cineclube Bandeirantes) e submeta suas fotos à crítica.
2. Leia revistas sobre o tema (qualquer boa revistaria tem pelo menos meia dúzia)
3. Visite sites que tratam sobre o assunto
Livros? Eu só tenho um, excepcional, que se chama "O Prazer de Fotografar", da Abril Cultural,  segunda edição, 1981 (bem antigo, ne?). Tem TUDO o que você pode querer saber, e um monte de fotos extraordinárias que ilustram o assunto. Depois de ler, é só começar a clicar."

Joarez B. S.Pergunta: "Olá, primeiramente parabens pela pagina. Estou pensando em comprar uma Kodak 240 Zoon, no site da empresa encontrei algumas imagens como exemplos, mas nunca tive a oportunidade de realmente usar uma Kodak, gostaria de saber se as fotos sao realmente com a qualidade apresentada no site ou se as fotos lah encontradas nao passam de propaganda. Se poder responder-me via e-mail seia otimo.Obrigada pela atencao."
Resposta: "Pode confiar. Aliás, as fotos de nosso informe foram todas tiradas com uma DC 240 Zoom, com a qual já tiramos 6.540 fotos, caiu várias vezes e ainda aguenta muito bem. Boas fotos."

Paulo Janô pergunta: "Nunca possuí uma câmera digital e para que possa fazê-lo gostaria de algumas informações. Veja se pode me ajudar:
1-Como sou amador estou interessado em uma kodak dc215. é uma boa câmara se comparada com outras marcas do mesmo nível?
2-Em média quanto se paga por esse modelo?
3-Como funciona a memória compactflash? Quando está cheia tenho que adquirir outra ou posso transferir para meu HD/micro e utilizá-la para outras fotos?
4-A conexão com vídeo significa que posso ver minhas fotos na TV?

5-Estas conexões vêm com a máquina (kodak dc215)?"
Resposta: "1. A Kodak DC215, comparada com outras do mesmo nível, é uma boa camera. Fora isso, a garantia da Kodak é uma das melhores, aqui no Brasil. No informe há comparativo entre uma DC240 e uma Olympus; a diferença é visível.
2. Não sei. Estou respondendo off-line e não posso verificar no momento.
3. Sim, a única forma de esvaziar a placa é mediante a transferência das fotos para o micro e posterior eliminação das fotos da placa (eu reformato sempre, por via das dúvidas)
4. Sim.
5. Não sei; com a DC240 as conexões vem junto. Entra no site da Kodak e verifica nas especificações"

"Meu nome é Felippe Nery possuo um Camera Digital Olympus Modelo D-600L, estou com o seguinte problema: a minha camera consegue tirar fotos com data e hora, a camera já está configurada para tal, mas quando passo as fotos da camera para o meu micro as fotos não vem com a data e hora. Já tentei configurar o software da própria olympus para que ele possa me mostra-las no micro , mas nâo tive sucesso."
Resposta: Não sei qual é o problema, mas acredito que o problema não é na transferência da foto ao PC. Na maioria das câmeras quando o date/time stamping é acionado, a data e hora ficam registradas, junto com a foto, no cartão de memória. Isto é: a data e a hora fazem parte da foto, que nem ficam no negativo de uma foto convencional. O que o driver de transferência vai fazer é simplesmente transferir o que houver no cartão ao PC. Se no seu PC as fotos chegam SEM a data e hora quer dizer que quando foi tirada a foto a câmera não adicionou essa informação. Você tem que selecionar essa opção na câmera, no menu de opções. Se você em absoluta certeza que a opção está ON, e mesmo assim continua sem aparecer a data e hora, certifique-se que a data e  a hora estão configuradas. Se estiverem, provavelmente há um problema com a câmera; ligue para a Tropical Equipamentos, representante da Olympys. O telefone é (11) 3361-9900. Caso não consiga, o jeito vai ser escrever para a Olympus (www.olympus.com). Se chegar a esse ponto e precisar ajuda com o inglês pode contar comigo.

Pedro Lessa pergunta: "Amigo perdao por usar este espaco para lhe pedir uma orientaco. Necessito entrar em contato com alguem responsavel pela OLYMPUS para brasil ou A Latina. Adquiri uma camara  e ela quebrou pela segunda vez. Na home page da Olympus  tanto europa quanto USA  isto nao é claro Obrigado parabens por seu trabalho sobre camara  digitais"
Resposta: O telefone da OLIMPUS é 3361-9900 - Tropical Equipamentos. Fica em Alphaville, Barueri, SP

Carlos L. C. diz: "Parabéns pela iniciativa de melhor esclarecer os interessados pela fotografia, e em especial foto digital. Recentemetne comprei uma camera KODAK Digital DC 200 apenas para minhas fotos de família etc... Depois de algum tempo fotogragando remeti via internet algumas fotos para familiares que tiveram dificuldades em vê-las pois o formato do arquivo era FPX. Agora ja estou fotogrando em formado JPG que é de mais fácil visualização via BROWSER. Pergunto-lhe: É possível (de algum modo) transformar esses arquivos que possuo com formato FPX em fotos do formato JPG ?"
Resposta: A transformação de imagens FPX (Kodak FlashPix) em outro formato (.JPG, por exemplo) só é possível com um programa de editoração de imagens que suporte ambos formatos, como o Adobe Photoshop 5.x ou o Corel Photo Paint. A transformação é muito simples: abra o arquivo original (selecione, em tipo de arquivo, o formato FPX) e salve-o (use a opção salvar como) em formato .JPG.

Vanessa pergunta: "Não consegui acessar o site de onde comprar (www.olympus.com.br),gostaria de comprar uma câmera digital - Olympus Camedia D 340 R. Como faço para encontrar?Preciso de pelo menos 3 fornecedores para fazer uma cotação.Agradeço sugestão."
Resposta: O telefone da OLIMPUS é 3361-9900 - Tropical Equipamentos. Fica em Alphaville, Barueri, SP

Luciano, de São José dos Campos, pergunta: Em caso de assistencia tácnica de cameras digitais, no caso Kodak, onde devo recorrer? Em qual lugar é confiável deixar a máquina?
Resposta: Em caso de quaisquer problemas, a Kodak cobre o equipamento por um ano, mesmo que adquirido no exterior (desde que vc tenha a nota). O equipamento deve ser enviado à:
Kodak Brasileira A/C Assistência Técnica
Rod. Pres. Dutra, Km. 154,7
12240-420 São José dos Campos

Se é confiável? Bota confiável nisso (mas envia via SEDEX)
Maiores detalhes em www.kodak.com.br

D'LIRA tem a seguinte dúvida: acessorio para maquina digital CASSIO
Resposta: Você pode conferir os acessórios da QV-8000SX, por exemplo, seguindo o link abaixo:
http://www.casio.com/mobileinformation/index.cfm?act=0&PID=1488&FID=1
Há um par de lentes (tele e wide) e um filtro, mas a grande maioria são cabos de conexão, programas, sacolas, tripés, etc. etc.
Isso lá, nos Estados Unidos. Aqui no Brasil provavelmente não haja quase nada.

Geraldo Braga Filho pergunta: "Tenho a camera olympus d-340R, gostaria de receber informaçoes para uso da referida maquina e manual de instruçoes."
Resposta: O telefone da OLIMPUS é 3361-9900 - Tropical Equipamentos. Fica em Alphaville, Barueri, SP

Kelmer Monteiro pergunta: "Como posso tirar fotos com a minha Casio QV 300 à noite quando não há muita luminosidade, já que a mesma não possui flash?"
Resposta: Sua câmera é um modelo bastante antigo, já fora de linha, cuja capacidade é bastante limitada. A fotografia noturna é quase uma especialidade, que requer -em câmeras convencionais-  a utilização de tempos de exposição bastante elevados (de vários segundos, no mínimo). Sua câmera -assim como a maioria das digitais- não tem esta facilidade; o maior tempo de exposição de sua câmera é de 1/8 de segundo, o que é insuficiente para um resultado satisfatório até num entardecer.
Mas há um truquezinho para ampliar a capacidade de sua câmera: usar a correção de exposição. Você tem a capacidade de corrigir a exposição, em 1/4 EV Steps, de -2EV a +2EV. Faça o seguinte teste, preferivelmente ao entardecer: (1) tire uma foto normal, (2) corrija a exposição a -2EV, e clique, (3) corrija a exposição a +2EV, e clique. Vai perceber a diferença.
Nota da redação: proximamente publicaremos um capítulo mais técnico sobre este tema.

Gostaria que você pudesse me ajudar. Meu nome é Marcelo, faço Publicidade e Propaganda em Blumenau/SC, e justamente o tema para o meu Trabalho de Conclusão de Curso é o "Impacto da Fotografia Digital na Publicidade". Se você pudesse me ajudar eu seria eternamente grato. Estou tentando montar um trabalho que possa ser de proveito de muito alunos de Publicidade em todo o país, em especial aqueles que amam a fotografia (como eu).
Resposta: Esqueçe a fotografia digital em fotopublicidade, ao menos no circuito Pro. Se vc quiser tirar uma foto da Feiticeria, por exemplo, para a capa de uma revista de grande circulação, você vai usar uma câmera de grande formato (hasselblad, etc.). Fim de papo. Porque? Simples: só um negativo com uma área grande o bastante resultará numa ampliação perfeita. Mesmo usando uma 35mm convencional a ampliação será insatisfatória. Todas, absolutamente todas, as fotos na área de publicicade de boa qualidade são obtidas com essas câmeras. Não há qualquer discusão na área quanto a isso. Há também o problema de focalização em certo tipo de fotos (alimentação, por exemplo) que só pode ser resolvido com câmeras "sanfonadas". Hoje (ano 20000) não há cameras de grande formato digitais. Nem com a variedade de recursos (lentes, filtros, etc. etc) que as convencionais tem, e que os profissionais precisam. Mas é questão de tempo que venha haver. Quanto a vantagens/desvantagens, há um capítulo no informe sobre o tema.

Tem a virtude de procurar a objetividade mas peca pela superficialidade. Um dos pontos mais polêmicos, que é a reprodução da foto digital em papel, ficou de fora. Pra mim esse é o "calcanhar de Aquiles" da fotografia digital na competição com a fotografia convencional.
Resposta: Agradecemos a crítica do visitante, que resultou na inclusão de um novo capítulo, "Da câmera ao papel"

Sugestão: porque voces nao analisaram as fotos, nem colocaram o site da SONY, a da maquina digital que usa diskete??
Resposta: Lamentavelmente não tivemos acesso à Sony, e foi um erro não ter incluído o link ao site. Já está no ar o vínculo ao site da Sony e ao da câmera Mavica. Eu não morro de amores pelo formato diskette já que grava formato .JPEG, que é comprimido. Prefiro as câmeras que me fornecem a opção de gravar sem compressão, apesar do tamaho do arquivo resultante.

Bom dia, meu nome é Heraldo e eu tenho uma Máquina Fotografica Digital OLYMPUS D-340R, e a minha dúvida é a seguinte:
1- Para imprimir, qual é a melhor impressora(jato de tinta ou jato de cera),informar o modelo. faço esta pergunta, pois eu tenho uma HP 692C, e a impressão não é muito boa, por isto gostaria dessa informação, pois gostaria
de obter maior qualidade em minhas fotos.
2- Existe alguma impressora que imprime Negativo, pois se existir posso imprimir minhas fotos em negativo e depois mandar para revelação. Se positivo, favor especificar o modelo.
Resposta: Não conheco especificamente essa impressora (eu trabalho com Canon) mas não há motivo para que a foto saia ruim. Você deve ter três modos de impressão (clica o botão Propriedades ao aparecer a tela confirmando a impressão): Draft, Normal e Alta Qualidade. Seleciona esta última opção. Usa também papel especial ("glossy") para fotografia; as fotos impressas em papel comum JAMAIS vão sair nítidas devido à elevada granulação do papel. Eu geralmente não imprimo, mas quando o faço uso o Epson Photo Quality para Ink Jet (para o feijão-com-arroz) ou o Kodak Inkjet Snapshot Paper (para uma qualidade um pouco superior) ou o Hammermill Jet Print Photo Super Premium Heavyweightn Photo Paper se quero caprichar. Prepara o bolso. Não é possível imprimir o negativo mediante recurso da impressora. Isso você faz com um programa de editoração tipo Photoshop ou Corel. Mas o que você quer não vai funcionar (é meio complicado de explicar o porque, mas confia em mim). Não sei a cidade onde você mora, mas nos Estados Unidos é comum, e em São Paulo (onde eu moro) está começando a se espalhar, o serviço de impressão digital: você leva o disquete com a foto e eles imprimem. Para fazer isto, tenta, ao tirar a foto, usar a melhor resolução possível, para que na impressão você obtenha a máxima qualidade.

Qual o tipo de papel que deverei usar para fotografias 3x4 se tem aqui no brasil e onde encontro?
Resposta: Não há relação entre tamanho de fotografia e tipo de papel.  Eu uso, para estes casos, um papel Kodak de 102x152mm, que se chama Inkjet Snapshot Paper, mas qualquer papel "Glossy" serve. Onde encontrar no Brasil inteiro não sei. Aqui em São Paulo a maioria das grandes livrarias tem papéis com qualidade fotográfica, mas algo um pouco mais pró você encontra no Centro, fundamentalmente na Cons. Crispiniano.

Marcello: "Prezado Jorge, gostei do artigo, didático e esclarecedor.Parabéns. A coluna Fotografia Digital é regularmente atualizada? Voce sabe que sempre surgem novos modelos de cameras.Qual a distancia mínima focal da camera que voce utilizou no teste (Kodak 260)? Tem alguma informacao sobre a Kodak 265? O teste comparativo que voce realizou é excelente.Voce poderia fazer teste com outras maquinas? Tipo Ricoh 4200,Epson Photo 800 e Minolta Dimage 1500.Seria muito interessante.Outra sugestão:inclua no teste fotos tiradas em ambiente de pouca luminosidade (à luz de velas, lâmpadas fluorescentes, luz de luar,cidade iluminada à noite).Nao há artigo na Internet em lingua portuguesa com teste comparativo que voce fez entre maquinas- pelo menos nao achei. Aproveito para pedir informacoes sobre o articulista. Voce fotografa por hobby ou profissionalmente?Bem, falei e perguntei demais.
Um abraco,"
Resposta: >>A coluna Fotografia Digital é regularmente atualizada?<<
Não. Na verdade não é uma coluna (mas poderia ser, porque não? valeu a idéia), mas se algum dia surgir a oportunidade de adicionar algo novo, o faremos.
>>Qual a distancia mínima focal da camera que voce utilizou no teste (Kodak 260)?<<
A distância focal é de 6 a 17 mm. Numa 35mm, isso seria de 39 a 117 mm.
>>Tem alguma informacao sobre a Kodak 265? <<
Não, mas no site da kodak há bastante informações
>>Voce poderia fazer teste com outras maquinas?<<
Se tivessemos acesso, seria ótimo. 
>>Outra sugestão:inclua no teste fotos tiradas em ambiente de pouca luminosidade (à luz de velas, lâmpadas fluorescentes, luz de luar,cidade iluminada à noite).<<
Ótima ideia ! Na verdade, a performance da câmera nessas situações é triste. Ainda bem que com o Photoshop dá para melhorar um pouco.
>>Aproveito para pedir informacoes sobre o articulista. Voce fotografa por hobby ou profissionalmente?<<
Sou engenheiro em sistemas; a fotografia é uma antiga paixão amadoristica Já ganhei um par de premios por ai (frequentei o Bandeirantes numa época) mas prefiro continuar como hobby.
>>Bem, falei e perguntei demais.<<
Nunca é demais. Eu é que agradeço o contato.

Zeni: Achei o artigo interessante, mas gostaria de saber mais detalhes  sobre a Camera Digital OLYMPUS C400-L. Onde encontrar?
Resposta:
O telefone da OLIMPUS é 3361-9900 - Tropical Equipamentos - e o nome é Roberval. Fica em Alphaville, Barueri, SP. Eles vão lhe indicar onde essa câmera é vendida no Brasil.

Pergunta: Nota 10 pelo site. Aprendi muito, adoro fotografar e ainda tenho muitas dúvidas sobre a maquina digital. Faço restauraçoes de fotos antigas e gostaria de saber se com a camara digital isso viria me ajudar na reprodução.
Resposta:
Não, a camera digital não vai lhe ajudar na reprodução de fotos antigas. A distância focal mínima é insuficiente, e você passaria por um estágio desnecessário. O melhor, neste caso, é um scanner de alta precisão e um software parrudo, tipo Photoshop, por exemplo. Dá para fazer milagres. Foto de foto é totalmente desaconselhável.

Renato: Gostaria de mais detalhes sobre as câmeras . Tipo : Qual modelo comprar  para uso amador (mas que tenha bons recursos) Mais detalhes sobre as marcas KodaK e  Nikon; E a Zenit ? Não fabrica ou não é boa?
Resposta: Recomendar uma marca/modelo é dificil. Nós temos uma Kodak; um pouco cara mas já tiramos mais de 4.000 fotos, caiu um par de vezes e aguentou, e a qualidade é -para nós- suficiente. Você deve ter visto no informe um comparativo entre Kodak e Olympus. A Olympus é bem mais barata, mas nós optamos por maior qualidade (acho que no comparativo dá para observar a diferença).
O problema não é muito qual marca comprar. O problema é: qual marca tem garantias aqui no Brasil. Porque é um equipamento muito delicado, e pouquissima gente saber consertar.   É o tipo de coisa que não compraria de contrabandista.
No Capítulo "Qual marca devo comprar?" há considerações sobre o tema.
No Capítulo "Prós e Contras" você encontrará links aos sites dos principais fabricantes e aos principais sites de venda nos Estados Unidos.

Estes sites sempre tem as câmeras mais "populares"; é uma boa dar uma olhada.
Desconheço se a Zenit fabrica câmeras digitais, mas duvido; não acredito que a Zenit tenha a tecnologia ao alcançe. Não é uma brastemp que digamos.
Já vou lhe dizendo que as disponíveis aqui no Brasil geralmentente não são as "topos de linha", mas já há algumas que dão para o gasto. O preço, entrentanto, estã bastante salgado.

Tenho dúvidas em relação a confecção de poster de grandes formatos, impressos em plotters, goetaria de saber qual a resolução ideal para esses casos, já que pretendo investir tanto em uma plotter, quanto em uma máquina digital, no qual já efetuei algumas pesquisas, mas não sei qual a máquina ideal.
Resposta: Olá. A resposta a sua pergunta depende de vários fatores, mas acredito que se você procura impressão de alta qualidade só vai conseguir algo aceitável com a nova safra de câmeras, com resolução mínima de 2 Megapixels. Aconselho visitar os sites dos fabricantes (há links no artigo) onde você encontrará fotos em tamanho natural, com as quais você poderá fazer um teste real. Mas veja que nem sequer o filme 35mm é aceitável para grandes ampliações (o que se usa são câmeras de grande formato) devido à perda de qualidade, e o motivo é simples: ao ampliar a foto aumenta-se a distância entre os milhões de pontinhos que a compõem. Quanto menos pontinhos por polegada quadrada, maior será o "buraco" entre eles na foto ampliada, e pior a qualidade.

Arsanjo: EM VISITA A HP ACHEI INTERESSANTE ESTE TRABALHO E GOSTARIA DE TIRAR ALGUMAS DUVIDAS
SOU CORRETOR DE IMÓVEIS EM JARAGUÁ DO SUL (SC) E POSSUO IMOBILIÁRIA, PARA ESTE ANO ESTAMOS COM UM PROJETO DE INFORMATIZAR A PARTE DE IMAGENS DE IMÓVEIS.
BUSCO INFORMAÇÕES DE COMO POSSO FAZER A MELHOR IMAGEM PARA DEMONSTRAR PARA OS CLIENTES. COLOCANDO A IMAGEM NO MICRO, POSSO "NAVEGAR" PELA IMAGEM, ISTO É, VER A IMAGEM DE VARIOS ANGULOS ?
COMO POSSO FAZER ISTO ?
O QUE PRECISO PARA QUE A IMAGEM POSSA "RODAR" NA TELA DO MICRO ?
PRECISO FOTOGRAFAR OU FILMAR A IMAGEM ?
QUE PROGRAMA É NECESSÁRIO ?
ESTAS SÃO ALGUMAS DUVIDAS QUE TENHO, SE PUDEREM PASSAR-ME MAIS INFORMAÇÕES FICAREI AGRADECIDO
Resposta: A tecnologia que voce gostaria de implementar pode ser conferida no site www.carpoint.com (em ingles). Ao entrar, clique no item "Surround Video Gallery". isto faz exatamente o que voce quer, mas com carros, mostrando visões 360 graus tanto do interior como do exterior do veículo. Evidentemente, para uma imobiliária, esta é uma opção excelente. Uma vez vi um site de imóveis com esta tecnologia, mas realmente não me lembro onde (era nos EUA, porém).
O negócio é complicado, e requer tecnologia bastante complexa (principalmente para montar a imagem tri). Algo bem mais simples é colocar um video (.AVI) puro. Há outra opção que são fotos panorâmicas. Você pode conferir algumas, se quiser, num site que mantemos sobre o estado do Ceara: entre no www.ceara.com, clique nas fotos à esquerda, que levam à area de postais, clique onde diz "Fotos panorâmicas" e confira. O resultado é bastante atraente e com 100 ou 120K consegue transmitir uma bela imagem exterior do imóvel.
Se consigo achar informações sobre a tecnologia surround video, lhe aviso.