Comércio e Serviços | É grátis! | Shows | Teatro | Atividades Infantis | Dança | Música Clássica | Exposições | Cinema | Contato

Broncas, reclamações e queixas dos leitores do portal Sampa Online
Devido à restruturação do setor que atende as queixas, o registro de novas queixas está temporariamente suspenso

Saiba onde reclamar

Procurar reclamações com o(s) termo(s)

Um internauta alerta que "Um estelionatário que usa o email condominiovillaverde@bol.com.br, e se apresenta como Fernando de Jesus, com uma copia digitalizada fajuta da ata de uma assembleia que não existiu, está fazendo compras em nome do condomínio Villa Verde. O telefone que o rapaz informa é o (11) 3479-7029. Não caia no conto do vigário !"
Baile funk sempre aos domingos que inicia-se mais ou menos às 18:00 e não tem horário para acabar! Além da obstrução da via pública com carros parados em ambos os lados da rua,que prejudicam os moradores que chegam e não tem como passar ! Os roncos das motos e dos carros são ensurdecedores e vai pela noite adentro! Além dos rachas que são promovidos e já houve atropelamento de dois moradores.Os moradores já não sabem o que fazer p/acabar com isso,pois, e só a policia militar virar as costas e eles já se aglomeram!
[Leia a resposta]  
Moro em casa geminada!! Gostaria de saber se há uma legislação que me ampare porque meu vizinho montou uma porcaria de uma banda de rock(diga-se muito ruim) e agora realiza ensaios quando não durante a semana ,sábados e domingos com um som terrível(de ruim e alto),sem contar aquela maldita bateria; gostaria de saber sobre a legislação neste caso? Muito obrigado
[Leia a resposta]  
Constantemente,tem ocorrido na rua Maria santana todas as sextas feiras bailes funk que prossege até as 5 horas da manhã do sábado. E na sequencia também te ocorrido com uma certa frequencia aos sabados festas na mesma rua onde moro, mais precisamente em frente a minha casa com som alto e algazarras que vem rolando durante a madrugada, lembrando isto tem ocorrido frequentemente. Já acionei a polica militar, mas todas as vezes não obtivi sucesso. Geralmente eles transferem a ligação até a mesma cair, ou alegam que este tipo de ocorrência não é de cunho da policia militar. Acho que só terá efeito quando uns dos moradores entrar em furia e descarregar em alguem, ai pode ser que a policia venha, ja que eles preferem remediar do que prevenir. Não sei o que fazer, alguem pode me ajudar pois já estou ficando cansado disto.
[Leia a resposta]  
Há 2 anos venho tendo problemas sérios de desrespeito devido aos ruídos/poluição sonora que um bar e também supermercado vem fazendo. Nos últimos 4 meses estou sendo obrigada a conviver com 3 compressores de ar industriais na janela da minha cozinha e quarto. Estou doente de nervoso. Já fiz algumas denuncias denúncias ao PSIU, mas das 3 vezes que vieram a minha casa, parecia que o dono dos estabelecimentos tinha sido avisado e por isso não pegaram ruido algum. Mas hoje a situação se agravou demasiadamente e não sei mais a quem recorrer. Todos os dias de madrugada sou incomodada com batidas absurdas nas paredes devidos as caixas de cerveja que empilham das 03:30 as 07:00, por isso, não consigo mais descansar de noite e nem de dia, porque os compressores de ar e exaustor ficam ligados também o tempo todo (noite e dia). Infelizmente neste país pessoas com dinheiro fazem o querem onde querem, e é isto vem acontecendo neste momento. Todos os dias me pergunto como um bar e um supermercado ficam abertos 24h todos os dias, fazendo ruídos absurdos, sem isolamento acústico ou preparo! A Lei deixa claro que estes estabelecimentos devem seguir regras e o dono deste estabelecimento não respeita nada, mas tem o seu negócio aberto. Pago meus impostos em dia, voto corretamente e infelizmente não posso ter o direito de dormir durante a noite ou abrir a janela do meu apartamento durante o dia... estou revoltada. Encarecidamente peço de alguém, pois estou desesperada!
[Leia a resposta]  
Guarda noturno em vez de um apito, usa uma sirene de altíssima (minha medição pelo app decibelimetro aponta para até 81 decibéis dentro de meu quarto), e ele passa pela rua a partir das 23:30 hs. e fica até a madrugada com o som infernal. Recorri ao PSIU, mas nada foi feito.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de cachorros abandonados no Jardim Copacabana
No jd copa cabana na rua bento rodrigues esquina com a rua jose gomes ferreira tem aproximadamente uns vinte cachorros que ficam na rua ja avançaram em varias pessoas imcrusive crianças sao cachoros que as pessoas de outros bairros nao querem mais e soltar aqui no bairro esses cachorros estao encomodando os moradores sem falar o barulho que eles fazem anoite toda se possivel o pessoal da zoonozes poderem recolher esses cachoros seria muito bom
[Leia a resposta]  
Moro na rua japuruchita, Alto da Mooca e minha porta é guia rebaixada. Param carros e até mesmo caminhões para descarregar mercadorias para a padaria ao lado durante o dia todo, nos impedindo de entrar e sair da garagem. Já pedimos com educação, já chamamos a CET, mas a demora é de quase uma hora e os motoristas ficam de quinze a quarenta minutos bloqueando a frente. Ou seja sempre chegam tarde demais, já chamamos o 190 e a mesma coisa acontece. Já enviamos e-mail a Cet pedindo que seja feita uma ronda na rua de vez enquanto já que o agente fica na rua de cima (Rua Terenas c/ Paes de Barros)eles alegam que não tem como. Já pedimos para que seja colocado na Rua Terenas e Japuruchita zona azul, pois alem do hospital São Cristovão tem a fundação casa, a tal padaria que não oferece estacionamento a seus clientes, tem a churrascaria Carvão (que os manobristas pegam seu carro e dizem que vão colocar no estacionamento ou seja um numero em cima e estacionado na guia rebaixada dos vizinhos)tem algumas clinicas que também não oferecem estacionamento e para piorar um benzedor que vem gente todo dia e também disputa vaga na porta de quem sobrou. A foto enviada é uma de centenas que eu tiro quando vou tentar sair de casa. Já não sabendo mais a quem recorrer peço ajuda, pois até B.O. já foi feito inclusive ameça de morte vinda de um funcionário, obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor questiona atendimento de Banda Larga na Rua Santo Estevan (Cidade Ademar)
Gostaria de saber por que nas imediações da Av. Rodrigues Montemor, não existe uma previsão de infraestrutura por parte das operadoras Telefônica, GVT, e de TV por assinatura NET para serviços de Banda Larga acima de 2 Mbps. Isto porque onde eu moro somente a Telefônica atende, e somente com a velocidade 2 Mbps. Já tentei por diversas vezes nestas opções que citei acima, porém sem nenhum retorno, ou previsão de ampliação do serviço.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do abando do Jardim Jurupari, em Cajamar
Já realizei uma bronca mostrando links no youtube sobre a situação do meu bairro. Não é fácil para nós ver uma situação dessa de abandono. A máquina que acerta a rua quando chove passou pelo bairro e segundo eles acertaram as mesmas, mas as fotos mostram o descaso. Um serviço feito de forma errada, porca e sem planejamento. Precisamos de asfalto. É somente isso que pedimos, pois já estamos cansados disso. Não temos escola, creche, posto de saúde, ou qualquer coisa que possa levantar que um bairro deva ter de serviço publico.
Por favor, Nos ajudem.
Leitora denuncia que carga e descarga de caminhões no Atacadão do Itaim Paulista gera inconvenientes
Denúncia de caminhões de carga e descarga sem horário definido pra o estabelecimento Atacadão da Marechal Tito alt.2500 Itaim Paulista. As ruas não suportam o tamanho dos veículos levando calçadas, carros, fiações de telefone e energia e,, lixeiras. Já conversamos com o gerente o mesmo disse que precisa receber as cargas e que não tem nada a ver com isso. Peço que nos oriente a que órgão podemos recorrer pois a CET foi chamada e nem se quer apareceu
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de baile funk na Avenida Antônio de Souza Queiroz (Cidade Líder)
Está ocorrendo, em um período de 15 em 15 dias, aos sábados, um baile Funk ilegal no meio da Rua. A Rua fica fechada, os carros tem dificuldade de passar e o som é altíssimo. O som e a baderna começa aos sábados (sábado sim, sábado não, desde o dia 04/03) sempre por volta das 23:00 e vão terminar já por volta das 6:00. Além da grande quantidade de pessoas (jovens, crianças, por volta de umas 300 pessoas), há uma grande quantidade de bebida e uso de drogas indiscriminado. Os portões e muros das casas ao redor viram banheiro além de local para pratica de sexo que ocorre no meio da rua. O lixo acumulado após o caos é absurdo e chama a atenção a grande quantidade de garrafas e "tubinhos" utilizados para drogas. As pessoas do bairro estão com medo, e não conseguem descansar aos fins de semana. Já efetuei diversas reclamações no 190 (quando é possível completar ligação pois, normalmente a ligação é transferida, fica muda e cai após vários minutos de espera), também efetueis reclamações através do 153 (GCM) e reclamações na Base Comunitária da Avenida Maria Luiza Americano e o problema persiste. Infelizmente são mais de 3 horas da manhã do dia 01 de Abril e o Som continua altíssimo. Não sei mais o que fazer, para evitar esse transtorno, além da insegurança com tantas drogas sendo consumidas tão perto de minha casa.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de poluição e barulho causado por caminhão de vizinho em Pompeia
Minha reclamção é que tem um novo vizinho que possui um caminhão. O problema é que por volta das 05:30 da manhã ele liga o veículo incomodando os moradores com o barulho do motor, causando poluição na rua. Além disso ele estaciona na rua que é estreita próximo a casas, impedindo a visibilidade, já houve até assalto nessas casas. Alguns vizinhos já reclamaram, mas, o problema continua. Sei que não há lei proibindo esses caminhões de estacionar, gostaria de saber se há outra solução, estamos cansados.
[Leia a resposta]  
Boa Tarde! A nova cracolandia mudou de lugar, está na Rua dos Andradas, próximo ao nº 543, tem vários usuários lá, tenho que passar lá todos os dias e tenho muito medo. Vários policiais ficam parados próximo a estação Júlio Prestes, eles deveriam circular mais na região para dar segurança à população.
[Leia a resposta]  
Professora da escola estadual Samuel Wainer, em Grajaú, pede que a ronda escolar seja mantida
Bom dia, sou professora da escola estadual Samuel Wainer - Rua São José do Rio Preto, 71, bairro Grajaú, trabalho no período noturno. Quando voltamos de férias em janeiro de 2012, percebemos ausência da ronda escolar que desde o surgimento do programa tem prestado serviços a contento. Observei que este ano eles sumiram, pois nossa escola fica em uma zona de risco tanto para alunos quanto para professores, ocorrem depredação no patrimônio público, nos veículos que ficam ao redor da escola e ex alunos e pais que não aceitam que seus filhos são indisciplinados, ficam ameaçando direção, funcionários e professores na entrada e saída da escola. Ligam na escola e falam que fulano e beltrano estão ameaçados de morte, que vão roubar tais carros inclusive o meu está marcado para ser roubado, ocasionando assim muito medo e desconforto no nosso trabalho. Ocorrem brigas dentro da escola, aluno armado, na entrada e saída da escola, pessoas vão até lá com seus veículos manifestando barulho com som alto, gerando assim desconforto para os professores ministrarem aulas. Pais estão reclamando que na entrada do horário das 19 horas, pessoas ficam no portão pessoas estranhas passando drogas para os demais, inclusive pais já ligaram no batalhão da região do Grajaú, São Paulo, solicitando ronda escolar, diretor liga para os responsáveis da ronda escolar mas eles sempre estão em ocorrências que divergem da escola, assim não podendo comparecer na unidade e sua proximidade para realizar a ronda escolar. O fato da ausência, vocês podem verificar através de registros de livros e relatórios que são realizados na vinda da ronda escolar. Os relatórios são documentos que comprovam que não estão comparecendo na escola. Ligamos várias vezes para o fone 190 e não tendo sucesso, estamos enviando este email para que vcs façam manifestação para não tirem a ronda escolar da nossa escola e nem as do entorno do bairro Grajaú. Nós funcionários públicos que ministramos aulas em locais de periculosidade, necessitamos do apoio da ronda escolar, portanto não tirem a ronda escolar do nosso meio. Tal serviço tem sido tão importante para nossa escola, que anteriormente os problemas estavam amenizados, mas este ano letivo que iniciou-se está terrível sem nenhuma segurança pública. Estamos enviando cópia deste e-mail para o Secretário da Segurança Pública e o senhor governador Geraldo Alckmin.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho gerado por escola na Vila Divina Pastora
Foram efetuadas 3 reclamacoes no SAC: 1--9136026 2--9024062 3--8723808. Reclamar no SAC e nao fazer nada e a mesma coisa pois esta SubPrefeitura ja esta na folha de propinas, pois o PSIU nunca aqui esteve nem para disfarcar "governo podre". O problema e Poluicao Sonora, pois como podem ver pelas fotos a escola esta colada com a parede da minha casa, e nos fundos a um corredor na escola para ventilacao das salas de onde provem toda a barulheira. A proprietaria da escola nao tem considerecao alguma com os vizinhos. Segundo as regras para construcao esta escola esta inteiramente errada pois nao deveria passar dos 6m30 de altura, no entanto tem uns 12metros total.Acho interessante a prefeitura aprovar este projeto pois a escola nao tem nem elevador nem escada de incendio ou uma saida de emergencia caso haja algum sinistro, porem esta funcionando a pleno vapor de dia e a noite para festas, aulas de danca e cultos reliosos com direito a equipamentos sonoros.Nao sou dado a reclamar a a situacao esta insuportavel e causando problemas de saude em mim e na minha sogra pois nao temos mais sossego.Aos domingos pela manha mais culto religioso(que legal ne).Podeira adicionar mais coisas a esta lista mas acho que ja e o suficiente.No aguardo de uma resposta e desde ja agradecido
[Leia a resposta]  
Gostaria de fazer uma reclamação colocaram esta rua como rua de lazer, só que desde o dia 11/03 piorou o problema com a implantação da rua de lazer, ja que ja era uma rua de conflitos. por falta de respeito a idosos, invasão de domicilio, chuva de pedras e ameaças. Neste domingo dia 18/03 apesar de tentar com educação pedir que não batessem bola na porta por favor, que havia pessoa idosa doente. Nada adiantou, ate que a bola entrou dentro da casa e cachorro já nervoso pegou a bola velha e rasgou. pediram que entregassem a bola, como não devolvemos fomos ameaçadas, e mandaram as crianças tacarem pedras em cima da casa, fomos a delegacia e fizemos o B.O, SÓ QUE NESTA SEGUNDA FEIRA PIXAREM TODOS OS PORTOES COM PALAVROES E OFENSAS, E ESTÃO AMEAÇANDO. OBS. MORA MULHERES SENDO UMA IDOSA DE 73 ANOS. O portão de aço de tanta bola quebrou a mola, e esta todo pichado, o de aluminio tambem. Quero saber quem vai responder pelos danos morais, e os materiais, e quem vai guardar a nossa vida. PEÇO AJUDA POR FAVOR PORQUE A SITUAÇÃO ESTA INSUSTENTAVEL E TEMO PELO PIOR......., ONDE ESTA NOSSOS DIREITOS DE PESSOAS TRABALHADORES, PAGADORAS DE SEUS IMPOSTOS, AONDE ESTA , AONDE ESTA, QUERO UMA RESPOSTA URGENTE........
[Leia a resposta]  
Leitor do Brooklin reclama de danos causados a sua residência por obra da Gafisa na Rua George Ohm
Sou vizinho de uma edificação da impresa Gafisa, minha casa está toda danificada como é de ciencia do engenheiro residente da obra! Me prometeram resolver todos os danos causados desde a demolição das antigas casas vizinhas,e até agora nada... Todas solicitações que foram feitas por mim, ao contrario do que me foi prometido a minha situação como morador só piorou e propositalmente!Tanto que se pesquisarem no Google mapas George Ohm 366 verão que não colocaram nenhum tipo de proteção que amenizace o problema! Tenho certeza de que se fosse uma óbra de pequeno porte teria sido embargada imediatamente até que fosse resolvido o problema do vizinho. Aqui está 10% do que estou passando! Gostaria que a prefeitura exigisse providencias dessa construtora!!!
[Leia a resposta]  
Leitor de Cajamar reclama de falta de água, lama, buracos, valetas, pedras e trechos intransitáveis
O prefeito de Cajamar está realizando visitas para ilustrar sua campanha eleitoral e se mostrar um político ativo na cidade. Obras realizadas ou em andamento, pessoas felizes, etc. Por que ele não vem fazer campanha no bairro Jardim Jurupari? eu ver. A resposta é simples: porque não tem nada BONITO PARA SER MOSTRADO. Temos vídeos pra assistir. Chuvas, falta de água, lama, buracos, valetas, pedras, trechos intransitáveis, etc. Ano de eleição, vamos analisar e quem votar. Temos candidatos que fazem promessas e alguns não falam se irão fazer ou não. Alguém nos ajude. Façam algo por nós. Vídeos: http://youtu.be/K63tPxQK6gU
http://www.youtube.com/watch?v=2uV8wj3kl9w
http://youtu.be/01e0gfsx9u0
http://www.youtube.com/watch?v=5D1rnQBL_gM&feature=youtu.be
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de baile funk em Cingapura do Parque Edu Chaves
Estou tentando ligar para 190 desde meia noite, mais ou menos,e só dá ocupado! Há dois sábados tenho feito isto sem sucesso! Todo sábado, das 8 hs às 6:30 hs do domingo fazem um baile no Cingapura, aqui do Parque Edu Chaves e a vizinhança (que teme represálias) não consegue descansar... o som é insuportável. Meu marido até já pensou em vender nossa casa e sairmos daqui. Eu acho uma injustiça termos de fazer isto... não é possível que não haja solução para esta desagradável circunstancia. Meus vizinhos dizem que reclamar é perigoso, pois neste local há pessoas perigosas, etc... prefiro arriscar porque não aguento mais, isto sem dizer que há aqui do meu lado uma casa de repouso para idosos! Fico grata pelo acolhimento e aguardo alguma orientação. S. G.
[Leia a resposta]  
No dia 09/03/2012 as 16:22 horas,Estava trafegando em uma avenida(Alberto Pinto Sobrinho,proximo ao sacolão,do Jardim Baronesa) ,e tinha acabado de acontecer um acidente envolvendo uma moto e um carro (O carro passou por cima da moto). Naquele corre e corre o lugar encheu de gente ficando critico de passar muitas pessoas na via,e policiais ,tentando dar passagens aos carros...ia indo bem devagar com meu carro. E o policial foi grosseiro e critou :(_Pisar nessa merda,Porra,olha pra frente!) e ele entrou na frente do carro e exclamei: Como, pra ter um novo acidente? Olha a rua! E outro que o acompanhava me chingou de filho da P...! Então já me sentindo ofendido retruquei é você,que é! Ai perceebi que ele anotou a placa do meu carro......acho que na mão mesmo. Pergunto vou ser enquadrado e qual artigo de transito? :lol: Por ter respondido uma ofensa de uma autoridade? :roll: Gostaria de uma resposta,sou do municipio de Osasco em São Paulo,pra dar multa não seria a Demutran do municipio? Gostei do site, parabens pela dedicação!
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de arruacerios na Rua Olimpio Portugal
Todos os dias por volta de 19 horas, um grupo de, aproximadamente, 10 pessoas se reúne próximo a minha casa, consomem bebidas alcoólicas, gritam, brigam, enfim atormentam a rua até depois da meia noite. Sei que uma dessas pessoas mora na rua, mas por ter o conhecimento de ser um arruaceiro e consumidor de drogas, prefiro não reclamar com o grupo pessoalmente. Gostaria que alguma medida fosse tomada, não sei se devo chamar a polícia. Mas isso ocorre todos os dias da semana, perturbando pessoas que trabalham e estudam o dia inteiro.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que baile funk no Jardim Paulistano impede circulação de ônibus (215/10 e 8214/10 e 9782)
A situação é desanimadora, os usuários das linhas de ônibus municipal 8215/10 e 8214/10 e 9782 que atendem os bairros de Jardim Carumbé e Jardim Paulistano deixam de ser assistidos com a brusca interrupção de itinerário aos sábados à noite indo até a madrugada ou do período das 19h00min até 01h00min de domingo. No sentido Centro/ Bairro os passageiros são deixados na Avenida Manoel Bolívar, a cerca de 1000 metros do ponto final das referidas linhas, quanto aos passageiros que se deslocam no sentido inverso Bairro/Centro, simplesmente deixam de ser assistidos, com os coletivos saindo diretamente pelo Jardim Paulistano, com o agravante que neste caso moradores de bairros vizinhos tais como Vila Terezinha, Jardim Guarani, Vila Isabel, Vila Siqueira e Vila São João deixam de ser igualmente assistidos pelas linhas que deveriam estar cumprindo o itinerário, mas que não está por conta de obstrução de via pública por festa de BAILE FUNK não autorizado pelo poder público, deixando a população que necessita do uso dos coletivos desassistidos. Rogamos a Secretaria Municipal de Transportes e SPTrans que solicite prontamente da Secretaria de Segurança Pública e Policia Militar o efetivo patrulhamento das vias públicas Aparecida do Tabuado, Ubaldo Mendes de Oliveira, Alberto Buriti e Rosalvo José da Silva a fim de impedir a desobstrução da via pública
[Leia a resposta]  
Uma mãe desesperada denuncia vizinho que acumula lixo no seu quintal
Preciso denunciar uma pessoa que é responsável pelo quintal que tem nos fundos da minha residencia e acumula lixo, todo tipo de lixo que se possa imaginar, tem mais de três carcaças de carros, vaso sanitário usado, lixo que varia desde panela velha até geladeira... É muito lixo, todos os dias ele armazena mais, ja ouvi ele dizer que tem mais de 1 tonelada e acredito que seja verdade... O fato é que esta ajuntando bichos, ja vimos aranhas enormes, ratos passam de monte de um lado para outro, insetos então nem se fale... Estou desesperada com essa situação, pois o muro de minha casa é o que me separa de todo esse lixo, tenho filhas pequenas e morro de medo que algo possa acontecer a elas em decorrência desse lixo todo... Ha muitos pneus com água parada também... Em fim, gostaria que me ajudassem, não sei mais o que fazer... Ficaria eternamente grata se pudessem encaminhar esse meu pedido de socorro aos órgãos competentes para que viesse averiguar e tomassem as providencias cabíveis...
[Leia a resposta]  
Leitor comenta sobre realização de bailes funks em São Miguel Paulista
Resposta Para a pessoa que tentar por fim a Bailes Funk´s, Não sei o que aconteceu, mais perturbação de sossego e um art. que consta no nosso ordenamento juridico, mandei email para SSP - ouvidoria, fazendo tais questionamentos, o nosso problema neste caso seria o excesso de carros e a bagunça ali propagada sem termino, e isso acontece sempre aos domingos, utilizei este espaço para expressar e alguns outros canais por e-mais, não sabemos se este e de fato o fim desta pratica, mais que com a presença da Policia Militar esta funcionando isso esta!
Leitora reclama de arruaça feita por frequentadores de bar na Rua Capão Redondo
A rua citada tem muitos problemas, mas o principal é o desrespeito entre vizinhos, não se pode dormir somos cidadãos pagadores de impostos, cumpridores de nossos deveres mas só, não somos dignos de nossos direitos.Sempre tivemos problemas relacionados a barulho de determinados vizinhos, mas vamos levando fazendo a política da boa vizinhança, mas agora chegou a uma situação insustentável.Abriram um bar, ou lanchonete na rua em que fica aberta todos os dias até tarde, o barulho gerado pelo o bar é de música, mas os frequentadores ficam na calçada a noite toda, gritando, com carros com sons alto, motos exibindo seus roncos e assim por diante.A situação é tão crítica que as vezes fico impedida até de entrar e sair da minha própria casa, tendo que pedir licença para transitar. è o cúmulo do absurdo!!!Algumas vezes até acionei a polícia, vieram conversaram, mas os arruaceiros tiram sarro diante a lei, e nada foi feito além de advertencia verbal, não sei mais o que fazer, pois devo levantar para ir trabalhar as 4:40 da manhã, ou seja praticamente a semana inteira é isso, não durmo direito, venho trabalhar cansada, stressada e tudo mais.
[Leia a resposta]  
Bem, na minha rua a uma pessoa que recolhe garrafas pets e outros itens para reciclagem porem ele deixa acumular e não encaminha para o devido fim,como ele mora em predio (cdhu)usa o local de estacionar o carro para acumular o lixo e o mesmo fica meses no mesmo lugar. Acho que deve trazer algum tipo de doença ou alguma praga este tipo de ação, entrei no site da prefeitura para reclamar mas não achei nenhum link referente a esse assunto, espero que voces possam me ajudar.
[Leia a resposta]  
Leitora de São Mateus reclama que seu vizinho deixa uma carreta estacionada e atrapalha a vizinhança
Meu vizinho, que mora em frente, tem uma carreta, mas dificilmente sai para trabalhar com ela. É um transtorno muito grande, pois ela fica estacionada dia e noite, serve de esconderijo para os maconheiros, é dificil estacionar carros, pois a carreta ocupa quase a rua toda. Até o caminhão do lixo tem dificuldade de coletar o lixo. Enfim, esse tipo de automovel pode ficar estacionado dia e noite na rua? A quem devo recorrer para solucionar esse problema?
[Leia a resposta]  
Leitor agradece a Polícia Militar por colocar fim ao Baile Funk na Rua Maria Santana (São Miguel Paulista)
Neste caso não seria uma reclamação e sim parabenizar o efetivo da Policia Militar do estado de São Paulo que durante o 3° final de semana seguido vem colocando o fim no Baile funk situado na Rua Maria Santana - São Miguel Paulista, da mesma forma que utilizei este meio de comunicação para expressar minha indignação, estou usando o mesmo para dizer que esta pratica de bailes funk´s madrugada a fora não estão mais acontecendo devido ao um excelente trabalho da policia militar que fica de prontidão a partir das 15:30 hs e vai ate tarde da noite, e ainda fazem abordagens de carros e motos que seriam sim os principais participantes desavisados que ali proporcionavam a bagunça. Por favor, peço a este meio de comunicação que envie ao orgão responsavel, e manifeste a satisfação dos moradores que ali residem, gostariamos da permanencia do efetivo ali, ate a extinção desta pratica se possivel. Muito grato.
[Leia a resposta]  
Leito reclama de usuários de drogas na Rua Bento Rodrigues (Jardim Copacabana)
Moro no final da Rua Bento Rodrigues no final da rua tem uma quadra de futebol que os próprios moradores fizeram para as crianças jogarem bola mas a quadra foi invadido por usuários de drogas e agora ja estão invadindo em frente a casas de moradores durante o dia inteiro e à noite e muita falação que tem vizinho que nem consegue dormir. O interessante e que tem um batalhão da policia militar a 5 ruas atras na Avenida M´Bom Mirm não se vê viatura passando aqui nem de dia e nem à noite talvez pensem e final de rua mas tem problema espero que vocês ajudem falem com o pessoal da pm que comuniquem o batalhão da pm próximo porque aqui ja esta virando cracolandia. Vão usar droga onde não perturbem os moradores obrigado
[Leia a resposta]  
Leitor da Vila das Mercês reclama de limpeza da calçada e carro abandonado
Em frente a minha casa tem um terreno onde o proprietário não limpa a calçada, ela esta cheia de mato, as pessoas trazem cachorro para fazer as suas necessidades, asim fica um mal cheio danado. O mato esta enorme. Agora há três meses largaram um carro quebrado. Impossibilitando eu e o meu vizinho de sair com o carro da garagem. Para piorar o transito aumentou devido a inauguração do super mercado Extra. Quando entra caminhão na rua sobe na calçada quebrando o piso da mesma. Gostaria de saber com quem devo falar para sanar este problema.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de morador de rua que instalou na Av Angelica, em frente ao Supermercado Pão de Açucar
A minha reclamação é sobre um morador de rua que está instalado a meses em frente ao Supermercado Pão de Açucar da Av. Angelica e de lá não sai mais, a qualquer hora do dia grita, canta alto perturbando os moradores e vizinhos, está sempre bébado e isso acontece a qualquer hora do dia e da noite usando inclusive de mictório a fachada do meu predio. Ninguem toma providencias. Não sei nesses casos a quem recorrer pois o pior é de madrugada em pleno sono quando esse individuo começa a despertar o bairro cantando " Acorda São Paulo" ....
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do caos no Espaço Social da Ultrafarma
Lamentável o que vi no Espaço Social da Ultrafarma, localizado na Rua Isaias Salomão, número 100, bairro Saúde. Pessoas idosas ou não em uma fila imensa para retirada de convite para o show Ultrashow - Especial Jovem Guarda. Deplorável que a organização disponibilizou apenas 400 convites dos 1500 lugares do teatro Abril para atender o publico interessado que viu ou ouviu a noticia nos meios de comunicação. Erro total da organização e da comunicação da Ultrafarma que caracteriza total falta de respeito ao consumidor por parte da empresa no Evento em prol da saúde e bem. Para este numero de convites não havia a necessidade de realizar a ação publicitária, pois o seu movimento diário já absorve um numero bem maior de interessados.
[Leia a resposta]  
Leitor sugere ponto de ônibus próximo à Estação Faria Lima do Metrô
Há alguns meses foi inaugurado a estação Faria Lima, estação integrante da linha amarela do metrô, que tem ajudado milhares de pessoas diariamente. A minha indignação se dá pela falta de sensibilidade da prefeitura, em instalar um ponto de ônibus ao lado da estação, no sentido Rebouças, pois todos os dias, o volume de pessoas que saem do metrô e que se dirigem ao ponto mais próximo, para pegar um ônibus é gigantesco, e este ponto mais próximo fica há mais de 800 metros, as calçadas não comportam este volume de pessoas, que muitas vezes acabam transitando na avenida, ou cruzando fora da faixa, causando acidentes e por conta deste grande número de pessoas, sem contar nos caos de pessoas deficientes ou idosas, sem falar que o ponto fica tão cheio que os ônibus não conseguem sair, e os ônibus que estão atrás demoram para avançar. Ao lado do metrô existe um recuo na Av.Brig.Faria Lima, onde poderia ser instalado um ponto de ônibus, auxiliando milhares de pessoas. Peço ao órgão responsável, que apenas se dirija até o local pelas manhãs, que entenderá perfeitamente o transtorno gerado, e se tiver sensibilidade tomará alguma atitude a respeito
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que sua rua, em Itaborai (RJ), não é asfaltada
Olá!! Temos um grande problema em nossa rua que não tem asfalto. Quando chove não tem como transitar devido a lama. Pago meu iptu em dia e não acho justo já que temos asfalto pagar por uma coisa que eu não tenho. Já estou aqui há 15 anos e nada. Temos uma igreja que é muito prejudicada incapacitando a membresia de chegar ao local e os que vem trazem a lama que invade a igreja. Não conseguimos viver com esse problema. Se não resolver sou obrigado a pagar iptu? Não tenho asfalto! O atual prefeito é o Sergio Soares.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do abandono em torno da Pasarella das Noivas, na Luz
Infelizmente, venho aqui notificar e pedir auxílio para as autoridades, pois as condições de higiene nesta rua e nas imediações são horríveis. Infelizmente existem muitos moradores de rua / mendigos e os mesmos chegam ao ponto de fazer fezes na rua e infelizmente existe um descaso por conta das autoridades quer seja na limpeza, quer seja em coibir que estes moradores de rua se estabeleçam nas calçadas. Em alguns lugares as pessoas tem que conviver com fezes de animais, porem nesta região, você tem que prender a respiração e desviar das fezes humanas. Na passarela das Noivas que fica ao lado, não existe nenhuma iluminação, pois os mendigos furtam tudo que é colocado ali, existeem casos de assaltos, minha esposa já foi assaltada nesta passarela, e a sensação é de abandono completo do Estado ( governo em sua forma ampla ) e isso porque a região está há poucos metros da Rota e de outros batalhões da PM. Pelo amor de DEUS seria possível que a Prefeitura, através da Regional da Sé abrisse o olhos para esta região, pois existem centenas de família de contribuintes que pagam seus impostos, esperando no mínimo higiene e segurança.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que seu vizinho implica com os carros que param na sua porta
Na minha tem um vizinho besta que implica que carros parem na sua porta, ele acha que é dono da rua. Eu não gosto dele, eu quero que alguma autoridade puna ele com vigor da lei do Brasil.
[Leia a resposta]  
Leitora de Caraguatatuba reclama de vizinho muito estranho
Ola venho buscar uma possível orientação. Sou moradora nesta rua há 24 anos. Cresci aqui. Todos me conhecem e tenho uma ótima amizade com todos. A mais ou menos um ano se mudou um casal para a casa ao lado da minha que estava alugando. Eles são estranhos, não se dão com os vizinhos e não gostam de nenhum barulho. Ele e carcereiro e não conversa com ninguém, já fez boletim contra o outro vizinho por causa dos cachorros e também esta processando os correios pela demora de entrega. Recentemente dei um filhote de labrador para minha filha e agora ele esta querendo briga comigo. Quando a cachorra late ele solta bombas que as vezes ate parece tiro. A mulher dele veio falar comigo dizendo que não gosta de barulho por isso não tem crianças nem animais. Ainda disse que o marido dela é muito nervoso por isso que ela veio falar comigo. Ontem ele soltou uma bomba. Minha filha se assustou e eu quase liguei para a policia. Ele escutou eu dizendo que ia ligar e saiu. Foi fazer um boletim na delegacia alegando que eu disse que vou fazer algo contra ele. Não sei oque fazer. Estou com medo pois ele é muito estranho.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por bar na Rua Maria Pais de Barros (Vila Marari)
Bar que tem costume de tocar som alto, estender seu horário de funcionamento até 3:30, 4:00 da manhã, com conversas altas de pessoas já alcoolizadas, incluindo palavras de baixo calão. Fazem churrasco na calçada sem qualquer higiene, espalham mesas e cadeiras pela calçada, estacionam sem respeitar guias rebaixadas. Em alguns dias é frequentado por garotada que não dá para saber idade, aparentam ser menores. Situação insustentável, creio não tenham sequer licença de funcionamento, estão montando festa de confraternização de motoqueiros para 17/03 o que vem apavorando a todos da rua que é extremamente tranquila, ou melhor era até a chegada deste estabelecimento nefasto.
[Leia a resposta]  
Leitor de Osasco reclama de descarga de mercadorias na Rua João Cardoso (bairro Bela Vista)
Na rua João Cardoso n 58 Bairro Bela Vista Osasco cep 06060-100 existe uma descarga de mercadoria para um supermercado que fica na rua de cima (faz fundos com o mesmo)a prefeitua ate colocou sinalização de proibido parar caminhões porem não existe fiscalização, alem dos problemas de transit existe o problema de insetos ratos etc que o lixo local produz (alem de ser retirado de forma irregular)ja esta registrado queixa no Secontru protocolo 0157/12 de 02/02/12 e vigilancia sanitaria protocolo 042/2012 data 02/02/12 e ate o presente momento não vimos nenhuma ação, o demutran quando acionado ja não vem mais pq segundo agentes eles só podem multar e não tem como guinchar os caminhões irregulares, outro problema temos uma escola bem proxima e as crianças são obrigadas a atravessar a rua porque trancam a calçada, as autoridades estão esperando acontecer uma tragédia para tomarem as devidas providencias.
[Leia a resposta]  
Leitor denuncia maus tratos a idosa no Jardim Miriam
O serviço 190 nunca esta disponivel em minha regiaõ as 00:00 pois na rua Manoel Jose Vaz mora um senhor que vive espancando sua mulher que ja e uma senhora bem idosa pois a mesma tem um mercadinho nesta rua pois a coitada trabalha para sustentar ele que a espanca e é usuario de drogas e bebidas alcolicas pois toda as noites nos a população ouvimos e vemos as humilhações que a mesma passa e a violencia contra esta senhora e as 3 netas dela presencia tudo que o avo faz porem ela cuida das 3 netinhas alem de sustentar o vicio dele peço que a justiça chegue ate esta residencia pois so consigo ajudar ate aqui infelizmente pois se eu fosse autoridade local eu não lhes comunicaria. Se tiver como um investigador da policia civil investigar para dar um flagrante todos desta rua agradecemos e o mais importante a familia desta senhora de 68 anos...
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por frequentador de um bar na Avenida Maraial (Jardim Nodeste)
Nesta avenida no final tem um posto policial (Jardim Nordeste). Fica esquina com a Rua Padroeira em frente ao Cingapura. Endereço para patrulhamento: Av Maraial,n° 541 - Jardim Nordeste - São Paulo. Trata-se de um bar que fica entre um pizzaria e uma padaria. Toda sexta feira e nos finais de semana, pára sempre um veículo com um som ensurdecedor muito alto. Tenho pais idosos que não conseguem dormir por causa do barulho. Evito trazer crianças em casa, porque a maioria das músicas são funk e com letras obscenas. Gostaria de uma providencia, pois já reclamei por telefone para polícia, mas a ligação não concluiu. Hoje seria um ótimo dia para vir, porque o som está muito alto! Conto com a ajuda da polícia, pois como trata-se de um bar e as pessoas lá bebem muito. Tem vezes que sae até briga.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que na Rua Nova Vida carros param e tocam som alto a qualquer hora do dia ou da noite.
Os carros param e tocam som alto na rua que moro a qualquer hora. Já fiz boletins de ocorrência. Já chamei a policia que veio e exigiu que eu me apresentasse aos agressores. Os mesmos ameaçaram minha família. Agora são 22:14 horas e o som é insuportável. O que fazer? Não tenho a quem reclamar, já que a polícia não presta socorro. Os dias continuam e os danos são entre outros, impossibilidade de estudar, vê tv e descansar. Uma cidade em que seus moradores não podem contar com o socorro das autoridades policiais, o que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que carreta frequentemente arrebenta fios da net e da telefônica
Uma carreta "alta" sempre arrebenta "leva" os fios da net e telefonia (as empresas informam que não podem fazer nada pois já estão no limite de altura conforme orientação da eletropaulo). O que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor diz que empresa Camargo Corrêa desrespeita a Lei do Silêncio e mantém caixas d´água destampadas na obra "The Parker"
A obra "The Parker" da Camargo Corrêa, além de infernizar os vizinhos com o desrespeito à lei do silêncio (já denunciado), mantém uma caixa d´água cheia sem tampa, facilitando a proliferação de dengue. Gostaria do auxílio de vocês nessa questão.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que a netshoes (www.netshoes.com.br) não entregou produto no prazo e não quer cancelar a compra
Em 04 de fevereiro de 2012, comprei um tenis reebok desta empresa (www.netshoes.com.br) que não entregou no prazo (2 dias úteis) estipulado por eles mesmo, e não querem cancelar a compra conforme minha solicitação. Atendente colocam a culpa na transportadora que netshoes não tem controle sobre ela. Antes de comprar na Netshoes pesquise na internet. Com certeza não comprem, esse foi meu erro não pesquisei. Numero do pedido 277670399
[Leia a resposta]  
Leitor do Ipiranga reclama de barulho provocado por frequentadores de bares na Rua Ituanos
Sou morador da rua Ituanos, no Ipiranga. Nesta rua predominantemente residencial, há dois bares de esquina (um localizado na Rua Bom Pastor, 537, e outro na Rua Benjamin Jafet, 163, em frente a praça Benjamin Jafet), estes há tempos costumam desrespeitar completamente os limites de barulho e convivência. Há mais de um ano, costumam ficar abertos após as 2 horas da manhã, isso inclusive em dias de semana (tem se tornado uma regra), e em costumam colocar música alta, principalmente em finais de semana, sem hora para parar. Seus frequentadores ficam em mesas improvisadas nas calçadas, sem nenhum tipo de isolamento acústico, e, obviamente, não estão muito interessados em fazer silêncio após as 10 horas da noite. Além disso, há uma grande rotatividade de carros com o aparelho de som ligado em volumes incompatíveis com a hora rondando a rua de madrugada, aparantemente fregueses desses bares. No caso do bar da rua Bom Pastor, é comum acontecerem discussões em voz alta. Esses bares parecem funcionar sem intervalos, em dias de semana, finais de semana e feriados fecham depois das 2 horas da manhã e em fim de semana costumam abrir as 10 horas da manhã já com música, não permitindo sossego nem mesmo nesses momentos. A rua, como já foi dito, é predominantemente residencial e nós, moradores, já tentamos diversas formas de resolver a causa. Já tentamos conversar com os donos dos bares, houve uma melhora relativa durante um tempo no caso do bar da Rua Bom Pastor, mas logo tudo voltou como antes. O Psiu exige regras absurdas para o registro de reclamações e vistoria, como a medição do barulho na casa do denunciante juntamente com o dono do local reclamado, o que é, no mínimo, uma invasão de privacidade, sem se falar na possibilidade de retalhação. Vários moradores já tentaram ligar para a polícia militar, e depois de vários minutos na linha a solicitação é "registrada", mas nunca vimos uma viatura passar nos locais para averiguação. Mesmo que tenha ocorrido, não deu resultado. Gostaria que a questão fosse ao menos vista, pois estou falando de bares que ficam abertos EM DIAS DE SEMANA madrugada afora. Parece surreal, uma rua no bairro residencial sem limites nem lei.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que denúncias ao PSIU contra a casa de show Tropical Dance (Rua Butantã, 336, Pinheiros) não surtem efeito
Já fizemos várias denúncias no PSIU contra a casa de show Tropical Dance (Rua Butantã, 336, Pinheiros), entretanto não conseguimos nenhuma solução para o problema. A casa funciona nas madrugadas de sábado para domingo e de segunda para terça-feira da meia-noite até às 5h30, às vezes até às 6h30 da manhã, quando não é possível dormir devido ao barulho da música alta e dos microfones, além da bagunça, brigas e arruaça feita na rua pelos seus frequentadores. Muitos deles inclusive ligam o som do carro no último volume, criando mais poluição sonora. Não bastasse todos esses contratempos, ainda são montadas barracas de venda de comida na calçada, gerando grande volume de lixo. Isso também já foi denunciado via site da prefeitura municipal de São Paulo, mas também sem retorno. Além de denunciar no PSIU, no SAC da prefeitura, e fazer inúmeros chamados para a PM nas madrugadas, o que mais pode ser feito? A subprefeitura de Pinheiros trata seus moradores com total descaso. Vamos todos nos lembrar bem disso nas próximas eleições.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que filho da vizinha ouve música em alto volume
Boa Tarde! Estou entrando em contato com vocês, pois não sei mais o que fazer me ajudem. Aluguei uma casa já fazem 07 anos já é o terceiro contrato, esta é a casa dois onde as janelas dos dois quartos fica no quintalzinho da casa três, que se dá a impressão que estamos um dentro da casa do outro de tão pequena é a distância, lembrando que até então não tive incomodo nenhum com outros moradores como este que estou tendo.Tem também um outro detalhe,no meu contrato não pode ter animal de estimação nenhum e nem posso incomodar meus vizinhos é o que consta, só que as casas são do mesmo dono mais a imobiliária são diferentes e segundo a vizinha ela disse sobre o sua cachorra e eles falaram que não teria problema, isso porque não são eles que fica o dia inteiro ouvindo latido de cachorro na janela, fora a sujeira que até hoje desde que eles se mudaram não foi lavado este cachorro, até as moscas apareceram em minha casa olha o que estou passando.Já falei com a imobiliaria ela me instruiu a falar com a mãe do adolescente. Esperei a mãe dele chegar e expus o meu problema com toda a educação, disse que ela precisaria falar com seu filho na questão de ouvir musica alta, pois estava me incomodando, afinal como disse no começo nòs moramos propriamente dentro da casa do outro. Só que ela me ouviu e disse que não poderia estar proibindo ele de escutar música, se é o que ele ouve pode-se chamar de música. Disse a ela que não era para proibir mais sim pedir para ele ouvir musica mais baixa ambiente, ela me disse que por lei pode-se fazer barulho até as 22:00, mais mesmo assim disse que iria conversar com ele. resumindo não resolveu nada está ficando cada vez pior, pois ele agora almenta de propósito para irritar a nós, não dando nem para se assistir uma televisão apenas em volume alto. Não quero mais falar com ela pois o filho dela não é nenhum nenezinho ele deve ter seus 16 para 17 anos para saber o certo e o errado em vez de ficar com esta falta de educação, pois é assim que eu classifico uma ação dessa, não tem respeito algum com as pessoas. Tenho dois filhos adolescentes e uma criança de 11 anos mais pergunta para os meus vizinhos se eles incomodam alguém, pois eles tem educação e eu ensino bons modos graças a Deus. Quero muito que vocês me instruem o que devo fazer, como agir neste problemão, tem solução? Desde já agradeço a atenção e a resposta, aguardo um retorno. Não tenho como tirar foto agora pois não tenho celular, mais se poder eu tiro mais tarde e envio.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que chaminé de pizzaria incomoda com cheiro e fuligem
Onde moro o vizinho instalou uma pizzaria e a chaminé foi instalada na divisa do muro de casa, a qual solta fumaça todos os dias, incomodando com cheiro e fuligem. Creio que isso polui, e muito, pois não se dá conta de pó e cheiro de gordura. A construção realizada no local, creio que não é regular, pois não localizei nenhuma placa de autorização. Necessito, com a devida urgência, de uma ajuda para saber onde posso reclamar, o que devo fazer.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama da Administradora Cielo
Com tanta propaganda a Administradora Cielo deveria zelar mais por seus produtos, há dias tento resolver uma questão, sem lograr exito, a Lilian da Ouvidoria afirmou que bastaria ligar que ela me daria um retorno, mas como ligar, se o canal indicado é burocrático? O SAC da Cielo e o site é uma coisinha mixuruca. Quem trabalha com a Cielo sente a falta da transparência, percebe a falta de repasses e desconfia de taxas e procedimentos que tem aparência de estelionato ou apropriação indebita
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que subprefeitura de Pirituba deixou entulho na Rua Maria Lucia Duarte após manutenção de guias e sargetas
A Prefeitura de São Paulo realizou a manutenção de guias e sargetas na Rua acima, porem depois de quase 15 dias, todo o entulho está na Rua, onde há dificuldades do transito local e ainda a dificuldade de entrar com o veículo na garagem. E ainda temos o problema, com a grande quantidade de chuvas e o asfalto aberto, há infiltração, podendo assim causar danos a estrutua da calçada e da residência. Fico no aguardo da manutenção da rua.
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se vizinhos podem colocar carrinho de lance na porta da casa deles
Moro em casa geminada e minha vizinha me atormenta e muito. Eles não têm nem um pouco de bom senso e muito menos respeito. Fazem barulho até tarde, trazem visitas, fica com som alto, quando fazem festas as crianças (de 3 anos, 11 anos e 13 anos) ficam na rua vendo essas pessoas conversaram alto, fazendo barulho e bebendo até tarde. Já tentei dialogar, mas não deu certo, já chamei diversas vezes a polícia e nada adianta. E agora eles colocaram um carrinho de lanche do lado de casa e ficam conversando alto e as crianças ficam gritando na rua até tarde. O que eu faço? Não aguento mais isso! Eles podem colocar um carrinho de lanche na rua assim de uma hora pra outra?
[Leia a resposta]  
Leitor denuncia carros roubadas abandonados na Rua Despraiado, em Santo Amaro
Na Rua Despraiado tem 2 carros roubados eles são : Fiat Idea prata placa ARA0456 Volkswagen Saveiro preta placa LCN1739. os bandidos roubaram esses carros que eu escrevi.
[Leia a resposta]  
O vizinho que se mudou recentemente esta fazendo diversas reformas e como meu sobrado é germinado com o dele , estão parecendo diversas rachaduras, inclusive está estourando a massa corrida, já o avisei e mostrei o meu lado da parede para ele, mas ele não quer assumir responsabilidade financeira do conserto, como eu estou individada, qual a alternativa que tenho para resolver isto antes que a parede venha abaixo ?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de baile funk realizado na esquina das ruas Alberto Buriti e Rosalvo José da Silva (Jardim Carumbé)
Senhores, a situação está crítica! Ontem, teve mais um baile funk na esquina das ruas Alberto Buriti e Rosalvo José da Silva. Vizinhos acionaram o Copom (eu também liguei para a 2ª cia e 18º BPM), sem resultados. O funk começou por volta das 20h e terminou as 6h40. Há 3 dias consecutivos que não dormimos direito por ocorrências desta natureza. Arruaceiros, usuários de drogas, menores de idade e bêbados se misturam; carros de som vão chegando, bloqueando e dificultando o trânsito local e, consequentemente, o acesso às nossas casas. Tudo se agrava por uso indiscriminado de nossos portões como banheiro e moças tirando as calcinhas e lançando para os rapazes. A quem vamos reclamar? Quem paga os prejuízos estruturais que nossas casas sofrem com as vibrações do som? O tráfico financia e estimula estas festas, pois o público consumidor é grande e garantido. Estes fatos são graves e prejudicam a comunidade de forma violenta, urge uma resposta para restabelecer a lei e a ordem.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por terreiro de candomblé em Feira de Santana (BA)
Bom dia, próximo a minha casa existe um terreiro de candomblé onde eles fazem seus cultos, geralmente nos finais de semana, com pouca frequência, quase sempre somente em datas comemorativas e principalmente no mês de junho onde ocorre a trezena de Santo Antônio, quando tocam atabaques e soltam rojões durante toda a noite. Ontem por exemplo sábado (11/02/2012) começaram a tocar e soltar fogos por volta das 20:00hrs e só pararam de soltar pelas 3 e meia da manhã de domingo (12/02/2012) com um período de uma hora entre as soltas de fogos, não parando de tocar os atabaques em momento algum e retornando a soltar fogos pela manhã às 7:30hrs, já não aguento mais, o que fazer? Obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor do Jardim Paraíso (Rua Paranapanema) reclama de vizinhos barulhentos
Aqui na minha rua existem alguns vizinhos que são barulhentos demais, nesse exato momento são 01:22 da manhã e eles continuam fazendo festa com um som extremamente alto, tirando o sono dos vizinhos, sem contar que diversas músicas possuem letras de baixo calão. Tentei ligar para a polícia, mas o "190" não funciona, que coisa não. E essa "festa" ocorre com frequencia, outros moradores já reclamaram com o responsável sobre o barulho mas ele ignora qualquer tipo de reclamação.
[Leia a resposta]  
Leitora de Nova Iguaçu (RJ) reclama de vizinho que ameaça e briga com sua família
Há semanas, meu irmão fez limpeza no quintal e colocou fogo nos detritos. O vizinho ao lado se incomodou com a fumaça e pediu que o fogo fosse apagado. Imediatamente, meu irmão o fez. Não esperando a ação ser concluída, o mesmo vizinho ameaçou apagar o fogo por conta própria. A partir daí, começou a insultar meu irmão, o chamando para briga, invadindo o terreno e, ao tentar separá-los da briga, a esposa do meu irmão foi agredida. O mesmo foi embora e achamos que a briga tivesse acabado. Um pouco depois, meu pai estava no portão e o vizinho veio desacatar meu pai, dizendo que tinha uma grande vontade de agredi-lo, que só não o fazia por ele ser velho. Meu irmão, vendo a situação, veio perguntar o que ele queria. Os dois brigaram e, para separar, meu pai se meteu e acabou sendo agredido também. Ligamos para a polícia e, enquanto aguardávamos o envio de uma viatura, éramos coagidos e ameaçados na nossa própria casa. Esse vizinho dizia, com uma garrafa na mão, que o primeiro que aparecesse no portão seria agredido. Disse que estava esperando a polícia, que não tinha medo. A viatura enfim chegou e o levou à delegacia. Foi aberto um processo contra ele, mas o mesmo ainda nos ameaça. Nos coage, nos insulta e rodeia a porta da residência. Ele diz que o processo não vai dar em nada e deveríamos esperar o findar do processo, ameaçando-nos. Sempre procuramos a polícia, mas eles nos dizem que devemos chamar uma viatura, mas a polícia não vem. Temos medo de até mesmo sair de casa, não sabemos mais o que fazer.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de mulher que ficou com o carro que ela comprou.
Meu esposo, persuadido pela família, especificamente pelo pai, tirou um veículo do seu nome e colocou o nome de uma mulher, que o pai dizia que trabalhava para ele. Mas eles tinham um tipo de relacionamento amoroso profissional, se é que isso existe. Então ele alegava que ela estava pagando quando no quinta ou sexto mês descobrimos que nada tava pago e então ele caiu fora do caso e meu esposo entrou em contato com essa mulher que nos garantia que tinha a intenção de resolver e pagar essa dívida e nos enrolou tanto que a dívida tá em torno de R$ 43,000. O banco quer tomar o carro e a mulher tá com o carro, e a questão é que sabemos que temos que entregar o carro para o banco mas não temos nenhum documento que comprove que essa muher usou e esteve com o carro o tempo todo (1 ano e 3 meses). Nos informaram que não tem modo de entregar o carro e ficar com a dívida, mas nós queriamos que ela pagasse essa dívida, pois isso nos causou e causa muitos transtornos familiares, financeiros e morais. Não sabemos como resolver esse problema, só queriamos no máximo que ela pagasse a dívida e se por milagre dessa pra ela nos ressarciar por danos ocasionados.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vândalos que danificam casas, fazem barulho e usam drogas na Rua João Rosa
Moro na rua da Escola Estadual Alfredo Inacio Trindade, conhecida como Verdão. Fica na Vila Nivi, uma rua sossegada e estritamente residencial, com moradores com mais de 20 anos de residência da zona norte de São Paulo. Há mais de 1 ano, nos deparamos com vândalos, maloqueiros e moleques que fazem coisas ilícitas na frente da escola. A ronda escolar não está todos os dias na porta do local, facilitando, assim, a ação dos mesmos. Eles destroem tudo o que tem na frente das casas, incluindo placas de sinalização, fazem muito barulho e usam entorpecentes. Já avisamos os policiais da ronda que nos ajudam, mas agora que começaram as aulas, o problema persiste tanto na saída quanto na entrada dos alunos. Vale registrar que a ronda fica por 5 minutos (na semana passada por exemplo) e vai embora; isso é o que os moleques mais querem. Percebemos que a ronda chega na escola quando os alunos já tem entrado ou quando já tem saído há algum tempo. Enquanto esperamos nossos filhos de outras escolas, temos que ouvir os mesmos falarem de roubos e até tiros que dão com as armas. Os traficantes ficam na porta das casas em frente da escola e, se o morador reclamar para saírem, sofre ameaças. A escola só funciona durante o dia, mas na mesma rua tem a escola municipal (creche) e uma casa de repouso com senhores e senhoras necessitando de ajuda. Vale lembrar que o número de roubos também é grande. A escola só resolve o que é dentro da propriedade dela. O que podemos fazer para melhorar? Alguém pode nos dizer como agimos sem sermos notados? Temos medo de represálias.
[Leia a resposta]  
Leitor de Curitiba (PR) reclama da diferença nos preços cobrados pela Cohab para os moradores
Moradores da Vila Cristo Rei, que está em processo de legalização, estão sendo chamados para regularizar suas situações. Acontece que alguns foram chamados no mês de novembro/2011 e assinaram com a Cohab de Curitiba um valor de 57 reais o m² de terreno. Mas, os que foram chamados em fevereiro deste ano (incluindo a minha pessoa), estão sendo cobrados por valores aproximadamente 3 vezes maior pela Cohab. Como isso acontece se os moradores são da mesma rua e vila e os terrenos são do mesmo tamanho? Isso é possível? Já tem pessoas que quitaram o terreno à vista com o valor baixo e como ficamos nós que teremos que nos comprometer com esse aumento absurdo? Minha "bronca" nem é tanto pagar mais ou menos, mas que seja justo todos pagarem igual pelo m² que moram. Obrigado pela atenção!
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de buracos e ausência de faixas de pedestres em ruas da Vila Olímpia e Itaim Bibi
Nas Ruas Nova Cidade e Clodomiro Amazonas, existem duas crateras abertas há mais de 15 dias. Como solução, colocaram cones, um pneu e uma placa: "Cuidado com o buraco". O recapeamento é de péssima qualidade e desconfio que seja feito de qualquer modo para poder ser refeito e, com isso, cobrado novamente. Além desses problemas, nas esquinas da Vila Olímpia não existem faixas de pedestres pintadas, seja na Rua Gomes de Carvalho com a Rua Nova Cidade ou com a Ribeirão.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do lixo acumulado por morador de rua que acampou em um imóvel da Rua Desembargador Policarpo de Azevedo
Existe um morador de rua que acampou numa casa que está para alugar. Mas ele não só acampou como tudo que ele acha na rua ele traz para os arredores da casa, que está numa rua que é entrada de um condomínio residencial. Acho que até a casa não foi locada porque parece uma favela. O morador não incomoda ninguém, mas o lixo que ele traz ocupa toda rua. Estaciono meu carro e todas as pessoas que trabalham ou moram por ali fazem o mesmo, mas está ficando impossível pela sujeira e espaço que ele está ocupando. Tem varal, tem filtro de água de cerâmica, tem caixotes de madeira, baldes, roupas aos montes, carrinho para catar lixo, de tudo um pouco. O pior é que ele está em frente a uma delegacia e ninguém ainda tomou nenhuma providencia. Onde devo recorrer?
[Leia a resposta]  
Leitor de Novo Aripuanã (AM) reclama de vizinhos que alimentam pombos e pede orientação
Meus vizinhos estão me perturbando, jogando milho para os pombos que ficam fazendo puleiro em cima de minha casa. Já falei amigavelmente com eles, pedindo pra pararem, mas não obtive sucesso; conversei com um advogado aqui e ele me informou que não posso impedir que os mesmos parem de jogar milho na rua. Quero levar o caso na justiça, mas tenho medo que minha queixa não seja acatada em vista de que o advogado me falou. Gostaria de um ponto de vista de vocês, o que devo fazer sobre isso?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do barulho provocado por universitários em bar localizado na Rua Dona Júlia
Alunos, em vez de estarem na faculdade (FMU), ficam no bar da Rua Dona Júlia bebendo, fazendo baderna, com som alto até tarde da noite e ninguém consegue dormir. Os moradores chamam a PM, mas, no dia seguinte, volta a bagunça. Dá pra ouvir de longe a algazarra. E esse bar aberto até altas horas da noite vendendo bebidas? Cadê as autoridades?
[Leia a resposta]  
Leitora de Natal (RN) afirma ter encontrado uma minhoca dentro do pacote de pão que comprou e pede orientação
Comprei um pacote de pão integral no supermercado Nordestão e encontrei uma minhoca dentro do pão. Não estava fora da validade. O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor do Rio de Janeiro (RJ) reclama de condições precárias em que se encontra seu condomínio
O prédio está com a cisterna que tem capacidade de cem mil litros de água, com a mesma altamente poluída. A bomba que existe para transferir a água da cisterna para a caixa dágua do prédio não funciona adequadamente. Os moradores, por sua vez, têm de tirar a água da cisterna com baldinho. A caixa de relógio encontra-se com sério risco de curto, vindo à provocar um incêndio nos apartamentos. A lixeira do primeiro andar encontra-se sem a tampa, pois a mesma soltou por desgaste devido ao tempo, não sendo providenciado pelo Sr. Síndico o devido reparo (mesmo comunicado, há um ano, sobre o incidente). O prédio não tem a devida limpeza sendo que as teias de aranha e sujeira forram as paredes e o teto do interior do prédio. Vale lembrar que é a segunda vez que temos esse problema com a água e com a bomba de água. O local em que se encontra a lixeira do prédio é altamente imundo, sendo reparado pelas visitas o forte cheiro que sobe das lixeiras juntamente com as baratas que dominam os ralos.
[Leia a resposta]  
Leitor de Mauá (SP) reclama de barulho provocado por vizinho todos os dias, até as 22h
Meu vizinho fica batendo com marreta e talhadeira até dez horas da noite, inclusive aos sábados e domingos. Moro em residência e gostaria de saber se existe um horário determinado para este tipo de serviço. A prefeitura de Mauá disse que tem que fazer uma denúncia, mas não estou com a intenção de prejudicá-lo e sim mostrar a ele que existe um horário estabelecido para tal serviço. Desde já agradeço.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de chineses que vendem yakisoba nas proximidades da estação Ana Rosa de Metrô e obstruem a passagem de pedestres
No ano passado, já reclamei diversas vezes e nada aconteceu. No cruzamento das ruas Domingos de Morais e R.Cons. Rodrigues Alves (estação Ana Rosa do Metrô), ficam dois chineses vendendo a porcaria de yakisoba fedorento, atrapalhando a passagem de pedestres. Além disso, o cheiro de óleo podre invade o espaço. Depois que o Kassabão fundou esta porcaria de partido, não fez mais nada; nem limpou as ruas do bairro, que parecem lixões a céu aberto. Até quando vamos pagar impostos para não ver nada de concreto acontecer? Neste ano tem eleição; espero que o povo saiba votar e não coloque mais esses salafrários em lugar nenhum. A subprefeitura da Vila Mariana nem parece existir. O povo paga pra esse pessoal não fazer nada! Já esta na hora de acabar com essa vergonha e o sub prefeito dar uma passeada nas ruas a partir das 20h que vão encontrar os carrinhos cos chineses vendendo porcarias.
[Leia a resposta]  
Leitora de Salvador (BA) reclama de vizinho que instalou rede de esgoto e fiação elétrica de maneira prejudicial à sua casa
Meu vizinho teve uma parte do terreno concedida pelo meu avô. Desde então, a pequena casa virou um prédio de três andares. O problema é que toda tubulação de água e esgoto, fiação elétrica e cabos de internet e TV ficam expostos em frente à minha casa; inclusive os fios de TV a cabo e internet estão pendurados na altura de nossas cabeças, na passagem e entrada principal da casa. Qual órgão público devo acionar?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que caminhões de empresas instaladas na Rua José dos Reis (Vila Prudente) estacionam na porta de sua garagem
Gostaria de agradecer a Vossa Senhoria, pela presteza e gentileza de ter respondido meu e-mail, mas não entendi o que é auto de multa 06.223.165-1 e auto de infração 8303 (18/10/11), e no 174 auto de multa 06.222.073-0 e int. 8077. Termos usados pela subprefeitura, em relação ao meu problema, de utilizarem a porta da garagem para carregar/descarregar, pois eles utilizam suas portas para estacionamento dos veículos de seus funcionários, e a porta da minha casa como uma extensão da área deles. Tem como pedir providências à CET a algum fiscal de lá, sobre isso? A subprefeitura vai continuar a fiscalizá-los? Posso colocar cones na porta garagem ? Posso entrar com alguma ação na justiça? Desculpe minha ignorância a respeito desse assunto.Se for possível uma resposta mais detalhada eu agradeço novamente a atenção.Desde já obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitora de Guarulhos (SP) se diz incomodada com barulho provocado por auto-escola
Não tenho privacidade em minha própria casa. De segunda à sábado, tem um treinamento de auto-escola em frente a minha casa. Todos os dias, mais de 6 motos ficam lá treinando, fazendo barulho, falando alto, rindo, olhando pra dentro do meu quarto e, às vezes, até mexendo comigo! Não posso abrir a porta do quarto, nem a da sala, pois o barulho é o dia todo e incomoda muito. O bairro é bem tranquilo, tirando esse incômodo. Os instrutores da moto-escola ficam embaixo da árvore conversando uns com os outros, enquanto os alunos param as motos no meio da rua (os carros têm que entrar na contramão). Gostaria de saber se eles têm autorização para utilizar todo esse espaço, ou se há algum limite, ou ainda, como faço para que se mudem daqui?
[Leia a resposta]  
Leitor de Belo Horizonte (MG) reclama que dono de propriedade na Rua Flor do Campo invade um metro da rua
O cara-de-pau do proprietário está invadindo a rua em um metro e disse que não vai arredar para dentro.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de jovens que fazem festas barulhentas às sextas-feiras, na Av.Dr. Ussiel Cirilo
Os moradores da Av. Dr. Ussiel Cirilo não conseguem ter paz em suas próprias casas às sextas-feiras devido ao grande número de carros que ligam música alta após as 22h. Após o fechamento de uma universidade (a UNICSUL), a rua fica lotada de jovens da universidade e outros que não são alunos, mas que frequentam a rua nesse dia porque sabem que ocorrem bailes. Os jovens consomem bebidas vendidas pelos comércios e dançam a noite inteira. São muitos os carros que ligam música alta; muitas vezes, os donos dos carros disputam o volume, o que torna insuportável a moradia nesta rua. A polícia é constantemente acionada neste dia por todos os moradores, mas, como já é de seu conhecimento tal fato, eles demoram a chegar e muitas vezes só aparecem a madrugada, quando todos já foram embora. Outras vezes, a polícia apenas circula na rua e os motoristas desligam o som quando a vê. Quando a polícia vai embora, tudo recomeça. É muita impunidade e falta de respeito. Os donos dos carros não acatam os pedidos de desligar o som devido ao horário avançado; eles enfrentam e ameaçam os moradores que, de mãos atadas, têm que se enclausurar em suas casas e rezar para que chova, pois é o único artifício que afasta os baderneiros. Escrevo na esperança de auxílio. Como nós, moradores, devemos proceder para sermos ouvidos pelo poder público e haja solução e silêncio na Av. Dr. Ussiel Cirilo.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de pizzaria vizinha cujas chaminés emitem muita fumaça e cheiro insuportável em sua casa
Na Av. Eliseu de Almeida, nº 830, foi instalada uma pizzaria com duas chaminés. Uma funciona durante o dia, na hora do almoço, e solta muito fumaça e um cheiro forte de gordua. A outra funciona das 17h até a meia-noite, que é quando eles acendem o forno a lenha (também solta muita fumaça e um cheiro insuportável, sem falar nas fuligens que se espalham por toda a minha casa). As duas chaminés estão muito baixas e uma delas está localizada bem encostada no muro de divisa com a minha casa. Não sei nem se nesse local esse tipo de comércio é permitido. Inclusive a obra para construção dessa pizzaria foi feita sem placa de responsável técnico e nem tinha número de alvará. Já fiz a reclamação no SAC da prefeitura com protocolos (10519001 - 10519060 - 10519139 - 10528406 - 10528483 e 10528527), mas ainda não obtive resposta. Enviei um e-mail dessa reclamação para a CETESB e eles me informaram que eu deveria encaminhar a reclamação para a ouvidoria da prefeitura pelo site, porém não consegui cadastrar a reclamação pois consta dados de protocolo inválidos. Por favor, peço ajuda para vocês pois não estou conseguindo respirar dentro da minha própria casa. Já falei com a proprietária e ela me respondeu que na área dela, ninguém se intromete. Desde já agradeço a atenção. Obrigada - Aguardo uma ajuda por e-mail.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de bares irregulares que promovem festas barulhentas durante os finais de semana na Rua Prof. Francisco Emidio da Fonseca Telles
Há alguns anos atrás, essa rua era ótima para se morar, mas, de uns 4 anos pra cá, foram se abrindo bares onde eram casas e onde tinha um terreno vazio, invadiram e fizeram uma favela. Todo fim de semana, esses bares irregulares fazem barulho durante o dia e a noite. Mas a situação piorou muito quando um dono de um bar de esquina começou a fazer festas de sexta-feira de madrugada, onde vários carros abrem os seus porta-malas e colocam o som no último volume sem se importar com ninguém que mora no local. O pior de tudo é a quantidade de drogas que usam no local. Conversei com meus vizinhos e eles me falaram que chamaram a polícia, mas o oficial disse que não podia fazer nada a respeito. Eu também chamei a polícia, mas nada foi resolvido. Eu já não aguento morar nessa rua por causa dessa algazarra sem respeito por ninguém. Infelizmente as condições financeiras me impedem de mudar para outro local; gostaria muito que essa bagunça acabasse, pois tenho um irmão pequeno e minha mãe está ficando doente por causa disso!
[Leia a resposta]  
Leitor do Rio de Janeiro (RJ) reclama de morador que insulta e provoca os demais condôminos
Gostaria de saber como agir com um morador que perturba a todos com insultos e agressões verbais. O condomínio já o multou 2 vezes, mas nada adiantou. Trata-se de um idoso (com idade entre 65 e 70 anos) que uma vez chegou até a me ameaçar munido de uma pedra e, por pouco, não reagi para me defender. Cabe citar também que sua própria mulher e sua filha já chamaram a polícia inúmeras vezes para contê-lo por tentativa de agressão física e por agressão verbal. Quero uma orientação de como proceder judicialmente, com uma ação de danos morais e verbais, tentativa de agressão, intimidação, provocação e como impedi-lo de me provocar dentro do condomínio que moramos, já que tenho que cruzar com o mesmo quando entro e saio de meu apartamento (ele vive nas portaria e partes comuns do condomínio o dia todo como se fosse sua casa, inclusive agredindo verbalmente a 2 funcionários do prédio, seguindo-os aonde eles forem, provocando-os e os xingando).
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que caixa de inspeção do vizinho está entupida e emite mau cheiro
Eu queria saber como proceder com o vizinho. Há uma caixa de inspeção perto da minha garagem, mas agora entupiu. Devido ao mau cheiro, tenho que deixar a janela da sala fechada com este calor; se o vizinho realizasse a manutenção da caixa, tudo seria melhor. Obs: Esta caixa esta na calçada, isto é certo? Gostaria de orientação para procedimento melhor, obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinha que a insulta e invade sua privacidade
Boa Tarde! Faz uns 10 anos desde que o proprietário vendeu a casa ao lado, que até então não tenho sossego. Já falei dos inquilinos anteriores para funcionários da imobiliária: primeiramente moravam pessoas que trabalhavam com jogo do bicho, depois veio um casal com 5 cães que latiam a noite inteira até as 5h30, posteriormente veio um casal que escutava músicas das 0h até às 5h30. Agora, tem uma vizinha que atormenta a minha vida porque acabo de lavar meu quintal e calçada e ela deixa o cachorro fazer as necessidades na frente da minha casa. Já houve várias brigas, mas agora está insustentável, pois minha mãe sai lá fora e é chamada de doida. Nos fundos da minha casa é aberto e ela fica me seguindo o tempo todo e, quando escuta a minha voz, ela fica me insultando dentro da minha própria casa, chamando de bicho e outras coisas mais, ferindo a minha honra só pelo fato de eu ser solteira. Se eu saio na rua, também sou insultada; estou fazendo tratamento da tireoide e está comprometendo a minha saúde, minha mãe é idosa (tem 78 anos), quero saber: se for mover um processo, quem eu devo acionar? a imobiliária ou a inquilina deste imóvel? E qual órgão devo acionar? Eu só quero paz e ter privacidade na minha casa, eu faço de tudo para não incomodar, já alterei os dias para executar as tarefas, mas quando essa senhora encontra comigo e com minha mãe, faz de tudo para insultar e desta maneira posso deixar o lugar ficar disponível para ela ficar. Aguardo atenciosamente uma resposta, desde já agradeço a atenção.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que estacionam caminhões em frente às garagens dos demais moradores da Rua José dos Reis
Desculpe, não recebi resposta. São dois vizinhos (151 e 174), que ocupam e bloqueiam as portas das garagens com caminhões, fazendo carga/descarga de mercadorias. Fui até a sub-prefeitura. Disseram que os mesmos que são empresas não possuíam alvarás. Disseram que agora possuem. Não sei. Quando a CET chega, eles vão embora. Já derrubaram uma árvore, bateram no veículo usado pela família. Tenho vários protocolos na Sub (10182784, 10153101, 10150413, 10153101, 10241859). Eles se acham certos; acham que podem parar onde quiserem. Tenho algumas fotos. São todos os dias, não é esporadicamente. O que fazer? Penso em comprar cones, mas os caminhões são tão pesados que passarão por cima. Por favor me dê uma luz.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que vizinhos se reúnem em frente à sua casa e fazem barulho a qualquer hora do dia
Vizinhos se reúnem na minha porta: crianças, rapazes, moças fazem uma verdadeira reunião, falando alto, rindo a qualquer hora do dia, principalmente à tarde e à noite. Já tentei dialogar várias vezes mas sou ignorado. Já falei com o responsável e o mesmo também me ignorou, fazendo birra, juntando mais gente ainda em minha porta e fazendo uma verdadeira festa. Eles alegam que a calçada é pública e não adianta pedir para eles saírem. Mandaram até chamar a polícia. O que posso fazer? O que realmente é de meu direito? Até o momento estou tentando o diálogo, mas já dá pra perceber que eles vão passar a fazer pior.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que atiram pedras em sua casa por conta de ritual Umbanda que pratica
Na minha casa, temos um centro de Umbanda, no qual fazemos rituais todas as terças e sábados das 20h às 23h30, porém não fazemos uso de atabaques, apenas cantamos e utilizamos aparelho de som em volume moderado. Moramos aqui há 1 ano, porém os vizinhos da rua que faz fundos com a nossa casa atiram pedras no telhado do nosso terreiro de Umbanda cada vez que ouvem nossos rituais. Também já ocorreu de passarem em frente à nossa casa durante a madrugada e atirar pedras na janela do nosso quarto. O proprietário da casa é meu amigo, ele é deficiente físico. Moramos apenas eu e ele aqui. Uma certa noite, esses mesmos vizinhos atiraram muitas pedras no telhado do terreiro de umbanda, e eu chamei a Brigada Militar, que demorou cerca de 1 hora para vir (após eu ter feito mais de 3 ligações). Quando aqui chegaram, disseram que não tinham como tirar satisfação com esses vizinhos, pois não fizeram flagrante, apenas ouviram as nossas reclamações. Disseram que eu deveria abrir um B.O. Eu gostaria de saber o que acontecerá com esses vizinhos após eu fazer esse B.O contra eles, e também quero saber se eles têm o direito de atirar pedras na nossa casa, e como devo realmente proceder para que isso tenha um fim.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que sujam a frente sua casa quando limpam suas casas
Preciso fazer uma reclamação referente a alguns vizinhos. O problema é que eles limpam a frente da casa deles e colocam a areia na frente da minha casa. Sempre fazem isso quando não estamos no portão e, quando saímos, a areia está lá. Reclamamos várias vezes, mas não adiantou. Quando limpamos a frente da nossa casa, não fazemos isso. Hoje, a areia está parada na guia da minha casa. Não vamos tirar, pois fica pesado e não fomos nós que colocamos; a água vai ficar parada e eles terão que se virar. Minha vontade é fazer a mesma coisa com eles, mas não vi (apesar de saber quem foi). Acredito que não há autoridade onde eu possa reclamar, então, estou desabafando. Se alguém puder me ajudar, eu agradeço. Agradeço pelo site é muito importante, temos que reclamar. Um abraço a todos.
[Leia a resposta]  
Leitora questiona sobre existência de lei que proíba cobrança abusiva de aluguel para imóveis
Quero saber se existe alguma lei que pune ou proíbe proprietários de imóveis que cobram aluguel abusivo, que não seja o do mercado. Eles podem fazer isso? É de direito ou não?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de bar que promove forró ao vivo durante a noite, na Rua Penceu Abrão
Aqui, na rua onde moro, tem um bar que faz forró ao vivo irregular até as 4h da manhã. Além de ser área residencial, temos criança em casa, que não consegue dormir a noite toda. O som incomoda muito; parece ser dentro de casa. Já não aguentamos mais. Só temos a noite de sábado para domingo para dormir melhor, pois trabalhamos a semana inteira acordando cedo. Quando ligamos para PM no horário do forró, não aparece nenhuma viatura e fica por isso mesmo. Por favor, nos ajude. O que devemos fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que foi vítima de golpe da auto-escola Nova Solução, que anunciava serviços pelo site Groupon
Só estão me enganando. Me sinto lesada. Gostaria de fazer o estorno do meu cartão de crédito. Comprei uma promoção do Groupon de uma auto-escola na Rua Cardeal Arco Verde 3001 (auto-escola Nova Solução) no mesmo tinha 2 telefones errados 3034-3196 / 3032-8439 a qual eu ligo e não sou atendida (a auto-escola não existe). Já mandei uma reclamação e não tive retorno. Recebi uma comunicação dizendo que eles iriam resolver o problema (Protocolo nº304056), só isso, mais nada. Solicitei um n° de telefone deles pra fazer este distrato mas não fui atendida. Tomei uma decisão: vou ao Procon.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que mantêm suas casas em péssimo estado de limpeza, atraindo insetos e roedores para o local
Ambos vizinhos mantêm suas casas horríveis de sujeira. A casa do vizinho do lado esquerdo está em estado de calamidade. Há plantas cheias de cupins, formigas e uma infestação de roedores, já que ele nunca limpa e não deixa ninguém o fazer; tem baratas, pernilongos, etc... a situação é extremamente ruim, só vendo para saber. Já a vizinha do lado direito está com sua laje cheia de vasilhas com água que cai da chuva, que ela usa para enxaguar suas roupas nelas. Além disso, tem panos, colchões, etc.. só vocês vindo para verificar. Por esse motivo, está tendo surto de roedores nos forros das casas vizinhas, muito mosquito, barata, vários outros insetos. Pedimos socorro pois não adianta falarmos com eles, ambos não escutam. Pedimos encarecidamente para que vocês venham nos ajudar a eliminar esses problemas. Agradeço desde já.
[Leia a resposta]  
Leitora de Salvador (BA) reclama que vizinho de sua amiga provoca barulho às 6h30
Fui visitar minha amiga e observei que está tendo uma obra ao lado da casa dela (colado a mesma). Ela diz que o tio dela sempre está mexendo ali, quebrando alguma coisa, etc. Tira onda de sabichão e discute com todo mundo que vai falar algo para ele. Ele nem mora lá, mora em Coutos. Ele tava batendo uma laje e largou os pedregulhos no meio da rua, os vizinhos que retiraram. Queria saber se é permitido, às 6h30 da manhã, um nível de poluição sonora como esse. Sei que ela não vai ter coragem de fazer a denúncia, mas como faço para denunciar? Sem falar que ele colocou um pedaço de ferro no passeio em frente à casa onde ele (alugada) para ninguém guardar bicicleta, moto ou colocar cadeiras para sentar.
[Leia a resposta]  
Leitora relata lanche infeliz em McDonald´s da Praia Grande
Em 21/01/2012, estava de férias com meu sobrinho na Praia Grande quando resolvemos lanchar no McDonalds, que fica na Av. Presidente Castello Branco, 1560. Tentei encaminhar essa reclamação no próprio site do McDonalds, mas ele trava e não consigo.
Bom, ao entrar, já fiquei cismada com o descaso do ambiente: as lixeiras todas (sem exceção) abertas com o lixo exposto, atendentes manipulando alimentos sem luvas e com as tocas de cabelos frouxas, deixando o mesmo “jogado” nos olhos; o chão se apresentava sujo e as portas dos banheiros abertas.
Meu sobrinho, Caio, tem autismo com síndrome de Asperg e, como ele queria muito o lanche, tive que ceder e comprar. Procuramos sentar em uma das quatro mesas que ficam perto da janela que dá para a praia. Quando começamos a comer, meu sobrinho me falou que a perna estava coçando; quando olho, tinha um barata subindo na perna dele e não é só isso: havia várias baratas andando no chão e começando a subir na mesa. Atrás de nós, estavam sentadas outras moças que, ao verem as baratas, jogaram o lanche no lixo e saíram horrorizadas.
Fui falar com a pessoa que parecia ser a gerente, mas estava em reunião com os atendentes. Informada sobre as baratas, a mesma só me olhou e solicitou um atendente para verificar. Mesmo ao ver as baratas, chamou outra atendente para “jogar” Baygon. A moça veio, jogou o inseticida e olhou para mim e meu sobrinho (que já tremia), deu risada e saiu cantando “Baygon contra os insetos, mas só contra os insetos”
Não tenho como expressar meu nojo e a má impressão que essa loja do McDonalds representa para mim e agora mal consigo entrar em um sem imaginar se tem baratas no banco ou se está suja. Meu sobrinho então me pergunta toda hora se o McDonald ainda tem barata. Pessoas com autismo tendem a fixar certos momentos e não esquecem com facilidade. Por gentileza, se possível, passar para algum contato do McDonald avaliar o que está acontecendo com essa loja.
[Leia a resposta]  
Leitora de Pelotas (RS) reclama de terreno abandonado na Rua Prof. Paulo Zanotta da Cruz e diz que proprietário quer processar vizinhos
É sobre um terreno abandonado com pasto e árvores grandes. Marginais se escondem lá e já pedimos para o dono limpar. Ele não gostou e agora quer nos processar (todos que moram em frente ao terreno dele) pois o mesmo disse que as pessoas jogam lixo em seu terreno. Como uma pessoa quer indenização se ele que é o proprietário não limpa o seu próprio terreno? Precisamos de ajuda, obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de caminhão que fica permanentemente estacionado em frente ao seu prédio, na Rua Nhatumani
Boa tarde, A minha reclamação refere-se a um caminhão que fica permanentemente estacionado em frente ao meu prédio, causando muitos transtornos aos moradores. Este caminhão pertence a uma pequena fábrica em frente ao local do mesmo. Gostaria de saber quais são as providências cabíveis e onde posso reclamar para que o caminhão seja retirado. O proprietário que pague um estacionamento fixo já que o caminhão nunca sai do lugar e a rua não é estacionamento. Obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do barulho provocado por academia em Moema, que perturba os vizinhos com som alto até de noite
Sou vizinho de uma academia (Mundial Fitness; telefone 11 3924-4006) que tem perturbado os vizinhos com o som alto, agravando-se a noite. Há ocasiões que o som vai até meia-noite, o que tem nos privado do devido descanso. Caso o dono da referida academia abaixasse o volume, por certo não prejudicaria os vizinhos e nem interferiria em suas atividades físicas. Pedimos compreensão.
[Leia a resposta]  
Leitora de Nova Iguaçu (RJ) reclama de trailer de vendas estacionado em frente à sua casa de veraneio, em Unamar (Cabo Frio, RJ)
Há duas semanas estive na minha casa de veraneio em Unamar e me deparei com um trailer de vendas de celular que dificultava a entrada na frente da casa. Fui à prefeitura, ao fórum, à delegacia e à secretaria da fazenda, porém, eles nada fizeram para me ajudar a resolver o problema, que, além de tudo, vem somado a constantes pertubações, instigações e a utilização de coisas e penetração de pessoas no interior do imóvel, principalmente por parte da pessoa responsável pelo imóvel geminado ao meu.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinho que dá festas e estaciona veículos na porta de outras casas
Meu vizinho, que todos chamam de Alemão, e sua esposa Adriana, alugam o salão para fazer festas. Não aguentamos mais. Carros param em nossas portas, há barulho fora de hora; ele não tem alvará para deixar aberto e fala que os incomodados que se mudem. Onde está o respeito para com a vizinhança? Temos que levantar às 5h da manhã e ele ainda fala que trabalha na prefeitura, sabe o que está fazendo e que ninguém pode mexer com ele.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do barulho provocado pelos frequentadores da balada Container Club, na Rua Bela Cintra
Minha reclamação é quase igual a de um leitor que escreveu aqui também. De quinta a sábado, ninguém consegue dormir ou ter sossego no quarteirão onde moro. Existe uma balada, chamada Container Club, que tirou a paz de todos da rua. Já por volta das 21h, começa a se formar uma longa fila na calçada do pessoal que vai entrar no bar. Eles ficam gritando, bebendo, fumando, estacionando carros com som no último volume. Parece que esse pessoal nunca entra, pois a fila permanece a madrugada toda. Alguns vizinhos jogam ovos, pois chamar a polícia não resolve: eles nem vêm. Ali deve ter menor entrando no estabelecimento e bebendo. A polícia já foi avisada disso, mesmo assim não veio. O lugar não é para esse tipo de balada, pois tem vários prédios ao redor. Quando eles estão saindo de lá, por volta das 5h30, sempre tem briga e gritaria. Alguns param o carro, abrem o porta-malas com som alto e ficam bebendo. O pior é que depois eles vão dirigir. O dono do local, a polícia não nos ajudam. Temos direito de não querer barulho depois das 22h.
[Leia a resposta]  
Leitor de Betim (MG) reclama da granja Frangoleto, que provoca mau cheiro em suas atividades e prejudica moradores
Moro perto da granja Frangoleto, cuja atividade gera transtorno para todos os moradores da região. Já foram feitas várias denúncias contra eles na FEAM MG, na Prefeitura de Betim e nada é resolvido. Sei que a empresa gera empregos na região, mas isso não é desculpa para esse desleixo para com o meio ambiente e moradores da região, que têm seus imoveis desvalorizados e vários prejuízos relacionados ao mau cheiro. Crianças e mulheres, principalmente grávidas, passam mal constantemente. Por favor, ajude-nos a tentar resolver esta situação. Temos abaixo assinado contra a empresa e também queremos entrar na Justiça. Se vocês puderem nos auxiliar, desde de já agradeço.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vazamento de água contínuo em prédio da Rua Alexandre Dumas
Há pelo menos 2 anos, há um vazamento de água contínuo no prédio da A. Alexandre Dumas n° 1410, que escorre pelo meio-fio, atinge calçadas, residências, arrasta lixo e traz sérios inconvenientes aos moradores das ruas da região. Não sei se a água é de fonte, se pode ser canalizada ou o que. Sei que o transtorno é enorme. Já solicitei uma resposta nesse portal e gostaria de saber se esta situação poderá ser mudada. Obrigada
[Leia a resposta]  
Leitor solicita coleta de lixo na Rua Paulino de Brito, local de feira aos sábados
A rua onde moro tem feira aos sábados. Agora são 19h e, até o momento, a coleta do lixo não foi efetuada. E esta situação está se tornando corriqueira.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de usuários de drogas e moradores de rua que circulam por ruas do bairro Campo Belo
Moro na Rua Jose dos Santos Jr. e percebi que estou cercado por drogados e moradores de ruas, que circulam livremente o dia todo. Percebi que o número de drogados e viciados em crack vem aumentando muito. Eles se concentram todos os dias nas esquinas: Rua Jose dos Santos Jr. x Barão de Jaceguai e Rua José dos Santos Jr x Vereador José Diniz. Moro bem no meio desses cruzamentos. Não sei mais a quem recorro pedindo ajuda? Será que alguém pode me ajudar?
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro (RJ) pergunta se é certo estacionarem o carro em frente à calçada dos outros
Gostaria de saber se é certo estacionarem sempre o carro em frente à calçada dos outros. A minha, por exemplo, nunca está livre. Se chegar de carro, tenho que colocar o carro bem distante.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinha que a insulta e invade sua privacidade
Boa Tarde! Faz uns 10 anos desde que o proprietário vendeu a casa ao lado, que até então não tenho sossego. Já falei dos inquilinos anteriores para funcionários da imobiliária: primeiramente moravam pessoas que trabalhavam com jogo do bicho, depois veio um casal com 5 cães que latiam a noite inteira até as 5h30, posteriormente veio um casal que escutava músicas das 0h até às 5h30. Agora, tem uma vizinha que atormenta a minha vida porque acabo de lavar meu quintal e calçada e ela deixa o cachorro fazer as necessidades na frente da minha casa. Já houve várias brigas, mas agora está insustentável, pois minha mãe sai lá fora e é chamada de doida. Nos fundos da minha casa é aberto e ela fica me seguindo o tempo todo e, quando escuta a minha voz, ela fica me insultando dentro da minha própria casa, chamando de bicho e outras coisas mais, ferindo a minha honra só pelo fato de eu ser solteira. Se eu saio na rua, também sou insultada; estou fazendo tratamento da tireoide e está comprometendo a minha saúde, minha mãe é idosa (tem 78 anos), quero saber: se for mover um processo, quem eu devo acionar? a imobiliária ou a inquilina deste imóvel? E qual órgão devo acionar? Eu só quero paz e ter privacidade na minha casa, eu faço de tudo para não incomodar, já alterei os dias para executar as tarefas, mas quando essa senhora encontra comigo e com minha mãe, faz de tudo para insultar e desta maneira posso deixar o lugar ficar disponível para ela ficar. Aguardo atenciosamente uma resposta, desde já agradeço a atenção.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de oficina de motos na Avenida dos Remédios que estaciona motos na calçada
Olá, gostaria que por gentileza me informassem se posso tomar alguma atitude cabível contra uma oficina de motos que se localiza próximo a minha residência e que todo o dia em que está funcionando estaciona várias motos em toda a calçada assim atrapalhando o deslocamento dos pedestres, que são obrigados a atravessar a via pela própria avenida, que por sinal é um local muito perigoso devido ao grande número de carros que ali circulam. Qual órgão público eu posso acionar para que se tomem providências contra esse abuso em plena a luz do dia. Também gostaria de saber o que posso estar fazendo contra uma outra oficina, só que dessa vez de carros, que "testa" seus veículos passando em alta velocidade ao decorrer de toda a avenida, visando que nessa situação pelo fato de estar em alta velocidade um indivíduo como esse pode causar um grave acidente. Desde já agradeço. Grato pela atenção.
[Leia a resposta]  
Frequentadora de um terreiro de candomblé afirma que reclamações de vizinhos que chamam a polícia atrapalham os rituais dos quais participa
Boa tarde. Sou frequentadora de um terreiro de candomblé no endereço citado e, por várias vezes, vizinhos chamam a polícia (em qualquer horário em que estamos fazendo algum tipo de liturgia), atrapalhando nossos rituais internos, mesmo quando não há barulho que os incomode. Os policiais já nos falaram que recebem, em média, 20 telefonemas cada vez que tem que ir até lá ver o que estamos fazendo, e já nos disseram inclusive que é algum vizinho agindo com preconceito devido a nossa crença. Nesse caso, o que podemos fazer com relação a essas denúncias? Por lei, que direito a polícia tem de interferir ou atrapalhar nossos ritos? O que devemos fazer caso aconteça novamente de nos interromperem devido a denuncia anônima de vizinhos? Pela lei que vigora em São Paulo, até que horário podemos fazer nossos rituais com toque de atabaques sem infringi-la? Obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor de Marília (SP) reclama de ETEC, que até hoje não o pagou por serviço prestado
Fui contratado como professor autônomo pela ETEC - Antonio Devisate de Marília, que é uma das unidades do Centro Estadual de Educação Tecnológica Paula Souza, pertencente à Secretaria de Desenvolvimento Econômico, Ciência e Tecnologia, para ministrar um curso no programa Via Rápida Emprego, de 100 horas/aula no período de 20/10/2011 a 16/12/2011 e que receberia após o término do curso. Ocorre que, durante todo o desenvolver do curso, tive várias despesas. E, segundo a coordenadora da escola que me contratou, toda a documentação que o dpto. financeiro do Centro Paula Souza-(UFIEC) exige para o pagamento, foi devidamente enviada para São Paulo em 29/12/2011 e que o setor tem, em média, 10 dias para efetivar o pagamento a partir desta data. Acontece que, até hoje (26/01/2012), não vi a "cor" do meu dinheirinho. Tenho gasto com ligações interurbanas - Marília/ SP, na esperança de saber o que está acontecendo e o que tenho como resposta é que é um problema da Secretaria da Fazenda Estadual, que libera a verba. E eu, como fico? cheques voltando, não consigo honrar com os compromissos. Alguém pode me ajudar?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinha que não alimenta adequadamente o cachorro e demora a limpar seus dejetos, provocando mau cheiro
A minha bronca é sobre os vizinhos ao lado de minha residência, que possuem um cachorro pastor alemão. Além de não o alimentarem adequadamente, deixam-no no quintal minúsculo, onde os dejetos do mesmo permanecem por dois dias, provocando um odor insuportável. Já fomos reclamar na porta deles, porém, não obtivemos resultado, pois a proprietária do cão é acomodada e porca. Ela alega que isso ocorre devido ao piso cimentado rústico, porém, no meu quintal, tenho o mesmo piso e dois cachorros e não havia proliferação de moscas até esses vizinhos chegarem. O mau cheiro é insuportável e afeta inclusive um salão de cabeleireiros na parte superior. Como eles também deixam o quintal com lixo, ratos são atraídos para o local. De madrugada, temos que levantar para afastá-los (eu particularmente subo na cadeira, pois tenho horror a estes bichos asquerosos) e para vocês terem uma ideia melhor: Quando recebo visitas, tenho que ficar com o "Bom Ar" ativado ou ficar atrás das visitas ativando o spray direto. É o cúmulo. Ela ainda acha que são bons tratos para o coitado do cachorro. Ninguém merece... Qual outra providência pode ser tomada? Agradeço a atenção antecipadamente.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de bailes funk que acontecem na Av. Maria Santana (São Miguel Paulista) e questiona descaso por parte da Polícia Militar
Bom dia! Alguns meses atrás, fiz uma reclamação referente aos bailes funk efetuados nos bairros residenciais da Grande SP. Mas, neste caso, pedia providências da prefeitura. Fui informado que isso era de competência da (SSP). Pois bem; ontem, como foi feriado, tive o mesmo problema: som super alto em veículos, bagunça exagerada, consumo indiscriminado de drogas e o livre acesso de álcool para menores de idade. Como morador deste local, tive a minha garagem bloqueada por um carro e dono do mesmo não consegui encontrar. Precisava retirar meu carro e não conseguia. Foi aí que liguei para a polícia militar no 190 e demorei mais de 02 horas para consegui falar com o tal "setor" de perturbação de sossego (nunca ouvi falar deste "setor" antes). Questionei para o policial que me atendia no 190 antes de me transferir sobre a demora e as ligações que caíam sem serem completadas, a resposta foi: "senhor, no dia de hoje o volume desta reclamação é grande e existe fila de espera, o senhor deverá aguardar, não desligue o telefone", pra quê se eles mesmos desligavam na minha cara? Enfim, ligação feita, solicitação feita (isso seria em torno de 21h10 de ontem 25/01/2012). Perfeito? Não, presumo que, como a bagunça foi até as 2h da manhã, minha solicitação foi ignorada pelo órgão competente. Não aguento mais esta bagunça desenfreada no portão da minha casa. Sou um pai de família, tenho responsabilidades (inclusive a de levantar cedo para levar o sustento a minha família). Gostaria de entender o porquê do descaso da Polícia Militar. Será que terei que surtar para ser atendido pelo órgão que se diz competente para resolver tal situação? Por favor, me ajudem a resolver ou a ter uma resposta de como acabar com isso, pois eu não aguento mais ter o meu sossego usurpado por pessoas que não estão nem aí com o próximo. Muito obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de bailes funk que acontecem na esquina das ruas Olga Artacho e Quetele
Boa Tarde! Na esquina da minha rua há um Baile Funk, com menores dançando apenas com roupas íntimas, uso de drogas, brigas e pertubação do sossego constante. Já fiz reclamações junto à sub-prefeitura da Penha, conforme protocolo nº8775063, tentei reclamar novamente, mas disseram que não podiam fazer nada por ser área irregular. Pago meu IPTU todo ano e a polícia militar não pode vir devido a grande concentração de pessoas (que gira entre 300 a 400 pessoas), principalmente às sextas-feiras, no horário das 00h00 às 07h. Por Favor, me ajudem. Obrigado!
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de camelôs na Praça da Liberdade
Moro com meus pais idosos; minha mãe é cadeirante, e eu tenho decorrências de um atropelamento. Todos os fins-de-semana, a Praça diante nosso Lar é tomada por Camelôs e Festeiros, nos cancelando a Paz de nossa Moradia. Ali mesmo, a Prefeitura Municipal de São Paulo toma como se anterior à Chegada de Pedro Álvares Cabral, e nossos irmãos Lusitanos. Seriam Camelôs por Parceria Público-Legal. Isso faz de mim, minha Família e meus Vizinhos, Funcionários Públicos? Eu precisarei, ainda, da Carteira(Azul ou Vermelha) da OAB(ORDEM DOS ADVOGADOS DO BRASIL) se quiser trabalhar? Ou é igual o PIB/SP? Ninguém sabe, ninguém viu...(Ou sequer responde)DE QUE SERVE NOSSA CONSTITUIÇÃO DA REPÚBLICA, E DEMAIS DECRETOS LEGAIS?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que novo comprador da residência que alugou por 6 anos veio medir o local logo após a compra
Moro nesta casa há 6 anos e agora o proprietário a vendeu. Nada contra o vender, pois me foi oferecida. Como não posso comprá-la, com certeza outro tem direito, mas minha reclamação é que já falei que sairei o mais rápido possível, mas a pessoa que comprou já veio medir o local. Pergunto o seguinte: será que ele não poderia esperar eu sair para executar este procedimento?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de obra executada pela Sabesp na Rua Dr. Assis Ribeiro
Gostaria de registrar minha queixa quanto a uma obra executada pela Sabesp na Rua Dr Assis Ribeiro, à altura aproximada do 2100, onde um grande buraco foi aberto para a construção de galerias sob a pista. Todos os dias, entre as 7 e as 9 horas da manhã, os operários da empresa fazem uma drenagem desse buraco, despejando diretamente na pista milhares de litros de água de esgoto. Eu passo todos os dias na localidade por volta das 8h15 da manhã e um cheiro fortíssimo de esgoto pode ser sentido. Nesse local, existe um ponto de ônibus bastante movimentado, por servir aos usuários do bairro Jardim Piratininga. Já abri uma reclamação no SAC da prefeitura de São Paulo, sob o protocolo nº 10430005, e também realizei um pedido de vistoria junto à Sabesp, sob número de protocolo que acabou não sendo registrado.
[Leia a resposta]  
Leitora de São José dos Campos (SP) reclama de caseiro de chácara que explora sua mãe
Minha mãe, idosa 74 anos, sofreu um assalto na chácara e resolveu arrumar um caseiro; ele e a esposa moram em um lado separado da casa, usufruem da terra para plantar e criar galinhas, patos como meio de sobrevivência e minha mãe paga R$ 400,00 mais água e luz sozinha. Acontece que, de uns tempos pra cá, houve alguns desentendimentos por parte dele, minha mãe pediu pra ele plantar alguma coisa (milho) e ele disse que não é de plantar, e sim de criar bichos, conforme combinado verbalmente. A chácara mal tem 1 alqueire, e ele começou a colocar cabritos, cavalos animais de grande porte no quintal; isso aborreceu muito minha mãe, que atualmente está muito deprimida com a chácara por perder o controle da situação. Outra coisa: a casa do caseiro vive cheio de parentes usando água e luz (detalhe a água é retirada através de bomba, que funciona com energia, tudo pago com a aposentadoria da minha mãe). Gostaria de saber se, por não estar acordado em contrato e minha mãe paga pra ele menos de um salario minimo, tem problemas e quais. Agradeço atenção.
[Leia a resposta]  
Leitora de Guarulhos (SP) reclama de vizinhas que permitem acesso de gatos em quintal coletivo
No quintal em que moro, moram mais 6 outras famílias. Duas delas têm gato de estimação, só que ficam soltos pelo quintal e só fazem sujeiras na minha porta. Tenho problemas na coluna, já fui até operada e não posso ficar limpando essa sujeira toda hora, afinal, até para limpar a minha casa tenho que pagar, pois minhas condições de saúde são precárias. Enfim, já pedi que prendessem os gatos, já briguei, reclamei com a dona da casa, mas nada resolveu e minha porta continua sendo banheiro dos gatos. Eu acho que quando se mora em um quintal coletivo, deveria evitar animais de estimação. Deve-se pensar que não podemos invadir o espaço do outro. Estou errada? Se tenho razão, por favor me digam o que devo fazer, onde tenho que exigir meus direitos de inquilina?
[Leia a resposta]  
Leitora de Osasco (SP) reclama de árvore com risco de queda e solicita remoção
Há uma árvore muito alta (acima dos fios da rede elétrica) na calçada da casa da minha vó. Ela já quebrou toda a calçada da garagem, o portão quase não abre e a raiz está muito grande. A vó do meu esposo, dona da casa (uma senhora de 75 anos), já foi na prefeitura de Osasco umas 3 vezes e ninguém resolve o problema. A árvore está muito acabada, parece que vai cair a qualquer momento. Não sabemos mais o que fazer. Desde já, agradeço a atenção.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de dificuldades no agendamento do serviço prestado por clínica que vendeu sessões de drenagem pelo site Peixe Urbano
Comprei no site de compras coletivas "Peixe Urbano" um pacote de sessões de drenagem para o endereço Rua Haddock Lobo 1004, porém já fiz várias tentativas para marcar o início e o telefone da clinica (3062-6947) só informa que está temporariamente fora de serviço. Como uma empresa anuncia seus serviços, disponibiliza no site e não temos como entrar em contato? É um absurdo. Agradeço a atenção.
[Leia a resposta]  
Leitor de Mogi das Cruzes (SP) questiona como deve reclamar de centro de macumba localizado na Rua José Antônio de Mello
Como faço para reclamar de um centro de macumba que tem próximo a minha casa? Eles não respeitam horários, não respeitam os vizinhos, vivem difamando as outras pessoas, fora a matança de animais que fazem no local. Não sei em que órgão eu posso reclamar. Já conversei com a pessoa proprietária do centro, mas sem sucesso. Por favor, preciso de ajuda.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que foi xingada ao sair para passear com seu cachorro
Boa tarde. Hoje fui passear com meu cachorro na rua para ele fazer suas necessidades. Fui xingada de tudo! Gostaria de saber se a calçada é pública, porque mesmo assim sempre ando com uma pá e um saco plástico para pegar. Quais são os meus direitos?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama das varandas de seu prédio, que estão em situação de risco
Boa tarde. Moro num prédio de 8 andares, as varandas estão a cair. Uma delas é em frente ao meu quarto e tem um pedaço de cimento que está prestes a cair. Estou preocupado. O senhorio não liga para isso, o que posso fazer? Já pensei em ir à Câmara Municipal, mas tenho medo de represálias.
[Leia a resposta]  
Leitora da Vila Prudente reclama que empresas irregulares na Rua José dos Reis bloqueiam sua garagem ao carregar ou descarregar caminhões
Eu e minha irmã somos vizinhas (eu no 146 e ela 156). Temos dois vizinhos: um no 151 e outro 174, que ocupam a porta da garagem para carga/descarga de caminhões. São caminhões Baús para maiores. Temos que pedir ou até implorar para estes motoristas, que estão lá no alto de suas cabines, nos deixarem entrar ou sair. Isso é costume. O dia inteiro e todo dia, o maior rodízio de caminhões. Quando não é uma, é outra. Xingam-nos de "loucas, que quando morrermos não vamos levar nada, que ele para onde quiser", e daí há também palavrões. O vizinho do 174, o caminhão, derrubou uma árvore que estava plantada na calçada na frente de casa há 20 anos, e não deu a menor satisfação. O vizinho do 151, o caminhão arrastou meu carro que tirei da garagem para limpá-la, danificando para-lama e porta do lado esquerdo, também não assumiu o prejuízo. Em 2011, escrevi para vocês; havia decidido ir até a Sub-Prefeitura, expliquei a situação para o fiscal. Essas duas firmas não possuíam alvará para funcionar. Eu não tenho obrigação de ter que pedir para entrar ou sair. Quando chamamos a CET, eles não comparecem em tempo hábil. Já acostumaram, a porta de suas firmas é usada para estacionamento de seus carros e nossa porta é usada para estacionamento de caminhões para carregar e descarregar suas coisas. Não sei por que agem assim, pois se tenho uma empresa e tenho necessidade de carregar e descarregar caminhões, vou deixar minha porta livre e não incomodar o vizinho. Gostaria de saber se o fiscal poderá cobrar isso delas. Imagino que, se a empresa está invadindo a área do outro, alguma coisa de irregular tem. Gostaria de saber quais são os outros procedimentos adotados pela prefeitura após multar e autuar. Devo sempre ficar em cima ou os próprios fiscais ficarão cobrando delas? Sobre a lei de zoneamento, o quarteirão é formado de muitas casas. Elas não têm obrigação de deixar sua área livre. Será que elas conseguiram tirar o alvará e omitiram sobre deixar sua área livre? Qual o poder que um simples moradora tem contra uma instituição organizada? Ter ido à Sub-Prefeitura resolveu 30%, mas o problema persiste. Os números de protocolos são 10153101, 10150413, 10182784, 10241859. Peço a sua ajuda, tenho algumas fotos no celular.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de casa de prostituição que funciona na Rua Silva Bueno, em frente à Escola Visconde de Itaúna
Funciona livremente uma casa de prostituição em frente à Escola Visconde de Itaúna. Vamos respeitar e preservar nossas crianças.
[Leia a resposta]  
Leitora que uma senhora idosa vizinha ao imóvel de sua propriedade, brigou com seus inquilinos e receia que eles desocupem a casa
Sou proprietária de um imóvel e já o alugo há algum tempo. Só que a mais ou menos 06 meses meus inquilinos estão se encomodando com a vizinha da casa ao lado. Ela é uma senhora idosa,que vai até o portão deles reclamar de tudo que fazem,principalmente se eles recebem alguma visita. Ela já brigou com todos os vizinhos a sua volta e já não sei o que fazer. Meus inquilinos estão querendo desocupar o imóvel por causa dela e tenho receio de quaquer outro que vir alugar a casa, incomode-se com ela. Os vizinhos já conversaram com ela, sobre o seu jeito de tratar os outros, mas ela desafora todo mundo e não sabemos que providencia tomar, já que conversar com ela não adianta.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do barulho excessivo, provocado moradores do condomínio em que seus pais vivem, em Osasco (SP)
Optamos por comprar um apto para nossos pais num bairro bastante tranquilo no município de Osasco (SP) e também necessário, pois foi interessante para nosso pai voltar a morar no bairro em que viveu por longos anos. Ele, com 84 anos, é portador de Mal de Alzheimer e nossa mãe, com 81 anos, está bastante aborrecida com a situação que relato a seguir. Nossa mãe cuida do marido o dia todo e também dos afazeres diários. Agora, enfrentam um problema sério com o morador do apto acima. São locatários, tem duas filhas menores (aproximadamente 9 e 7 anos) e vira um inferno quando estão dentro do apto. Desrespeito total em qualquer hora ou momento (antes das 8h da manhã e muito depois das 23h). Jogam bola, arrastam móveis de forma absurda, pulam, correm e acreditamos que andam de bicicleta e patins lá mesmo. Depois, quando acabam as brincadeiras, a mãe resolve deixar o apartamento em ordem e isto vai até depois da meia-noite. Durante o dia, nossa mãe precisa repor as energias descansando um pouco e muitas vezes não consegue: é acordada com os barulhos que vêm de cima. Muitas vezes, nosso pai fica apreensivo com a situação. Um detalhe: ele tem problema auditivo, mas escuta perfeitamente o que passa acima de sua cabeça. Por 6 longos meses, estamos solicitando ao sindico que faça algo. O que foi feito foi soltar um comunicado para todos os condôminos para que respeitem a lei do silêncio. Porém, o sindico deixou aviso aos porteiros para não interfonarem para a moradora e não incomodá-la com as nossas reclamações. A moradora, por sua vez, das poucas vezes que atendeu ao interfone (ligações feitas por minha mãe e por mim), simplesmente desligou e, "por birra", pulou muito mais e batia as cadeiras com mais força. Isto tudo depois das 23h. Estamos sem acesso à moradora. Ela desliga o interfone quando está dentro do apto, não atende a porta e desrespeita os bilhetes que deixo para ela (sem cópia). Não conseguimos, nestes 6 meses, ter a presença do síndico ou zelador para presenciar e certificar nossas reclamações. Sendo assim, não temos provas. O sindico só dará uma advertência quando estiver certo e convicto de nossas reclamações. O que fazer neste caso? Estamos ficando extremamente preocupados, pois por várias vezes nossa mãe ficou tão descontrolada com o barulho que tomou a atitude de reclamar. Nestes dias, a situação se complicou, pois ela, além de ficar muito nervosa, tem que acalmar nosso pai. Nos ajudem, estamos preocupados com a saúde deles principalmente porque ficam praticamente todos os dias durante o dia sozinhos no apartamento. Obrigada e aguardamos uma resposta urgente.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que consumo do Novo Fiat Uno Way 1.0 4p Ano 2010-2011 está bem abaixo da média divulgada na especificação tecnica do carro
Eu comprei o Novo Fiat Uno Way 1.0 4p Ano 2010-2011. Na especificação tecnica do carro diz que o consumo médio na area Urbana no Alcool faz 10,5km o Litro e 12,9 na Estrada, Já na Gasolina diz que faz 15,6km o Litro na area Urbana e 20,1 na Estrada. Mas o carro tem feito uma média bem abaixo do especificado, tanto na Gasolina quanto no alcool, reclamei e me disseram que precisava amaciar o Motor mas o mesmo já esta com 30.000km rodados e o consumo continua muito abaixo do especificado. A pergunta é: Tem como eu entrar com uma ação contra a Fiat por causa disso? Eu teria chance de ganhar a Ação, solicitando a Troca do veicula ou a devolução do valor das parcelas pagas?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de imobiliária e proprietário da residência em que mora por não solucionarem problemas causados pelas chuvas
Bom dia, moro nesse endereço há mais ou menos 2 anos e, toda vez que chove muito, vira uma cachoeira o bico de luz do meu quarto. Com isso, já perdi o guarda roupa, cama e colchão. Depois de muitas reclamações, a imobiliária mandou um pedreiro para solucionar esse problema (digo assim pois não sei o que foi feito); só o vi quebrando em cima do telhado, entrando pela casa do vizinho e colocando uma telha onde a água da chuva vai direto para rua. Não sei nem se retirou as calhas para fazer isso. Não adiantou nada , pois quando chove a "cachoeira" continua. Desta última vez, dia 21/01/2012, meu filho gravou tudo. Como devo proceder para processar a imobiliária ou o proprietário do imóvel, já que o que sabem fazer é aumentar o aluguel e o que perdi jamais vou ter a reposição. Aguardo resposta e agradeço desde já.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por danceteria Next e seus frequentadores, na Rua Gomes de Carvalho
Não sei mais onde reclamar, pois sempre tenho a mesma resposta. De quinta a sábado, não tenho noite de sono tranquila, pois existe uma danceteria na Rua Gomes de Carvalho, chamada Next, que atrai um público entre 16 a 25 anos. Além dos menores ficarem consumindo bebida alcoólica no boteco da esquina e no meio da rua, se exibindo para quem quiser ver, os manobristas e frequentadores estacionam os seus carros em frente as garagens dos prédios. No término da danceteria, por volta das 5h, sempre escutamos gritaria, brigas e o pior de tudo: todas as noites, algum frequentador sem respeito e educação passa e estaciona seu veículo ouvindo funk com o volume no máximo. Além disso, o sem educação estaciona o veículo no meio da rua e só o retira quando outros motoristas começam a buzinar e gritar, ou seja, a noite vira um verdadeiro inferno. Ligar para a polícia nada adianta, pois a resposta é sempre a mesma: tem que descer e fazer o BO junto com o motorista. Quando tem uma viatura estacionada, a mesma vai embora por volta da meia noite, mas depois, nem CET nem Polícia passam pelo local. São vários absurdos em um mesmo local. A começar pela prefeitura que autoriza uma danceteria em meio a residências, depois o total descaso das autoridades. Há alguma maneira de ter minhas reclamações atendidas?
[Leia a resposta]  
Leitora de Osasco (SP) reclama de barulho provocado por vizinhos até tarde
Preciso de ajuda. Não aguento mais meus vizinhos barulhentos! Eles não têm um pingo de respeito. Fazem barulho até tarde, trazem visitas e, quando damos a famosa cutucada no teto para eles se tocarem, eles provocam mais. Arrastam móveis, derrubam coisas no chão. Está insustentável essa situação!
[Leia a resposta]  
Leitora solicita remoção de entulho jogado na calçada da Rua Padre Diogo
Venho por meio dessa, solicitar encarecidamente a retirada de entulhos jogados na calçada da rua citada acima, com risco de enchente, devido a chuvas todos as tarde. Desde já agradeço a atenção. Att.
[Leia a resposta]  
Leitor de Caruaru (PE) reclama do estado da casa que comprou há dois anos e pergunta se pode pedir indenização da imobiliária que a vendeu
Boa Tarde, comprei uma casa de uma imobiliária financiada pela Caixa faz 2 anos. Porém, o gesso da casa está todo rachado; tem lugares que posso ver as telhas. Eu posso pedir alguma indenização?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por arruaceiros que estacionam carros em frente a casas e ligam som alto com funk
Por finais de semana seguidos, somos perturbados com carros de som tocando funk e motos com escapamentos abertos. Chega um, dois, três até formar o tal bonde com número expressivo de participantes. Os moradores sofrem calados; ligamos 190 e permanecemos quase 40 minutos no telefone para o atendimento e registro da perturbação. A viatura vem e nada pode fazer frente a multidão inibidora, formada por desordeiros e desocupados que participam do evento, deixando os carros estacionados em frente às casas e bloqueando o trânsito. Não acontece nada e ainda se sentem e ficam cada vez mais donos do pedaço, ditando as regras. Estamos sitiados com janelas e portas estremecendo madrugada a dentro. Ausência Total do estado em todos os sentidos nesse bairro periférico da zona leste, de poucas políticas públicas porém não isento de impostos. A quem recorrer? O que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de cortiço localizado na Rua Bernardo Pedroso, onde residem usuários de droga que desrespeitam vizinhos e burlam impostos
Existe nesta rua um cortiço no qual vivem algumas famílias com pessoas sem um mínimo de educação. Alguns adultos deste cortiço utilizam drogas livremente (inclusive em frente de crianças menores), fazem arruaça a noite inteira, não respeitando nem pessoas idosas que moram em frente e ao lado. Não suportamos mais isso. Alguma autoridade tem que dar um basta nessa situação. Nós, que trabalhamos e estudamos, não nos sentimos seguros dentro de nossas próprias residências. Onde está o proprietário desse imóvel que não toma providências contra esses mau pagadores que usam do serviço publico (água, esgoto, fone) e não pagam um centavo de imposto?
[Leia a resposta]  
Leitora de Duque de Caxias (RJ) diz ser vítima de difamação e pergunta o que pode ser feito
Moro neste endereço já faz onze anos e, há dois, venho sendo difamada pelo irmão da minha senhoria. Ele dizem a todos que sou uma ladra e que tenho o costume de entrar no apartamento de outras pessoas, fazendo com realmente acreditem. Quero saber o que posso fazer; posso processá-lo por calúnia e difamação? Posso gravá-lo falando e usar como prova já que não estou conseguindo fazer com que pessoas sejam testemunhas?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona direito do seu vizinho de pleitear o reboco do muro que divide as propriedades
Estou com problemas com o vizinho novo, pois ele construiu uma casa no fundo do lote aproveitando o muro que eu e o vizinho anterior havíamos feito. Acontece que este não foi rebocado, então está dando infiltrações em sua casa e o mesmo quer que eu autorize o reboque. Ele me desrespeitou várias vezes. Qual o direito que ele pode se utilizar para pleitear o reboco do meu lado, visto que a construcao está aproveitando o muro que é dos dois? Obrigado
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro questiona seu direito a que o portão de acesso à vila onde mora permaneça fechado
Comprei uma casa em uma vila com 3 casas. Optei pela vila por causa da segurança de ter o portão fechado. A senhora da casa de trás cedeu a casa para a sobrinha morar, porem ela tem 6 filhos e o portão vive escancarado até mesmo de madrugada. Já falei e de nada adiantou. Quais são os meus direitos de ter o portão fechado, já que quando ela se mudou o portão já existia?
[Leia a resposta]  
Leitora da Vila Mussoline (Rudge Ramos) reclama de morador de seu condomínio que a desrespeita por causa de seu cachorro
Está acontecendo uma situação bastante constrangedora em meu condomínio. Um morador, que não gosta de animal de estimação, está tentando inibir e até proibir a entrada de meu animal de estimação juntamente comigo, sua dona, e com minha filha no elevador de serviço, dizendo não querer respirar o mesmo ar que os animais. Uma vez, mesmo com o cão usando guia, coleira e no colo (por ser um animal de pequeno porte), o morador chegou a fazer abordagem verbal, se utilizando de normas e regras não pertinentes a situação em questão. Ele gritava no corredor, mantinha a porta do elevador aberta e praticamente exigia que eu saísse de lá por estar com meu cachorro. No caso de minha filha, ele proibiu que ela adentrasse, ficando com o corpo na frente para impedir a passagem dela. Agradeço desde já.
[Leia a resposta]  
Leitora de Salvador (BA) reclama de vizinhos que jogam lixo em seu quintal
Alguém no predio acima do muro do meu quintal joga entulhos e todo tipo de lixo aqui. Se tornou inviável transitar no quintal, pois é perigoso. Já recolhemos facas, baldes, pedras grandes, etc. Além disso, de tanto jogarem entulho no muro, meu terreno (que é de barro) foi danificado e estou com receio de deslizamento. Gostaria de saber onde denunciar, se preciso do nome do proprietário do imóvel, o que devo fazer, pois já reclamei várias vezes e continuam diariamente com essa prática. Um verdadeiro desrespeito! Obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de baile funk que acontece todos os finais de semana, no Jardim Miliunas
Ninguém tem mais sossego. Todos os finais de semana: drogas, prostituição, aliciamento de menores, direção perigosa, bebidas e músicas promíscuas são a mistura que compõem o baile funk. Itinerários de ônibus são mudados, moradores não podem transitar de carro, vira tudo uma terra sem lei! Ninguém toma providências, não adianta mais reclamar. A vida da população virou um inferno!
[Leia a resposta]  
Leitora da Cidade Líder reclama de distribuidora de alimentos cujos caminhões são estacionados em frente a sua garagem
Do lado da minha casa tem uma distribuidora de alimentos que me incomoda muito. Eles colocam caminhões em minha porta, atrapalhando a minha garagem. Outro dia, fiquei uns dez minutos para achar o dono do caminhão pois precisava sair. Acabo chegando atrasada nos lugares. A minha guia é rebaixada e eles não respeitam, jogam cordas e plásticos que cobrem mercadorias no chão. Gostaria que alguém me ajudasse e falasse como devo agir, quem devo procurar.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de lixo e alagamentos nas ruas do Jardim Antártica e barulho provocado por bares e carros de som na região
Essas ruas ficam localizadas no Jd. Antártica, sede do palco do projeto Pq. Linear do Córrego do Bispo segundo a lenda. Estas ruas estão repletas de lixo para todo lado; quando chove, alaga. As mesmas não têm vazão para a água, virando uma piscina de água podre. Este lugar está abandonado, um barulho dos infernos com bares e carros de som (quando não é funk, é forró). Este lugar não fede só a lixo! A prefeitura não se mobiliza!
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que jogam lixo em sua calçada
Tenho um terreno na Rua Masazo Yoshimoto (fundo da minha casa) que uso inclusive como quintal. Porém, meus vizinhos de trás teimam em jogar lixo na minha calçada (que já é bem estreita). Por diversas vezes, limpamos mas não demora muito e aparece novo lixo, entulho, etc. Estivemos ontem na subprefeitura da Capela do Socorro para orientação ou ver se conseguimos uma placa oficial dizendo que é proibido jogar lixo, mas apenas disseram que não poderiam fazer nada. Não sei mais o que fazer para coibir essa prática pelos vizinhos.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de pagode na Rua Ibirapuitan, Rio de Janeiro
Boa noite, tem um pagode aqui na Rua Ibirapuitan, Rio de Janeiro. Está insuportável, eu não consigo sair com meu carro e depois colocá-lo na garagem. Fora isso, o som é muito alto e tem gente transando no meio da rua. Com quem podemos desabafar?
[Leia a resposta]  
Leitor de Parnamirim (RN) reclama de loja da Rede de Supermercados Super Show cuja padaria emite fumaça em sua casa
Não aguento mais o excesso de órgãos públicos incompetentes em Parnamirim (RN). Estou vivendo um problema com uma das lojas da Rede de Supermercado Super Show (Loja Montealegrense do Boa Esperança, Parnamirim/RN). Nela, existe uma padaria que, por sua vez, solta toda a fumaça para dentro de minha casa e, como se não bastasse, o esgoto do açougue. Já liguei para a Secretaria de Meio Ambiente e Saúde Municipal e infelizmente estes órgãos público não existem em minha cidade. Um descaso, ninguém toma a iniciativa de verificar o caso. Penso que o forno da padaria ainda é utilizado por lenha, devido a quantidade de fumaça tóxica. É lamentável uma Rede de Supermercado com esse tipo de situação. Fumaça tóxica do forno da padaria e esgoto do açougue. Combinação perfeita de desrespeito ao cidadão. Fumaça e mau cheiro, você encontra em uma das LOJAS de SUPERMERCADO SUPER SHOW de PARNAMIRIM/RN.
[Leia a resposta]  
Leitor de Arapiraca (AL) afirma que obra executada por vizinho está danificando sua casa, e questiona se pode solicitar reparação pelos danos causados
Temos um imóvel adquirido há mais de 25 anos, cujas paredes estão danificadas por uma obra que está sendo realizada por nosso vizinho. As duas casas utilizam a mesma parede (parede-meia), o vizinho alega que a parede pertence a ele e está executando a obra sem a nossa autorização (ele diz que tem alvará da Prefeitura para realização da obra). Temos escritura pública do nosso imóvel que, segundo as medidas, comprovam que a parede não pertence ao vizinho. Temos uma planta que cultivamos há mais de 20 anos, que foi cortada pelo vizinho sem nossa autorização. Podemos entrar na Justiça contra o vizinho para pedir reparação pelos danos causados?
[Leia a resposta]  
Leitor da Rua Pereira Landin (Rio de Janeiro, RJ) reclama de excessiva emissão de poluentes de caminhão F4000
Moro aqui já há 29 anos e quero reclamar de um caminhão F4000 antigo que, todas as manhãs, joga no ar uma grande quantidade de monóxido de carbono, deixando, além de mim (com 74 anos), 4 adultos e 4 crianças com sintomas de tosse alérgica e intoxicação. Não quero afirmar, mas todo ano esse caminhão é emplacado. O que me surpreende é que, pela quantidade de gases desprendido da descarga, parece não possuir nenhum catalisador ou antipoluente (e ainda usa diesel comum como combustível). Lembro ainda que coloquei muro alto e um portão de 2,5m de altura, e de nada adiantou, pois o referido motorista, nas suas entradas e saídas com material de construção, mantém o caminhão em funcionamento seguidamente. O que posso fazer para sanar essa irregularidade? Devo acioná-lo judicialmente e exigir indenizações? Aguardo orientação
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de morador da Rua Serra de Itabaiana, que organiza baile funk uma vez por mês
Nós, moradores, já não aguentamos mais a zona que se transforma a rua 1 vez por mês com baile funk organizado pelo morador da residência citada acima. Antes, era 1 vez a cada 3/4 meses, agora virou mensal; daqui a pouco, será semanal. Liguei várias vezes pra polícia, mas só mandaram 1 viatura no começo do baile, anotaram algumas coisas na prancheta, mandaram uns meninos irem para casa e só. Assim que a viatura saiu, o som aumentou novamente e, por volta da 1h da madrugada, quando o baile estava bombando (eles chegam a fechar as ruas, os moradores que chegam mais tarde não conseguem nem estacionar em suas próprias residências), liguei pro 190, novamente reclamando do barulho e que a rua estava fechada. Desta vez, nenhuma viatura compareceu, só dizem "sua reclamação está registrada". Inclusive os frequentadores do baile funk em que lincharam o motorista de ônibus que teve um mal súbito da linha 314j, agora frequentam aqui. Quando acionamos a polícia militar, esperamos ter uma resposta à altura. O lugar é ponto de tráfico, já fizemos denúncia no 181, no 190 e nada. Será que os moradores terão que se expor com esses maus elementos pra polícia fazer alguma coisa? Teve até um caso do meu vizinho que foi pegar o caminhão de trabalhar na feira no domingo 15/01 às 6 da manhã e tinha um casal transando em cima do caminhão. Esperamos que não seja necessário acontecer algo como aconteceu com o pobre do motorista de ônibus. Gostaríamos de uma orientação do que fazer pra isso acabar, já que parece que a polícia nada faz sem antes acontecer uma desgraça!
[Leia a resposta]  
Leitor da Praia Grande (SP) reclama de entulho deixado por moradores na Rua Dino Tognini
Na esquina da Rua Santo Antônio com a Rua Dino Tognini, na Praia Grande, existe uma porção de entulho deixado por moradores irresponsáveis. Já telefonei e mandei e-mail para a prefeitura e, até o momento, nada foi feito. Por que será que eles não atendem um pedido assim? Eles prometem que retiram em uma semana, mas isto não acontece. Gostaria de saber qual o motivo desta demora e da grande falta de consideração a este pedido.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de dificuldades na transferência de IPTU
Fui na Prefeitura para transferir o IPTU da minha casa para o meu nome, eles disseram que tem uma dívida de outro e eu não posso pagar. Eles não transferiram, peço providências.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de pastor que aplicou golpe em sua mãe
Minha mãe tem um terreno na Av. do Cursino. Moradora há mais de 50 anos, ganhou na justiça como usucapião, só faltava fazer a escritura. Ela alugou a parte da frente para um mecânico, que alugou para uma Igreja. O pastor, se passando por advogado, disse que, para regularizar o terreno, precisava da procuração que minha mãe fez e, para nossa surpresa, ele colocou o terreno em nome da Igreja. Minha mãe tem 76 anos e tenho um irmão doente; hoje ele quer colocá-la na rua. O que fazer com um homem desses? Ele ganhou a confiança de minha mãe, a induziu ao erro e hoje nos ameaça.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinhas que o ofendem, caluniam e ameaçam, usando, inclusive, palavras de baixo calão
Minhas vizinhas, após eu instalar uma assinatura de TV denominada NossaTV, nos persegue dizendo calúnias e difamações. Nos xinga, ameaça e diz que o uso da tal "antena" de assinatura de TV é pirataria. Usa argumentos como "favelado", "periferia" e palavras de baixo calão. As tais senhoras já foram notificadas e multadas pelo condomínio porém não param com tais perseguições.
[Leia a resposta]  
Leitor de São Gonçalo (RJ) reclama de buraco aberto em sua rua, que favorece a dispersão de esgoto
Boa tarde, meu nome é Josué e sou morador de São Gonçalo. As pessoas que vivem aqui e eu estamos precisando de ajuda urgentemente. Tudo começou com um buraco aqui na minha rua que está espalhando muito esgoto. Já falamos com a prefeitura, mas nada foi feito. Estamos precisando muito de sua ajuda para ver o que pode ser feito; muitas crianças brincam aqui, se alguma cair, pode pegar várias doenças. Vou deixar meu endereço para vocês darem uma olhada, por favor nos ajudem. Estrada da bandeira: Rua 2, lote 35, quadra 14D.
[Leia a resposta]  
Leitora de São Bernardo do Campo (SP) questiona se pode processar loja por não permitir uso de banheiro de funcionários por clientes
Estive em uma das lojas Besni em São Bernardo do Campo e meu filho, ainda com 8 anos precisou usar o banheiro. A gerente disse que só teria banheiro para os funcionários e que a criança não poderia usá-lo. Depois de eu falar algumas coisas, já que estava comprando na loja, sem qualquer palavra que poderia ofender a mesma, ela chamou uma funcionária para nos acompanhar até o banheiro. Mas já que sempre venho me estressando com funcionários de lojas por esse mesmo motivo, gostaria de saber se posso abrir um processo contra a loja.
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se pode usar cavaletes para impedir o estacionamento de desconhecidos na vaga que utiliza
Moro em uma vila sem saída, mas além dos acessos às casas tem acesso a 2 prédios (um de cada lado), fazendo os muros de entrada da vila. Entrando nesta vila, existem dois portões para estacionamento dos prédios. Para as casas, existem vagas também uma rua acima e outra mais pra baixo (todas sem saídas). Moro há 2 meses e percebi que muita gente desconhecida, que não mora nem no prédio ou em casa, deixam seus carros onde a imobiliária determinou ser minha vaga. Gostaria de saber se na minha vaga posso impedir que estacionem com cavaletes ou cones. Lembrando que a via não é fechada.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de donos de estabelecimento irregular que estacionam veículos em frente a sua casa
Todos os dias veículos (Fiorino Chapa CRT 6798 e/ou Kadett GL 1.8, chapa CEM 2845), pertencentes ao estabelecimento irregular (Tapeçaria ACE), localizado na Rua Franklin do Amaral 471 - Vila Nova Cachoeirinha, estacionam em frente à guia rebaixada de nosso imóvel ou na esquina da Rua João Lopes Amorim, impedindo o nosso acesso ao imóvel, bem como manobras para acessar o mesmo. Como temos nosso pai muito doente e sempre temos de socorrê-lo a qualquer momento, esbarramos diariamente neste problema. Já solicitamos verbalmente diversas vezes aos proprietários, mas somos zombados e não atendidos. Desde já agradeço o espaço.
[Leia a resposta]  
Leitor denuncia irregularidades em Bar da Rua Cipriano Barata com Rua Labatut (Ipirganga, São Paulo)
Clientes do Bar na esquina da Cipriano Barata esquina com Rua Labatut, estacionam nos 2 lados da rua, inclusive na frente das guias rebaixadas, todas as mesas sobre calçadas e excesso de contingente impedem acesso ponto de ônibus da linha, obrigando passageiros ficarem no meio da rua para subir ou descerem dos ônibus articulados da linha 477A Ceasa,477U Shop Iguatemi. Barulho excessivo após as 16horas nos dias úteis e aos sábados à partir das 8h00. Jogam baralho dia inteiro, e manifestam-se aos berros, e agridem verbalmente - usando palavras de baixo calão para ofenderem moradores e seus familiares. Fazem tudo propositalmente, pois enturmados, se sentem poderosos e inatingíveis. Pedir auxílio ao CET pelo 1188, é frequente, mas ao longo de 10 anos, nunca vieram ate o local. O 190 pede para chamar a CET, e esta manda comunicar ao 190. Já tivemos 3 episódios em que foi necessário Viaturas da PM, para por alguns dias, acalmar os engraçadinhos e mais alteradinhos,pois fazem represálias constantes, cada vez que alguma autoridade lhes aplicam multa de transito, ou comparecem no local (conseguimos apoio da Pm , apenas 3 vezes em 10 anos de sufoco e desconfortos diários e intermitentes ao longo do dia) Existem Órgãos da PMSP do Estado e Federais, com Leis que se aplicam aos envolvidos, criadores de caso, tais como: PSIU (excesso de barulho, e gritos provocativos, que impedem ate falar-se ao telefone, mesmo distantes 30 metros na diagonal; Lei das Calçadas Livres (vasos chumbados na calçada, mesas 16 horas sobre passeio e com lonas delimitando e estreitando o passeio publico, Código Nacional de Transito: Lei SECA (dirigir alcoolizado), Estacionar em frente e obstruindo ponto de ônibus, estacionar sobre faixas de paradas de coletivos, estacionar nas esquinas e próximo a elas, estacionar em frente as guias rebaixadas, Vigilância Sanitária (sujeira na via, servir alimentos sobre calçadas, varrer e jogar papeis e restos de alimentos dentro de bueiros) Código Civil e Criminal desrespeito a cidadania: (impedir direitos de ir e vir, injurias e difamações, fazer ameaças e represálias, atitudes praticadas por grupo conhecido e formado por pessoas embriagadas agindo de ma fé contra terceiros), SPTRANS (ponto de ônibus obstruído, local de parada na via sempre obstruída), ILUME: rua e calçadas escuras, Luz Queimada no entroncamento das vias, Áreas Verdes (podar as arvores que escurecem a via e impedem a visão noturna de transeuntes e usuários do ponto de ônibus proximo a esquina)
[Leia a resposta]  
Leitora de Carapicuíba (SP) reclama do Bar do Patinho, cujos clientes estacionam seus carros na rua e ligam som alto
Neste bar, às sextas-feiras, a partir das 12h, alguns carros começam a estacionar na porta, abrem seus capôs e começam com som alto, só terminando no domingo à noite, após as 23h. Já reclamamos com a polícia, conversamos com o dono do bar e com os donos dos carros, mas sem sucesso. Não aguento mais, aliás, não apenas eu, mas toda a vizinhança. No entanto, a vizinhança tem medo dos frequentadores do bar por se dizem amigos de policiais e bandidos. Há consumo excessivo de álcool, jogos em máquinas de azar, mulheres e homens dançando funk na rua, como se estivessem em um motel. É a maior bagunça! Temos que ficar trancados dentro de casa com as portas fechadas, para tentar amenizar o som. Mesmo assim, estamos enlouquecendo. Há vizinhos idosos e doentes, mães com recém nascidos, pessoas que trabalham a noite e precisam dormir durante o dia. Peço que me ajudem, estou desesperada.
[Leia a resposta]  
Leitor de Manaus (AM) denuncia site fantasma de compras
Prezados Senhores, Quero denunciar a nível público este site www.pmar/tray.com.br pois é um site falso onde se compra algo e não se recebe. Verifiquei que muitos compraram e nunca receberam. Como fica a situação? o cidadão tem o direito de ser lesado de graça e as autoridades policiais não tomam providências? Peço que a polícia de São Paulo e, em especial, a de Ourinhos deem um basta nestes estelionatários para que outros não sejam lesados. Espero que tirem do ar este site fantasma, Obrigado
[Leia a resposta]  
Leitora de Ipatinga (MG) reclama de construtora Tenda, que cancelou compra de apartamento sem aviso prévio
Comprei um apartamento da Tenda na planta em 2009 para entrega prevista em março de 2011. Além de não me entregarem o apartamento na data correta, comprei um no 2° andar e me deram no 4°. Fui reclamar, mas não obtive sucesso. Assim sendo, as parcelas que havia parado de pagar, resolvi pagar mesmo assim e continuar com a compra mesmo com apartamento errado. Em outubro, fiz a negociação e paguei tudo que estava atrasado, vendi meu carro e tudo, depois de muito tempo tentando marcar para levar a documentação para o financiamento. Após várias ligações, consegui marcar para hoje, dia 13 de janeiro. Chegando lá em Belo Horizonte, me falaram que meu apartamento teria sido cancelado e que até já o tinham vendido, sem nem sequer me avisar disso; Pelo contrario: me agendaram para levar a documentação. Me desloquei de cidade à atoa. Me sinto lesada. Gostaria de saber qual procedimento devo tomar.
[Leia a resposta]  
Leitora quer argumentos para evitar multa por colocar toldos para evitar infiltrações de chuva
Bom dia por gentileza eu tenho que ter um agurmento de direito para que o condominio do predio que moro não tenha poder de multar os meus toldos que coloquei para evitar as infiltrações da chuva que já foi consertado pela construt. 01x e eu consertei 02x.e agora o condominio quer que eu retire os toldos. Me ajude é hoje a reunião grata.
[Leia a resposta]  
Leitora do Jardim Campos Verdes (Hortolândia) reclama de trastornos provocador por funilaria que funciona ao lado de sua residência
Tem uma funilaria ao lado da minha casa que não é registrada na prefeitura. Ela trabalha com tinta, verniz, massa plástica e por isso emite um cheiro muito forte que vem para dentro da minha casa. Não aguento mais! Não posso ficar nem na calçada ou com as janelas abertas. Queria saber até que ponto é legal esse tipo de serviço, o que posso fazer? Já conversei com o proprietário e nada mudou. O cheiro está insuportável.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de pessoas que jogam entulho e lixo no seu terreno
As pessoas não respeitam o nosso terreno colocam de tudo: Entulhos,lixo,poda e etc e isso é crime (lei 9605/68). Pode denuciar a justiça está com você!!!!
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se condominio pode impedi-lo de fazer churrascos na varanda
Eu e minha esposa costumamos fazer churrascos na varanda do nosso apartamento, mas esses dias recebemos uma advertência de que tal pratica é proibida pelo condomínio, mesmo considerando que possuímos exaustor para prevenir a fumaça. Gostaria de saber se o condomínio realmente tem o direito de impedir isto, visto que não estamos na área comum e não interferimos no bem estar de nenhum vizinho com a fumaça.
[Leia a resposta]  
Leitora de Ponta Negra reclama de transtornos provocados por serralheria
Tem uma serraria no fundo do meu quintal, eu não aguento tanto barulho e poeira. Tenho 2 filhas, uma de 3 meses e outra de 13 anos, estão sendo prejudicadas com a poeira, minha casa só vive de portas fechadas. Não posso mais estender as roupas porque fica tudo cheio de pó. Fico incomodando meu outro vizinho para estender as fraldas da minha filha na casa dele, é horrível. Não aguento mais reclamar. O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro (Taquara) questiona o que fazer com vizinho cujos cachorros mataram sua gatinha
Eu tinha uma gatinha branca cujo nome era Marie, só que onde eu moro existe um terreno atrás da minha casá onde a vizinha possui 12 cachorros (ou mais). Bom, a minha gata era filhote, tinha uns 6 meses e ontem a noite sumiu. Procuramos por ela em toda parte mas não encontramos. De madrugada minha mãe e meu padrasto ouviram uns latidos, ela tentou voltar quando os cachorros a viram e a mataram. Não é a primeira vez que eles matam outro animal, com o outro gato do vizinho já havia acontecido a mesma coisa e já era um gato adulto. Fico pensando que embora estejam no terreno dela com portão bem grande os muros laterais não são muitos altos, se fosse uma criança que porventura caisse ou até mesmo por inocência fosse pegar algo lá, teriam o mesmo destido dos gatos? Gostaria de saber como proceder pois não é a primeira nem a segunda vez que isso acontece. Obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor da Vila Jacuí reitera reclamação da garotos circulando com skates na Rua João Felisberto Moreira, e diz que a CET se negou a aceitar sua denúncia
Reitero minha reclamação de que garotos com seus skates circulam pela Rua João Felisberto Moreira atrapalhando o trânsito e expondo ao perigo motoristas e eles próprios. Como recomendação do site tentei realizar minha reclamação à CET pelo telefone, mas fui supreendida pelo descaso das autoridades. A atendente simplesmente informou-me que a CET não pode fazer nada a respeito para manter a segurança dos motoristas e nem ao menos permitiu o registro de minha queixa.
[Leia a resposta]  
Leitora de Americanópolis questiona comportamento de inquilinos que colocam lixo na escada
Moro de aluguel nesse quintal há 5 anos onde existem cerca de 7 casas, nunca tivemos problemas até a mudança de um casal que ocorreu há 6~7 meses atrás. Onde moro existe uma escada bem estreita que sai para o portão da rua e ultimamente estão colocando lixo na escada e para ajudar como o portão não fica fechado os cachorros entram e fazem aquela zona. Já reclamamos com a dona das casas que já falou com todos, só que não resolveu em nada. Estou chateada com a situação e gostaria de saber o que a dona das casas pode fazer nesse caso, pensamos em fazer um cartaz ou até cobrar multa dos inquilinos.
[Leia a resposta]  
Leitora de Guianazes suspeita que vizinho está passando drogas
Moro num quintal com duas casas, moro encima com minha mãe, meu irmão e minha tia. Meu avô mora em frente e um rapaz (filho adotivo do meu avô) mora na casa de trás. Recentemente esse rapaz tem recebido muitas visitas de homens estranhos, eles entram no meu quintal sem ao menos chamar. Desconfiamos que estejam passando drogas. A polícia já pegou ele com drogas outro dia mas não deu em nada!
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro (RJ) reclama de terreno vizinho que tem mato muito alto e mosquitos
Esse terreno tem mato muito alto e nos prejudica com mosquitos e cheiro ruim. Não sabemos se é lixo ou animal morto. Sempre reclamamos e não vemos resultado. De repente agora conseguiremos algo. Queremos que o dono mantenha o mato baixo para não nos prejudicar tanto assim. O dono desse terreno mora ao lado dele.
[Leia a resposta]  
Leitor de Curitiba afirma que carro que comprou tinha o motor condenado, e questiona seus direitos
Comprei um veículo no dia 13/07/2011 e aparentemente não havia nada de errado, até a primeira semana. Depois da primeira semana os problemas começaram a aparecer. Levei até a loja para reclamar e depois de muita enrolação consegui que consertassem meu carro, porém esse conserto foi apenas uma "maquiagem" pois alguns dias depois os problemas voltaram. Porém o último problema foi grave e levei o carro para uma revisão, descobri que seu motor está condenado e segundo o mecânico a pessoa que me vendeu o veículo tinha plena consiência que isso aconteceria. Fui até a loja que alegou que o mecânico era "louco" e que o carro não tinha problema nenhuma, que o único problema era a falta de uso. Enfim, não tive meu problema resolvido e se quiser continuar a usar meu carro devo desembolsar a quantia de R$ 3,500. Queria saber quais são meus direitos e quais providências devo tomar.
[Leia a resposta]  
Leitor de Andaraí (Rio de Janeiro) reclama de bueiro entupido que está provando rachaduras na calçada
Bueiro entupido com vazamento levando a rachaduras na calçada. O vazamento já abriu 2 pontos p/ baixo do concreto. Já foi feito pedido de conserto com o protocolo de nº OSW 369056. Esperamos que este problema seja atendido o mais rápido possível pois pode acarretar em futuros acidentes.
[Leia a resposta]  
Existe um sobrado em frente a minha residência que era alugado, depois que os locatários foram embora a casa ficou abandonada e desde então usuários de drogas e traficantes usam o local para promover a venda de entorpecentes e prostituição. Ameaçam os vizinhos com gritarias. A PM por várias vezes já esteve no local, mas só colocam os mesmos para fora que logo depois de um tempo voltam de noovo. Quanto à responsável pela residência, que é uma administradora de imóveis, diz que não tem responsabilidade pela residência.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de quebra-molas das ruas próximas ao Shopping Interlagos
Gostaria de reclamar dos quebra-molas na Rua Odete T. Marino e nas outras ruas do Shopping Interlagos. É um absurdo aqueles Quebra-molas.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho que perturba moradores com provocações e ofensas
Vizinho que perturba os moradores em horários diversos (até de madrugada). Ele xinga, calunia, provoca e ameaça até de morte. Nos chama (citando até nomes) de covardes, fala palavras obscenas, expõe famílias, humilha idosos, etc. Já ligamos várias vezes para o 190, algumas vezes ele foi abordado e, em outras vezes, os policiais, seguindo a lei, só anotaram a queixa. Uma das vizinhas que foi caluniada (traição) entrou na Justiça, mas ele não teme, continua dando show. Não sabemos mais o que fazer. Se tiver alguma solução, agradeço desde já.
[Leia a resposta]  
Leitora de São Bernardo do Campo (SP) reclama de falsa acusação contra mãe e pergunta o que pode ser feito
Minha mãe tem 61 anos e mora com meu irmão. O vizinho debaixo reclamou que minha mãe arrasta móveis à meia-noite. Interfona em seu apartamento, acordando-a e fazendo a referida queixa. Ela sempre está dormindo no momento das reclamações. É possível o som que está incomodando esse vizinho, esteja vindo de andares acima ou do apto ao lado da minha mãe? Como minha mãe deve agir diante desse falsa acusação do seu vizinho? Por favor, me indique o melhor a fazer, uma vez que minha mãe anda extremamente ofendida e triste com esse fato, 27 anos morando no condomínio e nunca houve reclamação de sua pessoa.
[Leia a resposta]  
Leitora de Itaquaquecetuba (SP) reclama de terreno abandonado na Rua Maresias
Bom dia. Existe um terreno abandonado cheio de mato cobrindo minha casa. Já há muitos bichos, cobras, ratos, aranhas, etc. Usuários de drogas usam este local para se drogarem e se esconderem. Não conheço o dono, nem sei como agir para que venham arrumar esse terreno. Desde quando moro lá, isto acontece. Antes, eu mesma limpava, só que agora estou gestante de risco e não posso mais fazer nada. Preciso de ajuda, moro só e estou muito triste com isso e com muito medo de algum tipo de doença, me ajudem pelo amor de Deus. Esse terreno fica de esquina com um depósito de gás da ultragás, na Rua Maresias (próximo ao número 250), Itaquaquecetuba. Este terreno está assustador e ameaçador para todos.
[Leia a resposta]  
Leitor de Praia Grande (SP) diz que coletores reclamam do peso de seu lixo, questiona a cobrança de caixinha de ano novo e pergunta o que pode ser feito
Os coletores de lixo da minha rua reclamam constantemente, com tom de irônia, que o meu lixo é o mais pesado da rua. Para completar, estão me cobrando caixinha de ano novo, sendo que já foi dado no Natal, o que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora solicita ajuda já que o filho está sendo usado no tráfico de drogas
Meu filho tá sendo usado no tráfico de drogas. Ele só tem 16 anos, estou precisando de ajuda.
[Leia a resposta]  
Leitora de Gravataí (RS) questiona invasão de privacidade por parte de empresa de concessão de crédito
Me ofereceram um crédito de refinanciamento de veículos e levei toda a documentação incluido extratos bancários, informei 3 telefones. A minha amiga chamou pedindo dados e valores que eu ingressava mensalmente,ISTO ESTA PERMITIDO(SABER OS INGRESSOS),COISA QUE ELES JA TINHAM COMPROVANTES COM DOCUMENTOS. Logo depois de invadirem toda minha vida privada me recusaram o crédito! Tenho que solicitar os documentos de volta ? Isto é considerado danos morais?
[Leia a resposta]  
Leitor que vai ser mudar a São Paulo reclama da Inspeção Veicular
Vou me mudar de São Paulo mas não posso levar meu carro porque não passou na inspeção veicular. Num país que luta tanto contra o preconceito, a prefeitura de São Paulo tira o direito de ir e vir dos cidadãos. Como se não houvesse uma constituição de leis e direitos nesse país a prefeitura cria uma obrigação municipal e o governo estadual simplesmente bloqueia os documentos no detran tirando então o direito de liberdade do cidadão brasileiro de se mudar de estado ou município e levar consigo o seu bem de patrimônio. Porque não liberam a transferência. Meu carro está com a documentação atrasada desde outubro por causa disso e isto nunca aconteceu. Ass.: Cidadão brasileiro ferido e indefeso pela máquina adm.
[Leia a resposta]  
Leitora de Fortaleza (CE) reclama que vizinha varre poeira da rua até sua casa e causa doenças à sua filha
Meu marido e eu nos mudamos para essa casa, onde moramos de aluguel. Pouco tempo depois, vieram os problemas. A rua sempre fica cheia de poeira e uma mulher varre a rua inteira até a minha casa, incomodando com a poeira quente e sujando toda a casa. Ela já falou que não vai parar de varrer e o problema é maior ainda porque minha filha está doente devido a isso. Ela tem apenas 7 meses. Eu posso entrar com um pedido de indenização? Qual o artigo para isso?
[Leia a resposta]  
Leitora do Sumaré (São Paulo) questiona como reformar uma casa geminada dos dois lados
Tenho uma casa geminada dos dois lados. Essa casa tem uma varanda. Há alguns anos, os vizinhos, de ambos os lados, fizeram cada um uma reforma, erguendo mais o muro divisório, e, a nossa varanda perdeu a qualidade, ficando menos arejada e com a vista restrita. Nenhum dos vizinhos falou conosco antes de dar início às obras. Nós então decidimos fechar a varanda, ampliando a sala e a cozinha, e, aproveitaríamos para ampliar o piso superior, fazendo um novo banheiro e ampliando o quarto dos fundos com uma nova varanda, ou seja, faríamos uma varanda em cima da antiga. Uma das vizinhas se manifestou contrária a reforma, alegando que a mesma diminuiria a incidência do sol em sua casa, e juntos acordamos então, que ampliaríamos o quarto em apenas 2m e no restante do espaço faríamos uma laje para lazer, com um muro de altura de 2m (altura sugerida por ela mesma) para manter a privacidade de ambas as casas. A obra teve continuidade, e agora, que os empreiteiros já ampliaram o quarto, fizeram o banheiro e levantaram o muro, a mesma vizinha me escreveu um e-mail afirmando ser contrária à obra, dizendo que a mesma iria desvalorizar a casa dela, inclusive do ponto de vista financeiro, e que gostaria então que nós diminuíssemos a ampliação do quarto para 1,5m e retirássemos a laje. Agora que a obra está em andamento acelerado, depois de termos entrado em acordo, como proceder? A casa fica em uma vila, todas são geminadas, ou seja, nenhuma tem recuo lateral. Muitas das casas não tem nem recuo nos fundos da casa, sendo o final dela junto ao muro dos fundo, sem quintal. Importante dizer que os fundos dá para um local fechado para passagem de veículos ou pessoas, com bastante mato. A vila tem muitas casas, e inúmeras são as que ocupam seus terrenos inteiros com a construção de suas casas, sem área de recuo nos fundos. É uma vila bastante antiga, e, creio que deva haver alguma legislação de construção própria para esse tipo de vila, afinal, em acordo com a nova legislação, a vila inteira estaria irregular (sem recuo lateral, e muitas casas sem recuo nos fundos também). A situação está delicada, e gostaríamos de saber como proceder. Precisamos de orientação. Obrigado pela atenção.
[Leia a resposta]  
Leitor protesta contra uso de bombinhas e morteiros por diversão e solicita criação de lei contra a prática
Gostaria de protestar contra o estouro de bombinhas e morteiros, comuns nas festas de São João, que estão cada vez mais fortes e perigosos. Estouram diariamente sem nenhum motivo, apenas pela molecagem, e provocam riscos de acidentes em idosos, crianças, motoristas, pedestres, etc. Além de perturbar, agridem o meio ambiente ocasionando pânico e surdez em animais e aves, que, naturalmente, não sabem do perigo e não podem se proteger. Gostaria que fosse criado um projeto de lei para aumentar a fiscalização do comércio e os impostos sobre esses produtos, e para que limitasse a quantidade de pólvora dentro de um parâmetro tolerável.
[Leia a resposta]  
Leitora de Limeira (SP) reclama que ex-mulher de seu marido a ofende e quer saber como proceder
Quero processar a ex do meu marido, porque ela vive me xingando de macaca. Dessa vez, ela deixou uma mensagem no celular do meu marido me chamando de macaca.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do atendimento de profissionais da Casa Fortaleza, na Vila Nova Conceição
Caros leitores; No último mês de julho, 2011, dei início a uma reforma em meu apartamento, contratando o que acreditava ser uma equipe de profissionais, com engenheiro civil e seus ajudantes(pedreiros, encanadores, eletricista e pintores). A obra consistia em reformar dois banheiros(retirada de banheiras e recolocação de uma), mais azulejos e pisos e pintura.
A incompetência dessa equipe me dá problemas ate hoje, pois a parte elétrica ficou pior do que era. O engenheiro nem sabia onde colocar certo os ralos para que não houvesse alagamento. As portas nem parecem que foram pintadas, etc.m etc. etc. Por fim, depois de três meses para esse pequeno trabalho, desisti da contratação dos mesmos, pois nem sabiam como se relacionarem com os fornecedores que precisamos.
Com a saída dessa infeliz equipe, contratei o Sr. Altair, que nem engenheiro civil formado é, mas que resolveu os problemas deixados pelos anteriores e terminou parte da obra. Aí resolvi contratar o piso dos quartos.
Errei novamente. Contratei a CASA FORTALEZA - loja da Vila Nova Conceição - através do incompetente vendedor que atende (quando atende) pelo nome de Carlos Alberto que, após ter recebido o pagamento à vista e prometido o trabalho da entrega e colocação dos pisos para o dia 15 de dezembro ultimo, sumiu. A entrega do piso foi feita no dia 14, os colocadores vieram no dia 15, chegando em meu apto. ao meio dia. Olharam o trabalho e o material, ofenderam minha ajudante e foram embora. Depois de várias reclamações feitas à loja que fica na Rua Afonso Bras, 708, tel. 3049-1511, diretamente ao que se diz gerente sem sobrenome ADAUTO, mandaram outra equipe, que segundo eles, dessa vez não era terceirizada e sim da própria loja. Os que vieram no dia 16, começaram o porco trabalho e depois de horas informaram que o piso entregue estava errado. Aí pararam novamente o trabalho. No dia 19, quando retornaram com o que seria o material certo, chegaram novamente ao meio dia e não conseguiram terminar o trabalho. Aí perceberam também que o acabamento estava também trocado e como nós viajaríamos, como de fato o fizemos no dia 20, ficou, depois de vários telefonemas e e-mails, concordado que o termino do piso seria feito no dia quatro(4) de janeiro de 2012. Pois bem, voltamos de viagem a a data chegou. O que aconteceu? Mandaram novamente o material errado. Mesmo assim os incompetentes dos colocadores só perceberam depois de três horas de trabalho. Pararam o serviço. Ficaram de voltar hoje (05/01) para a conclusão. Pois bem, saíram daqui às 16 horas, depois de terem sujado todas as paredes já pintadas, de terem feito um serviço de colocação de piso que nem o pior dos colocadores teria feito, depois de terem feito vários buracos nos rodapés e preenchido os mesmos com uma massa plástica horrorosa, de terem colocado pregos onde deveriam ter colado, etc.
Para terminar, já contratei novamente o Sr. Altair para refazer o trabalho SUJO QUE SOMENTE CASA FORTALEZA HOME 7 OFFICE FAZ COMO NINGUÉM!!!
CASA FORTALEZA Home & Office - O PIOR FORNECEDOR DE PISOS DO ESTADO DE São Paulo.
Olho aberto!
[Leia a resposta]  
Leitora de Votorantim (SP) questiona se há alguma lei que obriga proprietários de veículos de grande porte a terem garagens adequadas
Recebo constantemente reclamações de que Vans e Carretas usam a via pública como "garagem". Muitas vezes ao verificarmos as denúncias, encontramos os veículos estacionados como manda a legislação de trânsito. Algumas vezes, estes, ao estacionarem defronte a sua residência, ultrapassam o comprimento de sua propriedade, atingindo parte da frente da casa vizinha, gerando a reclamação (em alguns casos, nem mesmo chegam a comprometer tanto a entrada como a saída da garagem do reclamante). Vocês podem me dizer se no Brasil existe alguma lei ou decreto que "obriga" o proprietário a ter uma garagem adequada para comportar a guarda do veículo para que este não fique permanentemente estacionado na rua como se esta fosse sua "garagem"? Se não houver, pode o município criar uma norma estabelecendo esta condição? Antecipadamente agradeço a atenção dispensada.
[Leia a resposta]  
Leitora de Osasco (SP) solicita recolhimento de cachorra abandonada
Tem uma cachorra abandonada no meu bairro. Ela é pequena, marrom-clara e se chama Sarita. A dona do Bazar das Camelias a deixa dormir lá dentro para que não fique o tempo todo na rua, mas não é o local mais adequado para ela ficar. Ela está com a pata machucada. O ideal seria vocês a recolherem e lhe darem um destino mais adequado. De segunda a sábado, das 11h às 18h, a cachorra fica dentro desse bazar, localizado na Av. Diogo Antonio Feijo nº1003, km 18-Jd das flores, Osasco (SP).
Leitora reclama de erros na instalação de filtro Europa
Após muita insistência de telemarketing, adquiri um filtro Europa e vieram ontem para instalar. O técnico chegou bem na hora do almoço, o que me ocasionou problema pois tenho bebê em casa. Agilizei a desocupação da pia para facilitar seu trabalho. Após furar a minha torneira para adaptar a mangueira do filtro Europa, o técnico me disse que teria de voltar à sua sede pois não trouxe a peça para fechar. Deixou a torneira pingando. Marcamos às 16h e ele chegou às 17h30 e, após lidar uns 40 minutos, me informou que não deu certo. Fechou o registro de água fria da pia e o registro geral de água quente. Agora são 14h do dia seguinte e ainda não retornou. Não tenho água quente para banho, estou sem água na pia da cozinha. E além desses transtornos, está pingando água sem parar. Pelo cálculos que fiz, já se foram mais de 700 litros de água. Liguei na empresa e a vendedora disse que iria encaminhar alguém amanhã para arrumar. Isso é um absurdo! O que devo fazer imediatamente? Obrigada
[Leia a resposta]  
Leitor questiona onde pode denunciar centro de macumba localizado na cidade de Duque de Caxias (RJ)
Gostaria de saber onde posso denunciar o funcionamento de um centro de macumba que, além de não ter licença para seu funcionamento, ainda pratica a matança de animais. Esse centro fica em D. de Caxias, RJ.
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro (RJ) reclama de pessoas que danificam sua calçada com carros e questiona sobre seus direitos
Pessoas colocam constantemente o carro na minha calçada e acabam rachando-a. Eles dizem que a calçada não me pertence, é verdade?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se dona do imóvel pode cobrar pela eletricidade gasta pelo seu filho de um ano
Moro de aluguel há 1 ano, e de 6 meses para cá a dona da casa está cobrando a água e luz pelo meu filho também onde a mesma me informou que ele é cotado como um adulto e gasta como um. Pelo o que conheço isso não pode ser feito, como posso resolver esse caso pois a cada mês aumenta o valor total em que pago minhas contas (água e luz) já que os mesmos não são separados por relógios individuais, agora fico com uma dúvida já que meu filho, que tem agora 1 ano, não gasta tanta água como a mesma mencionou. Desde já agradeço e fico aguardando uma resposta.
[Leia a resposta]  
Leitor de Taboão da Serra (SP) reclama do barulho de serralheria em área residencial
É uma serralheria que trabalha com os portões abertos o dia inteiro, fazendo um barulho insuportável numa rua de residências. Ninguém aguenta mais esse barulho de segunda à sábado, das 07h às 20h. Não adianta conversar com o dono da serralheria, pois ele diz que os incomodados que se mudem. Pedi para ele fechar o portão para diminuir o barulho, mas ele não fecha. É de uma ignorância plena. Espero que as autoridades tomem providências, obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de trepadeira de vizinho, que compromete telhado e paredes
Meu vizinho tem uma trepadeira (Hera) que está se alastrando pelo muro e invadindo o telhado e as paredes do meu lado. Ele se recusa a fazer a poda. Essa planta, com o tempo, fica com o caule grosso e arranca as telhas.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de adolescentes que dirigem sem responsabilidade nas proximidades de conjunto habitacional
Moro em uma rua sem saída na qual ficam localizados 4 blocos de conjunto habitacional (no total, 80 aptos), lugar onde as crianças deveriam ter um lazer maior, pois a movimentação de veículos é limitada aos moradores. Tem um morador, com veículo de placa CW* 9638, que permite menores dirigirem sem responsabilidade nenhuma (eles dão até cavalo de pau). Meu filho quase foi atropelado: ele estava sentado na calçada quando um desses cavalos de pau saiu do controle e subiu a calçada. Só deu tempo do meu filho pular. Meu marido e eu fomos no prédio vizinho e falamos com as mães desses adolescentes, mas até a data de hoje, nada se resolveu. Temo uma desgraça. Esses adolescentes desacatam e ameaçam os moradores, dizem que são da gangue OS400, por isso, pedimos alguma ajuda das autoridades, já que a lei favorece tanto o menor, e não as famílias de bem!
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se tem chances de ganhar uma ação na Justiça contra quem comprou um imóvel de sua propriedade
Vendi uma casa medindo 7 metros de frente, o comprador entrou 90cm no meu terreno. Assinamos um contrato de compra e venda autenticado no cartório de imóveis. O que devo fazer? O contrato tem alguma validade? Se eu entrar na justiça tenho chances de ganhar a ação?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinhos que o insultam, invadem sua privacidade e fazem barulho
Minha reclamação é contra vizinhos. Eles me insultam, invadem minha privacidade, fazem barulho, etc. Tem um que, sempre que saio na rua ou chego em casa, está em frente me encarando (e até já me ameaçou três meses atrás).
[Leia a resposta]  
Leitor do Jardim Laura reclama de calçada quebrada na Rua Manoel Rodrigues Santiago
Calçada quebrada e muito estreita sem condições de andar. Temos que andar pelo meio da rua sendo que já houveram casos de crianças atropeladas, o outro lado da calçada também está sem condições de andar, cheio e pedras e barro.
[Leia a resposta]  
Leitor de Campos Elíseos (São Paulo, SP) reclama de concentração de usuários de drogas na Rua General Júlio Marcondes Salgado
A nossa região tinha pedinte como em qualquer lugar, mas não tinha usuários de drogas aglomerados como tem agora. Depois que montaram uma casa de apoio ao morador de rua na Rua Gen. Julio Marcondes Salgado, a coisa ficou de uma tal maneira que estão fazendo uma segunda Cracolândia. Não dá para caminhar pela rua citada, pois é muita gente usando crack e, cada dia que passa, chega mais. A sujeira está tomando conta da calçada, não dando para passar pela mesma. Andamos muito assustados com a proporção que isto está tomando e as autoridades não fazem nada. Antes a polícia tentava coibir, mas agora não chegam nem perto. A coisa está preocupante.
[Leia a resposta]  
Leitor do Jardim São Luis reclama de vizinha que construiu sobrado prejudicial à sua casa na Rua Aldeia de Joanes
Há mais de 20 anos, uns moradores chegaram no meu bairro e fizeram um sobrado que fica atrás da minha casa. Na frente do sobrado, há um muro que inclinou e encostou na minha casa provocando grande susto. Na época, meus avós chamaram os bombeiros que apenas orientaram que eles não poderiam construir mais nada em cima. Minha casa tem infiltração devido a este muro ter feito uma barriga. Fora isso, eles já construíram em cima e atrás deste terreno. O muro tem 12 metros de extensão e 3 metros de altura e ocupa tanto parte da minha casa, como o meu terreno do lado onde pretendo construir uma casinha de aluguel. Não trabalho. Cuido da minha mãe que amputou a perna, meu avô de 86 anos e do meu tio de 76 anos, portanto, dependo de suas aposentadorias. Quero saber como faço, pois a dona da casa tem 10 filhos que, na época da construção do sobrado, moravam todos com ela; agora apenas alguns moram e, pelo visto, não pretendem resolver o problema de forma amigável. Posso colocar todos em uma ação judicial mesmo eles não morando mais com ela já que a mesma não responde por si mesma mais? Tem filhos dessa senhora que tem até empreiteira e arquiteto. É uma família numerosa. Se alguém puder me orientar, agradeço de coração.
[Leia a resposta]  
Leitora afirma que prédio na Chácara Santo Antonio foi construido sobre uma nascente, e a água que é despejada na rua destroi tudo pelo caminho
No número 1410 da Rua Alexandre Dumas (em frente existe o supermercado DIA, esquina com a Rua Pires de Oliveira, Chácara Santo Antonio, zona Sul) foi construído um prédio de apartamentos sobre um terreno onde há uma nascente: o fato em si já deveria ser um crime ambiental, mas para piorar as coisas, a água da nascente é despejada o dia todo na rua, sem encanamento de esgoto. Essa água escorre e corrói calçadas, traz pedras para a frente das casas, lava a feira da 4a feira e espalha repolhos, tomates, brócolis nas portas de toda a vizinhança e fica empoçada em vários pontos, formando, inclusive, possíveis focos de dengue. A situação já dura 3 anos. Um absurdo!!
[Leia a resposta]  
Leitor de Americana reclama do vizinho que fica constantemente com o som muito alto
Meu vizinho fica constantemente com o som muito alto e isso está me causando muita dor de cabeça, tanto meu quanto o da minha esposa, obrigando a nós a tomar muitos calmantes!! Já chamei a policia varias vezes por causa de uma cachaçaria que fica nos fundos de minha casa e outros estabelecimentos ao redor de minha residencia. Em relação aos estabelecimentos, encaminhei a minha reclamação a prefeitura e andaram resolvendo este problema. A policia de um modo geral, não esta dando a devida importância ao meu assunto, e gostaria de saber, quais as medidas que devo tomar, pois ele esta cometendo a infração de crime ambiental com o som acima dos 75 decibeis.
[Leia a resposta]  
Leitor teme que garotos andando de skate na Rua joão Felisberto Moreira (Vila Jacuí) possam causar acidentes
O que as autoridades podem fazer? Na rua João Felisberto Moreira na Vila Jacuí vários garotos com seus skates transitam pela rua fazendo algazarra e atrapalhando o trânsito de carros que muitas vezes tem que desviar dos garotos, pois estes utilizam a via pública para brincar. Já vizualizei várias situações que poderiam ter se tornado acidentes se não fosse a destreza dos motoristas. Já fiz reclamações à polícia e pude apenas fazer um B.O. Os garotos continuam frequentando a rua e fazem várias manisfestações com xingamentos. A lei pode me amparar segundo este fato?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que seu IPTU veio com nome e endereço errado
Venho por meio desta para reclamar meu direito de cidadão; meu iptu de paulista estar vindo com nome trocado e endereço
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de empresa cujos caminhões fazem barulho
Existe uma empresa ("Logística") ao lado da minha residência e, durante o dia, não consigo nem assistir televisão quando estou em casa devido ao barulho dos caminhões (carga, descarga e carrinho para transportar mercadorias). Onde posso recorrer? Se não bastasse, à noite os cachorros da empresa ficam latindo e não consigo dormir.
[Leia a resposta]  
Leitora de São Gonçalo (RJ) reclama de terrenos abandonados ao lado de sua casa
Prezados senhores, existem dois terrenos ao lado da minha casa que estão completamente abandonados (ou seja, sujeitos à muitos insetos, ratazanas, mosquitos da dengue). Minha casa fica entre esses dois terrenos, que já se encontram com bastante mato crescido e até servem de esconderijo de maus elementos. Em um, foi iniciada construção, mas não finalizada; o mato invadiu a obra. No outro, os matos crescidos também me assustam. Sou só, minha filha mora comigo e tem um bebê bem pequeno. Ultimamente passo até mal com isso. Tenho até síndrome de pânico, tomo calmante para dormir para não ter medo (já que sofro de pressão alta). Uns dos donos se chama Bentilhos Rangel, e o outro Sr. Jaime; uma marmoraria em frente dá informações dele. Já registrei queixa na Ouvidoria Geral da Prefeitura de São Gonçalo duas vezes (números 60565 e 60881) e só dizem que estão tomando providências, mas já esperei muito, não aguento mais! Conto com vossa preciosa ajuda.
[Leia a resposta]  
Leitora de Santa Maria (RS) reclama do barulho causado por familia de músicos vizinha, que costuma dar festas frequentemente
Boa tarde. Meus vizinhos, mais uma vez, estão dando uma festa. Eles se dizem uma família de músicos e todo natal, ano novo, dia dos pais, dia das mães, aniversários de todos os membros da família (mesmo quem não mora aqui do lado) vêm comemorar. Acontece que o volume do som não permite nem que se converse dentro de casa. Estou usando fones de ouvidos porque o barulho é ensurdecedor. Já tentamos conversar mas foi em vão. Ano passado, minha filha quase foi agredida verbalmente por ter ido até lá e pedido pra abaixarem o volume. Já que eles usam sistema de som e microfone, não teriam que ter isolamento acústico para "cantar"? E o respeito com os outros? Por que tenho que ser torturada, com minha família, ouvindo a música que eles gostam? Quando vou ouvir música somente eu ouço, com meus fones de ouvido. Gostaria de uma instrução do que pode ser feito. Obrigada.
[Leia a resposta]  
A Polícia não faz nada, reclama leitora de São Miguel Paulista sobre caos na Praça da Rua dos Escoteiros
Já está acontecendo há alguns meses, menores, maiores com bebidas, drogas, diariamente(dia e noite)(homens e mulheres) nessa praça, a comunidade já fez várias reclamações, ligamos para a policia 190, estamos aguardando até hoje. O barulho já passou dos limites, todos trabalhadores não conseguem mais ter paz em sua residência, não sabemos mais o que fazer, colocam caixa de som no fundo dos carros e se acham donos do bairro, não se pode ouvir uma televisão, um som, que o som da rua penetra todo dentro das casas, onde também tem uma moto que passa sempre a noite estrondando tudo, parece que eles estão mesmo invadindo o mundo, para onde esta indo as taxas, os impostos que pagamos, queremos ter privacidade em nossa residencia, já ouvi vizinhos comentar que se as autoridades não tomar providencia rápido, o negócio aqui nesse bairro vai ficar feio, então onde estão as autoridades que não estão mais zelando pela boa comunidade, estão aguardando o que ou estão contribuindo com esses absurdos.
[Leia a resposta]  
Leitor da Rua Jesus de Nazare (Ferrazopolis, São Bernardo do Campo, SP) reclama de vizinhos que ligam som alto em carros durante a madrugada
Problemas com vizinhos. Garotos ligam som alto, com enormes alto-falantes atrás dos carros, até de madrugada. Duas, três da manhã, e ninguém dorme. Já tentamos chamar a polícia, mas o barulho volta assim que a polícia sai. Além disso, os policiais dizem a eles quem fez o telefonema, aí temos que aguentar a provocação deles. Queria uma solução, pois já está insuportável!
[Leia a resposta]  
Leitora do Jardim Samara reclama que a população é muito porca e já encheu de lixo uma praça que a Prefeitura acabou de reformar
A população é muito porca. A prefeitura arrumou a praça e já esta cheia de lixo, sem contar que ao lado da minha casa tem uma construção e esta cheia de lixo, não aguento mais os ratos e o odor. Preciso de ajuda, como denunciar estes moradores porcos da Viela José Rodrigues Mano Jr?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama dos moradores de cortiço na Rua Bernardo Pedroso (Vila Miami, São Paulo)
Não suportamos mais, nesta rua há um cortiço cujos moradores não respeitam o silêncio e a higiene e nem as pessoas idosas que moram na casa ao lado e nas casas em frente. O dia inteiro ocorre o uso de drogas a céu aberto inclusive em frente as crianças filhos dos prórpios moradores do cortiço, sujam nossas calçadas. Já ocorreu de os proprietários vizinhos ao cortiço terem que pedir licença para entrar em suas próprias residências. Jogam fogos de artificios dentro de nossas casas, destroem caixas de correio. Nós moradores nesta rua há mais de 50 anos, pedimos socorro as autoridades competentes para podermos estar dentro de nossas casas sem ter que estar inalando fumaça de maconha, o direito de podermos estar dentro de nossas casas a noite e poder descansar sem ter que aturar barulho de vizinho no minimo mal educados. O que dizer das crianças que residem nesse cortiço e vivem em meio a drogados, o Direito do idoso que não tem seu horário de repouso noturno preservado, alguns já com problemas de saúde por causa da insanidade dessas pessoas. Pedimos as autoridades o fim deste cortiço que não paga as taxas dos serviços prestados pela Sabesp, eletropaulo e outras. Não aturamos mais isso. Agora com as férias escolares invadem nossos quintais, sobem em nossos telhados e as mães, sim as mães dessas crianças sem pai que mesmo que tivessem nada fariam ou nada fazem. Pedimos socorro para termos nossas direitos de cidadãos de bem preservado.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que filhos do vizinho a incomodam jogando bola.
Os filhos do vizinho ao lado e seus amigos durante o jogo de bola fazem da nossa parede de gol e chutam constantemente nela, ao pedirmos para fazerem o gol pro lado da casa deles pois o barulho estava incomodando e até atrapalhando quem estava dormindo, eles comçaram a jogar mais forte e a fazer piada da nossa cara...e isso se repete continuamente, nós conversamos com os pais deles para eles evitarem bater na parede, mas não resolveu nada, em vez disso ao andamos na rua ouvimos ameaças de que eles vão matar nosso gato porquer ele passa por cima do telhado deles...e dessa ultima vez um deles estava tacando a bola nas primas que pegou ela e jogou em cima da nossa casa e minha mãe falou pra eles que eles não podiam subir pra pega-la porque eles podiam acabar quebrando as telhas...então depois eles subiram sem autorização e quando ouvimos o barulho pegamos a bola e falamos que pela falta de repeito ela iria ficar conosco...então começaram a dizer que iriam matar o gato de novo e nós insultar, fora o fato de ao tentar falar com os pais eles nós mandaram nós mudar se estavamos incomodados...por favor o que podemos fazer com relação a isso...até minha irmã de 8 anos chorou ouvindo os insultos deles.
[Leia a resposta]  
Leitor diz que arruaceiros usam o estacionamento de supermercado na Rua Rosalvo José da Silva (Jardim Carumbé) para fazer festa de funk
No número 10 da Rua Rosalvo José da Silva, há um mercado cujo estacionamento é usado à noite por arruaceiros para fazer festa de funk, que incluem drogas e até mesmo sexo. Os moradores vizinhos deste mercado não conseguem dormir, janelas, portas e boxes tremem (há até paredes rachadas por conta do barulho). Raras vezes a polícia aparece e só depois de muita insistência de prejudicados, pois até o trânsito é desviado do local. Uma opção seria o dono do mercado fechar o estacionamento ou colocar os carros do mercado no referido local, impedindo que assim seja feito o funk. Os moradores do bairro já não aguentam mais tanta pertubação.
[Leia a resposta]  
Leitora de Porto Alegre (RS) questiona o que pode ser feito quando filhos menores de vizinhos a insultam
O que fazer quando os filhos menores dos vizinhos te insultam? Já conversei com os pais dos meninos sobre os incômodos que eles nos trazem (entrando no meu pátio sem pedir, jogando bolas nas janelas), mas não resolve. Os meninos insistem em manter as atitudes.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de ausência de caminhão de lixo reciclável há três semanas
Faz 3 semanas que não passa o caminhão de lixo da reciclagem nas regiões de Chácara Santo Antônio (Rua Despraiado, travessa da Rua Amaro Guerra), Vila São Francisco, Jardim Cedro do Libano; queremos urgentemente saber o motivo. E o IPVA está com preço muito alto.
[Leia a resposta]  
Leitora que cuida de crianças reclama que vizinhos da casa da frente do mesmo lote ocupam todo o terreno
Moro de aluguel em um terreno onde tem duas casas a da frente e a dos fundos sendo que a dos fundos e a onde eu moro e meus vizinhos da frente vivem colocando piscina,guarda sol e cadeiras bem na frente da minha porta sendo que eles tem um espaço na frente ou ao lado para fazerem isso. Meu filho nem pode ficar no patio por causa deles e eu cuido de crianças sou baba autonoma com esse calor como vou deixar eles brincar no patio onde me pertence e pra me ajudar quem vem tomar banho de sol é a irma da enquilina da frente de 60 anos de idade e reune mais umas amigas e fazem a festa. Enquanto isso tenho que ficar dentro de casa com as crianças. Já me ameaçaram me entregar para o tutelar de menores dizendo que é ilegal cuidar de crianças em casa. Na minha opinião não acho, o que não pode é bater, brigar ou por de castigo físico. Por favor me ajudem so quero meu direito do patio.
[Leia a resposta]  
Leitora de Gravataí (RS) reclama de vizinho que instalou câmera de segurança e a utiliza para invadir privacidade de moradores
Moro em um terreno com seis casas. Compramos porque pensávamos que seria um condomínio de verdade, mas não é! É somente como um terreno com 6 casas, onde cada um faz o que quer. Ou seja, cuida somente do seu portão para dentro. A lixeira, que era na frente de uma das casas, foi removida e colocada no portão de entrada para que todos cuidassem, já que havia se criado vários BERNES lá dentro. Mas o que mais tem me incomodado é o vizinho que divide parede comigo. Ele instalou uma câmera com áudio, onde ouve-se tudo (inclusive do outro lado da rua). Imagina só dentro da minha casa ou do meu quarto! E qualquer coisa que acontece, ele mete o dedo e diz: "tá tudo filmado, vou te processar". A pergunta dentre tantas que tenho é: ele tem permissão legal para ter está câmera? Outra coisa que penso é que ele grampeou os telefones e que colocou escuta. Como devo proceder?
[Leia a resposta]  
Síndica afirma que empreiteira prometeu entregar uma obra em 40 dias, e já passaram 3 meses e ainda não foi feito nem 1/3 do serviço contratado.
Sou a síndica e contratamos uma empresa para fazer a reforma no prédio. O prazo prometido para entrega da obra era de 40 dias. Porém já se passaram 3 meses e ainda não foi feito nem 1/3 do serviço contratado. Quando entro em contato com a empresa eles alegam que tiveram problemas com mão de obra e que vão fazer mutirão para entregar a obra, porém isso nunca acontece. A obra não está parada por completo, porém eles não vão trabalhar todos os dias e quando vão não adiatam muito o serviço. Observação: estamos efetuando o pagamento da reforma em dia, conforme contrato. Gostaria de saber como proceder, pois para o condomínio é interessante que a obra seja concluída e não ter o dinheiro de volta e começar o processo novamente. Outra dúvida, o pagamento deve ser interrompido até que a obra se normalize?
[Leia a resposta]  
Síndica questiona se condomínio deve pagar por dano a veículo estacionado na garagem, atingido por objeto carregado pelo vento
Sou síndica do prédio e gostaria de saber como proceder na seguinte situação. O prédio é composto de 12 apartamentos e as vagas de garagem, que não são cobertas, se situam na frente e na lateral do prédio. No dia 27, choveu e ventou forte e um vidro (não sabemos de onde, pois não tem nenhuma janela quebrada) caiu em cima de um carro que estava no garagem/estacioamento do prédio, estragando a lataria do carro. De quem é a responsabilidade de pagar pelo prejuízo. É do condomínio?
[Leia a resposta]  
Lojista do Shopping Barra World (Rio de Janeiro, RJ) reclama que loja do lado atrapalha sua vitrine com manequim que expõe na área comum
Loquei uma loja no referido Shopping há 3 meses. O lojista que está a minha direita (por onde entram as pessoas que transitam pelo shopping), mantém um manequim do lado de fora de sua loja, impedindo a visualização de parte da minha vitrine. O manequim fica após a porta de entrada da loja dele, na estreita parede que separa a loja dele da minha. Após seguidas reclamações ao dono da loja por mim locada,que também concorda que minha vitrine está prejudicada em sua visibilidade (sem obter resultado), me dirigi a administração do shopping, esta me disse que concorda comigo e que está multando o lojista, que insiste em não retirar o manequim da área comum do shopping, em local que realmente atrapalha a visibilidade de minha vitrine. Após estes tres meses, a situação continua na mesma. O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama da não devolução do troco quanto o valor é R$ 0,99, e afirma que Lojas Marisa em Osasco adota essa prática
Gostaria de saber qual comportamento devo ter quando chego a uma loja para comprar produtos onde as etiquetas estão sempre com valor de R$ --,99. Obviamente que quero o troco de R$ 0,01. Reclamo do troco e recebo risadas, deboches e etc. Porque as lojas podem ficar com o R$ 0,01 e eu não posso receber meu troco? Tenho direito ou não? Hoje fiquei indignada com a caixa das Lojas Marisa em Osasco na Rua João Batista, pois o sorriso de deboche ficou estampado no rosto o tempo todo enquando eu aguardava o troco. Fico indignada com estas atitudes, afinal se a loja vender por dia 1.000 peças terá lucro de R$ 10,00. No final de trinta diaso R$ 0,01 transforma-se em R$ 300,00. Não concordo com esta forma de venda.
[Leia a resposta]  
Leitora de 12 anos acusa do pai de ameaça-la e pergunta o que fazer
Oi tenho 12 anos, meu pai vive me falando que vai me bater,quebrar minha cara,ja mandou eu até ir embora de casa. Ele fala isso porque as veezes ele briga comigo e eu vou me defender e dou outra resposta pra ele ai ele fala isso,já estou cansada disso quero que alguem me ajude a fazer alguma coisa. Se alguem poder me falar o que fazer eu vou agradecer. Muito obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor da rua Pierre Varney (Itaim Paulista) reclama de baile funk realizado às sextas-feiras na rua
Sou morador da Rua Pierre Varney e há quase 5 meses atrás, está havendo todas sextas feiras a chamada festa funk, a qual esta tirando toda nossa liberdade pois não podemos sair nem entrar em nossa rua, além disso, um som altíssimo, com vários carros, botequins abertos vendendo bebidas alcoólicas para menores, traficantes vendendo drogas a céu aberto, e o mais interessante e que nos moradores ligamos 190,181 e simplesmente a policia não vem. Portanto a última tentativa nossa agora são vocês.
[Leia a resposta]  
Leitora diz que seu vizinho reclamou porque pintou o muro que fica 20cm. dentro do seu terreno
Tudo bem? Hoje aconteceu uma cena inédita,estavamos pintando nossa casa onde moramos há 35 anos pois ha 10 anos não conseguiamos fazer isso e para comédia geral meu vizinho veio ordenar que não queria que eu pintasse o muro dele. Como assim? Faz 15 anos que meu falecido pai fez sozinho o muro ele depois de 20 anos resolveu reclamar uns tal de 20 cms de terreno. Ele afirma que nós desrespeitamos a sua ordem, como assim? O muro é para dentro do nosso pátio sempre foi assim meu pai inclusive mandou rebocar e ele se e nraiveceu que pintando o muro que segundo ele está em sua área iria parecer que o muro era nosso. Meu Deus, quem faz questão de 20 cm se é que ele tem direito mas também como vamos fazer ele para com essas ordens porque mesmo que isso tenha acontecido pelo tempo essa tal metragem já não é nossa. E o pesoal é barraqueiro pra caramba, há o muro é claro que eu pintei enquanto ele reclamava e mandei ele resolver na justiça. Me ajudem tá bem?
[Leia a resposta]  
Leitor de São Gonçalo do Amarante (RN) reclama que nunca viu um vizinho tão perturbador
O meu problema é o seguinte: Eu nunca vi um vizinho tão perturbador em relação a tudo! primeiro, o carro do lixo passa nas TERÇAS, QUINTAS e SÁBADOS, porem ele sempre deixa pra colocar o lixo nos DOMINGOS. Então sempre veem cachorros e outros animais rasgarem o lixo dele, e fica AQUELA PODRIDÃO entrando a minha casa a dentro. Outra coisa, ele mora com as filhas e a esposa. A esposa dele tem uma escola, logo tem fonte de rendimento. Já ele faz de tudo um pouco, ele é uma pessoa sem estudo. No entanto, inventa de PINTAR GELADEIRAS no quintal da casa dele. Agora imagine a situação: CHEIRO PODRE ENTRANDO PELA FRENDE DA MINHA CASA, & CHEIO FORTÍSSIMO DE TINTAS E VERNIZ NA PARTE DE TRAZ DA MINHA CASA. Fora que, em sábados e domingos , principalmente DIA DE FESTAS como Natal, Ano Novo, São João ... ele passa a NOITE TODINHA com o SOM ligado. A propósito, SOM ALTO. EU e meu Pai já não falamos com ele, pois já pedimos pra ele maneirar esse tipo de coisa que ele faz, mas continua do mesmo jeito. A última dele agora foi plantar um CAJUEIRO no JARDIM de casa ! PUTA MERDA, quem já viu isso? Eu só quero que a raiz dessa merda trinque a parede ou até mesmo o piso da minha área, ai ele vai ver uma coisa. Uma pessoa dessa não tem o minimo de consciência. Era só ele imaginar que isso tudo fosse com ele, e não comigo?! Ai ele iria ver o que é bom pra tosse! Meu antigo vizinho era uma BENÇÃO. sossegado, não perturbava ninguém, mas esse ... meu amigo, pelo amor de Deus ! Nunca queiram ter um vizinho como ele!
[Leia a resposta]  
Leitora questiona sua responsabilidade em vazamento no baheiro do apartamento que aluga
Acabei de me mudar para um apartamento,antes de me mudar, troquei o piso da sala e dos quartos, menos o do banheiro. Hoje de manhã, interfornaram no meu apartamento falando sobre o vazamento do teto do vizinho 105, porém não mostra nenhum tipo de vazamento no meu banheiro. Como eu devo agir? Será que corre a possibilidade de eu ter que abrir o chão para verificar o problema? E qual é a responsabilidade do vizinho. Att,
[Leia a resposta]  
Leitora sugere que a polícia, no patrulhamento do Jardim Penha, apreenda pipas que usam linhas com cerol ou linha chilena
Gostaria que a polícia em suas rondas nestas férias, fizessem apreensão dos pipas que os meninos empinam nas ruas, pois "todos" usam cerol, e já vi aqui no bairro vários usando a tal linha "chilena" que tem o poder de corte 4 vezes mais que o cerol comum, acho que nós cidadãos não temos que ligar 190, para que a polícia faça o que já está proibido por lei, será que será preciso o aumento no índice de motoqueiros degolados para que se faça alguma coisa? É só andar pelas ruas Jacome Teles de Menezes, Flamiano Costa, Itapiruna, Arlete e imediações.
[Leia a resposta]  
Leitor de Olinda reclama de vizinho que erramou um caminhão de metralha em frente a sua casa
Meu vizinho derramou um caminhão de metralha em frente a minha casa, onde já tentei falar para ele tirar essa metralha, mas fui informado que ele não ia tirar porque os rapazes que iam tirar tinham desistido. E o pior que disse que vai chegar outra carreta e que ele vai descarregar em frente a minha residencia se for preciso... Quais o meus direitos, o quê devo fazer pra solucionar esse problema sem causar outro?
[Leia a resposta]  
Leitor de São José dos Campos relata que o bairro Jardim Mariana II, dentre outros, ficou sem água na véspera do Natal
Na véspera do Natal, foi interrompido o fornecimento de água no meu bairro e em vários bairros de São José dos Campos sem nenhum aviso e logo no período da manhã, portanto senhores uma festa de natal sendo preparada para 50 pessoas, onde você tem que cozinhar lavar vasilhas, lavar o quintal e deixar tudo pronto para receber os seus convidados, beber água e principalmente tomar o seu banho para se arrumar para o seu NATAL, uma noite esperada para reunir a família e comer e beber sem se preocupar como lavar a mão ou uma louça e da tudo errado, ter que pedir para os seus amigos que chegam de outro bairro o favor para levar a sua família na casa deles para tomar um simples banho depois de um dia preparando uma festa sem água, atrasando toda a sua festa e deixando todos em uma situação constrangedora, porque sem água como usar um banheiro. Eu me visto todos os anos de PAPAI NOEL, é uma roupa quente e depois de ver as crianças felizes com o presente do bom velhinho, sai correndo tiro a roupa e tomo um banho para voltar à festa sem água imagine o estado que fiquei. Senhores pago as minhas contas em dia, com todos os impostos absurdos que temos, por um serviço de péssima qualidade por que a água chega sem força nenhuma no bairro, para encher uma maquina de roupa leva um tempo absurdo, a água do chuveiro é tão fraca que na maioria das vezes você tem que tomar banho com o chuveiro no frio ou você vai sair queimada dele, e agora mais essa. Ligue e falei no tel.0800-0550195 e fui atendido por ADRIANA - PROTOCOLO 9569916711, que simplesmente falou que o abastecimento voltaria a partir das 17:00 mas como foi em vários bairros iria ser lentamente podendo ser regularizado até as 11:00 hs prezados a água voltou as 02:00 hs da manhã do dia 25 NATAL com a pia da cozinha cheia de louça suja, todos na maior saia justa em razão dos banheiros sem descarga, só conseguimos preparar a comida porquê comprei água de galão, isso não pode acontecer em nenhum dia comum, menos ainda no natal, um prejuízo moral para esse consumidor que aqui desabafa e escreve porquê no dia 24/12 nos telefones 08000550565OUVIDORIA e 08007716883 ARSESP simplesmente você houve a seguinte mensagem, O ATENDIMENTO É DE SEGUNDA A SEXTA ATÉ AS 18:00 HS e o consumidor que se dane, tenho certeza que os diretores da SABESP e dos referidos órgãos fizeram um ótimo natal com os pagamentos dos otários que pagam suas contas. GOSTARIA DE UM RETORNO, SOBRE O QUE PODE SER FEITO PERANTE TODO O EXPOSTO.
[Leia a resposta]  
Leitora quer vender imóvel em Garanhuns (PE) e diz que pessoas responsáveis por tomar conta deste não querem sair
Sou proprietária de uma casa, que fica em Garanhuns (PE), e tenho 70 anos. O cunhado do meu genro deixou alguém tomando conta da casa quando viajei para São Paulo, mas eu não conhecia as pessoas. Passaram 5 anos e eles continuaram morando lá sem pagar nada. Agora preciso vender a casa, pois já sou idosa e não posso estar viajando sozinha, e pedi para meu filho ir até lá resolver a situação. As pessoas que estão na minha casa disseram que não irão sair. O que posso fazer? Não tenho condições agora de viajar pra PE. Eles têm algum direito sobre a minha casa? Meu filho pode resolver isso no meu lugar por alguma procuração registrada em cartório? Aguardo resposta.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que a SABESP deixou o bairro de Massaguaçu sem água no dia 26 de dezembro
É lamentável a SABESP fazer reparos na rede em pleno dia de Natal e hoje, 26/12, ainda estamos sem uma gota de água. Pelos telefones, não há quem dê uma resposta satisfatória. Será que não existe uma legislação a qual o contribuinte tenha direito de saber com antecedência que haverá corte no fornecimento? Mesmo não havendo legislação pertinente, seria uma forma de RESPEITO que o consumidor fosse avisado. Com a resposta a SABESP...
Leitor reclama de construção de igreja em Massaguaçu
Ao lado da minha residência está sendo construída uma Igreja (acredito em estado laico) que não respeitam absolutamente nada com relação a barulho. Trabalham apenas nos finais de semana e feriado. Já comuniquei através de diversos email a prefeitura (inclusive fazerem serviços de SERRALHERIA a ceu aberto com um barulho ensurdecedor) e lamentavelmente a Prefeitura não toma providência alguma.
[Leia a resposta]  
Leitor de Carapicuiba (SP) reclama do barulho provocado pelo Bar do Tarcizio, que vende bombas e rojões
Quero saber se um bar tem direito de vender bombas, rojões, biribas, etc. Se ele pode infernizar a vida de outras pessoas com estas malditas bombas que eles ficam soltando bem em frente a minha casa. Às vezes, eles estão tão bêbados que mal conseguem segurar o rojão. Tenho medo que um destes rojões ou bombas vá parar dentro da minha casa. Que órgão procuro para denunciar este maldito bar, que está tirando meu sossego e de muitos outros vizinhos? Me ajudem ou vou enlouquecer. Aguardo uma reposta, por favor. Obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por baile funk realizado na Av. Maria Santana
O problema seria estes intermináveis bailes funk, propagados no meio da rua, sem o menor respeito aos transeuntes que só gostariam de chegar em suas casas e ter seus direitos respeitados por jovens que, devido a falta de fiscalização do Estado, consomem em plena luz do dia bebidas e drogas, com seus carros e motos sem respeitar o nosso Código de Trânsito. Fico muito feliz com a Subprefeitura desta região pois ali eles realmente mostram para que servem: absolutamente NADA! Como cidadão que paga impostos, tenho os meus deveres e minhas obrigações. Não consigo descansar nos finais de semana, pois tenho, praticamente em meu portão, futuros delinquentes. Adoraria que houvesse a possibilidade de algo ser feito, que este veiculo de comunicação possa ajudar, pois hoje tenho a vontade de me mudar do lugar onde eu nasci e me criei. Já que quem seria realmente competente para tal, se tornou incompetente, e prestando sempre o desserviço ao munícipe.
[Leia a resposta]  
Leitora pede orientação para recuperar seu notebook, esquecido na casa em que morava com duas colegas
Morei nessa casa com mais duas meninas. Dividíamos juntas as despesas. Houve um atrito entre nós e resolvi sair de lá. Paguei tudo que devia, tirei minhas coisas de lá e o que foi levado por engano na mudança foi devolvido de imediato. Porém, deixei meu notebook e aparelhos da internet. Liguei e não me atenderam, mandei mensagem e dizem que tem que marcar o dia para pegar. Marco e nunca dá. Já vai fazer dois meses e preciso do computador. O que faço? Obrigada!
[Leia a resposta]  
Leitor alerta sobre crianças na Baixada do Glicério (São Paulo) que riscam carros de pessoas que não lhes dão dinheiro no farol
Venho, através deste site, dar um alerta a todos que passam pela Baixada do Glicério em São Paulo, logo após o Parque D. Pedro, na entrada para os bairros da Aclimação e Cambuci. Alerto que há crianças no sinaleiro pedindo naquele lugar e, como não conseguem, passam pregos na lateral dos carros por puro vandalismo. Só percebi que havia acontecido comigo quando cheguei em meu destino e verifiquei um risco da minha porta até a porta traseira. Claro que foram as crianças que descrevi, já que elas ficaram encostadas no carro tentando ganhar um trocado para sustentar a desocupada da mãe que estava sentada junto ao muro. Fiquei muito chateado. Fica o aviso a todos e aproveito para pedir que não deem dinheiro a crianças nas ruas pois acabam alimentando essa miséria na cidade e incentivando essas desocupadas e seus filhos nas ruas.
[Leia a resposta]  
Leitora da Vila Matilde relata que foi ameaçada pelos pais de um garoto que foi mordido pelo cachorro
Meu cachorro estava dentro do portão quando uma criança colocou a mão e ele a mordeu. Ele é vacinado. Apesar de ter socorrido a criança, fui ameaçada por seus pais. Eles chegaram a falar que dariam veneno ao meu cachorro. O que posso fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora de Osasco (SP) questiona sobre procedimento com relação a locador em caso de comportamento inadequado de inquilinos
Só queria saber qual o procedimento com relação ao locador quando os inquilinos fazem baderna e desrespeitam horários e as pessoas da vizinhança, causando temor e comportamento agressivo.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinho cujos cachorros latem durante a noite
Tem um morador que insiste em deixar seus cachorros acessarem livremente a sacada do apartamento em qualquer hora da madrugada. Ocasionalmente, os mesmos latem (uma hora é um Chow-Chow, outra hora é um Lhasa). Já falei com ele, solicitando que não deixasse os cachorros na sacada depois das 22:00hs, e ele simplesmente disse que "Não vai ser possível". Registrei então queixa no livro apropriado do condomínio. Sei que a síndica foi conversar com ele, mas parece que não adiantou. O que posso fazer, registrar nova queixa no livro para que o mesmo tome uma multa, e se não adiantar, registrar um BO na delegacia do bairro?
[Leia a resposta]  
Leitora de Campos do Jordão (SP) reclama de infestação de ratos na cidade
Já faz algum tempo que os ratos estão se proliferando deliberadamente na cidade de Campos do Jordão. Quase todos os restaurantes do Capivari têm invasões de ratos. A secretaria de saúde já está ciente do caso, mas nada tem feito para exterminar esta praga que pode passar doenças para as pessoas que costumam frequentar os badalados restaurantes do local. Praticamente todos os bairros estão sendo atacados por ratos e ratazanas, inclusive o que eu moro, que é próximo à Ducha de Prata. O caminhão de lixo passa apenas uma vez por semana e, às vezes, a cada 15 dias. Os rios não são limpos há séculos. A cidade agora está providenciando o sistema de esgoto porque a maioria das casas têm fossa (isso quando têm). Os mais pobres deixam todo o lixo e água suja irem direto para os rios. Isso tem que ser resolvido imediatamente!
[Leia a resposta]  
Gallarate na Ret Calzados (Montevideo, Uruguay) nunca mais, recomenda leitor
Em 16 de outubro de 2010, durante uma viagem a Montevidéu, comprei um par de sapatos marca Gallarate na Ret Calzados (Av. Gral. Fuctuoso Rivera, 1921, Montevideo). Após ver e experimentar diversas marcas e tamanhos, decidi por um modelo tamanho 43. Só fui usar o calçado vários meses depois, e ao faze-lo, notei, após 30 minutos, um enorme desconforto no pé. Ao verificar, notei que o vendedor tinha me dado, erroneamente, um número 42. Retornei a Montevidéu há poucos dias, e fui à loja com a caixa, os zapatos e a nota fiscal (No. 006743). A loja recusou a troca.
[Leia a resposta]  
Leitor que aluga apartamento no Grand Club Tatuapé questiona multa aplicada porque sua filha, que não mora com ele, usou a piscina do condomínio
Sou locador de um apto no condomino Grand Club Tatuape, e nesta sexta feira (23/12) estava realizando uma festa na churrasqueira do condominio, minhas filhas de 8 anos e a outra de 17 anos estavam na piscina, a de 17 anos não mora comigo atualmente mas já morou no início, o zelador foi duas vezes convida-la a se retirar da piscina alegando que ela nao poderia usar devido nao ser moradora do condominio, resido há 2 anos no condomínio e no periodo em que assinamos o contrato preenchemos tambem uma ficha das pessoas que usariam e circularian nas dependencias do condominio, por fim, fui ate a sala da administração do prédio onde o síndico estava me aguardando chegando la ouvi do memso que minha filha nao poderia estar usando a piscina, não concordei e de imediato ele me comunicou que iria aplicar uma multa e que iria comunicar a proprietária do imóvel a situação. Gostaria de saber como proceder neste caso.
[Leia a resposta]  
Leitora afirma que site Clube do Desconto não entregou mercadoria comprada em setembro
Comprei um tablete e um pendrive 8G no site acima, em setembro p.p. e até o momento não recebi nenhum dos dois. Tentei cancelar as compras, mas não consegui. O protocolo de cancelamento do tablet é de nº 6132409 e o protocolo do pendrive é 6152715. Me ajudem.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por imóvel alugado para baile funk na Rua Irmã Maria Lourença, Jardim Shangrila, Grajaú (SP)
Existe um imóvel na Rua Irmã Maria Lourença 773, que está sendo alugado toda sexta-feira para realização de baile funk. O som é insuportável e a musica contém diversos palavrões. Há consumo de drogas na rua e provavelmente no interior do imóvel. Eles cobram 5 reais de cada pessoa, prática ilegal, já que o imóvel é uma chácara e não tem proteção acústica. Já ligamos para a polícia diversas vezes mas ela sequer apareceu no local.
[Leia a resposta]  
Inquilino de apartamento na Rua José Bonifácio (Rio de Janeiro) reclama da infestação de baratas e ratos no prédio
Moramos neste prédio, com 8 apartamentos há dois anos e já não aguentamos mais o descaso do condomínio, da proprietária, da imobiliária e dos outros proprietários e condôminos. Neste prédio, existe uma grande infestação de baratas, pombos e até ratos (já tive que matar na área de serviço). Moramos no andar térreo e simplesmente não podemos abrir janelas, porta da área de serviço, etc, pois as baratas invadem todos os cômodos. Pagamos um aluguel de quase R$ 900,00 mais taxas e contas diversas, além do seguro fiança que foi uma maldade, de quase R$ 3.000,00, e outras taxas. Não sabemos a quem mais recorrer, já que todos dizem que o problema é do condomínio, que é trocado de 2 em 2 meses. Enfim, uma verdadeira zona e as pessoas que moram neste prédio não estão nem aí para o caso ou se acovardam sobre o assunto. Por favor, nos oriente para que possamos recorrer a quem de fato e de direito. Já não aguentamos mais tanta nojeira e indiferença das pessoas. Minha família e eu nos sentimos envergonhados por não podermos trazer nossos amigos em nossa moradia e indignados com o descaso das autoridades e principalmente, dos próprios moradores. Fico aguardando ansioso por uma resposta dos senhores sobre este problema. Obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor de Olina (PE) reclama de gerador de prédio vizinho, que faz barulho e emite fumaça em sua janela
Moro num prédio de mais de 30 anos. Foi construído, ao lado, um novo prédio e eles instalaram um gerador. Agora, à noite faltou energia aqui e eles ligaram o tal gerador. Além de um barulho infernal, o escapamento está apontado para a janela do meu quarto e a fumaça do combustível invadiu o meu apartamento, tornando quase impossível respirar! O que fazer pra que eles corrigirem esse problema? Tenho filhos pequenos e não quero isso pra mim e muito menos pra eles. Preciso de ajuda!
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de atraso na entrega de compra na Loja Marabraz no Interlar Interlagos
Gostaria de fazer uma reclamação de uma empresa: Loja Marabraz. Bom, no caso, se vocês verem as reclamações no 'reclame aqui' são muitas. O meu caso é o seguinte: no dia 17/10/2011, comprei um guarda-roupa modulado e recebi com atraso de 1 mês; ou seja, demorou 2 meses. Quando chegou, demoraram para montar e, na montagem, o rapaz informou que o guarda-roupa estava com as peças erradas; ou seja: mais um mês para efetuar a troca da parte errada. Eu queria apenas divulgar o pouco caso da loja marabraz para com seus clientes. Na hora de vender, é uma beleza. Os vendedores Cleiton e Gilmar da Loja Interlar Interlagos (Loja 81), me passaram número errado, ou seja, nunca consegui falar com eles.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhas que a ofendem e pede orientação
Não tenho gatos, mas o meu quintal vive cheio deles à noite. Hoje entrou na minha cozinha um gato muito estranho, pois ao tentar tirá-lo de lá ele rosnava, fiquei com medo que ele estivesse doente. Consegui tirá-lo da cozinha, mas não do meu quintal. Eu e minha filha passamos o restante do dia presas em casa, com medo do gato. No final da tarde, meu pai conseguiu tirá-lo, mas ele retornou mais tarde. Meu marido fez de tudo e nada do gato sair. Tive a ideia de jogar água morníssima nele, que partiu em disparada. Qual não foi a minha surpresa quando surgiu em minha porta duas mulheres enlouquecidas, se dizendo donas do gato, gritando insultos e dizendo que chamariam a policia sem nem sequer conversar, não deu outra em alguns minutos lá estavam os policiais no meu portão. Eles nos orientaram e foram embora, elas não se deram por satisfeitas e da porta da casa delas começaram a nos xingar e provocar, ignorei e entramos. O que faço agora se elas continuarem a nos xingar na rua? Quais são os nossos direitos? Desde já agradeço. Denise
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho que agride senhora de 87 anos
Uma idosa de aproximadamente 87 anos todo dia é agredida por um jovem de 19/20 anos. Ele se chama Renato e a agride com palavras, bate nela, cospe na cara dela, empurra ela, joga água quente nela, ameaça ela e sua própria mãe, Maria Madalena, o apoia nas agressões. Todos nós da rua queremos matar esse marginal. Ele está irritando a gente. Ele não deixa ninguém dormir, provoca os vizinhos, bate na parede e joga lixo na casa dos outros. Queremos uma providência urgentemente.
[Leia a resposta]  
Leitor sugere cuidado com o site da agências de empregos Manager
É sobre a agencia de empregos MANAGER que liga pra você dizendo que você foi selecionado por alguma empresa, pede pra você ligar em um numero de telefone interurbano pede todos seus dados inclusive numero da conta de banco, oferece um serviço de divulgação de curriculum por um certo valor te envia por e-mail e quando você abre proto você contrata o serviço que vem como gratuito só nos sete primeiros dias e depois passa a ser debitado uma quantia de 57,00 reais todos os meses,descontado em debito automático por uma assinatura que segundo o banco e o procom dizem ser legal ou que da o direito a eles descontar cuidado com este site...
Leitora reclama de vizinha que alimenta pombos
Minha vizinha alimenta pombos de rua aqui em nossa vila. Há alguns anos, fiz uma reclamação por aqui; a ANVISA esteve aqui, mas ela permanece alimentando esses animais que transmitem uma série de doenças. Agora, ela os alimenta nos fundos da casa (que inclusive divide muro comigo). Já não sei mais o que fazer. Ela é uma senhora idosa, com uma série de manias e que não nos escuta quando falamos. Um vizinho nosso esteve dentro da casa dela e inclusive informou que ela mantém alguns pombos dentro de gaiolas. Como devo proceder? Obrigada
[Leia a resposta]  
Leitora de Fazenda Rio Grande (PR) questiona se vizinha pode reclamar de lixeira posta na calçada
Temos a metade dos fundos do terreno e então um corredor que vai até a rua com dois metros e quarenta e cinco. Recentemente, ganhamos asfalto e, apesar do pequeno pedaço de frente de rua, pagamos por seis metros, ou seja, a metade da frente do terreno. Só que a moradora da parte da frente resolveu implicar com a cesta de lixo que está próxima do nosso portão, do lado de fora na calçada, dizendo que a calçada é dela e que temos que retirar a cesta de lixo. A meu ver, a calçada e pública e a minha lixeira está em local adequado, sem atrapalhar o fluxo de pedestres na calçada e ainda temos que receber insultos até do inquilino dessa moradora com quem dividimos terreno. Ele usa a nossa lixeira sem autorização e, quando vamos utiliza-la, está deveras cheia; em vez de comprar uma também, ela só sabe nos insultar. Queria saber se vou ter que retirar a minha lixeira por motivos de ela se achar dona de patrimônio público; já pagamos por seis metros de asfalto apesar de não termos nem três metros.
[Leia a resposta]  
Leitora de Mairiporã (SP) afirma que Buffet funciona na Vila Renascença sem autorização
Tem um Buffet que não tem autorização de funcionamento. Ele fica a cerca de 800 metros da minha casa, na Rua Estrada Velha de Bragança, km 26,5, e como é um sítio, é alugado para todo tipo de evento. Porém, pela falta de acústica (antes era uma casa normal e virou um espaço para eventos), sempre que tem algum evento (casamento, festa, confraternização...), o som do local fica muito alto até 4, 5 horas da madrugada. Às vezes fica o domingo inteiro desde as 7 horas da manhã. O som é tão alto que parece que está dentro da minha sala. Já fiz reclamação na prefeitura, ja chamei a polícia, mas ninguém faz nada! Como posso resolver o problema? O local não tem autorização de funcionamento.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama da ausência de ralo na sacada de seu apartamento
Comprei um apartamento que depois fui perceber que na sacada não tem ralo. Não posso lavar a sacada, nem o apartamento. Na sacada tem uma churrasqueira; como vou usar se depois não terei como limpar a gordura?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona construção de casa geminada com 5cm de fenda
Quando o vizinho faz a construção e faz outra parede como fica a parede geminada pois se construir outra parede, na divisa correta, vai ficar con 5cm de fenda e ai vai ter infiltração. Como preceder se o vizinho não abre mão dos 5 cm, como fica minha situação juridicamente?
[Leia a resposta]  
Leitor de São Roque (SP) reclama de barulho provocado com frequência em clube de campo na Estrada Romao Dias Goes
Há um clube de campo no bairro onde moro que, há meses, vem sendo alugado para jogos de futebol nos finais de semana, festas de aniversário particulares, confraternizações de empresas, aluguel da piscina para quem quiser passar o dia nadando (sem exame médico, diga-se de passagem). Sempre com o som altíssimo, violando a lei municipal 3.622/2011 (que diz que comércio e similares devem providenciar isolamento acústico quando forem provocar som alto). Só para se ter uma idéia, no último final de semana, no dia 16/dez alugaram o clube para uma empresa e o barulho da música alta tomou o dia todo. No sábado, alugaram para outra empresa, mais música alta o dia inteiro. No domingo extrapolaram: a música altíssima foi das 11 da MANHà até as 09 da NOITE, sem interrupção!!! Ligo no 156, mas ninguém atende. Ligo na Guarda Municipal, e ninguém atende também! Há meses esse clube de campo – QUE NÃO POSSUI FIRMA ABERTA, CGC, NÃO ESTÁ REGULARIZADO COMO EMPRESA e, portanto, NÃO RECOLHE IMPOSTOS referente às locações – vem infringindo sistematicamente a lei municipal 3.622/2011 (citada acima). Um vizinho me disse que entrou em contato por e-mail com a prefeitura, um fiscal foi lá (em dia que não tinha evento algum) e ficou por isso mesmo. Também não adianta o fiscal bater só na porta do vizinho ao lado do clube, porque os filhos/netos dele nadam na piscina e ele de vez em quando presta serviço pro clube. Ele não vai reclamar de nada nunca!! Tem que ir mais longe (o som vai longe!!!), que o fiscal vá conversar com os moradores das ruas de cima, nas outras casas também. Eu sou obrigado a pagar meus impostos em dia, porque ele tem que faturar livre de impostos e infernizar os outros com o som alto invadindo a casa da gente?
[Leia a resposta]  
Leitora de Recife (PE) reclama de vazamento de água da Compesa em buraco em frente a sua casa
Existe um buraco bem em frente a minha casa jorrando água da Compesa. As autoridades nos ensinam como evitar a dengue, mas nada fazem para consertar os buracos que jorram água e fazem poças de água bem em frente a minha casa.
[Leia a resposta]  
Leitora de Pelotas (RS) reclama de vizinha que joga lixo em seu pátio
Minha vizinha do apartamento de cima joga tudo que é lixo (água, comida para gatos de rua) no meu patio, na lage que tenho na frente de casa e nos fundos. Além disso, vive criando encrenca com todos os moradores do bloco, não aceita que alguém reclame e, se reclama, é pior: faz mais por gosto. Não sei o que fazer. Isso já esta me afetando psicologicamente, me ajude por favor!
[Leia a resposta]  
Leitora de Santarém (PA) reclama de vizinho que questiona sobre seu telhado e construiu área de serviço sobre muro
Minha casa foi construída a menos de 1 metro do muro e o telhado (de barro) fica bem no extremo deste. Contudo, tínhamos pedido do vizinho que morou antes. Agora, o vizinho atual questiona sobre o telhado, sendo que este tem mais de 10 anos. Além disso, ele construiu área serviço em cima do muro.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de construção em local impróprio (Travessa Olimpia de Deus) em São Bernardo do Campo (SP)
Boa tarde, minha reclamação é a respeito de um morador que está construindo em lugar impróprio. A Prefeitura de São Bernardo do Campo havia reformado a rua em que moramos, construindo uma escada de acesso à Rua Nilson Dias, mas o morador está destruindo tudo e impedindo a reforma de água e esgoto. Gostaria que a prefeitura de São Bernardo do Campo resolvesse esse problema, pois está prejudicando as pessoas que moram no local.
[Leia a resposta]  
Leitora pede ajuda para caso de aluno que agrediu garota no colégio Eudoro Corrêa (Fortaleza - CE) seja denunciado
Dia 20/12/2011, no período da manhã, no colégio Eudoro Corrêa, aconteceu um trágico acidente. Um aluno chegou e "tacou" seu cotovelo com força em uma aluna que, já de saída, estava na porta conversando com outra amiga. Ela, por sua vez, revidou com um murro nas costas dele, e ele, mesmo de costas, jogou sua perna para trás e acertou um chute na altura do peito da garota. A aluna foi para cima, porém o garoto a escorou na parede e aplicou-lhe vários socos no rosto. A outra amiga chegou para tentar apartar a briga, mas ele lhe deu um soco no braço. Quando os outros colegas de classe viram que a coisa estava ficando mais feia, eles foram separar a briga e foi necessário 7 meninos para segurar o aluno. A aluna foi à diretoria e passaram um bom tempo lá. Quando saíram, meia hora depois, o pai da garota já tinha chegado e a levou para casa. Perguntamos como ia ficar a situação dos alunos e a diretora disse que ia solicitar transferência para os dois, mostrando-se, novamente, sem poder para liderar tal cargo do colégio. Todos os professores disseram que era necessário expulsar só o aluno Daniel. Isso tudo aconteceu na Semana Cultural do colégio. Peço a vocês para entrar em contato com o Ministério da Educação de Fortaleza para denunciar.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de alarme de galpão na Rua Tomas Speers (Vila Maria), que dispara com frequência durante a noite
Moro ao lado de um galpão utilizado como depósito de peças para caminhões. A empresa, por segurança dela, instalou um alarme sonoro, com cerca elétrica em toda a volta o galpão. Ocorre que o alarme fica disparando à noite e durante toda a madrugada. Cada vez que dispara, fica 5 minutos tocando. Dessa forma, minha família e eu, que precisamos trabalhar logo cedo, não conseguimos dormir sossegados. Já solicitei várias vezes ao encarregado do galpão pessoalmente e também por telefone e nada foi resolvido definitivamente. Quando ligo, o encarregado liga para a empresa do alarme e estranhamente o alarme para e não toca mais naquela noite e madrugada. Assim, chego a conclusão que os disparos são programados para acontecer nos horários noturnos e de madrugada. O que posso fazer administrativamente e juridicamente para impedir que isso continue? Aguardo retorno. Desde já agradeço.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de uso indevido de sua imagem e diz que foi ameaçada por quem o fez
Um cara chamado Delis S.(3 perfis no orkut) colocou fotos minhas e de outras amigas em um álbum no Orkut (com o título de "Minhas Vadias"). Ele me xingava de todos os palavrões na rede social e pedia para eu e minhas amigas entrarmos no MSN de madrugada e ficarmos peladas. Esse cara é um doido! Gostaria que tomassem providências, por favor. Já fui até ameaçada pelo MSN. Desde já, agradeço.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que engenheiro da empresa Águas de Nova Friburgo faz uso de equipamentos e empregados da empresa para interesses particulares
O proprietário de uma construção nesta rua é engenheiro da empresa Águas de Nova Friburgo. Ele está construindo uma casa e fazendo uso da empresa na construção. São máquinas, empregados que vêm prestar serviços particulares para ele até uniformizados. A questão é: como um funcionério de uma empresa que é uma autarquia municipal pode fazer uso desta para fins de uso próprio? Ou estou enganada essa possibilidade é totalmente legal em nosso municipio?
[Leia a resposta]  
Leitora do Rio de Janeiro (RJ) reclama de vizinho cuja residência corre risco de desabamento
Olá. Estou tendo problemas com meu vizinho, que construiu sua casa a menos de meio metro do meu muro com saidas de agua de chuva viradas para o mesmo, abriu uma janela com vista para meu quintal, e nesses ultimos dias pude perceber uma pequena queda de barro no meu quintal, ou seja colocando em risco a minha casa, se caso a dele vier a desabar, ou ate mesmo meu muro que separa nossas casas nao aguentar...ja procurei a justiça e a prefeitura que disseram que q casa dele seria demolida, e aguardasse a presença de um perito, mas até agora nada feito. Como devo proceder, onde buscar ajuda?! Obrigada
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de prejuizo devido a serviço executado incorretamente por salão de beleza
Tive um prejuízo em um salão e a proprietária disse que só pode esperar meu cabelo crescer que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que site www.meucelularnovo.com.br ainda não entregou seu produto e tampouco ofereceu soluções para o problema
Comprei três celulares nesta loja e paguei via boleto bancário no dia 28/11/2011. Hoje, 18/12/2011, ainda não o recebi. Já enviei uns 30 e-mails e não me respondem. Liguei no telefone (11) 3522-7772, fiquei 1 hora e 20 minutos para ser atendido e a senhora Carla, atendente da loja, me disse que não sabia o que estava acontecendo!!! Então pedi o endereço da loja para ir retirar, ela me disse que não, porque a loja é virtual e tem que aguardar e desligou na minha CARA. UMA FALTA DE RESPEITO,COM O CLIENTE !!!!! CUIDADO. MEU PEDIDO É : 4106369
Leitor pede ajuda para recuperar seu imóvel, já que inquilino sumiu e deixou seus pertences lá
Um inquilino trancou o apartamento com as coisas dele lá e sumiu. Não sei do paradeiro dele. Ele foi despedido do emprego e não sei onde se encontra. O que fazer? Quero o imóvel de volta.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho dos três cachorros do vizinho
Meu vizinho construiu um canil encostado no muro de divisa, bem ao lado do meu quarto. Ele tem 3 cachorros rotwailer. Latem e gritam a noite toda e batem nas grades dos portões. Não consigo mais dormir a noite, minha esposa sofre de insônia e eu de pressão alta. O que posso fazer para resolver isto? Obrigado pela ajuda.
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se o seu irmão e sua cunhada podem aumentar a casa que construiram nos fundos do terreno de sua mãe
Meu irmão e a mulher construíram nos fundos do terreno da minha mãe. Separaram (divórcio) e ela processou minha mãe e meu irmão. Uma ação indenizatória, na época de R$50.000,00, dividido entre meu irmão e mãe. Algum tempo atrás, ela foi chegando... chegando e acabou que minha mãe (80 anos) a deixou ir morar na casa novamente. Ainda não pagamos. Na verdade, foi a pior coisa que podia ter acontecido. Tá um inferno! Um monte de moleque sem educação entra e sai o dia inteiro. Estou quase conseguindo o dinheiro para o pagamento. Já perdi a conta de quantas vezes fui ao hospital levar minha mãe por causa de nervoso. Acontece que agora ela quer aumentar a casa. Gostaria de saber se, mesmo sem a autorização da minha mãe (dona da casa), a mulher e meu irmão têm o direito de construir e aumentar a casa. Porque, se for assim, nunca vou conseguir pagar a ação indenizatória da minha mãe, já que parei de trabalhar porque não posso deixar minha mãe sozinha aqui. Se quiserem dar uma olhadinha, esse é o numero da ação que ela entrou contra minha mãe e o otário do meu irmão. Processo numero ;-2005.000444-6 Gostaria de saber se podem construir mesmo sem a autorização da minha mãe, mesmo tendo essa ação de indenização para pagar? Ficaria muito grata se me disserem como devo proceder.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por bar e carros com som alto na Rua Araçazal durante a noite.
Boa noite. Moro em uma rua com barulhos constantes. A maioria deles ocorre no período noturno. Existe uma espécie de bar (minúsculo, inclusive) na frente do prédio (o condomínio que moro possui 24 torres, cada uma com 16 apartamentos, de forma que ocupa todo o quarteirão). Nesse estabelecimento, a música é constante, a bebida rola solta e a maioria do público é menor de idade. Aos finais de semana, alguns carros abrem o porta malas e ligam o som em um volume MUITO alto. Tão alto, que eu, do último andar não consigo sequer atender o telefone. Nas tentativas no 190, a demora foi grande, solicitei viatura e não houve solução. No 153, a mesma coisa. Já tentei resolver de forma amigável, porém tanto os responsáveis pelos menores, quanto os responsáveis pelos carros, ou do bar, não se importam com as reclamações. Me sinto uma completa babaca, tentando resolver de forma amigável. O condomínio afirma que não há o que fazer, uma vez que o barulho é na rua, e não dentro do condomínio. Gostaria de saber se existe algum procedimento a ser adotado. Muito obrigada pela atenção.
[Leia a resposta]  
Leitora de Cambuci questiona a respeito de vaga para carro na vila em que reside na Rua Antonio Tavares
Gostaria de uma informação... Moro em uma vila (rua sem saída), são 10 casas: 5 de cada lado da calçada. No espaço entre as ultimas duas casas, foi construída cobertura, onde são colocados os carros. Ontem, comprei meu carro e coloquei na vaga. Hoje a vizinha veio reclamar porque o filho dela teve que deixar o carro na rua (sendo que tem espaço em frente a sua casa) já que o meu estava na vaga. Minha pergunta.. A área é comum, o certo não é quem chegar coloca o carro? Ela não comprou vaga... E o filho não mora mais lá... apenas dorme lá alguns dias. Obrigada!
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinhos cujas crianças gritam muito (a mando dos pais) e dão apelidos ofensivos aos demais
Moro em lugar de parede meia com vizinhos que têm crianças que gritam o tempo todo (a mando dos pais), tirando o sossego da gente. Se começamos a conversar em nossa casa, logo eles começam com a gritaria e ficam rindo e debochando. Em alguns casos, até colocam apelidos, dando a entender que é para nos ofender. E isso eles só fazem com a gente (no caso, a minha família), gostaria de saber o que eu posso fazer para dar um basta nesta situação e se a lei está do meu lado caso eu venha a processá-los ou coisa do tipo. Obs.: Isso ocorre quase todos os dias e a qualquer hora, quase que sem intervalos. Talvez minha reclamação pareça um tanto quanto exagerada, mas só estando na minha pele para saber o grau da picaretagem que eu estou expondo a vocês.
[Leia a resposta]  
Leitora diz que vizinhos exageram nas reclamações referentes ao barulho produzido por ela e seu marido e pergunta o que pode ser feito
Moro de aluguel nesta residência há 2 meses. Ontem, 14/12/2011, a proprietária de minha residência foi até o emprego de meu marido e disse que meus vizinhos reclamaram com ela do barulho que fazemos durante a noite; reclamaram até do barulho de minha caixa d´água! Acontece que antes de nos mudarmos para cá, a casa ficou vazia por algum tempo. As pessoas que aqui moravam eram um casal de idosos doentes e, logo em seguida, faleceram. Agora que estamos morando, esses vizinhos exigem silêncio absoluto. Meu marido trabalha em comércio e chega em casa por volta das 23h45; os vizinhos reclamam até do barulho de panelas e louças, da descarga do banheiro. Bem, a intenção dos mesmos é de que a proprietária não renove o contrato conosco. Uma observação: minha casa fica no meio de 2 sobrados destes vizinhos, o que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinha que abandona carros na rua e mantém residência em estado precário
Moradora L.M.G. simplesmente abandonou o veiculo FIESTA PRETO (Placa CZD) na rua. O carro não anda mais e está fazendo com que o lixo levado pelas águas da chuva pare no pneu virado para a guia. Casa suja, em estado de putrefação, desvalorizando os imóveis vizinhos. Esta noite, desabou a laje da área. Ninguém limpa o quintal, que contém recipientes que podem armazenar água de chuva, trazendo perigo de surto da dengue. Com a Prefeitura nem adianta reclamar, porque todos os vizinhos já o fizeram (inclusive um foi até agredido pela moradora referida e o caso deu polícia). Além deste veículo, a moradora também deixou outro (Ford Ka, placa CYQ 7144) fechando o portão da garagem de outra casa. O vizinho prejudicado chamou a CET e a mulher o agrediu verbalmente (além de ameaçá-lo). Então, pela agressividade da mesma, parece que o morador está impetrando ação criminal e civil para ressarcimento por danos morais contra a mesma. Também sou morador e me sinto prejudicado no que tange não só aos 2 veículos que permanecem em frente aos portões de guia rebaixada dos meus amigos, como também pelo estado caótico da residência sem reboque, com muita umidade, mofado, com mato pelo quintal, muito entulho, restos de de materiais de obra, latões, baldes e armários velhos. Este imóvel está desvalorizando os demais de forma vergonhosa! Tendo 2 veículos, a moradora L.M.G. poderia muito bem fazer uma reforma na pretensa moradia. Tem garagem, porém cheia de mato, sujeira e entulho de todo tipo. Já tive problemas com o veiculo da mesma, pois comprei materiais de construção e o caminhão não podia passar por causa do Fiesta Preto abandonado. Não estamos mais aguentando esta mulher. Escândalos e discussões são de praxe e habitualmente tido como normal para esta mulher e sua mãe. Já tiveram problemas com o motorista do caminhão coletor de lixo, e até a mesma chegou a chamar a polícia para os funcionários que foram embora e a deixaram falando sozinha. Pedimos que a Prefeitura seja acionada ou teremos que ingressar com ação de abandono de imóvel. Vou tirar fotografias para mostrar a veracidade dos fatos aqui citados, mesmo que posteriormente à postagem desta.
[Leia a resposta]  
Leitor ambientalista sugere campanha mais efetiva de coleta de lixo por parte da Prefeitura de São Paulo. LIXO ? TOLERANCIA ZERO !!!
Como ambientalista, acho que o Sampa Online deveria fazer uma campanha através de todos e-mails registrados pelos senhores, com relação a quantidade de lixos e entulhos espalhados pela cidade. Apesar do Prefeito ter assinado recentemente um contrato milionário com empresas responsáveis pela coleta e varrição do lixo, seu segundo mandato tem sido um verdadeiro desastre com a questão. O slogan da minha campanha é simples: "LIXO? TOLERANCIA ZERO!" Lixo e o entulho são questões de Saúde Pública, pois além de emissores de gases tóxicos, são um verdadeiro paraíso para infestação de pragas, tais como baratas, aranhas, escorpiões, lacraias, mosquitos da dengue, percevejos, carrapatos, ratos, etc. Exemplos clássicos que todos sabem, mas não tomam os devidos cuidados: uma embalagem qualquer, (como copo descartável, garrafa plástica sem tampa, lata de alumínio ou não), quando jogada nas ruas ou terrenos baldios e sujeita a chuvas, retém uma certa quantidade de água limpa; é onde o mosquito da dengue coloca seus ovos. Duas semanas depois, temos milhares de novos mosquitos picando a população.
O morador de Rua costuma queimar plásticos e restos de pneus para espantar os mosquitos, porém este ato ocasiona grande toxidade no ar. Por exemplo, o PVC, quando queimado, é altamente tóxico, assim como restos de pneus e plásticos, que podem liberar Benzeno, que também é toxico e cancerígeno.
Portanto, devido a grande quantidade de impostos que pagamos nesta cidade, a Prefeitura deveria implantar, de imediato, a Destinação correta dos Lixos e Entulhos em toda a cidade, varrendo guias e sarjetas, multando pesadamente quem não cuidar de sua calçada — limpando-a todos os dias, colocando o lixo no horário da coleta (logicamente separando sempre o lixo reciclável do lixo orgânico) — multando todo veículo cujo motorista ou passageiro jogue lixo pela janela.
De que adianta ter o "Controlar" para os carros, ônibus e caminhões não poluírem o ar, se a Cidade está toda poluída por lixos e entulhos?
LIXO ? TOLERANCIA ZERO !!!
Agradeço antecipadamente a oportunidade,
Antonio da Ponte (Ambientalista da Aclimação)
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de lixo na esquisa da Rua Dr. Marrio Ferraz esquina com a Av. Cidade Jardim
Eu gostaria de expressar minha indignação com a sujeira da cidade de São Paulo em geral, mais especificamente no meu bairro, esquina da minha casa, Rua Dr. Marrio Ferraz com a esquina com a Av. Cidade Jardim. Tem um monte de sujeira há mais de uma semana, juntando água da chuva, bichos, baratas, ratos e etc e simplesmente ninguém faz nada. Onde está o serviço de limpeza do bairro?? Não é possível que as coisas continuem no desleixo que está. Eu fico revoltada.
Leitor da Casa Verde denuncia que na Rua Maria Julia há uma empresa clandestina de alimentos que traz transtornos à vizinhança
Moramos na Rua Maria Júlia - Casa Verde e não aguentamos mais. Nessa rua existe uma empresa clandestina de alimentos e os alimentos são descarregados no meio da rua. Os caminhões de grande porte estacionam em frente as casas e quebram toda a calçada. Nós não aguentamos mais e quando vamos reclamar eles nos dizem para procurarmos nossos direitos. Existem placas do DSV de proibição de caminhões.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de banca de frutas que funciona 24 horas frente ao Shopping Continental
Moramos num bairro residencial que divide dois municípios: Osasco-São Paulo. Defronta a esta divisa, onde os municipios são separados por uma Avenida, Av. Corifeu de Azevedo Marques e Av. dos Autonomistas, há o Shopping Continental, onde na praça há uma banca de frutas que tornou-se o horror do bairro. Funciona 24 horas por dia. A noite há paradas de carros e etc e o som que invade as ruas paralelas, frontal e lateral é absurdamente insuportável. Há também uma lanchonete chamada Prensadinho. Um semáfaro de fronta a estes dois comércios e para ajudar motoqueiros e carros quando param no sinal temos dois barulhos: moto e som dos carros. Por favor me oriente no que fazer, pois meu apartamento fica do outro lado da banca de frutas e etc e o som entra por todos os poros do prédio. Socorro!!!!!!!!!!!!. A prefeitura até o momento nada fez a não ser colocar placas indicativas para não ligar o som alto, isto é se foi a Prefeitura.
[Leia a resposta]  
Leitora afirma que vizinha estaciona veículos em guia rebaixada com aval da CET, e pede que CET coloque placa de proibido estacionar
Vizinha com aval da CET deixa veículos nos portões de garagem rebaixada, obstruindo a passagem de todos. Esta mulher colocou seu FORD KA PRATA PLACAS DE DESCALVADO CYQ 79144, NÃO POSSUE PLACA DIANTEIRA, APENAS TRASEIRA. Tem sido um verdadeiro transtorno, ontem me deparei com 1 dos veículos desta mulher, simplesmente abandonou no meu portão de entrada de garagem. Outro dia ela abandonou no portão de outro vizinho que chamou a CET, houve muita briga e ameaças por parte da proprietária dos veiculos FIESTA PRETO CZD 8610 E FORD KA - PRATA CYQ 79144 DESCALVADO, a pessoa mencionada é violenta e tem trazido muitos transtornos para os moradores desta rua. Estamos nos sentindo como em uma favela do rio de Janeiro, que tem que pagar pedágio para viver em paz. Esta mulher transformou nossas vidas num verdadeiro inferno. Ela e a mãe agridem a todos, com palavrões, difamações e ameças físicas, chegam a sair na rua para bater nas pessoas. Peço encarecidamente que nos ajude, pedindo a CET que coloque placa de PROIBIÇÃO DE ESTACIONAR,por que só assim melhorariam os animos. Tendo esta rua menos de 4 m de largura e muito estreita, as casas são muito próximas e conseqüentemente os portões das garagens ficam proximos, a rua é sem sáida e íngreme com paralelepípedos, sendo esta rua perto do Parque Santana Shopping. Pedimos que intercede juntamente a CET para SOLICITAÇÃO QUE JÁ FORA FEITA INÚMERAS VEZES, TENDO EM VISTA ESTA MORADORA PROBLEMÁTICA, QUE SEJA COLOCADO PLACA PROIBINDO ESTACIONAR. O caso deu policia ontem, esta mulher agrediu a vizinha, que por sua vez esta providenciando processo criminal e outro civil contra a referida pessoa. CET precisa fazer a parte dela, ou acontecerá morte ali, pois estamos sendo ameaçados pela proprietária dos 2 veículos. Esta pessoa é desocupada, não possue vínculo empregatício, nunca trabalhou na vida, e possivelmente mostra-se sempre muito alterada.
[Leia a resposta]  
Leitora diz que vizinho idoso defecou na porta do seu apartamento e quer saber se pode processa-lo
Tenho um vizinho que defecou na porta do meu apartamento e pelo circuito interno o identificamos. Ele é idoso tem mais de 65 anos, porém na filmagem ele não bate na minha porta antes de fazer tal ato. Após ver a cena, eu bati na porta dele e pedi para que ele limpasse a sujeira. O filho foi limpar. Queria saber se eu posso mover alguma ação (cívil, criminal ou administrativa) contra este senhor ou contra o filho dele (que neste caso não cuida do idoso que tem em casa)?
[Leia a resposta]  
Leitora de Joinville reclama que apresentações no palco na Praça Nereu Ramos perturbam moradores do Edifício Manchester e do Hotel Colon
Moro na cidade de Joinville SC em um edifício em frente a uma praça muito movimentada, no centro da cidade. Nessa praça tem um palco, e esse palco é liberado "a deus dará" pela CONURB. O problema está presente em um palco utilizado por diversas instituições nos 7 dias da semana. É música sacra desafinada e alta, é indiozinho tocando flauta, é grupo de capoeira com berimbau, é pastor pedindo dinheiro, é festival de dança, é dia da luta anti-manicomial e eu ficando louca com tudo isso! O pior de tudo é que TODAS AS JANELAS DO MEU APARTAMENTO SÃO VIRADAS PARA ESSE MALDITO PALCO! Não da para ver tv, não dá para ouvir música, muito menos falar ao telefone. Tem 2 hotéis nessa rua, tem apartamentos, casas... já basta os vendedores das lojas com os microfones! Já liguei para PM que diz não poder fazer nada pois o problema é do FUNDEMAS que por sua vez dizem que o problema é da CONURB... Sr Prefeito Carlito Merss: levante da cadeira e faça algo pelo amor de Deus! O brasil inteiro já sabe depois do episódio "impeachment" que sua reputação como prefeito está deixando o nosso povo a desejar. O mínimo que você pode fazer é "proteger" os turistas que se hospedam no Hotel Colon, pois isso é motivo pra qualquer pessoa não querer pisar o pé nunca mais em Joinville! Srs advogados, quanto as leis, quais meus direitos e "escudos" contra esse "bombardeio sonoro" e diário? A lei que fala sobre o "bem comum" se encaixa, se sim, há mais alguma lei a nosso favor, reles moradores do Edifício Manchester?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de poluição provocada por fábrica de armagassa em Belém (PA)
Existe uma fábrica de argamassa,que solta uma fumaça, fuligem que incomoda moradores, idosos com problemas respiratórios, crianças e fora que suja as casas. Dizem as más linguas que a policiaa do meio ambiente já esteve no local, mas ....
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho que estaciona veículos na porta de sua garagem
Meu vizinho tem uma Kombi, um fusca e um Corsa que insiste em deixar na minha porta apesar de saber que tambem tenho carro e preciso guarda-lo na minha garagem. Hoje cheguei e encontrei a Kombi na minha porta, chamei na casa dele. Parece que não tem ninguem, apesar das luzes estarem ligadas. Já pedi com educação pra ele tirar varias vezes mas ele simplesmente faz de proposito. Gostaria de saber o que faço nesse caso, ja que parece que ele não quer colaborar?
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se síndico pode proibir que a portaria receba suas encomendas
Moro em um condominio e sempre recebi encomendas pelo correio, entrou um novo síndico e, ao chegar uma encomenda para mim na minha ausencia mandou o correio levar de volta e proibiu o porteiro de guardar para posterior entrega, me prejudicando. O sindico tem esse direito? O que posso fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona de crianças e adolescentes tem o direito de perturbar o sossego e faltar o respeito a idosos
Moro em uma rua onde acredito não haver um mínimo de respeito ou cidadania, crianças e ou adolescente devem ter regras e respeito para com os mais velhos, ou seja "seus pais devem se preocupar com sua educação" ensinando o que por lei e direito pessoas mais velhas devem ser respeitadas. Crianças saem da escola as 17 ou 18 horas e se encontram com outros "adolescente" e jogam bola, gritam, falam palavrões, jogam "bombinhas" EM RESIDÊNCIAS, dizem que tem o direito de fazerem o que quiserem porque a rua é publica, em fim, ficam até as 22;00 horas ininterruptamente, uma algazarra total. Não podemos estabelecer aos nossos filhos,QUER DIZER,(os meus foram muito bem educados)AOS FILHOS E DONOS DAS RUAS, responsabilidades a seus pais sobre pessoas que estão com sua saúde prejudicada por excessos de direitos destas criancinhas e adolescente? E os direitos de meus pais??? Qual realmente é o interesse de favorecerem tantos jovens e que se 'danem' os idosos???? Desculpem o desabafo mas gostaria de uma explicação jurídica se possível. Abraços e obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitora da Rua Antonio Custodio Godoy reclama da velocidade dos carros que trafegam na rua
Gostaria de manifestar minha reclamação referente ao excesso de velocidade e também o tráfego de veículos em minha rua. Embora seja uma rua de bairro residencial o trânsito local é um absurdo, pois em área residencial a velocidade máxima permitida é 40 km/h e chegam a passar a 70/80 km/h. A rua não possui lombadas nem muito nenos sinalização.
[Leia a resposta]  
Leitor acusa prefeito de Santana de Parnaiba de contratar funcionários fantasmas
Gostaria de saber quando é que a justiça vai impredir o prefeito de Santana de Parnaiba de contratar funcionarios fantasmas, alias já foram varias as denuncias e o prefeito continua recheando a prefeitura, dendo prejuizo ao erario publico, existem varias denuncias e inqueritos instaurados, mas até agora não se viu o efeito e as eleiçoes 2012 estão ai, tem 39 partidos controlados por ele, onde os presidentes são funcionários da prefeitura, se ficar contra ele são mandados embora, que nós podemos fazer. Com a palavra o Ministério Público.
[Leia a resposta]  
Leitor da Cidade Ademar pergunta se pode obstruir totalmente a calçada com coqueiros e plantas
Por favor, como um morador pode obstruir totalmente a calçada ? Com coqueiros e plantas, e estão usando as plantas para esconderijo de DROGAS.... SOCORRO
[Leia a resposta]  
Leitora da Vila Gustavo reclama de vizinho que estaciona sua Kombi sob sua janela e acorda ela e seu filho todas as manhãs
Mudei para uma viela há 6 meses, o pessoal costuma estacionar seus carros na frente de suas casas, eu não tenho carro, mas na frente da minha casa(debaixo da minha janela do quarto) fica estacionado uma Kombi ou Siena, os dois automoveis são do mesmo proprietario. Já pedi ao mesmo para retirar a Kombi, pois ele sai entre 5hs e 6hs da manhã e a Kombi faz muito barulho,durmo com meu filho de 7 anos nesse quarto e acordamos assustados toda manhã, até concordei dele deixar o outro carro que faz menos barulho,mas ele voltou a colocar a Kombi, no inicio falou que faz anos que deixa seus carros no mesmo lugar,e esta casa que aluguei ficou anos fechada, mas eu pergunto.1-Qual o direito que ele tem, se aluguei a casa, pago por ela,mesmo não tendo carro não quero ser incomodada, e se eu tivesse, acho que a vaga ou o lugar em frente deve ser de meu direito, ou não. Por favor respondam pois já falei com ele com educação, mas não resolveu.
[Leia a resposta]  
Leitorar denuncia que loja Pulo do Gato, na rua Apucarana, joga lixo na calçada dos outros
A loja Pulo do Gato, que fica na Rua Apucarana, 1096, jogou um monte de caixas, pelo menos umas dez, bem em frente ao prédio onde moro. O lixo foi jogado na madrugada dessa segunda-feira, dia 12 de dezembro de 2011. Tenho fotos do entulho que eles simplesmente colocaram na porta dos outros. Uma vergonha
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que forno de padaria em Jabocina (PA) esquenta o piso do seu apartamento
Eu moro em um apartamento e embaixo abriu uma padaria que esta causando transtorno, pois o forno da mesma esta esquentando o piso e a casa toda . O que devo fazer? Tem alguma lei que impeça ou restrinja esse tipo de atividade ?
[Leia a resposta]  
Leitora da Manaus denuncia ligação clandestina de água na Rua Louro Chumbo (Monte das Oliveiras)
A ligação de água nesse endereço é clandestina e diariamente é derramada grande quantidade do líquido para a rua e para a minha casa. Quero providências urgentes. Já pensei em chamar a imprensa.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de problemas que trepadeira de prédio vizinho traz a sua propriedade
Os fundos de minha propriedade formam divisa com um condomínio, a soma do muro com um prolongamento de tela metálica perfazem uma altura de aproximadamente 10m (dez metros). O condomínio possui uma planta do tipo trepadeira, que vem se alastrando pelo muro, pela tela metálica e sobre meu telhado provocando uma série de problemas: entupimento da calhas, retenção de humidade, diminuição da luminosidade e ameaça de desabamento da cerca. Procurei o síndico para conciliação pessoalmente e por e-mail, não fui atendido e não obtive resposta aos e-mails. A partir dai procurei a PMSP (protocolo 2011/00742081_), fui informado que "por estar em propriedade particular: não podemos fazer nada". Gostaria de orientação de como proceder, quais medidas adotar. O problema também atinge vários moradores vizinhos ao condomínio, uma ação conjunta seria mais eficiênte? Agradeço a atenção.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vizinho que tem oficina e eche a rua de carros para consertar
Tenho um vizinho que tem uma oficina e enche de carro na frente de casa. A calçada já está toda quebrada e toda hora ele fala que a rua é pública, como resolvo?
[Leia a resposta]  
Leitora de Santa Bárbara D´Oeste reclama de vizinhos que a perturbam
Há mais de 6 meses convivo com vizinhos que nos pertubam. Moram 2 inquilinos no mesmo terreno, eu moro nos fundos, mas preciso usar do portão da frente para entrar na minha casa. Os vizinhos da frente possuem automóvel, mas o mesmo não cabe na garagem, e o portão fica semi-aberto com uma enorme corrente e cadeado, só que todos passam por debaixo dessa corrente. O portão dos fundos que dá de entrada para minha casa é muito baixo, sendo assim nossa casa esta sem segurança, visto que a casa da frente é bem fechada, com muros altos. Tentamos conversar com eles não conseguimos acordo, tentamos na imobiliária não conseguimos acordo. Agora a vizinha reclama de tudo, não posso ouvir música, não posso ter cachorro... Constantemente ela abre a porta e começa nos insultar e ameaçar... faz gritaria... não posso fazer festa de criança durante o dia que ela se incomoda e entra no meu quintal impondo ordens, como se fosse a dona da minha casa, até onde isso pode chegar? O que eu posso fazer, tenho como tirar fotos do portão, meus familares são testemunhas do meu sofrimento, pois não tenho paz e sossego na minha casa... Posso processá-la, farei B.O. prestando queixa das ofensas e ameaças...
[Leia a resposta]  
Leitor de Auriflama reclama do cheiro do caminhão de bois que estaciona em frente de sua residência
Um morador desta cidade, que não mora neste bairro, estaciona seu caminhão de boi a 30 mts da minha casa, do outro lado da rua, mas quase defronte dela. Este caminhão transporta bois, que defecam e urinam no caminhão e produz um odor terrível. Qual a base legal e que processo devo mover para obrigá-lo a não estacionar neste local? Obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor de São Roque questiona se a Polícia Militar pode, baseada no Código de Trânsito, multar veículos particular com som alto
Bom dia, Em relação à questão “som alto em automóveis particulares”, a PM pode efetuar multas com base nestes dois artigos do Código de Trânsito Nacional?
Art. 228 – penaliza aqueles que utilizam aparelho sonoro em volume e frequência em desacordo com as normas
Art. 229 – penaliza os que usam aparelho que produza sons ou ruídos que perturbem o sossego público
Se eu ligar para o 190 e denunciar um veículo que está infringindo esses artigos, eles irão atender a ocorrência? Essa denúncia poderá ser anônima?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por som de carros em último volume na Av. General Penha Brasil 250
Todo o final de semana a situação se repete. Na altura da Av Gen Penha Brasil 250, tem um depósito de construção que oferecem aos seus clientes a calçada como estacionamento. Nas madrugadas do final da semana, tal estacionamento é ocupado por jovens que ligam o som dos carros em volume ensurdecedor. Já liguei para o 190 inumeras vezes. Procurei pessoalmente os policiais e eles me indicaram procedimentos intermináveis de BO, de processos, de solicitação de tomada de providencias... o complicador é que a queixa não se limita a uma pessoa, sendo o problema se repete com carros diferentes a cada final de semana. Nenhuma solução imediata é oferecida pela PM ou pelo PSIU. Hj, por exemplo, fiz a denuncia as 00:40 e, agora já as 01:50, o barulho continua. Tem uma viatura atendendo outra ocorrência no local, Gen Penha Brasil 250, e não tomaram nenhuma providência, mesmo sendo gritante a situação de perturbação da ordem pública e poluição sonora.
[Leia a resposta]  
Leitor sugere criação de lei para que crimes relacionados com desvio de dinheiro público sejam cumpridos apenas em regime fechado
Temos é que nos mover e criar uma lei, para que desvio de dinheiro público seja crime com pagamento apenas em regime fechado, ou seja, quem desviar dinherio publico deve ir para cadeia, não importa o cargo, para esse tipo de crime não e possivel usar nenhum benificio, um exemplo os politicos, serem jugados como pessoas normais..!! Aparti desse momento eu afirmo e confirmo que o Brasil vai crescer de verdade..!! Estimativas dizem que foi mais de 8 bilhões de reias desviados dos cofres publicos e federais, apartir do momento que vira crime isso mudara e claro aumenta a pena maxima para 50 anos e nada de saida com no minimo 80% da pena..!! Leis duras para pessoas que não respeitam os trabalhadores do país que são a base de tudo..!!
Leitora reclama de vizinha que coloca som alto nos finais de semana
Há mais de dois meses venho tendo problemas com o meu vizinha da casa a direita. Estou com bebê de 3 meses e todos os sábados e as vezes até mesmo domingo, é colocado som na casa deles e perturbando o nosso sossego, mesmo com a televisão do quarto ligada, e as portas fechadas, o som AGUDO é passado. Isto que meu marido já foi conversar com eles pessoalmente e não conseguiu chegar a um acordo. Então solicitamos a policia e a mesma comunitária conversou e pedimos para chegar em uma acordo na frente do policial, eles inventaram muitas coisas e depois que a polícia foi embora, a dona da casa fez um escândalo no quintal nos chamando de loucos. Isto faz 20 dias atrás, dois finais de semanas. No final de semana passado, ficamos fora o dia todo para que conseguíssemos ficar em paz, pois não consigo amamentar e a bebê não consegue ficar em paz. Neste final de semana do dia 10 de dezembro o mesmo problema persiste. Quando fizer um boletim de ocorrência o que vai ocorrer e quanto tempo vai demorar, pois todos os finais de semana temos que ficar fora de casa, pois o barulho persiste. Incomodando muito a nossa vida!
[Leia a resposta]  
Leitora acusa subprefeitura M`Boi Mirim de não fazer nada quanto a calçada alugada para separação de lixo de reciclagem
Ja faz mais de dois anos que essa calçada se encontra alugada para separação de lixo de reciclagem. Os pedestres tem que andar na rua porque a calçada está interditada por varios sacos enormes de lixo. Ja solicitei junto a subprefeitura do M`Boi Mirim algumas reclamações sem providencia alguma por parte deles, pois o lixo continua. Segue os numeros de solitações a subprefeitura 9645585. 10341830. 10341827. 10376031
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do aumento de assaltos e furtos na Rua das Seringueiras, nos arredores do terminal do Metrô Jabaquara
Sou morador do Jabaquara, nos arredores do terminal do Metrô (Rua Grumixamas e redondezas) e estou perplexo com o aumento dos assaltos e furtos a automóveis na Rua das Seringueiras, paralela à minha rua. Há dois dias, uma moradora foi abordada e só não foi sequestrada com carro e tudo porque o carro parou de funcionar e os bandidos desistiram e fugiram de moto. Gostaria que houvesse um maior policiamento na região, pois, os marginais estão ficando cada vez mais ousados, já que ver uma viatura é coisa rara por lá.
[Leia a resposta]  
Leitor afirma que vizinhos que jogam bola na rua provocam latido dos seus cachorros, que incomodam os vizinhos.
Meus vizinhos jogam bola na rua em frente a minha casa e fazem de meu muro o gol. Fazem muito barulho e nunca reclamei. Mas, sempre que jogam bola e chutam no muro ou no portão, meus cachorros latem alto, pois não gostam do barulho. Por causa disso, meus vizinhos reclamaram comigo. Obs: meus cachorros latem apenas quando gritam na porta de casa ou chutam bola no muro e no portão. Em nenhum outro momento fazem isso. Eles tem o direito de reclamarem que o latido dos meus cachorros atrapalha o jogo deles ou eu tenho o direito de reclamar que eles perturbam meu o sossego?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se tem direito de saber quem o denunciou através de um BO (Boletim de Ocorrência)
Uma vizinha abriu um B.O contra mim, sobre suposto som alto. Fui chamado a prestar esclarecimentos. Tenho o direito de saber quem registrou o B.O. ? Quais são meus direitos, sendo que o som não estava alto e somente ela reclamou.
[Leia a resposta]  
Leitor denuncia que veículo da Prefeitura da Estância Turística de Embu circulava ilegamente em São Paulo
Há alguns dias tinha um Vectra preto circulando pelo corredor exclusivo de ônibus sentido bairro-centro. A placa estava encoberta por uma placa da Prefeitura da Estância Turística de Embu. A foto que envio foi tirada no cruzamento da Avenida Santo Amaro com a Helio Pellegrio. Pergunto: veículo oficial pode circular no corredor exclusivo de ônibus? É legal encobrir a placa do carro para evitar ser multado? A quem eu deveria denunciar este tipo de situação, se for ilegal?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que onibus do vizinho estaciona frente a sua casa, obstruindo sua visão e dificultando a entrada à propriedade.
Bom dia! Meu vizinho trabalha com transporte, ele tem algumas vans e um ônibus. Nesta época de férias fica tudo parado na rua e ônibus bem em frente a minha casa obstruindo toda visão da minha casa, sendo que pra entrar nela tenho que dar a volta no ônibus. Ressaltando que minha casa é de esquina e a que distancia que ônibus fica parado não dá 5 metros da esquina. Qual medida devo tomar para solucionar este problema?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do Prefeito Kassab e de motoristas bébados
Vários motoristas abusam de álcool, o prefeito Gilberto Kassab não faz nada, ele quer mudar de partido todos os anos de sua vida, as ruas não são pistas de corridas. Usam carros para tirar racha, carro é um bem útil mas motoristas idiotas usam carros para matarem pessoas. Prefeito tem que governar uma cidade , não tem que mudar de partido como o Kassab. Asfaltar ruas, banir de qualquer forma a bebida alcoólica. chega dessa bobagem de acidente por que motoristas idiotas que bebem e batem seus carros no poste, são idiotas. Não pode perder o controle da direção, tem que dirigir seguro. A nossa vida segura, sem acidente com motoristas bêbados, idiotas que se acham melhores que as outras pessoas por que tem um carro de luxo. Pedágio na estrada, um preço justo para não gastar muita grana. Pessoas andam em pé no ônibus, pagam a tarifa do ônibus muito alta para, ônibus velho sujo. Motorista que ficam na faixa de pedestre tem que ser multado com e ter seu carro apreendido. Chega dessa bobagem de acidente e motorista idiotas que perdem sua vida, o Kassab que foi eleito em duas eleições agora está com fogo no rabo de mudar de partido. Kassab acha justo aumento de salário, isso é absurdo.
Leitor de Rubem Berta (Porto Alegre) reclama de incômodos de madeireira
A questão é do barulho da serra eletrica de uso da madeireira, muito forte, nos comercios na rua não se consegue falar ao telefone, nen atender un cliente normal sem estar gritando, sem contar a poeira de madeira que junta nas coisas, seragen direitinho, e não ten dia, sabado pela manha un dia que muitos não trabalham, começa cedo 7:30 da manha, eles botam aquelas madeiras mais duras dai faz aquele barulho que te desperta chega a dar dor de cabeça pareçe que esta dentro de casa, impossivel, não temos uma solução, oque devemos fazer ?? Um vizinho falou com o dono, ele não tah nen ai diz que esta aqui mais tempo e os encomodados que se retiram. na verdade ele tinha que fazer un lugar fechado para a serra e tomar uma multa pois o barulho passa do normal, muita seragem tambem, pro meio ambiente é pessimo.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que loja Di Gaspi do Shopping União não honrou oferta da vitrine
Domingo passado fiquei perplexa com o atendimento da loja Di Gaspi (esporte) do Shopping União... Havia uma camisa Adidas na arara da entrada (como chamariz mesmo)em oferta por R$49,90 e sendo assim, entrei com meu marido para comprá-la; quase já no caixa a vendedora nos passa outro preço: R$99,90! Dissemos que a propaganda havia sido enganosa e por lei então deveria ser paga pelo valor ofertado, o que a fez rir. Perguntamos ao gerente se aquela conduta de forma geral estava certa para ele, e também se tinha conhecimento dos direitos/deveres do consumidor/estabelecimento comercial... Para nossa surpresa ele não fazia a menor idéia do que estávamos falando, não assumindo nem se responsabilizando por erros da loja!!
Leitor de Recife (PE) reclama que pês de coco do vizinho estão danificando as telas de sua casa
Meu vizinho tem dois pés de cocos que estão danificando as telhas de minha casa. Já fui falar com ele para chegar em alguma solução, mas ele não quis acordo. O quê eu faço, onde posso denuncia-lo para que ele tome alguma providencia.
[Leia a resposta]  
Meu vizinho é totalmente indisciplinado, assim como ensinado aos seus filhos, não possuem o mínimo de bom senso e principalmente respeito. Crianças de aproximadamente 5 a 6 anos gritando palavrões, jogando bola em horários noturnos (após às 21hs) som alto, festa ao menos 3 vezes por semana que varam a noite, conversas em frente de casa, carros estacionados na frente de garagem de outros moradores (mesmo com a placa de Não Estacione). Já tentei conversar com o vizinho, porém fui ameaçado e tive que registrar um BO, mas mesmo assim não adiantou, mesmo chamando a polícia em todas as fanfarras, nenhuma ação é tomada. Por ter bebida e menores envolvidos, isso não seria crime, além dos casos já mencionados?
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do cheiro de gás de oficina que faz instalação de GNV em Barra do Piraí (RJ)
Um vizinho da rua é filho de mecânico, quando o mesmo briga com o pai lá na oficina, traz seus clientes para a rua do bairro e enche as calçadas e via, não deixando espaço para pedestres nas calçadas e nem passagem para automóveis na rua. O pior é que ele faz na rua uma mudança de carros GNV,deixando a rua com cheiro de gás que chega a causar asfixia, deixando aqueles bujões amarelos jogados no chão, vazando. Pelo que sei esses procedimentos só podem ser feitos em oficinas especializadas. Já entrei em contato com o órgão municipal, só que o rapaz é esperto só atende os clientes em horários alternados em cada dia e principalmente nos horários próximo ao fechamento do expediente da guarda municipal e finais de semana. Ficamos com medo de explosão e por ser uma rua residencial cheia de crianças e idosos desses carros e caminhões na ladeira, que por sinal metade ja afundou com o peso dos caminhões estacionados.
[Leia a resposta]  
Leitor do Parque Santana 1 (Santana de Parnaíba) solicita semáforo na Estrada dos Romeiros
Moro em Santana de Parnaiba há mais de vinte anos, morei 15 anos na Fazendinha afirmo que na Fazendinha mudou muito, e a cada dia vem ficando melhor pois tem farol em toda a avenida, porém na SP - 312 conhecida como Estrada dos Romeiros no Parque Santana 1 não tem farol, sendo assim toda vez que saio de minha casa para ir a faculdade tenho que chegar atrasado, pois tenho que ficar meia hora até um bendito parar para atravessar a Estrada dos Romeiros, ja vi muitos acidentes os carros passam a mil. E os carros dos moradores do Parque Santana 1, fica meia hora e quando insiste em entrar acaba causando acidente... GOSTARIA DE RECLAMAR POIS A FALTA DE UM FAROL ESTA ENCHENDO O CEMITERIO DE SANTANA DE PARNAIBA... SENDO QUE ESSA MESMA ESTRADA PASSA EM BARUERI E EM TODAS AS SAIDAS TEM O BENDITO FAROL...ATE QUANDO VAI CONTINUAR ESSE DESRESPEITO AOS MORADORES DO PARQUE SANTANA 1 e 2...
[Leia a resposta]  
Leitora de Barueri denuncia sogra que tem creche clandestina
Sobre a creche clandestina da minha sogra ela fala que não é creche, mas um local que tem mais de 15 crianças. É o que estou reclamando por que nem eu nem os vizinhos e principalmente meu sogro que já é de idade não está aguentando tanto barulho. Começa logo cedo uma gritaria que dói nossos ouvidos e uma para ela ter essa creche ela precisa de um espaço maior e é dentro da casa dela e não tem nem playground para as crianças brincarem e ainda sua ajudante que é sua sobrinha além de trazer seus filhos que não deixam as crianças em paz ela tem problema de coração e se de repente dá alguma coisa nela como fica a cabecinha dessa crianças uma vez que ela estava olhando uma menina e deu meningite nessa menina as enfermeiras do posto de saúde falaram que era ruim para ela e nem ligou e agora se dá alguma coisa nessa sobrinha como fica a situação da minha sogra que só pensa nela e não pensa quem está ao seu redor. A semana passada a sua ajudante bateu numa criança a mãe só não veio na casa da minha sogra para brigar com ela porque minha sogra também é tia dela, mas a criança só tem 7 anos e a sua ajudante tem 34 anos e uma ela não tem direito nenhum de bater em qualquer criança e a minha sogra acoberta ela por dó porque está doente mas isso não justifica e para ter uma creche é necessário ter uma pedagoga caso ela não tem, nem uma nutricionista já fizeram reclamação mas ninguém fez nada agora estou eu reclamando que sou nora e não estamos mais aguentado tanta gritaria não só das crianças mas dela e das ajudantes quando arruma para ajudar sua sobrinha que não dá conta peguei o numero do protocolo com a vizinha que já reclamou mas não aconteceu nada
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de descarte irregular de entulho e lixo de madrugada na Vila Carioca (Ipiranga)
Como cidadão pagador de impostos, acho um absurdo o que acontece de madrugada na Vila Carioca... Simplesmente caminhoes caçamba jogam lixo na maior cara de pau na rua a céu aberto... um absurdo...Tendo eles equipes de apoio(carros) sob orientação avisando possiveis viaturas de ronda no local...Esse caso já foi mostrado na Rede Globo algum tempo atrás... mas eles voltaram... é só dar uma volta nas imediações para perceber a sujeira.. emais ... a PMSP retira esse lixo de graça... ou será que tem alguém interessado nesse tipo de coisa????
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se pode ser processada por ter tirado foto de crianças que faziam barulho após horário estabelecimento no regimento interno do condomínio
Olá pessoal, moro num condomínio de apartamentos onde o regimento interno foi votado há cerca de 4 meses. Porém, alguns (muitos) condôminos não conseguem cumprir o que foi definido na assembléia da votação do regimento. O maior problema que temos passado nos últimos dias tem sido as crianças brincando e gritando até tarde da noite. Segundo o regimento interno, só é permitida a presença de crianças na área de lazer até as 21h. Algumas vezes, elas chegam a ultrapassar as 23h. Meu apartamento fica em frente a área de lazer e eu não consigo fazer nada (assistir TV, ler um livro, usar o computador, dormir, enfim, nada) com o barulho que elas fazem. Na última sexta-feira tirei fotos para comprovar o fato e o horário, visto que em reuniões os pais negavam que os filhos permaneciam na área após as 21h. Registrei a ocorrência no livro de ocorrência do condomínio e coloquei a OBS que havia tirado fotos das crianças brincando para registrar a ocorrência. Essa semana foi marcada uma assembléia extraordinária, pois os pais estavam revoltados comigo porque eu me incomodava com tudo e porque havia tirado fotos das crianaças sem autorização. Para completar, afirmaram que "souberam" que iria fazer uma denuncia ao Conselho Tutelar da cidade e usar as fotos. (Detalhe: eu nunca afirmei que iria fazer nada com as fotos, apenas tirei para comprovar data e horário, caso em uma assembléia alguém dissesse que aquele fato não havia ocorrido). E para terminar, um dos pais disse que tinha registrado um Boletim de Ocorrência e tinha aberto uma ação contra mim por ter tirado fotos do filho dele. Gostaria de sber no que pode resultar essa ação, se de, fato, ele tiver aberto o processo contra mim, e se é ilegal tirar fotos com o propósito de registrar uma situação, data e horário.
[Leia a resposta]  
Leitora pergunta se oficina de funilaria e pintura pode ficar aberta até 22h em área residencial
Na frente de minha residência tem uma oficina de funilaria e pintura. Porém segundo o proprietário lá pode ficar aberto até as 22:00hs. É tanto barulho que nem televisão à noite consigo assistir. Gostaria de saber qual o horário permitido para este tipo de comércio em área residêncial?
[Leia a resposta]  
Leitor de Salvador reclama de vizinho que reformou imóvel e provocou infiltrações em seu apartamento
Peço ajuda no sentido de mover uma ação judicial, (e qual ação?), contra o meu vizinho que mora nos fundos do meu apartamento, que resolveu ampliar a sua casa e juntou o seu telhado na parede do meu prédio e desconhecendo, talvez, as restrições municipais, colocou a sua parede em cima do meu muro com toda a inclinação do seu telhado para o meu telhado causando sérias infiltrações, e ainda abriu uma janela, jogando impurezas e lixo sobre o telhado do meu apartamento. Tenho pedido providências, sem êxito.
[Leia a resposta]  
Leitora questiona qual o dever do síndico em relação a bomba que quebra em horários impróprios
Boa noite. Sou moradora de um condômino que utiza o poço artesiano, só que a bomba sempre quebra em horários imprópios. Qual o dever do sindíco em relação a esse problema?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de mendigos sob o Viaduto Santa Ifigência
Estou novamente aqui, gostei do atendimento dos senhores, tenho um novo assunto para compartilhar com vcs. Sabe o endereço e Rua Brig. Tobias e o que acontece fica em baixo do Viaduto Santa Efigenia, tem um prédio em frente que coloca todo seu lixo lá. Os mendigos rasgam tudo, sei que isso é comum, sei também que as pessoas encarregadas da limpeza ficam mas de uma hora limpando colocam tudo em sacos separados, passa-se +- uma hora e tudo esta do mesmo tamanho, (IMUNDO) Passem para verificar e verão que não estou mentindo. é uma vergonha, ainda por cima junto com a sujeira ainda dormem mendigos que usam aquele pedaço como banheiro público. Moro um pouco mas em frente e não sei como posso reclamar disso.
[Leia a resposta]  
Leitora do Jardim Paraguaçú reclama de funilaria da rua Maestro Isaias Savio
Há mais ou menos um ano instalou-se uma funilaria próxima a minha residência, onde estacionam em frente a minha garagem de esquina com guia rebaixada, tentei conversar educadamente com o responsável solicitando que pelo menos respeitasse a minha garagem porém eles se sentiram ofendidos e irados. Percebo que agora fazem provocações com frases tipo:"- Que vontade de botar fogo nesta casa!"; "- Vou chamar uns pixadores para pixar o muro deles!"( Havia acabado de pintar); comentam os horários de minha família para todos os clientes que chegam e contam uma versão totalmente destorcida dizendo que eu mando retirar todos os carros que param inclusive em local permitido dizendo que eu "taco água" se não tirar. Detalhe, tenho a localização de minha casa em nível mais alto que o local da funilaria portanto quando necessito limpar minha casa é óbvio que a água escorra,mas para evitar mais problemas estou fazendo aos domingos quando não trabalham, mas agora focaram em meu filho quando as vezes lava o carro. Tentei conversar com o dono do imóvel locado porém sem sucesso. Sinto-me coagida e as vezes temerosa, sem proteção e sem saber o que fazer ou a quem procurar, tenho filhos e nunca tive problemas com ninguém, sou moradora do local há mais de 10 anos. Silencio-me em comentários grosseiros que ouço , evito comentar com meus filhos e esposo para evitar uma situação pior. Retorno do serviço a tarde onde fico sozinha e as provocações são maiores. Mudei o meu trajeto para que não me vejam e tenham motivos as provocações. Tenho plena noção de que é uma situação ridícula perante uma delegacia, poderia ser resolvida tranquilamente mas acho que não será possível da parte deles. Gostaria de saber se existe algum órgão que eu possa contatar para uma conciliação que possa dar fim neste problema, sei que posso solicitar a prefeitura para uma vistoria, gostaria de evitar isto. Por favor espero que exista algo para solucionar . Aguardo retorno ansiosamente. Desde já agradeço. Por favor peço que me ajude.
[Leia a resposta]  
Leitor da Casa Verde reclama de venda de bebidas a menores na Praça Santissima Trindade (Rua Abura)
Existe um veículo modelo Golf de cor verde que para ao lado dessa Praça Santissima Trindade que fica no final dessa Rua Abura. Esse veículo chega sempre sexta, sabado e domingo por volta das 20h. abre a porta traseira e começa a tocar musicas com palavroões e conotação sexual até as 2h. da madrugada. Além disso esse mesmo condutor vende bebidas alcoolicas a menores, esses menores ficam em volta do veículo e vagando pela praça onde consomem outras drogas, fazem sexo, brigam depois de esatarem bem dopados, andam com motos sem capacetes e placas, aceleram essas motos até elas fazerem um estalo e circulam com outros carros em volta da praça e pelas ruas que dão acesso fazendo pequenos rechas. Em volta da praça existem bares pequenos sem nenhuma condição de higiene que também fornecem alcool a esses menores e também tem maquinas "caça-niquel" em seus fundos funcionando. Por fim, fui reclamar com esse individuo do Golf verde e recebi uma ameaça de morte e segundo ele "os truta aqui do esquema vão te matar antes de você piscar os olhos". Outras pessoas do meu prédio também foram ameaçadas. A PM fica no local até ás 19h e coincidentemente vão embora justamente quano o tal Golf Verde inicia sua circulação pela praça. A PM também só prende alguns menores de manhã, nunca param as motos e os carros sem placas, só param os carros e motos "aparentemente normais", ou seja, não prendem ninguém. Ha também nessa praça e entorno venda de drogas pesadas como crack e cocaina. O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho pagodeiro que ouve som muito alto, impedindo-a de estudar, trabalhar e descansar.
Novamente meu vizinho pagodeiro está perturbando. Não me deixa estudar, trabalhar e descansar. E ele fica o dia todo e só pára depois das 3h da manhã. E não tem conversa com eles.
[Leia a resposta]  
Leitor de Fortaleza (CE) reclama de vizinho que fica espionando suas filhas adolescentes.
Minhas filhas vão tomar banho e o vizinho que já é de idade fica em cima do muro espionando, até já chegou a dar psiu para a de 13 anos que deixou ela muito assustada. Gostaria de saber qual o procedimento que devo tomar fazer visto que já ocorreu mais de uma vez?
[Leia a resposta]  
Leitora de Vespasiano (MG) questiona se pode entrar com pedido de usucapião sobre faixa de terra na lateral do seu terreno
Bom dia! sou divorciada ha mais de 19 anos. Tenho uma petição inicial do juiz, que diz assim: O casal possui um imóvel, situado na Rua Amazonas... A casa de moradia ficara em nome do filho usufruto da conjuge varoa, e o lote da lateral ficara para o cônjuge varão. Acontece que não existe lote da lateral, e sim uma pequena faixa de terra, (3metros e 60centimetros de frente) que esta dentro do meu proprio lote, dando num todo 360m2.O meu ex esta desaparecido ha mais de 18 anos e ninguem sabe dele. Esta faixa de lote esta ociosa, juntando mato e muita cobra. Gostaria de saber se posso entrar com pedido de usucapião ou se posso simplesmente vender esta parte para fazer melhorias no imovel que ja pertence ao meu filho. Tenho aqui um relatório de vistoria feito por um engenheiro civil, constando que a casa esta com infiltrações e sem muro. Não oferecendo segurança nenhuma, uma vez que meu lote faz fundo com uma extença plantação de eucalipto.
[Leia a resposta]  
Leitora de Caju (RJ) denuncia resturante da rua Carlos Seidl que eliminou caixa de gordura da vila onde reside
Existe um restaurante ao lado da nossa vila que não respeita os direitos do cidadão. Nossa caixa de gordura e esgoto da vila ficam dentro desse restaurante que já funciona sem alvará. Eles eliminaram nossa caixa de gordura sem nossa autorização. Sendo que em nossa caixa de gordura ele colocou entulho e abriu outra caixa debaixo da pia. Agora quando eles começam o movimento às 5 horas da manhã nossa vila enche de esgoto. Não sabemos mais o que fazer, estamos morando na rede de esgoto, pago meus impostos em dia e merecemos respeito pois o dono nem se quer deixa que os moradores limpem a caixa que já não existe mais. O que devemos fazer, estamos pedindo scorro pois moram pessoas idosas e crianças.
[Leia a resposta]  
Leitor de Juiz de Fora (MG) questiona se pode colocar uma grade no muro que faz divisa com a casa vizinha
Minha casa situa-se em uma rua inclinada, e a casa da vizinha fica um pouco mais elevada que a minha. Minha fachada tem um muro alto, com uma grade em cima, porém ficava exposta, já que a vizinha nao possui qualquer tipo de proteção, fazendo ainda um espécie de degrau para a lateral da minha casa. Resolvi colocar uma grade nesta lateral, afim de me proteger, sendo que era um ponto vulnerável da segurança da minha casa e da dela também. Fiz a grade no muro que separa nossas casas, sendo que avisei ela antes. Porém, ela reclamou dizendo que a grade nao ficou da estética da casa dela e que queria que eu construísse um muro maior. Posso colocar a grade na parte colada à minha casa? Antes segurança do que estética. Como devo proceder? Obrigado.
[Leia a resposta]  
Administrador reclama que condôminio do prédio que administra é perturbado por latido de cachorros e questiona onde recorrer.
Latidos de 2 cachorros na rua atrás do prédio onde reside o condômino reclamante. O que pode ser feito? Todos os dias ele acorda as 6 da manhã com tanto barulho. O que podemos fazer como administradores do condomínio do reclamante? Onde recorrer?
[Leia a resposta]  
Leitora diz que a CEDAE não tomou providências apos denúncia de esgoto na Rua Cardoso de Morais
Gostaria de pedir as autoridades competentes que tomem uma providência referente ao esgoto da Rua Cardoso de Morais que se encontra vazando e trazendo mal cheiro. Trabalho em uma loja e já liguei para a Cedae e não tomaram nenhuma providência. Me sinto desprotegido com esse esgoto de céu aberto.
[Leia a resposta]  
Leitor do Rio de Janeiro reclama de fechamento de sua rua com portão acionado mediante controle.
Moro em uma rua residencial há pouco tempo fechada, onde só tem acesso ao portão maior da rua quem pôde pagar pelo serviço eletrônico. Na época o responsável por seu fechamento quis cobrar-me mais de cem reais pelo controle eletrônico. Não quis pagar por achar um absurdo. Conclusão, não tenho acesso. Agora, diariamente, há jogo de futebol em frente a minha casa, o que me incomoda bastante, pois a rua é muito estreita. Isso tem acontecido entre crianças, jovens e adultos ( 23 anos -nesa fixa ) moradores da mesma rua, cujos pais ao que entendo não querem ser incomodados, quando eu posso? A bola "vive" batendo em meu portão, muro. Meu quarto fica próximo ao muro da minha casa. Enfim, na minha condição de professor do Ensino Fundamental, tenho direito de ficar calado? Sou chamado de maluco por não aceitar a brincadeira de futebol das "crianças", por gostar de implicar etc. Mas será que não há outros tipos de brincadeiras? Não adianta eu questionar com esses responsáveis, pois se sentem no direito por terem pago pelo serviço que, pelo que eu soube, custara mais de trezentos reais por cada morador. Eu não pude nem posso arcar com tal despesa por achar injusto o valor - ganho pouco como detentor de apenas uma matrícula. Aqui na "minha" rua, já reparei que tem uma associação de vizinhos amigos. A gente se sente pressionado e injustiçado. Como posso resolver essa situação em segredo, pois tenho medo que algo ruim me aconteça, como já fui ameaçado?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona recusa de agente policial em registrar B.O. de ameaça
Bom dia! No dia 04 de dezembro de 2011, a minha filha se envolveu em um acidente de transito quando trafegava pela via, um veiculo que estava parado ao lado do meio-fio saiu de uma vez batendo na lateral do seu veiculo. Ela parou um pouco adiante e o veículo que causou o acidente parou atrás dela. O motorista (visivelmente embriagado) já desceu xingando a minha filha de todos os nomes que pode imaginar e partiu para tentar agredi-la, quando chegou um amigo dela que parou atrás do veiculo que cometeu o acidente. O amigo ao ver que o motorista já estava próximo da minha filha gritou, ele vendo que ela não estava sozinha entrou no seu carro e deu uma macha ré e bateu na frente do carro desse amigo e ao arrancar para frente jogou o veiculo em cima da minha filha que por pouco não foi atropelada. Estivemos na delegacia para fazer a ocorrência mais o agente polícial só fez a do acidente de trânsito não sabia como proceder quanto a tentativa de agressão ou tentativa de homicídio já que jogou o veiculo de propósito em cima da minha filha. Gostaria de saber se posso fazer essa ocorrência e se a delegacia é obrigada a fazer essa ocorrência. Muito obrigado fico no aguardo de uma resposta.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do serviço de recapeamento efetuado pela prefeitura de Ribeirão das Neves
Quero fazer reclamação sobre a prefeitura de Ribeirão das Neves. Pagamos para recapear nossa rua; compramos as pedras e ela entrou com a mão de obra. Os ônibus acabaram com as ruas, até ai tudo bem. Veio um pessoal junto da prefeitura junto com o vereador Vanderlei e retiraram pedras da rua. Já tem três meses, não arrumaram e nem trouxeram as pedras de volta.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que vizinha cria galos, galinhas e patos e questiona o que pode fazer.
Bom dia! Sou inquilina em uma casa onde a pessoa que mora em cima da minha casa está criando galos, galinhas e patos. Isso vem me trazendo grandes problemas visto que pode trazer doenças pois já estamos tendo problemas com ratos. Gostaria de saber se vcs podem me ajudar ?
[Leia a resposta]  
Leitor relata que seu vizinho alega propriedade de um terreno que sua família considera seu há 20 anos
Minha família tem um terreno vizinho a outro e nós usamos uma parte deste terreno que até então é considerado nosso para transitar, isso há mais de 20 anos. So que agora eu construi uma casa dentro do meu terreno livrando esse espaço que é usado por três residências para transitar. O vizinho do terreno do lado está alegando que este espaço que é usado é dele, o que posso fazer?
[Leia a resposta]  
Leitor de São Roque questiona se Polícia Militar deve atender reclamações referente a Leis Municipais
Sou da cidade de São Roque/SP. Existe lei municipal (3.402/2009) que proíbe som alto em carros particulares. Outra lei municipal (3.622/2011) dispõe sobre a necessidade de isolamento acústico a bares, restaurantes e similares (que usam som alto). Nos finais de semana à noite o 156 (fiscalização) da prefeitura não funciona. Se eu ligo na PM (190) eles dizem que, por ser lei municipal eu tenho que ligar para a Guarda Municipal. Mas a GM também não atende (pelo menos nas ocasioes em que liguei). Pergunta: é correta essa postura da PM, de se negar a atender um desrespeito de leis municipais? O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora questiona como proceder para que seu vizinho retire objetos do corredor do seu andar
Há um ano meu vizinho resolveu fazer o corredor do nosso andar de depósito. Ele põe caixas, máquina de lavar quebrada e outros objetos velhos. Como devo proceder para que ele tire esses objetos da minha porta de entrada? O espaço é pequeno e fica bem na frente, além de trazer para os nossos apartamentos baratas.
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se tem que pagar prejuizos causados por vazamento provocado por ducha higiênica no apartamento que aluga
Sou inquilino de um apartamento no endereço acima desde junho de 2011. No último final de semana viajei a trabalho e, para minha surpresa, o síndico do prédio me ligou informando que havia um vazamento no meu apartamento, como nao pude voltar naquele dia, ele me pediu autorização para abrir a porta atraves de um chaveiro, e verificar a qual foi concedida. a mangueira da ducha higiencia havia estourado e alagou todo o apartamento danificando meus móveis, esta ducha eu não uso e quando aluguei ela ja estava lá, alem dos móveis ( todos novos) prejudicou tambem a vizinha do andar de baixo, gostaria de pedir uma ajuda aos senhores, quem arca com estas despesas e prejuizos, já que foi um defeito de um equipamento (ducha) do apartamento?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de atraso nas obras de seu apartamento por parte da construtora
Minha reclamação é contra uma construtora da qual comprei um apartamento e a obra já está atrasada. O prazo de carência acabou em 07/11 e para compensar este atraso nos ofereceu um desconto mensal de 0,5% do valor do empreendimento até a data de conclusão da obra. Gostaria de saber se devo assinar ou entrar com um processo?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que pagou à loja Bell Color (Salvador, BA) por serviço de revelação, mas a loja fechou
Coloquei umas fotos para serem reveladas, falei com uma moça por nome Priscila que falou que tinha que pagar o valor de R$ 225,00 a vista. Eu tinha compromisso marcado, passei por constrangimento, e a loja fechou. Colocaram um aviso na porta da loja e agora tô sem saber o que fazer. Eu estou com o comprovante de pagamento na mão. Gostaria de uma orientação. Tem varias pessoas na mesma situação que eu. Bjs sou sua fã.
[Leia a resposta]  
Zeladora de prédio reclama que todo dia tem ovo jogado na calçada do prédio e suspeita de morador do prédio vizinho
Sou zeladora e todos os dias tem ovos jogados na calçada do prédio. Tenho certeza que vem eles vem do prédio vizinho e não sei o que posso fazer.
[Leia a resposta]  
Leitora de Senador Camará (RJ) reclama que barulho de sua vizinha perturba sua mãe de 79 anos
Bom dia! Minha mãe tem 79 anos e já efetuou diversas sessões de quimioterapia devido a uma neoplasia, e precisa dormir à noite só que moramos em uma casa germinada onde a vizinha só efetua barulho durante a noite após as 22:00 horas. Já reclamei mas sem exito. Que providencias devo tomar?
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se deve pagar pelos porcos que invadiram sua chácara e foram atacados pelos seus cachorros
Olá, tem ocorrido um problema entre meu pai e seu vizinho, residindo ambos na zona rural, sendo meu pai possuidor e não proprietário, de uma chacara em Piraputanga distrito de Aquidauana. Acontece que o vizinho de meu pai cria porcos, em torno de 80, e não os mantem presos sendo que estes invadem a chacara onde meu pai mora procurando comida e inclusive destruindo sua plantação, e por duas vezes, no periodo em que meu pai não estava em casa, nossos cachorros atacaram e mataram alguns porcos. Agora o vizinho quer que paguemos pelos porcos mortos e que deixemos nossos cachorros sempre presos. Qual é o nosso direito, e tambem a nossa obrigação?
[Leia a resposta]  
Leitor denuncia excesso de velocidade na Rua da Paz (Chácara Santo Antônio)
Motoristas correm muito, eles podem provocar um grave acidente. A rua da paz precisa de semáforo na esquina da rua Bento Barbosa rua Engenheiro Mesquita Sampaio. Na rua Bento Barbosa tem um carro asiático abandonado.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que para entrar na garagem do seu condomínio só pode faze-lo com controle remoto, e questiona o que fazer em caso de perda
Em meu condomínio, resolvido em assembléia, que para entrar e sair pela garagem com meu carro, só poderei fazer isso através de controle remoto do portão eletrônico. A síndica disse que os porteiros estão proibidos de abrir o portão para os condôminos. Como faço se quebrar, perder ou estiver sem meu controle?? Serei proibido de entrar na garagem com meu carro?? O que fazer para essa síndica "nazista" não me proiba de entrar na garagem? Grato
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que frequentados de centro de macumba estacionam seus carros na calçada de sua casa
Ola! Sou empreendedor individual no comercio de plantas e flores naturais, estou montando uma loja de plantas em minha casa só que ao lado de minha casa tem um centro de macumba, onde frequentadores e donos insistem em estacionar os carros na calçada de minha casa. O que devo fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora solicita remoção de veículo abandonado na via pública.
Na rua em que moro tem um carro velho estacionado ha mais de dois meses, sendo alvo de esconderijo de delinquentes além de não ser agradável para quem olha durante o dia. Porque não retiram este carro, já que o mesmo está abandonado e o proprietário não se importa deixando o mesmo na porta dos outros???? Placa CEM 0164
[Leia a resposta]  
Leitora do Grajaú relata sentir-se ameaçada e pergunta o que fazer
Estou morando ha dois anos num lugar onde eu nunca fui muito bem recebida. Muito menos respeitada. Sempre aguentei calada o som ensurdecedor dos carros com suas musica imorais. Que inclusive eu sou obrigada a ouvir. Em algumas ocasiões precisei sair de casa para me livrar do som insuportável. Que vai ate as 2/ as 3/5 da matina. Mas nunca discuti ou ameacei chamar policia. Nada. O problema é que agora me sinto ameaçada. E sempre acho que tem alguém me seguindo. Nesta madrugada eu vi um homem estudando acesso a minha casa pelo telhado. Por favor estou apavorada, o que eu faço?
[Leia a resposta]  
Leitor que comprou terreno em área da prefeitura de Cachoeirinha questiona seus direitos
Boa tarde! Estou precisando de ajuda comprei uma casa de área verde (terreno da prefeitura) tenho contrato de compra e venda dessa casa desde 1994 só que eu moro há 6 meses e a vizinha do lado veio me dizer que meu terreno está na justiça que ela esta alegando que a parte da frente pertence a ela. Fiquei sabendo que ela entrou na justiça pedindo usucapião de sua casa pois ela mora em uma área invadida e só paga iptu. Ela me disse que mora há 12 anos quando comprei este terreno não sabia disso. O que eu faço? Quais meus direitos? ela disse que podemos negociar mais ainda está na justiça a casa dela. Por favor se alguém poder me ajudar obrigado fico muito grata!
[Leia a resposta]  
Leitora de Araruama pergunta onde denunciar fazendeiro que está retirando areia de sua propriedade, e que cortou uma área de mangueiras centenárias
Como podemos denunciar um senhor que comprou uma fazenda na nossa vizinhança há poucos anos, já destruiu tudo por lá, e nossa estrada de chão tambem. Ficamos atolados na lama, sem condição de entrar e sair de nossas propriedades em dias de chuva. Ele está retirando carretas e mais carretas de areia de sua propriedade, sem contar uma grande área de mangueiras quase centenárias que já cortou e vendeu para lenha. Ele é muito estúpido e não aceita conversa com vizinhos, e diz que não adianta denunciá-lo, porque o dinheiro dele resolve tudo. Aguardo uma orientação. Muito obrigada.
[Leia a resposta]  
Volkswagem nunca mais, sugere leitor de Crossfox com defeito
Pessoal imaginem só. Você guarda seu dinheiro todos os meses a fim de trocar de carro. Você então se dirige a uma concessionária e escolhe o modelo dos seus sonhos. Uma semana depois você descobre que seu carro (crossfox) zero, está com problemas de refrigeração, ou seja, você comprou um carro completo e esse carro vem sem esse item, e o pior, você pagou por isso. Então você entra em contato com o SAC da volkswagen e após 5 dias úteis descobre que eles não tem isso na fábrica, entao você fica na espera por 3 meses com um chamado que não resulta em nada. Após esses 3 meses a concessionária entra em contato com você, informando que a fábrica foi boazinha e conseguiu a tal peça, então você novamente retorna a concessionária ficando mais 4 dias sem seu veículo dos sonhos. Uma semana depois, aparece outro problema, a luz da injecão eletrônica se acende. Você volta novamente à concessionária e ainda é cobrado o valor de R$ 150,00, junto a concessionária original veiculos ltda, av. Dr. Eduardo cury, 500 ,sp - sao jose dos campos fone : (12) 39458000fax : (12) 39458017, informando que o problema era gasolina suja. Após 2 dias, o problema voltou, entao me dirigi a concessionária marcas famosas com. E imp. Ltda. , avenida santo amaro, 4800, sp - sao paulo , fone : (11) 55385000, fax : (11) 55385070 onde sempre fui muito bem atendido e lá eles trocaram toda a parte de injeção eletrônica. De nada deu resultado, enfim estive lá 52 vezes e nada de resolver tal problema. , então foi aberto um chamado de numero 749973 junto ao sac da volks, que nada resolveu. Ou seja, hoje meu carro está na concessionária itavox veiculos ltda. , rua da consolacao, 1559 sp - sao paulo fone : (11) 32368000 fax : (11) 32368002, onde foi passado todos os problemas, enfim agora me informaram que não existem as peças para trocar e não tem previsão de quando irá chegar. Chamado numero: 762114 acho um tremendo absurdo contra o consumidor, e pessoal nunca comprem um veiculo da volkswagen.
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se é legal conduzir as águas de chuva para a calçada
Os canos para conduzir as águas da chuva para o exterior de uma casa podem descarregar essas águas na calçada ou existe a obrigação de extender esse tudo até a rua, enterrados debaixo da calçada? Obrigado.
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se a CAERN pode exigir uma caixa para colocar o hidrômetro
A CAERN cortou a minha agua ainda paga, em dia e depois fui fazer uma reclamacao sobre o assunto e eles ficaram jogando o problema para uma firma terceirizada,alegando agora que para religar minha agua eu tenha que colocar uma caixa para se colocar um hidrômetro, isto certo por parte desta empresa o qual a providencia que eu deva tomar em relacao a estas empresa isto e lei ou portaria....
[Leia a resposta]  
Moro em um condomínio onde a administração é para os 53 blocos com 32 apts cada. Um síndico e a maioria dos 32 apts deseja colocar piso na área interna do bloco e reformar o jardim. A administração diz não ser responsável por esta reforma apesar de pagar condomínio e temos que nos reunir, fazer um rateio para a mesma e se todos não concordarem ainda tem que ser dividido so pelos que concordarem. Pode ser descontado no condomínio esta obra ja que a maioria concorda ?
[Leia a resposta]  
Leitor quer saber se pode pedir na Justiça liminar para conseguir hospedar-se junto com seu cão labrador
Ola, tenho um cachorro de porte grande, labrador! Estou morando em SP atualmente e preciso urgentemente alugar um flat ou até mesmo fica em um hotel, mais só que está sendo difícil de conseguir algum lugar que aceite meu cachorro, eu posso solicitar uma autorização judicial para isso? E preciso primeiro saber em qual flat/hotel eu vou ficar para solicitar isso, ou só solicito essa autorização judicial e posso fica em qual flat/hotel eu bem quiser? Pois seria ate um crime da minha parte entra em um flat nesse momento e deixa meu cachorro na rua, pois creio que o mesmo direito que um humano tem o animal tem também e creio que o animal precise mais de atenção do que um humano, no qual falar, e tem como ser proteger, preciso de uma solução rápida, e essa autorização judicial demora muito tempo?? E preciso comparece aonde para solicitar a mesma? Obrigado
[Leia a resposta]  
Leitor acusa SABESP de enrolação, já que há mais de 4 dias disse que vão comparecer e ninguém aparece
Tenho um Grande Problema, na Minha calçada tem um buraco feito pela concessionária de energia elétrica da minha cidade, onde a mesma iria fazer uma base para troca de um poste de energia que estaria tombando, no momento desse serviço depois de cavarem 1,50m de profundidade estouraram um cano de alimentação de água da minha residência isso já faz 4 dias eu sem água e com um buraco cheio de água no meio do passeio onde poderia uma criança cair dentro e se afogar, liguei para sabesp para vim arrumar o lugar fazer a emenda necessário mas faz 4 dias que eles me enrolam dizendo que irá vim, o prazo excedeu dia 27.11 as 13:39 pq me deram um prazo de 24horas e não cumpriram, hoje 29.11 compareci na Regional da sabesp eles me disseram que comparecia até as 17h de hoje e novamente me enganaram tenho mais de 10 numeros de protocolo, varias gravações e mesmo assim nada adianta, irei fazer um boletim de ocorrência amanhã pra garanti qualquer outra maneira dentro da lei. Gostaria de alguma sugestão para resolver esse impasse que não acaba desde o ultimo sábado, já pedir socorro, já implorei que viesse mas nada adianta. O que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por empresa de distribuição de bebidas
Sou representante dos moradores da minha rua nessa questão contra uma empresa de distribuição de bebidas: O caso é o seguinte - a empresa não respeita a lei do silencio, desde que se instalou o escritoria em nossa rua, o incomodo vem desde as buzinas de caminhões, alarme ligado 24h sem sequer lesligar por alguns minutos. Estacionamento de caminhões, carretas e motos em frente aos portões e garagens de acesso desses moradores, além de muita conversa, risadas e gritos insuportáveis, durante todo o dia, à noite e pelas madrugadas. Ao descarregarem ou carregarem os caminhões com engradados de cerveja e refrigerantes, fazem muito barulho, jogando ferros e travas no meio da rua, o que vem deixando adultos, idosos e crianças em estado estressante. Solicito uma luz pra que possamos fazer um abaixo-assinado ás autoridades competentes, para que seja retirada do bairro. Tem outro porém , as manobras desses veículo, impedem o trasito por várias horas, o que não tem aliviado o acesso das ambulâncias (pois no caminho há várias instituiçõpes públicas) como: Hospital, 4 Colégios, a APAE e outros bairros adjacentes. Desde já agradeço a atenção. Abraços.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho e perturbação de sossego de moradores de república
Boa tarde, Moro em casa germinada no interior de Minas e alugaram uma das casas para república, que ficam conversando alto até as duas horas da manhã e pertubam o nosso sono. Existe lei contra uso abususivo de aluguel? O que fazer?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que vizinha do andar de cima não quer pagar estrago que causou
Moro no 2º andar de um edifício de 5 andares. Recentemente ocorreu uma perfuração no cano do esgoto do andar de cima e se infiltrou parede abaixo em meu banheiro causando , além do mau cheiro, estrago do armário de parede que recebeu todo líquido fedido infiltrado o que não me deixou perceber logo o fato. Só vim a perceber quando o armário já encharcado começou a gotejar sobre meu vaso sanitário. A parede do teto obviamente ficou preta em algumas partes e com bolhas d'agua em outras. O encanador que fez o serviço no andar de cima me disse que não sabe como eu suportei porque ao quebrar o piso de cima estava horroroso, deprimente, nojento,terrível tal a infiltração no piso do 3ºandar que acaba sendo o teto do meu banheiro. Agora que estão terminando o serviço de cima, a proprietária do referido apto me disse quando eu a procurei : não tenho nada com isso. Não vou pagar nada. Fiz min ha parte, você faz a sua. Eu já havia conversado com ela sobre o problema 3 vezes anteriores convidando-a para ver os estragos causados em meu banheiro recém reformado, devido o acontecido. Até havia me dito um advogado que lhe mandasse uma carta com AR para poder acioná-la judicialmente no caso de se negar a pagar os estragos. Eu não fiz isso crendo ser pessoa cordada, idônea, compreensiva que certamente iria compreender sua parte de responsabilidade. Mas não aconteceu iso e reafirmou o que dizem por aqui: em se tratando de dinheiro não abre mão, justificando por ser "turca" o que acho um baita preconceito mas infelizmente a sua falta de compreensão (e tem posses, é rica), sua negação categórica me faz perguntar-lhe: - Tem legislação que me apoie? Tenho onde me amparar judicialmente, legalmente? Aguardo sua resposta e preciosa atenção a minha pergunta pois tenho 64 anos, separada e como funcionária de escola estadual há 24 anos infelizmente tenho um salário irrisório que me aflige qualquer gasto fora do orçamento. Cabe salientar que estou com tudo (armário e tudo do banheiro) fora do lugar e me angustio vendo chegar as festas de fim de ano e eu nessas circunstâncias deprimente...por favor, me oriente. Aguardo breve resposta.
[Leia a resposta]  
Leitora do Itaim Paulista questiona se pode processar a vizinha que a agrediu
Fui agredida por minha, vizinha. Posso processaa-la?
[Leia a resposta]  
A rua Oliveira Gouveia como todas ali em torno são vias estritamente residências. O que ocorre é que algum "engenheiro" ou sei lá o que achou que todas as linhas de ônibus que passavam pela rua Ituverava que fica à dois quarteirões agora devem passar pela rua Oliveira Gouveia. São 10 linhas que passam por ali o dia e a noite. Ninguém consegue mais dormir ou andar calmamente por ali, pois nesses poucos meses, já tivemos 8 colisões com vítimas e 3 atropelamentos sem contar as freadas, buzinadas etc etc. Eles andam em alta velocidade numa via onde mal passa um onibus. A rua ituverava é uma via larga, com comércio e sem residências, é própria para tráfego pesado. Perguntei pra um motorista o motivo de agora passaram tantos onibus por ali e a resposta foi que a empresa de onibus quer tentar chegar o mais próximo do metro que ela puder pra pega mais passageiros. O motorista ainda informou que nunca pegou ninguem ali e o pior é que agora tem que ficar dando voltas enormes por ruas estreitas pra voltar até a entrada da rua Ituverava novamente isso é um absurdo. O que podemos fazer para acabar com isso? já estamos com uma lista de moradores em torno de 200 assinaturas, posso entrar com uma liminar na justiça contra as empresas de ônibus ou a prefeitura? ou as duas? já tentamos reclamar em vários orgãos e nada. Grato pela atenção Marcello
[Leia a resposta]  
Síndico reclama que telhado de cozinha foi construido alto demais e dono do apartamento não quer rebaixa-lo
Sou síndico há 9 meses e tenho um problema: Em nosso prédio de 8 andares, somente os 2 aptos do 1. andar tem um quintal, e num deles, o apto. 11, há 19 anos, o síndico de então que morava lá construiu uma cozinha ocupando metade da área do quintal. Ocorre que o telhado desta cozinha ficou alto demais, chega quase na janela do apto. 21, do 2. andar acima. Agora que assumi o cargo, o morador atual deste apto. 21 veio pedir que eu falasse com os moradores do apto. 11 para rebaixar o telhado para que não invadisse a fachada do seu. Fui conversar educadamente, mas a moradora atual do 11, filha do falecido síndico, não quis saber de conversa, disse que tem direito adquirido, que o telhado tem mais de 5 anos, que se eu tentar alguma ação legal vai processar o condomínio reclamando que vivem jogando sujeira em seu telhado, que eu estava tentando coagi-la, etc. Então queria saber o que fazer, pois acho que não é porque o telhado tem mais de 5 anos que isso lhe dá direito a invadir, por altura excessiva, a fachada de outro morador. Agradeço muito pela atenção.
[Leia a resposta]  
Leitora afirma que concessionária danificou calçada da Rua Riskalah Jorge à noite e quebrou a tubulação.
Sou moradora do endereço acima e como o trabalho é feito à noite fica difícil localizar a empresa que efetuou o serviço. Enfim seja quem for destruiu a calçada e quebrou a Tubulação, é agora? Com quem reclamar, isso faz +- uns l0 dias.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do mau cherio dos gatos do vizinho
Moro em um prédio de kitnets e tenho dois vizinhos que possuem gatos. Não tenho nada contra os bichinhos e sim contra o mau cheiro terrível deles já que seus donos não limpam suas fezes, alem dos pêlos que entram em minha casa. Já reclamei com a imobiliaria que aluga os imoveis e eles disseram que nada podem fazer. Como devo agir, já que nem a minha janela posso abrir por causa do mau cheiro das fezes? Quando se abre a portaria já se sente o mau cheiro...
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por máquina de lavar utilizada por vizinho durante a noite
Moro em um prédio de 02 andares com 04 apartamentos, meu vizinho de cima insiste em utilizar a maquina de lavar/secadora após as 22:00 chegando a ficar com ela ligada muitas vezes até 23:45. Já fiz varias reclamações a administradora que já enviou algumas notificações, em minha ultima reclamação, sugeriram que eu fizesse uma reclamação junto ao SEMASA, órgão que regulamenta a lei do silencio em Santo André, SP. Gostaria de saber como proceder para fazer tal reclamação.
[Leia a resposta]  
Vizinho da Padaria Esmeralda, em Bairro Novo (Olinda, PE) reclama da poluição gerada pelo estabelecimento
Moro perto de uma padaria chamada Esmeralda (R Pereira Simões 911 - Bairro Novo, Olinda, PE) onde os moradores ha anos sofrem muito com a poluição do ar. Já foram feitas varias reclamações a respeito do mau cheiro da fumaça que a chaminé da padaria solta. O que devo fazer para resolver essa situação?
[Leia a resposta]  
Leitora de Olinda reclama de vizinha que arrasta móveis e caminha com tamanco no apartamento de cima
Tenho uma vizinha que mora em cima do meu apartamento que não tem hora pra arrastar os moveis dentro de casa, fica com um tamanco andando de um lado pro outro no apartamento. Isso pode ser 06 horas da manhã ou meia noite. Já falei com a mesma mais que nada adiantou. O que devo fazer? Qual orgão devo procurar pra que seja resolvido?
[Leia a resposta]  
Leitora denuncia que a Creche Leila Ávila ( Jardim República, Cidade Dutra) está fechando as portas por falta de segurança
A Creche Leila Ávila que fica no Jardim República Cidade Dutra em São Paulo que abriga crianças carentes enquanto as mães trabalham fora, está fechando as portas por falta de segurança. E agora srs. governantes, que querem uma juventude saudável e tirar as crianças das ruas, como fica? O que roubaram? O leite ou a dignidade desses pequeninos!
[Leia a resposta]  
Leitora do Brooklin relata assalto e questiona cadê a segurança pública?
Às 21hh40 fui assaltada na porta de minha casa na R. Porto União quase esquina com a R. Michigan. Voltava da escola municipal onde sou coordenadora pedagógica. Tinha acabado de fazer umas compras para o feriado do dia 15/11 no Pão de Acúcar do bairro quando três homens dentro de um perua Megane prata me encurralaram quando estava parada aguardando o vigia da rua abrir o meu portão Dois deles desceram ARMADOS com a arma mirada para mim e pediram para eu descer do carro. Seguiram levando meu carro Vectra 2.0 automático preto Elegance com minha bolsa, documentos e o celular. lEVARAM NO PORTA MALAS MINHAS COMPRAS DO MERCADO. Soube que dia 7/11/11 2ª feira às 23h assaltaram do mesmo jeito 3 homens em um carro a srª do nº 300 da R.Ribeiro do Vale. Levaram o carro dela um Megane prateado que deve ter sido o carro que eeles usaram para me assaltar. Segurança pública onde estao vocês? Nós que pagamos impostos altos aqui no Brasil e SP. Estamos reféns desses DELINQUENTES. SOCORRO! Precisam patrulhar mais nossas ruas e bairros. Grata pela atenção. Inconformada com a cara de pau deeses desnaturados.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que caminhões que descarregam no Supermercado CAPS da Mooca atrapalham a vizinhança
Ao lado de minha residência, na Rua Américo Werneck (Vila Canero, Alto da Mooca) tem a porta de carga e descarga de mercadorias do Supermercado CAPS,acontece que todos os dias enfrento dificuldades para sair ou entrar em minha residência,pois o numero de caminhões pesados se encontram estacionados bem na frente de minha residência e de meus vizinhos,impedindo minha entrada ou saída,além de fazerem sujeiras quando descarregam suas mercadorias,já ate quebraram minha calçada,urinaram na minha porta,caminhões de retirada de ossos ao carregar derruba sangue na calçada deixando um cheiro horrível, e quanto solicito a retirada dos veículos da minha porta, me destratam eu e meus vizinhos que também sofrem com esse descaso das autoridades,digo isso ,pois varias vezes liguei para o CET, através do 156 ou 1188,e sempre dizem que não tem agente para ir vistoriar,já fiz solicitação na subprefeitura da Mooca, dizem que irão enviar o fiscal,depois fico sabendo que o fiscal designado se aposentou,em 2007 o fiscal que foi ao Supermercado nada resolveu ,depois fiquei sabendo que ele era um dos envolvidos na máfia dos fiscais, e até agora sem soluções,o Supermercado resolveu fazer um estacionamento para clientes nesta rua,avançando na calçada,tipo 45 graus,deixando os pedestres com pouco espaço para transitar,alem de colocarem escrito na parede uma informação dizendo, CET Proc n º 039.009.330.96*31,Estacionamento Exclusivo,hoje repintaram,mas no google maps ainda tem a foto com a inscrição e mostrando os veículos estacionados irregularmente e se pode ver claramente vários caminhões estacionados em frente a residências com guias rebaixadas,conseguiram até fazer com que essa rua se tornasse via de mão única, assim os caminhões estacionam do lado do supermercado,acontece que tem dias que uma rua que só tem residências fica intransitável com tantos caminhões pesados,que danificam o asfalto,pois esse asfalto foi feito para veículos leves e não para veículos pesados,minha calçada estava tão prejudicada e afundada , que tinha varias poças de água ,graças a Deus a coordenadora de infra estruturas me atendeu e enviou pessoal para remendar o asfalto em frente a minha residência que já se encontrava na brita,só que para que pudesse ser recapeado,fui obrigado a deixar meu carro em frente a minha casa para ocupar espaço e não deixar nenhum caminhão estacionar para que fosse recapeado, portanto solicito que sejam tomadas as devidas providencias para que possa sanar esses problemas.

[Leia a resposta]  
Leitora reclama de inconvenientes resultantes da construção de novas lojas no Shopping Palladium (Ponta Grossa, PR)
Estão construindo novas lojas no Shopping Palladium causando transtornos enorme ao deslocamento de pessoas tendo em vista a quantidade de entulho na beirada e o estacionamento de caminhões, ainda não estão construindo o passeio. Desta forma os pedestres precisam disputar a via com os carros, gostaria de saber onde reclamar sobre isso.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho de caldeira da fábrica de vidros Pirofrax
Un leitor afirma: "Não consigo dormir a noite, pelo excesso de barulho da caldeira da fabrica de vidro INDUSTRIA DE VIDROS PIROFRAX LTDA MATRIZ, que fica na rua Afonsina, 185, em Rudge Ramos/SBC. O ruído sonoro causado pela fábrica é muito alto, moro no 2a. andar de um predio, que fica na rua de tras da fabrica. Mesmo durante a madruga a fabrica não desliga a caldeira, nem por um minuto sequer, é 24h por dia. Isto está prejudicando o meu sono, é impossível durmir com o barulho da fabrica, o que eu devo fazer? Qual Secretaria do SBC eu preciso contactar para resolver este problema?"
[Leia a resposta]  
Leitor de Sorocaba reclama da pasagem de fio de antena na parte externa do seu apartamento
Leitor questiona: "Venho por meio desta comunicar a passagem de um fio de antena na parte externa do meu apartamento, realizei busca nos contratos na qual não a autorização pelo tal procedimento,sr síndico foi mencionado porém não demonstra conhecimento pela situação alegando autoridade e educação inadequada peço compreensão dos sh fazendo notório para resolver essa privacidade, pois não foi emitido comunicado interno e documento requerente sobre o ocorrido faço esse notório por orientação jurídica,desde já os meus agradecimentos e aguardo solução do caso"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama da bagunça dos alunos de Creche-Escola em Nova Friburgo (RJ)
Uma leitora reclama: "Existe uma Creche parede e meia com minha casa , e eles lá batem o portão de dentro, desde às 6 hs até às 18 hs, e o barulho deles é intenso ! É Creche-Escola Artes e Manhas, tem bebês e crianças de outras idades, todos juntos, uma bagunça e desorganização. Gritarias e corre-corre , jogam coisas encima do telhado dos vizinhos, casas ao redor . Já pedimos por favor a eles , mas não adianta nada ! Existe a Lei 3.688/41, artigo 42 e no Cód. Civil, artigo 1277 . Gostaria que avaliassem isso . E pudessem me ajudar , por favor , o que fazer?"
[Leia a resposta]  
Leitora solicita providências por parte da Prefeitura do Rio de Janeiro (dengue, perturbação de sossego e segurança)
Espero que sejam tomadas providências urgentes incluindo a visita do fumacê e/ou agentes especializados para o combate do tão perigoso mal que nos atinje (dengue). Se cuidamos do interior do nosso domicílio por quê? A prefeitura não faz o seu papel para evitar o pior? Incluindo poças após chuvas sem providências imediatas de escoamento? Na rua citada e todo o bairro vive desprotegido de manutenção e segurança o que fazer? Quero acreditar que estou colaborando para o bem da cidade. Que acredito no prefeito Eduardo Paes, além do desrespeito do Restaurante Pistache na Rua Marques de Olindo, 13, não obedecer a Lei do silêncio com baladas até as 5hrs. Será que a prefeitura tem conhecimento e autoriza com alvará? Não quero acreditar pois trata-se de rua residêncial. Agradeço providências urgentes da autoridade responsável pelo orgão da prefeitura que trata de ambos assuntos.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de bar na Rua Coronel Euclides Machado
Uma leitora reclama do atendimento do PSIU e da subprefeitura Casa Verde dos SACs 9975073 e 9990513, e afirma que é incopetência e descaso das autoridades. Segundo ela, o bar não possui alvará, menores consumem bebidas alcoolicas, garrafas de energeticos e latas são jogadas dentro dos bueiros, som alto até às 03 horas da manhã, e veículos e motos estacionam na calçadas. A reclamante diz que a prefeitura fez contato via telefone e não mais retornou e o problema apenas agravou.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do Bar e restaurante do ED, no Itaim Paulista
R.T. afirma que o Bar do Ed, no Itaim Paulista, é um "Local sem higiêne, serve refeições e tem música ao vivo. O barulho começa na sexta-feira e vai direto até quase as 5 horas da manhã do dia seginte. Isso acontece sexta, sábado e domingo até uma hora da manhã. Já foram feitos comunicados ao 190, ao PSIU, carta à Subprefeitura do Itaim Paulista e nada silencia este bar. Muito próximo há um hospital e nem assim há respeito por parte dos proprietários"
[Leia a resposta]  
Leitor de Altinópolis reclama de churrasco promovido por vizinhos na Rua das Acácias
Moro na Rua Das Acácias (Altinópolis) faz três anos. Há quatro sábados que alguns vizinhos e seus amigos resolveram fazer churrasco do outro lado da rua. Pois bem o passeio que eles fazem o churrasco é da prefeitura municipal pois tem um campo de futebol. Chamamos a polícia várias vezes e eles não fazem nada. No último sábado o churrasco durou das 13:00 até as 23:00. O churrasco como é na calçada atrapalha os pedestres que passam. Eles param os carros na rua inteira com som alto incomodando os vizinhos. Gostaria de saber se eles tem o direito de fazer o tal churrasco na rua. Obs.: O organizador do tal churrasco mora no caso do outro lado da rua.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de caminhão estacionado em cima da calçada em São Bernardo do Campo (SP)
Leitor reclama que o caminhão placa BWP 7843 está estacionando em cima da calçada, na Rua Emilio Bacaratt, e diz ter fotos para provar.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que participantes de festas do vizinho estacionam frente ao seu portão
Uma leitora de Santana de Parnaíba (SP) questiona: "Gostaria de saber quais os meus direitos referente a calçada da minha casa (do portão de entrada até a extensão do muro) pois os vizinhos de frente costuma fazer festas, reuniões e estacionar veículos na frente do portão de entrada/garagem com o som alto (não possuo carro), quando pedimos para que saiam ou tirem o carro da frente de casa, pois o barulho incomoda e impede a passagem eles dissem que a rua é pública e que não temos direito algum, teve vezes de chegar em casa e ter que pedir licença para poder entrar, pois tinha uma moto estacionada na calçada impedindo o acesso ao portão (como não temos direito se quem paga para fazer a calçada é o dono da casa)então só temos deveres, até ameaça de jogarem bomba na minha casa já recebi, sem falar nos termos de baixo calão que estas pessoas usam";
[Leia a resposta]  
Proprietária de imóvel reclama que arquiteta do condomínio proíbe entrada de empreiteiros
Comprei um tereno em um condominio fechado, porém a arquiteta do condominio exigiu varios documentos para a eu poder realizar a movimentação de terra no meu terreno. Só que já realizamos todas as exigencias solicitadas, porém é a 3ª vez que modificamos o projeto, o engenheiro civel assina e de novo ela diz que falta alguma coisa. Eles podem proibir a entrada de empreiteiros em meu terreno mesmo com minha autorização? Agradeço se puderem me escalarecer, pois não sei mais o que fazer, é dinheiro que gasto com impressões, é o engenehiro que precisa toda hora alterar o projeto
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de adolescentes que utilizam a calçada em frente à sua casa para descansar e conversar alto até tarde.
Na rua onde moro há alguns adolescentes que sentam, por vezes deitanm na calçada e enconstam no portão de casa.Já pedi para eles sentarem na calçada da casa deles e eles responderam que a minha casa é do portão para dentro, pois a calçada é pública. Concordo que a calçada seja pública mas não é um lugar para sentar e conversar até uma hora da manhã. Detalhe: Conversar alto, gritar, rir alto, escutar aparelhos de mp3 sem o fone de ouvido e, é claro, deixar a sujeira na calçada e até mesmo dentro da minha garagem. Existe alguma lei que possa me ajudar? Já que sou eu quem de manhã deve limpar a sujeira. Não entendo como a calçada pode ser responsabilidade do morador e pública ao mesmo tempo. Desde já agradeço a atenção!
[Leia a resposta]  
Leitor de Santo Amaro da Imperatriz reclama de mau cheiro e poeira de exaustores de granja de frango
Um leitor que mora em uma pequena vila rural em Santo Amaro da Imperatriz (SC) questiona: "tenho uma pequena chácara, mais agora a uns 200 metros de minha caso foi construida uma granja de frango medindo 16X132m, e foram colocados em direção da minha casa, 08 exaustores de 1m de diâmetro, e eu e minha familia não aguentamos mais o mau cheiro e a poeira que veem em nossa direção. Já falei com o proprietário e nada foi feito. Pergunto o que tenho que fazer para que ele resolva o problema? Pois esta dando até dor de cabeça e ansia de vómito na familia"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se invadir computador é crime
Uma leitora afirma que uma pessoa entrou no seu computador, postou álbum de fotos do facebook e questiona: "isto e crime previsto?"
[Leia a resposta]  
Leitor da Aclimação reclama de barulho de descarga de caminhões no residêncial The Parker, da Camargo Corrêa
A Camargo Corrêa tem infernizado a vida de centenas de pessoas com o conjunto de condomínios que está construindo próximo ao Parque da Aclimação e da minha residência (infelizmente). O residêncial The Parker recebe descargas de material que chegaram a atingir 3h40 da manhã. Já cheguei a contatar a policia militar que apenas registrou a ocorrência, sem nem informar protocolo, enquanto a construtora me ignorou. Meu condomínio pretende processá-la pra ver em que ponto a coisa chegou, mas uma empresa cheia das licitações é bem capaz que saia ilesa. O que mais pode ser feito?
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de caçambas com lixo do edifício Supremo Campo Belo da Gafisa
R.S., que mora em frente ao edifício Supremo Campo Belo Gafisa, no Campo Belo, reclama: "Meu prédio tem aproximadamente um ano e acabou de passar pela maior fase das reformas e sempre respeitamos a rua cuidando das caçambas, lixo, etc. Mas o edifício Supremo Campo Belo que foi construído pela Gafisa não se importa de viver no meio do lixo! A rua está uma grande vergonha, lixo transbordando das caçambas, avançando pela rua e pelas calçadas. Não tem mais lugar para os carros pararem! Além disso está atraindo bichos! Sei que meu prédio já falou com o síndico desse prédito mas nada foi eleito. O que devo fazer? Obrigada."
[Leia a resposta]  
Leitora de Carapibuiba reclama do barulho provocado por bar na Avenida General Teixeira Lott
Leitora de Carapicuíba relata: "Até hoje foi só telefonemas para a polícia do município mas infelizmente nada foi resolvido. Qual seria o procedimento que devo prosseguir? Fico trancada pois infelizmente às janelas não podem ficar abertas. Minha televisão tem que ficar no último pois tenho uma vizinha que tem crianças e uma delas tem problemas mentais. A queixa é sobre um bar de esquina, devido ao barulho ser constante já perdi vários concursos de finais de semana pois não consigo estudar e muito menos dormir. Pediria que tomassem uma providência sobre o assunto"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona quem deve pagar a multa por uso clandestino de água
Comprei uma casa que tinha água clandestina. Só que eu já desliguei a minha água. Porém descobri que o tal vizinho usa essa água. Eu já chamei a companhia de água para desligar só que eles não acham. Porém a geral é na minha casa mais não uso. E o tal vizinho todas semana liga pra companhia de água dizendo que eu uso água clandestina mais quem usa é ele. E como fica, quem deve pagar a multa? Ele que usa água clandestina ou eu que pago minha água certinho? Na minha casa tem duas gerais de água porém a companhia não conseguiu achar onde fica a 'fonte' de água clandestina.
[Leia a resposta]  
Leitora de Mauá solicita instação de lombada na Avenida do Manacá
M.L.M.S, que mora em Mauá, afirma que a Avenida do Manacá "É uma avenida estensa, não tem lombada nem sinalizações, muito movimentada, há acidentes direto, as pessoas passam em alta velocidade, precisamos de lombadas nessa avenida. Esta avenida pega dois bairros, Jardim Camila e Jardim Primavera"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por ferro velho na Vila Cunha Bueno
E.R.A. questiona: "Estou grávida e não tenho sossego. Ao lado Ao lado de minha casa tem um ferro velho que acumulam muitos ratos e para piorar o barulho vindo de lá é como se estivessem derrubando um prédio. Isso começa bem cedo. Fico preocupada pois logo minha filha vai nascer e não sei o que fazer. Não tenho certeza mas para fazer isso o terreno tem que estar longe da região residêncial, não?"
[Leia a resposta]  
Leitor queixa-se de comportamento do motorista do caminhão placa DFG-3467
Leitor afirma que "Caminhão volkswagen placa DFG-3467, é um mau motorista. Ele veio buzinando para min. Eu quero que ele seja multado."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho e mau cheiro de cachorros no condomínio onde reside
P.S. relata: "Moro em um apartamento há mais de 15 anos e de 4 anos para cá, adentrou ao prédio novos moradores que possuem um cão da raça Coquer, além de arranhar a porta o dia todo o cão late ininterruptamente o dia todo e quando seus donos chegam do trabalho os mesmos brincam com o animal fazendo ainda mais barulho. Reclamei para a síndica e a mesma solicitou por escrito. encaminhei então a reclamação por escrito e isto me rendeu um BO por agressão física da dona do cão, pois a síndica contou que fui eu que reclamei. Como não bastasse todo o transtorno o cão desta moradora faz suas necessidades atrás do prédio e quando retorna suja toda a escada. parei de reclamar. Mas nos dias atuais além do barulho o que nos tem incomodado é o mau cheiro que exala do apartamento desta moradora e para acompanhar mais algumas unidades autônomas que também aderiram em habitar cães também estão exalando mau cheiro, o que devemos fazer? Este condomínio em que moro possui 700 apartamentos divididos em prédios com 3 blocos, cada bloco com 16 apartamentos e no meu caso dos 16 apartamentos 9 possuem cães, por isso o mau cheiro. Gostaria de sua opinião, é muito delicada minha situação."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que imperícia de técnico da NET cortou sinal do seu vizinho
V.M.S., que mora na Vila Flórida (Guarulhos), relata: "Acabo de receber um funcionário da fiscalização da net, quarta feira dia 23/11 ás 13:00 eu tinha recebido um técnico de terceiro da NET em minha residência para troca de aparelhos da net, o técnico fez a troca e trocou os cabos entre o meu e do vizinho, o vizinho ficou sem sinal pois o meu vizinhos é policial e acha que é o dono do mundo e concluiu que estávamos fazendo gato da rede dele sendo que eu tenho NET há a mais de 2 anos não tenho culpa se a pessoa que diz que era técnico da net NET porcaria com instalação eu não entendo de cabos! Como pode uma pessoa acusar os outros só porque usa roupa que lhe dar o poder? Não entendo a falta de humanidade das pessoas, hoje em dia ninguém quer ver o bem de ninguém! Ele comunicou a fiscalização para prejudicar mesmo e ainda queria que a gente ficasse sem sinal que a gente se virasse. Neste caso não sei o que fazer pois este meu vizinho acha que pode ficar gritando, xingando de madrugada meus filhos escuta a casa é germinada é uma falta de educação muito grande com as pessoas. Agora eu pergunto se não fosse policial seria desta maneira? Agiria desta forma? Sem caráter algum!
[Leia a resposta]  
Leitora denuncia furto de energia eletrica na Rua Helena Quaresma (Jardim Saquarema, RJ)
Uma leitora relata: "Gostaria de denunciar um roubo de energia elétrica, tenho uma casa perto desse endereço que é uma barraca, com varias geladeiras e freezer, radfio e televisão ligados dia e noite, a conta um micharia, nós que so vamos la para passar final de semana as vezes, depedendo do tempo pagamaos um dinheirão. Isso é um abusurdo ja foram la varias vezes mais quando ve o carro ele sempre da um jeito de tirar."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que empresa Itapeva liga para sua residência em horários inoportunos
Marlene S. reclama "contra uma empresa chamada Itapeva que em geral ligaram para minha residência entre 7:30h e 8:00h. Já conversei pedindo para respeitarem o horário, inclusive explicando que o correto não é ligar para residências antes das 8:30h. Mas a resposta que recebi é que a ligação é automática, sendo que às vezes atendo e a pessoa do outro lado demora a falar. Gostaria de saber se tenho que fazer um B.O na delegacia de idoso ou na delegacia do cidadão. Desde já agradeço."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama do barulho dos tamancos que a vizinha do apartamento de cima usa
A moradora do apartamento superior ao meu passa o dia com algum calçado do tipo tamanco ou salto. Durante o dia isto é tolerável, mas ocorre também entre as 2h e as 6h da manhã. Nitidamente há falhas no projeto do apartamento, pois posso ouvir até os passos do cachorro dela, mas o que realmente me incomoda são os passos dela. Só que não fui bem recebido ao tentar contato diretamente com a moradora, que teve uma reação assustadoramente mal educada e ironizou a situação. Sou acordado todos os dias em horários inadequados para minha rotina. Tenho uma carga horária puxada e não acho justo conviver com esta situação. Pra piorar, há dois dias me envolvi em um acidente de carro, que não foi grave, mas no qual fui responsável, e creio que está relacionado a noites mal dormidas. É impráticável ter uma rotina saudável neste ambiente, e eu gostaria de saber se esta situação se enquadra na lei de silêncio e se há algo que possa ser feito.
[Leia a resposta]  
Leitora relata que seu vizinho fechou o encamanento que dava vazão ao seu esgoto
M.P. relata: "Tenho um imóvel que faz fundo com outro que fica em um nível mais baixo que o da minha rua. Quando nossa casa foi construída, o encanamento da vazão do esgoto foi feito passando por esse terreno mais baixo. Há alguns anos, o imóvel onde passa essa vazão foi vendido e o novo dono fechou o nosso encanamento. Procurei a prefeitura e recebi a informação de que ele tem a obrigação de ceder essa passagem. Gostaria de saber se existe alguma lei que regulamente essa situação e qual o que devo fazer nesse caso. Aguardo breve retorno e agradeço a atenção!"
[Leia a resposta]  
Leitor de Belém (PA) pergunta se vizinho do apartamento de cime pode ter uma escola na sua residência
C.J.D.T. desde Belém (PA) relata: "Boa tarde, moro em um apartamento na parte de baixo pois o meu vizinho na parte de cima resolveu criar uma escola, pois aí virou um inferno,na semana é o barulho das crianças e no final de semana ele faz reforma ate tarde da noite chegando entrar pela madrugada, então a minha familia não tem mais sossego, gostaria de saber se pode criar escola em cima de resindencia e quais as medidas que devo tomar judicialmente a este respeito."
[Leia a resposta]  
Leitora de Brasília questiona se pode exercer atividade de costura no condomínio onde mora
Desde Brasília, Maria D.S.B. questiona: "Moro há 15 anos neste bloco de apartamento no quarto andar. Sou costureira. Trabalho só na parte da tarde em media 5 horas por dia de segunda a sexta. Não trabalho à noite e nem final de semana, costuro apenas pequenos consertos. O meu ganho é pouco só dá para pagar minha academia. Minha máquina é uma maquina portatil simples e não faz barulho. Só que tem uma vizinha do segundo andar que ta de marcação comigo. Sendo que no estatuto do condominio nao consta que é proibido. Gostaria de saber se tem uma lei que me proteje"
[Leia a resposta]  
Leitora solicita remoção de entulho deixado pela Subprefeitura Guaianases após recapeamento da Rua Brasil
Gostaria que a prefeitura desse um jeito nesses entulhos que eles deixaram aqui quando vieram asfaltar a rua. Devido a isso estão aparecendo um monte de aranhas e escorpiões aqui. Temos várias crianças no condominio, já encontrei um dentro do meu apartamento. É um perigo pois tenho uma filha de 1 ano e outro de 3 anos. Eles deixaram os entulhos aqui do lado em um terreno vazio gostaria que vocês pudessem resolver este problema o mais rápido possível. Obrigada
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se pode ser expulso de república (pensão) por ter cachorro
O problema é o seguinte, moro em uma república na qual moram 11 ou mais pessoas. O cachorro no local foi aceito desde o iniício mas agora ela recusa o cachorro no local. Eu não tenho nenhum papel que comprove que ela aceitou o mesmo lá. Entretanto tenho testemunhas que o cachorro esta la a mais de 5 meses e claro ela viu o cachorro e etc... Gostaria de saber se a proprietária pode, sem uma ordem judicial, colocar a mim e ao cachorro para fora ja que o pagamento é mensal e não existe um contrato em sí. E tambem gostaria de sabe ser teria um prazo no caso para desocupar o local? E também do cachorro no local, mesmo agora ela não querendo mais o mesmo no local eu tenho direito de permanecer com o mesmo ainda na casa? Vale salientar que o imóvel naão eé dela no caso e sub-locado, e no local existe um quantidade relativa de moradores. No caso ele teria que ter um alvará de funcionamento e uma autorizacão do corpo de bombeiro, tais como extintor de incêndio? Nesse caso quais sao os meus direitos e o direito dela?
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se multa por latido de cão em condomínio dever ser paga
Uma leitora questiona: "Recebi advertencia e multa do condominio onde moro, pois uma vizinha que faz fundo com a minha casa alega, que meu cão uiva durante o dia. Moro lá á mais de dois anos, e ela também, e nunca tivemos problemas, aí derepente meu cão passou a incomodar. Conversei com meu vizinhos da direita e da esquerda , que fazem parede com minha casa e o da frente também, e todos me disseram que ele em nada incomoda, pelo contrário, me disseram que o que incomoda é essa vizinha gritando e insultando meu cão. Me informaram que ele uiva de duas a três entre 08:00 e 18:00, gente isso não é um absurdo, ele é um cão! Devo pagar a multa? O que pode ser feito?"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por fábrica de Pão de Queixa em bairro residencial de Campinas
Uma leitora de Campinas relata: "Minha casa faz fundo com uma fábrica de Pão de Queijo, fábrica essa que está em um bairro residêncial. Há mais de 3 anos convivemos com barulhos insuportáveis, até modificar nossa casa tivemos, devido ao barulho absurdo que tinhamos que conviver às 5 horas da manhã. Já reclamamos na própria fabrica, mas a mesma sempre nos diz que irá resolver e só está piorando. Agora a fabrica começa a funcionar às 3:30h da madruga. As vezes à meia noite ainda estão trabalhando e os barulhos são insuportáveis. De uma semana pra cá estão fazendo reforma e minha filha de apenas 2 anos, entra em pânico, com o absurdo de barulho que estão fazendo. Gostaria de me informar sobre esses horários de funcionamento, e sobre o fato de ser uma area residêncial. Desde já agradeço."
[Leia a resposta]  
Síndico chama mullher negra de macaca e leitor questiona sobre Lei contra raciscmo
Minha mulher é negra e há algum tempo foi chamada de macaca pela mulher do síndico. Eu pedi para que ela registra-se B.O mas ela não quis. Eu tenho três filhos pequenos, um de cinco anos e os outros dois gêmeos de 18 meses. Após esse acontecimento a mulher do síndico vive reclamando com a administradora sobre o barulho no meu apto. Só que a minha esposa trabalha fora o dia e eu tenho dois empregos. Acabo de receber uma notificação de barulho e agressão. Ela nunca bateu em minha porta e alega que foi até o meu apto. e foi ameaçada. So que ela nunca veio até o meu apto. Sequer entrega as correspondências direito. Gostaria de saber como devo proceder a respeito de ocmo registrar corretamente um B.O contra essa pessoa. Pois ela toma remédios e é depressiva. Temo pelos meus filhos e não queria tomar nenhuma atitude que não esteja dentro da lei. Gostaria que vocês me dessem uma indicação de como fazer isso perante a lei.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de atendimento na Lojas Americanas do Shopping Continental
Uma leitora relata: "Nessa segunda-feira, dia 21 de janeiro de 2011, fui às Lojas Americanas do Shopping Continental fazer uma troca de mercadoria com defeito. No começo da tarde aproveitando que a loja estava vazia procurei por alguém que me ajudasse com o problema e prontamente uma funcionária até tentou quando um tal Ronaldo (?), o "gerente", nos interrompeu com uma sonora frase que se repetiria incessantemente enquanto lhe faltava qualquer argumento razoável ou tato: "sem nota fiscal e no natal, não fazemos troca"! Perguntei àquela pessoa desprovida de algum preparo melhor ou razoável, se não havia me ouvido dizer que eu tinha ganhado o produto de presente (o que obviamente não vem com NF) nesse mesmo fim de semana de novembro (bem longe do natal, tanto que a loja estava vazia). Ele simplesmente se limitava a repetir a mesma frase como um CD riscado! O pior, é que nas vezes que ele se arriscou a dizer outras coisas, gaguejou, foi reticente e o que mostrou foi muito menos noção geral (do seu cargo, das leis básicas do comércio, dos direitos do consumidor, do trato ao público etc), porque ele estava ali então?! Parece que só para tirar a oportunidade de quem realmente tem condições de ocupar sua função - como infelizmente acontece bastante por aí! Lê-se: infelizmente = menos outro cliente"
Leitor reclama que na Rua Lorenzo Bau (Parque Residencial Cocaia) mora senhor com problemas psiquiátricos que fica gritando a noite inteira.
Ao lado de minha casa tem um senhor com problemas psiquiátricos que fica gritando a noite inteira. Ninguém consegue dormir e sendo assim não estamos produzindo em nossos serviços. A família não toma providência e ele está cada dia pior. Agora mesmo ele esta com surto e todas as luzes estão apagadas dando a impressão de que não tem ninguém. Gostaria de saber se podem fazer algo para resolver esse problema que já esta afetando todos os vizinhos.
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se distância de um metro da sua janela até o muro do vizinho é legal
Moro no segundo piso e abri uma janela para o lado do meu vizinho. Sendo que da minha janela até o muro que nos separa é de 1 metro. Gostaria de saber se estou correto? Ou se tenho que retirar a janela? Pois ele diz que ficará constrangedor por conta de sua piscina que fica colada com a parede da casa debaixo. Que é da minha sogra. Preciso de esclarecimentos. Desde já agradeço.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho que ouve funk, pagode e hip hop muito alto
Meu vizinho da frente (logo na esquina) todos os dias põe o som extremamente alto. Minha casa chega a tremer ao som de Funk, pagode e Hip Hop. Não dá mais. Ele fica umas 6 horas no mínimo com esse barulho infernal. E o pior é que eles são gente mal-encarada. Rola de tudo lá.
[Leia a resposta]  
José Moura questiona desde Salvador (BA): "gostaria de saber se é permitido a construção de igreja junto de residencia, e se for qual o horário de culto permitido pela lei."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por criança que mora no apartamento de cima
Uma leitora de São Bernardo do Campo (SP)relata: "Moro em um apto e tenho problemas com meu vizinho de cima que tem uma criança que faz muito barulho, corre e pula não tem dia nem hora. Tem dias que fica insuportável. Já reclamei várias vezes com o síndico, reunião, e nada além disso eles me ameaçam de processar se eu não parar de reclamar pois entendem que estão certos , que a criança quer brincar etc. São barulhos insuportáveis de pulos e correriam que faz subir o sangue de qq um. Gostaria de uma ajuda dos senhores no que eu posso fazer judicialmente pois o síndico é omisso e ainda me xinga quando solicito uma providência dele e descobri que o mesmo intimidou minha vizinha que tb ia reclamar de não fazer isso pois a pessoa lá é e se acha entendem.Vi que o art 1277 Cod.Cívil , art 42 lei contravenções penais e tb vara da criança pois os pais não colocam limites nessa criança deixando ela fazer o que quer e perturbando o sossego alheio, não posso mais estudarm ler ou tirar um cochilo nos finais de semana e essa barulheira é todo dia. Quando dá 22 hrs até param mas vira e mexe tb se tem puladas e correrias tb após esse horário. Que posso fazer pois já está mexendo com minha saúde"
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de ratos em casa da Rua Joaquim José (Vila Nivi)
O problema é em um casa onde todos os moradores tem problemas com produtos tóxicos. Os proprietários estão hospitalizados e outros usuários de drogas tomaram conta da casa. O que está acontecendo é que os ratos estão demais nos vizinhos e não estamos mais aguentando essa situação. Já denunciamos para a polícia e a vigilância sanitária, o que podemos fazer? Alguém pode nos orientar?
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se pode pedir resarcimento por batido do seu carro no estacionamento do prédio no qual é mensalista
Uma leitora relata: "Meu carro apareceu batido no estacionamento no qual sou mensalista em período integral. Falei com o manobrista que disse não ter visto nada. Entrei em contato com o supervisor que disse que iria averiguar. Após 2 dias informou que o caso estava com o responsável por sinistros e que ele não tinha mais nada a ver com isso. Liguei para o Depto. de sinistro do estacionamento que me informou que a minha queixa não procedia pois o meu carro não tinha sofrido batida no estacionamento portanto não haveria ressarcimento. O que devo fazer? É a minha palavra contra a deles."
[Leia a resposta]  
Leitor que mora no Jardim da Conquista reclama de vizinho que atrapalha a saída de sua moto
L.L.S. relata "A única forma que achei de guardar minha moto é em um espaço que utilizo cuja única entrada é um portão pequeno que dá entrada para a minha residência que tem até uma guia rebaixada para que facilite minha entrada. Acontece que todos os vizinhos respeitam o espaço quando estacionam na frente da minha casa, mas tem um que já deu várias confusões e ele ainda insiste em continuar provocando estou vendo a hora de acontecer uma tragédia pq já perdi até o dia de trabalho por conta disso acordar na hora de tirar a moto não ter como por causa do carro dele. Por favor me ajudem. Porque pessoas que tomam as minhas dores por conta do ocorrido já quiseram quebrar o carro até eu que tento evitar mais tá demais."
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que obra de terraplanagem no terreno vizinho derrubou seu muro
Marcos A.L. relata: "Moro no local mencionado a 1 ano a aprox. 3 meses o vizinho do lado direito (olhando da rua para o me imóvel) iniciou uma obra demolindo a casa que já existia no local e retirada de terra com uso de máquinas de terraplanagem visto que nossos terrenos são elevados com relação ao nível da rua, o problema é que ele demoliu parte do meu muro afetando o meu corredor de acessoa minha casa que fica no fundo do terreno e para piorar uma parte que ele havia construido caiu levando jundo outra parte do meu muro e chegando bem próximo a base da minha casa, acionei a defesa civil e eles verificaram os danos e os riscos que estou correndo, não me deram nenhum documento me informaram verbamente que eu deveria sair de minha casa mas não notificou o meu visinho que paraou a obra deixando a minha um caos, sair de minha casa e estou na casa e minha sogra pois não tenho condições de alugar um imóvel, o numero do oficio encaminhado da defesa civil para adiretoria de obras é 294 segundo o responsável que esteve no local, o que devo fazer?"
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de síndico que não autorizou a instalação de rede de segurança para acesso à jacuzzi
Um leitor faz a seguinte consulta: "Vou morar no último andar de um prédio na Av. Lins de Vasconcelos, Vila Mariana. Quero colocar uma rede de segurança após o guarda corpo pois como está no local da jacuzzi e para acessa-la tem que subir uma escada e o guarda corpo acaba não protegendo as crianças, por isso vou colocar uma Material: Rede 100% Polietileno - Equiplex - ISO - INMETRO, Rede com tratamento ultra-violeta, Cor : CRISTAL, e para segura-la com Estrutura Metálica com Pintura Branca Qual não foi minha surpresa que o síndico disse que não pode!!!! 2. Vou também complementar o guarda corpo no terraço, com o mesmo material e estética do que existe, pois a construtora somente colocou o guarda corpo no local da jacuzzi, acima referido,. tudo isso por uma questão de segurança Tenho crianças de 5 anos. O que faço. Espero uma criança cair para depois reclamar com o síndico!"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de fábrica irregular de confecção de guarda sol na Rua Nova Londrina (Vila Paulistana)
JS. relata: "Há certa de 10 anos meus vizinhos da frente resolvem se mudar e venderam a casa para uma outra familia que passou a usar a fachada residencial mas criou uma fábrica de confecção de guarda sol no fundo sendo que o terreno era bem grande e não se sabe se há licença de construção. Ele também comprou cerca de 2~3 casas na rua que também serve como depósito e fábrica. A fábrica funciona de segunda à sábado das 6:30 da manhã às 6:30 da noite fazendo constante barulho. Fora o tráfego de caminhões que além do barulho, fecham a rua e danificam a estrutura das casas. Os trabalhadores também usam as calçadas das outras casas na hora do almoço jogando lixo nelas e às vezes fechando as passagens nos portões. Também observam o movimento nas casa e intimidam os moradores, no caso as jovens. Consultei e não encontrei nenhum tipo de autorização nem registro da fábrica mas no SAC de Reclamação da Prefeitura é necessário se identificar e há grande medo da reação do dono e dos trabalhadores. Gostaria de saber como posso proceder de maneira a não me indentificar. Obrigada"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de animais de estimação do vizinho
Moro em uma casa germinada e meus vizinhos criam 3 grandes cachorros em uma garagem pequena. Além de latirem muito quando passa qualquer pessoa ou animal, eles soltam muito pelo e todos os dias minha garagem fica lotada de pelos. Já reclamei com eles e nada fizeram, gostaria de saber se existe alguma lei que proiba a criação destes cachorros em espaços pequenos.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinhos que fazem barulho no quintal
Daiane C.L. relata: "Eu gostaria de reclamar sobre os meus vizinhos do quintal, moro em casa aluga, porém tem 6 casas no mesmo quintal. Só que o meu vizinho do lado é muito barulhento e não respeitam ninguém que tem que trabalhar no outo dia. Hoje domingo 22h38 da noite, e eles estão bebendo, rindo e falando alto até agora, e o pior tem crianças jogando bola e correndo pra lá e pra cá. Semana passada de sexta pra sábado ficaram até as 5h da manhã, sendo que eu tinha que levantar as 6h para ir trabalhar. Não aguento mais a falta de respeito conosco, moradores, que temos que dividir o mesmo quintal."
[Leia a resposta]  
Leitora questiona onde denunciar ruido provocado por gerador em Maceió (Alagoas)
S. relata: "Moro perto de "mercadinho" e de um gerador que está incomodando. Quero saber onde eu e meus vizinhos podemos conseguir ajuda juridica em Maceió?"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de bares ilegais na Rua Mourato de Oliveira (Subprefeitura Freguesia Brasilândia)
Já fiz diversas reclamações no SAC da Prefeitura, sobre as músicas altas nos nºs acima, os dois são bares clandestinos pois estão na área da prefeitura. Isso vem acontecendo desde 2009. O absurdo é que o PSIU e a Subprefeitura da Freguesia do Ó encerram os chamados sem atenderem. Para vocês terem uma idéia pedem inclusive o mapa com a localização dos mesmos. Protocolos 10317208, 10036341 pedem o mapa com a localização, 9149725, etc... são doze chamados e mais abaixo assinado.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de funcionamento de empresas em bairro residencial
Um leitor de Jardins Pirineus (Belo Horizonte, MG) relata: "Moro em um bairro residencial onde funcionam 4 empresas comerciais: Eagle City Tour LTDA, Continental Locadora de Veiculos LTDA ME, Continental Turismo LTDA, Continental Turismo e Receptivo LTDA"
[Leia a resposta]  
Vivian C.C. relata: "Moro em uma área onde a área do meu vizinho era uma varanda. Ele murou, cobriou e está criando cachorros. Os mesmos choram, latem e uivam o dia todo e parte da noite. Gostaria de saber se ainda existe zona totalmente residencial. O que posso fazer ter meu sossêgo de volta poder acordar às 8:00 e não às 5:30 e ouvir TV no volume normal."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que estudio de fotografia em área residencial atrapalha estacionamento estacionamento dos moradores
Mariana T. que mora na Vila Beatriz, relata: "Faz uns 4 anos que uma firma de fotografia alugaram a casa de meu vizinho e a transformaram em um estudio de fotografia. Devido as sessões de fotos pessoas param os carros por muito tempo nas vagas dos vizinhos e minha rua (Rua Agostinho Bezerra)é estritamente residencial! Não pode haver prestação de serviço na rua mas eles estão com uma firma e os vizinhos já se reuniram para saber o que fazer, porém nada foi decidido ainda. Como a lei pode nos favorecer nesse caso?"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de proprietários de Rottweiler que ameaça condôminos e ataca animais
Uma leitora de Mesquita (RJ) questiona: "Moro em uma espécie de vila, cheia de casas, onde a maioria dos moradores são meus parentes, uma prima minha, á mais ou menos 3 anos atrás, ganhou um cão da raça rottweiler de presente do então namorado dela. Bom, esse cachorro chegou aqui ainda filhote, mas hoje em dia ele é um cão adulto e violento,nós aqui vivemos com medo, para receber visitas temos que ir pedir para os donos prendê-lo, uma moradora que se mudou para uma casa aqui recentemente não entra aqui sem antes ter que gritar do portão para a dona prendê-lo. Ele já atacou uma criança, invade a casa de um tio meu frequentemente para tentar matar a gata deles, ja atacou a minha gata e mais recentemente o meu gato que hoje se encontra entre a vida e a morte e os donos são omissos e insistem que o cachorro deles é manso e que só estava brincando em todos esse casos que citei. Não tenho condições para levar meu gato ao veterinário e os donos ja disseram que se depender deles não ajudarão com nenhum centavo. Gostaria de saber quais são os meus direitos nessa situação, se posso pedir indenização pelos gastos que vou ter com meu gato e onde posso denunciá-los para que se tome alguma atitude de tirar essa ameaça daqui."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama da poluição visual em Alvorada (RS)
Carolina Fiori da Silva afirma que "Alvorada - RS é uma cidade que esta crescendo, mas as propagandas nos postes de luz, sinaleiras, muros, esquinas são muitas chegam ter 3 do mesmo lugar e da mesma empresa" isto deixa a cidade com aspecto sujo, e prejudica as pessoas de varias formas. NÃO SEI COM QUEM RECLAMAR?
[Leia a resposta]  
Leitora de Guarlhos reclama do baile Bora Bora e reclama da ação da polícia
Uma leitora de Guarlhos reclama: "Tem um baile próximo a minha casa que nos fins de semana tiram o sossêgo dos moradores da região. O Bora Bora é extremamente famoso por juntar vários carros com som ligador em alto volume, extremo consumo de álcool e drogas. É comum pela manhã sairmos na calçada e encontrarmos camisinhas usadas. O trânsito é dificil no local principlamente no domingo à tarde. A polícia já realizou algumas ações fechando o estabelecimento mas ele reabre assim que os policiais vão embora. Já ouve confronto com a polícia, morte durante a briga e ninguém consegue resolver o problema. Saio para trabalhar às 4:00h e fico com medo pois nesse horário o baile ainda está rolando. Os moradores sempre ligam para a polícia para reclamar do barulho mas ultimamente só tem aparecido uma viatura para receber propina (Isso já foi visto por vários moradores e eles nem se preocupam em fazer escondido). O que mais posso fazer?"
[Leia a resposta]  
Leitor reclama do espaço Arte Eventos, na Rua Santa Gregoria (Cidade Dutra)
A.A. que mora na Rua Santa Gregoria (Cidade Dutra) relata: "São exatamente 01:32 da manhã, ainda não consegui dormir devido um salão de eventos que abriu há um ano em frente minha residência. Já fizemos varias reclamação no PSIU, Policia militar e civil, porém nada foi feito, e depois disso temos sofrido represálias e até mesmo ameaça de morte. Pelo amor de Deus nos ajude, estamos com medo."
[Leia a resposta]  
Leitor afirma que templo evangélico (Assembléia de Deus) na esquina da Rua Cassilandia com Rua Professor Dario Ribeiro interdita a rua
A.A. relata: "O problema é que um templo evangélico (Assembléia de Deus) localizado na esquina da Rua Cassilandia com Rua Professor Dario Ribeiro está interditando a rua frequentemente (ao menos uma vez por mês) sexta, sábado e domingo, entre 18:30 e 22:30 e ao domingos ou nesse mesmo horário ou das 9:00 as 14:00, sem contar o barulho que normalmente eles já fazem agora temos que aguentar essas interdições durante o final de semana. Os avisos em geral são colocados na caixa do correio no próprio dia do começo da interdição na sexta-feira, com isso visitas de parentes, amigos ou pequenas confraternizações familiares pré-programadas são sériamente comprometidas, pois o acesso as residências do trecho interditado podem ser feitas apenas por moradores, sendo que as visitas tem que entrar a pé, o comunicado assinado pelo pastor diz que eles tem autorização dos órgãos competentes, acho estranho autorizarem frequentemente essas interdições e em dias consecutivos justamente nos finais de semana que é quando dispomos de algum tempo livre para recebermos a visita de amigos e parentes, o que pode ser feito? Eu mesmo tive que transferir uma reunião familiar para a casa de meu irmão, já que o acesso a minha rua ficou comprometido, como viriam crianças e idosos, não havia possibilidade de parar os carros longe e entrar na rua onde moro. Existe Solução?"
[Leia a resposta]  
Um leitor de São José dos Campos questiona quem fiscaliza agência de automóveis que utiliza a rua para deixar seus veículos à venda
Um leitor de São José dos Campos questiona: "Gostaria de saber de quem é a competência no caso em tela. Talvez sirva para outros casos que assim ocorrem em diversos locais. Aqui em minha cidade, no centro, tem uma agência de automóveis que utiliza a rua para deixar seus veículos à venda, diminuindo o já tão pouco existente número de vagas para o estacionamento. Fiz uma reclamação no Departamento de Trânsito mas os mesmos me informaram que eu devia procurar a fiscalização de posturas. Chegando lá me falaram ser de competência dos fiscais de trânsito. A mesma coisa ocorre com uma oficina que conserta carros na rua e calçada próxima a minha casa. Afinal de quem é a competência?"
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por descarga de materia de construção do condomínio The Parker, da construtora Camargo Corrêa
A construtora Camargo Corrêa está construindo um condomínio residencial, The Parker, no endereço supracitado, e de acordo com o site da empresa, a previsão de entrega do empreendimento é em janeiro de 2014. Todos os dias úteis há descarga de material das 22h às 2h ou 3h da manhã, causando desconforto aos moradores da região devido ao intenso barulho. Já entrei em contato com a construtora através de email e não obtive resposta. Fiz uma denúncia através do Serviço de Atendimento ao Cidadão da Prefeitura de São Paulo no dia 05/11/2011 (número de protocolo 10342047), mas até agora, nada foi feito. A minha denúncia, de acordo com o atendente, seria encaminhada ao PSIU, mas não me deram data de retorno.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de aluguel de veículo na Loc Center (Fortaleza)
Joaquim P. V. relata: "Estive olhando sites de algumas locadoras de veículos, em Fortaleza. A que me interessei foi: Loc Center locadora de veículos. Liguei para o proprietário, Messias, e ficou acertado a diária de 70, 00R$, uma franquia de 1500, 00 R$, no ato do recebimento do veículo. Informou-me que a locadora dava todas as condições aos clientes como: Reboque 24hs e troca do veículo. O veículo apresentou problema no tanque, e nem um desses benefícios citados aconteceu. Foi comunicado, não deu nenhuma importância para problema e pediu-me que viesse mesmo com recipiente vazando combustível. E tive que deslocar aproximadamente 350 km, com o destino a fortaleza, correndo o risco de vida da minha família. propondo -me que eu não iria sofrer nenhum ônus. Quando cheguei e fui entregar o veículo. Veja o que aconteceu! checou todo veículo, rigorosamente. Disse-me que iria mandar fazer o orçamento para conserto do tanque. Levou para oficina de um irmão e me cobrou quase 50% do valor do tanque novo. Enquanto, em outra oficina faria por 70, 00R$ o mesmo serviço. Será que existe esperteza desse senhor, messias, e família. Ficou também de me entregar o veículo com tanque cheio e me entregou o com tanque vazio. Ainda ficou procurando defeitos no veículo, para angariar valores da franquia. Então, paguei 4 diárias, no valor de 280, 00, lavagem 20, 00R$, Solda do tanque 100, 00R$, para tirar e colocar o tanque foi 90, 00R$ e 30, 00R$ de uma calota que quebrou um pouquinho. E não me apresentou nenhuma nota de serviço. ficou de me entregar mas até agora não apareceu e nem aparecerá. Será que esse rapaz é honesto? Cuidado com a propaganda de preço, pontualidade e honestidade com os clientes, Dessa Locadora. O nome dela, é:LOC CENTER LOCADORA DE VEÍCULOS, Localizada próximo ao aeroporto Pinto Martins, em Fortaleza-Ceará. O rapaz é muito gentil para pegar nosso dinheiro. Tudo isso, mais algumas coisas eu falei para ele. São minhas indignação e verdadeiras. "
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de estacionamento sem alvará na Rua Jandaria (Bela Vista)
Uma leitora pergunta: "Boa noite. Fiz uma reclamação varias vezes, inclusive outras pessoas também. Referente a rampa de ferro e o chão do segundo andar de um estacionamento ao lado do nosso prédio e a resposta que voces me retornaram dia 11 de novembro era que eles não apresentaram a documentação necessaria e que haveria fiscalização e talvez uma interdição. Acontece que nada aconteceu, o estacionamento está funcionando normalmente e o incômodo continua. Houve a fiscalização ou não? Eles tem alvará? "
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de mercado ao lado de sua casa
Fausto B. relata: "Moro ao lado de um mercado, no qual faz uso do muro interno a minha casa para propaganda do mesmo e utilizam de motores virados para minha casa que ficam ligados o dia inteiro fazendo um barulho muito alto, juntamente com um gerador que uma vez ou outra entra em operação. O que devo fazer juridicamente?"
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se é obrigatório instalar sinaleiro luminoso na saída da garagem
C.S.B. questiona: "Sou síndico de um prédio atualmente. Acontece que estou de mudança para outro prédio e recorro a V.sas., para ver se consigo resposta a minha dúvida, pois já tentei por vários caminhos sem sucesso. Existe a obrigatoriedade dos edifícios em colocar o Sinaleiro luminoso na saída da garagem? esse Sinaleiro tem que ter o aviso sonoro (bip)? Existe algum regulamento oficial que esclareça esse tópico? Acontece que vou mudar para o 2º andar do prédio, em cima do tal sinaleiro com bip. O fato me preocupa diante mão. Agradeço as informações sobre o assunto, pois ninguém da área de condomínios soube me informar. Grato!"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se há Lei que a projeta de vizinho que ouve música em aparelho de som muito potente
Carolina O.F. questiona: "Eu gostaria de saber se a alguma lei que me proteja em relação ao som alto, pois eu moro em uma casa com parede geminada e agora meu vizinho comprou um som muito potente que ao ligar o mesmo fica impossível de ouvir qualquer coisa em casa, aguardo uma resposta."
[Leia a resposta]  
Leitora relata problemas para atravessar faixa de pedestra na Estrada do Alvarenga
Uma leitora reclama: "Sou estudante e todos os dias tenho o mesmo problema de quando irei atravessar o farol de pedestre da estrada do Alvarenga em frente ao mercado pedreira os motoristas não respeitam a faixa de pedestre, param no meio da faixa com o sinal vermelho pra eles, deixando os pedestres sem espaço para atravessar, outro problema e que mesmo que o farol esteja vermelho para os motoristas eles passam sem se importar com os pedestres, queria que a fiscalização ficasse lá durante o horário de 6:45 a mais ou menos 7:30, que é quando a vida dos pedestres é difícil para atravessar."
[Leia a resposta]  
Leitor questiona sobre possibilidade de processar Estado
Um leitor questiona: "Fui assaltado a mão armada e levaram minha moto. Logo depois fiz a queixa por telefone, depois recebi uma ligação da polícia dizendo que viram minha moto, mas que os bandidos conseguiram fugir. Fui a delegacia fazer o B.O com a polícia em greve. Consegui fazer o B.O mas ninguém investigou o caso, não fizeram nada. Posso processar o estado? Me informem como devo proceder."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que obra da Sabesp em Moema dificulta visibilidade do farol
Anália L.P. relata: "Ontem a noite,15/11, vinhamos sentido avendida macuco, onde a SABESP bem na esquina está fazendo uma obra. e dificultando a visibilidade do farol, dando para passar apenas um carro por vez, ocupando mais da metade da rua. vinhamos a 30km por hora,e não vimos o farol, uma vez que está tapando parcialmente a visão do mesmo, entramos e o farol fechou quando estavamos saindo do lado da obra, vinha descendo um carro e pegou nossa lateral toda. Ainda não sei se alguém já fez reclamções, mas um morador do prédio da frente desceu e nos disse que já teria ocorrido 15 acidentes nesse mesmo local, desde que iniciou a obra até agora, devido a essa falta de visibilidade. Gostaria de uma providência, já que está ocorrendo com outrso veículos e apenas por culpa da SABESP e que suas instalações com alturas erradas."
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que funcionários da AES Eletropaulo danificaram seu veículo
Renato M.L. relata: "No dia 14/11/2011 estacionei meu veiculo na Rua Içana, 365 -Pinheiros - São Paulo/SP por volta dás 07h da manhã, logo que cheguei havia um caminhão da Eletropaulo na mesma rua em frente onde estacionei, tratava-se daqueles que cortam os galhos que estão obstruindo a rede de energia. Quando voltei, por volta dás 18h para ir embora meu carro estava com o capô amassado com um diâmetro de aprox. 35cm, o vigia da rua que ali permanece durante todo o dia na guarita também confirmou que o acidente ocorreu quando os homens da Eletropaulo realizavam o trabalho de cortar os galhos, e um destes caiu sobre o carro. Quando cheguei no local imediatamente liguei para AES e fui informado que deveria fazer um Boletim de Ocorrência e me dirigir até uma loja da empresa. Fiquei bastante chateado com a situação e quero saber se procede fazer a reclamação!!"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona sobre possibilidade de denunciar criadouros de porcos a céu aberto, próximos a residências
J.S. pergunta: "gostaria de saber se é proibido o criadouros de porcos a céu aberto e próximo a residências, pois o mesmo exala um forte mal cheiro todos os dias e atrai muito insetos, ratos e baratas. A que órgão do município posso denunciar? Desde já agradeço a atenção!"
[Leia a resposta]  
Riany Carla S.S. pergunta: "Meu pai tem um caminhão e quando chega de viagem coloca em frente a nossa casa, mais como o veiculo é grande fica em frente também em frente de outras casas. Até onde é que isso é proibido ou ás pessoas das outras casas podem proibir lembrado que essas casas não tem garagem."
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de problemas com esgoto a céu aberto
Um leitor reclama: "Estamos com problemas com esgoto da casa número 184 até o número 10 possuem esgoto a céu aberto. O cheiro está insuportável, fora a quantidade de ratos. Um indivíduo construiu encima do esgoto na Rua do Grupo Escolar número 10 um bar e na Rua Wilson Ackel uma outra pessoa construiu uma garagem. Quem passa não vê o esgoto porque eles tamparam com as construções. Falaram que vão resolver e até agora não fizeram nada. Depois falaram que queriam ver quem ia tirar eles dali."

[Leia a resposta]  
Ivete L.M. relata: "Eu moro a oito anos nesse endereço. Há alguns meses veio um morador novo morar ao lado da minha casa. Tem dois cavalos e o cheiro de fezes e urina está insuportável. Não posso abrir as janelas e nem as portas,por causa do cheiro. Já falei com a propretaria do imóvel ela conversou com ele mas não adiantou ele falou que quer ver quem vai proibir ele de trazer os animais aqui,ja procurei a vigilância sanitária, mas pelo jeito não resolveu muito. Ele procura trazer os animais nos fins de semana, no horário do almoço e fica pelo resto da terde, na frente de casa do lado do meu portão,e o meu pátio é mais baixo q a rua ta difícil. Eu acho um absurdo porque pago meus impostos nao sou obrigada a conviver com isso."
[Leia a resposta]  
Renato Costa Souza relata: "Hoje eu e minha familia quando acordamos fomos surpreendidos por um suposto vazamento saindo da caixa de luz, observando melhor vimos que estava saindo água da chuva de um dos conduites proveniente da laje. Acionamos a sindica e a mesma ao verificar a situação nos informou que empresa que foi contratada para pintar o prédio havia quebrado algumas telhas e provavelmente seria este o motivo do vazammento, porem não sabia o que poderia ser feito enquanto chovesse. Por se tratar de um feriado e não ter ninguem que possa subir no telhado e ver as telhas. Foi desligado a força geral do apartamento até que ache uma solução. Situação no momento: 1- Estamos sem energea e sem previsão de quando vamos poder ligar novamente. 2- Exposição ao risco, pois como os dejuntores foram encharcados não sabemos bem ao certo o que pode ocorrer quando ligarmos novamente."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de sacada e fogão a lenha construídos por vizinho
Rafaela R.O.S. questiona: "Meu vizinho construiu a sua casa dando pouco espaço para a minha. Se não bastasse ter construido uma sacada virada para a janela do meu quarto, ele construiu um fogão a lenha com a chaminé virada para a janela do quarto do meu pai. Quando acendem, toda a fumaça vai para o quarto do meu pai e para o meu. Tenho problemas respiratórios, passo mal, fora o cheiro que fica na casa inteira. Gostaria de saber como posso proceder, o que fazer nesses casos?"
[Leia a resposta]  
Leitor solicita remoção de árvore, derrubada por conta de chuvas na Av. Itaim
Carlos Roberto Pinto relata que "Na noite passada um forte temporal com ventos veio a derrubar uma árvore na Av. Itaim, altura nº 191, entre muro da Escola Dario Monteiro de Brito. Esta árvore está caída após o muro, entre o passeio público e meio fio. Atrapalham com muito perigo pedestres e motoristas. Neste local é passagem constante de pacientes que se dirigem ao Hosp.Sta.Marcelina e gestantes à Casa de Maria"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Eu gostaria de saber se meu vizinho pode leventar uma parede na sua divisa somente no único espaço que deixei no meu muro (que fizemos separados) nos fundos para uma entrada de sol, ele só tampou nesse local. Quando fui perguntar a ele porque e que teria que por um furo depois sem demora pois tem um espaço de 8cm de meu muro com o dele, para que não aumentasse a infiltrações já que ele subiu mais essa parte não secará apos as chuvas, ele começou a me agredir com palavras e até a minha mãe que estava em casa comigo ficou muito nervosa pois ele disse a ela que se não calassemos a boca ele a calava, foi um transtorno muito grande. Isso pode ele fazer? Esse acontecimento ocorreu ontem 13/11/2011"
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho de reuniões evangélicas em garagem alugada, durante a noite
Claudio Manoel F.F. reclama que seu vizinho "alugou a garagem de aproximadamente 25m² para pessoas "Evangélicas", as quais se reúnem naquela garagem, lotando-a a cada reunião com aproximadamente umas cem pessoas entre crianças e adultos. Promovem uma série de gritarias e lamentações insuportáveis, sempre nos horários compreendidos entre 19h e 23h de segunda a domingo e nos finais de semana o dia todo, com som ao vivo, muita gritaria, cantoria infernal. Sei que não fazem por mal, mas o local onde estão mpromovendo essa parafernália toda, não é adequado, pois incomoda muito a todos os moradores do quarteirão. Eu falo pelo meu sossego, isso tira a calma, acaba com a paz, é muito ruim."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de invasão de terreno da prefeitura, localizado na Rua Henri Marechal Vila Clara
Uma leitora reclama que o terreno no n°18 da rua Henri Marechal Vila Clara, que é da Prefeitura e seria uma praça, foi invadido, e "estes individuos fazem uma baderna no final de semana com orgias, drogas e bebidas normalmente ninguém consegue descansar , assim como eu que pago impostos e minha casa não é invadida, pago tudo certinho para não tem respostas das pessoas responsaveis. Já fiz denuncia na Subprefeitura e nada acontece, ele nem sequer falam com a gente. A policia nem lá vai. É muita falta de respeito com os moradores, que paga tudo certo, meus impostos, contas todas e resposta não tem. Quero ajuda";
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de vizinho que deixa portão da garagem aberto, impedindo-a de estacionar seu veículo com tranquilidade
Uma leitora relata: "Mudei para Pedreira há 2 meses estou tendo problemas com um vizinho, somos em 4 famílias no condomínio (2 aptos em baixo e 2 em cima),não temos sindico, nem taxa de condomínio, apenas taxa de água e corte de grama dividido entre os condôminos, as vagas de garagem são individuais mas cada vaga tem um portão, que se aberto impede com que o outro condômino entre em sua garagem. No meu, instalei um motor para abrir o portão automaticamente evitando que eu tome chuva ou até mesmo assaltos, mas agora o vizinho começou a deixar o dele aberto, fazendo que eu de qualquer forma tenha que descer do carro para fechar o portão dele e aí sim abrir o meu. Já pedí para ele por 3 vezes para que fechasse o portão dele e na última tentativa ele foi ríspido, erguendo o tom de voz e dizendo que o problema é meu que ele não vai fechar, me sentí ameaçada, acho que não há mais conversa, por ele morar há mais tempo que eu aqui tem mais direitos? Ambos somos locatários, gostaria de saber quais providencias devo tomar? desde já agradeço
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de vazamento de esgoto vindo do terreno do vizinho
L.S. relata: "Estou com um problema de vazamento de esgoto no meu quintal, vindo do vizinho dos fundos do meu lado esquerdo, parece dificil de entender, mas e verdade... o esgoto corre pelo meu quintal varias vezes no decorrer do dia... já solicitei diversas vezes o conserto por parte da proprietaria, e ate agora nada.... Gostaria de saber, existe algum orgão publico onde eu posso reclamar formalmente? Pois o problema é serio....."
[Leia a resposta]  
J.S.A. relata: "As casa do vizinho foi construida na divisa do terreno onde moro e há tempos tenho problemas com constantes vazamentos. Todas as vezes que vou reclamar eles fazem pouco caso e falam que se eu estiver incomodado que procure os meus direitos. Fui na prefeitura reclamar mas o orgão competente não resolve o problema. Já tive que fazer reforço na estrutura do imóvel e todo o prejuízo com a reforma, material de construção e mão de obra eu tenho que pagar para a minha casa não cair por causa das constantes infiltrações causadas pelo vazamento de água dos vizinhos. Pois todo o encanamento passa atrás da parede de minha casa. Gostaria de saber como proceder, em qual orgão recorrer tanto juridicamente ou outro qualquer para solucionar este problema. Pois estou sendo prejudicado e não tenho qualquer resposta do orgão competente da Prefeitura onde eu moro."
[Leia a resposta]  
M.F.C. relata: "Eu moro há 42 anos neste bairro (Vila Sônia)que é residencial. Há alguns anos construiram umas torres num terreno próximo onde havia um monte de calipal,agora do lado de casa tem um terreno de mata nativa que ficou muito tempo sem fazer nada. Agora uma construtora PDG parece que comprou o terreno e vai fazer mais prédios. Ainda não começaram a obra mas já está com estande de vendas aceleradas. O problema maior para nós moradores do bairro será o transtorno de entrada e saída de carros,inclusive este prédios anteriores já causam transtornos por ser uma área residencial. O Bairro tranquilo agora ficou agitado e sem contar ás vezes que motorista tiram a nossa privacidade e encostam carros sobre calçadas e até mesmo na frente de casa em guia rebaixada. Esta área tem muitas árvores e um dos corretores falou que vão tirar 50% delas. Peço urgentemente a vocês que nos ajudem e mandem algum orgão para fiscalizar este empreendimento e as situações conflitantes que irão causar para o bairro."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por jovens durante a madrugada
Uma leitora relata: "Já faz algum tempo que alguns jovens desocupados e que não têm respeito ao cidadão que trabalha e quer descansar, se juntam na rua próxima ao condomíno onde moro, na Estrada de Itapecerica, altura do número 2890, para ouvir funk madrugada a dentro. Para se ter uma idéia do barulho, moro no décimo andar de um prédio e parece que o som está na minha sala no último volume. Já liguei pra polícia no 190 e a resposta que tive foi que durante os fins de semana e feriados são muitas ocorrências por conta do barulho e que eles não dão conta de todas. Liguei na prefeitura que me disse que se o barulho não for dentro de casa eles não podem fazer nada. Sou cidadã que trabalho e pago meus impostos em dia, acho que o mínimo a que tenho direito é ter silêncio e paz para dormir. Gostaria de saber quais os procedimentos legais e de efeito que posso tomar para acabar com essa balbúrdia e falta de respeito."
[Leia a resposta]  
Rita questiona: "Existe uma pesssoa, tenho quase certeza quem é, que todos os dias faz cocô no meu canteiro, leva até papel. Gostaria de saber se isso é um crime ou delito para que eu possa ir a uma delegacia. Obrigada".
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de falta de água em Itapecerica da Serra
Maria José S.T. reclama que "Já tem cinco dias que aqui no Jardim do Carmo Itapecerica da Serra não tem água em todo o bairro. Não são todos que podem estar comprando água por falta de dinheiro. Ás escolas já pararam de funcionar minha irmã ficou três dias sem ir para a escola por falta de água. Até mesmo esses dias aqui na rua tinha um vazamento de água que a SABESP veio arrumar mas acabou ficando pior, ficou jorrando água limpa a mais de uma semana e ninguém fez nada. Minha mãe está desesperada, não sabe mais o que fazer e agora como ficamos nessa situação."
[Leia a resposta]  
Leitor de Pirituba reclama que seu vizinho canalizou as águas da chuva na rede de esgoto
Um leitor, que mora em Pirituba, relata: "Estou com um problema sério aqui na minha casa. Meu vizinho dos fundos canalizou as águas da chuva na rede de esgoto. Quando a chuva é muito intensa a rede não suporta a grande quantidade de água e transborda no meu banheiro e na caixa de inspeção. O que devo fazer?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Preciso urgente saber como denunciar um galpão de pinturas de caminhões que montaram ao lado da minha casa. Minhas filhas e netos já apresentam sintoma de intoxicação. Eu tomo todos os dias anti-alérgico. Obs.: Me mudei de São Paulo há 20 anos devido a alergia e a poluição. Por favor me ajudem pois já liguei para a Secretaria de Meio Ambiente e não obtive retorno. Obrigada."
[Leia a resposta]  
Leitor relata de depósito de lixo na Rua do Pacificador, Ipiranga
Um leitor relata: "Meu vizinho montou um verdadeiro depósito de lixo não estou mais aguentado isso. No começo tava mais tranquilo ele prensava garrafa pet mais agora com o passar do tempo ele começou a comprar tudo que é tipo de lixo ele prensa uns baldes que tem um cheiro insuportável não sei a procedencia desses baldes mais aposto que não podem ser vendido a terceiros pelo odor deles. A casa é alugada, ja falei com os donos mais de nada adianta. Queria só uma providência pois não aguento mais isso"
[Leia a resposta]  
Jose Bernardo relata: "Trabalho em um Projeto da SEME Secretaria de Esportes, de ordem Social e Inclusão pois através deste Programa CLUBE ESCOLA, tiramos as crianças da rua e colocamos no Esportes, além das atividades realizadas também com a Terceira Idade, o nosso Convênio seria até Julho/2012, mas o atual Secretário Sr. Bebeto Haddad, decidiu hoje encerrar todos os Convênios e sem abrir outro Chamamento e nem oferecer a opção de futura prorrogação dos mesmos. Será um Natal/Férias triste pois as crianças, adolescentes e terceira idade, ficaram nas ruas, sem atividades e Professores de Educação Física, Merendeiras, Auxiliares de limpeza e outros Profissionais e país de familias desempregados e sem perspectiva para 2012. É uma vergonha, Cancelarem um Programa como o CLUBE ESCOLA que tem dado resultado e prestado um excelente serviço as Comunidades! Crianças, Adolescentes e Terceira Idade ficarão sem atividades no Esporte à partir de Dez/2011".
[Leia a resposta]  
Alexandre S.A. reclama: "tenho um vizinho que esta "desmanchando" carros...e utilizando a rua como "depósito"...estou tentando vender a minha casa, mas simplesmente as pessoas chegam olham e reclamam da aparencia do lugar...indo embora... Isso é permitido? a PMSP não tem que fazer alguma coisa?"
[Leia a resposta]  
Sheyla Marcia G.N. relata: "Moro em um apto térreo onde possuo minha área de serviço externa por toda extensão do final do apto. Uma parte coloquei telhado e outra deixei aberta onde coloco minhas plantas. Nosso prédio tem somente 3 andares. Acontece que a vizinha do 3º andar joga diariamente lixo no meu quintal, principalmente seus cabelos. Sujam minhas plantas com um pó branco e sou obrigada a limpar constantemente tudo. Os lixos vão desde os nojentos cabelos da vizinha mal educada, quanto sementes de frutas, massas, terras, fósforos usados, papeis de bala, etc. Já falei 2 vezes sobre o assunto, inclusive com o sindico, ele até fotografou uma vez pois encheram meu quintal e plantas de sal. Mas ela eh abusada e continua despejando seus entulhos. Estou de saco cheio pois hoje mesmo tive que tirar seus cabelos jogados no meu quintal. Além de nojento, o vento leva eles para dentro de meu apartamento e quando vejo está no meio de minha cozinha. Quer nojeira maior? Isso está me aborrecendo diariamente. O sindico já falou com ela e ela se faz de desentendida. Diz que não é ela. Acontece que eu mesma peguei ela duas vezes fazendo tais sujeiras. Uma inclusive ela me viu e se escondeu. Acho que ela está pedindo um processo. Se for falar com ela sei que vou me desentender e a coisa poderá ficar feia pois não aturo esse tipo de desaforo pois como não gosto de sujeira., procuro manter tudo em casa limpo. Não aceito que gente desse nível venha a atrapalhar meu sossego. Notifiquei ao sindico e ainda informei que para cada limpeza que tiver que fazer em minha área de sujeira que não fiz descontaria R$ 5.00. Da janela da sala notifiquei R$ 10,00. Pergunto: o que fazer? Tudo que ela joga no meu quintal eu guardo em um saquinho para provas, inclusive os cabelos. O que faço? Faço uma notificação por escrito diretamente para ela e peço ao sindico para ser testemunha? Abro um processo? Como fazer? Abro um processo contra ela ou contra o condomínio? Me ajudem a resolver esse absurdo. Já pensou vc levantar da cama todo dia ou chegar em casa à noite e ter que fazer limpeza de sujeira que vc não fez? Como acabar com isso? Agradeço de coração o retorno. Um grande abraço a todos"
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por equipamentos da academia Planeta Acqua, na Mooca
Hugo P., que mora na Mooca, relata: "Moro ao lado de uma academia de grande porte Planeta Acqua, e minha residência e colada a esta academia, não consigo mais dormir, desde que os aparelhos foram trocados, pois cade vez que soltam o peso do equipamento o barulho e parecido com um bate estacas, desde às 06:00 até às 23:00 hs a solução e apenas um remanejamento dos equipamentos, mais parece que ninguêm se importa, pois ja reclamei várias vezes (protocolo 10148980). Gostaria de saber o que devo fazer: contratar um advogado?"
[Leia a resposta]  
Amanda S.G. relata: "Sou proprietária de um imóvel que esta alugado desde 2006. Já tive 2 locatários no local. A primeira empresa que alugou o meu imóvel fabricava meias, e consumia mensalmente media de 300,00 a 400,00 de energia eletrica. No mes de julho de 2007 esta empresa mudou-se. E o galpão foi alugado para uma serralheria, os primeiros meses da serralheria, referente a energia era em média de 150,00 porem, a conta passou a chegar com o valor mínimo para pagamento 35,00, consultei a Bandeirantes Energia por 3 vezes para comunicar o erro na conta. Eles me informaram que estava tudo ok. Hoje, estou com uma divida com a bandeirantes de 23.000,00 porque após mais de um ano eles re-viram o problema e estão cobrando a diferença. Se alguem burlou o relógio, foi a segunda empresa que continua residindo na minha propriedade, porem a Bandeirantes está calculando os Watts pela primeira empresa que estava no local. A unica coisa que peço é que calcule pelo valor a partir da entrada do segundo locatario para que eu possa quitar essa despesa pois não tenho condições de pagar 23 Mil Reais. Por favor. Me ajude!!"
[Leia a resposta]  
Leitora denuncia que Bar na Rua Guiomar Novaes (Jardim Santa Lucrecia) não possui banheiro
Uma leitora reclama que um bar da Rua Guiomar Novaes (Jardim Santa Lucrecia)não tem sanitários "então os usuários deste estabelicimento, usam os nossos muros e calçadas como banheiro, e ninguém suporta mais andar pela calçada, devido ao mau cheiro, inclusive em nossas residências. Os vizinhos esperam que a prefeitura tome providências"
[Leia a resposta]  
Leitor da Vila Olímpia questiona se há lei que projeta o cidadão contra barulho de britadeiras e latido de cachorro
Luis questiona: "Britadeiras em operacao e cachorros latindo em plena 1 hr da manhã da Quinta ninguém merece, não existe uma lei que controle isso?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Meu vizinho acima do meu apartamento diz estar sendo incomodado com o aroma do preparo dos alimentos rotineiros que faço em minha casa - devo acrescentar que não consumimos carnes de espécie alguma e os únicos aromas emanados são de pães e outros alimentos que preparo em forno doméstico. Gostaria de saber se existe lei que coíba o ato de cozinhar em nossas casas se essa prática emane algum aroma? Em tempo - esse vizinho tem 3 máquinas de costura industriais que fazem muito ruido, inclusive durante a noite e nunca reclamei nem com eles nem com ninguém e nem vou reclamar, pois sei que eles dependem disso para sobreviver. Ficarei muito grata pela informação sobre a existência relativa a alguma lei nesse sentido."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barracas de venda de comida no Largo Santa Cecília
Por Gentileza, Favor verificar a comercialização de COMIDAS, no LARGO SANTA CECILIA, uma vez que a higienização é PÉSSIMA e as BARRACAS se quer terem lixeiras. Além disso, localização destas, atrapalha TOTALMENTE a circulação de pessoas. São cerca de 5 barracas grandes que vendem desde acarajé/vatapá até bolos e refrigerantes, passando por yakissoba etc etc. Como as pessoas são muito eduacas, a limpeza desse local é, desculpe a expressão, NOJENTA! Ja fiz o registro no SAC prefeitura de SP: 10349193
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de barulho provocado por serralheria na Rua Mario Ancona (Butantã)
Um leitor do Butantã reclama: "Moro em um Bairro e uma rua totalmente residencial, um vizinho alugou a garagem dele para uma Serralheria que faz Macas para Hospital, eles fazem muito barulho cortam madeira o dia inteiro e tem máquinas barulhenta, ja reclamei para as autoridades mas não tive retorno segue o número do protocolo No do SAC: 10318910 denunciei no Poluição Sonora, por favor me Ajudem com esse problema."
[Leia a resposta]  
Paulo A.T. denuncia a Torre da Telecel Vivo: "Os telefones não estão funcionando desde o dia 05 de novembro."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Não aguentamos mais, criamos uma associação e já solicitamos ao 3 batalhão da policia militar tel: 50110408 a intervenção no local. Solicitamos também a sub prefeitura Jabaquara (senhor sergio e coronel eliseu). Vamos aos fatos: fechamento da via pública [rua franklin magalhaes, travessa da Av Santa Catarina] aos sabados por volta das 23:00 horas chegam vários carros com barracas e aparelhagem de som. se monta tudo em questão de minutos, as 23:30 começa o Baile Funk que vai ate às 7 horas da manha de domingo. Acúmulo de mais de 2000 pessoas, várias barracas montadas para vendas de bebidas alcoólicas, 8 caixas de som monstruosas e aparelhagem de som. Os moradores não podem entrar ou sair de suas casas a partir das 23:00 horas pois a rua fica tomada, vem gente de toda parte de vários bairros, a rua fica tomada de carros e motos. Por favor cobrem o batalhão e a sub prefeitura do Jabaquara pois não aguentamos mais este tipo de festa, obrigado."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de baile funk na Rua Oratório
Uma leitora relata que "Há cerca de 3 anos periodicamente fecham a rua para fazer "bailes funks" é um absurdo, chegar na sua rua e não poder estacionar seu carro na garagem pois algum funkeiro estacionou na sua porta. Atravessar a rua é impossível, até mesmo andando já que existem centenas de jovens bebendo e dançando. Sempre realizam aos domingos, começam por volta das 14, terminam por volta das 22h30, a rua fica emporcalhada e o único dia que se tem p/ descansar, vc escuta funk o tempo inteiro, não consegue atender o telefone, ouvir a TV. Acho um absurdo! Alguma medida precisa ser tomada."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Pela terceira vez, venho tendo problemas com as pessoas que moram acima do meu apartamento. Os dois problemas anteriores, que foi de racismo e intolerância, foram resolvidos, inclusive com a ajuda da ADM do prédio como também feito um boletim de ocorrência na delegacia do bairro. O atual problema, é um vazamento no banheiro do apto. do viznho, que vem atingindo meu apartamento desde o início deste ano, quando fui obrigada a reformar todo meu banheiro, sem ainda ter conhecimento que o problema era dele. Quando retiramos o gesso do teto, todo danificado, para colocarmos outro novo, vimos e fotografamos que o problema era no andar de cima, que o encanamento estava completamente danificado, pingando sem parar e por isso nos atingia. O proprietário ficou de enviar uma pessoa para certificar-se de que não estávamos mentindo. Viu que o problema existia, que era grave mesmo e ficou de tomar providências para solucionar o mesmo. Garantiu que já havia feito os reparos necessários e que não ocorreria mais nenhum transtorno com relação a isso. Então, terminamos a reforma do nosso banheiro, com pintura e tudo. Nem um mês depois, o problema voltou. O teto do meu banheiro já está todo amarelo (foi pintado de branco) e rachado horizontal e verticalmente. Avisado, o vizinho vem nos ignorando, assim como age como sindico desse mesmo prédio. Quando resolve atender um ligação nossa, depois de muita insistência, informa que desconhecia o problema e que mandaria um pedreiro EM MINHA RESIDENCIA para saber se o que reclamamos seria verdade mesmo. Já faz quinze dias que estamos tentando fazer com que ele mande alguém. Quando será então, que ele resolverá o problema na casa dele? Como pode ser chamado de "engenheiro civil" essa pessoa? Como pode ser ele síndico de um prédio, já que fez questão em sê-lo se não consegue cuidar nem da própria casa?"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona se comércios do prédio podem usar vagas de estacionamento com exclusividade
A.C.S.F relata: "Moro num apto que pertence a um prédio pequeno (apenas 6 apartamentos). A parte térrea desse prédio são comércios (despachante, farmácia e um pet shop ). Acontece que esse prédio não possui estacionamento fechado, apenas as vagas do recuo da calçado, no terreo, onde estão os comércios. São três comércios e umas nove vagas. Os comércios dominaram todas as vagas, inclusive pintando o chão para definir as vagas para si. Assim, sendo, os moradores do prédio ficaram sem nenhuma vaga e, durante o funcionamento dos estabelecimentos comerciais, quando colocamos - mesmo que rapidamente - o carro numa dessas vagas disponíveis, somos chamados a atenção e solicitado a retirar o carro. Como somos apenas 6 moradores, nosso prédio não possui administradora de condomínio pois temos um acordo comum para reduzir custos. nós mesmos damos conta do pagamento em comum e outros problemas dos condôminos. Minha dúvida é saber se TAMBÉM não temos direito a essas vagas e se isso deve ser formalizado na prefeitura e se existe uma legislação que nos respalde. Não nos custa dar preferência durante o dia para o estacionamento dos comércios, mas será que não poderíamos colocar uma plaquinha na parede dizendo que o espaço pertence ao comercio e ao condomínio, pois assim evitamos que terceiros utilizem o nosso espaço para guardar o carro a noite ou nos fins de semana , quando os comércios estão fechados"
[Leia a resposta]  
Leitora afirma que moradorse de residência alugada por Magazine Luiza promovem festas com barulho muito alto
Esta casa fica atrás da minha, esta casa foi alugada e as pessoas que a frequentam diz ser alugada pela Magazine Luiza, o problema´é que esta casa é utilizada para dar festas que começam na quarta feira a noite e termina de madrugada e assim vai durante o resto da semana, na quinta, sexta sabado e domingo e feriados, já pedimos para as pessoas que frequentao para diminuir som e fazer menos barulho mas nada é feito, as festas começam a noite e tem o barulho de musica muito alto vai até 5 da manhã normalmente, já tentamos policia mas disse que não seria com eles, então solicito uma ajuda pois aqui é um bairro tranquilo e residencial, onde estas pessoas estão provocando uma bagunça e incomodando varios vizinhos, tambem tem outro problema esta casa tem piscina e como é alugada não tem alguem que cuide dela, entao fica o perigo da dengue e a agua esta num tom esverdeado bem escuro, um tanque de sujeira ao ar livre, como não temos a quem recorrer espero contar com a colbaoração de voces para que algo seja feito. Muito obrigada Cristiane
[Leia a resposta]  
A.V.C. reclama que "diariamente garotos colgas do vizinho menor de idade ficam jogando bola na rua, fazendo muito barulho, chutando bola em meu portão. Minha mãe tem idade avançada, não tem tolerância ao barulho. Já conversei com eles, pedi pra não chutarem bola no portão, mas mesmo miunha casa tendo CFTV, eles estão fazendo de propósito, pois sempre um chute ou outro acerta "sem querer" meu portão. Já fui à delegacia e se negaram a fazer o BO, pois não houve dano. Tenho como denunciar esse tipo de abuso? Há solução?"
[Leia a resposta]  
C.F.C reclama: "Creio que mais uma vez, venho a este site que acolhe reclamações, mas quem sabe um dia, poderá tambem registar elogios. No meu caso, continua sendo reclamação, pois falta de uma ação da sub-prefeitura do Campo Limpo/SP, que mais uma vez, permite que se instale, em um salão, em frente de minha casa, um templo evangelico, que além de trazer a convivencia a uma rua residencial, pessoas desconhecidas e que medem sua casa de cima a baixo, tambem o barulho. Até aonde pude pesquisar, este local NÃO PODE ESTE TIPO DE COMERCIO, e está reclamação eu faço rotineiramente no SAC da prefeitura de São Paulo, mas não adianta. Já mandei comunicados até para secretaria de Urbanismo, e uma das respostas foi de procurar um advogado. Bem, o site da JUCESP é publico, e mais uma vez, pesquisando, neste local (rua Rosario Scamardi) não existe nenhuma igreja registrada para funcionar, e sendo que isso deveria ter no minimo um registro na JUCESP e na RECEITA FEDERAL. Na sub prefeitura do Campo Limpo, apos uma ligação, mudaram a reclamação para poluição sonora, e toda a população de SP sabe, que o PSIU não funciona. Neste local já foi fechado outras duas intenções de igreja evenagelica, por falta de documentação e não por pouição sonora, mas está que se intalou agora, parece que desafia a lei, e os vizinhos tem de bedecer as leis vigentes, senão correm o risoc de serem autuados. Por que será? Este local é um predio amarelo, localizado na Rua Rosario Scamardi,34 cep 05883000, esquina com a rua henrique san mindlim cep 05882-000. O pior é que alem de tudo isso, na mesma rua, existe a 500 metros de distancia, outro imovel com o mesmo numero, ou seja, no local ao qual se reclama, esta identificado com o numero 34, e se pesquisar, existe outro imovel tambem com o numero 34. E alem disso, o senhor pastor, adquiriu uma linha de telefone (55-11-58752419) que está em site na internet e pode ser confirmado na telefonica. Não sou advogado, mas isso vem muito a calhar, o detalhe de outro local com o mesmo numero, pois quanto se se manda uma intimação oficial, na duvida, não se entrega, e isso já aconteceu, e tudo isso, porque a sub prefeitura do Campo Limpo deixa passar batido minha reclamação. Enfim, tudo isso pode ser comprovado, mas a sub prefeitura do Campo Limpo não está com muito interesse em resolver o caso, e a vida aqui é assim, os "irmãos", fazem o que bem entendem, fazem barulho, estacionam seus carros do jeito que bem entedem, na esquina, sobre calçadas, tirando a segurança de transito no local, e os outros que se danem. E o pior. Isso já está acontecendo pela terceira vez, graças a uma imobiliaria que nã verifica a idoniedade das coisas que faz, a imobiliaria Jangadeiro, localizada nas proximidades deste local. Uma vez em que reclamei a eles sobre a nova locação que fizeram nesse local, a resposta é que eles tem bons advogados. Enfim, Infelizemente, precisamos que alguma leis neste pais mudem, e ficamos na expectativa disso."
[Leia a resposta]  
Bar na Rua Cabral do Nascimento (Jardim Ângela) perturba sossego com máquina de som
Um leitor reclama "de um bar que abriu recentemente, na Rua Cabral do Nascimento, Jardim Ângela. O dono colocou uma máquina de som muito potente e fica até altas horas ligado no máximo e gritando: "Chama a polícia". Quando ele não coloca o som ele faz um pancadão com os carros barulhentos. Me ajudem por favor!"
[Leia a resposta]  
Subprefeitura Penha não atende SAC de comércio irregular
Uma leitora reclama que "Na Rua Dr Renato Maia (Cangaíba), tem um mini mercado denominado Mercado Maia, onde existem inumeras irregularidades, a saber:- venda irregular de gás em local fechado, algazarras com mesas na calçada som alto, bebidas alcoólicas servidas e a presença de menores (crianças). O fato foi levado ao conhecimento da Prefeitura, várias pessoas efetuaram denúncias, porém, a municipalidade decorrido quase um ano de reclamações, de vários moradores chamarem a PM, não houve qualquer iniciativa do Poder Publico para equacionar o problema e a perturbação do sossego e demais irregularidades permanecem impunes e os moradores prejudicados diariamente. Deixo aqui um dois números da reclamação feita a Municipalidade porque eu mesma fiz 4 denuncias mas exclui os demais protocolos N.º 10063243 (3/6/2011) e 10005110 (7/5/2011). Por favor precisamos viver em paz."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que Associação Ambrecity (City Campo Grande) realiza cobrança indevida
Uma leitora reclama: "Moro no bairro Campo Grande há mais de 40 anos, mais precisamente na City Campo Grande. Há mais de 10 anos fizeram do bairro um bolsão residencial, inicialmente foram colocadas guaritas nas principais ruas , com a devida segurança. Há mais de um ano, uma senhora que faz parte da tal Associação Ambrecity resolveu retirar as guaritas e deixar somente uma entrada no bairro. Estes fechamentos fazem com que dificultem a entrada de ambulancias, carros da policia, que ficam rodando o bairro a procura da entrada. Ela mandou fechar as esquinas com canos de ferro , que deficultam a passagem de carrinhos de bebês, carrinhos de feiras, etc, só não inibem a passagem de motoqueiros, ou seja se alguns meliantes quizerem roubar , vão de moto e a policia não consegue acessar rapidamente o bolsão. Além disto e o pior de tudo, esta senhora está processando todos os moradores que não pagam pela manutenção do jardim , hoje estipulado em R$ 55,00, sendo que nenhum morador assinou qualquer contrato. Há a distribuição de um jornal interno no bairro feito por esta associação, aonde sempre ocorrem ameaças, ref. a quem não pagar estes valores, dizendo que ocorrerá até penhora do imóvel. Todos os moradores, tem que se mover para contratar um advogado, senão em 15 dias após o recebimento do processo , serão cobrados judicialmente, o valor aproximado de R$ 3000,00 (acumulados desde 2007). Minha pergunta é: se todos tem o direito de ir e vir , como pode ocorrer isto? A manutenção de jardins e limpeza de ruas não deve ser feita pela Prefeitura? Este bolsão na City campo Grande é legal? O que podemos fazer?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Boa tarde, moro de Aluguel em um apartamento que aluguei em 01/09/2011, pelo prazo de 12 meses, e pouco mais de uma semana depois da locação começaram aparecer escorpiões. Procurei a imobiliária que administra a locação e eles informaram que tenho que pagar a multa contratual que é de 3 vezes o valor do aluguel proporcional ao tempo que falta para o término do contrato. pergunto, a multa é devida? O fato de ter escorpiões na localidade não me isenta da multa contratual? Tem algum argumento jurídico que eu possa usar para me beneficiar? E se recorrer à justiça tenho chance de obter exito? obrigada desde já"
[Leia a resposta]  
Leitora denuncia ratos em terreno
Uma leitora diz que mora na Rua Oragnof, próximo à Via Anchieta, "há seis meses. Minha cachorra apresentou leptospirose sem chances de cura. Peço pelo amor de Deus que venham ver o local pois acredito que tenham muitos ratos. Já apareceu rato morto no meu quintal e no portão em frente a minha casa. O terreno em questão é cheio de árvores porém lá dentro acredito que deve haver lixo acumulado o que atrairia ratos. Peço as autoridades que tomem medidas cabíveis pois senão outros animais irão morrer também. Meu animal já tem treze anos e nunca apresentou nenhum problema entretanto no momento em que me mudei para cá acontece isso. Estou bastante angustiada pois meus animais são como filhos para mim e amo-os demais. Estou sofrendo muito por favor me ajudem."
[Leia a resposta]  
R.B. diz que "Existe um terreno na Rua Aldo Gioaninni, ao lado da casa 746, onde o dono não aparece. O terreno está cheio de mato e sujeiras criando ratos e outros bichos, e para ajudar alguns vizinhos jogam animal morto e agora como a onda da dengue imagina como fica, tenho uma criança de 02 anos, tenho muito medo de doenças. Me ajudem"
[Leia a resposta]  
Bateria da Cásper Líbero esclarece reclamação sobre barulho provocado pelos ensaios
A respeito da bronca publicada aqui no dia 19/06 (leia), Vitor de Aguiar Vieira esclarece, em nome da Bateria da Cásper Líbero (citada na publicação), que:
1 - Ensaiamos no mesmo local público há mais de dois anos, sem antes termos sido proibidos e/ou inibidos por reclamações;
2 - Adotamos a Avenida Paulista e as imediações do Parque Triannon como local de ensaio pela proximidade com a instituição onde estudamos e pela menor presença de prédios residenciais no entorno;
3 - Apenas ensaiamos aos sábados, das 13h às 17h.
4 - Sempre tivemos relação amistosa com a base da polícia militar situada ao lado, com as pessoas que passam pelo local e com os administradores do Parque, responsabilizando-nos pela manutenção do local limpo e organizado.
5 - Os ensaios do nosso grupo estão suspensos, por enquanto, por recomendação da polícia militar e até que haja uma solução viável para ambas as partes.
Obrigado pela compreensão.
Um leitor reclama: "Sou vizinho de um Sr. que atualamente esta criando porcos na sua casa que fica numa zona urbana, o mau cheiro é muito forte e começou a aparecer ratos por que ele fez um chiqueiro grande. espero por uma atenção."
[Leia a resposta]  
Leitor questiona legalidade de Homem Seta a serviço de construtora no Morumbi
Um leitor que mora no Morumbi questiona: "Gostaria de expor a minha queixa com relação a propaganda de empreendimentos imobiliarios nas ruas do bairro, pois numa manhã de domingo fui surpreendido com um funcionário de uma construtora em frente a minha casa segurando uma placa com o nome da construtora e do empreendimento em formato de seta indicando o caminho, e isso tem se repetido todo feriado e domingo,gostaria de perguntar quanto a legalidade desse tipo de propaganda pois ninguém nos avisou que uma pessoa ficaria em frente a minha casa todo domingo e feriado fazendo propaganda de uma construtora , precisamente na calçada da minha casa, a qual autoridade devo formalizar uma denuncia para averiguar a legalidade deste tipo de propaganda que foi escolhida ao bel prazer da construtora prejudicando o sossego dos moradores do bairro que é totalmente residencial."
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de invasão de terreno baldio ao lado do Jardim Aeródromo (Guarulhos)
Um Brasileiro Indignado relata: "Um monte de filhos da putas invadiram um imenso terreno particular entre os bairros Jardim Aeródromo e Soberana. Invadiram na sexta feira 28/10/2011 e hoje, 01/11/2011 segunda feira já virou uma gigantesca favela. A maioria dos que invadiram possuem casas e carros. Sem contar que durante as noites deste fim de semana foram conturbadas, muito barulho de ferramentas, crianças gritando o tempo inteiro e nada da prefeitura ou policiamento resolver este problema. Peço que intervenham e acabem com essa pouca vergonha (que por sinal faz parte da cultura brasileira, isto é, sujos e corruptos)"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Meu terreno tem divisa com um vizinho que também recebe água de nascente, só que a dele passa pelo meu terreno através de uma mangueira. Nunca tive problemas com isso, apesar da entrada dele, sem aviso, no meu terreno. Ontem, chegando em casa, vi que ele trouxe um pedreiro para abrir uma vala e colocar a mangueira dele, para depois cobrí-la. Só que ele nunca pediu permissão para cavar no meu terreno e nem me informou de suas inteções com isso. Chamei a atenção dele para o fato e ele começou a me ofender. Gostaria de saber que providencias tomar, pois ele parece ser bastante "espaçoso" e não reconhecer limites para o que faz."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Moro em um condomínio fechado na cidade de Sorocaba. Há aproximadamente 2 anos depois de reformar a casa e me mudar, meu vizinho começou a construção de sua casa ao lado da minha, desde então, os problemas começaram, sejam com tijolos que caiam de sua construção em meu quintal estilhaçando o piso do corredor em diversas partes, nossa janela foi afetada também por pedras danificando a pintura, mais tarde, toda nossa parede foi danificada com massa corrida esburrifada, enfim, a construção segue e as nossas dores de cabeça semanal também. O que me caberia fazer neste caso? Já procurei a administradora do condominio e nada foi resolvido até então. Além do processo por danos materiais, existe a possibilidade de entrar com alguma ação por danos morais? Isso têm nos afetado drasticamente. Muito obrigado desde já, ficarei no aguardo de suas instruções de como devo proceder"
[Leia a resposta]  
Leitora questiona de gravação de vídeo de vizinho buziando serve como prova
Adriana F. A. relata: "O ex-esposo da minha vizinha de frente usa a buzina como campainha. Diariamente ele chega e faz um buzinaço para poderem abrir a porta pra ele (e nem é pra entrar com carro). Apesar de isso ocorrer apenas durante o dia, tenho filho pequeno que se assuta sempre com as buzinas, além de morarmos em uma área puramente residencial. Falei amigavelmente com ele e ele disse que iria parar, no entanto, nem no mesmo dia ele deixou de fazê-lo. Questionei o porquê de não ter feito o que prometeu e ele disse que a rua é pública e que não vai deixar de buzinar, e passou a usar a buzina de forma mais veemente. Gostaria de saber como pode ser aplicado o Art. 227 do código de trânsito, já que como a área é residencial não há agentes de trânsito. Uma gravação pode servir como prova?"
[Leia a resposta]  
Marcello L.T. diz que "Há mais de 1 mês a Rua Gen. Mena Barreto foi finalmente recapeada, mas infelizmente as faixas não foram sinalizadas e as rotatórias não foram colocadas. Além disso, no início da rua, existe uma restaurante e uma loja de decoração onde seus manobristas estacionam os veículos dos clientes em qualquer lugar, dificultando o trânsito."
Em atenção à manifestação do leitor, a CET informa "que acompanha o cronograma de obras da Superintendência das Usinas de Asfalto - SPUA durante a execução dos serviços de recapeamento, fornecendo apoio operacional quando necessário, e elaborando projeto de reposição da marcas de solo existentes antes do início da obra. No entanto, a implantação da sinalização horizontal só pode ser iniciada após o término da obra, sinalizado através do seu recebimento formal por parte da Secretaria das Subprefeituras". Quanto ao estacionamento irregular, tem de ligar para o 1188 para que um agente da CET constate a irregularidade e multe o infrator.
Uma leitora da Lapa reclama: "Em nosso bairro existem muitos restaurantes. Eles jogam seus lixos nas calçadas. Quando o lixeiro passa para fazer a coleta do lixo os sacos são rasgados pelos ratos e cachorros da rua gerando uma sujeira na via pública que ocasiona um mau cheiro. Os ratos estão invadindo as casas dos moradores. Uma idosa já foi atacada por uma ratazana. Nossa associação Una já passou o problema para a sub-prefeitura da Lapa e até agora não obtivemos resposta. Agradeço a atenção e contamos com vossa ajuda."
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia que na rua Umberto Raule "existe uma oficina de funilaria que mexe com tintas e produtos muito fortes. Nessa rua só tem residências e o cheiro do produto se espalha pela rua e é insuportável. Gostaria de saber o que devo fazer porque já foi conversado e não resolveram nada. Me ajudem."
[Leia a resposta]  
Leitor relata de barulho provocado por centro de reciclagem na Rua dos Anequis
Moro na Rua dos Anequis há 4 anos e há mais ou menos 6 meses montaram um centro de reciclagem em frente a minha casa. É uma barulheira de manhã e á noite. Pragas urbanas surgem em minha casa e gostaria de saber se esse tipo de problema tem solução, se existe algo a ser feito para amenizar meu problema.
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que "gostaria de saber se tem como a CPTM remover o muro do trecho que pega a Rua Padre Diogo (Itaim Paulista) e colocar telas para a água pois todos os anos a enchentes chegam a 1 metro de altura dentro de casa. Devido a falta de saida por serem 5 anos de 4 polegadas cada. Sofremos pois a prefeitura fala que é com a Sabesp sendo que nem temos esgoto na rua."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de carrapatos em casa da rua Tomas dos Reis (Itaim Paulista)
Uma leitora diz que "Já foi solicitado visita da zoonose no local (Rua Tomas dos Reis, Itaim Paulista) devido a carrapatos enormes, muita sujeira, cachorros e acumulos de sucatas de todos os tipos que juntam água parada que aumenta o risco de dengue e lepto. Disseram os profissionais da zoonose que não podiam fazer nada porque mora familia no local e a única solução seria que os donos da casa matassem os carrapatos com maçarico pois remédio não funciona por serem muito fortes. Quem sofre são os vizinhos. O que fazer?"
[Leia a resposta]  
Um leitor que "há anos" reside na Rua Jandaria relata": "Acontece que no prédio ao lado, fizeram um estacionamento que no início era só no térreo, mas com o passar do tempo ergueram uma rampa, acredito que de ferro, onde cada carro que sobe ou desce o barulho é intenso para nós que somos vizinhos. inclusive o piso superior também é barulhento . este estacionamento locou algumas vezes da semana para uma boate que fica na esquina da Brig. Luis Antônio com Asdrubal do Nascimento e o estacionamento funciona a noite e madrugada. Se de dia já é um barulho inoportuno, imaginem a noite no silêncio? Desde que locaram tiraram a paz e o sossego dos moradores ao lado. Sei que já houve reclamação. O proprietário ficou de resolver este problema e isto já se passou 2 meses e nada foi resolvido. Gostaria de saber se eles tem alvará para funcionar. Se esta rampa foi supervisionada por um engenheiro e se o prédio tem estrutura para ser um estacionamento. Se eles tiverem o alvará por favor me passem a autorização. Aguardo uma posição em breve."
[Leia a resposta]  
Leitor reclama que fumaça de churrascaria na Rua do Paraíso polui e incomoda
Emilio S.N. relata: "Moro ao lado de uma churrascaria que havia fechado e foi reaberta com donos diferentes. Antes eu não tinha problema nenhum mas agora tenho! É com a Chaminé da churrascaria, pois ela fica o dia todo até umas 23hs soltando fumaça direto... acredito que isso polui, e me incomoda, já que grande parte dessa fumaça vem para dentro da minha casa. Fora a fuligem que ficam nos móveis... não damos conta de tirar o pó da casa... os antigos donos tinham algum sistema que só saia o vapor na chaminé! E a fumaça vem direto, pois moro num sobrado a casa é nossa desde sempre, a parte de baixo é alugada e moramos em cima, a churrascaria é térrea, então a chaminé é quase da mesma altura minha casa... como devo proceder? onde posso reclamar? Aguardo uma ajuda, por e-mail. Grato!"
[Leia a resposta]  
Leitor questiona se tem que permitir passagem de rede de esgono em sua propriedade
Boa tarde!! Tenho o seguinte problema: Meu Pai possui uma propriedade em Itapecerica da Serra (mil metros quadrados), e a Prefeitura do Municipio está realizando a instalação da rede de esgoto no bairro. Porém, a Sabesp deseja passar a rede de esgoto por dentro da propriedade, devido as casas dos vizinhos (de um dos lados do terreno) não terem nivel com a rua para o escoamento (são mais baixas que a rua; apesar de haver espaço nos fundos destas propriedades para a instalação da rede). A questão é, somos obrigados a aceitar esta situação pela prefeitura sem nenhuma indenização (como foi dito pelo avaliador do projeto, que caso não aceitemos haverá desapropriação), visto que a rede passará por uma parte já contruída e por uma horta. E como fica se precisarmos contruir naquela área ou a situação do terreno (quem irá, em caso de venda da propriedade, comprar um terreno com uma rede de esgoto dentro?).
[Leia a resposta]  
Leito reclama da edição 2011 da Brooklin Fest
Eduardo F. relata: "As festas realizada no Bairro (May Fest e Brooklin Fest), nunca incomodaram, mas a realizada este fim de semana (22 e 23/10/11) foi diferente. Para esta edição, resolveram colocar uma apresentação de cantores (ou Karaoke, sei lá) no palco da rua Joaquim Nabuco, além de um apresentador. O som estava extremante alto e incomodou bastante quem queria simplesmente estar dentro da sua casa descansando no fim de semana. Foi a tarde toda até o fim da festa com o o locutor gritando e pessoas cantando (mal) músicas com vozes estridentes. Acho que essas festas deveriam se limitar a tocar músicas folclóricas alemãs, como de costume."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de empresa de entrega de água que não pagou o salário do seu filho
Bom Dia, Já é a terceira vez que escrevo, me desculpem, mas vcs são eficientes e atenciosos. Agradeço pelas respostas aos meus pedidos, mas agora vou falar de outro assunto. Meu filho trabalhou de entregador de água para uma pessoa que não é bem uma empresa pois não possue cnpj, mas o caso é que quando ele saiu essa pessoa ficou devendo salário, quando meu filho foi cobrar ela disse que "não tinha obrigação de sustentar a família dele"(do meu filho), que ficou indignado. Então ele foi procurar um advogado que o pediu para ir ao sinicato dos trabalhadores em depósitos de distribuição de bebidas de são paulo, isso foi em 2009, ele chegou areceber uma carta informando que a audiência tinha sido designada p/ o dia 19/10/2009 na 64ª vara do trabalho. Arrumamos as testemunhas e fomos até lá quando não foi a nosssa surpresa a audiência tinha sido cancelada o não nos avisaram nada, liguei p/ o advogado do sindicato que insistiu que o problema é que a "empresa" não tem cnpj, então não tinha como dar andamento ao processo, nesse caso acho que meu filho não ira receber nunca! Pois trata-se de uma firma "fundo de quintal", além do que o advogado pediu p/ que EU fosse procurar saber do registro da empresa!? então não preciso de advogado? Mas o que quero saber é se meu filho ainda tem direito de receber se entrarmos c/ um advogado que se enteresse pela causa. A "empresa" ainda esta no mesmo endereço.Obrigada desde já.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama da empresa STC (Sistema de Trabalho em Casa), de Franca (SP)
Regina M. relata: "Bom dia, não sei se o caso que vou relatar está dentro das queixas de interesse desta redação, mas de qualquer forma servirá como desabafo. Ocorre que procurei através da internet trabalhos que pudesse fazer em casa, encontrei uma empresa que diz ser a melhor neste quesito o nome da empresa é STC (Sistema de Trabalho em Casa) com mala direta, esta empresa fica em Franca (SP). Entrei em contato via e-mail, mandaram para minha casa um envelope com boleto bancário no valor de 39,90, que seria para receber o "preparatório" e um formulário de pesquisa, mais um envelope resposta e um contrato de atividade independente. desconfiei então entrei na internet para procurar se alguém falava bem ou mal desta empresa, muitas pessoas dizem que a empresa é uma fraude, e onde fiquei sabendo que junto c/ a outra parte da correspondência que iriam mandar eu teria que pagar mais 86,00 reais por um DVD? Que não tem serventia para nada , segundo uma pessoa que já tinha caído nesse conto do vigário, o mais interessante é que não esta esclarecido na primeira correspondência que o "otário" tem que, se quiser trabalhar, pagar mais 86. 00 reais, fora mais 60,00 reais que serão descontados do que provavelmente iria receber de primeiro salário. Liguei p/ a empresa e a atendente ficou muito surpresa quando lhe disse do valor de 86,00 reais, ela quis saber onde fiquei sabendo disso, pois na carta que recebi não diziam essa verdade, que seria uma surpresinha, pois se a pessoa já tinha pago os 39,90, não iria perder dinheiro e acabaria pagando os 86,00 reais, mesmo que fosse por um dvd que não serve para o trabalho proposto. A mesma atendente, sentindo a minha indignação disse para , então, que eu ignorasse a correspondência. e mais prometem um notebook depois de um tempo de trabalho atingindo metas, acredito difíceis de alcançar, onde o ganho mensal pode chegar até 1. 200,00 reais,ou seja, tem que trabalhar muito p/chegar a isto. O que mais me irrita é que alguém possa pedir dinheiro para quem esta desempregado somando um valor de 185,90, contando mentiras. o que se pode fazer com uma pessoa desta? Que se diz tão esperta tirando proveito da boa fé das pessoas."
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora no bairro de Perdizes reclama: "A CET da Prefeitura de São Paulo lançou uma campanha para educar e coibir motoristas que não respeitam a faixa de pedestres. Eu acho um passo, mas deveriam também proibir carros, mesas de restaurantes e valets nos passeios públicos. As ações não deveriam ser pontuais, mas abrangentes. Fantásticas foram as obras feitas nos passeios públicos da Avenida Sumaré: consertando e ampliando as calçadas, construindo rampas para cadeirantes etc., ficaram ótimas. No entanto, alguns "bad boys" da academia de ginástica Fight Club (Rua Caetés, 283) adoraram, porque calçadas amplas e planas dão ótimos estacionamentos gratuitos. Já deixei várias reclamações no SAC da Prefeitura, mas não adianta, pois todas as noites tem carros ocupando as calçadas e faixas da esquina da Av. Sumaré com Rua Caetés (sentido bairro/centro), defronte da mencionada academia."
Uma leitora solicita "o cumprimento da lei federal 3.688 23/10/1941 cápitulo IV, mais pelo jeito é difícil quase impossivél a Prefeitura São Paulo (Psiu) fazer algo para solucionar este caso. Estou reclamando desde 30/04/2011 conforme esses protocolos do Psiu 156 9975073 / 9990513 / 10295953. Ligando serviço 156 o atendente nem sabe mais oque falar sobre o descaso da subprefeitura de Casa Verde 2813-3250 quem em outra ligação deixou claro que não seriam com eles e sim com Psiu tel 31015050 (ramal) 315, e ligando no suposto telefone já jogaram de novo a responsabilidade para a subprefeitura Casa Verde, meu Deus tanta incopetência e descaso. O tal bar, não possui alvará, mercadorias tais como bebidas se quer possuiu nota fiscal, fica inumeros carros na calçadas, contra mão, menores consumindo bebidas alcoolicas, inumeras garrafas de energeticos e latas já jogadas dentro dos bueiros, em fim até quando irie reclamar deste descaso? A partir desde e-mail irei mandar diariamente está mesma reclamação, e ligarei todos dia para 156 Psiu até vocêis que são capacitados eu acho, fazerem algo URGENTE, pois durante Sexta, Sábados e Domingos não temos o direito de dormir em paz para no outro dia ir trabalha. Fica Rua Coronel Euclides Machado, 256 cep 02713-000 Jardim das Graças - SP (zona norte), rua prox Escola Samba Rosas de Ouro, rua espigão Oeste e rua Carlos Porto Carrero (Bairro Limão). Nome Fantasia é BAR QHR Quebrada Futebol e Samba, fica de esquina e tem duas entradas, proprietários Sr Antônio e Sra Filomena. Fatos que ocorrem são: Adultos e Menores consumindo álcool, som alto até 01:00 e 02:00 horas da manhã, veículos e motos na calçadas, em fim fiscalize urgente. Até momento não me deram uma resposata e peço a gentileza e ajuda deste portal Sampa Online para me ajudar a mim e meus dois filhos que estão apresentado problemas de insônia devido a baderna".
[Leia a resposta]  
Leitora de Porto Alegre reclama de árvore cujos frutos quebram telhas e causam outros prejuizos
Vera Rejina Hock Mota relata: "Existe uma árvore qual não sei indentificar a qual produz frutos não comestíveis parecidos com abacates. Além de cairem sobre meu telhado e quebrarem telhas eles se abrem e liberam mechas de algodão entrando dentro de casa prejudicando os alimentos e a respiração além de ser enorme no tronco tem espinhos que furam os pés das crianças sendo que tem uma creche ao lado. Furam pneus de bicicletada, peço por favor que me ajudem, obrigada!"
[Leia a resposta]  
Um leitor questiona: "Já morava na minha casa há 2 anos. Mas agora chegou alguns vizinhos que montaram uma serralheria ao ar livre e começam a fazer barulho todos os dias às 7 horas da manhã e só param as 19 horas. O que posso fazer? Ainda existe bairro residencial? Tem que ter alvará ou é livre? Me ajude por favor."
[Leia a resposta]  
a reclamação é sobre o filho do meu vizinho que nem mora nessa rua, rua jacarandá, mas vem todos finais de semana ligar o som a toda altura, já tentamos falar este rapaz que é o Aniclebio,não resolveu tentamos novamente falar com o pai dele Antônio, também não resolveu.Portanto resolvemos tomar outras providências, fazendo essa denúncia, espero que possa ser resolvido,pois tem pessoa idosa com 70 anos de idade que precisa dormir um pouco mais tarde e sem falar que também trabalhamos e estudamos e também precisamos um pouca de paz pelo menos nos finais de semana, a nossa casa fica bem próxima da rua inclusive o quarto. Também o rapaz coloca o carro na frente de nossa casa com som bem alto chega estrondar( tremer a casa),espero que possam fazer algo,obrigada.
[Leia a resposta]  
Leitor reclama de planta colocada por vizinho no hall do condomínio
Um leitor relata: "Moro em um condomínio no 4º andar. Meu vizinho do 2º andar resolveu colocar um vazo de planta no hall. Porém sem autorização do síndico. O pior é que quando ela coloca água na planta ela escorre pelas escadas correndo o risco de algum morador passar e vir a cair. Caso isso ocorra o que pode ser feito contra o morador e o condonímio."
[Leia a resposta]  
A.B.S relata: "A minha reclamação é enfrente ao Nº 24A. Quero informar a Sub-prefeitura a denúncia que o vizinho em frente a esse número instalou em sua calçada barreiras de contenção que atrapalha o fluxo de pedestres. Por favor eu gostaria que os senhores me ajudassem e mandassem um fiscal para analisar e tomar alguma providência. Muito obrigado pela atenção."
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Mooca relata: "Trabalho à noite e é logico que durmo de dia. Meu vizinho tem um cachorro muito barulhento. Late o tempo todo, não consigo dormir por isso. O procurei e ele fechou os fundos onde o cachorro ficava. Resolveu por dia dias mas depois resolveu abrir do lado de casa pro cachorro ter mais espaço e o cachorro tem visão de toda a rua. Passa uma sacolinha de mercado com o vento e ele late. Estou muito nervosa não sei o que fazer!"
[Leia a resposta]  
Terreno abandonado, cheio de mato, ratos e mosquitos, muito sujo e com mal cheiro. O dono do terreno não aparece e não limpa o local, assim como vizinhos pensam que é lixão, então jogam: restos de cama, sofá, tvs, computadores e tudo que o lixeiro não leva eles jogam neste terreno. Está atualmente com ratos enormes, e neste período agora vai ficar preocupante, pois a Dengue já se manifesta no Município de São Gonçalo - Rio de Janeiro. Gostaria de uma atenção URGENTE da Prefeitura de São Gonçalo quanto a este problema que nós vizinhos estamos passando.
[Leia a resposta]  
Boa Tarde, Moro numa casa do tipo assobradada, ocorre que no pavimento de baixo veio funcionar uma gráfica, e as máquinas desta gráfica são bem grandes. Eles começam a trabalhar por volta de 7 horas da manhã e às vezes 7 horas da noite não pararam ainda, houve vezes que meu marido teve que pedir para que parassem e alegaram que estavam com pedidos atrasados, mas o fato é que a máquina utilizada por eles faz barulho, que já esta incomodando, acho até que pela batida forte da máquina pode , com o tempo, afetar a estrutura do imóvel, do tipo rachadura nas paredes ou coisa pior. Falei com a imobiliária , que é a mesma que administra o imóvel onde moro, disseram que vão conversar com o responsável, mas minha dúvida, também , é com relação a legalidade, ou seja, se pode funcionar comércio junto de residência?? e com o agravante de eles terem se mudado depois de mim ? Desde já agradeço, e aguardo resposta.
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Fiz reclamação com os seguintes protocolos na prefeitura de sp. Nº. 10238560 dia 09-09-11 e 10260183 dia 22-09-11. Um bar alugado há três anos que só faz arruaça e agora está em obra sem placa de autorização. Pois é. Derrubaram uma casa nos fundos do bar e estão construindo um galpão no local para ser usado como um bar com música ao vivo sem nehuma proteção de som para os moradores. Pois é a obra já terminou e veio um fiscal da sub prefeitura da vila prudente no local dia 29-09-11. Ele virou as costas e a obra continuou. Hoje 18-10-11 a obra esta praticamente pronta e ninguém foi capaz de impedir esta obra irregular. Será que tem alguém do sampa oline que pode explicar isto. Obs: Além destes 2 protocolos que citei, tem mais 18 contra o barulho do bar e até hoje niguém tomou providência. Até no ministério público a vizinhança reclamou e nada."
[Leia a resposta]  
Os moradores, ligam, imploram para Prefeitura, 190, 199 , guarda civil e nada , ninguemfaz nada os animas que mora nesta residência são arruaceiros, ligam sons com aplificadores e até microfones ensurdecedores... sendo que os moradores pedem para baixar e eles respondem ahhh vai chamra a policia... sartirizam debocham e a policia não vai lá, quero saber o que acontece com esta cidade... Um lixo de cidade, corrupção, onde estão as pessoas que fazem com as leis sejam cumpridas, Praia Grande só tem policial corrupto !!! nos sentimos largados e abandonados pela segurança de nossa cidade !!!
[Leia a resposta]  
Débora K relata: "Moro na Avenida Angélica desde 2007 e desde essa data há uma construção de um prédio aqui ao lado. O prédio aparenta não estar nem perto da conclusão. Todo dia, há 4 anos, acordo as 7:30 com barulho de obras, martelo, serra e pessoas cantando e falando alto na obra. De noite temos caminhões descarregando material e retirando entulho..e mais pessoas gritando na obra! Gostaria de saber quanto tempo ainda terei que aguentar isso pois ao meu ver, 4 anos é tempo de sobra para terminar a contrução de um prédio novo, sendo que este ao lado nao parece estar nem na metade e as obras acontecem todos os dias e algumas vezes até em feriados iniciando sempre as 7:30 da manhã"
[Leia a resposta]  
Há cerca de 1 mês e 1/2, o zelador do prédio onde resido (apto que alugamos em abril/2011) me interfonou, perguntando se poderia um funcionário de empresa de Antenas prestadora de serviços do condomínio, checasse rapidamente o ponto de antena de minha suíte, autorizei.O rapaz estava acompanhado de funcionário do prédio e disse que havia detectado o problema, ligou algo, agradeceram e saíram, não assinei nada e ninguém me falou de qualquer valor a ser pago. Tudo não demorou 5 minutos que fosse! No entanto na semana passada estava em minha caixa de correspondência, um boleto com nota fiscal, onde o devedor é o condomínio. Questionei o zelador ele me disse que o síndico afirma que o valor é devido por nós! É isto mesmo, este procedimento está correto? Eu não deveria ter autorizado , ter recebido orçamentos , etc? Eu não pedi nenhuma visita deste pessoal e eu não tinha qualquer problema em minha TV! Ninguém me comunicou nada de valores, etc
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Manaus reclama: "Estou atrás de um orgão que possa me ajudar a solucionar um problema referente ao vazamente de fossa e do terreno do meu vizinho atrás da minha casa pois a casa dele nao tem drenagem. Já pedimos várias vezes e nada às pessoas são super grossas. Agora estão abrindo buracos no muro de arrime que tem no nosso quintal e essa agua esta indo pra debaixo da casa tbm. A casa pode desabar então preciso com muita urgência de ajuda por favor nos ajude nesse bairro não existe saneamento básico somente a fossa e as outras aguas utlizadas vai pra rua e próxima a camara municipal de manaus me ajudem por favor meu quintal fica inundado de àgua podre . Aguardo um retorno seu; já fui à Defesa Civil e diseram que não e com eles. Então, devo denunciar à policia ou ir ao procon, pequenas causas me ajudem?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um leitor reclama que na Rua Wilson Cantoni com a Rua Antonio Vieira de Marcondes com a Rua Palmira de Souza Barbosa (Pedreira) "Quase todos os finais de semana tem pancadão com um som muito alto que as estruturas das casas até balança, sem contar com o ponto de droga que virou o local onde são vendido todos os tipos de drogas crack, lança perfume, cocaína, extase, maconha e vendido tudo, fica até pessoas catando os vidros de lança perfume para ser comercializado vazio novamente por 0,35 centavos, ninguém pode reclamar por que corre o risco de ser até morto, não adianta ligar para a Policia 190, eles só prometem que vão mandar a viatura no local e nada, quando eles aparecem não fazem nada fecham olhos e uma vergonha. Mesmo rolando muito barulho, drogas e sexo, nemhuma autoridade faz nada e muitos dos moradores tem medo de represália, não a respeito por ninguém e uma área residencial com varias famílias que precisam descansar para trabalhar no outro dia, tem idosos, pessoas com problemas neurológicos que tem que tomar remédios tarja preta(calmantes). Tenho uma filha de 13 anos que fica exposta a aquele tipo de musica com apologia ao sexo e ao crime e nada posso fazer. Aquele lugar virou um inferno, peço ajuda as autoridades que acaba com esse pancadão que está tirando o sossego de muitas famílias e acabando com os nossos jovens; é barulho e muita droga uma pouca vergonha falta de respeito nossas autoridades não fazem nada. Com certeza alguém está lucrando com essa falta de respeito, o lugar está virando comercio tem vizinhos que não tem como dormir estão comercializando bebidas e alugando seus banheiros para eles não tem a mínima intenção de acabar com o pancadão é a maioria que precisa de sossego não pode fazer nada por causa das represálias. Peço solução a esse problema, que a minha identidade seja preservada! Estou fazendo essa denuncia por que tudo eu já fiz nada deu jeito, ajudem os moradores desse local
[Leia a resposta]  
Maria Helena N. reclama "A Google está enviando meus e-mails para o lixo eletrônico antes mesmo que eu os receba. Tenho recebido queixas via telefone dos meus amigos qeu não conseguem falar nem mandar mensagem comigo. Não autorizei este procedimento. Só vai para o lixo eletrônico quem eu quero que vá. A Google está merecendo ir para o lixo eletrônico e ser processada por invadir minha privacidade"
[Leia a resposta]  
Uma leiora relata: "Boa tarde. Estou com um problema no meu apartamento. Moro em Higienópolis e no mesmo apartamento há 20 anos. Tendo assim a mesma vizinha há 20 anos. Nunca tivemos problemas uma com a outra só que agora começaram os problemas. Estou grávida e há mais ou menos um mês e meio ela fica fazendo um barulho infernal, parece um móvel sendo arrastado. Ela fica fazendo esse barulho das 8:30 da manhã, para 10 minutos e arrasta de novo e assim vai. Eu acordo todos os dias com isso em minha cabeça. Já falei com o síndico que junto com a administradora do condomínio mandou uma carta para ela. Ela fala que não é do apto dela e sim do de cima, acho impossível ser do de cima dela. O barulho é infernal, treme até as paredes da minha casa. Segunda agora fui chorando em sua casa pedindo ajuda dela explicando o que estava acontecendo, conversamos numa boa, de uma de tonta mas tenho que ser assim pra ver se ela para. Ela falou que não é ela, enfim, hoje fez barulho de novo e acordei com ela para variar. O que faço? Não aguento mais. O que tenho que fazer? Como proceder? Grata pela atenção. No aguardo da resposta."
[Leia a resposta]  
Leitora diz que há quatro meses aguarda poda de árvore por parte da subprefeitura Freguesia do Ó / Brasilândia
Estamos há 4 meses tentando com que a subprefeitura da Freguesia do Ó faça a poda de uma árvore na calçada (sac 10095188). Os galhos estão em meio aos fios e próximo tem um transformador que com o vento os galhos encostam nos fios provocando curto, estouro, e, consequentemente, as luzes da rua ficam apagadas. Já fiz contato direto com o pessoal deste setor mas são mal educados e irresponsáveis, estão aguardando acontecer algo grave para vir efetuar a poda. Solicitei á ouvidoria também mesmo assim ninguém resolve.
[Leia a resposta]  
Leitora reclama que o vizinho toca pagode bem alto à noite (Perturbação de sossego)
Uma leitora reclama: "Meu vizinho fica tocando pagode bem alto durante a semana até umas 5h da manhã. Não posso descansar. Não sabia que eu estava proibia disso. Aliás eu conheço os meus direitos e som alto estraga a saúde."
[Leia a resposta]  
E.C.M relata que o "Bar verde que está na Rua Peixoto Gômide nº 145 próx. a Rua Itararé ultrapassou todas as barreiras no quesito respeito à comunidade. O bar abre às quintas, sextas, sábados, domingos e feriados das 22h às 7h da manhã. E o som dos ditos DJ's é imposto a todos os moradores do entorno descumprindo assim além da lei municipal o direito básico do cidadão de ir e vir. O fatídico bar atrae adolescente que bebem, brigam e atiram garrafas toda a noite não se importando com nada. Atrás dos adolescentes vêm os traficantes e a violência. Agora vivemos num ambiente onde temos que pedir para entrar em casa, pisar em excrementos já que nossa rua é feita de banheiro público. Não podemos dormir e nem receber ninguém em nossas casas mas podemos pagar os impostos e esperar um milagre: A ação eficaz da prefeitura."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "não sei o que fazer com minha vizinha pois já conversei com ela a respeito da criação de mais de 7 galos e patos. O odor desses bichos é insuportável, fora que eles não deixam nenhum dos demais vizinhos ter uma noite de sono tranquila pois esses animais cantam a hora que quer tanto de madrugada como de manhã e a tarde, não tem hora. Essa situação está difícil pois o trabalho o dia todo e faço faculdade. Quando chego esses bichos já estão cantando porém tenho inquilinos que reclamam também. Não adiantou nada reclamar com ela. Decidi procurar a justiça pois está demais. Quero que levem esses animais pois aqui não é possível criar estes bichos. Ainda não acionei a prefeitura de minha cidade. Agradeço a atenção e por favor me oriente para onde devo ir para por um fim nessa história."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Itaim Paulista reclama: "Há varios meses nosso vizinho estacionou um carro todo velho e enferrujado entre o meu salão de beleza e a borracharia vizinha. Já reclamamos com ele e nenhuma providência é tomada. Com isto o tempo vai passando. A nossa preocupação é que próximo do local temos uma escola onde o trânsito é frequente até às 22:00 horas. Os vândalos já quebraram alguns vidros do carro e a nossa maior preocupação é que o vandalismo parta para o fogo. Já imaginaram o perigo que corremos todos nós vizinhos sendo que temos alí do lado a Borracharia? O dono do carro mora nos fundos da borracharia e nem imagina o grande perigo que todos nós estamos correndo. Já fizeram uma reclamação na Prefeitura [10226397] e até hoje nada foi resolvido".
[Leia a resposta]  
Uma leitora queixa-se do terreno na esquina da rua Jorge Antonio Benda c/ a Izidoro Cambiazi (Jaraguá): "São tantas e a vários anos que não tenho condições de procurar protocolos. Mas todas foram registradas na prefeitura. Quando o pessoal da dengue aparece por aqui eu reclamo pessoalmente e me dizem que já tem denúncias feitas mas não podem fazer nada pois o terreno é fechado! Tem muito lixo, latas de garrafas, corpos plásticos e pneus por baixo do mato que já tem mais de três metros de altura! Sem contar os insetos. Semana passada eu, meu marido, meu filho e minha filha tivemos febre, vômitos e diarréia. Estamos com muito medo da dengue! Pois as providências só são tomadas depois que morre um. Sr. prefeito as eleições vêm ai. Obrigada pela atenção. Bom dia!"
[Leia a resposta]  
Maria Aparecida C. questiona: "Gostaria de saber se vindo para São Paulo em dia de rodízio meu carro leva multa. Morava em Embu das Artes e estou a pouco tempo em SP, os documentos ainda constam como de Embu das Artes e só na renovação que vou trocá-los. Levo multa com placa de Embu?"
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Nunca reclamei para a Prefeitura nem para a Polícia pois não acredito nessas entidades. Ao lado do meu prédio existe uma pensão, e emfrente a está pensão ficam algumas pessoas perturbando, geralmente com muita bebida. Uma vez pedi ao cidadão para baixar o som do carro e ele aumentou ainda mais. Domingo e feriados para conseguir assistir a TV tenho que aumentar o volume, nem dormir está sendo possível, está um inferno. Ainda tem um rapaz que vende de tudo durante o dia, inclusive revistas tipo playboy e semelhantes. Me sinto indefeso e impotente, pago impostos e a prefeitura não me dá nada em troca, os carros estacionam sem qualquer problema em dias úteis o que é proibido inclusive prejudicando as vezes a saíde de meu carro na minha própria garagem."
[Leia a resposta]  
Leitora reclama de barulho provocado por estacionamento na Rua Jandaia (Bela Vista)
Uma leitora reclama: "Moro no primeiro andar de um prédio onde ao lado, na Rua Jandaia, Bela Vista, tem um estacionamento que funcionava só no térreo. Acontece que fizeram um segundo andar com uma rampa de ferro. Alugaram este estacionamento para uma boate que funciona próximo aqui a noite e de manhã em alguns dias da semana. Já reclamei com a pessoa responsável várias vezes do barulho da rampa pois não consigo mais dormir. O barulho é intenso, principalmente de madrugada. Isto já faz 2 meses e ele me disse que iria solucionar o problema mas até agora não teve resultado nenhum. Isso já está me incomodando muito pois perco noites de sono e tenho que levantar cedo para trabalhar. Não sei se eles tem licença para funcionar num segundo andar. Gostaria que vocês me orientassem. Grata."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Olá venho aqui pois não sei mais o que fazer. Minha mãe possui uma casa no endereço informado no barrio do Kagohara. O vizinho da casa acima dela passa sua rede de esgoto pelo nosso quintal, sendo que o mesmo já se encontrava na nossa residência à muito tempo. So que há dois anos a nossa casa vem sendo transformada em uma privada e todas às vezes para não arrumarmos brigas arcamos com os prejuízos que não são poucos. Mas este último final de semana a coisa estourou de novo e como esse nosso vizinho é dividido em 3 famílias eles nunca entram em acrodo sobre as despesas. Um deles disse que não quer nem saber me deixando com todo o prejuízo. Tenho 2 crianças, uma delas um bebê de 3 meses, que tem que conviver com esse cheiro insuportável. Não sei mais o que fazer este fim de semana gastei de novo mais 400 reais do qual possuo comprovante. Essa situação está fora de controle e o vizinho insiste em não pagar. O que devo fazer? Posso fechar a passagem de esgoto dele? Faço um B.O? Socorro."
[Leia a resposta]  
Renan C. Jr. reclama: "Vejo muita gente transitando de carro na cidade de São Paulo, mas com placa de outros municipios, inclusive na garagem do prédio onde moro existem vários carros com placa de outros municipios, sem ser de São Paulo-SP, eles não fazem a inspeção veicular, pois não tem aqueles selinhos grudados no vidro dianteiro, não precisam se aborrecer e nem se preocupar em pagar mais um imposto e ai? Pra que serve então isso?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: Moro em um apto há 7 anos. Sempre tive meus gatos. Todos os vizinhos nunca reclamaram de nada, pelo contrário, sempre alegam que nem percebem os gatos. Minha vizinha cujas janelas da cozinha e área de serviço ficam de frente com a minha sempre diz que nunca sentiu cheiro de nada nem ouve barulho dos gatinhos. Tenho um vizinho exatamente no apto abaixo do meu que é um encrenqueiro. Ele incomoda todo mundo com gritos, brigas, batendo portas, é um inferno. Ele não trabalha e passa o tempo todo no condomínio. Mas agora, ele resolveu que meus gatos estão fazendo muito barulho a noite e ele não consegue dormir. Meus 6 gatos são todos castrados, vacinados, em perfeita saúde, têm acesso ao apto inteiro, dormem comigo e meu marido. É claro que, como gatos, eles tendem a querer brincar mais a noite mesmo, mas eles nunca miam. O piso do meu apto é carpete de madeira, então faz mais barulho do que se fosse carpete normal, então coloquei vários tapetes para reduzir o possível problema, mas a reclamação continua. Eu mesma não acordo com os barulhos dentro de casa, e tenho sono leve, então como ele pode se incomodar tanto? Quando chega a noite já recolho todos os brinquedinhos deles pra não ter bagunça, mas não sei mais o que fazer. O apto é todo telado, não possui varanda, então eles vivem apenas dentro do imóvel mesmo."
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail.
Um leitor reclama: "O meu vizinho gosta muito de fazer festas fora de hora. Ele liga o som DETV amplificado, tráz um monte de amigos e fica fazendo barulho até às 3 ou 4 horas da manhã, isso em dias com ou sem jogo. Preciso de ajudar pois como ele também é policial não adianta nada chamar a polícia pois eles não tomam providência nenhuma"
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Alcantara, São Gonçalo, denuncia que "A praça dos Bandeirantes está insuportável. Existe um bar chamado Bar do Alexandre onde tem mais de 50 máquinas da caça-níguel ilegais. Ele diz ter costa quente de policiais pois paga propina para poder ficar ali. Além disso vende bebidas e drogas para menores. Todo dia ninguém consegue dormir pois um carro fica com o som ligado tocando o infernal funk até altas horas da madrugada. Nós ligamos toda hora pra polícia ams ninguém faz mais nada. Pagamos nossos impostos pra que? Se não temos mais segurança. Isso aqui é um bairro residencial e não comercial onde se pode fazer barulho alto até altas horas. Os assaltos são constantes. Do modo como vai, teremos que pagar um segurança particular que mate sem pena ou jogar uma bomba no meio da gentalha. Fazer justiça com as próprias mãos. Acabar com essas caixas gigantes tocando funk, com palavrões, fora os tem tiros, crack, maconha, cocaína... rola de tudo! Muito homossexual e menores se prostituindo. Chega!"
[Leia a resposta]  
Um leitor do Itaim Paulista queixa-se que "O vizinho quando liga o som do carro tira o sossêgo. Quando faz festa na casa dele não respeita ninguém e não adianta ligar para a polícia pois não resolvem o problema. Para piorar as coisas tem gente na rua que segue o mal exemplo desse vizinho em toda a festa que tem na rua e geralmente ocorre uma festa por mês o que é um inferno pois além de tocar o funk que é um horror as festas também são regadas com muita droga e bebida! Ligar para a polícia aqui é perda de tempo, temos que engolir tudo calado! Agora pergunto: para que servem as leis?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Gostaria de uma informação, moro em um condomínio, onde na garagem, uma vizinha fez diversas marcas na porta de meu carro através da abertura da porta de seu carro, questionei a mesma e ela disse que o problema era meu, nem ao menos quis ver o veículo, acredito que minha porta tenha aproximadamente 20 marcas, sonde muitas delas retiraram a pintura de meu carro, e em algumas deixaram a cor do veículo da mesma, preciso saber se é possível mover uma ação para que a mesma pague o concerto de meu carro."
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Vila Mariana reclama: "Não sei se vai mudar alguma coisa mas o fato é que toda a noite à partir das 23, 24hrs não tem como dormir com o barulho infernal que faz o caminhão de lixo. Os lixeiros gritando, o caminhão fazendo buscas de caçambas. Acho falta de respeito com as pessoas que tem que trabalhar no outro dia. Não sei se a prefeitura desta cidade sabe que isso ocorre. Socorro! Acabem com este inferno! Odeio os caminhões de lixo! Isto não é hora para barulho! Retirar caçambas a essa hora deveria ser proibido, alguém faça alguma coisa!!!"
[Leia a resposta]  
Um leitor questiona: "Comprei uma casa na qual já existia um muro que não foi o atual vizinho que o contruiu mas sim o antigo. Agora ele quer aumentar a altura do muro mas a área do meu terreno passa pelo muro. Ele quer que eu coloque palanques no meu terreno para sustentar o muro sendo que não tem mais necessidade. Sou obrigado a fazer isso ou não? Pois não tenho dinheiro sobrando para fazer tal proeza".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que uma vizinha que mora na Rua José Adorno (Cangaíaba) "invadiu uma área há anos (brejo) como consta no mapa da prefeitura. No terreno, construiu 2 casas com garagem que ficam ao lado da casa da minha mãe, que é rua sem saida. Quando paramos o carro na porta da casa da minha mãe briga e agora que um carro desgovernado derrubou a garagem da minha mãe ela aproveitou para proibir o inquilino de sair com o carro. Já reclamamos na prefeitura e nada foi feito. O pior é a inquilina e eu moramos em casas vizinhas e temos problemas sérios de saúde e ficamos impossibilitados de sair com o carro, pois a filha que trabalha no detran fecha a saida e não tira o carro. Queremos resolver o problema de forma legal, sem barraco, mas, hoje estou acamada e sem condições de sair de casa sem ser ofendida e humilhada. Estamos presos em nossa própria casa, pagando imposto, enquanto invasores nos ameaçam e ficamos a mercê da sorte"
[Leia a resposta]  
E.S. reclama que na rua onde mora "há um morador que coloca um caminhão baú em frente de sua casa, que impede que os outros vizinhos que tem automóvel possam colocar os seus carros em frente de suas casas. É um incomodo pois fica uma situação muito difícil, na medida em que ninguém mais consegue estacionar, seus veículos por conta do dito caminhão. Ele teria que arranjar um local para guardar seu veículo? O que podemos fazer para minimizar esta situação?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Butantã reclama: "Acontece que o proprietário de um terreno na Rua Valdemar Sanches possui no quintal do fundo um verdadeiro lixão, muito entulho!! Agora para "melhorar" começou a criar galinhas, o problema é que muitos pombos (desses de rua) são atraídos pela comida das galinhas, deixando todas as casas em volta cheias de sujeira de pombo. Tentei ligar para a vigilância sanitária, mas eles dizem que não podem fazer nada a respeito. Existe alguma providência a ser tomada?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "A minha vizinha estava com a casa dela em reforma, e em uma dessas reforma foi a vez de pintar o portão de sua casa, mas ela ao pintar o portão com um extinto de tinta, meu carro que estava estacionado na frente do meu portão foi todo pintado de pingos de tinta. ela disse que não se reponsabiliza pelo dano causado. Ela tem responsabilidade pelo dano? Ou eu tenho que ficar com o prejuizo?"
[Leia a resposta]  
Uma leitura que mora no Itaim Paulista denuncia "um caminhão placa CZB 4154 placa de maringa, uma Combi tipo carreto placa CPT 4175 placa de São Paulo e uma caminhoneta azul sem placa. Todos esses veículos são verdadeiras sucatas que já não saem mais do lugar, juntando lixos e todos ficam nas calçadas dificultando o trajeto nas calçadas."
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Moro nesse predio há 8 anos. Em cada andar só tem dois apartamentos. Quando cheguei, a minha vizinha era outra. Dois anos depois ela se mudou e chegou a atual. Quando ela mudou, colocou no hall em comum uma decoração dela (de gosto duvidoso) e não me comunicou sobre a decoração. Eu não gostava, mas suportei por quatro anos sem reclamar nada. No ano passado, precisamente Dezembro, fui falar com ela para ver se ela concordava que fosse pintada e a decoração dela retirada. Fui a uma loja tirei foto de uma planta artificial, mostrei para ela ver se gosta, ela concordou, etc. Mandei pintar as paredes com meu dinheiro e comprei a planta. Quando foi no começo de setembro, ela disse que tinha uma mesa de família e não tinha onde colocar disse que iria colocar no hall, e eu disse que iria ver se combinava...em resumo, ela colocou a mesa no hall(do tempo realmente da bisavó dela), eu telefonei para o celular dela sabado dia 01/10 ela não atendeu, quem atendeu foi a mãe dela. No domingo dia 02/10, enviei um e-mail cordial e peguntei se era provisório e quando ela iria tirar a mesa em questão. Ela não respondeu, e está me evitando. Tem alguma forma legal (uma lei,etc) para que eu possa fundamentar o discurso de que o hall é área comum e que só se pode fazer algo em comum acordo?"
[Leia a resposta]  
Bom dia, moro em uma viéla apertada em Carapicuiba Cidade Ariston, todos tem garagem, quem mora nos fundos não consegue sair de frente só de ré,e tem gente que tem três carros que deixam na viela ou rua como queira,atrapalhando e dificultando a saída apertada do local que é uma viela, por favor me ajudem aonde reclamar deste fato.
[Leia a resposta]  
A.P.M. denuncia que uma casa na Rua Gastão da Cunha (Jardim Paulista) "está abandonada há alguns meses e virou moradia de ratazanas , baratas e provavellmente tenho medo de mosquito da dengue. A casa está cheia de entulhos e muita sujeira. Falei com a antiga moradora e pedi a ela para falar com marido que conhece a pessoa na qual ele entregou a chave da casa, que viesse limpar e tirar todos os entulhos e matar as ratazanas e baratas. E ver se tem entulhos que possa dar o mosquito da dengue. Nesta rua também tem uma escola que se tiver algum problema com o mosquito da dengue será um grande problema. Ficarei grata pela ajuda."
[Leia a resposta]  
Ivam D.S. questiona: "Trabalho na rua Rua Comendador Elias Zarzur Sto. Amaro deixo meu carro na rua a 3 anos so que de um tempo pra ca estão construindo um predio já esta em frase final só que nos ultimos dias andou sujando meu carro de massa corrida e o engenheiro me falou qur não podia fazer nada por mim. O que devo fazer?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora quer "denunciar vizinho da Rua Potirendaba (Itaim Paulista) que está com gatos nas instalações sendo puxadas do poste e lâmpada queima com frequencia. O ilume vem conSerta no dia seguinte ja não acende mais".
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Moro na Rua do Pacificador (Ipiranga)e não aguento mais reclamar com o vizinho por causa de um ferro velho que ele montou (casa alugada). Já perdi a conta de quantas vezes fui lá reclamar com ele por causa do mal cheiro que deixa, porque ele prensa garrafas muitas vezes ele prensa tambor vazio que tenho certeza que é de empresa e esses tambores não podem ser vendidos para qualquer pessoa; tem um cheiro insuportavel, entra na cozinha da minha casa e acaba espalhando por todo lugar. Ninguem aguenta entrar na minha casa mas ele nunca limpa sequer o local que ele pensa que é de trabalho acumula beg de lixo no meio da rua pra secar, sei la. Não estou aguentando mais. Esse tal ferro velho fica localizado na rua do pacificador n°404 do lado de uma lan house que por sinal o dono ja comentou que tambem não aguenta mais o odor"
[Leia a resposta]  
R.C relata: "Ola boa tarde,estou com problema serio com uns vizinhos ,ocorre que uma construtora, resolveu alojar uns 40 funcionários, precariamente em alguns cômodos em frente a minha casa,e também fazer da rua que é sem saída o pátio para manutenção de maquinas pesadas (3)de terraplanagem, caminhões basculantes (2),caminhonete s10(1),perua kombi (2) para o transportes dos funcionários,mais, motos e carros particulares dos funcionários...Alem disso eles resolvem as 6 horas da manhã começar a colocar as máquinas em cima dos caminhões para serem levados ate as obras deles..Isso incluindo um tratamento entre eles de palavras de baixo calão em alto e bom som...e nos finais de semana, resolvem lavar os equipamentos com maquina Vap Professional,ocupando assim toda a rua sem espaço para que eu e os restantes dos moradores possamos entrar ou sair de nossas residências .O asfalto da rua se transformou em pedrisco...isso sem contar que colocam os carros com os porta malas abertos e ligam o som nordestino tao alto que a nossa casa chega a tremer.Estamos desesperados,sem saber por onde começar. POR FAVOR ME ORIENTE...O QUE FACO..."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Gostaria de reclamar porque sábado domingo e feriados os garotos ficam jogando bola na rua e fazendo muito barulho, chutando bola no meu portão. Tenho um filho de tres anos e ele fica assustado com o barulho. Já conversei com eles pedi pra eles ter mais cuidado, mas agora eles estão fazendo de propósito. Tem como denunciar esse tipo de abuso
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Um restaurante atrás do meu prédio oferece música ao vivo para seus clientes. De segunda a segunda. Esse evento ultrapassa o horário das 22h e há semanas que ninguém em casaconsegue dormir. Eu já tentei ligar no estabelecimento (11 36816892) e mandar emails, mas não consigo falar com nin´guém no local e não recebo resposta. Estou exausta, preciso dormir e, mesmo à tarde, os moradores do meu prédio não têm trégua, visto que o evento e música ao vivo começa cedo. Preciso saber como reclamar, pois a lei do psiu não é válida em osasco. Já até chamei a polícia, mas não adiantou. Por favor, peço orientação por email: há alguma lei em osasco que garanta o sono dos moradores da vizinhança apósas 22h? Muito obrigada!
[Leia a resposta]  
L.A.M. relata que o síndico de um prédio na Rua Bueno de Andrade (Aclimação) "instalou um alarme sonoro que toca muito alto quando o portão eletronico da garagem abre. Sete dias por semana, 24 horas por dia, cada veiculo que sai da garagem o alarme toca por 30 ou 40 segundos. O barulho incomoda e pode ser ouvido em todo o meu apartamento. Existe alguma lei que regulamente esse tipo de ruído ou tenho que suportar isso?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Tenho uma vizinha que nos traz uma série de problemas. Ela bebe muito e vive fazendo escândalos, discutindo com a filha de 18 anos e falando as palavras mais baixas possíveis na frente da outra filha de mais ou menos 8 anos e o menino de mais ou menos 4. Muitas vezes não conseguimos dormir com o barulho além de ficarmos preocupados com as crianças, sem contar as inúmeras vezes que acordamos assustados às 2 ou 3 da manhã, há uma série de pessoas que precisam trabalhar o dia seguinte e muitos idodos que moram nessa rua, mas ela não está nem aí, pois como não trabalha, quem trabalha é o marido a noite, ela pode dormir o quanto quiser no dia seguinte. Certa vez, a polícia foi chamada pelos vizinhos do outro lado da rua tendo em vista tamanho barulho, mas como eles não podem entrar na casa, logo que sairam ela começou a fazer ainda mais escândelo dizendo "podem chamar a polícia de novo". E outro problema que incomoda demais é que ela tem 2 cachorros que latem o dia inteiro (deve ser fome, porque ela nunca dá comida, tem que esperar o marido chegar cansado do serviço para dar), eles fazem muito coco e ela deixa o dia inteiro sem lavar, já chegou a deixar 3 dias seguidos, o cheiro fica insuportável, aparecem muitas moscas que estão indo inclusive, para a cozinha da minha casa. Sabemos que moscas são sujas e trazem doenças, eu tenho um irmão imunodeficiente que temos que tomar muito cuidado com a saúde dele. Obrigada pela ajuda."
[Leia a resposta]  
F.R. relata: "Tenho um comércio na rua Mourato Coelho e todo sábado tem uma feira livre na rua... Sábado é o melhor dia para o comércio, e os caminhões dos feirante param na frente do meu estabelecimento na rua e quem passa na rua não consegue ver que minha loja está aberta, o que devo fazer? existe alguma lei que me ajude? posso impedir que o caminhão bloquei a fachada da minha loja?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama "do descaso que tem a prefeitura com a população do Jardim Harmonia e Vila Bela. Está chegando a temporada de chuvas e nos esperamos por limpeza de córrego porque não aguentamos a enchente, ratos e tudo mais. Ninguém nunca aparece para fazer limpeza nem cortar o mato. Sofremos com isso pois também existe esgoto a céu aberto. Aguardo uma resposta urgente..."
[Leia a resposta]  
Uma leitora, que mora na Liberdade, reclama: "Estão construindo um novo mega empreendimento em frente ao prédio que moro e, com exceção do domingo, o barulho é infernal. Gostaria de saber se existe um horário a ser respeitado e se existe um órgão que possa me ajudar com esse problema que está dando desespero".
[Leia a resposta]  
E.L. relata que um "Vizinho em diversas ocasiões deixa o gás da cozinha vazando, o gás se espalha pela pequena vila deixando os outros moradores com medo de explosão. O dono da casa já foi procurado mas ignora os apelos dos outros moradores, e todas as vezes que os bombeiros são chamados esse vizinho se antecipa a eles e fecha o gás. Isso ocorre todas as vezes em que o mesmo fica bêbado (quase sempre) e quando algum dos vizinhos tenta desativar o botijão esse "cidadão" fica violento. Os bombeiros informaram que eles só podem desligar o botijão e mas nada, e a policia local diz que não pode fazer nada. O que faço?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama da "Emissão de fumaça de Churrascaria na Rua do Paraíso, 812 (Aclimação) todos os dias da semana de manhã até de noite. Não usam filtros de nenhuma espécie. A chaminé é muito baixa, sua fumaça atinge várias residências, inclusive andares altos de prédios no entorno. Minha filha desenvolveu problemas respiratórios. Várias vezes, a chaminé pega fogo. Inúmeras reclamações junto à Prefeitura sem retorno".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que uma vizinha do prédio onde mora "há cerca de DOIS ANOS perturba o silêncio de todo o sétimo andar (são doze apartamentos por andar e, a cada movimento, de funcionários e moradores, os cachorros latem sem parar) Já fiz várias reclamações à Síndica do prédio, de nada adiantou. Para piorar as coisas, a moradora comprou outro cachorro (dois animais em uma quitinete!). De dois dias para cá, a situação piorou -os cães simplesmente não param de latir, ninguém da casa faz nada diante das reclamações feitas aos porteiros do prédio. Hoje, com pressão alta e expulsa de minha própria casa para ter sossego, resolvi desabafar e reiterar, tanto junto à síndica quanto A QUEM PUDER ME AJUDAR, meu desespero diante da situação que parece, mas não pode ser, insolúvel. A referida moradora foi multada, mas se recusou a pagar a multa."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Na esquina da Rua Senador Flaquer com a Desembargador Bandeira de Mello, a população de santo amaro tem por habito jogar lixo fora de horário, acumulando uma quantidade enorme de lixo durante todo o dia, onde atrai desde ratos, baratas, doenças, etc... ate os carroceiros atrás de papelão e latas de alumínio, eles rasgam todo os sacos plásticos, espalhando todo o lixo na calcada e nas ruas. Não tem horário para as pessoas jogarem lixo, isso acontece a qualquer hora....como a rua é em declive, o lixo, quando chove vai descendo ate o final da rua. E também é uma rua comercial, portanto o lixo afasta os clientes do local"
[Leia a resposta]  
Sonia Maria S. reclama "da Editora Abril, que utiliza o marketing ativo de maneira a tirar o sossego. Somente ontem - 28 de setembro de 2011, ela efetuou sete ligações pelo número 11 2344xxxx, sendo a última registrada às VINTE E UMA HORAS E CINQUENTA E TRÊS MINUTOS. às vezes, desligam quando atendo o telefone. Sou obrigada a desligar o aparelho ou a deixá-lo silencioso, o que me prejudica. O QUE FAZER???"
[Leia a resposta]  
D.P. relata: "Infelizmente meu filho foi cursar a FMU (na Liberdade), e qual não foi minha surpresa ao ir conhecer a faculdade durante o dia em periodo de aula e verificar com meus proprios olhos os alunos usando maconha, bebendo até cair e outras drogas na calçada em frente a Faculdade, isso na hora do intervalo. Pude verificar que este fato acontece todos os dias, e nas sextas é intransitavel passar de carro na rua Taguá. Será que nesta rua o uso de drogas é lícito?"
[Leia a resposta]  
Antonio Carlos C. diz que está "esperando por um exame de endoscopia hà mais de três meses e nada. O engraçado é que se faz propaganda na mídia que a saúde de São Bernardo do Campo vai bem mas se não tem nem a capacidade de realizar um exame deste eu pergunto, será que vai bem mesmo?"
[Leia a resposta]  
J.A.S relata que "A Rua Manduri, próximo ao cruzamento da Av Brig Faria Lima (Itaim Bibi), dispõe de várias vagas de Zona Azul, sendo que 2 das mesmas são demarcadas para utilização exclusivas de idosos. Ocorre que por falta de fiscalização efetiva da CET essas VAGAS DE IDOSOS são utilizadas por veículos para fins de carga e descarga dos estabelecimentos comerciais da Av Faria Lima. Hoje mesmo liguei para a CET 1188, para denunciar uma irregularidade mas quando a viatura chegou (após 30 minutos) o infrator já tinha saído do local.
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama "de carros abandonados há mais de um ano na via publica na Rua José Junqueira (Itaim Paulista), calçadas colaborando para esconderijo de assaltantes abordar vitimas e para usuário de drogas. Os automóveis são verdadeiras sucatas, que já nem saem mais do lugar ate mesmo sem motores. Peço urgência devido a ser área de risco de enchente"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Protocolo número 74831 Registrado no dia 22/09/11 às 09:50. Reclamação referente à linha 178Y-10 (Vila amélia/Metro jardim São paulo) referente a superlotação e falta de atendiemnto ao ponto. Os usuários da linha enfrentam problema de superlotação, uma vez que, as conduções estão trafegando acima da capacidade e com portas que não se fecham totalmente (é visível nos carros antigos). Tal problema ocorre principalmente no período matutino, entre 7h e 8h. O ponto em questão se situa no início do itinerário e já não é atendido, a espera chega a 30, 40 minutos para conseguir embarcar. Motoristas e cobradores, para maquiar o problema e movidos pela GANÂNCIA, permitem o embarque pela porta traseira, o que tem causado discussão entre os passageiros, pois em pontos próximos ao final há desembarque de passageiros, e para um descer, todos tem que descer, causando discussões, atrasos, e por conseqüência, intolerância por parte de alguns condutores, que fecham as portas em cima dos passageiros. É evidente que essa linha não está comportando os usuários e é URGENTE a necessidade de aumento do número de carros, pelo menos nos horários de pico, e orientação aos motoristas e cobradores. Resposta recebida da SPTrans (que é igual à outras reclamações feitas): Em atenção à reclamação, informamos que em fiscalização realizada recentemente, constatou-se descumprimento de partidas, causando superlotação, razão pela qual o consórcio responsável foi autuado.Contudo, diante da reclamação e visando o cumprimento das disposições determinadas por esta Gestora, intensificaremos a fiscalização, tanto no desempenho da operação, quanto no comportamento dos operadores e, na constatação de quaisquer anormalidades, que possam comprometer a qualidade dos serviços prestados, serão aplicadas as penalidades cabíveis, conforme legislação vigente."
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Aclimação reclama: "moro num prédio onde os pombos vivem no beiral das janelas e entre um andar e outro no parapeito,o barulho é tremendo,e todos os dias tenho que limpar o coco dos pombos nas janelas e o cheiro é muito forte,quais os meus direitos, para falar com o sindico do prédio e o que ele pode fazer,que ainda não fez? agradeço desde já,e aguardo uma solução."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Entrei em uma roubada. No dia 14 de junho de 2011 por dá e pela amizade já de sete anos deixei meu carro, que foi da minha mãe já falecida, com um casal de amigos para que eles usassem até que eu o pedisse de volta. Pois eu tinha comprado um outro carro e não tinha duas garagens. Pensando que eu pudesse ajudá-los pois como vi nesses sete anos eles eram um casal que brigavam muito, estavam sempre em pé de guerra. Eu com dó desse minha amiga acabei pensando assim: Ao invés de pagar uma garagem eu poderia deixar com eles e assim estaria ajudando e não precisaria pagar essa garagem a mais. Mas pela minha burrice estou pagando um preço caro pois quando me mudei de Ap. e fui pedir meu carro de volta eles não quiseram me devolver. Enfim passou a mão no meu carro. Agora estou na justiça tentando ter de volta o que é meu. Eu não entendo como é que pode por um lado nós ensinamos aos nossos filhos que não devemos pegar nada de ninguém e por outro lado eu vejo um casal com filhos que simplesmente estão com algo que não é deles e ficam alegando que eu vendi esse carro. Mentira pura e eles sabem disso e passam esse exemplo para os filhos deles, justiça cadê você? Marcia e Nino, de Parmanirin-RN, que coisa feia, já pensou se alguém pegar sua alternativa da linha 6 não devolverem mais? O que vocês fariam? Pensem nisso."
[Leia a resposta]  
Luciana de OLiveira Batista informa "sobre a grande ocorrencia de motociclistas que passam pela passarela de pedestres da Rua Capistrano de Abreu, altura do numero 405, Barra Funda, dia e noite, atrapalhando a passagem dos mesmos. Por várias vezes pude ver as motos quase atropelando pessoas que por lá passam. Penso que deveria ser tomada alguma atitude para acabar com isso.
[Leia a resposta]  
A reclamante afirma que apesar do SAC 9598426 ter sido respondido como Serviço Efetuado pela subprefeitura Casa Verde, "ninguém tomou providencias e inclusive ontem era 03 30 da manha estava aberto vendendo pastéis e caldo de cana; era uma bagunça insuportável. Por favor peça para a Prefeitura ou responsável tirar essa barraca de alvenaria de pastel daqui ta cada vez mais complicado durmir e, detalhe, é na calçada e se você ver os tipos de jovens que frequentam aqui é difícil até te explicar. Por gentileza peça uma fiscalização por que ninguém sequer passou por aqui para ver. E só adicionando a informação o rapaz que construiu alugou pra terceiros se tornou uma renda pra ele... por favor pelo amor de Deus mandem alguém para verificar que Deus abençoe e dependo da ajuda de vcs boa noite“
[Leia a resposta]  
Uma leitora pede "por gentileza que nos ajudem a conseguir iluminaçao para Rua Padre Diogo onde tem a Estação Vila Elena CPTM. É muito escuro, fim de rua, ja com numero de assaltos e furtos inclusive de carros. Pedimos iluminação pública urgente"
[Leia a resposta]  
Uma leitora solicta ajuda para "conseguir um órgão que responsabilize pessoas por jogar entulhos e móveis nas calcadas publicas ou ruas sem saida. Já solicitei ajuda no 156 mas sem sucesso. E e o pior que é area de enchentes; todos anos sofremos por isso"
[Leia a resposta]  
F.M.A reclama que "o bar Esquina Paulistana localizado em Perdizes (Rua Dr. Franco da Rocha x Rua Bartira), no fim de semana (dias 24 e 26 de setembro), contratou um carro de som para percorrer o bairro anunciando as promoções gastronômicas do estabelecimento. Será que estamos no Piauí? Essa gente não sabe que essa atividade é proibida na cidade de São Paulo?
[Leia a resposta]  
E.P.S relata: "meu caso é bem complexo. O meu vizinho da frente está tirando o sossego de todos da rua. O vizinho é usuario de drogas e depois que a mulher o largou ele ficou na casa e começou a pertubar a todos. Até minhas janelas ja foram quebradas por ele. Fala palavrão a noite inteira, não deixa ninguem dormir, quando não pega uma lata e começa a bater noite inteira. A policia diz que nao pode fazer nada por que ele só está ameaçando. Não estou aguentado mais."
Resposta da redação: Segundo o advogado Joel Salvador Cordaro a senhora pode "fazer um boletim de ocorrência de perturbação do sossego porém a vítima, quem narra a denúncia, tem que acompanhar os policiais ao distrito policial para a confecção do B.O."
[Leia a resposta]  
Nem ligar para Polícia adianta mais!É um absurdo o que esta acontecendo nas mediações da Escola Theo Dutra. Agora que virou moda esse tal baile funk.Não consigo mais dormir e olha, que moro mais de um quarteirão do lugar. A Rua Manuel Antônio da Fonseca é a principal! a rua é fechada pelos carros!fica aquela música horrível alta até de manhã, além de gritos e motos muitos barulhentas.A situação está demais acontece de tudo!!
[Leia a resposta]  
V.C. reclama que "Na rua das Goiabeiras esquina com a rua Dona Vitu Giorgi (Vila Sônia) fica o "Bar do Luis" (clique e confira), os responsáveis pelo bar, por conta da música ao vivo, fecham essas ruas e inibem o transito, tanto de moradores, quanto de motoristas que queiram acessar a Giovani Gronchi (alt 2720) sentido Estádio do Morumbi, estas ruas citadas fazem parte do retorno obrigatório ,sendo que o motorista só fica sabendo da interdição forçada depois que entra na esq da vitu giorge com a rua das goiabeiras. Alem disso o barulho, a bebedeira incomodam todos os moradores vizinhos. O local não tem banheiro para atender o publico e os bêbados acabam usando a frente das casas como tal. Isso ja acontece a anos e todos dias, com maior perturbação aos fins de semana. No domingo começa a baderna depois das 20hrs e chega a termina as 5 da manha na segunda feira. Ja foram feitas varias reclamações para o PSIU, pelo 156 e ate para a PM, só que ate agora nada parece sensibilizá-los. O que é preciso acontecer para que se tomem as devidas providencias?!? O bar é irregular, não tem autorização para funcionar (alias nem devia ser bar, já que é construído na garagem de uma residência), lá servem bebidas alcoólicas indistintamente, alem da circulação de drogas.Estes eventos atrapalham aos trabalhadores que moram vizinhos e que tem o fim de semana para descansarem e também aos motoristas. Hoje 23/09/11 eles vão fechar essas ruas e ja avisaram aos moradores que não poderão circular com seus carros por lá. Alguns moradores ameaçaram de chamar a policia e eles não se intimidaram. Providencias precisam ser tomadas urgente!"
[Leia a resposta]  
D.F.S.S. relata: "Estava com mais 3 amigos havia acabado de sair do Shopping Metrô Tatuapé e aguardava mais outros amigos na calçada quando fui abordado pelo segurança do shopping por ter sentado em uma mureta, o mesmo pediu gentilmente que nos levantasse pois cumpria ordens. Levantamos porém o segurança pediu que atravessássemos a rua porque não podiamos ficar na calçada. ABSURDO! Preciso dizer que vou longe com minha reclamação??"
[Leia a resposta]  
Solante R.R. relata: "No começo de agosto falei com a CET, protocolos c7410921, depois c 7472337, denunciando uma lombada clandestina na Rua Corveta Camacuã, 503, no Morumbi. Me disseram que entrariam em contato com a sub prefeitura, até agora nada foi feito. No dia 19-09 tive o tanque de gasolina do meu carro perfurado ao passar pela lombada.Deixo registrada minha indignação com o descaso desses orgãos públicos. E agora quem me ajuda no meu prejuízo? Com quem se pode contar nessa cidade que não respeita cidadãos, mas na hora dos impostos..."
[Leia a resposta]  
Regina M., que mora na Rua das Mimosas, relata: "Ocorre que meu vizinho tem um cachorro, isto não acaretaria nada se este cão não ficasse dia e noite pendurado no muro que da fundo com a minha casa e latindo, mas não um latido comun! Trata-se de um latido assustador muito violento para os ouvidos, sem falar que incomoda MUIIIIIIIIIto, este vizinho já esta ciente que não agrada nada este cão e mesmo assim insiste em deixa-lo IRRITANDO os vizinhos, sendo assim o que posso fazer? Já pensei em ir no Juizado de Pequenas Causas. Estou certa de que o cachorro não tem culpa, mas sim o ANIMAL que neste caso é o dono. Obrigada"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Meus vizinhos que alugaram a casa fazem três meses, fazem festas todas as quartas, sexta, sábados e domingo, sempre das 22h até 03 da manhã, sempre com música alta, gritarias, algazarras, bebedeiras (sempre jogam as latas e garrafas de cerveja no chão). Além disso, fazem a rua, que é estreita, de estacionamento, estacionam dos dois lados, inclusive na frente das garagens. Já acionei a polícia que nada resolveu, bem como a CET, que também não fez nada. A situação está insuportável."
[Leia a resposta]  
M.M. queixa-se da "Linha de onibus 4742-21 Jardim São Savério. No site da Sptrans fala que são 3 saídas por hora, ou seja, em 20 e 20 minutos, porem, não é a realidade. Por varias vezes fiquei esperando mais de 1 hora, teve dia que cheguei no ponto às 19:30 para pegar o ultimo que é às 20:00, e nem veio. Outros dias cheguei às 18:30 e foi passar somente às 20:10. Depois que desmembrou os pontos do Metrô São Judas, nunca mais passou no horário, antes eles mandava 2 Climax, depois mandava o São Savério, agora não passa nem atrasado. Isso por que a demanda da região é grande, os ônibus que vão pra esse bairro, vem tão lotado que nem dá pra entrar, como podemos fazer dia mundial sem carros, sendo que os ônibus e metro não dão conta do recado".
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia "pertubação aos moradores, todos os finais de semana(principalmente de domingo) acontece funk na minha rua [Rua Caetano Nogueira da Costa], vem um monte de carro com várias pessoas que nunca vimos. Começam a fazer a maior orgia( as meninas vem sem calcinha e começam rebolar até o chão mostrando tudo e os meninos em cima). Fora as bebidas e outras coisas. Peço a maior gentileza de comparecer na minha rua para veririficar a ocorrencia, pois estamos desesperados com os nossos filhos que no final de semana não podem se divertir e tirar lazer na sua própria rua aonde deviam ter livre acesso. A rua fica no Bairro Jardim Antartica, próximo ao final do ônibus 1758, são aonde eles ficam parados.
[Leia a resposta]  
Srs. bom dia. Gostaria de tirar uma dúvida. É legal, quando alguém recebe uma notificação de condomínio pq um vizinho reclamou de algo e nesta notificação vir o nome e a unidade reclamante dessa forma expor os condôminos? Grata
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Já se completam mais de 3 meses que ao ir pro trabalho ou voltar do trabalho, utilizo o ônibus 707a - Praça da Árvore / Jardim Ângela, e ao me sentar me deparar com várias baratas de tamanhos variados. Ocorreu também com os ônibus de Pinheiros. E isso só acontece com ônibus pequenos. Tento falar no 156 e não consigo."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Na Rua Três Fronteiras, no bairro Jardim Antártica-zona norte de SP, vem acontecendo, todos os finais de semana, bailes funks. A rua é fechada com carros com capôs abertos tocando músicas de baixíssimo calão num volume estrondoso. A Polícia Militar já recebeu denúncias de muitos moradores, porém nunca obtivemos resultados. O baile geralmente começa entre 22h00 e 23h00 e só termina por volta das 07h00. Além de adolescentes dançando apenas de calcinha e sutiã, rola drogas e até mesmo pessoas andando armadas. Gostaria de ser informada sobre a atitude que podemos tomar, pois a polícia não se manifesta e nós acabamos perdendo o nosso final de semana, que deveria ser para nosso descanso e tranquilidade. Aguardo uma resposta. Obrigada."
[Leia a resposta]  
M.C. reclama que na Rua James Nares (Sapopemba) há um bar "que é um absurdo a suposta dona coloca umas mulheres para dançar e chamar a atenção dos homens mas acaba chamando a atenção de crianças em fim de todos isto acontece todos os dias som altíssimo. Gostaria muito que a prefeitura visitase o local, é vergonhoso, ninguem dorme. Fora que os carros dos clientes é no portão da gente se acontecer uma emergencia o dono da garagem está sujeito a levar uma surra. SOS prefeitura"
[Leia a resposta]  
Um leitor questiona: "Olá, moro em um condomínio recentemente entregue, vai fazer um ano; construído pela própria Construtora da qual faço a queixa, estando assim o imóvel na garantia; solicitei da empresa, a rápida revisão detalhada na instalação da rede elétrica da residência em questão, pois venho percebendo acontecimentos nas instalações elétrica que preocupam, como por exemplo constantes variações, oscilações, constantes desarmes dos disjuntores ao ligar dois chuveiros ao mesmo tempo, uma vez que cada casa do condomínio têm três chuveiros, já planejado conforme planta da casa. Pedi a planta da rede elétrica, gostaria de saber o que as instalações suportam, pois tão logo chegará o verão e talvez precisarei ou até mesmo necessitarei instalar mais aparelhos elétricos como ar-condicionado, por exemplo, porem meu pedido foi negado e ainda me disse que nao tinha a planta, sendo que acho eu que para aprovacao pela prefeitura, documentacao e como um financiamento pela caixa de imovel novo deveria ser apresentado esta planta assim como a hidraulica que tambem foi negada a mim. e eles desconhecem e negam a existencia desta planta, acho eu que deve ser obrigatorio, em algum momento para liberacao da documentacao pela prefeitura e a CAIXA tem que ser apresentado, a nao ser que foi apresentado uma planta "FAKE", que nao bate com a realidade. As normas técnicas que rege tais procedimentos para a instalação elétrica, como por exemplo, AO RW1165, NBR 5410 - Instalações Elétricas de Baixa Tensão - ABNT; NR10 - Segurança em instalações e Serviços em Eletricidade; estabelecidas pelo CREA e ABNT, acabou passando despercebida quando da construção das casas destes condomínio. O condomínio deveria ter uma malha de aterramento que fosse distribuído para as casas. Na prática não tem e nao e sem o auxilio da planta nao tem como constatar. Usar o aterramento de neutro, que é o aterramento do relógio de consumo, é errado. O chuveiro, o correto é que seja aterrado para evitar ficar passando energia através da água tratada ou ocasionando choques; e não é correto usar o neutro para este aterramento, pois o mesmo, em uma descarga, caso seja necessário pode retornar no próprio neutro causando dano a outros equipamentos ligados ao neutro. Deve existir um barramento de terra assim como o de neutro para a distribuição. As bitolas e cores em fiação elétrica é definido por norma que nao é atendida. Na rede elétrica da casa também foi verificado que existe uma confusão nas cores e bitolas, várias emendas, fios que começam com uma cor e terminam com outras cores; mesmas cores para fase e neutro no caso dos fios deixados para instalar os chuveiros por exemplo, dificultando sua instalação e sem o aterramento próprio necessário. Além de não ter como me orientar por plantas elétricas que me foi omitido, assim como a planta hidráulica, me deixando as "cegas" para instalação de outros equipamentos e móveis que necessitam de furação na parede. O valor do disjuntor (que é expresso sempre em ampéres) deve ser compatível com a bitola do fio, sendo que ambos dependem da corrente elétrica que circula na instalação. E como temos 3 banheiros (3 chuveiros) e 3 quartos (3 ar condicionados), mesmo que seja na teoria, a corrente chegaria a um valor muito alto que pelos cálculos mesmo apenas um chuveiro ligado poderia a vir desarmar o disjuntor e como o Disjuntor de entrada do PC é de igual amperagem do de chegada na residência, pode acontecer de desarmar no PC, fato este que vem ocorrido, se o mesmo for mais sensível, ao invés de desarmar apenas no quadro de distribuição na residência. Solicitei a visita do engenheiro elétrico da empresa ou quem a represente e possa responder tecnicamente e habilitado para sanar minhas dúvidas em relação às instalações elétricas de meu imóvel adquirido da construtora, porem me mandaram um eletricista pois disseram que nao tem nenhum funcionario engenheiro, eles contratam por empreitada, nem carteira eles assinam, e depois disseram que nao resolveriam. Gostaria de saber se posso, onde e como recorrer disso, possuo a norma mais nao sei onde usar."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Estou morando ha 01 mês no novo apartamento. Sai para trabalhar às 06:00 da manhã e, geralmente, retorno tarde da noite, por volta das 23:00. Sempre faço cursos, compras fico até tarde no trabalho etc. O problema é o seguinte: Tenho uma vizinha que mora no apartamento de baixo e xinga, grita e chama a polícia para mim porque estou andando no meu apartamento e o som do meu calçado incomoda, reclama porque tomo banho e o som do chuveiro incomoda, reclama porque converso com minha mulher, reclama porque eu recebo visitas e a conversa incomoda, reclama porque tem gente morando em cima dela... É um inferno. Eu não uso aparelho de som alto, não ligo TV em som alto e não faço nada além de viver uma vida de pessoa normal (chego em casa, converso com minha mulher, janto, ando pelo apartamento, tomo banho e vou dormir). O que eu faço para me livrar desse aborrecimento? Deixo ela me processar porque tomo banho?"
[Leia a resposta]  
F.M.A questiona: "Em uma quadra próxima ao meu edifício, que é pequeno e tem 10 andares, uma construtora está erguendo um edifício enorme, com quase 30 andares. Essa edificação está tapando todo o meu sol, mergulhando o meu pequeno edifício na escuridão. Onde ele está sendo contruído, um mínusculo pedacinho do bairro, permite-se fazer prédio sem limite de tamanho. Mas essa edificação pode tirar o sol do meu prédio, que foi construído ha mais de 30 anos?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama "sobre o acúmulo por alguns moradores,de entulhos, moveis velhos, lixo e até mesmo um carro velho quebrado há mais de 1 ano na Tv. Dança de São Gonçalo (Jaçanã), o que vem impedindo a passagem de pedestre e locomoção de cadeirante que se ver impedido de se locomover na via o q causa constrangimento de parentesco residente na via, e o risco frequente de quedas aos idosos que ali transitam. Desde então peço ajuda para resolver esse transtornos e parece não haver solução ou mesmo bom senso."
[Leia a resposta]  
L.P.F. denuncia que "na rua Cayowaá (Pompeia), existe um grande condomínio, e os lixos e caçambas são colocadas ao lado do mesmo, na rua Cajaíba, o problema que estamos enfrentando é o barulho insuportável com caminhão de lixo que passa sempre a 01:30 madrugada,e ainda por volta das 02:10 da madrugada vem o caminhão com caçamba para completar a noite. Vivemos numa cidade que durante o dia já é um stress e durante não se pode dormir direto! E por conta disso já estou apresentando problemas de saúde. Como proceder neste caso? Poderiam me dizer se tem o que fazer?"
[Leia a resposta]  
Rita de Cássia Vieira da Costa questiona: "Na verdade é apenas uma dúvida, aqui na minha calçada tem um pé de mandacarú, uma plantinha parecida com a palma , ela tem uns espinhos bem pequenos, daí meus vizinhos denunciaram, e vieram arrancar a planta daqui de casa, os vizinhos se queixavam de que a planta estaria espinhando as crianças, mas a calçada é enorme, sendo assim, os meninos que malinavam na planta e saiam com uns espinhos bem pequenos. Eu queria saber se existe alguma lei que proiba da gente plantar árvores na frente de nossa casa, e se a planta pode ser de livre árbitrio. Como moro numa cidadezinha pequena do interior, não vejo maldade nenhuma"
[Leia a resposta]  
B.B. relata que "o sobrado ao lado, que é geminado ao meu, está passando por uma reforma, que começou na segunda, dia 12 e irá até o final do ano. O dia todo eles batem com marretas na parede e outros aparelhos de construção. O problema é que trabalho à noite e preciso dormir de dia. Sem contar que o excesso de barulho começa às 7h da manhã. Gostaria de saber o que posso fazer a respeito. O fato das casas serem geminadas intensifica muito o problema. Tenho crianças pequenas em casa que não estão conseguindo dormir e estou sofrendo com enxaquecas por não dormir direito. Também gostaria de saber se eles poderão fazer isso nos finais de semana e a partir de que horário."
[Leia a resposta]  
D.M. relata: "Estou sofrendo um problema diário com os cachorros do vizinho. São 5 cães de porte grande que latem a partir das 5:30/6:00 da manhã (horário em que a dona deles lava o quintal todos os dias) até a noite. O barulho é extremamente alto! Impossível de aguentar... Gostaria de sabe como resolver esta situação já que conversar com o responsável é inútil. Gostaria de garantir a minha segurança pois tenho medo de represália já que o marido dela é da polícia. Como devo agir? Qual a forma mais eficiente?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Jaçanã relata que uma "serralheria na Rua Marques de Muuritiba faz barulho com seu maquinário de segunda a segunda com início da perturbação as 6:30 hs"
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia que na Rua Domingos Terras (Jabaquara) funciona irregularmente "um comercio de fornecimento de comida preparada para buffet e festas com delivery com vãs. Não tem horario de funcionamento, tem barulho de madrugada com máquinas funcionando e vãs descarregando até de sábado e domingo de madrugada. O pior de tudo é a poluição do ar, pois fritam salgadinhos no quintal ao ar livre, sem usar filtros nem chaminé, tornando o ar irrespirável para toda a vizinhança, tenho estado doente com alergia (rinite alergica aguda). Informo ainda que o imóvel passou por reforma aumentando a sua área de construção e provavelmente nem tem Licença de Funcionamento da Municipalidade, pois o uso comercial segundo me informei na Prefeitura, está vedado em viela estreita com largura reduzida como é o caso"
[Leia a resposta]  
V.D.F relata que "O problema foi tentado apresentar na justiça de pequenas causas, e eles mandaram eu voltar com um processo ou citação etc. O problema é o seguinte,eu moro no edif. osvaldo aranha, em frente, minha mãe mora neste apto.tem 78 anos, mais uma vizinha do apto.13, tem 84 anos, e mais uma outra que tem 66 anos e tem uma doença grave, fomos a promotoria publicabeles nos informaram que nada podem fazer, nos enviaram para a pequenas causas. O problema é o vizinho do apto 23 que tem um gato, que transita solto em todo o edificio, eles não limpam as fezes e urina por diversos dias é um mau cheiro e geral que dá vontade de vomitar,já reclamamos para a administradora e ao sindico e nada foi feito. O que posso fazer essa reclamação na peq. causas, poderiam me enviar algo parecido pelo meu email, pois estou precisando de ajuda URGENTE. Toda hora que chego ao apto. é reclamação constante, tenho que resolver esse problema antes do verão, pois agora é inverno, dá para fechar a area de serviço, janelas da cozinha e banheiro e porta da cozinha. Agradeço me for dado uma resposta."
Resposta da redação: Após esclarecimentos, a leitora foi orientada por e-mail.
Uma leitora de São Bernardo do Campo quer saber "onde posso fazer reclamações de carros velhos(batidos) que ficam estacionados em ruas estreitas, atrapalhando o transito"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que saber "onde posso fazer a reclamação de uma kombi que vende espetinhos em cima de uma calçada onde o pedestre fica sem espaços para passar e tem que passar pelo meio da rua correndo risco de ser atropelado"
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Ipacerica de Serra relata: "Moro em um condomínio onde as casas possuem muros muito baixos, este já é o padrão do local, porém estou reformando a minha casa e preciso subir o muro da lateral e da frente pelo menos mais uns 45 centímetros para que seja tirada a visão da rua, pois quem passa consegue ver dentro do meu quarto. E também porque a minha vizinha tem um pastor alemão muito grande que fica implicando com o meu labrador e vice-versa, só que a mesma não quer deixar subir o muro porque diz que vai atrapalhar a passagem dela, mas eu preciso me proteger do cachorro dela e também preciso de privacidade. Ela disse que vai chamar a prefeitura para embargar a obra e que não vamos subir o muro. Ela está nos seus direitos? Mesmo que o muro seja dentro da minha propriedade? Ela pode fazer isso? Alguém saberia me dizer qual lei me protege ou a protege?"
[Leia a resposta]  
Wesley Araujo denuncia: "Tenho um estabelecimento sito a rua Vicente Richinho Lote 06 Quadra E,que funciona de estacionamento rotativo noturno para uma casa noturna ali citada...Tenho autorização da Prefeitura e bombeiro. Tenho alvará;pago impostos, solto nota fiscal,è tudo dentro da lei. Em frente ao meu estabelecimento,se encontra uma transportadora (Maringá Transportes), que è afiliada a Maringá Transportes do Paraná. O gerente da empresa ali localizada,em frente ao meu estacionamento abre suas portas a noite para ali usufruir de um estacionamento clandestino dentro da sede da firma e fazer concorrência com meu negocio, porem uma concorrência desleal se levar em conta que: Pago aluguel do imóvel,pago escritório sagradamente todo mês,paga imposto para a prefeitura,e ainda tenho que soltar nota fiscal... O meu "concorrente ilegal"não tem gasto nem um como eu tenho,pois ali todo o gasto de aluguel e afins è pago pela transportadora,e esta exploração do negocio por parte dele lhe da a vantagem de não se ter gastos com o estacionamento clandestino que ele montou... È so abrir o portão e lucrar e enquanto eu tenho que ralar para conseguir pagar as contas do próprio negocio,e o pior este homem do estacionamento clandestino da Maringá coloca metade do preço que eu cobro por veiculo... Enquanto sou obrigado a cobrar R$10.00 reais por carro para poder sobrar alguma coisa no final do mês depois de pagar todas as minhas cargas tributarias,ele cobra R$5.00 reais por carro e R$2.00 reais por moto,e tudo isso na minha cara. Ja fiz uma denuncia junto a Prefeitura Municipal de Franca ja faz 1 ano e 2 meses,e ate hoje nunca foi um fiscal para ver o ocorrido. Cito que o irmão do sujeito do estabelecimento clandestino trabalha dentro da prefeitura... Entrei com uma ação administrativa con um advogado na prefeitura,mais nada resolveu,ficam de ir no local mais nunca vão,e sempre inventam desculpas,a ultima foi que o fiscal não trabalha a noite e para ele se deslocar ate o local tem que ter um mandato especial da prefeitura para poder ir mais isso nunca acontece... Gostaria de uma dica que seja algo que não tenha feito pois ja estou me desanimando e quase largando o negocio ,porque parece que no nosso pais justiça só para poucos pois o resto estão se lascando.nada acontece com quem tem,e ainda tem "PADRINHOS"em meios públicos órgão que lhe dão carta branca para realizar e fazer o que bem entende..."
[Leia a resposta]  
A.B. relata: "Vou direto ao problema. Aos sabados é realizada na rua sem nome, paralela ao viaduto da Lapa (Comendador Elias Nagib Breim) uma feira ao ar livre. Acontece que esta rua foi dominada por alguns moradores sem teto. Entendo o problema de falta de moradia, mas ali percebe-se o consumo de drogas a vontade. Acontece bem próximo a troca de turno ou algo assim da Policia Militar do Estado de São Paulo. Bem, mas o problema pelo qual escrevo é que naquele local, onde acontece oficialmente a feira livre do bairro, também ocorre oficialmente o pior de todas as contaminações ao ar livre. Minha preocupação está em tambem dar melhorias para essas pessoas em condiçoes de rua (cade os trabalhos sociais da prefeitura???) e também aos contribuintes, pagadores de impostos e consumidores da feira e aos feirantes que ali trabalham. O fedor de urina e fezes no local é pessimo (quando tbm de maconha!). Todos os dias utilizo essa via para acessar o ponto de onibus e as condições são lastimaveis. Todos os dias vejo os garis trabalhando para limparem a imundice que fica o local. Vejo sacos e sacos de lixo em um espaço pequeno de limpeza. Quando essas pessoas não se atiram em frente aos carros que ali passam. Sera o efeito das drogas ali consumidas? Acho que os PMs que deixam os carros em baixo ao acesso do viaduto nunca perceberam nada!!! Os feirantes dizem jogar candida quando chegam ao local de trabalho para conseguirem trabalhar. A limpeza apos a feira acontece, mas não seria importante a limpeza ANTES da feira começar, justamente pela contaminção de fezes, urina e bacterias? Pergunto ainda a subprefeitura da Lapa tem subprefeito? Mais grave é que alguem esta recebendo o salario! Ou o sr. Carlos Eduardo Batista Fernandes não é mais o que tem posse do cargo? Pois o bairro está jogado ao lixo. Ficaria horas pra descrever todos os problemas que poderiam ser corrigidos por gente que TRABALHA DIREITO! Podemos marcar um horario com o subprefeito para conversarmos, que tal? Atualmente os moradores ali instalados (na rua da feira) nem tem mais a desconfiança de sair da calçada para a realização da feira. Coisa que a meses atras acontecia. Ja escrevi para o site da Anvisa para obter informações de ajuda sobre o caso e recebi um email automatico: " Prezado(a) Senhor(a), Em atenção a sua solicitação, informamos que poderá entrar em contato com a Vigilância Sanitária local e solicitar informações. Os contatos das Vigilâncias estão disponíveis no portal da Anvisa, no menu Cidadão (localizado na barra azul, à direita) em seguida na lista de Assuntos de Interesse, clicar em Endereços das Vigilâncias Sanitárias dos Estados e Municípios. Atenciosamente, Anvisa Atende" Não ajudou em nada na resolução do problema. Tentei ligar e o telefone só da ocupado. Tentei tambem o telefone da Subprefeitura da Lapa (Tel: 3396-7500) humanamente impossivel de se falar. Quando não passa por todos os setores e ninguem pode me ajudar! Deixo aqui as minhas palavras de indignação pelo descaso para com os moradores do bairro da Lapa de Baixo."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Não aguento mais a falta de respeito do horário do bar [Rua Maria Eugenio Celso,119, Artur Alvim], que fica muito próximo da minha casa, já são 23:30hrs do dia 11/09/2011 e a musica ao vivo não acaba nunca, não consigo dormir e no dia seguinte tenho que levantar as 06:00 hrs da manhã e com certeza quem esta á noite nesse bar não me parece que vai trabalhar no outro dia cedo, não aguento mais....não consigo dormir, me ajudem por favor...............além do barulho infeliz tem outro detalhe outro dia , em um sabado á noite começou a pegar fogo na cozinha e eles não tinham um extintor de incêndio, os vizinhos que pegaram os extintores de seus carros para apagar o fogo, uma imprudência muito grande e claro não chamaram os bomberios porque imagino que não tenham a minima condição de segurança e se estivessem chamado o corpo de bombeiros com certeza hoje este bar estaria fechado. Fora os ratos que vejo entrar e sair da cozinha, eles não tem nenhuma higiene. Me ajudem fechem esta espelunca".
[Leia a resposta]  
C.S. relata que "A vizinha do térreo colocou vasos de plantas na frente do prédio onde moramos empatando de estacinar o meu carro, já estaciono neste local há muitos anos mas agora ela começou criar problemas. Gostaria de saber se ela pode fazer isto, já que a calçada não faz parte da casa dela. Caso possa tirar está duvida diga que orgão tenho que procurar"
[Leia a resposta]  
N.B.S relata que na Rua Oneyda Alvarenga (Saúde) "no quintal das casas vizinhas existem arvores que se não tem 100 anos devem estar beirando esta idade. Para se construir um prédio, as mesmas não poderiam estar lá, portanto quem adquiriu as propriedades com esta finalidade, desconfio que as estão matando, pois as outras arvores da região estão com sua copa verde e as duas ali existentes estão perdendo suas folhas... A quem devemos recorrer ou denunciar se as arvores estão sendo digamos assim "mortas aos poucos"??
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora em Aricanduva relata: "Ao lado de minha casa há um terreno cujo dono (que é dono de uma imobiliaria) o aluga para pessoas/empresas que provavelmente trabalham irregulares, e geralmente eles utilizam maquinas que fazem barulho ou tem carrochos que ficam latindo muito, o que é ruim para minha mãe que é idosa e fica em casa. No momento está uma pessoa que faz reciclagem e está com uma maquina que tritura plasticos, o que acredito ser errado, pois reciclagem tem que ser feita num lugar afastado da cidade e não em rua residencial. Este terreno não tem muros próprios, e essas pessoas encostam materiais no meu muro, o que causa umidade e estragos nele. O dono nunca se importou com nossos pedidos e reclamações e tambem nunca se preocupou com o próprio imóvel,sem fazer melhorias e se os inquilinos dele fazem barulho, se tem negócios irregulares e etc. Por favor, gostaria de saber o que posso fazer para que ele tome providências, mas por meio dos órgãos competentes, pois como disse, não é posivel dialogo com ele."
[Leia a resposta]  
Um leitor quer fazer "Apenas um alerta. Pessoas desocupadas estão montando barracas na extensão da rua Rua Carlos Caldeira Filho (Campo Limpo). Começou com um, agora tem vários, amarrando suas barracas nas arvores que margeiam o córrego e avolumando o lixo que trazem e detonando o jardim, entre as mãos de direção da citada via. lOGO ESTARÃO FAZENDO BARRACOS, entulhando e emporcalhando essa importante via de acesso ao Capão Redondo. Estranho que nenhum membro da regional que passa todos os dias por ali não tenham notado"
[Leia a resposta]  
Uma leitora queixa-se da "Criação de galinha na frente da casa da vizinha . é um mal cheiro insuportavel!!! ate uma falta de respeito aos vizinhos. solicito uma visita o mais rapido possivel. No aguardo que seja solucionado o problema!"
[Leia a resposta]  
G.A. queixa-se que o "Supermercado na Av. Martin Luther King, 2440 (na Vila São Francisco, Butantã, próximo à divisa com Osasco) instalou os motores de refrigeração ao ar livre causando barulho insuportável 24 hs por dia, 7 dias por semana. Foram protocoladas 2 reclamações no PSIU até agora nada. Os protocolos do PSIU são: 10206238 e 10234361."
[Leia a resposta]  
Luciana P.L. solicita "a solução do problema referente ao meu filho Gabriel, pois o mesmo toma a medicação Ritalina (metilfenidato 10 mg) há mais de 3 anos, e meu marido a partir deste ano foi até o posto para conseguir o remédio gratuitamente. Foi aí que o problema começou... Meu marido foi 14 vezes para conseguir o remédio. Ninguem do posto CAPSI MOOCA sabia como retirar o remédio gratuitamente e nesse tempo, nós tivemos que pagar o remédio, já que ninguem tinha informação correta sobre formulários, receita, qual o local que entregava o remédio e fora o atendimento que é péssimo, pois parece até que estão fazendo um favor e não estão sendo pagos para exercer corretamente o cargo para o qual a prefeitura paga o salário dos mesmos. Pediram para nós irmos no CAPSI da VILA ZELINA e foi lá então que resolveram o problema do meu filho, preenchendo o formulário de cadastramento e encaminhando para retirar a Ritalina no posto da Vila Prudente. Com o médico deste posto (VL. Zelina), meu filho só passou 2 vezes, pois como os funcionários do CAPSI MOOCA, não sabiam como proceder, nos encaminharam para a Vila Zelina e depois nós retornamos para o CAPSI MOOCA pasando em consulta todos os mêses em com Dr. Armando para ele prescrever a Ritalina ao meu filho. Como disse anteriormente, parece até que estão me fazendo um favor, só que é um Direito que eu tenho como cidadã receber o remédio (gratuito) já que meu filho tem Transtorno de Déficit de Atenção e Hiperatividade já diagnosticado por 4 psiquiatras e por ter feito diversos exames e conforme relatório da Escola e dos pais.
Acho um absurdo eu ter que dizer para o médico qual o papel que ele deve preencher para eu poder retirar a medicação do meu filho, e é isso que tenho que fazer todos os mêses, pois ninguem sabe nada no CAPSI MOOCA.
Bom, meu filho tem que tomar 6 (seis) comprimidos todos os dias e quando fui pegar a receita e retirar no posto, fui avisada que o cadastro do meu filho já estava sem validade, uma vez que a validade do mesmo é de apenas 6 mêses.
Liguei no mesmo dia no posto para Mariana (dia 02 de Setembro) para avisar que me filho iria ficar sem Ritalina, já que estava no fim (só havia 2 comprimidos na escola), a mesma me disse que falaria com o Dr. Armando e me retornaria no dia seguinte (já sabendo que a Ritalina estava no fim e que meu filho não pode ficar sem o mesmo, pois atrapalha as aulas e está em época de provas).
No dia seguinte nada, no outro tambem e assim foi até a data de 08/09/2011 que meu marido ligou no CAPSI MOOCA e falou com a Gerente Graziela, que tambem para conseguir falar com a mesma teve que insistir muito e até discutir. A Graziela disse que iria resolver o problema e que era para eu (Luciana) mãe do Gabriel ir até o CAPSI DA VILA ZELINA trocar a receita com o médico de lá.
Hoje dia 09/09/2011 eu Luciana (mãe do Gabriel) fui até a Vila Zelina as 09h30m conforme haviam me solicitado, mas quando cheguei até os próprios funcionários ficaram indignados com a situação e disseram que o médico do CAPSI MOOCA deveria fazer esse cadastramento e me pediram para que por favor se eu poderia levar os formulários para o médico preencher no CAPSI MOOCA, pois nem os formulários eles tinham no CAPSI MOOCA.
Bom, fiz o favor que me pediram, levei o formulário e o Dr. Armando preencheu e fui novamente até o posto tentar retirar o remédio, e, chegando lá, me informaram que o formulário estava com algumas partes em branco e que o médico deveria preencher o que estava faltando. Voltei NOVAMENTE no CAPSI MOOCA e pedi para preencher o que estava faltando e perguntei se ele estava cadastrado para poder receitar o remédio para o Gabriel e conforme a Mariana me disse, " ele está sim cadastrado" voltei novamente para retirar o remédio, más...
Não me entragaram o remédio, pois ele não está CADASTRADO para liberar o remédio para meu filho.
Fui então falar com a Gerente Cintia (VILA PRUDENTE) para saber o que era preciso para cadastrar o médico Dr. Armando, para que eu pudesse resolver aquele problema já que no CAPSI MOOCA não sabem nem cadastrar um médico. A Cintia (por sinal muito prestativa) ligou na minha frente para diversas pessoas tentando saber o que estava acontecendo e realmente confirmou que ele não era cadastrado, pedindo então para eu pedir para o psiquiatra do CAPSI VILA ZELINA me dar o formulário preenchido, já que foi ele que resolveu o problema de 6 mêses atrás.
Liguei novamente no CAPSI da MOOCA para tentar resolver o problema deixando recado e agora já estamos as 17h06 do dia 09/09/2011 e não obtive nenhuma resposta.
Conclusão:
É sempre um sufoco para conseguir remédio controlado ou está sendo recomendado para o médico dar canseira nas pessoas para que elas desistam?
Os funcionários do CAPSI Mooca, não sabem nada e nem se preocupam em saber, deixando para as mães trabalharem para eles
Fui feita de office-boy, indo buscar formulários no CAPSI Vila Zelina e entregar no CAPSI Mooca
Não sabem preencher formulários
Não tratam os pacientes e mães com o devido respeito
Não exercem suas funções (principalmente a gerente Graziela, que nem teve o dissernimento de ligar para os devidos lugares confirmando se o Dr. armando era cadastrado na secretária da saúde) isto que já sabia desde fevereiro, que o mesmo não era cadastrado e não se preocuparam em cadastrá-lo
Só na data de hoje fui: CAPSI Vila Zelina/ CAPSI Mooca/ Posto Vila Prudente/ CAPSI Mooca/ posto Vila Prudente e nada resolvido (me senti uma verdadeira office-girl)
Solucão: quero que meu filho seja atendido no CAPSI Vila Zelina, uma vez que os funcionários de lá, são muito educados e prestativos
Quero o direito do meu filho tomar a medicação receitada
Quero que os funcionários façam reciclagem, pois não dominam a função
E quero retorno o mais rápido possível, pois o meu filho está sem a medicação..
Desde já agradeço a atenção"
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora na Chácara Santo Antônio, distrito de Santo Amaro (Zona sul) afirma que a "Padaria Periquito Ouro da Rua da Paz vende muitos pães velhos e duros. Essa padaria atende muito mal os clientes que vão nela".
S.S.D., que mora na Mooca há mais de 10 anos, reclama que "é sempre o mesmo problema aqui tem uma massonaria, que funciona praticamente a noite toda, depois da reunião eles se agrupam e começam a fazer o churrasco deles as 03h da manhã, fora o barulho, e esse local eles também alugam como salão de festa, o que posso estar fazendo a respeito disso, acho um descaso!"
[Leia a resposta]  
Luciana P.D. relata: "Trabalhava há um ano de merendeira, tenho 4 filhos e preciso muito trabalhar mas uma nova lei que proíbe se renovar o contrato me fez ficar desempregada. Estava habituada já na escola pois era perto de casa os alunos já estavam acostumados com a minha comida e a cada um ano se troca de merendeira. Palhaçada, pois foi nesse governador que votei. Estou muito arrependida".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que "o grande problema é o tal de pancadão do funk. Tem duas meninas que moram na Rua Antonio de Souza LObo e que estão promovendo um baile funk pela internet conforme o convite elas dizem que vão fechar a rua amanhã dia 10/09/11 às 22:00 hs e que terá bebidas no local, elas estão passando os convites por orkut e facebook e na nossa rua nunca teve esse tipo de sacanagem, é uma rua super calma, ao contrário delas são meninas de 14 e 15 anos onde já se viu, com tanto poder de sacanagem não é, peço orientação de como podemos evitar esse tipo de agressão aos nosso ouvidos. Pergunto chamamos a polícia e DSV porque querem fechar a rua? e é uma rua principal do meu condominío".
[Leia a resposta]  
Claudio E.C. relata que na rua João Chammas "Existem na dois números 21, o que faz com que muitas correspondências não cheguem gerando transtornos, o que devo fazer para regularizar essa situação?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora do bairro de Santo Amaro relata: "Queria deixar minha reclamação no endereço citado (Travessa Doris subindo Joã de Araujo 2 a esquerda) visto que trata-se de um terreno onde moradores estão jogando entulho e virou esconderijo para pratica de assaltos e trafico de drogas, tive a surpresa na semana passada minha residência que fica nos fundos desse terreno foi assaltada a sorte que tenho cachorros que não deixaram entrar mas tenho crianças e uma pessoa (irmã) que precisa de cuidados especiais, alem do terreno existe uma torre de uma operadora que não consegui descobrir qual é pois os bandido ja invadiram essa torre e encontra-se largada com perigo de alguém se machucar pois já vi crianças subindo nela só consegui o n do processo 2008.0.02591279, já reclamei com os vizinhos que não sabe quem e o dono ou não quis me comunicar, já se encontra aparecendo ratos escorpião e outros bichos em minha casa. Na minha rua por sinal encontra-se uns seis carros todos deteriorados de uma oficina que tem lá na altura do n 76 o senhor tem oficina e deixa os carros na rua obstruindo a passagem parece uma rua de carros abandonados com ate chassis desmontados aonde posso reclamar"
[Leia a resposta]  
Um leitor relata que "em minha casa temos dois cachorros, os vizinhos reclamam que os mesmos latem o dia inteiro, isso não acorre porque sempre há alguém em casa. No entanto, desde então pela reclamação dos vizinhos, eles jogam casca de banana e ossos de frango em nosso quintal, para nos irritar e aos cachorros também. Gostaria de saber qual procedimento conforme a lei poderia tomar para solucionar, já que com o vizinhos não se tem mais diálogo".
[Leia a resposta]  
Lucas Pereira Sousa reclama: "Na casa não existe ninguem morando a unica energia que é gasta é a da cerca eletrica isso nao gasta nada ou seja a conta vinha paga por um programa do governo mas a companhia de energia resolveu mudar o relogio que tinha aqui e a conta veio no valor de 400 reais sendo que continua tendo so a cerca funcionando no local o que devo fazer ? "
[Leia a resposta]  
Um vizinho meu começou uma reforma já faz alguns meses. O problema é que os pedreiros começam a martelar as 7h da manhã, sendo que em alguns episódios encerraram suas atividades mais de meia-noite, fato este que tira o sossego de todos dentro de casa. O problema maior é que, por ser um conjunto habitacional, a parede é única para as duas casas. Eles batem tanto que as coisas em meu quarto chegam a cair de cima dos móveis. Não trabalho pela manhã, mas em escala onde meu turno é tarde e noite. Chego em casa cansada e mal posso dormir até as 8h pq eles "não deixam" e acredito não ser obrigada a acordar as 7h da manhã. Além disso, as obras pararam no período do inverno, ficando a casa vizinha destelhada. Com a chuva e a umidade, meu guarda-roupas que ficava encostado justamente na parede que divide as duas casas, mofou a ponto de comprometer algumas roupas minhas. Embora este também tenha sido um transtorno, pude amenizar, mudando o móvel de lugar. O que preciso saber é se existe alguma lei que os obrigue a trabalhar apenas em um horário específico. No aguardo de orientações, agradeço antecipadamente.
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata que no Itaim Paulista "Existe uma invasão em uma casa ou melhor 2 casas que ficam de esquina com a Rua Leila com a Rua Rainha Margarida na Vila Curuça, moram várias pessoas, onde não efetuam o pagamento de água ou luz (tudo clandestino) já ocorreu um curto circuito no poste e ninguém faz nada, não possuem ligação de esgoto, as pessoas vivem em péssimas condições, a casa não possuem janelas, portas, portão. E esta virando um ponto de droga, as crianças estão desnutridas, nem sabemos se possuem pai ou mãe, vivem na rua vinte e quatro horas. As autoridades precisam fazer algo....necessito do comparecimento da defesa civil (para interditar as casas), a policia militar para averiguar se possuem ponto de drogas, a prefeitura para que efetua leilão ou que determine o fechamento, em vista que o iptu esta atrasado a mais de 20 anos. A policia civil para efetuar a investigação no local. Grato necessito com urgente de informações ou soluções."
[Leia a resposta]  
Uma leitora afirma que na Rua Jorge Tibiciçá "tem uma quadra de futebol, e todas as sextas, sábados e domingos, véspera de feriado e em feriado, tem algazarra na rua e musicas ao vivo ate meia noite ou mais, pois depois que para a música ao vivo tem o som dos carros, musicas dos carros pessoas na rua gritando. Venho efetuando reclamações no órgão publico responsável PSIU desde marco de 2011 e ate hj nada acontece, o que devo fazer neste caso? Alguém pode me auxiliar Por favor!"
[Leia a resposta]  
Um leitor de Olinda pergunta: "que devo fazer? Colocaram um cano na minha parede sem meu consentimento e estão estragando minha parede e toda a pintura. Está ficando estragada"
[Leia a resposta]  
Antonino Correia da Silva reclama do atendimento do Banco do Brasil: " Protocolo de reclamação no SAC do Banco do Brasil, nº 13032325.
Prezados,
É com extrema indignação que escrevo a fim de obter maiores esclarecimentos sobre os meus direitos diante do acontecido. Banco do Brasil o que os senhores podem fazer para amenizar o transtorno que passei?
Na ultima terça-feira, dia 30/08/2011, tentei pagar alguns produtos alimentícios na loja de conveniência qual a minha surpresa, meu cartão MasterCard de débito do banco do Brasil não debitou a compra, diante disto pedi para o dono do estabelecimento guardar os produtos que iria ao caixa eletrônico pega o dinheiro qual foi a minha surpresa no termina do banco do Brasil não consegui, tentei também no caixa 24 horas item o cartão estava bloqueado. Sofri um enorme constrangimento por não ter dinheiro naquele momento para pagar minha conta. Após o acontecido, liguei para central de atendimento do banco e eles me informaram que existia um pedido de bloqueio feito pela minha agencia que deveria comparecer na agencia para verificar. No dia seguinte compareci na agencia logo pela manha e descobri que o Banco do Brasil bloqueou o cartão para que eu simplesmente comparecesse na agencia para atualizar dados, fiquei indignado, um absurdo me fazer perder tempo e serviço desta forma, o pior que já havia atualizado meus dados quinze dias antes, disse isto ao atendente que não acreditou que falou o cartão só será liberado se o senhor assinar, como fiquei nervoso me mandou ainda falar baixo quer dizer cala a boca, depois de muita discussão resolveram verificar e acharam os documentos atualizados e digitados no sistema, que transtorno por falta de competência do banco, pedi para falar com o gerente me apresentaram uma moça como sendo gerente não sei de que setor, expliquei ocorrido ela me disse que tinha outras opções alem do cartão de debito, ex: cheque disponíveis (como a dizer passou transtorno porque quis) me calei e registrei o fato no SAC do banco aguardo resposta.
Agora atenção para os fatos:
1. Não tenho debito com o banco.
2. Ninguém do banco me notificou do bloqueio do cartão.
3. Se estivesse viajando o que seria de minha família sem poder sacar dinheiro de minha conta.
4. O meu cartão que foi bloqueado sem "qualquer aviso prévio".
5. Tive que perder dia de serviço para comparecer na agencia para resolver problema causado pelo banco do brasil.
Diante desses fatos que comprovam o bloqueio indevido do meu cartão, o banco Brasil me fazendo passar pelas seguintes situações:
1. Constrangimento no momento que tentei pagar minha conta na loja de conveniência
2. Não tinha dinheiro para minhas necessidades naturais como: Pagar contas, fazer compras no supermercado, alimentação básica para meu filho...
Resumindo, ficarei sem dinheiro tendo que pedir emprestado para pagar a loja de conveniência até resolver questão no banco no dia seguinte....
Pergunto ao Banco do Brasil qual o proceder em uma situação dessas? O que os senhores podem fazer para amenizar meu transtorno? (desculpas não resolvem)."
N.C. relata: "Tenho um vizinho que esta construindo atras do meu imovel sendo que atras na planta se dis que e uma rua e alem de estar invadino terreno da prefeitura eu e minha familia estamos comedo de vir a morar qualquer um . Obs: o que posso fazer e recorrer pra quem o mais breve possivel. Sendo que o meus impostos estao em dia. Por favor me ajude a resolver este problema. Ok. Sem mais um abraço."
[Leia a resposta]  
A.J.M relata: "Moro ao lado do campo de futebol e de vez em quando sou surpreendido por bolas em minha residencia. O meu telhado está todo danificado. Quem assume a culpa? Ou a quem devo recorrer para ser ressacido dos prejuizos causados? Os jogadores dizem que não se responsabilizam porque quando construi minha casa o campo ja estava ali. É verdade? Tenho que aguentar calado e reclamar nada ficando no prejuizo?!. De já agradeço pela informação"
[Leia a resposta]  
Um leitor do Rio de Janeiro reclama que "A Ilha do Governador é como se fosse uma cidade dentro da cidade do Rio de Janeiro mas é bairro do Rio, Aqui a lei nao existe para quase mada. Transporte monopolizado, Vans e Kombis entopem os pontos de onibus obrigando os passageiros a saltar no meio da rua, Casas de festas ilegais totalmente inadequadas em meio a residencias inclusive ao ar livre com risco de incendios. Com certeza muita propina para arrecadar muita grana sem pagar imposto, carros estacionados em cima das calçadas onde quer que se va. Desrespeito com o meio ambiente tais como oficinas mecanicas despejando oleo na baia de guanabara , enfim o que nao falta aqui e a baderna a desordem e o desrespeito aos cidadaos de bem que desejam um mundo mais educado SOCORRO"
[Leia a resposta]  
S.A.T.denuncia "oficinas de costura na Rua Paraupava (Belenzinho) onde bolivianos trabalham em locais residenciais. Essas máquinas funcionam a qualquer dia e hora fazendo barulho o dia inteiro, não respeitando moradores idosos e pessoas que querem sossego. Sinceramente não sei a quem recorrer, peço uma orientação a vocês."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Jaraguá reclama: "Nunca denunciei por medo, mas neste endereço é um bar e com certeza não tem licença para funcionamento, ele funciona de semana de vez enquando mas na sexta-feira, sabado e domingo é um inverno porque ligam o som a partir das 9:00 da manhã e vai o dia inteiro, é impossivél eu ouvir um tv , as janelas tremem, e quando não ligam o som são carros que ficam parados na frente e colocam aqueles shom alto com musicas de funk que é uma pornografia e sem contar os dia de jogo que fora o som é batuque tambem. E para completar na rua Dr. Souza Meireles, 240 faz pouco tempo uns rapazes abriram um "Metralhas audio som desing", tambem acho que não tem autorização e para variar a mae trabalha na prefeitura e pai e da policia civil então esta muito complicado porque não tem hora para ligarem os som dos carros e falta de respeito e total pelos dois e sem contar que é tudo porta de garagem."
[Leia a resposta]  
Roseli A.S. reclama: "Estamos sem iluminação publica desde o mês de abril/2011, já solicitamos inumeras vezes à Eletropaulo e nada. No dia 15 de agosto de 2011, tinham dois funcionarios no local e disseram que iam tentar resolver o problema, se eles que são funcionários não conseguem resolver, como nós simples moradores que estamos sujeitos a ser assaltados ou há outros delitos, pois alguns saem ou voltam de madrugada do trabalho e outros estudam a noite. A tarifa de iluminação publica vem todos os meses na conta, porém pagamos por um serviço que não existe na rua. por favor nos ajude."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama "Faz quatro meses que abriram um lava rápido ao lado da minha casa, é um bairro residencial. Sei que o lava rápido não tem autorizaçao para funcionar nem firma aberta. Já fiz uma reclamação na Secretaria do Meio Ambiente pois fui orientado a ligar lá por causa da poluiçao sonora. O barulho é insuportável. Não nao consigo ouvir a TV em casa e no final do dia meu ouvido está zumbindo...Tenho que deixar portas e janelas fechadas para abafar o volume. Tenho uma filha pequena que acorda chorando por causa do barulho...nao suporto mais...o que fazer?"
[Leia a resposta]  
Nelson M.R. relata: "meu filho estuda na creche Santa Terezinha, acontece que quando vamos buscar a crianças ou a perua escolar não tem como estacionar na porta da escola porque a área escolar está apagada e não tem placa de área escolar e é ocupado por outros veiculos particulares sendo que temos que pegar nossas crianças fora da área escolar, então por intermedio de vcs gostariamos que procurassem um órgão responsável para colocar sinalização para que nós pais peguemos nossos filhos com segurança. No aguardo de vossa resposta meu muito obrigado"
[Leia a resposta]  
Um leitor de Assis (SP) "Gostaria de saber se quando tem um evento na cidade tipo: Festa do Peão (rodeio), é permitido fecharem várias ruas com pneus e cobrarem tarifa para estacionar. Pois na Cidade de Tarumã SP o prefeito autorizou o fechamento de várias ruas e cobrou dos visitantes R$20,00 para estacionar. Sou obrigado a pagar isso? Afinal de contas as ruas são publicas e pagamos impostos por elas. E o direito de ir e vir? Artigo 5º, inciso XV, da Constituição Federal (CF/88) estabelece que "é livre a locomoção no território nacional em tempo de paz, podendo qualquer pessoa, nos termos da lei, nele entrar, permanecer ou dele sair com seus bens". Alem do mais Se quiserem fazer estacionamento, devem faze-lo dentro dos limites do recinto ou alugar uma àrea para o mesmo; e não bloquear ruas com pneus obstruindo o livre acesso por elas."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama de "Bares tomando as calçadas atrapalhando os pedestres. No Campo Limpo não precisa ter Bares e Lanchontes grandes, basta ter calçada que eles vão tomando tudo. Chegam a furar a calçada fazendo coberturas com lona. Existe a associação dos botequeiros do Campo Limpo, eles fazem um Rodizio cada segunda feira eles fazem um churrasco em um bar diferente, Ex. tem 10 bares se hoje a festa é no bar do João todos os 9 bares restante fecham e assim vão fazendo esse Rodizio. Fecham calçadas com mesas e musica ao vivo todas as segundas, o engraçado que viaturas passam e ninguem tomam uma providencia."
[Leia a resposta]  
D.C.D. relata que na Rua Bernardo da Veiga esquina com a Rua Piracuama "Tem um semafaro e os carros nao respeitam o farol fica no amarelo eles passam e quando param ficam na faixa branca sem contar que atravesso com meu filho que é deficiente visual e não tem sinalização de piso tatil. Já estou de saco cheio de ter que desviar dos carros que nao obedecem nada x nada é um bando de mulherada sem fazer nada alem de ficar passeando e entrando na padaria que ten ao lado dessa rua que causa um transtorno também"
[Leia a resposta]  
Uma leitora afirma que na Rua Nossa Senhora de Monte Serrat (Vila Sônia) "bairro residencial, existe um hotel para cães, mas sem infraestrutura. O mau cheiro e o barulho são terríveis! O local é uma rua tranquila com casas ao lado do "hotel". Os vizinhos já foram na prefeitura, mas segundo os funcionários, o local possui alvará, mas na verdade o dono tem o velho jeitinho brasileiro: possui conhecido na prefeitura, entendeu porque o mesmo conseguiu alvará num lugar totalmente desapropriado? Espero conseguir ajuda!!! Muito obrigada!!"
[Leia a resposta]  
R.J. , que mora em um edificio na Rua Maratona (Vila Mascote), reclama que "foi construido um "miniShopping" com 10 lojas em um antigo lava rapido de carros abandonado. Na época da construção a empresa de demolição derrubou o nosso muro fronteiriço. A sindica aguardou o encerramento da construção deste empreendimento para a construção de um novo muro (para repor o que havia sido derrubado). Acontece que esta empresa não realizou a construção deste muro e está "enrolando" neste processo. Temos fotos da epoca que comprovam estes fatos mencionados. Podemos reclamar na prefeitura para vistoria e construção do mesmo."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Moro no condomínio há 7 anos, na qual nos 3 ultimos anos ocorreram problemas com o porteiro primeiramente, (onde perturbou me com assédios), situações onde o zelador a mando da sindica verbalmente ameaça em mmultar se: Manter vasos na área descoberta para lazer para tomar sol, onde vizinhos lá mantém permanentemente vasos grandes e nada acontece p/eles; recebi multa devido a queda de um vaso provocado pelo vento pois resido no 10º andar, e num determinado dia de Dezembro, ocorreu uma ventania grande arrastando-o para fora, assim mesmo o condomínio multou não sendo reconhecido pela sindica a situação involuntaria. Há 3 anos ocorre um vazamento no meu banheiro, sendo avisada a vizinha para reaslizar o reparo, e nada efetivamente realizado, passei a solicitar auxilio da sindica, onde nada sendo feito, recorri a administradora de condominio, que por sua vez enviou uma notificação. Foi realizado o reparo porém manteve se aberto o teto do meu banheiro para verificar que o problema foi resolvido, persistindo o vazamento agora em outro ponto mais uma vez avisei o zelador. Que nnum determinado dia de sabado as 11 da manhã veio a vizinha, sem consultar a disponibilidade de recebe-la, e da minha parte facilitei a entrada dela no apto para APENAS ver o que acontecia, pedindo para retirar -se3 pois tinha compromissos de trabalho nesse dia, e resumidamente ela se manteve lá por 3 horas, tomando a liberdade de pegar o interfone ligar para o apto dela e pedir a abertura de torneiras e chuveiro para ela verificar o vazamento. Foram várias vezes que pedi para marcar um dia onde poderemos com mais tempo verificar isso, não me deu atenção, e assim passou o tempo, perdi meu horário e por consequência o emprego. Fiz a administradora tomar ciencia desta situação onde marcamos uma reunião para acertar tudo isto, a sindica com esta vizinha em comum acordo tentaram descreditar me diante de todos. E, depois ficou acertado o dia de hoje para vir o gesseiro e encandor em meu apto para então resolver o problema do vazamento, onde não vieram. Conclusão Mais um dia com o problema do teto do banheiro, e agora em outro emprego, precisei pedir dispensa da parte da manhã para atender estes profissionais, mas nada aconteceu. Há uma semana, marquei com a empresa ZIlbergás, das 8 as 10 da manhã para uma visita técnica, onde iriam ajustar a intalação de aquecedor em meu apto., e estando no condomínio e realizando o serviço em outros aptos, o porteiro me negou a presença deles por duas vezes nos horários das 11 e outra as 12:30. Onde neste horários ligando para a empresa, a mesma informou que sairam da empresa com ordens de serviço para o meu condomínio, e retornando no ultimo horário as 12:30 que eles estavam no condomínio, onde o porteiro me negou. Saindo para o meu trabalho em seguida, me deparo com o técnico no elevador, informando me que ja estava desde as 8 da manhã realizando as Ordens de serviço. Tudo isto somatizado veio a desgastar me e peço orientação, esclareço que a presença da vizinha em meu apto e insistentemente solicitanbdo que ela saia pois teria compromisso precisando sair, e não acontecendo a compreensão dela sendo prejudicada depois, tive que ir a delegacia e elaborar um Boletim de ocorrência. A sindica foi reeleita já é o 8º ano ela não reside no condomínio, a maioria dos moradores são idosos, ela se acha no direito de fazer o que quiser, conduz a comunicação comigo de forma prepotente. As demais situações ainda persistem, que devo fazer?"
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail.
M.F.A.C. relata: "Sou moradora da cidade de Sumaré há 12 anos e convivo com um problema crônico desse lugar, o DAE departamento de água e esgoto responsável pela distribuição de água dessa região é irresponsável e vivemos como em um deserto ou como no nordeste onde as pessoas são obrigada a carregar latas de água na cabeça, com uma gde diferença que pagamos por um serviço ridículo, hoje por exemplo fazem quatro dias que estamos sem uma gota d'agua prá nada tendo que ir busca em lugares como bicas, poços artesianos etc... é uma vergonha, já foi reportagem lá e não resolveu nada, o ano que vem é eleições e ai?"
[Leia a resposta]  
Mais um leitor do Itaim Paulista queixa-se dos bailes funk na região: "boa noite amigos estou revoltado com as autoridades desta região não aguentamos mais desordem aqui na Rua Cachoeira Itaguassava nos finais de semana com esses bailes funk de baixo calão. Ficamos a noite toda em claro depois de uma semana de trabalho"
[Leia a resposta]  
Vi várias reclamações sobre alarme e no mais das vezes vocês orientaram os reclamantes via e-mail. Temos vários desses problemas aqui e gostaria de saber exatamente quais providências tomar, por exemplo, entre 02 de setembro e 04 de setembro há um alarme tocando. Fiz um BO e vou na subprefeitura reclamar. Além do mais temos lojas de som que fazem muito barulho (rua do seminário), gostaria de saber quais as regras, como por exemplo, isolamento acústico, e se eles tem o direito de ficar testando aparelhos sonoros para os clientes em detrimentos dos moradores ou tocando música para atrair clientes. Psiu não fez nada até agora (falam sempre em 190 dias), encaminhamos ofício para a prefeitura, mas nada foi feito, e nem a Ouvidoria se pronunciou.
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "minha rua é estreita, mas meu vizinho só deixa o carro dele na frente da minha casa, sendo do outro lado, mas mesmo assim não dá para nós tirar nosso carro da garagem, e está dando muitas brigas estou até com medo como possa acabar essa briga. Por favor me ajudem. E ainda o carro dele fica estacionado todas as noites na rua, ele não tem garagem para todos os carros, porque tem outros.O que posso fazer?"
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama que na Rua Arigubu, altura do número 300 (Jardim São Luis), há um buraco "que vive atrapalhando pedestres, veãculos pessoas deficientes fisicas e detalhe essa rua fica proxima a um posto de saude onde todos usam, é um absurdo queremos a resolução deste problema."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Moro em uma casa, daí ,o vizinho resolveu fazer a reforma.Até aí tudo bem , todo mundo tem o direito de faze-la. Porem, ele escolheu exatamente num sábado às 8 da manhã, com uma bateção na parede que é uma casa geminada. Está correto esse procedimento? Quais as leis que ampara os moradores vizinhos como no meu caso que tem a casa geminada. Que eu saiba, amanhã , domingo, também deve continuar ... Aguardo resposta"
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora em Artur Alvim reclama: "Moro no bairro hà 23 anos e há cerca de 10 anos mudou-se para a casa da frente um pessoal que seguem uma religião Umbandista! Os cultos (se é assim que se chama) são feitos no local. Eles têm alguns dias fixos como as quartas e sextas feiras e começa as 20:00 e termina quando eles bem entende. O horário máximo que já notei foi às 4:00 da manhã. Já entramos na justiça para que eles tomassem alguma providência, mas acredito que nada foi feito, pois o processo foi há 3/4 anos. Já fiz inúmeras reclamções no PSIU via internet e telefone, sendo que a ultima acabei de realizar. Toda vez que ligo para a polícia eles falam que tem de ter alguem para receber e fazer a queixa, mas cadê o sigilo? Eu tenho receio de que aconteça algum tipo de retaliação. (Deixo bem claro que não pratico nenhuma religião, então não acredito em nada que eles possam me fazer em relação a encostos! E sou a favor a liberdade de expressão, já que cada um tem sua vida e faz suas escolhas, contanto que não invada a privacidade e direitos dos outros!!!) Não sei a que mais recorrer! Minha saúde e de minha família piora cada vez mais, andamos muito estressados ao ponto de tomar calmantes "tarja preta" para poder dormir enquanto eles fazem a algazarra!!! Estou prestes a me formar e vejo minha carreira bem como minha vida sendo comprometida por esses problemas de saúde. Acredito que no bairro não seja só minha família que passa por essas coisas, o bairro tem muitos idosos que ao invés de descasar têm de aturar esse tipo de barulho pois têm medo de algo possa acontecer com eles! Espero que essa reclamação valha de alguma coisa, além do desabafo! Obrigada a todos que tiveram paciência de ler e compartilham desse problema comigo!"
[Leia a resposta]  
Sandra E.A.R.J reclama: "Moro num prédio que na rua vergueiro, onde a parte de traz (exatamente onde eu moro é uma vila e em uma das casas há um galo que canta a cada 10 minutos e começa às 5 horas da manhã. O barulho é insuportável. Gostaria de saber o que pode ser feito."
[Leia a resposta]  
JAS reclama que "No começo da Rua Manduri, existe de um lado um ponto de taxi e do outro um estacionamento para motos.Logo abaixo, existem 2 vagas de zona destinada a estacionamento de idosos, mas o que acontece é que parte dessas 2 vagas ou são utilizadas por alguns motoqueiros, ou por veículos que a utilizam para carga e descargas de mercadorias sendo que atualmente vem sendo utilizadas por CAÇAMBAS com entulhos e quase nunca estão disponiveis para os IDOSOS."
[Leia a resposta]  
Una leitora relata: "Na rua em que moro tem duas crianças que tiram a paz dos vizinhos. Eles picham os nossos muros, ficam chutando os portões a noite, jogam pedras em cima da casa,jogam lixo no quintal, já tiraram alguns objetos do quintal da minha casa pra vender. Seus pais não tomam nenhuma atitude e ainda ficam bravos quando vamos reclamar. Idade das crianças, 10 e 12 anos a quem recorrer"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Um leitor quer saber "como devo proceder para acabar com o baile funk que é realizado na rua Professor Direceu Neves (Campo Limpo), pois não aguento mais tanto barulho e folga das pessoas que ali frequentam. As viaturas de policia passam,fala,depois que saem,começa tudo novamente. E eles ainda tiram sarro da situação. Não quero arrumar confusão, quero apenas silêncio e respeito,pois trabalho, pago os meus impostos em dia e tenho, como todo cidadão, direito de ir e vir sem que eu seja incomodado de entrar e sair da minha residência a hora que eu quiser"
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata que no número 174 da Rua José dos Reis "há um estabelcimento (talvez tecelagem). Duas, três vezes por semana ele ocupa a porta de nossas casas, em guia rebaixada (2 garagens) carregando e descarregando caixas, tecidos com 2 caminhões baús, as vezes caminhão containers, carretas, enfim... Em uma ocasião ele derrubou nossa árvore plantada há 20 anos nacalçada, e não deu nem satisfação, largou a árvore lá na calçada. Comecei a pedir para ele retirar o caminhão para poder sair com meu carro da garagem. Ele começou a se irritar, e começou a falar que não iria retirá-lo. Comecei a solicitar a presença da CET que chegou a verificar o ocorrido, mas não o autuou. Registrei várias solicitações a CET. Chegam os motoristas com seus auxiliares, lá em cima da cabine, se sentindo o dono de tudo, bate a porta do caminhão e vai até o seu destino (174) e lá ficam todos reunidos funcionarios, motoristas, auxiliares: xingando, ofendendo quem pede para ele se retirar. O responsável sempre trata de combinar com 2 ou mais caminhões ao mesmo tempo. Ele ocupa nossas garagens 146 e 156. A rua e de duas mãos, sem contar que os carros estacionam dos dois lados. Se por acaso chego, após ele tenho que ficar no meio da rua parada sem saber o que fazer, correndo o risco de ser acidentada ou provocar um acidente.Com suas carretas ele já esta mexendo com a estrutura das casase dos muros, sem contar os danos na calçada. Fui até a Sub-Prefeitura comunicar o fato. Ontem 31/08/2011, veio um fiscal, que disse ter intimado o funcionário do estabelecimento, para mostrar o alvará de funcionamneto. Hoje ele ficou mais irritado ainda, e chegou logo de manhã com 3 caminhões dois baús e uma carreta. E tudo se repetiu, ofensas, xingos. Após, xingar, ele tira o caminhão, sem antes te fazer esperar ele descarregar caixas. As vezes as caixas são de número 200. Não sei o que fazer pois não tenmho esperança que a sub-prefeitura resolva. E quando chamo a CET ela sempre chega após eles sairem".
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Uma leitora denuncia: "Moro no Bairro de Interlagos há mais de 20 anos. O bairro é estritamente residencial, ou seja Zona 1 onde é proibido qualquer tipo de comércio, empresa ou escritório. Alguns vizinhos resolveram transformar as casas em escritório e a rua passou a ficar cheia de carros e muito movimentada todos os dias. O sossego acabou. Onde posso denunciar?"
[Leia a resposta]  
A rua onde moro tem as calçadas com uma grande diferença de altura de uma para outra (por ser uma decida), o vizinho da casa abaixo comprou uma Pick-up que tem mais ou menos 6 metros e quer a coloca em sua calçada (até aí tudo bem), mas para colocar na calcada tem de passar por cima da minha e constantemente quebra minha calçada. Eu arrumo e ele quebra, o que tem até mesmo interferido na segurança dos pedestres, estes dias uma criança caiu por tropeçar na parte quebrada e a mãe veio reclamar comigo (o que posso fazer). Gostaria de saber se posso colocar uma barra de proteção para impedir que o vizinho suba na minha calçada? Existe outra coisa que possa fazer? Muito obrigado!
[Leia a resposta]  
P.S. relata que a rua Chá das Missões, em São Miguel Paulista, "tem diversos problemas que decorrem da inércia do poder público. 1ºTem um terreno da Eletropaulo onde consta torres de eletricidade que está ocupado por vários moradores de rua que inclusive já assaltaram a padaria que fica na rua ao lado. 2º A rua Chá das Missões não tem saida porque o final dela foi invadido e construiram moradias irregulares, a frente de nossa casa nem tem asfalto graças a esta invasão (o setor consta como ZEI-zona especial de infraestrutura). 3º Foi instalado um poste em frente de casa a quase um ano e ainda não foi instalado no mesmo nem o braço , nem a lampada. 4ºA Eletropaulo construiu um muro em frente a minha casa para impedir que os maradores das moradias irregulares estacionassem carros e só seriu para atrapalhar a visão."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um leitor reclama: "De um lado da RUA SARG. JOÃO JOAQUIM DIAS - MANDAQUI SP temos somente residências, mas do outro lado a menos de 5 a 10 metros existem 02 quadras de futebol socciety : BOLA NA REDE, que funcionam sem qualquer restrição até pelo menos 24h (meia -noite ou até 01h) de segunda a sexta, aos sábados começa as 07h e vai até a meia noite. Como sempre em qualquer quadra a gritaria e xingamentos extrapolam e muito os níveis aceitáveis, dentro da quadra e no bar que fica dentro do local até pelo menos 24h sem nenhuma preocupação dos responsáveis. Conforme é divulgado a lei do silêncio deveria nos resguardar entre 22h e 06h, não é isso? Então gostaria de entender o pq depois de varias reclamações no disk psiu nunca foi tomada nenhum tipo de providência, o terreno é de propriedade na Caixa Beneficente da Policia Militar e locado aos responsáveis pela quadra, não existe nenhuma regulamentação para esse tipo de estabelecimento, local, estruturas, obrigações? Infelizmente não é somente nesse local que acontece esse problema, mas a quem devemos recorrer?"
[Leia a resposta]  
V.L.L.M. relata: "Meu sobrado dá fundo com sobrado da vizinha. Ela tem um cachorro que fica confinado neste quintal de no máximo 9 metros quadrados 24 horas por dia. Ele late muito, chora, uiva, implora por atenção. Não conseguimos dormir. O antigo proprietário da casa vendeu justamente por esse motivo.Já fomos falar com ela por três vezes e ela disse que não leva o cachorro para dentro de forma nenhuma pois faz suas necessidades em todos os locais. Eu disse que ele está sofrendo pois confinamento também se origina uma forma de maus tratos. Mesmo assim ela é irredutível, diz que a casa é alugada e que quando alugou não contou que tinha o animal e que quando o proprietário soube mandou ela se retirar ou doar o animal, pois animal dentro de casa estraga o imóvel. Bom como disse já reclamamos com ela, fomos na delegacia, no forum, conversamos com um advogado que nos informou para irmos falar com a imobiliária e ou o proprietário, pois eles tem obrigações. O fórum nos disse que dependendo do juiz não aceita filmagem; somente três testemunhas, mas já fui conversar com a vizinhança e eles tem medo dessa senhora e de seus dois filhos, por serem grosseiros, mal educados e provocadores. Por favor preciso que alguém me esclareça se de verdade a imobiliária ou proprietário pode fazer algo por mim. Ou então o que posso fazer, pois não dormimos há vários dias"
[Leia a resposta]  
Esta esquina é apenas um dos pontos de Moema/Indianopolis onde as calçadas são invadidas pelas mesas e frequentadores dos "botecos", fazendo que os transeuntes sejam muitas vezes obrigados a caminhar pelo meio da rua, correndo inclusive o risco de serem atropelados. Esta invasão das calçadas por mesas, cadeiras, etc é permitida? Não há nada que fazer? Ou a prefeitura "aluga" nossas calçadas? Não sei nem a quem recorrer para reclamar.
[Leia a resposta]  
Uma leitora queixa-se: "Meu vizinho (advogado) vem deixando carros estacionados pela rua por semanas,inclusive na frente das casas dos vizinhos, já chamamos a prefeitura, mas a unica providencia tomada foi a colagem de um informe nos vidros dos carros que continuam a atrapalhar a rua que é uma ladeira estreita onde passam muitos carros por ser caminho para outras principais como R Dr Zuquim e Voluntários da Patria. Como proceder neste caso?"
[Leia a resposta]  
Um leitor questiona: "Na calçada do meu condomínio, do qual sou síndico, está havendo jogos de tabuleiro por várias pessoas desocupadas, em vários períodos do dia, tanto manhã quanto a noite. Esses jogos em sua maioria são de dominó, estão trazendo transtornos para os moradores do condomínio, pelo barulho e incômodo por ter vários homens desocupados em frente ao prédio onde moram, como também atrapalham a passagem de outros pedestres que, muitas vezes tem de passar pela rua porque a calçada está totalmente tomada pelos jogadores desocupados. O que eu posso fazer a respeito como síndico. Já tentei conversar, mas não houve jeito."
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Alphaville diz que "Estão jogando ovos na sacada do meu apto. suspeito de duas garotas que implicam com minhas duas primas. Elas ficavam fazendo caretas e dedos obscenos. Já a minha avó suspeita de uma mulher que ele já deu esporro várias vezes, pois ela fica colocando o seu cão para fazer fezes na calçada do nosso prédio e não limpa, deixa lá e sai naturalmente como se nada tivesse acontecido."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Itaim Paulista reclama: "Não é possível que não exista uma forma de acabar com isso que está acontecendo, pois todo final de semana não temos mais sossego, a pessoa trabalha a semana inteira e quando chega no fim de semana para descansar,não tem sossego,pois essa onda de bailes funks está acabando com sossego de todos. Não adianta ligar para Polícia pois a mesma nem toma conhecimento. Ttem que haver uma maneira para por fim nisso tudo, se eles querem se divertir que se divirtam mais sem atrapalhar a privacidade alheia. Tem que haver alguém que possa tomar alguma providência"
[Leia a resposta]  
Joaquim Romão Gomes reclama: "Fazem 4 anos que a Prefeitura de São Paulo construiu uma quadra na Praça Barão de Japurá, só que não estabeleceu horário de funcionamento, e essa quadra é utilizada 24 horas. No período noturno ninguem tem sossego, a Guarda Metropolita nem sempre vem quando é chamada para acabar com o barulho e já reclamamos varias vezes com a SubPrefeitura que por sinal não toma atitude nenhuma. Já mandei um E-mail para o prefeito Kassab e nada: afinal quem é o responsavel pela quadra e seu horário?"
[Leia a resposta]  
A.C.G.S. afirma que "A empresa SOCICAM, administradora do terminal de ônibus do Jabaquara, não oferece segurança nenhuma aos usuários do terminal. Além da insegurança, não há um canal de reclamações eficiente por telefone e por email eles não respondem. Em se tratando de uma empresa que tem o controle dos terminais de São Paulo, licitada pela Prefeitura Municipal, a quem devo recorrer? Vamos aos fatos: Ontem, 30 de agosto, terça-feira, ao desembarcar do ônibus Cometa, por volta das 15h40, na escada de acesso ao metrô, um homem se aproximou e "me passou a mão". Gritei por segurança e nada...O homem saiu correndo pelo terminal. E eu continuei gritando por uns 5 minutos. Procurei um segurança e ninguém apareceu, Desci ao metrô e fui prontamente atendida por um segurança do metrô que me encaminhou a um balcão e solicitou um segurança da Socicam. Apareceu um rapaz uns 10 minutos depois e orientado pelo segurança do metrô a pegar dados do tarado me olhou e disse: _ Mas senhora, o que eu posso fazer? E nada fez, sequer tomou conhecimento da situação. Procurei novamente o segurança do metrô que disse que não podia sair da área do metrô e que no terminal, a segurança era responsabilidade da Socicam. E nada se fez... Estou indignada! O terminal não oferece segurança e há um despreparo total para situações que coloquem em risco pessoas. Um tarado pode fazer o que quiser por ali, que ninguém se importa. Não há segurança. Uma empresa desse porte tem que oferecer segurança aos usuários do terminal. Aguardo contato e orientações sobre como proceder e como denunciar esse descaso."
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Jaguaré reclama: "O problema que temos é com o meu vizinho que se faz de desentendido e não resolve o problema que é de sua responsabillidade, ou seja, do vazamento que está na tomada da minha casa e que quando chove não cessa, como se tivesse aberto uma torneira. O imóvel desse meu vizinho é uma fabrica que confecciona formas de papelão para pizza. É uma nojeira, a casa esta caindo aos pedaços, creio que alguém tenha denunciado e ele começou com uma reforma que para se adequar aos padrões de higiene que se deve ter no manuseio e estocagem das embalagens tá muito longe. É stressante pensar em falar com ele pois foi o que fiz nesses ultimos 8 meses, pois é, paciência tem limite. Tem um detalhe que não relatei, de que o muro ou parede é do meu imóvel e o pai dele na época da construção do seu imóvel aproveitou nosso muro e não fez o dele. Preciso de orientação para saber se posso contratar um advogado e pedir uma liminar pelo caso ser de urgencia e de dano irreparável, pois o muro pode desabar e causar morte. Por favor poderiam me orientar?"
[Leia a resposta]  
Cintia Medeiros relata: "Moramos em uma Vl aqui na Pompeia, rua Br de Bananal, 975.Somamos 9 casas, e uma amoreira que hj esta carregada de amoras. Vivemos daquele jeito que muitos querem viver, mas poucos tem o privilégio. SEGURANCA, TRANQUILIDADE, PRESERVAÇÃO DO VERDE, sem contar que temos uma moradora que vive aqui desde de que a vila foi fundada. Mas hoje, nos deparamos com uma situação que pode ser o inicio do fim de mais uma Vl dentro do bairro da Pompéia. Uma casa foi comprada recentemente, tem saída para os fundos da Vl. mas tem frente para rua BR do Bananal 991, esta em obras, para um futuro RESTAURANTE funcionar dia e noite, todos os dias, descaracterizando assim tudo aquilo que foi preservado por 60 anos nesta Vilinha residencial, que chamamos de Vl do Sol. Nos moradores, temos a informação através da sub da Lapa, que por se tratar de uma região mista, comercial e residencial, não temos o que fazer, mas não queremos nos calar diante disso, não queremos que funcionários, entregadores e mesmo os proprietários tenham acesso a Vila, e se o restaurante for inevitável, entao que ele se isole completamente e não tenha mais acesso a Vila. Não somos contra o progresso, mas uma vez que ja existe um lugar em meio a essa aglomeração de edifícios e comercio, onde ainda podemos ter um pouco de qualidade de vida, queremos e devemos mantê-lo, e acreditamos que os empreendedores devem respeitar esse nosso direito.
Sem contar, que temos a 50 mts um restaurante, Dita Cabrita, e a mais 50 mts a cima o Kojo Sushi, alem do Hospital Såo Camilo que fica a 150 metros, ambos impactam o transito e criam um movimento de pessoas muito grande, imagine mais um restaurante? Ficara intransitável.A Rua Barão do Bananal não comporta. A Subprefeitura da Lapa, nos informa que esta rua é mista, permite residências e comércios, mas qualquer urbanista conclui que e impossível mais um comercio num perímetro de 200 metros.E claro que isso precisa ser reavaliado. Pedimos então uma vistoria e simplesmente eles se omitem, não dão a atenção que pedimos e isso contribui cada vez para que mais um Vilinha que e patrimônio histórico da Pompeia acabe, e mais rua fique intransitável. Que Subprefeitura é essa? Agora entendo porque existe uma movimentação p/ os bairros de Perdizes, Pompeia terem sua própria Sub. Nos ajude. A Pompeia não pode perder esse estilo de viver em casa de VL. que esta cada vez mais raro em Sao Paulo. Sabemos que os políticos só vão perceber a gravidade da situação quando a mesma se tornar publica, e para isso pedimos ajuda de vocês. Nosso Blog: http://viladosolpompeia.blogspot.com/
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Nos finais de senama acontecem bailes funk na Rua Bituva, em Eldorado - Diadema. Os bailes começam cerca de 00h e vão até às 6h, regados a drogas, álcool e prostituição (inclusive infantil, pois a maioria dos que ali estão são menores, e meninas). O barulho é ensurdecedor. Há menores usando drogas. Além disso, carros e motos andando em alta velocidade, às vezes parados em frente às casas com o som no ultimo volume. As pessoas têm medo de denunciar, mas também ficamos sem saber p/ quem denunciar. Se ligamos na Polícia Civil, falam p/ ligar na Militar e vice-versa. Ou falam que vão mandar viatura mas só aparecem duas horas depois. Quando aparecem, todos fogem num barulho e bagunça ainda maior. Depois de meia hora, voltam. Outro problema: se ligamos, pedem para nos identificarmos. Muitas pessoas não ligam por causa disso: temos medo porque os organizadores/frequentadores, geralmente são traficantes e/ou bandidos e corremos muito risco se ficam sabendo os nomes de quem denunciou. A própria CF nos dá o direito ao silêncio depois das 22h, portanto, acho que não precisaríamos nos identificar, já que é perturbação da ordem pública. O que podemos fazer? Pra quem ligar?"
[Leia a resposta]  
S.M. relata que seu vizinho "chumbou na calçada 4 barras de ferros 2 em cada ponta, que começa do lado da minha casa e termina no final da casa dele. Gostaria de saber se ele pode fazer isso, mesmo sendo enfrente a casa dele, pois ele as colocou de qualquer jeito, barras com pontas que pode machucar alguém"
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Bom Dia. Sou Pai de trigêmeas, que estão com 4 meses, nasceram prematuras e com alguns probleminhas de saúde, hoje em casa e precisando de repouso, onde o seu sono é o primordial para crescimento e desenvolvimento, tenho uma vizinha acima do meu apartamento, onde a mesma faz barulhos absurdos após as 22:30hs, são panelas caindo, pratos batendo andando de saltos de um lado para o outro, arrastando moveis, coisas que acontecem 7 dias da semana. Por diversas vezes já interfonamos mais a mesma desliga o interfone, não nos atende, e quando conseguimos falar diz que esta em sua casa e lá ela faz o que quiser, já fizemos diversas reclamações nos livros do condomínio, ela já levou multa, já fizemos BO, com representação, agora estou acionando nos pequenas causas mais nada disso faz com que ela para com o Barulho. Gostaria de saber dentro do Estatuto da Criança e do Adolescente, onde vocês poderiam me ajudar ou orientar sobre o excesso de barulho e por eu ter trigêmeas em casa no que podem me ajudar, pois a não sei mais o que fazer e por causa do barulho e por ficarmos sem dormir quando as crianças acordam, minha esposa já foi parar no hospital com uma crise de estafa(cansaço)."
[Leia a resposta]  
S.A.C, que mora na Rua Luis Cabral Mesquita (Santo Amaro) relata: "Tenho uma fachada de muro com telhado na frente de casa, e por causa da recepção do mercadorias do Supermercado Safra Ltda. que fica em frente ao meu portão, constantemente tenho problemas com quebra de telhas do meu muro. Já fiz duas reclamações à CET, via Portal do Cidadão, há um ano, e até agora nada foi resolvido. Os caminhões que trazerm produtos ao Supermercado estacionam nos dois lados da rua, fechando-a ao tráfego local e, ainda por cima, causando prejuízos aos moradores. Não sei mais o que fazer, todo dia tenho que brigar com caminhoneiros, porque a CET que deveria fiscalizar isso não toma providências. Já refiz minha fachada, subindo as telhas para evitar problemas, mas os caminhões - cada vez maiores e altos, continuam estacionando no meu lado da calçada (a recepção do mercado é do outro lado da rua), arrembetando meu telhado e eu ainda não posso reclamar. Reclamações feitas à CET e até hoje, sem posição nenhuma: Protocolo: 9463538 de 02/09/2010 e 9499341 de 24/09/2010"
[Leia a resposta]  
Nós aqui da Rua Cordislandia no Jardim Paraíso (Guarulhos) estamos tendo problemas com um ônibus particular da empresa Santo Ignácio, a rua é muito estreita, mais ou menos uns 4 metros, tem um motorista da empresa que estaciona o ônibus aqui e nos impede de tirar ou guardar o nosso carro na nossa garagem, pois é praticamente impossível fazer as manobras necessárias.Queriamos saber se é permitido isso,já que já entramos em contato com a empresa e eles não tomam providencia alguma.Não sabemos mais o que fazer. Para vocês terem uma ideia o ônibus tem mais ou menos 12 metros de comprimento, dai fica difícil....
[Leia a resposta]  
V.S. relata: "Tem um vizinho da Rua Mututi que estaciona um caminhão de areia bem grande na frente da minha casa que fica na outra rua, isto está causando vários transtornos, pois homens usam o caminhão para urinar, atrapalha o transito no local, já que a rua é de lazer."
[Leia a resposta]  
Marcelo M.D.B. relata: "Trabalho numa escola publica, de 1.300 alunos (manhã e tarde) e fazemos o uso de microfone na saída por aproximadamente por 30 minutos e durante o intervalo por dez minutos. Temos uma vizinha (não de parede, que fica abaixo da escola por em media 30 metros do outro lado da rua) e constantemente nos ameaça a entrar com processo por causa do barulho. Mesmo sendo uma escola publica de educação infantil instalada a 60 anos no mesmo local, ela tem o direito de exigir silencio da escola? (detalhe: A escola funciona das 07:00 as 18:00 hs)"
[Leia a resposta]  
Georges P. relata que "existe um bar próximo à minha residência chamado Katanga Bar que faz uso do karaokê perturbando com o barulho os moradores próximos. O local é um bar aberto e não possui nenhuma acústica para som. Já liguei e falei pessoalmente para o dono, Sr. Sidney, que abaixa o som, mas mesmo assim ainda persiste a perturbação variadamente nos dias da semana. Também já fiz 6 denúncias ao PSIU da Prefeitura de São Paulo (9625955, 9945010, 9987075, 10077542, 10159413 e 102026810) desde dezembro de 2010, mas o problema é bem anterior, e nenhuma ação foi tomada, que ainda continua, como hoje. Outro problema é o uso irregular da calçada ocupada por mesas praticamente nela toda, atrapalhando a travessia dos pedestres, ainda mais nos dias de chuva em que fecham com um toldo só tendo espaço para passar pela rua. O que posso fazer para esse barulho não acontecer mais, que já está causando dano em minha saúde, pois cada vez que ligam o karaokê fico tenso e não consigo me concentrar em minha residência."
[Leia a resposta]  
Uma leitora de São Bernardo do Campo reclama de estudantes da Metodista: "Resido em um apartamento em SBC há 10 anos, neste ano de 2011, o vizinho de cima alugou o apartamento para a Metodista, que por sua vez coloca os estudantes "atletas" para morar em república, o que não seria um problema se eles não fizessem barulho, mas isso é constante, eles batem as portas, derrubam objetos, arrastam móveis, trazem mulheres para realização de festas particulares, usam drogas na frente do prédio. O síndico é nulo, cansamos de fazer reclamações, já chamamos a polícia, mas eles não param. Gostaria de saber se posso mover uma ação contra o proprietário do imóvel , a metodista e o condomínio. E solicitar que seja levantada a questão de proibir republicas no condomínio? Em 10 anos nunca tive problemas com os vizinhos de cima, essa é a primeira vez, pois é a primeira república."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um leitor pede nossa ajuda "para um problema que vem atormentando os moradores do Jardim Noêmia/ Jardim Maia há no mínimo 4 meses. Os bailes funk noturnos na rua. Os moradores de bem, os quais pagam impostos, são obrigados a ter de conviver com VÁRIOS carros e seus capôs abertos, tocando música no último volume, um mix de poluição sonora. Estes bailes começam a partir das 23:30 e duram até mais ou menos 06 e 06:30 da manhã. Além do problema dos mixes de som alto, não podemos sair de casa neste horário, onde corremos constantes de assalto, seremos atacados e até mesmo mortos, pois até armas há indícios. Pode-se verificar também constante prática de sexo entre menores de idade, bebida alcoólica a torto direito, racha entre motos e carros, garrafas sendo atacadas dentro das casas dos moradores, uso da rua e casas como banheiro público, uso de drogas ilícitas, dentro outros. No dia seguinte ao baile, somos obrigados a conviver com MUITO lixo na praça e nas casas e calçadas, vidros quebrados por tudo quanto é lado e o pior de tudo, danos públicos, pois ao verificar, podemos presenciar que grande parte dos bancos da praça estão demolidos por estes vândalos, as placas de sinalização para as ruas todas amassadas, mastro para sustentação das placas totalmente envergados e muita embalagem de preservativo espalhado, o que nos limita a não sair com os filhos menores para presenciar tal ofensa. Já reclamei inúmeras vezes, ligando para o número 190, onde não fazem NADA. Vizinhos já reclamaram pessoalmente para os cidadãos que trabalham no 190 onde, simplesmente, estes disseram não poder fazer nada e fica por isto mesmo. Tenho em minha casa uma senhora de 85 anos, doente e que precisa de descanso. Estes bailes estão definhando cada vez mais esta senhora".
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail.
Uma leitora que mora no Sumarezinho reclama que "Tem um mendigo acampado com muita tralha e produzindo muita sujeira no recuo da nossa calcada. Qual a metragem que deve ser o passeio publico? Pois ele esta acampado justamente no recuo de nossa calcada q tembem trata- se de parte da propriedade. Qual medida devo tomar, pois ja chamei policia, gcm e sev. Social, mas o homem insiste em ficar ao relento ainda q acionemos Albergues. Me ajudem..."
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que a chácara Recanto Verde (Rua Riese, 233) "está em área de manancial e mata atlântica. Como é possível esta casa de festas estar funcionando já há 4 anos após reclamações de muitos moradores? Uma vergonha esta situação. barulho, sujeira a noite toda. Tiveram a area lacrada o ano passado por pouco tempo. Voltou a funcionar. Não possuem alvará de funcionamento. No mesmo bairro, outro terreno localizado na Rua Riese, 233, também utilizado para a realização de festas, foi lacrado. Esta denúncia será encaminhada a jornais em breve. O Bairro de Sete Praias agradece a atenção e aguardamos uma resolução pois não aguentamos mais o desrespeito ao nosso bairro que é estritamente residencial, área de manancial e mata atlântica."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na rua Albano Francoso (Limão) pede: "Por favor, me ajude, socorro! Ao lado da minha casa acho que é no número 177 ou ao lado,tem uma serralheria ou coisa parecida com um barulho terrivel durante o dia todo, basta alguem vir conferir pois da rua mesmo vc consegui ouvir. É ilegal pois nao tem nenhuma placa e estou com dores nos ouvidos e cabeça, mesmo com minha TV ligada em volume alto nao consigo parar de ouvir esse barulho de furadeira, solda é como se tivesse cortando ferro um terror. E para piorar eu trabalho de madrugada e tenho que dormir de dia, mora de aluguel em uma casa de fundos e esse barulho infernal vem da casa de numero 177 se nao for nessa deve ser no vizinho ao lado. Me ajude por favor."
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "queria saber como faço e pra quem reclamar sobre um vizinho que cria vacas em frente a minha casa em qual órgão posso reclamar pois o cheiro de urina e fezes e insuportável imagina que aqui e frio e como será no verão?? Queria muito ter uma explicação de como eu agir sobre isso tem alguma lei sobre isso por que aqui é área urbana não é chácara e nada são lotes um do lado do outro e ele cria umas 5 vacas no local e ainda deixa soltas pela rua na frente de minha casa por favor me responda sobre onde reclamar como eu agir desde já agradeço"
[Leia a resposta]  
C.R. reclama: "Moro em um condomínio com 78 casas e temos uma área verde bem razoável, inclusive temos 2 ninhos de corujas dentro do condomínio. Venho reclamar da síndica desse condomínio, onde um dos filhotes das corujas caiu do ninho (Que fica em um dos taludes do condomínio), e ao invés de tentar colocá-lo de volta no ninho, o trancafiou em uma caixa de papelão acarretando em sua morte,não tenho certeza se ela pretendia vende-lo ou tentar criar em cativeiro, mas ñ o quis devolve-lo ao ninho. Onde denuncio este abuso?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia que "Ao lado do edifício onde moro, há um terreno da prefeitura que foi invadido por várias famílias e a sub-prefeitura do Butantã não toma providências. Gostaria de saber por que a Prefeitura de S. Paulo permite invasão de terreno e construções precárias num local público. Além disso, há um boteco bem ao lado que, ao que consta, não tem licença de funcionamento, nem sequer é fiscalizado. Cadê a prefeitura?"
[Leia a resposta]  
M.P. reclama: "Meu carro estava parado na rua ao lado de onde trabalho. Um caminhão , segundo vizinhos, veio e chocou-se com a lateral do meu carro e fugiu. Será que tenho direito de ser indenizado pelo estado(DPVA)?"
[Leia a resposta]  
O Dr Ricardo Costa Barbosa (OAB/SP nº 193.065) relata: "Sou morador desta rua a +/- 25 anos e tomei conhecimento que com o recapeamento da Rua Ministro Roberto Cardoso Alves que foi feito de madrugada era para passar ônibus nesta rua e já tendo um transito já caótico com caros, ônibus, caminhão devido a obras no metrô e o transito seria desviado para a Rua Ministro Roberto Cardoso Alves causando um incomodo além do razoável um absurdo por ser zona 1 onde o IPTU é caro e este transito deveria passar na Rua São Benedito que é zona 2 com comércio, lanchonete, restaurantes, etc.Aguardo uma resposta sobre este problema com a maxima urgência."
[Leia a resposta]  
Monica M.G. relata: "Moro em um mini condomínio, 3 inquilinos e o locador,tudo no mesmo quintal. já tivemos vários desentendimentos pelo mesmo motivo. Hoje o locador veio reclamar com meu namorado, dizendo que eu tinha que marcar horário pra ele ir me visitar,que de preferência fosse sempre o mesmo horário. Porque ele chegar as 19:00 horas da noite e buzinar estava incomodado ele. Que meu namorado não pode estacionar o carro enfrente ao portão, se ele quiser me visitar tem que estacionar em outro lugar. E veio com ofensas. Meu Deus eu achei isso um absurdo. Eu pago aluguel certinho, não entendo de leis mas acredito que tanto o inquilino quanto o locador um deve respeitar o outro. Ele pode acordar as 4 da manha e buzinar varias vezes fazer barraco acordar todo mundo do quintal só pro irmão dele ir abrir o portão pra ele. há pare neh. Queria processar esse doido. posso?"
[Leia a resposta]  
R.C.C.V reclama: "Protocolo 10058762 de 01/06/2011 (156 - psiu) faz dois anos que reclamo no psiu sobre o descumprimento da lei (poluição sonora) de uma obra no local citado. Um edifício comercial de nome "barcellos" da construtora Adolpho Lindenberg. Desde o começo das obras, passamos madrugadas com barulho, sem exagero 24 horas, no primeiro ano e quando não os funcionários chegam para o café por volta das 05h00 cerca de 20 pessoas e gritam, ligam tv, discutem, etc não bastasse o elevador da obra começa a funcionar por volta das 06h00. Que eu saiba os trabalhos e barulhos deveriam começar após 07h00. Por que esta construtora respeita os moradores da zona sul e na zona leste não? Será pq aqui não há fiscalização ou ela nos considera cidadãos de "quinta categoria"? A Prefeitura não toma nenhuma providência. Aqui só servimos para votar e pagar IPTU caríssimo!"
[Leia a resposta]  
Joaquim Romão Gomes reclama que "Na Praça Barão de Japurá, a Prefeitura construiu uma quadra que é utilizada por pessoas que nem pertece ao bairro no períudo noturno até as 3:00 horas da manhã, ja mandei E-mail para a Prefeitura , que encaminha para a Sub.Prefeituta e ninguem da uma solução, a guarda Metropolitana nem sempre atende os moradores pelo numero 153: afinal quem é o responsavel pela quadra e seu horario de funcionamento os moradores já não sabem mais a quem apelar"
[Leia a resposta]  
R.C. reclama que na Rua Amador Bueno, próximo ao número 386 "Existe um ponto de ônibus que nunca é respeitado por motoristas que estacionam nesta rua. Aliás, esta é uma rua complicada, nesta quadra encontram-se o poupatempo Santo Amaro, o Shopping Largo 13 e a Faculdade 9 de Julho.Proximo ao Poupatempom tem uma área não permitida estacionamento e o CET vive multando carros lá. Também próximo, em frente ao Shopping Largo 13, o próprio shopping se apropriou da rua utilizando de cavaletes para não permitir estacionamento, creio ser outra forma errada, só que agora do estabelecimento em reservar espaço público para apenas seu proveito. No período da tarde e noite, quando iniciam as aulas na Faculdade 9 de julho, próximo ao ponto de ônibus em questão, aí sim que a coisa piora e todas as portas e guias rebaixadas não são respeitadas. Creio que está havendo um descaso muito grande e necessitaria de uma ação mais efetiva por parte das autoridades para estabelecer a ordem e se fazer valer as leis que conhecemos."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que na Rua Oratório (Mooca) "a vizinha realiza cultos evangelicos duas vezes por semana em sua casa, são aproximadamente 50 pessoas, com pastor e tudo, porém ela não tem licença para utilizar a residência como um espaço comunitário de igreja, circulam várias desconhecidas, além do barulho que incomoda muito. O que devo fazer?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Uma leitora de Artur Alvim reclama: "Tem um terreno de esquina que foi vendido para uma pessoa,ele foi cercado com muro, porem esta cheio de sujeira, ratos, e um cheiro terrível. . . Mas minha principal reclamação é que ele não fez o muro dele, usa o nosso muro e onde esta causando umidade em minha casa. . . Tentamos por diversas vezes conversar com o antigo proprietário mas nada resolveu. . . Estamos perdendo os nossos moveis e sem solução"
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail
Susana A.F, que mora em Ermelino Matarazzo, reclama "contra a minha vizinha ela possui 3 cachorros, porem não gosta muito de ter trabalho com eles então ela coloca eles na rua para fazer suas necessidades e isso causa um transtorno imenso á nós vizinhos, pois eles entram dentro de nossas casas as vezes para tenter cruzar com nossos cachorros e temos que levar as nossas calçadas diariamente por conta do mal cheiro e sujeira que eles rasgam os sacos de lixo dificultando o serviço dos coletores tambem ou seja traz problemas para todo mundo até quem passa na rua fica com medo quando eles avançam ... Pelo que eu saiba por lei cada dono tem que sair com seu bichinho de estimação na coleira e com uma sacola colhetora poir isso liguei na PMSP e fiz uma reclamação(protocolo 1018750) eles emcaminharam para CCZ e nem uma providencia foi tomada acho que isso deveria acarretar em multa, só assim a pessoa se toca quando coça o bolso"
[Leia a resposta]  
Um leitor da Chácara Santo Antônio reclama: "Estou feliz estou contente kkkkkkk, uma ova o Carrefour Marginal Pinheiros não quis trocar meu produto que comprei nesta loja. Eles fazem aquele compromissso público mas não cumprem. A loja esta feia, ruim. Eu vou nesta desde que eu era criança, a mulher do atendimento ao cliente é muito chata ela sempre olha para o prazo de validade da nota fiscal, mas ela não aceita troca. O Carrefour se acha muito, eles deviam dar uma chance para aqueles consumidores que passaram do prazo de trocas da nota fiscal. Hoje eu fui lá trocar um produto mas não quiseram trocar eu dei a nota fiscal. Acho que o Carrefour Marginal Pinheiros é péssimo ruim chato noob, sem graça sem lenço e sem documento.kkk lixo"
[Leia a resposta]  
Um leitor do Tatuapé reclama: "Há Pouco mais de 01 ano, abriu uma Oficina mecanica ao lado da minha casa, ela é aberta, sem cobertura, o barulho dos carros acelerando sem dia ou hora da noite são frequente, tb fazem pintura o qual o cheio de tinta é forte na minha casa, concertam e deixa alguns sucatas de carros por semanas parado na rua na frente das casas dos vizinhos. Gostaria de saber se tudo isto é permitido e onde poderia fazer uma denuncia até porque deve estar totalmetne irregular a documentação, sobre tudo isto."
[Leia a resposta]  
L.N. denuncia que na Rua Martinho de Souza (Ermelino Matarazzo) "construíram uma escola de ensino fundamental, que mesmo ainda estando em processo de construção, já se encontra em funcionamento desde o início deste ano. Tenho uma série de problemas em relação a construção, desde a invasão de privacidade por conta de pedreiros o dia inteiro olhando para minha casa, pedaços de tijolos telhas, enfim objetos inerentes à construção caem o dia todo no meu quintal, os proprietários não colocam nenhuma rede de proteção (mesmo em funcionamento com crianças), e o que está acabando com a paz noturna e diurna é um alarme que a escola possui, o mesmo dispara durante o dia e a noite nos dias da semana e nos finais de semana também, seu barulho é ensurdecedor! Sábado passado passsei o dia inteiro no hospital com meu marido que se encontrava seriamente debilitado por conta de uma forte medicação, à noite o trouxe para casa, ao adormecer, dispara o tal alarme que fica cerca de 30 minutos ininterruptos soando, durante toda a noite.Durante o dia (finais de semana) quando isso acontece, dá pra sair um pouco de casa pois tenho dois filhos pequenos que ficam transtornados com o barulho. Já não sei o que fazer, conversar com a dona da escola não resolveu até agora, ela sempre se esquiva da conversa.Gostaria de saber como devo proceder na intenção de resolver tal problema, será que um abaixo assinado com os vizinhos ajuda?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Sou moradora em um edidício, no centro de São Paulo, e ultimamente estamos com sérios problemas por causa de uma gigante infestação de pombos. Sei que isso é um problema generalizado mas os pombos resolveram se abrigar em cima da porta de entrada do edifício, causando grandes transtornos. Alí não temos sossego ao entrar e sair do prédio, pois a sujeira é grande, nossas roupas sujas de fezes. Minha neta de 4 anos foi vítima de uma sujeira (fezes) dos pombos e como ela é alérgica, gastamos uma fortuna em remédios, correndo o risco de pegar alguma doença. Preciso de urgência no meu atendimento, pois sei que não podemos eliminá-los, mas gostaria que a Prefeitura tomasse providências com relação a essa "praga" que infesta São Paulo. Já temos muitos problemas no condomínio e muitas despesas e não podemos atcar com mais essa."
[Leia a resposta]  
Fazemos a reciclagem de lixo, mas não temos uma empresa que venha buscá-lo.Por que se faz uma campanha e não se dá continuidade e suporte para isso?
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Itaim Paulista quer registrar sua indignação "pela falta de respeito pelos próprios moradores vizinhos dessa rua que abandonam carros verdadeiras sucatas ambulantes e que jogam restos de construção a beira do muro da CPTM (Estação Jardim Helena)local de enchentes todos anos e sofremos com esgotos dentro de nossas casas, e por ser local sem iluminação, sofremos assaltos e colaboramos para uso de drogas por ser um local escuro."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama "sobre uma morador que colocou umas colunas na frente da sua casa de esquina agora depois dessa palhaçada que ele fez os ônibus 2755 penha, estão com dificuldade de vira a rua as vezes tem que dar ré, quando dar ainda porque tem vez que tem carro parado. Esse é um dos problema, O outro é que quando as pessoas vão passar com carrinho de bebe ou coisa assim. Eu queria que vocês me ajudasse e alem de me ajuda vocês vão esta ajudando a comunidade tenha uma boa noite."
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que fez "um canteiro na minha calçada praticamente do lado da minha porta que é um sobrado, coloquei este canteiro pois o vizinho do lado esta utilizando da minha calçada como banco de praça, sei que a calçada é publica (para andar) e não para sentar, para sentar o ideal não seria banco de praça??? então não sei se estou de acordo com a lei ao fazer este canteiro, pois minha intenção é colocar alguma flor e cuidar dela, deixei um pequeno espaço para os pedestres, mas por lei qual seria a medida de um canteiro?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que "Há meses um grupo de homens se reune na Praça Santa Rita de Cássia [Vila Mariana] e fazem barulho a noite toda conversando alto, rindo e gritando além de acenderem fogueiras depredando-a. Suspeitamos que também ocorra consumo de drogas no local pois existe movimentação constante de motos. Chamamos a polícia diversas vezes que nos dizem que virão e nunca vieram. Simplesmente não sabemos o que fazer, sinto-me em uma cidade sem leis"
[Leia a resposta]  
M.S. quer saber "até que horas as escolas de samba, especificamente a Mocidade Alegre, tem permissão para ensaiar durante a semana e durante os domingos".
[Leia a resposta]  
Nilton Gomes esclarece que "No Decreto 52.209 Art. 2º Diz que as edificações públicas ou privadas que utilizem grupos Motogeradores deverão converte-los ou utilizar equipamentos movidos a combustível menos poluente que óleo diesel ou adaptar filtros ou outros acessórios que reduzam a poluição, observando, quando houver , percentual que venha a ser estabelecido pelo órgão ambiental competente, nos termos do item 9.4.5 do Anexo 11.228, de 1992. Considerando o escrito no artigo fica claro que não importa o poluente e nem a quantidade a ser reduzida, mas tem que ser reduzido alguma coisa, Algumas empresas estão oferecendo Conversores Catalíticos e Oxicatalisadores automotivos adaptados, que não atendem o Decreto por transformarem o Monóxido de Carbono que é nocivo aos seres humanos em Gás Carbônico que também é um poluente considerado como sendo um dos causadores do efeito estufa, basta vocês olharem nas especificações técnicas do fabricante do equipamento para ver essa informação do produto ofertado por eles. Quem possuir um motogerador antes de instalar qualquer sistema para reduzir a poluição é preciso saber se ele reduz realmente reduz algum poluente sem transformar um existente em outro poluente. A Secretaria Municipal do verde e do Meio Ambiente de São Paulo por meio do DECONT informa que você tem que instalar um filtro que reduz algum Poluente e não criar um outro, caso contrário você estaria ainda descumprindo o decreto e podendo ser autuado por crime ambiental. Algumas empresas que possuem motogerador diesel já instalaram os equipamentos e estão sujeitas as penalidades previstas pela lei em uma fiscalização. A multa pode chegar a R$ 10.000.000,00, por tanto quem tiver adquirindo o equipamento para ser instalado tem que observar o seu funcionamento para não terem surpresas desagradáveis depois. O Decreto assinado pelo Sr. Prefeito Gilberto Kassab ao meu ver é uma dos mais importantes já assinados para iniciar um processo de limpeza no ar que esta em todo lugar e deveria ser adotado em todos centros urbanos do mundo."
Uma leitora reclama: "O Bar Pharmacia [Rua Madre de Deus esquina com a Rua Guaimbe, Mocca], há cerca de 1 mes, inventou de ter musica ao Vivo, detalhe, começa por volta das 22 e vai até 3/4 da manha. Hoje, depois de chamarmos a Policia, pararam as 2.40. Cadê o respeito as leis? Eles tem mesas na rua, o bar é todo aberto, nao tem qualquer isolamento acústico. Qual e o nosso direito? O dever de pagar impostos não nos deixam esquecer"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora em Itaquera solicita: "Favor fiscalizar pessoas que têm barraca de batatas em frente a residência com som alto e fazendo baderna até tarde da madrugada encomodando a vizinhança que precisa dormir para ir ao trabalho no dia seguinte. Com certeza barraca sem autorização da prefeitura colocando em risco vidas de vizinhança com botijão de gás na calçada da prefeitura.Favor enviar alguêm urgente!!"
[Leia a resposta]  
Minha garagem fica bem defronte a entrada e saída da escola Alecrim. Os pais de alunos acham que tem o direito de estacionar o carro em frente a minha garagem por se tratar de escola infantil, eles entram e lá ficam demorando para sairem já reclamei no site da prefeitura...cet...PM...e não fazem nada. Tentei arrumar uma solução, falar com os proprietários da escola porém não tem conversa, não me recebem. Será que não há justiça para este problema? Eles não são responsáveis pelo entorno? Não deveriam colocar alguém obrigando os pais a pararem em locais apropriados?"
[Leia a resposta]  
José Antonio dos Santos reclama: "No último dia 10, registrei no SAC PMSP, uma solicitação de nº10182805, para fins de recapeamento dessa importante via [Av Brig Faria Lima, no trecho entre Avs Rebouças e Cidade Jardim], em razão dos inúmeros buracos e remendos mal-feitos, e hoje obtive um retorno dizendo que minha solicitação foi cancelada em virtude de "Esta via esta relacionada para o próximo programa de recapeamento". Como a PMSP nada faz, os proprietários dos imóveis por sua vez acabam descuidando da conservação das calçadas dando um aspecto de abandono. Em meados desse ano iniciaram com alguns reparos nas sarjetas e logo pensei que em breve teríamos uma avenida com aparência melhor, inclusive nos canteiros centrais igualmente abandonados."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Tenho uma vizinha que cria dois cachorros numa varanda. E a limpeza nao vem sendo feita com frequencia, e o mau-cheiro pecorre por toda casa. Em todos os horários, principalmente ao meio dia. O que eu posso fazer, se ela não entrar em acordo em criar os cachorros em outro lugar. Eles já criam cachorros ha tempos, mas na cobertura da casa e nunca houve qualquer problema. Mas hoje está insuportável. O que eu posso fazer, a que órgão posso recorrer?"
[Leia a resposta]  
André Luiz relata que "todo dia tem acidente (com morte fatal em alguns casos) de carro no cruzamento da Rua Zanzíbar com a Rua Atilio Pifer, Casa Verde. Peço que alguem com poderes resolva esta situação para que poupamos vidas inocentes o mais rapido possivel"
[Leia a resposta]  
M.S. reclama: "Acabei de mudar para um apartamento há 25 dias, já nos primeiros dias, tenho sido incomoda por uma vizinha que escuta som muito alto, geralmente ela liga o som as 10:00 da manhã e fica até as 16:00 horas, o barulho é muito alto, ao final do dia fico com uma enorme dor de cabeça, e muito chateada com a situação, pois como acabei de mudar não queria ter que bancar a chata, mais está impossível ter paz, e o pior que essa mesma vizinha tem objetos de decoração na entrada da porta dela, porém é minha passagem também, alguns dias atrás eu recebi alguns moveis e para não quebrar os objetos dela eu tirei do lugar e depois coloquei novamente, ela não gostou e ficou reclamando, não para mim, mais eu ouvi .. e ontem minha amiga estava subindo com uma caixa nas mãe a luz do corredor apagou e sem querer ela bateu nesses objetos, a VIZINHA abriu a porta e criticou com minha amiga falando que se ela quebrasse ela teria que pagar e bateu a porta, depois dessa já sei que não tem conversa mesmo com essa vizinha, o que posso fazer?? pago condomínio, e a locação foi feita pela imobiliária , porem aqui não tem zelador e nem sindico por ser um prédio pequeno de 2 andares, por favor me ajudem !
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail
L.B.S quer saber "o que fazer no seguinte fato: tenho vizinhos adolescentes que ficam fazendo barulho na calçada da minha residência e ainda ficam brincando de chimbra e colocando galos para brigarem,na calçada vizinha que é um terreno. É terrível o barulho que eles fazem. não se pode assistir, ler um livro e ficar a vontade na sua própria residência? Já reclamamos com eles por várias vezes, já conversamos com o seus pais, mas nada é resolvido. Por favor me dê uma solução."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um leitor reclama: "Os moradores da rua João Ramalho, em Perdizes, vêm sofrendo há anos com o barulho das caçambas de madrugada. Antes restrito a uma ou duas por dia, durante essa semana contabilizei sete caçambas em apenas um quarteirão. O pior é que não são retiradas ao mesmo tempo, os caminhões que fazem a coleta vêm pontualmente a cada meia hora depois das 3h00 da madrugada, às vezes são necessáros 4 caminhões por noite. Assim, fica impossível aos moradores usufruir de uma noite de sono tranquila, já faz 15 dias que somos agraciados com tamanho desrespeito todas as noites. Pude observar, em incursões por diversos sites, que não há solução (não há mesmo?) para o problema, apesar de ter encontrado inúmeras pessoas passando pela mesma situação. O que se há de fazer para solucionar esse problema? Se alguém puder ajudar eu agradeço muito!"
[Leia a resposta]  
Na casa vizinha existe uma arvore (tipo pinheiro) com cerca de 25 metros de altura. Esta arvore devido a altura deposita suas folhas sobre o telhado de minha casa, causando o entupimento de calhas e entre-telhas, me obrigando a fazer uma limpeza de calhas e telhas pelo menos uma vez por ano, ja que se não o fizer, na época das chuvas tenho enchente na sala, quartos e outras dependências. Até ai tudo bem, também gosto do verde e até suporto o transtorno em prol do planeta. O Problema é que dada a altura da arvore, nos dias de vento forte a mesma sofre inclinações fortes a ponto de cair. Dada a idade da arvore acredito que uma ventania não muito forte pode levar a queda da mesma e certamente sobre minha casa. Como não gosto de desavenças procurei me proteger e tentei fazer um seguro para cobrir estes eventuais danos. Ocorre que os seguros não cobrem este tipo de sinistro, segundo meu corretor a responsabilidade é do proprietário da arvore, já que a mesma se encontra dentro de seu terreno. Procurei falar com o proprietário, manifestando minhas preocupações, mas a casa é alugada e segundo o inquilino ele ja falou com o proprietário, mas o mesmo disse que não pretende cortar ou podar a arvore de maneira alguma. Gostaria de uma orientação de como devo proceder neste caso. Existe alguma legislação que me proteja? Em janeiro, minha mãe faleceu já com medo dessa árvore e tenho dois menores que estão com medo, pois a "ponta"dela está virada para nós.
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama do estacionamento na Alameda Barão de Piracicaba 843, esquina Eduardo Prado (Campos Elíseos), "que não creio ser legalizado, pois não tem absolutamente nenhuma estrutura e ao qual os funcionários transformam em bar particular, durante os finais de semana com o som de carros em volume Maximo e com graves absurdos que fazem tremer as estruturas dos prédios, com o cuidado de quem infringe a lei, de deixá-los fora do estacionamento, impedindo que tenhamos tranquilidade em nossas casas. sem falar que os incautos fregueses chegam e deixam as chaves na mão de pessoas com falta de sobriedade. Não sei esta e a via correta para minha reclamação, mas caso não seja e saibam, me informem."o.
[Leia a resposta]  
L.C.B. reclama "contra as autoridades policiais, referente a "BAILES FUNK" que vem acontecendo constantemente nos finais de semana no meio das vias públicas , principalmente nas Ruas Cachoeira Itaguassava x Rua Antonio Dias Moura em São Miguel e que estão infernizando as vidas do cidadão de bem. O pior de tudo é que não adianta gastar os dedos da mão discando para o nº 190 da polícia militar, a gente acaba amanhecendo dia em claro e descepcionado, pois é como se não tivesse contatado ninguém!. Mais nem cheiro de uma viatura de polícia. Já envie vários Emails a todos órgãos possíveis, mas até hoje este nosso tormento de todos os finais de semana persiste. Infelizmente estes "Bailes Funk" proibidos, estão tomando um rumo sem controle, porque as autoridades policiais não estão tomando nenhuma atitude para proibir este tipo "Baile" devez, pois os mesmos são feitos no meio da via pública, impossibilitando que os moradores (que pagam todos os impostos que lhe são providos) tenha um pouco de paz para poder descansar ou dormir ou até mesmo pensar se devem ou não sair de casa, já que as ruas ficam interditadas até que o dia amanheça; Muito destes tipos de festa funk são promovidos na maioria das vezes por traficantes da região, além do barulho que é ensurdecedor, atrai todo tipo de usuários de drogas para frente dos nossos portões , e assim tudo o que vocês puderem imaginar de ruim acontece pela madrugada adentro (drogas, sexo, os portões sendo usados como banheiros públicos, motos barulhentas estourando escapamentos, etc.......) Esperamos que a Secretária de Segurança Pública do Estado de São Paulo, tome rédeas desta situação, antes que seja tarde demais! e acabe virando uma terra de ninguém, como temos muitos exemplos pelo Brasil a fora."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que "Recentemente abriram mais um bar nesta rua, a diferença é que colocaram mesas na calçada dos dois lados da rua e também o movimento é enorme de sexta e sábado, onde os moradores não conseguem transitar nem sair ou entrar em suas próprias garagens. O que podemos fazer?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Um vizinho de fundo, morador de uma casa que se localiza em uma rua paralela a minha e é um nível mais alto em relação a minha, estão realizando uma reforma, onde foi feito um parapeito. Ou seja, este parapeito dá para os fundos da minha casa, tirando a nossa privacidade. Quando fazem churrasco, os seus convidados apoiam sobre o parapeito e ficam olhando, assim como os seus moradores e os pedreiros contratados. Durante a obra, que teve início desde dezembro de 2010 e dura até hoje, cimento, pedaços de madeira, cairam sobre o telhado e no chão da minha casa. Eles nunca pediram licença para forrar o telhado e o chão. Diseram que iriam providenciar a limpeza,claro que isso não foi feito. O que pode ser feito à respeito? Pelo Código de Obras, não é proibido fazer tal abertura, pois acaba tirando toda a nossa privacidade, nem a janela do quarto pode ser aberta totalmente. Como prodecer de forma amigável e dentro da lei? Obrigada."
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Brasília diz que sua vizinha "plantou árvores gigantescas que espalham folhas todos os dias no meu quintal. Todo santo dia tenho que varrer as folhas das árvores que ela plantou encostada no muro. Até o varredor da rua do condomínio reclama dessas árvores. Não aguento mais essa sujeira, já falei com a vizinha e ela disse que iria ver o que ela pode fazer, mais até agora (6 meses depois) nada foi resolvido. Sem falar nos aproximadamente 15 gatos que ela possui e que invadem minha residência todos os dias e fazem suas necessidades e mexem no lixo que colocamos no cesto para o caminhão recolher de manhã, espalhando todo o lixo pela calçada!!!! O que devo fazer?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um leitor quer saber "a quem reclamar a sindica autoritária que represa água de mina dentro da garagem do prédio em solo freático contaminado por cemitérios na região de Vila Madalena e para burlar a Sabesp, pagando menos conta de água, represa as águas em três recipientes e distribui para as caixas do prédio sem nenhum laudo e todos bebem sem saber. Tomei conhecimento e fiquei desesperada. A quem devo reclamar? A prefeitura, sabesp, não existe um fiscal para ir lá e impedir esta atrocidade?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Quero saber se é permitido vender vaga de garagem (chão) para outro morador, pois esse fato tem dado dor de cabeça aqui, a antiga síndica concordou juntamente com o morador de tal apartamento, a venderem essa vaga, e logo em seguida esse morador vendeu o apartamento mas não avisou ao novo morador que esse apartamento não tinha vaga para carro e segundo esse novo morador disse que a síndica ficou de arrumar uma vaga para ele, o que também não ocorreu pois essa síndica vendeu seu apartamento e se mudou deixando que a nova síndica não soubesse do ocorrido, sendo essa posteriormente ameaçada de morte pelo novo morador que queria sua vaga, exigindo até mesmo a vaga dessa nova síndica, só assim ela soube do negocio feito na antiga gestão, mas ele vendeu para outro morador que está ciente que não tem vaga, e esse morador novo deseja saber o que fazer para recuperar sua vaga novamente. A síndica procurou o morador que comprou a vaga e falou que o novo morador quer a vaga de volta e a compradora da (segunda vaga) no prédio que também vai se mudar agora mês de agosto disse que já vendeu para outra moradora que sabe de todo transtorno que esse apartamento vem enfrentando por falta da sua vaga e ainda assim comprou, acredito que a preferência deveria ser dada para o dono de fato da vaga, a lei não diz que cada apartamento tem direito a uma vaga? Por favor nos ajudem, pois não sabemos como resolvê-lo e a síndica acreditamos que nem deve se intrometer nesse assunto pois ele não diz respeito à ela, por ter sido realizado esse negocio antes de sua gestão."
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Leopoldina (MG) questiona: "Ao lado da minha casa tem um terreno baldio, o dono sempre aluga para parques de diversão e touradas, o barulho e o mau cheiro tem me incomodado muito será posso reclamar junto a algum órgão competente se posso qual? Os funcionários dos parques de diversão dessas touradas fazem muita sujeira e bagunça, não tem banheiro eles fazem sujeira no local o cheiro do gado também é insuportável quando tem tourada com bois, o que posso fazer?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
F.T.M reclama que "A escola de teatro Globe SP ( http://www.globe-sp.com/ ) faz as montagens de suas peças nos fundos de suas dependências sem tratamento acústico nenhum incomodando os dois prédios vizinhos há anos. Já houve tentativa de dialogar com os proprietários sem sucesso. Os vizinhos são em grande parte idosos e casais com filhos. Os ensaios são diários e às vezes chegam a entrar na madrugada. Não é obrigatória alguma licença ou alvará de funcionamento? E mesmo assim, não deve ser haver tratamento acústico para não incomodar os vizinhos? Não tenho nada contra o teatro, mesmo porque também trabalho na área de cultura. Mas ter que ouvir A MESMA PEÇA dias e dias a fio como se estivessem encenando na sua sala de estar é de enlouquecer. Há um meio legal de resolver isso? O que fazer?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na Vila Mariana reclama: "Existe uma Feira Livre que acontece todas as 6as. feiras na Rua Manuel de Paiva, esquina com a Rua Carlos Petit, na Vila Mariana e quando a feira termina os carros da Prefeitura vem lavar a rua, acontece que boa parte dos detritos são jogados dentro do bueiro no cruzamento dessas ruas e como não há escoamento de água, ficam ali retidos durante dias na água parada e exalando mau cheiro. A quem devo recorrer para solicitar providências?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na Vila Mariana comenta: "Parece que São Paulo, não tem governo, principalmente nos bairros os sub-prefeitos estão demais ociosos, o kassabão então nem se fala, agora ele so pensa no partido que ele fundou que é uma m#####da, aqui em São Paulo, espero que ele não ganhe nunca mais,nem para limpar as ruas e o sub prefeito da Vila Mariana que vá junto com ele, pois devem ser farinha do mesmo saco, a Vila Mariana virou um lixão, ruas sujas, imundas, gente vendendo todo tipo de coisa, principalmente yaksoba (fedorenta) e nos principais cruzamentos como já descritos e tbm na passagem de cadeirantes. Oi pessoal ajuda nóis ai, a Vila Mariana nunca foi tão maltratada como agora, o prefeito e esse sub-que graças a Deus nem sei quem é(deve ser um sujismundo qualquer)já que não tem competencia, só falam, falam em cidade limpa e a cidade esta uma sujeira insurportavel,continua um lixão a ceu aberto, devem pendurar a chuteira e irem governar na propria casa."
Uma leitora relata que seus vizinhos "ficam me xingando e cantando musiquinhas com o meu nome me humilhando já me roubaram um boby liss de cachear cabelos um óculos de sol adesivos de unhas eles ficam dizendo que são os verdadeiros parentes da minha mãe e que por isso me xingam e dizem que eu tenho que dar tudo o que eu tenho pra eles a força mais eles não provaram nada do que falaram até agora.eu acho que é mentira também não posso mais sair de casa por que eles me perseguem e tentam me roubar já me agrediram e tudo me chutaram e me empurraram em uma subida que tem de frente a um grupo escolar perto da minha casa peço ajuda da polícia mais nem a polícia ;nem vizinhos ;nem parentes me ajudam são todos coniventes com os maus tratos que eu sofro e ainda ajudam esses vizinhos por favor me ajudem não tenho provas para enviar por que não me deixam fazer denúncias eu não tenho mais a quem recorrer o que puderem fazer por mim eu agradeço muito espero que me ajude como se fosse a sua filha que estivesse lhe pedindo ajuda nesse momento obrigado por ler a minha queixa contra meus vizinhos e desejo que ela fique registrada na delegacia de polícia"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama "do constante barulho que a prefeitura situada na rua Diogo de Faria, 678 anda fazendo, esta presta serviço de manutenção de Asfalto, a Empresa Era Técnica tem um caminhão, que não respeita o horário de barulho depois das 22,00 horas, entram em macha ré fazendo um estardalhaço tremendo, aceleram caminhão trazendo um cheiro do combustível tremendo, as vezes a ficar até mais de 15 minutos acelerando o caminhão, sei que há muitas campanhas para se respeitar o meio ambiente, há um hospital em frente a Prefeitura, estamos pensando em passar um baixo assinado, o barulho tem deixado muita gente inconformadas, e se não bastasse tudo isso, há também muitos outros problemas, sujeiras, sucatas de ônibus, caminhão e até barracas, de um modo geral virou uma vergonha, até estacionamento, com a chuvas o perigo da Dengue, no fundo do terreno atrás de tudo isto há também muita sujeira, ratos, baratas etc... gostaria que fizessem uma inspeção, há muitos prédios em volta, aqui não é terreno baldio onde se possa jogar entulhos e tudo mais, tudo isto começou no começo de 2010, até agora não foi feito nada para melhorar "
[Leia a resposta]  
Adriana D; reclama que "As crianças e os adultos ficam sentados na minha calçada que é toda ajulejada, bonitinha. mas eles quebram, já quebraram o 3º piso. não sei se são as crianças ou os adultos, mas me irrita!!! pois quebrar é facil concertar é que é dificil. Já vi chiclete colado no portão, no muro, onde coloca a chave para abrir, até açai no muro! agora vou começar a mandar sair, pois ate agora eu deixava.Já até falei com o vizinho da frente. Parece que a esposa dele não gostou, rsrsrs. Posso pedir para sair ou tenho que ficar com os meus prejuizos quieta?"
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Meu vizinho não para de alimentar pombos na rua em que moramos,isso é constantemente,tenho um conhecido que por inalação de fezes de pombos pegou uma doença e faleceu.Tenho muito medo disto pois tem muitas criaças na rua. O que devo fazer?"
[Leia a resposta]  
Todos os dias tem um carro ou varios que ligam o som e abrem a tampa trazeira fazendo um barulho tremendo isso ja vem acontecendo com frequencia a mais de um mês e ninguém se manifesta a respeito sendo que o som persiste de segunda a segunda enquanto muitos estão saindo para trabalhar oa bagunça ainda persiste sem quew ninguém tome providências a respeito
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Tive duas discussões com minha esposa onde ambos nos exaltamos, uma em um dia mais ou menos as 23hs da noite, numa quinta-feira, outra 9 dias depois, num sábado ã tarde. Minha vizinha, do apto ao lado, simplesmente veio até a frente da minha porta, que estava aberta, tempo depois da discussão, e disse que estaria indo ao meu trabalho fazer queixas sobre mim. Quais são os direitos dela e quais são os meus? O que posso/devo fazer caso ela apareça em meu trabalho?! Afinal, discussões acho que todo casal tem, e está tudo resolvido em casa, mas com a vizinha está essa preocupação!"
[Leia a resposta]  
PGC relata: "Na verdade não é uma reclamação, apenas uma dúvida. Estavamos realizando churrasco em minha residência e houve discussão da vizinha em relação a utilização da calçada da mesma, ok o problema foi sanado no ato do questionamento, até porquê entendo que não devamos perturbar o sossego alheio. Isto posto, a senhora vizinha passa a pedir para que as pessoas não fiquem em sua calçada, independente de ter churrasco ou não, minha dúvida é: Este tipo de atitude é devida? A senhora pode pedir para que saiam de sua calçada em qualquer hora do dia, mesmo que a pessoa apenas esteja sentada ou conversando com outro vizinho?"
[Leia a resposta]  
D.C.S. questiona: "Gostaria de saber o que eu poderia estar fazendo no caso a seguir. Tenho alguns vizinhos adolescentes e crianças que invadem a laje da minha casa para soltar pipa, eles fazem muita bagunça, correm, e incomoda muito o barulho que eles fazem. Ja falamos para eles sairem, ja falamos com os pais mais não conseguimos nada com isso. Gostaria de saber o que eu poderia fazer? Chamar a policia, processar por invasão de domicilio a familia".
[Leia a resposta]  
D.P. reclama: "Olha já não aguento mais esses guardas noturnos que ficam com suas sirenes acionadas a noite inteira até parece que resolve muito, já liguei até p/ policia mas engraçado eles querem que eu saia da minha casa de madruga pare o cara e os chamem é mole, já reclamei a prefeitura e tambem nada ou seja estamos fer!!!! o que fazer".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Minha vizinha possui doze cachorros no quintal e a sujeira é escoada pelo cano que saiu na sarjeta e minha casa fica do lado de baixo, uma descida. Muitos pelos dos animais ficam acumulados na frente do meu portão e o mau cheiro é insuportavel. Para completar ela lava a calçada e o asfalto varrendo com a agua da mangueira o restante da sujeira da frente da casa dela, formando um monte de pelos com cheiro de fezes e urina. Aquilo endurece e parece uma cimento. Ja tentei dialogar, sem exito, pois ela fala que o lixo que esta na frente da minha casa é responsabilidade minha. Nega que o lixo é proveniente de sua casa, alegando que vem das casa de cima. Ja perdi a cabeça e coloquei tudo de volta na frente da casa dela e não funcionou, pois ela espalhou de novo toda aquela carniça na minha calçada e garagem. A situação está insuportavel. Havia tirado fotos com o celular mas perdi tudo quando o aparelho caiu na agua. Gostaria de saber se ha uma medida na area da saúde que possa ser tomada pois a sujeira e o mal cheiro incomoda tambem os transeuntes. Tenho vergonha de receber visitas pois bem onde o carro para, quando a pessoa descer pisa bem em cima daquela porcaria. Disse para a vizinha que me recuso a limpar a "porquisse" dela e que iria tomar providencias. A nivel criminal sei que tenho que representar na justiça mas não tenho condições de pagar advogado particular. Por favor, me orientem."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama que "os vizinhos da casa ao lado da minha,são barulhentos, ligam som alto e fazem pequenos atos para me provocar".
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo reclama: "Como sempre, a SABESP abriu um buraco na rua, não fechou nem recapeou o asfalto e deixou um tapume e um cavalete de madeira para que o trânsito fosse desviado do local. Obviamente, o cavalete foi quebrado e o tapume está afundando e o buraco já está se abrindo novamente. Gostaria de saber como isso pode ser resolvido, visto que o trabalho foi bem mal feito."
[Leia a resposta]  
EDWARD ANTONIO NICARETA HENRIQUES questiona: "Há 8 meses estou enfrentando um problema numa obra na rua atras de minha residencia. Eles colocam,todo dia, fogo em papel e madeira, fazendo uma fogueira e a fumaça mais o cheiro adentra em minha residencia causando mal cheiro e problemas respiratórios. Gostaria de saber que tipo de crime está sendo cometido? Sabendo o tipo irei tomar as providencias cabíveis. Já conversei com o pedreiro da obra mas de nada resolveu."
[Leia a resposta]  
Bom Dia, preciso de uma solução...moro em uma casa de esquina,em frente a minha casa tem uma praça e um local que recolhe lixo reciclavel.Como os vizinhos colocavam muito lixo na praça no dia do recolhimento resolvi colocar um cesto de lixo na esquina da minha casa para este problema ter solução, lembrando que eu tenho a minha propria lixeira coloquei outra para não poluirem tanto a via publica, mas não deu certo...Os vizinhos colocam lixo praticamente todos os dias e os cachorros vão lá e comem o lixo sujando toda a minha calçada, fora quando o caminhão do reciclavel recolhe o lixo e fica aquela sujeira no chão e na praça , o que fazer não aguento mais recolher o lixo dos outros ,já reclamei mas não adianta , tem alguma lei que possa me ajudar??
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Uma leitora queixa-se: "Já escrevi várias vezes sobre os dois carrinhos de yakisoba que ficam no cruzamento da Rua Domingos de Morais com a Conselheiro Rodrigues Alves. Já foram retirados varias vezes, porém permanecem algum tempo sem aparecer, depois voltam com tudo novamente. Estão aparecendo todos os dias de 2ª à sabado das 19:00 às 23:00 hs, agora começaram vir tambem aos domingos das 10:hs às 22:00 hs, deixando um fedor danado no local, até quando teremos que ficar com o mau cheiro, as sujeiras, nós pagamos impostos e eles se estão como se fossem dono da rua, até quando? Acho que a Prefeitura deveria colocados atrás das grades, por um bom tempo ou manda-los de volta para a CHINA, devem estar no pais clandestinamente e a gente tem que aceitar isso .Onde estão as autoridades? Onde está o Kassabão, que não faz nada? Agora tambem tem um pessoal que fica na esquina da Rua Domingo de Morais, 512 (em frente a Droga Raia) vendendo CDS, DVDS piratas, na calçada atrapalhando os pedestres, por favor façam alguma coisa. Afinal de contas só nós temos que pagar pra esses politicos e nãotemos nenhum retorno?....
[Leia a resposta]  
Trata-se do Numero do Protocolo 9988901 , fornecido pelo ALÔ PSIU , que meu vizinho ,abriu um comercio irregular (serralheria) , pelos quais o BARULHO é DE DEIXAR SURDO ,vindo de suas máquinas .Trata-se de um bairro residencial e também o mesmo foi notificado pela prefeitura , e que até o presente momento NINGUÉM DE SOLUÇÂO , haja visto que eu trabalho a noite e não consigo dormir e nem mesmo falar ao telefone ou assistir TV e nem conversar com ninguém dentro da minha casa .Espero que ,nos prefeitos ao invertárem algum orgão relacionado a poluição sonora , pelo menos supervisionem para que funcionam e não virem propaganda enganosa .
[Leia a resposta]  
Uma leitora pergunta: "Moro numa rua sem saida. Uma rua calma , onde todos os moradores são da terceira idade. Na esquina dessa rua tem um rapaz que concerta geladeira, maquina de lavar e o mesmo tem uma cachorrinha viralata que fica solta . Ela entra na nossa rua no minimo duas vezes por dia e faz cocô na frente das casas e o dono não limpa . E se alguém vai reclamar , ele debocha e diz que se a gente quiser , tem que avisa-lo , para que assim que for possível ele venha recolher o cocô. As vezes os moradores não enxergam e acabam passando com a roda do carro por cima , tendo que lavar , ou temos que parar o carro na rua, entrar em casa pegar uma pá e vassoura e recolher para ai sim poder estacionar. Já tentamos de tudo, já conversamos, já nos alteramos e nada adiantou. O que podemos fazer para fazer com que a cachorra pare de fazer suas necessidades enfrente a nossas casas ? Já está uma situação muito chata , tem gente que já está dizendo que vai jogar veneno na rua . Por favor nos dêem uma solução."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
moro em um pre´dio com 10 andares, e há aproximadamente 01 mês a Sindica retirou as lixeiras dos andares e esta dizendo que a obrigação é dos con dôminos de levar até o sub solo, on de ficam as garagens do prédio. Nosso regulamento não diz nada a respeito, não houve votação e sequr afixou qualquer documento que viesse a comprobvar a veracidade de que fora a PMSP, CONTRU, Bombeiros que pediram para reirar, sendo que as lixeiras de cada andar já estavam em seus dividos locais há mais de 30 anos, pois temos local adequado e longe de escadarias para a colocação dessa, além de 4 empregados, mais um extra, sendo o extra e mais um da limpeza? o que devo fazer? gostaria que viesse SER FEITA A VISTORIA PELO CORPO DE BOMBEIROS PARA AVERIGUAR SE HÁ PERIGO DE VIDA, SAÚDE OU ALGO MAIS, EIS QUE NUNCA OCORREU TAL FATO NO PREFRIDO CONDOMÍNIO. SEM MAIS E NO AGUARDO DE UMA SOLUÇÃO... ELIANA APARECIDA LEKA APTO 93 - 9 ANDAR BELA VISTA SP. - CEP. 01325-001
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Não quero fazer reclamaçõa so para mim e sim de varias pessoas, eu gostaria de saber até quando o governador e prefeito vai abrir concurso, e os interesado gasta o unico dinheiro que tem pagando as inscrições pois precisa de um emprego o que acontece? pasa na prova e nunca e chamado para trabalha o dinheiro foi praonde o concursado fica sem emprego e sem o dinheiro.mais aumenos uns 3anos passamas nunca vamos ser camado?caducou como sempr?ou Não quero esta resposta afinal merecemos"
Um leitor questiona: "Bom dia gostaria primeiro saber, tenho um vizinho que possui um caminhão que transporta caçambas e mede aproximadamente 15 metros de extensão, ele deixa todo dia o caminhão estacionado em frente a minha residência fechando totalmente a frente de duas garagens a dele e a minha. Toda vez que preciso sair tenho que pedir para tirar o mesmo, gostaria de saber o que devo fazer tenho fotos e gravações de discussões sobre este assunto. Alem do mais o mesmo e seus filhos ja maiores lavam o caminhão com óleo diesel e queroseme deixando a rua e frente de 3 casas cheia de óleo e querosene manchando calçada e dentro de nossa garagem fora o cheiro isso e feito em plena luz do dia, ja ocasionando vários tombos inclusive de minha enteada de 4 anos dentro de minha garagem quando cheguei e entrei e fico a mancha do pneu, no piso e assim que ele desceu escorregou e cai. Também gostaria de saber o que posso fazer de acordo com a lei."
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
G.A., que mora em Guaianazes, queixa-se que "existe uma empresa de entraga de gás que abusa da paciencia dos moradores da região. Esta empresa é a Liquigás e possui um caminhão que passa com um som ensurdecedor de 5 até 8 vezes por dia, pra cima e pra baixo tocando a "bendita" musica que mais parece um axé e pior.. são todos os dias. Não respeitam horário, pois começam entre 7h30m e 8h00m da manhã e não tem hora pra acabar, isso também aos sábados, domingos e feriados. algumas pessoas já ligaram na empresa pra reclamar, mas a unica providência foi rirem das pessoas que ligaram e piorou ainda mais a stuação. Como podemos fazer para recuperar a paz? Entendemos que eles precisam trabalhar, mas os moradores também não são obrigados a escutar esse barulho terrível o dia todo, todos os dias. Desde já agradeço pelo espaço e pela atenção."
[Leia a resposta]  
Ponto de encontro com som muito alto,bebedeiras,brigas, drogas,gritarias,algazarras e acompanhados de meninas menores de idade,barulho de motos e carros. A festa é na rua e começa as 22 hs e não tem hora pra acabar !(só no amanhecer). Moradores não conseguem descansar ou dormir. A policia militar nada pode fazer,mas se a pessoa se expor,se identificar como vitima,e fizer um BO na delegacia, aí podem tomar alguma providencia.Feito isto,a vitima identificada,tem que se esconder pois certamente irá sofrer retaliações destes individuos.Gostaria de uma sugestão de como lidarmos com este problemão, sem ter que se expor.Os organizadores são muito violentos,e tem tempo suficiente para dormir durante o dia, e à noite fazer esta algazarra.Peço aos senhores que deem a resposta neste Portal.
[Leia a resposta]  
Nelson Adelino Pereira quer que o "processo de melhoria de bairro parado desde 2006 na CET seja finalmente posto em prática ; trata-se do Projeto de Sinalização Vertical, Incluindo Faixa Demarcatória de Pista, Bem Como Faixa de Pedestres: Local: No entroncamento das Ruas: Aldeia 20 de Setembro, Paulo Avelar, e Cruz de Malta - Vila D.Pedro I - Subordinados a Subprefeitura de Santana/Tucuruvi- Processo nº 00.25.09757/06-75. Justificativa: O entroncamento gera tráfego de 03 ruas , além de outras 02 ruas próximas que desembocam na Rua Paulo Avelar , gerando risco de morte ao pedestre ao atravessar o local e, para os carros causando situações de risco de acidentes ; pois não há no local uma sinalização capaz de ordenar o tráfego ( sem que os carros se encontrem no entroncamento -numa batida). Quantas mortes e acidentes teremos no local até que a CET implante definitivamente o processo aprovado parado desde 2006???"
[Leia a resposta]  
A.M.P. diz que "Ao chegar para almoçar na Churrascaria Intergril na Av. Interlagos 999 esquina com rua Eng. Dagoberto Salles filho tive uma surpresa ao verificar que o estacionamento do local cobrava caro, resolvi, então deixar meu carro na frente da churrascaria e qual foi minha surpresa quando ao estacionar fui abordada pelo rapaz do próprio estacionamento dizendo que ali só poderia estacionar pagando antecipadamente R$ 2,00, argumentei que a rua é pública e que ficaria ali mesmo, em seguida encostou em meu carro outro homem, de terno que estava na porta da churrascaria me intimando a tirar o carro imediatamente ou seria pior para mim, como estavam só eu e minha filha pequena no carro achei melhor obedecer e sair do local. Acho um absurdo as pessoas se acharem donas das ruas e terem o conluio de empresas particulares como a churrascaria. O pior é que não eram os chamados "flanelinhas" mas sim os próprios funcionários da churrascaria, só não chamei a policia na hora pois estava com criança no carro e ela já estava assustada o suficiente para que eu estendesse a situação naquele momento. Pena que não tivesse uma camêra para filmar e ter uma prova do que conto. São tão cara de pau que a rua estava marcada com uma faixa amarela delimitando a área de sua "propriedade". Peço orientação pois não falta muito para viramos escravos dentro de nossas casas devido a fatos como estes entre tantos."
[Leia a resposta]  
W.R.R comunica que na Rua Sebastião Fernandes Preto "a rua está afundando, alguns meses atrás veio uma equipe da prefeitura mas nada foi feito, agora a depressão aumentou , sendo que os veículos que passam por ela chega a bater o assoalho no solo com violência , causando até susto nos motoristas , e com isso possibilitando a causa de acidentes, e tb está causando rachaduras nos muros e até nos quintais das casas próximas. Por isso, nos moradores esperamos por uma breve solução antes que se agrave mais o problema"
[Leia a resposta]  
Um leitor queixa-se: "Moro em um conjunto residencial tem basicamente 10 condomínios que ficam bem próximos à Av Aricanduva em frente ao Espresso Brasil Aricanduva casa de shows, acontece que o barulho é muito alto quando chega a meia noite parece que o som esta ligado dentro de casa chega a ser insuportavel, gostaria de saber o que fazer, quando chega as 4 da manha parece q o barulho aumenta talvez porque comece a esvaziar e o som não é reduzido... aguardo resposta pois já estou quase mudando por esse motivo toda sexta e sabado é um terror".
[Leia a resposta]  
Um leitor relata que a obra na Rua Assis Brasil, 75 "Está totalmente irregular. Não existe placa de engenheiro responsável e estão levantando o terceiro andar sobre um segundo andar que encontrava-se abandonado há mais de 1 ano, com os ferros da estrutura totalmente enferrujados. Além disso eles trabalham sem equipamento de segurança algum e se não bastasse já os vi colocando entulho dentro de um carro que estava abandonado em frente ao imóvel (já retirado). Fiz uma denúncia no CREA-SP mas não obtive resposta alguma. Esta obra pode por vidas em risco se continuar, além de ser totalmente fora do padrão de recuos e alturas estipulado pela prefeitura. Por favor se conseguirem pelo menos a presença da fiscalização agradeço!"
[Leia a resposta]  
L.P.L reclama: "Quero fazer uma queixa sobre a Igreja Evangélica, que é localizada em uma garagem residencial ao lado da minha casa (Rua Edson Evaristo Ferreira, 51). Respeito todas as religiões, acho que cada um tem o direito de ter sua Fé, mas até o momento que não interfira da vida de outra pessoa. Por inúmeras vezes, pedi ao dono da residência e a comunidade, que fizesse menos barulho, pois o som e as gritarias entram dentro de casa. A igreja evangélica funciona as terças, quintas e sábados das 19:30 as 21 hora, dentro desse período é impossível fazer qualquer coisa dentro de casa, pois o barulho é insuportável".
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na Avenida Paulista diz que não aguenta mais "o barulho dos ensaios da bateria da Faculdade Cásper Líbero, todos os sábados, a partir das 13hs, em frente ai Parque Trianon. Ficam tocando o dia inteiro, meu único dia de descanso do trabalho e parece que a bateria está dentro do meu apartamento. Nem sei a quem recorrer sobre o problema... Além de ter que aguentar uma manifestação diferente a cada fim de semana, que tudo bem, é só por algumas horas, ainda tem isso de todo o sabado essa bateria de escola de samba. Insuportável. Alguma sugestão de para quem posso reclamar oficialmente?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Antonino Correia da Silva diz que está tentando "de todas as formas possíveis fazer com o governo do Estado de São Paulo resolva o problema da falta de água na Rua Dunquerque (Cidade Dutra). Já enviei várias mensagem ao portal do Estado na Web, nada de solução, o numero 195, só enrola o usuário, dizendo um dia é baixo nível no reservatório, local e alto no outro estamos em manutenção. E o problema nunca é resolvido. E o governador pensa em ser presidente, como se não consegue administrar uma rede de água. Todo o dia manda uma mensagem através do portal do estado anunciando a falta de água na rua dunkerque, vamos ver ate quando Sr. governador".
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo queixa-se: "Vivemos em uma cidade com trânsito caótico e muito disso, causado por motoristas que não colaboram e não respeitam as leis e pelas autoridades que não são enérgicas em seus papéis. Todos os dias, tenho que passar pela R. Clodomiro Amazonas em toda sua extensão e TODOS OS DIAS, existem carros estacionados em locais proibidos, como na frente do Pão de Açúcar, dos Bancos e oficinas. Sempre tem entrega nos restaurantes e bares e sempre tem van carregandos as motos nas diversas lojas espalhadas pelas ruas. Na Tabapuã, sempre tem van de entrega e carro parado do lado esquerdo e na Bandeira Paulista a mesma coisa. O mais incrível é que NUNCA tem um carro do CET passando ou parado em um desses locais. E quando raramente vejo um CET, ele passa e vai embora. Se não conseguimos educação dos motoristas, será que o cumprimento das leis pelas autoridades em coibir e até multar, vamos conseguir ?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata que solicitou "uma vistoria técnica à Sub-Prefeitura da Vila Mariana (protocolo 10074198) para inspeção de um vazamento em uma casa da Av. Ceci no Planalto Paulista. Há 2 semanas começou um vazamento no meu quintal, chamei um encanador para solucionar o problema, mas foi constatado que o vazamento é na casa vizinha. Entrei em contato com a proprietária mas ela não deu a menor importãncia ao caso. Meu quintal está alagado, a laje está encharcada e já começou a desabar. Hoje 13/06 fiz um contato por telefone com a SABESP e fui informada que eles não fazem vistoria dentro das residências, disseram que se houver vazamento a conta mensal vai ficar alta e dispertar o proprietário para fazer o conserto. Não sei mais a quem recorrer, até o momento não houve nenhum contato da Prefeitura referente a minha solicitação. Agora estou aguardando minha casa desabar para alguém tomar providências!"
[Leia a resposta]  
Desde o dia 05 do mês corrente estamos sem iluminação na rua. No dia 07, aproveitando a falta de energia interna, liguei solicitando sob o protocolo 12553592 e o prazo foi de até 4 dias. Depois de uma semana, liguei novamente no Ligue Luz- 0800 72 20156 e a funcionaria Cristiane me disse que se eu não tivesse o numero do protocolo em mãos ela não poderia me fornecer informação alguma. Solicitei que me passasse para alguém que poderia resolver meu problema e ela disse que não tinha nenhum supervisor, ninguém da equipe técnica, nem o numero da ouvidoria. Resumindo, ela era como uma estatua ali e só servia para anotar datas. Eu questionei inclusive como que um sistema operacional não possibilita o filtro a traves do CEP, visto que essa informação é crucial no agendamento da visita. Ela disse que não poderia fazer nada e só me forneceu o numero da ouvidoria quando eu disse que não desligaria o telefone enquanto ela não me oferecesse uma opção. Finalmente, por milagre ela encontrou o tal numero. Ao ligar para a ouvidoria, a Alexandra (que depois de muita insistência me forneceu o sobrenome de Oliveira- mas não sei se é correto), me disse que só poderia abrir uma reclamação se eu tivesse o numero do protocolo anterior. Eu perguntei então que se a ouvidoria era assim tão ineficiente?? Qual seria o papel da ouvidoria??? Bom, resumindo, apos dezenas de repetir pra ela tudo que eu já havia dito para a colega mal-informada, ela fez as anotações necessárias e não tinha incluído na minha reclamação o atendimento horrível da Cristiane e quando questionada a respeito do feedback, disse que se eu quisesse me manter informada, eu é quem deveria entrar em contato. Minha pergunta é: com impostos e taxas altíssimos, como é possível que a prefeitura mais rica do Brasil tenha pessoas tão despreparadas e sem nenhuma pro atividade para fazer atendimento?? Onde nos vamos parar? O que diriam os grandes jornais do mundo sobre o atendimento no Brasil para a época da Copa?
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que já reclamou "n" vezes "na CET, SUB DE CAMPO LIMPO sobre o abuso de alguns motoristas que teimam em estacionar em cima da calçada em frente ao numero 08 da Rua Grissom. A calçada está totalmente impedida para pedestres. Não temos onde passar. São todos os dias da semana, 24hs por dia. Teve até briga pra ver quem colocava debaixo da cobertura, que pertencia a um bar que GRAÇAS A DEUS fechou e virou moradia, mas a tal cobertura continua ali sendo abrigo de drogados e carros. Já falei com o dono que me dise que não era problemas dele e sim do locatário. É um absurdo enorme. Em toda a extensão da rua há barbaridades. Por favor me ajude"
[Leia a resposta]  
Um internauta relata que "pediram meus dados pessoais dizendo que me dariam uma procuração de 3500.000 dólares ... disseram que este dinheiro viria para mim do pais Senegal gostaria que averiguassem para mim o e-mail que usaram e ammawahds01@hotmail.com uma vez que passei meus dados a eles grato pela atenção ivan."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Moramos ao lado de uma casa abandonada, e por mais de 3 anos essa casa vem trazendo a minha família, e aos demais vizinhos, todo o tipo de problema, sendo eles: Acumulo de lixo, infestação de mosquitos, pernilongos, mosquito da dengue, ratos e outros insetos. Além disso, ladrões utilizam esta casa para obter acesso as casas do lado, e assaltar. Ja assaltaram minha vizinha 2 vezes, ja pularam também na minha casa. Já reclamamos com Prefeitura, Ministério Público, Vigilância Sanitária, Ouvidoria, com a dona da casa que mora aqui perto, e NINGUÉM, absolutamente NINGUÉM resolve o meu problema. Como devo proceder? Me mudar?"
[Leia a resposta]  
Fernanda G. queixa-se que a Rua Professor Alceu Maynard Araújo fica, "todas as sextas-feiras, completamente suja de resíduos da feira que acontece no local até às 14h. Quando perguntado ao gari por qual motivo o canteiro central permanecia sujo mesmo após a limpeza deles foi dito que eles são responsáveis apenas por varrer a rua e a sarjeta, e nada mais. E quem varre a canteiro se não é o gari? O lixo fica alí aprodecendo dias e deixando mal cheiro.Tentei entrar em contato com a prefeitura via site, mas não consegui."
[Leia a resposta]  
F.C, que mora em Perdizes, que já está "de saco cheio desses helicopteros que sobrevoam por cima da minha casa. Voam tão baixo que chegam a me acordar as 8 da manha em pleno domingo que é o unico dia que tenho de descansar!!! Chega a vibrar minha janela!! pow não era assim!!! Dia de semana também ta infernal mas o domingo é imperdoavel!! E detalhe: chegam a passar de 20 a 30 vezes de domingo em cima da minha casa!! um inferno mesmo!! Aí vi que tem outros moradores c/ o mesmo problema e vcs deram o contato da Anac, mas ja liguei la e eles falam que não é c/ eles e mandam ligar no Dpto de controle do espaço aéreo q tbm não sabem informar nada!! Pelo amor de deus nos deem uma luz!!"
[Leia a resposta]  
Um leitor, que mora em Aricanduva, relata que seu "vizinho de cima possui dois caminhões onde ficam estacionados na rua. A noite a rua fica escura e os caminhoes ficam de forma propricia, para bandido, se esconderem, sem contar que nenhum vizinho pode receber uma visita que tenha automovel, pois não tem lugar para estacionar, e se estacionarem em frente a um terreno vazio, o vizinho ainda é ignorante e manda tirar o carro para botar o caminhão dele. Fora que fins de semana, estaciona o caminhão em frente a minha casa e fica arrumando, pintando, minha porta virou uma mecânica não autorizada. Será que automoveis desse porte podem ficar estacionado em rua residencial??? O que pode ser feito para acabar com isso??? O correto não seria alugar um local para guardar tais caminhoões???"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail.
Estou tendo muito problema com o alto barulho do vizinho. Todo final de semana ele coloca o som nas alturas que ate parece que a musica esta dentro da minha casa. Ja liguei para a policia por diversas vezes e eles sempre falam que nao podem fazer nada. Os finais de semana que eram para ser de sossegado, descanso e paz acabam virando uma tormenta. O que fazer? Preciso de ajuda! Obrigado
[Leia a resposta]  
Uma leitora quer "orientações sobre o caso abaixo: Temos uma moradora no condominio, que tem perturbado vários outros moradores com ligações durante a madruga pelo interfone e também por dois dias consecutivos orienta seus filhos a picotar papel higienico molhado em minha porta e de outra vizinha com a qual ela teve desentendimento. Sabendo de outras situações negativas as quais ela tem orientados aos seus filhos, como apontar o dedo do meio para idosos, fazer pressão de ameaça em minha filha e outras crianças, ameaçando-as para não contar a suas mães sobre o que ela fala a elas, pois pode destrui-las. Como somos mães trabalhadoras e nossos filhos se sentem desprotegidos, somente confessaram esta pressão psicológica por ela feita a um mês. Ainda não tenho provas em mãos, mas preciso urgente de orientações de como proceder de forma legal, pois ainda não tive nenhuma discussão com ela, estou fingindo que desconheço estas ocorrências, pois não quero agir de forma vulnerável. Pensei e colocar de forma sigilosa, uma microcamera na porta de meu apto.Ela chegou a ligar no meu interfone e dizer para minha filha que iria jogar água quente na cara dela. Detalhe, esta sra tem 35 anos, seus filhos: 12,9 e 7 anos e minha filha que esta sofrendo ameaças por inveja, tem apenas 10 anos. Onde devo reclamar? Levantei cadastro de seus filhos que menores de 13 anos possuem orkut e a menina de 9 anos classifica-se neste site como sensual e com idade de 20 anos. Imagine o que esta menina deve receber de convites dos pedófilos que estão jorrando por aí afora. Enfim, quero apenas proteger minha filha e não vou denunciar os filhos dela, pois ela deve saber o que está fazendo, já que eles manuseiam até arma de fogo em casa, intimidando os amigos que conseguem levar até lá."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Moramos em nossa casa a exatos 65 anos, nossa casa é propria e somos uma famlia muito tranquila e normal, temos nossos habitos e rotinas de pessoas normais e respeitamos as regras de horário x barulho, desde que nossa visinha do numero 618 (ao lado parede com parede) alugou sua casa dos fundos para um advogado e sua esposa e suas duas filhas a exatos 2 anos estamos vivendo um verdadeiro inferno. Este cidadão não respeita os vizinhos, faz um barulho enloquecedor com suas filhas desvairadas marugada a dentro,24:00, 01:00 da manhã eles se comportam como se fosse 14:00 da tarde...gritos e mais gritos, som alto, tv no ultimo volume, quebra pau com as crianças ..uma tem apenas meses de idade e a outra 6 anos...chega a ser ridiculo, ele não faz nada o dia inteiro e a sua mulher idem, dormem a tarde inteira quando todos de nossa casa estão em seus trabalhos e a noite que todos os vizinhos querem dormir pois no dia seguinte temos que levantar cedo para trabalhar não conseguimos pois o beleza vive aos gritos e barulhos....ja tentamos de tudo, psiu= mas o psiu não nos atendeu neste caso domiciliar, Policia = não resolveu nada, vieram no local mas nada puderão fazer.... não sabemos como resolver a situação...
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora na Chácara Santo Antonio diz que o "site megaupload é péssimo tem que pagar um absurdo pagar para um arquivo, gente escutem o site megaupload.com é péssimo, com velocidade muito baixa. eu tenho sou obrigado usar este site , para baixar meus arquivos. Eu quero falar como o dono deste site e me explicar por que tem uma velocidade muito baixa. tem sites que são picaretas, megaupload,rapidshare. hoje quero baixar um arquivo bem rápido, mas o megaupload dá para você uma velocidade muito baixa, fiquei com raiva. agora vou baixar e detonar este site. megaupload vai se ver comigo."
Um leitor questiona: "Tenho problemas com mendigo em frente ao prédio. Sou o administrador predial, posso jogar creolina diariamente no local (produto de odor forte) pois a mendigagem do local deixa muito lixo no local e forte cheiro de urina e fezes, no entanto o cheiro da creolina é muito forte e também incomodará os pedestres que alim passam, terei problemas com alguam legislação municipal de São Paulo?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Moro no cruzamento da Rua São José com Rua Ministro Roberto Cardoso Alves, no bairro de Santo Amaro. Sempre a sinalização neste cruzamento foi precário, pois haviam acidentes e desrespeito entre os motoristas. Há mais de 1 mês houve recapeamento de toda a Rua Ministro Roberto Cardoso Alves e isto está gerando situações mais perigosas em dois cruzamentos dela com 2 ruas: Rua São José e Rua Conde de Itú. Estão ocorrendo diversos acidentes e atropelamentos, além de situações de brigas constantes entre os motoristas. Solicito fazer uma sinalização nova, com urgência, e eficaz. Podemos ter situações piores pois é um bairro residencial, onde diversas pessoas, inclusive idosas e com bebês, andarm constantemente."
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora no Campo Limpo diz que "A prefeitura de São Paulo derrubou uma casa construída sobre uma praça ..que alguns moradores invadiram fica bem ao lado da minha casa no ,93.A pois eles estão jogando muito lixo e entulho e nós não temos mais com quem reclamar pois os arruaceiros destruíram três praças públicas e quebraram mesas e arrancaram os bancos e estão construindo em locais não permitidos e ainda ameaça nós os moradores residente bem próximo do local por favor o quê podemos fazer pra ser resolvido esse problema pois eles estão construindo casas e nos obrigando a dizer que autorizamos tudo isso e estão destruindo nosso patrimônio público que a prefeitura deixou para nossas crianças inclusive são os próprios moradores que a prefeitura tirou da favela deu apartamentos pois eles venderam e estão voltando fazer favela de novo". Após identificar os invasores, cujos dados não publicamos mas foram disponibilizados ao poder público, o reclamante diz que foram feitas as reclamações "10.007.343 e também 10.028.818 sem resposta há quase um mês".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Moro em um local muito dificil para estacionar, no apartamento onde moro não temos garagem e quando chego a qulquer hora nõ tem vaga o meu esposo já fez varia cirurgias de coluna e uma de tendão de aquiles so que no local não tem uma vaga para idoso so tem uma vaga para caderante, o que devo fazer?"
[Leia a resposta]  
C.F.C. queixa-se: "Neste local, rua Rosario Scamardi,"498", esquina com a rua Henrique San MIndlin,500, existe uma edificação que já foi alvo de reclamações neste site, e agora, novamente, esta sendo ocupado, novamente por uma entidade religiosa, daquela que visa o lucro, não ajuda ninguem, e o pior, comete o crime de falsidade ideologica(art.299 do CP). Ela marca o seu endereço com um numero que pertence a uma residencia, no inicio da rua. e o pior, tem registrado uma linha telefonica, que serve para este local, com o endereço da residencia, que não tem nada a haver com o caso. E, este tipo de caso, que está diante de minha residencia, já foi abortado pela Sub Prefeitura do Campo Limpo, como um comercio irregular, foi em um dia de março, noticiado no Diario Oficial do estado de São Paulo, como "poluição sonora", com o endereço da residencia que não tem nada com o caso(rua Rosario Scamardi,34), enqaunto este local reclamado, deveria ter o numero 498(rua Rosario Scamardi,498), e a prefeitura faz vista grossa para o caso. São tantas reclamações que já foram encaminhadas, que o caso foi para na promotoria do estado, mas o pior, é o sujeito colocar um falso endereço, não ter documentação para funcionar, irritar com seu barulho, vender cds cladestinamente, vender assinatura de tv digital da entidade ao qual tenta representar, põe seus carros sobre a calçada, pega as crianças, que vão até o local com seus pais, e as conduz perigosamente a um nivel superior, em uma escada com uma inclinação muito forte, e se não fosse só isso, as janela neste piso superior são muito baixas, e uma criança pode a qualquer momento de descuido, cair de uma altura superior a 5 metros, isso se não cair na escada, fora o que já é burlado, perante registros oficiais de receita federal, e a origem estranha do dinheiro que aluga todo esse local. O pior é a prefeitura, quer dizer a fiscalização fazer vista grossa para o caso. Alguns dos numeros de reclamações são os 9925829, 9903243, 9889843,9787721,9753035,9804256 e 9721310, e muitos outros. Quanto a numeração do comercio irregular, eles utilizarem um numero errado, ilegal, pois se minha residencia tem o numero, lançado em IPTU, como 497, como os deles pode ser 34, dai a colocação entre aspas, "498", pois se uma intimação chegar como 34, vai cair em porta errada, como já deve ter acontecido. É ainda, a reclamação, e apesar de tantas reclamações, com tudo isso, foi levado para o PSIU da prefeitura de São Paulo, e todos nos sabemos que o Psiu, não pega ninguem, pois parece que els adivinham quando a fiscalização deles chega, e o reclamante fica com cara de palhaço, e quando eles viram as costas, vão embora, começa tudo de novo. E, o pior. Qual é o nivel de idoniedade das pessoas que frequentam este lugares? Estou cansado de reclamar. E quando isso acontece a vontade é de fazer igual os americanos fizeram na segunda guerra. É o jeito mais facil de liquidar com este assunto. Mas tudo na esfera legal."
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que sua vizinha "tem um cerca de alambrado e seu fila foge por ela, e ataca meu portão meus cães ficam loucos e criaram raiva dos cães dela, e agora latem quando eles aparecem no portão (uma casa é em frente da outra). Agora ela me acionou pelo serviço de controle de zoonose pelos latidos dos meus caes. Isto procede !!!!"
[Leia a resposta]  
M.F. relata que tem "vários problemas em meu prédio, algum tempo atrás fui atingido por um liquido jogado de uns dos apartamentos, solicitei a policia mas disseram por telefone que não seria possível mandar uma viatura devido o problema ser do prédio, disseram para falar com o sindico falei mas nada aconteceu, parei minha moto fora do local da garagem de motos pois esta lotado não havia vagas falei com o porteiro, e no outro dia me deram uma advertência gostaria de saber o que posso fazer contra o sindico do prédio".
[Leia a resposta]  
Todo fim de semana, diversos carros com sons insurdecedor, invadem as praças espulsando os moradores da praça com as crianças. Ja ligamos pra polícia que por sua vez, vem e da meia volta e larga pra lá. Tenho filho de 1 ano, que fica assustado com o barulho, as janelas chega a estremesser, com a potencia do barulho dos carros, A praça chega a ter 500 pessoas, que bebem, usam drogas e saem correndo com os carros e motos em alta velocidade. Se tivesse uma lei que punisse este atos de vandalismo, com multas e apreenção do veículo em caso de reencidência . Ele respeitariam o direito de todos. Grato que deus iluminem seus passos.
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama de duas oficinas no Morumbi que além de consertar carros sobre a calçada deixam os carros abandonados na rua, alguns por mais de 6 meses, "acumulando lixo e em alguns agua dentro, pois estão sem vidros. Já são dois Fusca, um Opala preto, um Versailles azul, um Passat branco, um Voyage prata e um Gol roxo batido"
Resposta da redação: É possível registrar um SAC por abando de veículo no site da Prefeitura. A leitor foi orientada por e-mail a como faze-lo.
Uma leitura de Sumaré reclama: "Quando comprei o meu terreno me certifiquei que o local era residencial, ou seja, não poderia ter comércio, pois bem, há uns 6 meses +/-, uma pessoa comprou um terreno praticamente de frente com a minha casa e montou um bar "boteco" na frente da casa, o mesmo esta sem alvará de funcionamento, totalmente ilegal, pois a àgua e a luz de seu estabelecimento e da sua casa é no "gato" e todos os dias da semana o som deste bar vai até altas horas, nos finais de semana ele faz show ao vivo e não conseguimos dormir com tanto barulho, o som parece estar dentro do meu quarto. Já conversei com este rapaz e sua esposa, pedindo para que eles respeitassem os vizinhos, já chamei várias vezes a polícia (porém eles nem aparecem no local) já fiz reclamação na ouvidoria de Sumaré, porém sem resposta. Por favor me ajudem, não aguento mais tanto barulho e isso é todos os dias."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
B.P.S. relata: "Tenho uma chácara e meu vizinho do fundo abandonou a dele a qual virou ponto de drogas e prostituição. Como existem arvores nessa chácara elas são usadas pelos elementos para acesso no meu lote. Gostaria de cortar essas arvores, mas não localizo a dona. Fui na prefeitura da cidade mas eles disseram que não podem interferir, pois as arvores estão dentro do lote. O que devo fazer, onde me dirigir? Preciso de uma autorização previa,pois o problema é grave e tem causando muitos transtornos. A policia da cidade também não ajudou em nada, disse que era para eu passar fileiras de arame farpado acima do muro."
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que uma lanchonete de uma rede norte-americana "em frente ao Shopping Anália Franco, na Av Regente Feijó esquina da Gabriel Grupello, realmente precisa de uma fiscalização. O sanduíche é muito sujo e devido a isto não da pra comer por causa da quantidade de pombas no local. A calçada que e na Gabriel Grupelo ha um buraco entre a calçada e o muro do estacionamento que o lixo é de tamanho nojo que cheira mal, a calçada então nem se fala, o cheiro e horrível. Precisa de uma fiscalização urgente."
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Santo Amaro denuncia que "tem uma casa na minha rua onde mora uma familia com quatro criancas e um cachorro. E a mulher não limpa a casa nem o coco do cachorro, a casa fede e as criancas só vivem doentes. Com certeza elas precisam de ajuda, a mãe veve na rua toda de maquiagem, enquanto os filhos moram num verdadeiro lixão"
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Itaim Pualista relata: "moro aqui há 15 anos desde então tenho um vizinho que nos odeia por causa de escritura, para pirraçar ele lava a casada dele todos os dias e joga lama com a vassoura na nossa. O que eu posso esta fazendo onde denunciar, e se eu denunciar o que ira acontecer?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
M.F. diz que após investigar o surgimento de carrapatos constatou que a origem está nos cachorros de sua vizinha.
[Leia a resposta]  
No dia 9 de fevereiro deste ano foi inaugurado no endereço acima citado o restaurante Brown Sugar que funciona diariamente a partir das 12hr. A partir desta data, todos os dias da semana o barulho e transtornos causados por este estabelecimento tem impedido que os moradores dos predios vizinhos consigam ter uma noite de Paz. A policia é acionada frequentemente a noite devido ao barulho, o CET tambem é acionado pois os manobristas param os carros em fila dupla bloquenado a entrada das garagens dos apartamentos. Fora os carros circulando em alta velocidade na contramão altas horas da noite. ( Carros e motos entram pela rua Barão de Capanema e sobem até a entrada do bar na contramão ou os manobristas sobem com os carros em marcha ré a partir da rua Estados Unidos) Esta semana isto ocorreu mais de uma vez até as aproximadamente as 3:30 da manha. Não adianta nada ligar pra o estabelecimento e fazer reclamações sobre o barulho, eles informam que não podem fazer nada a respeito. Temos varios protocolos de solicitação de vistória do Psiu, inclusive que eles possam fazer medição de ruido de dentro dos apartamentos mas até o momento não tivemos nenhuma resposta. A primeira solicitação feita tem o protocolo numero 9815246 em 19/02/2001. Outra de numero 9880155 feita em 16/03/2011. A mais recente de numero 9960558 em 15/04/2011.Estão são alguns dos protocolos que eu tenho sei que outros moradores do meu predio e predio vizinho tambem fizeram queixas. Tambem tenho ligado varias vezes para o telefone 156 mas eles recomendam que não sejam feitos novos protocolos. Eu não entendo a razão. Se todas as noites tem barulho e quando chamamos a policia eles nos pedem que se faça uma denuncia ao Psiu porque não aceitam novos protocolos? Outra coisa que tambem não consigo entender, moro neste bairro e predio a aproximadamente 14 anos e nenhum bar ou restaurante da região que não tenha vedação acustica para som ( sim tem musica eletronica tambem e muitas vezes do lado de fora) e barulho de pessoas conversando praticamente gritando pois do 13 andar consigo muitas vezes escutar o que eles falam, tem permissão para funcionar e os que eram abertos estão todos com portas de vidro e orientação para que as pessoas não façam barulho após as 23 horas? Ficaria muito grata se puderem nos ajudar Atenciosamente
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que tem como vizinho "uma pessoa que trabalha com caçambas, o local é residencial e o mesmo guarda várias caçambas lotadas de entulho bem como despeja algumas caçambas com madeira e outros tipos de entulho no quintal. Dessa maneira, com o peso das caçambas e dos caminhões que normalmente entram no quintal e com o entulho que é despejado, minha casa está rachando e o lixo está trazendo ratos para minha residencia. Gostaria de saber se é legal despejar o lixo ou deixar as caçambas na residência, caso não seja a quem devo recorrer".
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora na Cidade Dutra reclama que o Lava-rápido Jacob, na Ruã Padre Jopé Garzotti X Rua Ubatã, não tem alvará "para promover bailes todos os finais de semana. Com música muito alta, consumindo bebidas alcólicas. Se promove dizendo que é seu aniversário, todos os finais de semana. Bairro com maior parte pessoas acima de 60 anos, violando a lei do silêncio, o estatuto do idoso. Não dormimos no final de semana, ficamos a mêrce deste indíviduo com seus prazeres além de seus direitos. Além disso cobra covert para as pessoas que adentro o estabelecimento. Os vizinhos chamam a polícia, esta vêm, mas nada é feito, fica as gargalhadas com ele e vão embora. Somos reféns em nossa própria casa, com uma pessoa oriunda de outro bairro(Grájau), pode nos afetar desta forma"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora diz que já é a terceira vez que reclama "dos chineses que se instalam no cruzamento das Ruas Domingos de Morais e Rua Conselheiro Rodrigues Alves, em frente ao Metrô Ana Rosa, se existe as Leis 13478/02 e 15244/10 sobre as sujeiras nas calçadas publicas, não entendo como a sub-prefeitura não consegue tirar de vez essas pessoas que vendem ao céu aberto yakisoba nojenta, fedorenta e que as pessoas ainda compram e comem. O sub-prefeito tem que fazer alguma coisa, já que essas leis existem, esta na hora do sub-prefeito acordar e agilizar tira-los definitivamente, a vila mariana parece um lixão sem precedentes, cheia de buracos, sujeiras e ainda esse pessoal fazendo mais sujeira ainda,já que eles não obedecem as leis acima existentes,os mesmos deveriam ser trancafiados, será que eles estão legalmente no nosso pais? isso deve ser investigado, porque aqui na Vila Mariana não é a china para baderneiros em sujeiras incontáveis permanecerem aqui"
[Leia a resposta]  
D.R. relata: "Meu vizinho, uma escola particular chamada Nossa Senhora das Graças cresceu como a maioria das escolas nascidas na década de 80, mas diferente de outras ela está cravada no meio do bairro chamado Cidade Vargas (Jabaquara) onde sua quadra de esportes faz fundos para a rua que resido. Acontece que sua quadra por mais que seja coberta, ela não tem acústica e gera muito mais barulho por fazer eco do barulho das crianças, apito exagerado de professor, musica em qualquer horário do dia. O horário comercial deles começa às 6:50 e vai até às 20:00 todos os dias da semana, sendo que utilizam sábados para eventos e muitos deles começando às 8:00. Já houve briga entre vizinhos por um domingo de evento que começo no horário incrível de 7:00 da manhã. Gostaria de saber se é permitido mesmo uma construção no meio de tantas casas residenciais, qual horário eles deveriam respeitar para seu funcionamento e se existe meios legais de exigir reforma do local para haver um maior bloqueio do barulho, já que nem sempre foi assim. Obrigado."
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia um medium que atende na Rua Leonardo Martins Neto: "Acontece no local todo o sábado um trabalho de cura espiritual, onde +- 300 a 400 pessoas freqüentam pessoas que mal sabem que essa pratica de curandeirismo é crime. O trabalho acontece impreterivelmente todos os sábados faça chuva faça sol. Moro na rua de baixo. Meu marido trabalha das 06:00 às 14:00 e quando ele chega em casa ele passa horas procurando os donos dos carros e isto é para todos os vizinhos. Às 08:00 da manhã muitos velhinhos ficam esperando abrir o portão até o 12:00 sendo que muitos deles tem câncer, diabetes e passam mal. Muitos vão escondidos da família e até de outra cidade. Há 15 dias saiu um entrevista com o medium que faz as curas e tem uma foto dele no Diário do Grande ABC, onde mostra perfeitamente ele com uma pessoa na maca simulando uma cirurgia com as mãos, até onde eu sei não se pode colocar as mãos no corpo da pessoa e muitos dizem que ele aperta a região queixada com força e muitos saem com dor. Resolvi fazer a queixa pois tenho como provar toda essa barbárie na entrevista para o jornal, o médium é um dentista, moço e muito sedutor. As pessoas se reportam como se lá fosse um hospital, é muito estranho!!! A rua é mão dupla e contra mão num pedaço, é um transtorno já foi chamado várias vezes o trânsito eles vêem multam, guincham, e depois não aparecem mais lá todos os santos sábados após as 13:00 é isso. Penso que estas pessoas podem estar sendo enganadas a entrevista saiu no diário do abc no dia 30/04 eu acho ou um sábado depois. Agradeço pelo espaço e espero francamente que providencia sejam tomadas, caso vou ter que como outros vizinhos vender minha casa e ir embora do bairro".
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora na Avenida Angélica, altura do número 311, diz que "a construtora ao lado do meu prédio utiliza a frente da minha casa como estacionamento para os caminhões de entulho, isso a partir das 6 da manhã. Eu e minha irmã somos obrigados a acordar com o barulho dos caminhões e dos funcionários gritando e chegamos muito cansados ao trabalho, sendo que eu ainda estudo a noite".
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Comprei uma casa há 7 anos. Uma bela casa porem em um bairro problemático, e ao lado da minha casa tem uma unidade da Prefeitura que cuida de crianças carentes, tipo uma creche porém de alunos mais velhos de 6 à 15 anos, e nos fundos da minha casa tem um campo de futebol também da prefeitura que fica aberto para o pessoal do bairro se divertir. Aí vocês conseguem imaginar o meu problema, sofro com todo o tipo de vandalismo, sujeira no meu terrenos a gurizada fica tacando pedras pedaços de pau nesses dias ate minha filha foi acertada com isso mais nunca consigo ver quem é por causa da altura do muro, minhas telhas quase todo mês tenho que fazer reparos. Será que eu poderia abrir um processo contra a prefeitura, pedir uma indenização? Ou ate mesmo para forçar a prefeitura a comprar minha casa?"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora de Arivanduva relata: "Moro em um sobrado germinado, e meu vizinho tem uma churrasqueira que é muito próxima da janela do quarto de minhas filhas, sempre que ele a usa, precisamos fechar toda a casa, porque se não fizer-mos isso a casa fica toda enfumaçada e é insuportavel até para respirar, tossimos muito quando isso acontece. Ele até elevou a altura da chaminé, mas é a localização da churrasqueira que não ajuda. Toda vez que ele faz seu churrasco é insuportável ficar em casa."
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora na Rua Conego Eugenio Leite, em Pinheiros, quer saber "como proceder em relação a barulho extremamente alto e irritante do motor do portão eletronico que foi instalado no prédio vizinho há poucos meses e que a cada abertura ou fechamento notamos sua presença. A noite, quando o barulho da rua é reduzido, a movimentação deste portão interrompe nosso sono, além de estar comprometendo nossa qualidade de vida pela poluição sonora. Em conversa à respeito do assunto com o zelador deste predio, o mesmo disse que o motor é novo e não há nada a fazer!!!"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora reclama do atendimento recebido na Jardim Valquíria: "Tive uma consulta marcada e fui no horário. A médica juntamente com uma agente de saúde estavam conversando dentro do consultório enquanto nós, pacientes, estávamos esperando na recepção. Estranhei a demora e fui até a porta do consultório para ver o que acontecia. Para minha surpresa elas estavam conversando e o pior é que a médica estava comendo, perguntei se ela iria demorar pra chamar ela disse que não, mas ao virar as costas parei um instante e ouvi as duas falarem :maloqueira é fogo, de chinelinho, sem dente na boca e vem exigir atendimento!! Vocês acreditam nisso? Eu estava sim de chinelinho e infelizmente não tenho todos os dentes na boca, mas não mereço ser tratada desta forma. Peço que publiquem; quem sabe o gerente do posto conversa e a ensina a tratar as pessoas. Resumindo, não tive coragem de voltar no consultório por medo de ser destratada de novo!!"
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora no Brooklin reclama: "Quero registrar aqui a insatisfação com o Péssimo Serviço de Recapeamento que foi feito na rua Emboadas esquina com a Avenida Dória no Brooklin Velho , Não existe Asfalto , e sim PEDRAS mal coladas com Piche , em certo ponto , devido a falta de compactação do suposto "Asfalto" formou se uma Lombada na Horizontal , do outro lado da rua Emboadas , existe um remendo " é isso mesmo , um remendo feito na mesma hora do recapeamento " que ja esta afundando , e seu asfalto ja contem duas rachaduras , na esquina desse cruzamento , no dia 29 de Abril , rompeu uma galeria da Sabesp , que efetuou o conserto no dia 30 de Abril no periodo da manha , pois no mesmo dia so que a noite , tiveram a capacidade de Jogar o Asfalto em cima do buraco semi tampado apenas com terra pela Sabesp , sendo que o mesmo , hoje , dia 7 de maio , ja esta afundando novamente , Enfim , nesse mesmo cruzamento , tiveram a capacidade de sumir com todas as tampas de esgoto , e telefone que la existiam , jogaram asfalto em cima delas sendo praticamente impossível saber onde estão , existe tambem nesse cruzamento , uma VALETA , que virou motivo de atração Turistíca do bairro , pois não existe um carro apenas , que ao passar nessa valeta , não se arrebente na mesma , pois com a nova camada de asfalto ela virou praticamente um buraco na horizontal , alguns carros perdem parachoques , caem o protetor do carter , e ate vazamento de óleo , pois toda parte inferior do Motor fica vulnerável a sofrer uma pancada ao se passar nessa valeta , muito funda , e causando enormes sustos aos moradores vizinhos em plena madrugada , não deixando ninguem dormir devido ao barulho dos carros raspando nela , Enfim , So mais uma pergunta , QUAL FOI O CRITÉRIO UTILIZADO PARA SE RECAPEAR A RUA EMBOABAS ??? SENDO QUE O ASFALTO ANTIGO ESTAVA MUITO BOM E SEM QUALQUER BURACO APARENTE ??? Nós , moradores da rua Emboabas esperamos uma resposta da Subprefeitura de Santo Amaro em relação a esse fato , e pedimos gentilmente , para irem ao local , e observar o péssimo serviço que foi feito no Local citado."
[Leia a resposta]  
Eliane F.Bruno reclama que o Parque Jacques Cousteau "é lindo, mas está um pouco abandonado. Dentro dele tem um lago que esta poluido com uma plantinha que parece Vitoria Regia mas nao é. Existe uma ponte de enfeite que se fosse pintada e arrumada poderia servir de ponto para fotografias das noivas que se casam nas igrajas da região (ex: Igreja San Pancrasio, Santa Rita, etc.)". A leitora também sugere que "poderia fazer banheiros dentro o cobrar $ 1,00(fiz uma pesquisa e pagariam); hoje eu assinei um abaixo assinado solicitando feitura dos banheiros" e, ainda, sugere "colocarem alguns brinquedos infantis uma vez que já tem uma ATI (academia terceira idade) e como vão várias criancas, elas querem brincar mas é perigoso, os aparelhos são para pessoas acima de 12anos".
S.R reclama da "AES Eletropaulo, que não está entregando as contas de Luz na Rua Projetada CEP 05820-195. Já fizemos várias reclamações mas parece que eles não estão nem ai minha mãe e meu irmão há 4 meses que não recebem, eu estava recebendo e agora também não veio a minha e de toda a rua. Pedimos para resover este problema, pois a paciência dos moradores da rua já se esgotou se a Eletropaulo não normaliza a entrega das contas em nossa rua nos vamos invadir o escritório deles na rua Lourenço Marques e sabe lá Deus o que vai acontecer lá dentro. O engraçado que tirar apontamento eles tiram , vai ai dois números de protocolo um feito na agencia 305668941 e o outro por telefone(0800-72-73110)protocolo 108674334, já faz tempo que esta empresa está causando transtornos e constrangimentos a nós"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Há dois anos comprei uma casa q mede 6 metros de frente c/ 30 de fundo,ao lado da minha tem uma casa de aluguel esta mede 4 metros de frente c/ 30 de fundo, e todos os moradores q nela entram ñ limpam o quintal e o corredor q dá de frente a janela do quarto dos meus pais.Agora pra acabar de completar entrou nova inquilina q cria um cachorro muito zuadento q incomoda tanto pelos latidos quanto pela urina e fezes q estão em todo o corredor e quintal,o mal cheiro é insuportável tanto p/ os de casa como p/ as visitas q recebo, fico muito envergonhada,já falei p/ a dona da casa q aconselhasse seus inquilinos a fazerem a devida limpeza e nada aconteceu, falei pessoalmente c/ a inquilina e esta nada fez também, como posso ter este problema resolvido se em casa tenho um pai que deu dois AVCs e se incomoda muito c/ o barulho do cão, e as fezes e urina do mesmo?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Um leitor reclama do barulho dos caminhões da Construtora C2J: "Tem uma construção do lado do prédio onde moro e todos os dias (inclusive nos fins de semana) a frente da minha casa é usada como estacionamento de caminhões a partir das seis da manhã. Além do barulho insuportável e natural dos caminhões, eles tem um censor que apita quando estão dando ré e os funcionários que os dirigem ficam conversando em voz muito alta em baixo da minha janela. Eu acordo somente às oito para trabalhar e tenho ido muito cansado para o trabalho, além de estudar à noite. Já tentei conversar com o engenheiro responsável (o qual nunca encontro na obra), com a imobiliária que é dona do apartamento onde moro e com o síndico, mas de nada adiantou. Diante das circunstâncias fiz uma denúncia no 156 da Prefeitura segunda feira e até agora não vi resultados. Lugares para estacionar não faltam nas redondezas, onde eles estacionam quando tem outros carros parados na minha janela. Protocolo da denúncia: 9996742 Data da denúncia: 02/05/2011"
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Possuo um apartamento no 1 andar num prédio de 4 andares e o vizinho ao lado demoliu uma casa e construiu um galpão, essa obra causou grandes rachaduras em todas laterais tanto lado direito como o esquerdo ao meu apartamento atingindo banheiros, cozinha, piso e também rebaixando o pavimento em algumas localidades. O condomínio do prédio esta há mais de 2 anos tentando uma solução, e depois de muito tempo eles querem arrumar as rachaduras, mas do modo deles com equipe deles e sem um laudo de uma empresa que comprovem que todas essas rachaduras não atingiram as colunas e estruturas do prédio, pois vivem outras famílias la e devido a proporção dos danos causados isso me preocupa e acho de suma importância um laudo de uma empresa de engenharia antes de assumir os danos que há mais de 2 anos me causa tanto transtorno."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama da Avenida Presidente Wilson, do começo ao fim: "Eu sou um rapaz que está passando todo dia nesta via meia asfaltada cheia de buraco. Não tem sinalização na via e fora poça de água que fica meses apoçado porque os bueiros estão cheios de areia. Não tem meio fio nesta avenida, que tem um nome de um presidente, e está abandonada e esquecida. Gostaria de saber se tem como os senhores dar uma mãozinha ou uma melhorada na avenida porque está mal até o Viaduto que chega na Lorenzenti, o asfalto está horrível só Avenida Paes de Barros e um pedaço da rua da Mooca até o novo viaduto chegando na presidente Wilson aí haja paciência e roda porque e isso agora com vocês asfalto e meio fio esgoto sinalização placas obrigado"
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora no Ipiranga reclama do "barulho desses guardadas noturnos com suas sirenes; é um abuso, fora que ficam que nem carrapatos para receber. Eu não pago pois não sinto segurança nenhuma com esses caras, pois nem a policia da conta de bandido esses cara vão dar? Ja reclamei na Policia e na Prefeitura até agora nada. Não sabemos mais o que fazer. Tem gente que paga por medo; é brincadeira. Precisamos de ajuda. Obrigado"
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama de ameaça praticada por flanenilhas que atuam próximos ao HSBC Brasil: "Temos aqui um complexo com 02 quadras de esportes com estacionamento próprio. Em dias de eventos e shows no HSBC os clientes param conosco em nosso estacionamento, porém infelizmente os clientes se sentem amedrontados pela quantidade de flanelas que circula no local. Neste sábado dia 30/04 sofremos com ataques dos mesmos que chegou a ameaçar o meu funcionário na porta do meu estabelecimento dizendo que enfiaria uma faca nele Peço com urgência uma represália a esses bandidos que estão a solta se fazendo de guardadores de carros, e acabam roubando os mesmos e os próprios clientes"
[Leia a resposta]  
M.E.D.A reclama da Telefônica: "há 3 meses atrás fiquei sem telefone aproximadamente ums 2 meses e as contas não paravam de vir. Fiz reclamação, me cobraram contas que não eram minhas. Por fim acertaram. Agora desde do dia 25/04/2011, tiraram minha linha e colocaram na vizinha e ontem falaram que até as 18:00 hs estariam tudo pronto, continuo esperando o conserto que não foi arrumado. O mais agravante, é que preciso de uma linha telefonica em casa, pois tenho crianças pequenas, meu esposo trabalha viajando preciso me comunicar com ele, e simplemente a Telefõnica faz toda essa palhaçada. O que devo fazer diante dessa situação."
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail
J.C.B.M. Relata: "Moro em uma vila de fundos com 12 apartamentos e 50 anos de construção, o meu apartamento é o 204fundos de 2 quartos, cozinha, área e banheiro de segundo andar e no último bloco de 4 apartamentos(2 por andar),sendo dois apartamentos o 205f e 104f de uma só proprietária, os quais são confiados a uma administradora, que por sua vez administra mais 4 apartamentos em toda a vila. Comprei o imóvel em 2004, em estado deplorável, obrigando-me a reformar todo o imóvel. Na lage (extensão de todo o meu imóvel) além de telhas antigas com infiltrações, encontra-se a minha fiação elétrica totalmente exposta, caixas d´agua interligadas em alvenaria totalmente sujas,e uma delas situa-se na lage de minha cozinha,com muitas fissuras e rachaduras. A tubulação que sai da bomba da sisterna que abastece as caixas dágua era de ferro fundido, e ao lado desta, uma outra tubulação em PVC, que sai do hidrômetro geral passando por toda a vila, abastecendo as caixas do bloco onde moro. Ambas as tubulaçoes até chegarem às caixas dágua, passam pela minha lage entre as telhas em aclive, paralelamente à faixada até chegar a caixa dágua. Resolvi então limpar a caixa dágua, trocar algumas telhas danificadas, e anular a tubulação de ferro fundido que saia da bomba, a qual apresentava entupimento, aproveitando assim a tubulação da rua já instalada para a caixa dágua do bloco onde moro. Para minha surpresa encontrei um gato, isto é, uma conexão no tubo PVC na lage do meu imóvel, dirigindo-se para outro imóvel que não pertence ao bloco onde moro, cortando em sentido perpendicular, na forma de tripé a minha tubulação, a qual estava interrompendo ou diminuindo em muito o fluxo natural da água de rua,assim como a água proveniente da bomba da sisterna, pois a extensão do tubo PVC até a caixa do bloco onde moro é muito aclive. Os vazamentos no interior do imóvel,devido a esta ligação clandestina, principalmente no meu quarto, eram constantes, danificando a pintura e consequentemente a queda de reboco. A caixa do imóvel que beneficiava-se do gato não tinha bóia devido a utlização da bomba da sisterna, pois poderia danificá-la se a bóia uma vez instalada fechasse o fluxo d´agua, fazendo com que a água oriunda da rua jorrasse a noite toda. Só percebi tal desperdício com a reclamação de um dos moradores do apartamento ao lado. Passei a interromper o meu sono às 4horas da manhã todos os dias, para fechar o registro do hidrômetro. Cortei o fluxo de água da rua que beneficiava o bloco do lado, não havendo mais vazamentos no meu teto e interrupção do fornecimento da água da rua para a caixa dágua do bloco onde moro. Mediante o exposto peço a vossa orientação. A vizinha ao lado cujo bloco não pertence ao meu e que fez a ligação para a caixa dágua do apartamento dela aproveitando-se da minha tubulação e interrompendo o meu fluxo da água da rua, tem direito a reclamação? Para evitar futuros vazamentos de água das telhas para a lage do meu imóvel, poderia eu fazer uma cobertura seja em armação metálica, alvenaria ou aproveitando as madeiras para aumentar o pé direito, além de impermeabilizar a lage e colocar piso, uma vez que não há estatuto de condomínio e tão pouco definição desta lage como área comum na escritura, além da falta de interesse dos proprietários do meu bloco em fazer melhorias, após diversas conversações?"
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que há "uma construção de predio na Rua Dionisio da Costa com Rua Flavio Prado (Vila Mariana) e os caminhões de terra saem com os pneus cheios de barro. Os caminhões não tem que lavar os pneus? A Prefeitura não tem fiscal para ver isso - fora os caminhões de cimento. Será que tem alguém para tomar providencias?"
[Leia a resposta]  
R.M., que mora no Campo Belo, diz que "há meses venho enfrentando problemas com drogados e vandalos que assustam toda minha rua, e quadras proximas, realmente está um caos viver aqui. Além disso, soube que já há um projeto de urbanismo da Agua Espraiada, fiquei curioso e fui pesquisar um pouco mais sobre ele. Para meu espanto, verifiquei que a quadra abaixo da minha,ou seja da Jose dos Santos Jr, sentido Roberto Marinho, será toda desapropriada, ou seja alem de todos os problemas que ja vemos enfrentando, temos que lidar mais com isso, com o risco de desapropriação e de desvalorização dos nossos imoveis. Não sei mais a quem devo recorrer, tanto na qiestão de segurança quanto no que se refere a obter mais informações sobre essas desapropriações. Gostaria de obter mais informações, ou se alguem pode me ajudar onde conseguir mais dados."
[Leia a resposta]  
Leila F.I.S. relata que onde mora há 19 anos "existem duas casas, uma embaixo e outra encima, a qual nos foi vendida. Quando mudamos, a antiga moradora também utilizava a garagem, juntamente com o morados da casa debaixo, esta vaga passou a ser utilizada por meu pai, e há 6 anos por mim. Eu fiz a junção dos portões que os 2 carros pudessem entrar com mais folga e depois o morador debaio adaptou o portão para ser elétrico, porém, somente me entregou o controle sem solicitar nenhuma quantia. Agora a filha do mesmo está solicitando a vaga, informando que a vaga era emprestada, porém, em nenhum momento foi informado isso, nestes dezenove anos de moradia. Pagamos o IPTU em conjunto, sendo 50% para cada casa. Gostaria de saber se posso levar o caso à justiça ou se posso conseguir um documento que ateste que tenho direito à esta vaga. A garagem é coberta, e aproveitando esta cobertura, fizemos uma sacada na frente. Não sei se ela pode alegar que a garagem é dela e a sacada é nossa. Por favor me ajude."
[Leia a resposta]  
C.L. reclama da festa promovida pela paróquia Nossa Senhora de Casaluce, no Brás: "A festa deste ano está uma falta de respeito com os moradores, festa feita na rua rodeada de predios. Colocaram um enorme palco com banda ao vivo que entra para tocar as 2100 e só para as 2400 no sabado ja é um absurdo porque ninguem consegue assistir tv nem mesmo conversar dentro de casa mas no domingo é total falta derespeito com os moradores que trabalham no outro dia com as crianças que acordam cedo para ir a escola e não conseguem dormir sendo obrigados a ficar acordados até as 24h e para ajudar a festa vai até o ultimo final de semana de maio".
[Leia a resposta]  
Um " morador chateado" que mora no Glicério diz que já reclamou "sobre os bares que tocam som alto e obrigam nos moradores a fechar as janelas porque o som é muito alto e chato. Nós somos obrigados a escutar a música que eles tocam até tarde. Na Rua Helena Zerrener tem um bar cor amarela que toca demais, ela fica com o controle da maquina na mao almentando o som cada musica no bar é um real na maquininha. Eu gostaria de falar que o bairro é bom mas precisa que as viaturas de polícia passem mais e falem com esses donos dos bares e aplica-se uma multa para ter respeito"
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Comprei um apto na planta e estou prestes a mudar, o prédio está com quase 50% no mesmo processo e há moradores que já estão morando. Ainda não nos foi distribuído pela síndica o regimento interno que diz o que podemos e o que não podemos fazer, horários em que não podemos fazer isso e aquilo, pois bem, em um sábado as 9h da manhã chegou um pintor no meu apto para resinar todo teto e este processo de resinar durou até às 18h, estive a todo momento com o pintor durante o dia. Após o término do trabalho, estava acertando com o pintor, subiu o morando do 1º andar, juntamente com o porteiro, sendo que sou do 4º e começou a gritar dizendo que o cheiro estava muito forte e que não conseguia ficar no seu apto, chamando o pintor de burro e posteriormente me chamando de burro, tornando a situação extremamente constrangedora, disse a ele que não imaginava que o cheiro estava forte e que não sabia que tinha que avisar uma vez que não sabia do regimento e que seria necessário este tipo de aviso, uma vez que grande parte dos moradores estão em fase de mudanças. O mesmo descontroladamente continuava a gritar dizendo que podia morrer asfixiado no seu apto e continuava a me chamar de burro. Mantive a calma para não perder a razão. Pergunto: Não quero aceitar esta descompostura desse vizinho e entendo que fui constrangido perante o pintor e o porteiro, me agrediu moralmente ao me chamar de burro... enfim. Pretendo acioná-lo por danos morais. Posso? O que devo alegar exatamente? Obrigado."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata que "Todos os dias entre as 10:00h e meio dia e após as 15:00h até escurecer, ficam um monte de crianças e adolescentes filhos de vizinhos e de outras ruas também jogando bola na maior gritaria, chutando bola no meu portão e de outros vizinhos também e nos carros que ficam estacionados na rua, inclusive o meu, mas eu e minha mulher somos os únicos a reclamar e já cheguei a furar uma bola pois eu tenho uma pequena loja de variedades e volta e meia a bola cai lá dentro chegando a derrubar algumas mercadorias o que me deixou muito irritado e eles passaram a nos odiar ainda mais. gostaria de saber se há uma forma legal de impedir que a rua seja feita de campo de futebol e se é possível chamar o conselho tutelar haja vista que fica um monte de criança sem um responsável adulto para cuidar. desde já agradeço."
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora da Vila Mariana volta a denunciar que "As duas pessoas com carrinho de yakisoba [Cruzamento da R.Domingos de Morais com R.Conselheiro Rodrigues Alves- Metro Ana Rosa], foram removidas por um tempo, agora voltaram novamente ate nos finais de semana, aos sabados se instalam a partir das 19:00 horas e aos domingos na hora do almoço a partir das 11:00 horas permanecendo até as 23:00 horas, eles estão burlando a fiscalização, agora eles começam a se instalar todos os dias a partir das 21:00 horas no mesmo local, continuam fazendo as mesmas esporquices, mau cheiro e quando vão embora deixam toda sujeira na calçada, esse tipo de comercio de comida ao ar livre não é proibido? Como a Vigilancia Sanitaria não faz nada, alias a gente nem tem como acessar o telefone pois primeiro ligamos no 156 e nunca conseguem transferir a ligação sempre tem algum problema. A policia militar sempre esta passando por eles e não fazem nada, porque eles não removem esse pessoal ou então coloca na cadeia se desobedecerem ou manda eles de volta pra china Por favor tomem alguma providencia de tirarem eles daqui. O fedor e a sujeira é demais, até o cruzamento da passagem dos pedestres e cadeirantes eles estão obstruindo com os carrinhos.A subprefeitura da Vila Mariana precisa fazer alguma coisa e acionar os fiscais para não deixar eles se instalarem, o negocio não só retirar os carrinhos deles, deveriam cobrar multa e bem alta se desobedecerem as nossas leis"
[Leia a resposta]  
Boa Noite.... foi construído um canil a mais ou menos 6 anos atras do meu apartamento, ocorre que os cachorros latem a noite inteira, como é um canil registrado, entendo que deva ter todas as autorizações da prefeitura para funcionar. já liguei durante a madrugada para o canil e ninguém atende... Minha pergunta: o que posso fazer para ter sossego em minha própria casa, devo ligar para policia? (dúvido que venham, pois acho que devem ter coisas mais prioritarias), enfim, o que posso fazer para garantir o meu direito de descanso, já que acordo as 5:30 da manha todo dia para trabalhar?
[Leia a resposta]  
Manoel M.N., que mora em Ermelino Matarazzo, queixa-se: "Ao lado da minha casa tinha uma empresa que fazia reparos no asfalto. Era pixe, sujeira correndo na calçada...eles mudaram..agora veio uma funilaria que funciona a céu aberto: lixam, pintam os carros sem as minimas condições; o odor da tinta vem direto para minha casa...já tentei argumentar com os responsáveis...como aqui parece terra de ninguém....o que fazer?
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Tenho um vizinho que mora no sobrado geminado ao meu. o fato é que o homem é um drogado, utilizando crack, maconha e outros bem embaixo da minha janela e sacadas dos quartos, o cheiro é insuportavel, além disso ele fica fazendo escandalo de madrugada quando sua mãe não lhe dá dinheiro para comprar suas porcarias, já chamei a policia, mas eles afirmam que não podem fazer nada. Eu estou arrasada, sonhei tanto em ter minha casa, trabalhei muito e agora não consigo desfrutar. A mãe do vagabundo sustenta o vicio, mas não fica lá, ela traz a droga para ele e vai para o Morumbi onde mora com sua irmã, e eu e minha familia é que somos obrigadas a aguentar o drogado maluco incomodando, como se não bastasse eles ajuntaram 7 caes e 3 gatos, que são dados como brinquedos para o drogado, que nao cuida, os animais passam fome e sede, não são vacinados e nem se alimentam bem, estao carregados de carrapatos e abrigados no espaço de um galinheiro. Por favor me ajudem a quem devo procurar??? Somos uma família crista, faço de tudo para afastar minha família de qualquer contato com drogas e violencia, não quero ter atitudes erradas, mas estou no meu limite!"
[Leia a resposta]  
Ricardo Costa relata: "Moro na Rua Nove de Julho quase na esquina com a Rua Ministro Roberto Cardoso Alves (Alto da Boa Vista, Santo Amaro). Este cruzamento tinha uma rotatória. Acontece que na madrugada a rotatória foi demolida. Os carros não respeitavam esta rotatória vem a toda!!! O problema é que, quem vem Rua Nove de Julho também vem a toda e, invariavelmente, todos os dias, têm freadas bruscas, xingamentos, buzinadas e derrapagens. E, agora sem a rotatória todos os dias terão acidentes. Pedindo no mínimo a instalação de uma nova rotatória neste cruzamento!!! (se bem que rotatória também não significa muita coisa, pois não é muito obedecida mas é melhor que nada.). Repito: ESTE CRUZAMENTO É PERIGO CONSTANTE!!!
[Leia a resposta]  
Uma leitora de São Luiz do Maranhão diz que é "arrendatária do Residencial Tupy II já moro há 4 anos e pensei que iria ser feliz, o imóvel está no meu nome bom acontece que diariamente sou perseguida, pelo meu vizinho que é um senhor alcoólatra que perturba demais.. deixa objetos caírem, dá socos, bate no vaso sanitário as 6hs da manhã ,traz amigos e familiares para dentro do apartamento e fica o vozerio já registrei no livro de ocorrência da empresa antes a Pontual hoje Atrium varias vezes não sei se ele paga realmente multas, porque continua. Fuma cigarro que isala na janela e no nosso banheiro diz que inocente... o vizinho de baixo não é arrendatário comprou o apartamento vive fazendo reformas que incomodam bastante a ultima quase derruba o prédio a minha irmã saiu chorando pelo condomínio era meio dia hora de almoço. Deixou os pedreiros a vontade e o serviço ia ate as 21h da noite tenho medo que desabe o meu apartamento a estrutura não é tão forte estou com vontade de ir embora alugar, uma casa, eu moro com a minha irmã eu sou a caçula mais já tenho 48 anos, e ela é a mais velha tem 55 anos, gostaria muito que vocês me ajudassem de alguma forma pois é muito difícil você adquirir um bem e não poder desfrutar e viver em paz, vivo angustiada com tal situação oro diariamente para que Deus tenha misericórdia de mim e de minha irmã estou escrevendo no meu serviço trabalho 8 horas por dia mais chego só as 23 hs para poder ter paz, a maioria das pessoas são egoístas, mal educadas batem portas falam alto eu me sinto impotente eles dois não nos respeitam"
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama de um terreno abandonado sem calçada e sem muro cheio de mato esgoto a céu aberto na rua Bento Rodrigues (Jardim Angela): Já foram feitos vários protocolos, mandei varios e-mails para a sub prefeitura do M’Boi Mirim pra que mandassem notificação para o proprietário e até agora nada. Desde 16-01-2009 que tento para que a sub prefeitura resolva isso o fiscal veio aqui mas não estava em casa, ele olhou minha casa e disse nada consta sendo que o problema fica do lado. O terreno abandonado não tem numero; a sub prefeitura tem que localizar a quadra e o lote e notificar o proprietário do terreno parece que esta impossível o fiscal encontrar esse terreno abandonado sendo que na rua só tem ele. A prefeitura faz campanha contra dengue e varias doenças pelo jeito nós moradores dessa rua estamos correndo risco de varias doenças nunca fizeram limpeza aqui como dizem que faz eles passam a cada 6 meses capinam a metade da calçada do terreno abandonado em 1 semana o mato está alto de novo. Isso não interessa. Esse terreno está desvalorizando as casas porque junta rato, mosquito, pernilongo e sapo. Protocolos que já foram feitos sac 8384743 e sac 8840055. Será que a sub prefeitura do M’Boi Mirim entende? Essa sub prefeitura deixa a desejar"
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Casa Verde reclama que na Rua Julio Augusto Henrique há uma funilaria que "não tem licença para trabalhar o espaço é bem pequeno ele coloca os carros da funilaria na rua, e quando ele lixa e pinta a tinta entra nas casas e trazendo varios problemas respiratórios, não aguento mais o pó e o cheiro da tinta esta causando serios problemas isso já faz anos.. não aguento mais.. me ajudem..."
[Leia a resposta]  
Michelle C. queixa-se que "Ontem, funcionarios da CET por volta das 12hs. instalaram placas de sinalizacäo de estacionamento proibido ao longo da Rua das Tamareiras em São Paulo isso de forma "irregular"(ESquinas nao tem a placa, e inclusive umas das placas fica centralizada entre uma esquina e outra, sem limites de início ou fim), excluindo o direito de nós moradores ou visitante de estacionarmos o carro na frente de nossas próprias residencias sem o menor motivo já que vivo aqui há quase 30 anos e nunca tivemos nenhum problema com a trasicao de veículos. Por isso em nome de todos o vizinhos que já assinaram o abaixo assinado deixo este protesto! Solicitando a retida da mesma já que está prejudicando. Tenho o Protocolo 9966084 aberto ontém por internet,por telefone desde ontém só dá ocupado no 1188. Voz do povo é a voz de Deus!!!"
[Leia a resposta]  
Uma leitora quer saber como faz "para denunciar o meu vizinho que há dois anos colocou uma serralheria na garagem dele, mas só que a garagem não tem cobertura e o muro é meu. Ele começa as sete e meia da manhã com um barulho insuportavél bem debaixo da minha janela e ainda por cima um cheiro horrivel de ferro queimado, que faz muito mal para minhas filhas. E ainda por cima tenho certeza que ele não tem alvará de funcionamento"
[Leia a resposta]  
J.S.R. diz que "Houve um roubo de uma bicicleta no quintal dessa residência às 6:26 AM de 17/04/11, ao encontrar o portão fechado o ladrão optou por pular o muro mesmo havendo cães,a jogando-a para fora. O ladão é alto e trajava apenas um a bermuda jens sem camisa,de cabelo corte moicano e pintado de loiro. A bicicleta tem docomentos. A suspeita é de que o mesmo va vender a bicicleta na feira do troca em paratibe. Temos como reconhecer o ladrão."
[Leia a resposta]  
Recentemente a AES-Eletropaulo fez a troca dos postes de energia na Rua Roque Petrella (Booklin), perto do nº1.000. Alguns dias depois do carnaval a troca desses postes foi finalizada com cimento. O serviço foi feito durante a noite. O pessoal da AES virou a massa de cimento no asfalto e se utilizou de areia para tal. O restante dessa areia está em minha calçada desde então. Já fizemos duas reclamações sendo a primeira em 16/03/11 de protocolo nº 75116081 e a segunda em 22/03/11 de protocolo 75816699. Em ambas nos disseram que uma equipe da AES viria até o local para recolher a areia mas até o momento ninguém veio. O problema é que a areia está recostada em uma árvore e as pessoas que passam acham que ali é lugar para jogar lixo e se aproveitam disso para jogar seus detritos. Incluindo uma famosa empresa de mudanças de nosso bairro que insiste em estacionar seus caminhões aqui na área. Os motoristas jogam até garrafa com urina dentro. Acho que a AES tem milhares de coisas importantes para fazer mas não podem sair deixando seus rastros e causando transtornos. Imaginem o que vai nos acontecer se não pagarmos à conta de luz, certo? Obrigada pelo espaço.
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Itaim Paulista reclama: "Uma seria pouca, sou uma dona de casa com duas crianças pequenas e à 6 anos sofro com meus vizinhos que implicam comigo desde que cheguei aqui. Eles já me agrediram qdo eu estava sozinha e indefesa, veio a reportagem da Band Policia 24 horas que fez aumentar mais ainda meu sofrimento pois a reportagem incentivou mais ainda agravar o problema, ja que hj sou motivo se chacota entre as pessoas, ñ só vizinhos ,mas colegas e amigos de trabalho , enfim, eles tem um bar na frente da minha casa ja que é um terreno só onde o bar fica na frente e minha casa nos fundos, colocam bicicletas e uma carroça impedindo que eu estacione o carro na via, abrem o bar que não tem alvará às 8:30 da manhã e fecham as 2:00 da manha, fazendo a limpeza essa hora e batendo vassouras na minha parede, a casa deles fica ao lado da minha, onde há no minimo 15 cachorros, o cheiro é insuportavel, o local onde esses cachorros ficam fica parede c/ minha lavanderia e o cheiro forte entra na minha casa, a porta deles é um fedor insuportavel, muito pelo, meu marido tem problema de asma e meus filhos são alérgicos. Qdo eles entram as 2:30 da manha começa a gritaria dos cachorros, as brigas que acabam por nos acordar, meus filhos tem 4 e 6 anos, meu marido trabalha e faz faculdade, não temos paz. A agua do bar é cortada, e p/ que eles tenham agua eles passam uma mangueira por cima da minha casa que vem da casa deles p/ encher a caixa do bar, ja reclamei na Sabesp mas eles dizem que ñ podem fazer nada do portão para dentro. ñ tem dialogo, são pessoas estupidas, mal educadas e sem cultura. Sinto-me impotente em saber que não tenho direito a viver em paz no meu lar, pois o que apenas faço em minha vida e cuidar de minha casa, filhos e marido. Gostaria de uma orientação, o que posso fazer??
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Uma leitora reclama: "Resido perto da linha férrea e não estou mais aguentando o barulho provocado pelos trens de carga. Nos ultimos meses, a localidade funciona como um dos trechos do Pátio de Manobras e o problema está cada vez mais intensificado nos últimos dias com o funcionamento das locomotivas da MRS Logística no período da noite. A MRS LOGÍSTICA não dá a mínima atenção as reclamações. Quem reclama não recebe respostas ou comunicado qualquer. Não sei o que fazer. Onde está a fiscalização?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Cidade Ademar denuncia que no Skinas Bar, na Rua Professor Paulo Mangabeira de Albernaz, "todos os domingos tem um pagode nesse bar que fica até tarde da noite, em um barulho terrivél o som muito alto e sem contar que vem pessoas dos bairros vizinhos estacionam os carros na Prof. Flávio da Fonseca (na nossa porta) entram dentro dos carros e ficam usando drogas, há muito tempo os moradores não tem paz e sossego, devido ao que esta acontendo, já foram feitas várias reclamações e abaixo assinado para tirar esse bar de lá, mas nada foi resolvido. Os moradores estão vendedo suas casas e saindo do bairro, gostaria que o poder público tomasse uma providência em relação a esse problema que vem se arrastando há muito tempo"
[Leia a resposta]  
R.C.C., que mora em Tucuruvi, relata: "Desde 2007 tem um "bar" ao lado da casa da minha mãe. Eles param carro, descarregam cargas na porta da casa da minha mãe. Ocorre que por várias vezes tivemos que reclamar e eles ficavam indignados. Acontece que em 2009 começaram a fazer churrasco de sexta-feira e colocavam a churrasqueira bem na divisa da porta da minha mãe, com cadeiras e mesas espalhadas na calçada e meio fio.Até que em outubro/2009 tivemos uma briga e eu e minha mãe fomos agredidas pela família e um amigo. Fomos para a delegacia e registrado B.O. de lesão corporal. Acontece que eles continuam importunando, agora, após reclamarmos com os proprietrário do local, quelá mora, eles mudaram para a outra porta, mas continuam sendo abusados,e sempre que a minha mãe sai, eles ficam provocando. Já comunicamos a subprefeitura de Vila Maria-Vila Guilherme que nada faz. Fiz reclamação na Ouvidoria e eles ficaram uns dias fechados, mas reabriram. Tivemos como resposta da sub-prefeitura que não havia nada quando da vistoria efetuada por eles. Claro, eles passam à tarde, e eles fazem a balbúrdia após às 19 hs. Tirei fotos para mostrar que não é mentira, como o um Sr. que se identificou com Perosa, administrador regional ligou para minha mãe e disse ser inverdade o que ela relatava. Quero ver ele falar que é inverdade, com fotos, que mostram a churrasqueira na rua, com cadeiras na calçada. Crianças que eles incitam a urinar, tocar a campainha e jogar as coisas na calçada da minha mãe. Eu sei que eles não podem permanecer, mas até agora não foram multados, já vimos algumas viaturas da admiistração passarem lá e só. Nâo tem mais condições, vai virar caso de morte e nada é feito, Reclamei novamente e pediram 40 dias!!!!!!!!!!!Faz mais de 4 anos que eles pertubam a gente. E dizem que somos infelizes. Não somos, tanto é que temos a nossa casa e lá ficamos, agora porque eles saem da deles e ficam lá o dia todo? Nem lá eles moram. Eu cansei, ou fecham este bar, que é numa garagem, ficam as crianças menores de idade dentro dele, tendo o comércio e consumo de bebidas alcóolicas ocorrendo com elas lá. Que a secretaria das subprefeituras tome providências, pois se for pra Administração Regional nada vai mudar. A resposta recebida da Ouvidoria foi OFício-carta n.º 001120/2010, protocolo O.G 015656/2009, e disseram esta semana que reabriram esta reclamação. Até quando? Já comuniquei que caso não resolvam o problema, pois eles são abusados, ficam provacoando a minha mãe que tem 63 anos, vou acionar o munícipio com uma ação de obrigação de fazer, e acionar por perdas e danos pelas ocorrências já efetuadas pela desídia da administração pública." A reclamante, posteriormente, disse: "Eu postei uma reclamação na data de hoje, e neste interím, minha mãe me ligou, informando que os "comerciantes" do 446 estavam fazendo churrasco na calçada. Meu irmão desceu,tirou fotos e interpelou a fumaça e bagunça, enquanto e minha mãe acionou a PM, vindo atender prontamente os policiais da viatura 05338, que foram de uma lisura ímpar e parcialmente resolveram o problema.Então estou mandando esta para que fique consignado que o problema persiste com as churrascadas em dias e horários em que a Administração Vila Maria-Vila Guilherme não funciona e agora não só foto, mas o depoimento pessoal dos policiais que atenderam a ocorrência e verificaram a veracidade dos fatos. E um dos policiais foi questionado pelo "Beto" (churrasqueiro-mor) porque ele não podia fazer e tinha gente na rua debaixo que fazia, e o policial respondeu que "se os vizinhos não reclamam não temos o que fazer, mas aqui houve a reclamação e viemos resolver" (sic). Se possível parabenizar a atitude destes policiais que lá compareceram, pois sou policial e já tive dissabores com estes e outros péssimos "vizinhos" por ser policial, visto que quando descobrem a profissão, ameaçam que vão na corregedoria. Eu não tenho medo, pois vou continuar não admitindo que o banditismo, sem vergonhice, falta de respeito às leis impere e prospere. No aguardo da resposta e atitude tomada."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na rua Rio Branco diz: "moro nesse endereco ha mais de 30 anos, e agora meu vizinho fez uma firma de serralheria, de inicio ele faz as coisas na casa do cliente, mas tem vez que ele faz na casa dele mesmo, como ex: portas, janelas, portoes de ferro e aluminio, entao e um barulho infernal o dia inteiro, na hora do almoco, nao para, e ficam soldando as coisas e serrando, fazendo um barulho que nao da nem pra assistir televisao ou tentar tirar um cochilo na hora do almoco, queria saber o que fazer, onde denunciar, pois sei que isso não esta certo. obrigada"
[Leia a resposta]  
Vito M. F. queixa-se: "Moro na Av. Pedroso de Morais entre a Rua dos Pinheiros e a Av. Rebouças. Durante toda a semana, no horário do rush sofro com as buzinas excessivas do transito resultante do transito para a entrada para o túnel em direção a marginal. Mas a situação é mais grave no sábado, quando passo a maior parte do tempo em casa e o dia todo tenho que conviver com o barulho das buzinas. Imagino que todos todo meu prédio bem como os prédios vizinhos devam sofrer da mesma forma. O barulho dos carros, apesar de incomodar, entendo que faz parte de se morar numa cidade como são paulo, mas as buzinas são longas e desnecessárias. Como poderia proceder para tentar resolver esse assunto? Na pagina de solicitações e reclamações da CET e da Sub prefeitura as buzinas ou poluição sonora do transito nem entram como um quesito. Não é possivel que numa cidade como São Paulo isso não atrapalhe a vida das pessoas mais ou tanto quanto desrespeito a área de carga e descarga (que consta como item de reclamação no SAC). Quem deve fiscalizar? Se trata de uma infração leve, então entendo que os agentes da CET deveriam preocupar em sinalizar se tratar de uma área residencial e conscientizar os motoristas".
[Leia a resposta]  
Isabel A.O. relata que mora "há 3 anos na Cohab de Itapevi, infelizmente meu prédio é o pior da cohab, o pessoal não tem respeito algum pelo próximo, não conheço todos condôminos, porque saio cedo pr trabalhar e chego a noite, mas os que conheço tenho um bom convívio, há mais ou menos 8 meses, meu marido vinha vindo do serviço, e na praça ele viu um cachorrinho, parece da raça yorkshire, e estava com uma corrente e sozinho, ele ficou com medo do cachorro ir pr rua e segurou sua corrente, esperando que seu dono aparecesse, e nada ninguém apareceu, ai uma vizinha pediu o cachorro e ele entregou a ela com a condição que se o dono aparecesse ela devolveria, até hj o dono não apareceu, foi ai que começou nosso sofrimento, ela amarra o cachorro no pé do sofá, e quando ele pula no chão ou sai andando, é um barulho horrível, pois o apto dela é em cima do nosso, já pedimos pr ela colocar um protetor na corrente, ou comprar um a corrente de nylon e ela fala que vai comprar e nada, já falamos com ela 18 vezes e com o síndico também já umas 4 vezes, e ninguém tomou providencias, pensamos , já que ela não resolve vamos falar com o síndico pois pelo menos ela vai pagar multa, pr aprender a respeitar os outros condôminos, pois a noite o barulho é pior, qdo o cachorro resolve andar ou pular, eu meu marido e as crianças nos assustamos, pois parece que estão tentando mexer na janela, e ai até lembrarmos que é o cachorro já perdemos o sono, e isso acontece diariamente, acordo 4:30hs da manhã para trabalhar, minha filha tem 11 anos sai de casa 5:55 da manhã pr tomar ônibus pr ir estudar, meu marido sai 5:00hs pr trabalhar, meu filho tem 9 anos sai 6:30hs pr estudar também, e muitas vezes sai com sono, pq dorme a prestação, há 8 meses não sabemos o que é dormir tranquilo, pagamos nossos condomínio, e é isso que recebemos, se não pagarmos ficaremos sem água, e com razão, agora quando a perturbação é com a gente, ninguém quer tomar providencias, gostaria de saber se o síndico se é dever dele, multa-la se ela não obedecer e respeitar a notificação, ou se ele não tem obrigação de se envolver?mas acho que se ele é o sindico se ele se elegeu pr dar um novo rumo aquele prédio, ele tem que fazer com que tds respeitem o estatuto e as leis do condomínio, pois ele disse que se informou com uma advogada e ela falou que ele não teria obrigação nenhuma de se envolver, pois esse caso é ´pessoal, gente pessoal vai ficar, pois essa semana meu marido foi a delegacia meia noite por causa o barulho, me ajudem?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Um leitor diz que é "Impressionante como a CET/WAL-MART/PREFEITURA conseguiram destruir o transito na região da Rua Socrates/Av Washington Luiz. Além dos transtornos causados pelas mudanças de sinalização desde a implantação do WalMart, agora temos que conviver diariamente com enormes caminhões trafegando e atrapalhando na av washington luiz, justamente pq a prefeitura de SP proibiu caminhões em outras vias. É muito injusto o transito que fica nessas ruas diariamente, por conta desses absurdos. A rua é pequena e não comporta esse trafego de pessoas que querem usar a região para "cortar" caminho."
C.C.P.M. relata que há 3 meses sua mãe mudou para uma nova residência, na Vila Alpina. "Na lateral da casa é fundo de residencia da Av. do Oratório, próximo ao Hipermercado D`Avó. Os moradores de lá jogam bitucas de cigarros, emcima da casa dela, e outro lixos, já conversei com um rapaz que vi na laje fumando, e ele me respondeu que não seria ele, pois tem um cinseiro la. Mas um dia minha mãe estava lavando o quintal, quando terminou parou e encostou no murou, e quando olhou para o céu, olha o que caiu em sua frente, uma bituca "acesa", logo em seguida outra mas caiu na laje, e veio da mesma laje em que o rapaz estava só não foi possivel ver as pessoas que jogaram porque estavam fora de visão. O que devemos fazer, a quem devemos recorrer, já que o mesmo alega que não é de la, e acusou o vizinho de baixo."
[Leia a resposta]  
Em nov/10, solicitei uma linha telefonica com speedy, sofri um grave acidente e quando já estava melhor em 22/02/11, constatei que a linha não havia sido ligada em minha residência, obviamente o speedy também não foi ligado, então entrei em contato com a TELEFONICA nessa data (protocolo 142436419), expliquei o ocorrido e solicitei o cancelamento da linha e do speedy, então após muita espera a atendente Talita passou para o atendete Erik que fez um teste remoto e não localizou a linha, assim, marcaram uma visita técnica para constatar onde estava a linha. Em 24/02/11 um técnico compareceu em minha residência e constatou que a linha realmente não havia sido ligada em minha casa, pois, estava parada no poste da telefonica, então, "brilhantemente" esse tecnico resolveu desligar a linha que estava instalada e funcionando a mais de 10 anos em nome da minha esposa e trazer a linha perdida para minha residencia, quando era apenas para ele verificar onde a linha contratada em nov/10 se encontrava, pois bem, liguei no mesmo dia para a telefonica (protocolo 142988214) expliquei a trapalhada do tecnico solicitei novamente o cancelamento da linha perdida e a religação da linha antiga, informaram que a religação demoraria +/- 5 dias uteis. Em 01/03/11 liguei novamente para confirmar o cancelamento (protocolo 142988214) a atendente Neidiane informou que iria retirar 3 dias da fatura mais a recarga automática, aí eu protestei e tive que explicar tudo de novo, ela disse que iria verificar e a telefonica entraria em contato em 5 dias uteis, o que não ocorreu, e hoje 30/03/11 ao chegar em casa me deparo com uma cobrança onde aparece a seguinte mensagem: REGULARIZE SUA DIVIDA E RETIRE SEU NOME DO SPC/SERASA, um abuso!!!! Estão querendo cobrar um serviço que nunca prestaram, pois, a linha estava parada no poste da telefonica, fato comprovado pelo atrapalhado tecnico enviado por eles, além do que não houve notificação alguma dentro do prazo legal de que iriam colocar meu nome no SPC/SERASA dentro do prazo legal, assim, peço a V.Sas. que divulguem esse caso, grato. Numero da linha 11-3921.6342. Tentei registrar essa reclamação na Ouvidoria da telefonica hoje por duas vezes via site, e nas duas tentativas aparece a menagem: NÃO FOI POSSIVEL PROSSEGUIR COM SUA SOLICITAÇÃO.
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "bateram em meu carro faz 15 dias em frente a casa do meu namorado, ele se propos a me ajudar a pagar o conserto do carro, agora nosso relacionamento acabou e ele quer que eu devolva o dinheiro das peças que ele comprou. O que devo fazer, tenho o direito de não paga-lo? me orientem, pois foi ele quem quiz pagar. Aguardo uma resposta, me ajudem no que devo fazer."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama "do som alto do bar na esquina da Rua Maria do Carmo com a Rua Barão de Tramandai, altura do número 280, na Vila Alpina, próximo ao Largo, o som do bar é muito alto e a qualquer hora do dia, onde devo reclamar para que seja cumprida a lei do silencio, aos finais de semana o barulho do som alto é pior perturbando os vizinhos e idosos que moram por perto, por favor me dê uma orientação de como prosseguir"
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que já reclamou "sobre os dois carrinhos de venda de iakisoba que ficam um do lado direito da R.Conselheiro Rodrigues ALves e a outra fica a esquerda na esquina da R>DOmingos de MOrais. Os mesmos permanecem fazendo a mesma sujeira, exalando o mesmo fedor de oleo podre e o pessoal compra e a subprefeitura não faz nada, ate quando nos que moramos no bairro, pagamos IPTU, temos que aguentar essa esporquice de pessoas que não pagam IPTU ou licença para permanecer ali. Eles se instalam a partir das 21:00 horas para driblar a fiscalização. Me ajuda ai gente, os policiais passam e ate compram essas porcarias, a subprefeitura tem que tomar uma decisão e tirar esse pessoal daqui, porque eles não ficam no bairro deles? vem fazer a sujeira e propagar o fedor no bairro dos outros agradeço a Sampaoline em poder me expressar....grata"
Resposta da subprefeitura de Vila Mariana, através da assessoria de comunicação: "Na última sexta (01/04/2011) fizemos nova apreensão do carrinho. Com essa já é a terceira vez este ano que fazemos a apreensão do mesmo. Solicitamos ao denunciante que nos mantenha informado".
Um leitor que mora na Casa Verde reclama: "Sábado passado (26/03/11) houve um "som" na R Benedeto Bonfigli altura do nº 300 com som alto e frases de baixo calão. entrei com contato com a PM pelo 190 as 23:30hs e me "transferiam" para outo setor (com espera de ate 30 min). Solicitei uma viatura para a verificacação, e mesmo sabendo que a PM possui ocorrenciaz "mais" importantes, as 2hs de solcitei novamente uma viatura (com a espera do ramal) e novamente as 5;30hs e das 23:30 de sabado ate as 8hs de domingo NENHUMA viatura compareceu ao local pois o "show" foi ate as 6;30 de domingo, com quebras de garrafas no final, sendo que os moradores so puderam sai de suas casas para alimpreas apos todos terem ido embora, pois para os "convidados" havia excesso de bebida, maconha, etc. No final ficamos sabendo que haverá novo "show" no proximo sabado (02/04/11), como os moradores devem proceder para que haja a presença de uma viatura? Comunico ainda que isto vem ocorrendo frequentemente, e que anteriormente, apos a presença da PM, eles recolheram o "som" e ligarão o mesmo em carros com altos falantes potente, com direito a "acelerados de motos" durante a madrugada inteira e finalmente com pixação de uma creche. Certo que a PM cumpre, e bem, com seus afazeres, gostariamos que a presença da mesma neste quarteirão foi mais "presente". Grato e no aguardo de alguma orientação. PS: gostaria de que meu nome não seja identificado, pois temos medo de represalias desses individuos, e fiz reclamação junto a PM (On Line) sob nº 2A1CFC/2011 e até o momento não obtive resposta."
[Leia a resposta]  
Sandra Bomfim relata: "Minha mãe e minha irmã se dirigiram até a estação de term de OSASCO da CPTM, juntamente com nossa cachorrinha poodle toy devidamente transportada na caixa para transpote de animais de pequeno porte, por volta das 14:00hs. O responsável pela estação naquele momento não as deixou embarcar.Existe uma lei que proiba ???? Sugiro que as estações de trem e metrô deixem afixadas em murais esta lei.E orientem devidamente seus funcionários. Nas demais estações de trem e metrô nunca tivemos este problemas. Geralmente circulamos sem problemas".
[Leia a resposta]  
Um morador do Brooklin denuncia que "os caçambeiros do Brooklin estão sujando todo o bairro, acontece o seguinte, ele carregam os caminhões nas obras, chegam na Rua Bartolomeu Feio e pagam carroceiros ou caminhonetes de carretos para fazerem a transferência do lixo das caçambas e descartam nas rua do bairro como Rua Jurubatuba, Miguel Sutil, na Avenida Jornalista Roberto Marinho e na própria Bartolomeu feio, sem contar que as caçambas ficam largadas por todas as Rua do bairro, estou cansado da imagem de lixo todos os dias que saio ou chego do trabalho, queria pedir um pouco mais de atenção na fiscalização, as empresas que fazem isso são Estaciolix, Saldanha, RLP, os caminhões ficam parados na rua Bartolomeu feio, fazendo essa transferência a qualquer hora do dia ou da semana, não quero ver meu bairro virar um aterro sanitário por uma meia duzia de porcos e falta de fiscalização por parte da nossa prefeitura. Tem todo o tipo de lixo, desde mato até lixo doméstico. Ficam com esses caminhões para cima e para baixo durante toda a madrugada, sem que possamos dormir direito, sentindo o cheiro de fumaça dentro de casa. Esse é o numero do protocolo da reclamação feita no site da prefeitura - 9921340"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Meu nome é Elaine e moro na cidade de Embu/SP. Quero reclamar de uma igreja, Assembléia de Deus devido o barulho em excesso que fazem. (Rua Rio Branco, 207 – Jd. Vista Alegre – Embu – SP) Já reclamei por diversas vezes, no final do ano conversei com o Pastor que ficou de aumentar o muro ou fechar as janelas e até agora nada foi resolvido. O barulho entra na minha casa, quando quero assistir televisão tenho que assistir no ultimo volume, as vezes perco a paciência, fico irritada e acabo descontando em quem não tem nada a ver com isso, imagino que tenha que ser parede acústica para resolver o caso deles Teve um final de semana que os jovens ficaram ensaiando a tarde toda e emendou com o culto, mas era uma barulheira danada que até Deus mesmo não estava agüentando mais, no domingo iam fazer a mesma coisa...dei uma de louca, mandei que desligassem os aparelhos e queria que o pastor viesse falar comigo...você veio? Nem ele. Quando conversei com o pastor ele falou que deveríamos dar Graças a Deus porque éramos abençoados por morar ao lado de uma igreja, agora eu pergunto...ser perturbado em plena quarta feira as 21:00hs tentando dormir para acordar no dia seguinte para trabalhar é benção? Deus gosta dessas coisas? Tentar tirar um cochilo em pleno domingão dentro de casa e não conseguir é benção? Falou ainda que quando era do mundo morava ao lado de uma casa de show e se ele quis paz teve que se mudar de lá, outra pergunta...moro lá desde que nasci (tenho 33 anos), terei que me mudar por causa deles? Já agüentei essa barulheira por muito tempo e agora está mexendo com a minha saúde. O que posso fazer neste caso? Alguém me ajude por favor..."
[Leia a resposta]  
Olá, Bom dia ! Gostaria de pedir a ajuda de vcs para dar um alerta aos moradores do bairro Campo Belo/ Zona Sul de São Paulo. Mora na rua Barão de Jaceguai e tive meu carro arrombado e furtaram meus documentos além de rádio e outros pertences pessoas isso ocorreu no dia 2 de março de 2011. Hoje dia 29 de Março de 2011 tive novamente meu carro arrombado e furtaram a cadeirinha de transporte do meu filho e o manual do carro. Fora isso os usuários de carck estão por todo bairro nos intimidando e pedindo dinheiro. Se puderem divulgar este alerta agradeço ! Ana Paula Branco
[Leia a resposta]  
D.C., que mora em Perdizes, reclama que "Nos finais de semana , começa a revoada as 09:00Hs dos helicopteros que são sempre os mesmos ( 2 Robinson - 1 azul e 1 branco ). Passam bem baixo , rente aos predios e nos incomodam muito nos unicos dias que temos para descansar com a família. Conversei com outos moradores das Ruas Bartira, Apinagés. Caiubi e Cardoso de Almeida )e a reclamação é a mesma. Os helicopteros tem que procurar outras alternativas de voo nos finais de semana, por exemplo, nas marginais ou outras regiões onde não tem moradores. Devem ser helicopteros de escola ou turismo. Agradecemos a vossa ajuda na solução deste problema"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama que "há +/- 4 meses um morador de rua está vivendo neste endereço, onde durante o dia funciona a loja Polidão. De noite ele junta todas as tralhas dele e vai para a frente da loja por causa da cobertura e quando chega o outro dia, ele ajunta tudo e vai para a calçada do Cemitério de Campo Grande e fica dormindo o DIA TODO. Esse indivíduo está juntando muito lixo; o caminhão da prefeitura já passou no local, recolheu tudo que estava acumulado no local, até rato saiu do monte de lixo, mas o principal não levou, que é o morador de rua. Essa situação está incomodando bastante, pois nós que moramos na rua,pagamos nossos impostos, há muito tempo não vemos aquele lugar limpo. O pior é que outras pessoas estão seguindo o exemplo dele. Há também um casal de viciados que anda perambulando de noite por essa rua e durante o dia fica dormindo na calçada quase no final da Rua Monsenhor Alfredo com Rua Antonio Furlan. E estão no mesmo ritmo, espalhando lixo. Nós moradores desta rua já enviamos pedido a prefeitura para tomar providência mas até agora nada foi feito. O protocolo é 9865319. Nada temos contra as pessoas e o poder público tem que agir nestes casos".
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que "Há algumas semanas abriu uma lanchonete na Pindorama quase esquina com a Padre Anchieta em São Bernardo do Campo - Jordanopolis, e não é obedecido do horario de 22 horas para fechar é um barulho insuportavel pois os frequentadores gritam ate muito tarde. A Lei do silencio existe não ?"
[Leia a resposta]  
Elaine Cristina L.S, reclama do "atendimento do posto de saúde UBS Vila Borges.É muita desordem, eles marcam consulta para umas 10, 15 pessoas para o mesmo horário e o médico só chega depois de muito tempo. Hoje eu tinha consulta marcada com um pediatra, para o meu filho para as 8:00hrs e o médico só foi chegar as 9;00 hrs ai atende todos com pressa e dizendo que tinha que ir embora e ainda falando que não ia discutir comigo pq eu tinha depressão sendo que eu tive depressão na gravidez e ele não tem nada a ver c isso. Reclamei na recepção eles falaram que esse médico já esta no posto há 20 anos e q há 20 anos recebem reclamação dele e não podem fazer nada... Será que isso vai continuar por mais 20 anos??? Como pode ser Pediatra??? Fora que se qualquer pessoa ficar no posto de manhã vão ver como se comportam os funcionarios ...chegam a hora que quer, atendem a hora que quer..várias pessoas reclamando!"
[Leia a resposta]  
J.H.C.S diz que presume que "os moradores do Jardim Marajoara já estejam cansados da situação caótica que se enfrenta neste cruzamento. Devido à sinalização extremamente deficiente e à falta de educação da maioria dos motoristas, o acesso à R. Prof Guilherme Belfort Sabino fica completamente bloqueado em diversos momentos. Infelizmente, o problema não é mais exclusividade dos horários de pico. Muitos veículos, incluindo caminhões pesados, utilizam a Av. Sargento Geraldo Santana como via para sair da Marginal Pinheiros e acessar a Av. Interlagos e a Av.Yervant Kissajkian, continuação da Sargento após o cruzamento com a Interlagos. Contudo, o semáforo no cruzamento entre as três avenidas dá prioridade à Interlagos, que faz conexão com o Corredor Norte-Sul e a Marginal Pinheiros. Faz sentido, portanto, que passe mais tempo com o semáforo aberto. Contudo, há uma enorme valeta entre a Sargento e a Interlagos. Por isso, o escoamento é muito inferior ao ideal e os motoristas perdem muito tempo. A maioria, infelizmente, opta por cruzar com o sinal fechado (o mesmo ocorre com quem sai da Yervant), o que piora ainda mais o tráfego. Quem está distante ainda do cruzamento não entende a demora e insiste em ficar colado na traseira do carro à frente, com base na crença brasileira de que isso contribui para a fila andar mais rápido (o mesmo ocorre em supermercados, é tragicômico). Desatentos ou simplesmente alheios à sinalização, estes motoristas bloqueiam por completo a intersecção em T da Sargento Geraldo Santana com a R. Prof Guilherme Belfort Sabino, principal via de acesso às ruas residenciais da região. Forma-se trânsito tanto na pequena rua de acesso quanto no sentido Sabará da Av. Sargento Geraldo Santana. Com a passagem bloqueada, um carro que deseja fazer a conversão precisa parar e esperar o semáforo abrir (algo em torno de 3 minutos) para desbloquear a pista. Basta o trânsito fluir um pouco para a situação se restabelecer. A intersecção foi reformada recentemente, com uma sinalização diferente que indica UMA FAIXA em cada sentido e um espaço exclusivo para carros em conversão. A sinalização é amarela, ou seja, indica que a outra pista é para o sentido oposto e que HÁ APENAS UMA FAIXA EM CADA LADO. Desde muito antes na avenida, logo em frente ao posto de gasolina e ao colégio da região, os carros alinham-se em duas filas e sempre invadem a pista no sentido Sabará. Em três anos morando na região, vi apenas uma vez um agente da CET. Já solicitei a um vereador a instalação de semáforo no cruzamento, pois já passou da hora de haver respeito e controle na região. Contudo, nada aconteceu e continuamos perdendo até 10 minutos por dia neste caos."
[Leia a resposta]  
E.A.O. relata: "Moro em uma residência que é do meu sogro mais no fundo são outros donos e desde que a neta da senhora que mora no fundo comprou um carro começou o dilema. Ela estaciona em frente em casa todos os dias a guia é rebaixada e coloquei um aviso de proibido estacionar mais mesmo assim isso continua não me deixando entrar quando a chamo ela demora o tempo que ela quer e se vem visitas então dai tenho que deixa o carro na rua mesmo o dia todo o vidro do meu carro já foi até quebrado. Não aguento mais e queria saber o que devo fazer quais meus direitos obrigada e aguardo uma resposta."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora em Arivanduva reclama que "tem aparecido muitos ratos em varias casas dessa rua e desconfio que esse foco seja na casa de um morador, um mecanico. A esposa dele acumula muito entulho em sua casa, tudo que ela vê na rua leva pra casa, a garagem é cheia de entulho e acredito que nu fundo da casa seja ainda pior. Os ratos, antes só apareciam de noite, mas agora aparecem tbm de dia e até com filhotes ja vimos em nossas casas. Queria que fosse tomada alguma providencia antes que a situação fique ainda pior."
[Leia a resposta]  
Alex E. S. relata que "Na noite deste Sábado (19/03)estava com a minha familia e resolvemos pedir uma pizza na PIZZARIA CROCANTE situada na Avenida do Anastacio, 1603 City América sendo a pior coisa que poderia fazer. O horario do pedido foi as 21:00 horas com a previsão de entrega até as 22:10 horas, pois bem as 22:15 horas entrei em contato e atendente me passou que estava aguardando um motoqueiro devido estar sem mas que a pizza estava pronta que demoraria em torno de 15 minutos. As 22:40 horas liguei novamente com a finalidade de cancelar, pois estavamos com fome com uma criança de 05 anos chorando e atendente me disse super mal educada que estava na rua. Resumindo, a bendita pizza chegou as 23:15 horas, 2 hora e quinze minutos posterior ao pedido, Esse aqui é um recado para clientes daquela região pedir em outra pizzaria, já que o atendimento aos sabados desta empresa é pessimo, pois estão com muitos pedidos e mesmo assim pegam mais para não perder dinheiro, TOTAL FALTA DE RESPEITO COM SEUS CLIENTES!!"
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que há "2 Carros Fuscas abandonados na Rua Dias de Toledo altura do num 100, essa rua e uma travessa da rua carneiro da cunha, bem próximo a Av Jabaquara, no Bairro da Saúde"
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo reclama: "Na semana passada,minha esposa estava saindo com o carro da garagem, quando foi surpeendida por um outro veículo entrando pelo portão. O carro que estava na rua e ia entrar no prédio, não podia dar ré, pois havia um caminhão muito próximo. Minha esposa resolveu dar ré com nosso carro, mas o portão do prédio começou a fechar e bateu no nosso carro, danificando a lateral e o para choque traseiro. Quando ela conseguiu tirar o carro, foi ao porteiro questionar o porque dele não segurar o portão, evitando assim, que o portão batesse em nosso carro. Ele alegou que o portão fecha automaticamente em 15 segundos e que ele não tem como controlar. Isso não é verdade, pois quando existe uma mudança, ou alguém entra e/ou sai de bicicleta, o portão fica aberto por vários minutos e aberto pela metade. No dia seguinte quando fomos conversar com o zelador, o porteiro havia passado outra informação ao mesmo, dizendo que ficou berrando da janela da portaria, dizendo que o portão ia fechar. Mesmo que isso tivesse acontecido, o que não foi dito pelo mesmo no momento que minha esposa o questionou, a distância da portaria e da garagem são vários metros e a janela do carro estava fechada, portanto, sua “tentativa” de evitar a colisão, foi totalmente inútil. Além disso, não existe uma placa informando aos moradores que o portão tem apenas 15 segundos entre ele abrir e fechar, nem um controle para os moradores, nem um sensor para verificar que existe um carro passando pelo portão. Se por ventura na hora que estiver saindo com o carro, passar na frente um idoso ou alguém com dificuldade de locomoção, vou ter que esperar a pessoa por 14 segundos, visto o sensor que afirmam existir no portão, ou passo por cima das pessoas ? O condomínio e sua administradora, Lello, afirmam que não são responsáveis pelo que aconteceu e que os gastos devem ser arcados por nós. Gostaria de um auxílio, saber se realmente o condomínio e administradora estão corretos, ou se ambos são responsáveis pelo incidente."
[Leia a resposta]  
J.B. relata: "moro num lugar á 11 anos, e desde 2007 não tenho paz, pois mudaram um pessoal pra casa dos fundos, que são mal educados, briguentos, eles tem 2 filhos, um está preso e o outro é uma peste procura confusão, é só me ver me provoca, ele tem mais ou menos uns 14, 15 anos,ando muito irritada, stressada, os pais são uns folgados. O pai é um cachaceiro pertubado... a mãe também não vale nada, não limpa o corredor que dá acesso a casa deles e a minha, eu que tenho que limpar, e ainda limpa o quintal dela e joga a água pro corredor e a água fica na minha porta e ela não seca. A água da gente é conjunta eles só pagam com aviso de corte, ou seja sempre atrasada, pra piorar eles moram em 3 comodos e ainda trazem um monte de crianças, e maloqueiros pra se hospedarem na casa deles e é um corre, corre no corredor e aí é um inferno, vira e mexe eles fazem gatos de luz a eletropaulo já levou até o relogio, e nós ficamos constrangidos, pois os vizinhos acham que é agente. Eles também depredam a casa, já quebraram o portão de acesso que é de vidro, já trocamos 2 vezes. não sei mais o que fazer devo procurar a imobiliaria preciso de orientação. Me ajudem!"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Uma moradora do Capão Redondo reclama que os moradores de um cúbiculo no bairro "ligam o som do carro muito alto nos finais de semana (à tarde, principalmente) tornando a vida um inferno. Falar com eles nem pensar... Aqui o lugar é perigoso e não sei quem são mas se fossem pessoas de bem não agiriam assim, desrespeitando o próximo. Chamar a polícia, já pensei. Mas e se eles falarem quem está reclamando do barulho? Com tanta violência gratuita por aí... Como devo proceder? Aqui sempre foi um lugar ruim mas tem piorado consideravelmente pois a favelização (não favelas propriamente ditas mas pessoas com hábitos favelados) está crescendo e ocupando tudo..."
[Leia a resposta]  
R.H.C. relata que na rua Cabo Eduardo Alegre "Temos um vizinho que vive em condições subumanas, não tem agua, não tem luz, convive com três cachorros dentro da casa (o qual nunca vimos ele passear com ele, vive sozinho, o interior da casa dele não tem acabamento e moveis (relatado pela PM na última vez que chamamos), e todas as noites, madrugadas e dias a qualquer momento ele fica gritando falando palavras de baixo calão, não aguentamos mais. O problema maior aconteceu esta semana onde centenas de ratos se proliferarão na residência e se espalharam na rua. Precisamos de providências urgentes."
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora, que mora no Campo Limpo, diz: "Pessoal, gostaria de comentar com vocês o meu descontentamento com este bairro, a iluminação pública é precária e fora os diversos relatos de assalto e violência cometidos no mesmo, moro a 04 anos e e já perdi as contas da quantidade de assaltos sofridos pelos vizinhos.E o mais entristecedor é que não se vê policiamento na região. Nas ruas ficam carros aparentemente abandonados com placas de outros Estados o que nos leva a crer que são utilizados para uma finalidade não muito boa! O que pode ser feito para mudar isso? no caso da iluminação já abri abri um chamado no ligue luz e no que diz respeito a segurança e a questão dos carros estranhos que são deixados nas ruas? Aguaro contato, se todos fizessem ao menos um pouco a realidade de bairros tão violentos e esquecidos pelas autoridades seria diferente...Fala sério? Que País é esse?? Obrigada pelo desabafo!!!"
[Leia a resposta]  
Uma leitora informa que na Rua Pedro Amaral há um vizinho "que vende queijo na rua sem data de validade,ele traz de Minas Gerais e é produto caseiro,dentro de uma caixa de isopor, sem as minima condições de higiene. Sua casa é suja, com cachorros dentro de casa e tem muitos ratos e baratas na casa. E também que utiliza a garagem de sua casa como oficina mecanica,sem pagar a taxa de licença. Trabalha nesse ramo há mais de vinte anos e são espertos para enganar a fiscalização. São inquilinos da casa,e o dono esta pedindo a casa devido estar muito precária, mas eles não querem sair devido os lucros que obtem do lugar. Já fiz uma denuncia anonima por telefone na prefeitura sem nenhum resultado,mas não tenho mais o protocolo. Denuncio por não achar justo o mal caratismo de certas pessoas, que por dinheiro fazem qq coisa."
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail.
Laercio de Souza Faria reclama que "A construção de um novo edifício da Concessionária Volkswagen Faria Veículos (NR: na Av. Rio Branco esquina com Al. Ribeiro da Silva), vem produzindo ruídos excessivos que perturbam o descanso nos finais de semana e feriados dos moradores da vizinhança. O ruído é proveniente da utilização ininterrupta de marretas, serra, lixadeiras, soldas, etc., que se amplifica através da estrutura metálica do edifício em construção. Ocasionalmente existe a utilização de martelete pneumático para serviços ao nível do pavimento térreo. Além disso, as ferramentas elétricas provavelmente são alimentadas por geradores a diesel, que não geram ruído perceptível, mas produzem fumaça durante todo o tempo de atividade. Segundo informações fornecidas pelos responsáveis pela obra, e para surpresa dos moradores, a construtora tem alvará emitido pela prefeitura que lhes permite atividade entre às 7:00 e 20:00h, de segunda a segunda, inclusive feriados. Devido a esse ininterrupto regime de trabalho, nos níveis e natureza dos ruídos gerados, os moradores da vizinhança deixam de contar com os finais de semana e feriados para poder descansar. Já fiz 4 queixas ao PSIU, através dos protocolos número 9839963, 9839987, 9857493, 9870962, solicitando medição mas ainda aguardo resposta. A quem mais posso recorrer para resolver esse problema? É possível a prefeitura autorizar emissão de ruído aos finais de semana?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia: "No cruzamento da Rua Conselheiro Rodrigues Alves com a Rua Domingos de Morais todos todos os dias a partir das 22h, quando ja não tem fiscalização, ficam duas pessoas uma em cada esquina, com carrinho vendendo yakisoba, sujando as esquinas de óleo, mau cheiro, sujeiras infindas rodeados de mendigos e pessoas comprando esta porcaria, nós que moramos neste local temos que aguentar o cheiro de óleo requentado umas mil vezes exalando mau cheiro por toda rua. Gostaria que a Prefeitura tomasse providencia, pois o horario é muito perigoso e já tentaram assaltar uns amigos. Pagamos IPTU, IPVA, para podermos circular a qualquer hora e não temos esse direito, até quando esse Kassab e esse vice-prefeito ficarão na moita....favor fazer alguma coisa que presta."
[Leia a resposta]  
Roberto N., que mora no Brooklin, reclama: "Gente, pelo amor de Deus, o que está acontecendo com as casas do bairro ? Acabei de passar na esquina da Michigan x nova Iorque, estão demolindo 15 casas para erguer 2 torres gigantes!!! Esse prefeito incompetente, simplesmente não pensou em quem mora em casa e quer tranquilidade e liberou a construção de prédios em qq lugar. E as nossas vidas, os nosso passeios, os nossos cães? Serão esmagados pelos idiotas que vivem e apto e se acharão donos do bairro, já que pagarão uma fortuna em um cubículo de apto. Muito triste ver tudo isso se acabando em nome de um prefeito idiota de um partido estupido e um dos maiores incompetentes que já assumiram a vida pública em SP, nos resta lamentar muito e aguardar os quarteirões de congestionamentos, trafego pesado e muita confusão, e só sentiremos saudades de caminhar com nossos cães pelo bairro, lamentável, KASSAB EU TE ODEIO !"
Milton diz: "chamei a policia por causa de um som muito alto tentei falar com o vizinho mas ele não me deu atenção, a policia ao chegar no local e ele não atender os policiais, eles podem entrar na casa e levar ele para delegacia, explique dentro do código penal, muito obrigado."
[Leia a resposta]  
Nicia Ramires Ribeiro diz que "as quintas-feiras há feira livre na Rua da Paz (Chácara Santo Antonio, Santo Amaro) e ao término, quando os feirantes deveriam limpar o lixo de cada barraca, isso não é feito ou é mal feito. Assim resta muito lixo e quando o caminhão de água passa para lavar nos deparamos com outro absurdo. Os funcionários da Prefeitura lavam a rua com um jato muito forte, jogando todo o lixo nas calçadas, desrespeitando os pedestres, casas e estabelecimentos. Nada adianta reclamar, pois são mal educados e miram o jato em suas pernas. Peço ajuda na solução deste problema."
[Leia a resposta]  
Nicia Ramires Ribeiro reclama: "Costumo caminhar todos os dias com meu cachorro pelo bairro Chácara Santo Antonio e sou obrigada a andar com o saquinho de fezes e jogar no lixo de casa, pois não há lixeiras pelo bairro. A quantidade de lixeiras é insuficiente e as que existem estão quebradas. O bairro está sujo. Peço sua interferência junto à Sub prefeitura para que analisem esta situação e corrijam. Obrigada."
[Leia a resposta]  
M.C.P. reclama do CEU Casablanca: "fiz inscrição no curso de hidroginástica e após duas semanas sem aula, consegui finalmente ter a minha primeira aula na piscina, mas tal foi meu espanto ao ser notificada que não havia chuveiros quentes para um banho após o término da aula. Achei um absurdo e um total desinteresse e desrespeito pelas pessoas que frequentam o local, muitos idosos que estão na terceira idade. Fui até a coordenação do local e fui informada que a coordenadora havia saido em férias, mas este problema já vem desde o ano passado. Quero uma solução das autoridades responsáveis, existe o estatuto dos idosos e eu acho bom começarem a dar direito a quem já contribuiu em muito para este país. Não é so um banho quente é cidadania, respeito, legitimar os direitos que as pessoas tem e lutaram para conquista-los. Conto com voces para dar uma solução a este problema."
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Moro em um imóvel que possui um corredor que leva para seis apartamentos. O imóvel é alugado e não oferece nenhum benefício, no portão de entrada possui campainhas destinadas a cada apartamento, mas só duas funcionam, o prédio tem necessidades de reparos e pintura, pois está em péssimo estado de conservação, já fiz solicitação para a administradora do imóvel que entrasse em contato com o proprietário para solucionar os problemas existentes, mas não houve nenhuma resposta. Pergunto: o que se deve fazer para que o proprietário cumpra o seu papel perante os inquilinos."
[Leia a resposta]  
T.G. relata: "Meu vizinho viajou, e deve ter deixado alguma coisa estragada dentro do apartamento, porque virou um criadouro de baratas. As baratas saem pela porta da frente dele e entram pela minha porta da frente, aos montes. Não consigo me livrar delas, estou gastando um tubo de veneno por dia para combatê-las e não me livro delas. Não sei o que fazer. Onde devo denunciar? Devo registrar um BO?"
[Leia a resposta]  
R.D.V.S reclama que "Praticamente uma vez por semana (já chegaram a ser duas), um cidadao que fica no posto de gasolina Esso (Av. Jaguaré x Av. Miguel Frias e Vasconcelos) costuma ligar o som de seu carro (sempre por volta das 2-3 da manha) e coloca som de funk no carro. O som é ensurdecedor!! Realmente parece que está vindo do vizinho. O que é possível fazer?"
[Leia a resposta]  
Eliane F. B. reclama que "Ha dias caíram 2 postes da Eletropaulo no Parque Jacques Cousteau (Socorro), foram trocados, mas os postes quebrados ficaram caídos na calcada atrapalhando as pessoas que caminham naquela parque."
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia: "Sou mãe de dois alunos desta escola, que por ventura vieram de transferencia de outra escola por mudança de endereço. Como os levo e os busco na escola vejo todos os problemas que acontecem do lado de fora e tenho informaçoes de algumas coisa que acontecem no interior da escola, meus filhos já foram agredidos na escola. Hoje presenciamos quatro brigas no portão da escola, uma com ameaça de morte. Entrei na escola e avisei mas o funcionário alegou que do lado de fora eles não podem fazer nada.apesar Apesar que os inspetores desta escola não cuidam nem do lado de dentro, estou denunciando porque tenho medo do pior. Peço uma providência."
[Leia a resposta]  
Fermanda M.S: relata: "Ingressei na instituição por meio de transferência, fui certificada pela coordenação que estava dispensada da disciplina Sociologia da Educação. Um ano depois, fui notificada que a disciplina Sociologia da Educação está como a cursar em meu histórico. Passei meu caso para o coordenador Jefferson, ele me explicou o que ocorreu dizendo que a coordenação anterior havia me dispensado, mas a secretária não. Só fui obter uma resposta de como faria pra concluir essa disciplina quando o semestre já havia terminado. Em uma de nossas conversas foi cogitado a possibilidade de fazer essa disciplina sem custo algum, mas teria que ser em turma regular. Não havendo possibilidade da minha parte de cursar Sociologia da Educação nessas condições, o coordenador Jefferson me orientou a solicitar essa matéria em turma especial. No entanto terei que pagar R$ 129, 36, sendo que ouve um erro por parte da instituição, pois quando ingressei paguei a mensalidade completa do curso mesmo sendo dispensada de outras disciplinas, ficando com dois dias ociosos podendo ter cursado essa disciplina. Como vou pagar por um erro da instituição?"
[Leia a resposta]  
Francisco L.L. reclama: "estou morando na Rua Luis Antonio Sobral (Mandaqui) já há 3 anos e desde que cheguei estou tendo problema com a Sabesp, pois pagamos todas as nossa contas de água e esgoto só que todos os fins de semana falta água, todos sem exceção e quando a água volta como a minha casa fica do lado mais alto da rua antes que ela chegue na torneira vem todo o ar da tubulação e o relógio da água dispara igual a um cronômetro, estou vendo que estou pagando água,esgoto e ar. Quanto ao esgoto dizem os vizinhos que não há rede de esgoto da Sabesp nesta rua inteira sendo que na minha casa a rede não chega e o esgoto é desviado para o lado de trás da casa onde existe um escadão e a população improvisou uma rede de esgoto por conta própria e como a tubulação colocada é de no máximo 6 polegadas não atende a todos muitas vezes intupindo e tendo os moradores que quebrar suas residências para sanar o problema. Se pagamos água e esgoto creio que temos direito a água e a esgoto decente. Agradeço a oportunidade e aguardo resposta.
[Leia a resposta]  
Um leitor diz que na Rua Brigadeiro Galvão, na Barra Funda, "há um bar que em plena luz do dia o proprietário fornece drogas. Polícia passa lá e anda faz. Minha ex-mulher todos os dias vem pegar meus filhos de 12 e 10 anos e eles presenciam os caras saíram sempre com drogas na maior cara de pau. O lugar também vira e mexe tem carro estacionado e o som roubado. Minha ex-mulher já foi vítima de um ladrão. O lugar que tem uma faculdade na mesma rua deveria ter maior controle e fiscalização da polícia, mas provavelmente tem gente da polícia que ganha algo porque o bar não fecha. Toda a vizinhança começa a ficar com medo porque onde tem traficante tem gente barra pesada. E acho que antes que Sampa fique como o Rio, está na hora de fechar um estabelecimento como esse. Basta chegar como usuário e prender o dono. Tenho certeza que leva menos de 10 minutos".
[Leia a resposta]  
A.P. relata: "Hoje presenciei perto de minha residência, na esquina da Rua Zara com a Rua Iapó, já na Marginal Tietê (Casa Verder) um carroceiro carregando em seu carrinho um móvel, câmaras de pneu velhos e madeiras pobres. O cara, em plena luz do dia, jogava o lixo que ele provavelmente recebeu dinheiro para tirar da casa de alguém lá, no muro perto da pracinha que dá na marginal. Fiquei indignada, pois estava passando de carro! O carro estava trêbado e jogando o lixo na calçada. Eu acho que deve ter fiscalização para carroceiros porque muitos tiram dinheiro para limpar o quintal alheio e jogam em nossas portas. Quando a enchente vem, os maiores prejudicados são os moradores que moram perto de praças como a que tem perto da minha casa. Será que não há fiscais para registrar essa pouca vergonha e falta de civilidade? A Prefeitura tem de estar mais atenta a esse problema urbano e a essas pessoas que muitas delas são honestas e trabalham limpando a cidade mas outras são como esse cara que eu vi hoje, folgado e nada civilizado."
[Leia a resposta]  
S.P.O. reclama: "Recentemente nossa rua foi asfaltada e os motoristas e motociclistas estao achando que nossa rua virou pista de corrida, ja inclusive tendo havido alguns acidentes. Estamos tentando junto ao orgao competente a colocação de quebra molas no local, para isso fizemos um abaixo assinado. Gostaria de saber quantas assinaturas sao necessarias para validar o abaixo assinado?"
[Leia a resposta]  
senhores, estou tentando fazer o passeio turistico p/ paranapiacaba, em junho.Ligo todos os dias de manha e a tarde, enclusive na ultima esxta feira.Qual foi minha surpresa, quando fui enformada que ja estava enserrada,e que sobraram 3 engessos, semdo que preciso de 32 lugares, .Somos de um club da prefeitura da Vila Guarani,aamaioria da terceira idade. Ja estou com o dinheiro ,pelo geito terei que devolver, poie esta dificil consequir concretizar nosso sonho.Ficarei grata se me derem uma resposta ,endicando-me como devo fazer p/ conseguir faser esse passeio .obrigada. ILA DA GUIA LOBO
[Leia a resposta]  
Atendimento telefônico do site www.compracerta.com.br, telefone 4004 21 22 nos deixam em espera mais de 20 minutos (22/02/2011 10h26 inicio de minha ligação, desliguei o telefone as 10h45 sem ter sido atendida e só ouvindo musica)... Sei que existe uma lei sobre atendimento e gostaria de saber como fazer para reclamar quanto a este descaso.
[Leia a resposta]  
A.S.G. que mora na Rua Ricardo Lunardelli, Chácara Santo Antonio (Santo Amaro) reclama: "Na minha calçada tem um bueiro de água pluviais e nele está despejada uma água fétida, que acredito seja vazamento de fossa, sim ainda existe. Esta água corre pela guia desta rua dia e noite constantemente e causa este fedor insuportável no bueiro em frente minha casa, isto ocorre hà muitos anos e a Prefeitura apenas limpa os bueiros, mas esta agua fétida continua a correr pela guia. Todos temos enjoo e dor de cabeça porque o cheiro é insuportável".
A leitora informou que o Supervisor Técnico de Obras da subprefeitura de Santo Amaro vistoriou o local e imediatamente ligou para a Sabesp solicitando uma vistoria.
Uma leitora denuncia que "há menos de 2 anos mudaram uns vizinhos aqui na rua que a cada 15 dias promovem festas insuportaveis de tão barulhentas, c/ direito a DJs. Começam sempre depois das 24:00 e vão até amanhecer. O pior é que são tantos convidados, que estacionam os carros na frente do meu portão e dos outros vizinhos, sendo que várias vezes não conseguimos entrar ou sair de casa, ora por causa dos carros, ora pelas pessoas que ficam usando drogas ou álcool no meu portão ou como já presenciei, fazem xixi e vomitam no meu portão.É uma rua residencial, moro aqui há mais de 20 anos, o que antes era sossegado por ser uma ladeira imensa, agora virou a sucursal do inferno. Tem finais de semana que conto quase 30 carros parados. E vários aglomerados de pessoas drogadas sentadas em frente meu portão.Como se não bastasse, ainda ligam o som carro numa altura insuportável c/ aquele "tum, tum tum " que faz minha casa tremer. Já liguei pra 190, milhões de vezes, assim como alguns vizinhos, mas não fazem nada e chega uma hora que nos tratam c/ descaso, falando que já foram feitas reclamações. Nunca foram passadas nº de protocolos. Essas pessoas devem ter algum respaldo, porque se acham acima de qualquer lei.POr favor, me ajudem !!!"
[Leia a resposta]  
Maria Inês, que mora no Mandaqui, afirmar que a 'Eletropaulo age de á-fé de forma truculenta e arbitrária, contrariando a resolução da aneel 456/00 artigo 91 inciso ii, bem como, a Constituição Federal e suas prerrogativas. Efetua corte de energia ao consumidor por um erro da própria Eletropaulo, sendo que a conta estava em débito automático pelo Banco do Brasil que também é responsável solidário. Seus funcionários agiram com truculência, grosseria e brutalidade, que quase quebrou o relogio medidor de energia, devem ser punidos pelo ato tão vil. E a empresa deverá ressarcir moralmente os consumidores, por tais fatos ocorridos. Humilhando o consumidor, por um erro seu. Temos que colher assinaturas em São Paulo, de todas as pessoas que tem tido problemas com esta empresa Eletropaulo, e levar ao Ministério para abertura de ação civil pública, ação difusa, com abertura de queixa-crime, para que puna severamente este órgão permissionário que deveria tratar os consumidores com respeito e prestando um serviço decente".
Roberta G., que mora no Alto da Boa Vista, reclama: "meu vizinho costuma jogar toco de charuto, cigarro e agora caroço de manga, em cima de uma cobertura que cobre uma parte de lazer da minha casa. Já pedi para parar, pois minha casa não é lixeira. Mas continuam a jogar o lixo. O que devo fazer?? Já ameacei em chamar a policia, mas não adiantou.Por favor me ajudem. Não aguento tamanha falta de educação"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Uma leitora reclama da Escola Adventista localizada à rua José dos Santos Jr, 41 (Brooklin): "Das 11:30 até às 13hs de segunda à sexta eles falam muitas vezes os nomes de cada aluno no microfone para chamá-los; e os alunos, claro nem escutam mais. Isso se repete das 16:30 até às 7 hs e um pouco mais. isto de 15 em 15 minutos tocam uma musiquinha chata, não sei para que. Atormentam toda a vizinhança sem o menor pudor. Ano passado tiraram uma rede que envolvia a escola e fizeram um muro imenso, que segundo eles seria uma quadra coberta mas não cobriram, portanto, quase todo dia, caem bolas e vem alunos chatinhos pedi-las de volta. Este muro, pasmem, tem janelas. vejam que interessante. Adivinha para onde dão as janelonas do muro? Para meu quintal. Quando as fizeram disseram que poriam vidros e não fizeram isso. É proibido. E daí­? Tem fiscalização".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Olá, meu vizinho tem uma criança q quase todo dia fica berrando na frente do portão da sua casa chamando o pai, ou chorando muito alto (birra) ou entra no carro do mesmo e fica apertando a buzina por mais de meia hora, acordando toda a vizinhança. não quero entrar em contato com ele.mas gostaria que desse um jeito de parar, afinal isso começa la por 8 horas da manhã e as vezes demora mais de uma hora nesse problema todo. Eu eu trabalho até tarde então preciso dormir poxa, não é possível que eles não percebam que isso afeta não só a mim. O que posso fazer sem entrar em atrito com meu vizinho?? Obrigada pela ajuda"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora em Campo Grande relata: "Temos um vizinho que é viciado em drogas, trabalha inclusive como "mula" e mantém um pitbul no quintal da casa para intimidar as pessoas de sua família que querem entrar lá, bem como a vizinhança que passa por seu portão. O cachorro já mordeu a carteira de nossa rua, e na semana passada mordeu a mãe do viciado. Ela foi à delegacia fazer BO mas pouco ou nenhum efeito surtiu. Na última 6ª feira ele se acidentou com a moto dele e hoje voltou para casa, já furioso com todo mundo.Gostaria de saber efetivamente o que pode ser feito para que o viciado e o pitbul sejam retirados daqui. Grata."
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "De frente minha casa funciona uma academia de musculação,e todos os dias minha calçada ficava repleta de bicicletas e motos e em outros horários carros também. É preferível por eles fazer badernas na frente de minha casa por oferecer sombra. Muitas vezes ficava difícil o trânsito entrar e sair de casa. Um outro dia meu sogro reclamou com um deles e foi agredido verbalmente, o mesmo passou mau e faleceu por motivo cardíaco. Então fui na delegacia próxima e solicitei um BO, o acordo entre eu o delegado e o dono da academia foi: "Dono da academia, providenciar estacionamento para seus clientes que não seja na frente da casa do requerente, e avise aos mesmos que não pode estacionar veículos e até mesmo sentar na frente da casa em questão". Bem diminuiu as bicicletas, mais ainda tem carros e motos atrapalhando o meu espaço, o ir e vir de meus clientes. Tenho um ponto comercial. Já passei vários momentos difíceis, por que os mesmos que malham lá, debocham quando peço pra tirar o veículo, em um desse dias chamei o Honda que atendeu prontamente e ordenou ao dono a retirada do veículo. Não aguento mais e não sei onde fazer valer meu direito de cidadã. Quero respeito pelo menos na frente de minha casa, é pedir muito?Aguardo uma orientação via e-mail.
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Michele C. relata: "Meu empreendimento foi atrasado e posteriormente cancelado. era o Fit Vila Aaugusta, fui tratada com desrespeito e procurei a justiça, acionando tanto a Tenda como a Gafisa (que comprou a Tenda). Meu processo durou um pouco mais de 1 ano , mas nesse ano de 2011 saiu minha sentença – receber de volta todo o dinheiro pago em dobro mais 30 mil de danos morais. Relutei muito antes de entrar na justiça, mas acho que fiz certo e recomendo a todos que busquem seus direitos. quem, quiser qualquer informação sobre meu processo, meus advogados – www. Baggioadvocacia. Adv. Br , custos (menos do que eu imaginava) etc, podem me escrever : mcastilho9@gmail.com também estamos juntos no blog www. Obraatrasada. Blogspot. Com participe conosco e nao deixe que outros clientes sejam enganados "
Um leitor reclama: "Todos os domingos e uma farra na frente da minha casa mais especifico na calcada. Carro com som no maximo consumo de alcool brigas ate altas horas da madrugada. Esse pessoal anda armado(fogo), estão drogados, a gente fica com receio de reclamar. Eu e minha familia ja nao aguentamos mais. O QUE FAZER????"
[Leia a resposta]  
G.C.N.F. diz que "No dia 08/02/2011 percebemos um enorme buraco que formou-se por baixo do asfalto proveniente das ultimas chuvaas [Av. Hungria, 40, Parque Europa, Guarapiranga],a minha preocupação que o asfalto ceda causando acidentes alem disto podendo causar danos a minha residencia e do meu visinho. Solicito a presença de equipe para solucionar este problema. Antecipo meus agradecimentos."
[Leia a resposta]  
R.A.A denuncia "Descaso da Sabesp, dá até uma boa reportagem, em frente ao nº76 da mencionada rua existe um grande vazamento de esgoto,que a sabesp depois de muita reclamação veio e abriu um enorme burado tipo 8,00x2,00x2,00 fez uma grande sujeira e foi embora,alhuns dias depois o vazamento continuou,e fica ao lado da Escola TerraMar, aonde transitam muitas crianças, reclamei e no dia seguinte veio um motoqueiro com uma picareta amarrada na mesma e bateu á minha porta, (parece piada),mostrei o que estava ocorrendo,e me disse,somos terceirizados,vou comunicar á sabesp e daqui a pouco vem um caminhão resolver o problema,isto foi nas primeiras horas da manhã,e no fim da tarde realmente veio um caminhão tanque olhou,olhou,foram até a esquina c/av.interlagos, aonde deve estar o sério problema de entupimento,e foram embora, este problema já persiste há tempos, e, não se faz nada."
[Leia a resposta]  
José Paulo Brancaleone reclama das "constantes enchentes" que ocorrem na rua Barra do Parateca, entre a Av. do Café e a Rua Domingos de Santa Maria. Diz o leitor: "Já reclamei à sub-prefeitura do Jabaquara, Ouvidoria, organizei abaixo assinado, que foi entregue na Câmara de Vereadores, cujo nome prefiro não divulgar, enfim, não sei qual o próximo passo devo tomar. Todo problema é causado pela simples inexistência de rede para captação de águas pluviais. A sub-prefeitura alega que para resolver o problema seria necessário desapropriar dois imóveis porém, em conversa informal com um engenheiro que fez uma obra uma rua acima da Barra do Parateca, o mesmo disse, de pronto, que o problema não seria difícil de resolver. Ocorre que existem várias ruas como Av. do Café, Rua Abrão Miguel do Carmo e Av. Diederichsen entre outras, que não possuem boca lobo e toda água desemboca em nossa rua, onde possui apenas uma boca de lobo para captação de toda água. Em uma das chuvas no final de 2010 tivemos um morador que teve a casa invadida, perdendo todos os móveis e outros pertences, além de 4 carros danificados pelas águas. Depois de ter reclamado pela segunda vez na Ouvidoria, o orgão enviou ofícios à SIURB, e sub-prefeitura do Jabaquara, onde as respostas foram as seguintes: Siurb-Ofício 712/SIURG.G/2010 - Informamos que não dispomos de projeto de drenagem para a Rua Barra do Parateca e entorno, e não consta da atual programação da nossa Secretaria a elaboração do seu projeto para o corrente exercício.
Sub-Prefeitura do Jabaquara:
Do Ofício nº 005800/2010
Protocolo O.G. nº 004170/2010
Reiteramos a informação anteriormente dada que a obra na Rua Barra do Parateca é de grande porte, necessita inclusive de desapropriação. Com relação a obra executada na Av. Leonardo da Vince (essa questionada por mim em reclamação anterior), a mesma não foi realizada pela sub-prefeitura e sim pela SIURB, isso após inúmeras solicitações. As obras em redes coletoras de esgoto são executadas pela SABESP e não pela prefeitura.
Ora, eu em nenhum momento citei esgoto em minhas solicitações e se a obra foi feita pela SIURB então porque a referida sub-prefeitura não fez a devida solicitação aos nossos pedidos? Para piorar ainda diz em Ofício que só foram feitas as obras na Leonardo da Vinci depois de MUITAS RECLAMAÇÕES.
Em resposta da Ouvidoria, conforme Ofício Carta 004288/2010-A - Protocolo O.G. 004170/2010, a mesma sugere que "EU" verifique se existem projetos da SABESP para o local. Sendo assim não entendi mais nada pois, se não pedi esgoto, pedi captação de águas pluviais, devo recorrer a quem.
Desculpem se o problema não foi bem especificado mas, coloco-me à disposição para maiores esclarecimentos que se façam necessários.
[Leia a resposta]  
L.M reclama: "A rua do Terminal Santo Amaro (Padre José Maria) próximo à estação do Metrô e do trem Santo Amaro próximo a Marginal está virando um lixão, cheia de copos, garrafas, etc, isto devido a crescente número de ambulantes vendendo suco natural, canjica, churrasco, etc. Graças a Deus a PMSP varre o local, mas por falta de fiscalização destes ambulantes que começam o dia as 5:30 hs o local esta cada vez pior e crescendo o número de vendedores. A PMSP deve colocar os fiscais e a vigilância sanitária na rua para começar a recolher estes produtos e inibir a venda. É uma vergonha, prolifera ratos e nosso dinheiro vai para o ralo e pagamos muito imposto. Estes vendedores não pagam nada só sujam".
Resposta: O Coordenador de Planejamento e Desenvolvimento Urbano da Subprefeitura de Santo Amaro informa que no dia 18 de fevereiro de 2011 foi "Realizada operação pela equipe de apreensão na manhã de hoje, sendo apreendidos 30 (trinta) sacos de materiais diversos e 04 (quatro) caixas de laranja."
Um leitor afirma que na Av Nove de Julho, 2000, em frente à GV, "Um vazamento de esgoto correndo a céu aberto a mais de um mês, mau cheiro e com a passagem de carros o mesmo e espirrado nas pessoas que lá passam, lembram que existe 2 hospitais no local e tambem paradas de onibus nas ilhas da avenida".
[Leia a resposta]  
Alex "Gostaria de registrar minha reclamação ou até mesmo orientação para quem acompanha esse site sobre o Mc Donalds da Avenida Mutinga ao lado do Supermercado Carrefour, pois o mesmo tem funcionarios mal educados e a sujeira daquele lugar deixa qualquer um com nauseas. No ultimo dia 06/02/2011 estive com minha esposa e filho para fazer um lanche, encontrei paredes sujas, banheiro parecido com rodoviaria e o chão com agua onde as pessoas pisavam e espalhavam aquelas marcas de sapatos para o resto do estabelecimento. Chamei atenção do gerente que estava no horario naquele local e desculpa era que estava faltando funcionarios por isso de não manter o lugar limpo e sendo expresso de maneira hostil. Acho necessario uma fiscalização da Vigilancia Sanitaria neste local, pois do jeito que está é muito perigoso e as pessoas que frequentam esse local, observar mais para ver se tudo que estou falando está certo. Favor não frequente mais esse ambiente é PREJUDCIAL A SAUDE."
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora em um prédio no Artur Alvim diz que "muitos moradores ou são ignorantes ou burros!!!! Com essa temporada de dengue que anda pelo país, ainda tem gente que se acha imune às doenças... esses mesmos moradores, deixam plantas em potes do lado de fora de seus apartamentos, e em baixo desses potes, pratos e adivinha o que tem nos pratos!!!! Isso mesmo, água!!!! Todos os dias a mesma coisa!!!! Já reclamei com a síndica, mas nada aconteceu!!!! Mera coincidência, mas na porta do apartamento dela também tem um vaso, com um prato, com água!!! O que essas pessoas tem na cabeça!!! Precisamos nos previnir, não ajudar o mosquito a se proliferar!!!!"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail.
Uma leitora diz que "Na esquina da Rua Leite de Moraes x Av Cruzeiro do Sul (antigo Bingo Santana) lá virou um depósito de lixo e também serve de abrigo para moradores de rua , e o pior é que pela manhã sempre quando estou no ponto final ônibus metro JABAQUARA o cheiro é insuportãvel hoje pela manhã registrei uma foto da quantidade de lixo que havia no local , e mais o cheiro forte é proveniente dos moradores de rua que fazem as necessidades ali mesmo, a prefeitura tem que dar um jeito nisso, pois a população Não é obrigada a ficar sentindo este cheiro horrivel , quando esperamos o ônibua para ir ao trabalho, já Não basta ficarmos horas no trânsito e temos que ainda passar mal com o cheiro. NINGUÉM MERECE".
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "Estamos sem dormir e com a saude abalada devido a sirene do guarda noturno que toca insistentemente em volume altíssimo. Já falamos com os mesmos, nao fomos atendidos. Como desaforo eles estão fazendo ainda pior. Respondem que alguns vizinhos exigem ouvir o som da sirene. Mas na minha rua ninguém mais paga esses desrepeitosos! Se algum outro vizinho paga é por medo de uma possível vingança, pois eles nos olham com raiva e tocam ainda mais alto o som debaixo de nossas janelas depois que paramos de pagá-los. Peço uma orientação! Pois a polícia disse que não tem como nos atender. O Síndicato disse não ser esfera deles. E a Prefeitura só pode nos ajudar em ultimo recurso alem de ser muuuiitto demorado. Em nome dos nossos bebëzinhos, dos idosos e do trabalhadores desta rua peço a ajuda de vcs. Agradeço desde já, com fé e esperança em termos o sagrado direito a um sono tranquilo depois de tanto trabalhar."
[Leia a resposta]  
Uma leitora pergunta: "Gostaria de saber como faço para enviar uma carta de reclamação para a prefeitura? Referente a uma agencia de carro o dono e os funcionários não respeita o espaço dos vizinhos a rua de um lado é proibido para e estacionar, então os mesmo tira o carros na agencia e coloca do outro lado proibindo a entrada de veículos dos vizinhos na garagem, em numeras vezes já foi dito para não parar nas garagens mais mesmo assim eles não ligam, comprar carro demais não tem onde por e coloca em frente da garagens. Já não aguento mais reclamar com eles pois os mesmo nem liga. Espero que possa me ajudar nessa situação desde já fico grata e espero um breve contato."
Resposta da redação: A reclamante foi orientada por e-mail
Rui Gois sugere: "Como morador da Zona Norte de São Paulo, resido no bairro de Tucuruvi e gostaria de solicitar sua atenção para esta região em virtude da situação de inercia no desenvolvimento desta região. Nossos bairros envelheceram, nossa população envelheceu, nossos jovens estão saindo do bairro para morar em outras regiões onde possam ter melhores oportunidades de empregos, moradias e lazer. Andando pelo bairro podemos ver as ruas desertas sem vida, os moradores parecem que se escondem dentro de casa, ninguém se conhece, no passado muitos amigos moravam no bairro. A grande maioria abandonou o bairro, os filhos cresceram e casaram e foram trabalhar e morar nas zona sul e oeste por falta de perspectivas em na Zona Norte. Dentre os fatores que empobrecerão nosso bairro posso citar:
-Envelhecimento dos moradores
-Necessidade de reformas estruturais nos imóveis, pois a maioria foram construidos nas décadas de 60 e 70.
-Falta de emprego na Zona Norte,o deslocamento diario para outras regiôes de São Paulo
-Estresse por deslocamento no trânsito diario de casa para o trabalho e vice versa
-Filhos crescendo, trabalhando,casando e morando em outras regiôes por falta de oportunidades na Zona Norte.
-Impossibilidade para abrir comercio em torno do Jardim França (av Nova Cantareira, Av.Agua Fria), por causa do zoneamento ZER-1.
Em virtude destes fatores Tucuruvi não consegue se desenvolver por causa do zoneamento do Jardim França,ambos bairros estão sendo desvalorizados, e só há uma solução para isto: A mudança de zoneamento do Jardim França e Tucuruvi.
Esta mudança possibilitaria manter o bairro como residencial,possibilitando a construção de prédios e a permissão para abertura de estabelecimentos comerciais em seu entorno (Nova Cantareira, Agua Fria).
Como exemplo de revitalização e desenvolvimento urbano cito o Tatuapé. Um bairro velho que se tranformou num dos bairros mais valorizados de São Paulo, com excelentes oportunidades de moradia, lazer e trabalho sem perder a qualidade de vida.
Minha proposta é trazer desenvolvimento para o Jardim França e Tucuruvi através de revitalização imobiliária comercial e residencial.
Agradeço antecipadamente sua atenção e coloco-me a disposição para maiores detalhes.
[Leia a resposta]  
W.A diz que está "problemas com uma contrução de um prédio na parte de trás de minha residencia. Devido às obras, houve danos na minha parede, causando infiltração e por consequencia estragando móveis e meu piso laminado. Entrei em contato com o responsável e nada foi resolvido. Gostaria de saber como procurar meus direitos e se tenho direito a uma indenização".
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Gostaria de registrar uma queixa, contra meus vizinhos de frente, que tem 4 cachorros em casa e que latem o dia inteiro absurdamente por qualquer motivo , não podemos receber ou atender ninguém em nossoportão que oscachorros não param de latir, não dá nem mesmo para atendermos o telefone em minha sala, não dá assistir televisão com o som normal temos que aumentar o volume pois se não perdemos parte da reportagem ou assunto, gente não dá estamos todos estressados aqui em casa com tanto latidos na nossa cabeça o dia inteiro, nós e outros vizinhos já reclamamos com elesmás os mesmos não fizeram nada, eles saem e deixam os cachorros soltos no quintal e que se dane os vizinhos.São pessoas ipócritas e sem educação.Pelo amor de Deus onde podemos reclamar e ser ouvidos? Me ajudem por favor.
[Leia a resposta]  
Algúem que se identifica como "Comerciantes da Lapa" solicita ao subprefeito da Lapa: "Gostaria de atentar a Subprefeitura para o início de um crescimento no número de camelôs (comerciantes ilegais de alimentos) nas imediações da Igreja Bola de Neve (antiga casa de Show Olímpia), tenho notado que a cada culto vem aumentando o número de camelôs. Os comerciantes e moradores da região temem um pouco em se manifestar com medo de alguma possível retaliação, mas fica aqui o registro. Estamos iniciando esta luta e conhecendo o trabalho da subprefeitura que sempre nos atendeu quando solicitado, deixamos esta questão para ser discutida visando o Bem Maior ao nosso bairro."
C.A, que mora em Ermelino Matarazzo, denuncia que "Próximo a minha residência existe uma Oficina de fundo de quintal, mas precisamente uma serralheria de materiais grandes e pesados que trabalha a todo o vapor. Com um barulho de serra praticamente o dia todo, fortes pancadas e quando não passa dias com um forte cheiro de tinta. Se não bastasse quando seus produtos estão prontos eles colocam tudo na calçada e ate na rua, atrapalhando os pedestres na calçada e os carros na rua, sendo que esta rua e itinerário de transporte coletivo".
[Leia a resposta]  
D.B., que trabalha em uma franquia de empresa de telecomunicações, denuncia que "há mais de 6 meses, a empresa não vem agindo de acordo com o sindicato e as leis da CLT. Há mais de 8 meses, nenhum funcionário recebe seu holerite ou folha de ponto para preencher o horário que entra e que sai das lojas. Não estão fazendo depósito do nosso FGTS na Caixa, estão atrasando salários e benefícios como VR e VT e as comissões, estão atrasadas há mais de 1 mês. Nosso VR é de R$ 13,00, sendo que está no sindicato que a empresa que tiver mais que 100 funcionários, deve pagar R$ 20,00. Nos feriados e no dia do comerciante, não recebemos nenhum VR a mais ou o dobro do dia trabalhado. Gostaria que alguém do sindicato fosse a empresa para verificar o que está acontecendo, pois acho uma falta de respeito tudo isso que vem fazendo com os colaboradores".
[Leia a resposta]  
R.J.O. denuncia que "Há mais de 4 carros abandonados na Av. dos Ourives e imediações há mais de 6 meses, já enviei reclamações e fotos à subprefeitura e CET mas até agora nenhuma providência foi tomada. Há sempre agentes da CET e da PM no local efetuando multas mas neste caso parece não haver interesse dos responsáveis".
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "compramos um imóvel na planta no bairro Campo Belo, zona Sul, na rua Estevão Baião, a construtora nos garantiu que uma favela na mesma rua seria removida pelo projeto de urbanização Aguas Espraiadas, e de todas as melhoria entorno do bairro para breve. Para minha surpresa, constatamos que na rua do imóvel será contruído em breve um CDHU com 8 torres e que a favela já existente permanecerá. Então eu fico aqui pensando como é que os nossos governantes atuais instalam famílias que deveriam ser remanejadas ao meu ver em terrenos na periferia, mas ao contrário são estas famílias instaladas em bairro nobres com um metro quadrado de 6.000,00 e um IPTU astronômico. Soube que o imóvel que ainda nem nos foi entregue teve uma real desvalorização. Qual interesse de manter e trazer mais famílias carente para um bairro deste nível? Para nós fica a indignação, e este questionamento. Porque isso acontece? Porque estas familías não são removidas para bairros periféricos? Alguém poderia me responder?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz: "sou proprietaria do terreo de uma casa de dois andares. E o proprietario do segundo andar de cima quer contruir tres comodos no terraço. Posso impedir? Acho que pode desvalorisar meu imovel! Mas o principal e que nao sei se Há estrutura para supotar mais um andar, ainda que menor".
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
K.F. questiona: "ola , moro na avenida jornalista roberto marinho e gostaria de saber se vai ou não começa as tais obras do tunel ate a imigrantes e o alargamento da avenida e guando vai começar essa obra. Quanto às desapropriações, onde serão essaspois preciso pintar minha casa e naõ sei se posso e tambem não quero ser pega de supresa".
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz que comprou "um terreno em um bairro calmo de Diadema, meus vizinhos sempre foram ótimos e agora estou prestes a me mudar e infelizmente minha vizinha se separou do marido e resolvel baixar o nivel. Fz festas todos os finais de semana e até durante a semana ela recebe amigos eles ouvem misicas altisimas e colocan bancos enfrente a minha casa falam alto e palavras de baixo calão. Eu sou obrigada a me trancar com minhas crianças pra tentar evitar o barulho! Estou pedindo socorro: por favor me ajudem!"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Uma leitora relata: "Moro em uma viela de 30 mts por 3 e pouco de largura, tenho uma garagem, que faz parte da minha casa, alguns vizinhos dos fundos tem carro e colocam na porta deles sem atrapalhar a minha saída, só que agora apareceu dois vizinhos também dos fundos e colocam os carros na sáda da viela e toda vez que tenho que sair sou obrigado a ir procurá-los pra tirarem os carros. Já teve discussão, pois são dois folgados que demoram e ficam rindo da cara da gente. Gostaria de saber como posso resolver esse problema sem confusão e pela lei, pois conversar não adianta mais."
Resposta da redação: A reclamante foi orientada por e-mail
Um leitor reclama: "2011 que beleza, ano novo nossa brindes promessas, alegria isso tudo parece legal. Mas hoje voltando a realidade, eu passei na Rua da Paz e em frente à escola estadual JOCAM tem um volkswagen Golf abandonado. Esse carro atrapalha o motorista que quiser estacionar neste lugar, na rua Antonio das Chagas tem um passat vermelho tambem esta abandonado. A CET tem que guinchar esses carros e multar seus donos. A rua da minha prima que mora na rua Pedro Vitorato, e uma travessa da avenida Sapobemba, tem que asfaltar essa rua , e uma subida bem grande, quando chove em um perigo bater nessas casas da rua Pedro Vitorato. Isso é sério."
[Leia a resposta]  
J.F.S relata que "em 2006 fui à eletropaulo, agencia Taboao da Serra, negociar uma pendencia que o meu ex vizinho tinha com a Eletropaulo. Levei seus documentos, e apos conversar com um dos atendentes, fui informado que mesmo com a posse dos documentos do devedor, so poderia ser feita a negociaçao da dívida com ele presente. Apos consultar algumas possibilidades de pagamentos, escolhi uma e liguei para o devedor, perguntando se a divida fosse negociada em meu nome,ele garantiria o pagamento das parcelas, o que foi aceito dentro das condiçoes relatadas. A Eletropaulo ficou de enviar as 8 faturas restantes para o endereço do devedor, pois fora negociado em 10 vezes, sendo pago uma à vista e levando mais uma fatura para pagar posteriormente, o que foi feito. Porem a Eletropaulo nao enviou as faturas como prometido, o que fiquei ssabendo apos uma tentativa de liberaçao de limite para o meu cartao de credito, no banco pois o meu nome estava na restrição devido à pendencia com a Eletropaulo.Conversei com o meu vizinho que prometera pagar, mas nunca pagou, sempre alegando dificuldades financeiras,fui à Eletropaulo buscar as contas atrasadas e mostrei para ele, saindo com as mesmas desculpas Esse contrato com a Eletropaulo foi firmado em setembro/outubro de 2006, fui numa ds agencias tentar transferir novamente a divida para o nome do verdadeiro devedor, mas a AES alegou nao ser possivel, deixando claro que em virtude desses problemas nao tenho mais amizade com o ex vizinho, pois tambem mudei-me de bairro e cidade. A propriedade onde existe o debito em questao nao e do morador que tem o debito, e eu nunca morei no endereço em questao, por outro lado, tenho o telefone do dono verdadeiro e inclusive o endereço. Seria plausivel eu comunicar tal fato com o proprietario, visto que a instalaçao de luz em questao esta direta, nao e gato, e por cima ainda esta no meu nome, devido a assinatura do contrato para pagamento da divida ? Outrossim, existe a possibilidade de esse debito caducar apos 5 anos nos orgaos de restriçoes, visto que o debito foi causado pelo morador por fraudes ? Grato"
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Boa tarde, estou aqui para reclamar, por que quebraram a lampada da esquina da rua florinda barbosa com a athos ribeiro está uma escuridao. Nninguem passa na rua escura de tanto medo, espero que vocês resolvam rapído por favor desde já agradeço."
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo relata: "Moro na Vl. Olímpia e trabalho em Taboão da Serra. Só consigo chegar no local de trabalho ou pela Av. Francisco Moratto ou pela Av. Eliseu de Almeida, que depois vira Av. Pirajussara. Gostaria de fazer uma reclamação sobre o estado dessas avenidas. Na Eliseu, são diversos buracos e ondulações, alguns fazem os veículos rodarem meio de lado, pois o asfalto é maior de um lado que de outro. Quando a Av. vira Eliseu, os buracos são tão grande e antigos, que estão com mato dentro. Além do asfalto precário, não existem placas, radares, nem sinalização. O canteiro central foi todo trocado e não plantaram uma árvore sequer. Na Av. Francisco não é muito diferente. O asfalto pra quem transita na direita é péssimo, sem contar que uma hora o ônibus está na esquerda, depois tem que ir para direita., uma verdadeira zona o corredor."
Maria Edileusa Alves de Sousa Silva reclama: "Fiz um emprestimo na BV FINANCEIRA, mas todas as vezes que solicito o boleto, nunca recebo na data prevista para o pagamento, me mandam o boleto atrasando com juro, este mes solicitei por duas vezes, conforme Protocolo Nº 25637048, atendente Cinthia Cardoso de 03 janeiro de 2011 e Nº 26345910, atendente Ana Carolina, confimou que havia um protocolo anterior, mas faria um novo pedido e não seria comprado nada mais de juros, porém isto não ocorreu, boleto veio com R$ 16,00 a mais. BV FINANCEIRA DO BANCO VOTORANTIM esta agindo de má fé com os clientes"
L.S., que mora na Rua Borges de Medeiros (Vila Alpina) relata que "Muitas pessoas ficam até muito tarde na rua, 1:00 ou 2:00 da manhã, falando muito alto, às vezes gritando, jogando bola, usando drogas (como maconha ou cocaína) sem nenhum constrangimento. Na maioria das vezes, crianças estão presentes também. Já tentamos várias conversas civilizadas, às vezes funciona, mas no dia seguinte volta a acontecer exatamente a mesma coisa. Todos trabalhamos aqui em casa e acordamos muito cedo. Tem sido uma situação muito difícil. Não sei se seria o caso telefonar para a base da PM todas as noites."
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora que mora em Guaianazes relata que está "com muitas dificuldades em relação a infestação de gatos na residencia. Durante o dia tenho que ficar atenta para não defecarem, dormirem entre outros. À noite defecam, fazem xixi em tudo em que encontram, roupas, sapatos, sofás, portas, período fértil, as noites tornam -se terríveis... Não quero confusão já foram feitos vários diálogos a um dos vizinhos, e nada " qt aos outros vizinhos"a coisa ficaria precária: dois a esquerda e três vizinhos a direita; lado oposto da rua: perdi as contas, na rua a cima: quatro; assim vão. NÃO QUERO CONFUSÃO C/ VIZINHOS, APENAS UMA SOLUÇÃO. Quanto a qualidade de vida na minha residência ficou muito difícil: não durmo direito, acordo com cheiro de xixi, quando vou usar a toalha p um banho está com xixi, a atenção fica redobrada por causa de meu filho. Este martírio dura desde 2006. AJUDEM- ME POR FAVOR !!!!!!"
[Leia a resposta]  
Um leitor afirma que "É nitido o abandono por parte da ficalização de limpeza urbana na area da esquina da radial com a Tuiuti. O dia dia inteiro temos sacos de lixo de cor amarela nas esquinas, deixado pelos proprios funcionarios da limpeza urbana. além dos comercios no entorno; Remaza, casa do Pastel entre outros, que não tem hora para colocar sacos de lixo, além de cometer um crime ambiental, hoje por exemplo deixaram lampadas fluorecente na calçada e não são poucas. Outro causador de sujeira são os vendedores de Batata frita,que se instalam após as 19hs, além de deixar muito lixo, as ruas e calçadas ficam impregnados de oleo, trazendo risco desnecessario aos cidadãos. Obs: Ja fizemos um SAC na subprefeitura da Mooca com o Nº de protocolo: 9722341"
[Leia a resposta]  
Um leitora que mora em Itaquera reclama de "muitas brigas de família, radio no último volume, começa as 3 horas da madrugada vai até  10 horas  da manha e  depois das 10 começa as baixarias e ninguém dorme direito. Aquelas pessoas que trabalham não dorme direito os vizinhos não aguentam mais de tantas brigas"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
B.R quer uma "orientação sobre como devo proceder para que algo seja feito, diante do barulho do alarme insuportável que dispara toda madrugada, ha cerca de um mês, na Cardoso de Almeida altura do número 350 (Perdizes). Dispara de 15 em 15 minutos e nada foi feito até agora, a situação está se tornando insustentável, já liguei para o 190 para registrar o incômodo, e repito: nada foi feito! Por favor, o que pode ser feito para q isso acabe?"
[Leia a resposta]  
E.R.N reclama do Posto de Serviços Paz Ltda (posto shell da marginal pinheiros com rua da paz), já que no dia 14, sexta, às 3h37 "não conseguimos dormir devido ao barulho ABSURDO vindo dos sons de carros que ficam na loja de conveniencia deste posto de gasolina da marginal pinheiros com rua da paz). Já houve reclamação para o PSI e Policia Militar e até agora ninguem fez nada. PELO AMOR DE DEUS O QUE PODEMOS FAZER PARA QUE ESTA SITUACAO CESSE?! SOMOS CIDADÃOS QUE TRABALHAM, PAGAM SEUS IMPOSTOS E NÃO PODEMOS TER UMA NOITE DE SONO DEPOIIS DE UM DIA DE TRABALHO... São vários carros no local com som ensurdecedor ligado ... estamos em andar alto e parece que o som está em nosso quarto."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Sacomã relata que “há tempos convivo com alguns problemas ocasionados desde que uma igreja evangélica abriu suas portas ao lado da minha residência, digo ao lado, parede com parede mesmo. Desde então venho sofrendo com os acontecimentos como, som muito alto,(de dentro da minha sala não consigo ouvir sequer minha tv ligada nas horas dos cultos), as pessoas que frequentam a igreja estacionam seus carros em frente minha garagem, e isso tem sido un trastorno muito grande, pois toda vez que saio tenho que esperar um tempão até que encontrem o dono do carro dentro da igreja e que esse retire do local, quando saio e retorno pra casa a mesma coisa, fico esperando que retirem seus carros de frente a casa para que eu possa entrar e guardar o carro. Algumas pessoas que não entram na igreja, ficam do lado de fora conversando em frente a minha casa, crianças gritando, uma verdadeira bagunça. Fora os onibus fretados prar levar as pessoas até a igreja que também cismam em estacionar em frente a minha casa, ficam com o motor ligado um tempão, fazendo um barulho horrível, e soltando fumaça pra dentro da minha casa, a casa toda fica com cheiro de fumaça, e isso dura muito tempo, meu marido já teve que pedir várias vezes pra que o motorista desligasse o motor enquanto estivesse parado lá em frente, mas isso não adiantou, as coisas continuam do mesmo jeito, pq além de tudo os onibus são velhos e provavelmente precisam de uma boa revisão. Estamos fartos desses problemas, já pedimos pra que não estacionem, já pedimos pra que os onibus não fiquem ligados soltando fumaça e fazendo barulho, mas não adianta, já estamos estressados com essa situação, não sabemos mais a quem recorrer, não gostaríamos que isso fosse pra ação judicial, pq o transtorno seria maior e demorado. O que fazer?”
Resposta da redação: A reclamante foi orientada por e-mail
A leitora Eliana Fernandes pede "a limpeza do terreno localizado na Rua Augusto Tortorelo Araujo, entre o número 287 e 309. Está cheio de mato, que invade a casa ao lado e calçada, muita sujeira, lixo, trepadeiras invadindo o telhado da casa ao lado, com insetos, ratos, pernilongos, está com o muro praticamente caindo, e pessoas se escondem no terreno. Já foram feitas reclamações na Prefeitura, com o protocolo número 8888456, reclamação realizada em 22/12/2009, há mais de um ano e não houve nenhuma providencia."
[Leia a resposta]  
J.A., que mora na Rua dos Operários, diz que tem problemas "com as crianças (adolescentes) do vizinho. Elas jogam bola na rua e acertam meu portão, gritam palavrões, suja a parede da minha casa com as boladas, ficam atrapalhando o trânsito com os jogos e com isso há muita buzinada em frente de casa. Eu e minha esposa estamos angustiados, pois tenhos uma criança de poucos meses e ela não consegue descansar por causa dos barulhos, pois os quartos são junto a calçada. Já conversarmos com os vizinhos e fomos ignorados. O que posso fazer? Lutei por anos pra conseguir minha casa e esses vizinhos que moram a pouco tempo estão tirando a nossa tranquilidade. Obrigado.
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma leitora que mora na Penha reclama: "Meu vizinho é pai solteiro e tem duas pestes como filho de 13 e 14 anos....há mais de um ano,eles jogan tudo no meu quintal,bomba,lixo,pedra,telha...gostaria de saber quem procurar e o que fazer? Me ajudem porfavor estou a ponto de cometer uma barbaridade...."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Um Pet Shop que funciona ao lado de minha casa, onde a veterinaria deixa cachorro, sozinho, que late, chora, arranha uma porta de ferro nos impedindo de dormir. Somos idosos, meu marido (que está doente) e eu. Já reclamamos, inclusive no Disk Psiu, (não tenho mais o número do protocolo) - Onde está o nosso direito? Já falamos com ela, já discutimos, estamos incompatibilizados e nada funcionou. Que fazer? Nélza
[Leia a resposta]  
M.A.C. reclama de um "Vizinho de 10/12 anos soltando bombas debaixo de minha janela que dá acesso direto a rua. Chutando bola de proposito no meu carro. (E moro em frente a um hospital). Ja falei com a mae e nao adiantou. Disse morar ali há mais tempo que eu. Me parece que o delinquente nao tem pai. Tenho filho de 1 ano e meio que acorda assustado com as investidas do muleque. De que maneira legal eu posso me livrar desse problema ?"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Um leitor que mora em um condomínio queixa-se que "Não me é permitido fazer um pequeno jardim na minha calçada."
[Leia a resposta]  
Alexandre A.L. reclama: "A casa de meu vizinho esta meio abandonado, só criando bichos. O encanamento ralo do quintal dele esta estourado, quando chove toda agua que entra pelo ralo sai na parede de minha cozinha alagando-a, e apodrecendo meu armario. Quem deve consertar o encanamento? Se ele se negar o que faço, fecho o ralo dele?? Deve buscar ajuda aonde?"
Resposta da redação: O reclamante foi orientado por e-mail.
Uma leitora reclama: "Tenho problemas com tres vizinhos meus, dois moram no apto terreo e um no primeiro de frente p o meu, os moradores vivem fazendo farra na porta de entrada do predio ate altas horas da noite, tentei conversar c essas pessoas e elas n ouviram, dai registrei ocorrencia na portaria e agora ficam c piadinha e implicancia, jah tem isso quase um ano o que devo fazer pois agora tenho que resolver essa lide na justiça, me oriente por favor"
Resposta da redação: A reclamante foi orientada por e-mail
Uma leitora que mora na Rua José Eugenio da Ssilva, bairro Dom Pedro I, São José dos Campos, solicita "que um de vocês viesse a minha rua falar com uma vizinha louca que jogou na rua a irmã do meu cachorro ela o animal pega chuva e deixado na rua no sol com água do lado de fora e comendo muitas vezes porcaria ela não e uma pessoa de caráter bom tem uma índole estourada a gente já tentou de tudo ela mora na mesma rua que eu (me ajudem por favor vendo isto minha depressão esta piorando pois completamente contra judiarem de amimais e ela ainda ri da nossa cara fiquei sabendo que a um,a lei que pune estas pessoas por favor estou chegando no limite me ajudem)"
[Leia a resposta]  
Uma leitora reclama: "meu vizinho não tem consideração, água da chuva cai no meu telhado, minha parede está rachando onde posso reclamar pois já tentei de tudo coversando".
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Olá gostaria de informar que alguns moradores da rua 11 de agosto (São Gonçalo do Retiro) estão apreensivos, com um cidadão que as vezes tomas umas cachaças muito da mal tomadas e começa a desmoralizar a vizinhança é uma grande falta de respeito e ameaçando dar tiros em tds é falando muitos palavrões bebe e quebra as garrafas de cervejas no meio da rua onde passa pessoas é muito critica a situação,tem pessoas que Ñ pode sair de casa p não ter que presenciar essas baixarias o medo da maioria é que esse elemento é envolvido nas drogas sem contar que ele usa as porcarias dele no meio da rua Ñ respeita crianças e nem ninguém essa rua esta uma verdadeira baderna mas as pessoas resolveram se acomodar p viver um pouco mas,é mulher bêbada fazendo xixi no meio da rua e poluição sonora tem pais de família que acorda sedo p trabalhar mal dorme pq as pessoas Ñ respeita esta precisando de seria atitudes nessa rua tem uma criatura que mora nessa rua que tem um cachorro que fica preso o tempo td na varanda e late o tempo td a noite td e quando ela chega de madrugada com os amigos logo quando ela chegou parecia mas uma casa de zona pq cada dia era homens diferentes mulheres agora parou mais de trazer homens diferentes é fazendo zoada Ñ quer saber se esta incomodando ta muito difícil a convivência estou fazendo essa denuncia e por favor Ñ divulga meu nome pelo amor de deus pq essas pessoas são barra pesada caso deseje manda fazer uma sindicância nessa rua p ter certeza"
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo relata: "Comprei um MICRO-ONDAS PHILCO 18L PMS18N2 BRANCO 220V, via site de comprar efacil, por achar que estaria realizando uma compra em um site de credibilidade e com bom preço. Infelizmente fui enganado. Recebi um email no dia 15 de Dezembro confirmando que o pedido 48856953, havia sido despachado e que até dia 18 de Dezembro receberia a minha mercadoria em casa. Obviamente isso não ocorreu e ao entrar em contato com a central, fiquei horas esperando algum atendente vir falar comigo. Pelo site, existe a opção de atendimento online, mas é impossível receber algum atendimento, visto que em qualquer horário que você entre, sempre será o 12 de fila. Enfim, o atendente me disse que não sabia porque não havia sido entregue minha mercadoria e me disse para ligar na segunda....ao ligar, ninguém sabe me informar onde está o produto. Um verdadeiro descaso e desrespeito com o cliente."
[Leia a resposta]  
Uma leitora diz: "Ainda não procurei as autoridades, preciso me aconselhar como proceder. Tenho 2 vizinhos de fundos que possuem dois veículos vãs e estacionam somente em frente ao meu prédio. O passeio já foi quebrado e a calçada está afundando, além do que, as 3 hs da madrugada ligam os veículos pra viajarem e acordam a maioria da vizinhança. O que posso fazer de acordo com a lei? A quem procurar?"
[Leia a resposta]  
Um leitor que mora em Interlagos relata: "Barulho de conserto e veículos, vozerio desde a manhã e até muitas vezes altas horas. Uso de máquinas como lixadeiras e compressor de pintura que além do barulho proporcionam lançamento no ar de tinta e resíduos de metal usinado, aglomeração de jovens nas proximidades de nosso portão, às vezes com uso de palavras de baixo calão. Não se trata de pessoas ruins no entanto não conseguem perceber que incomodam muito os vizinhos e nós não queremos ter qualquer tipo de embate com os mesmos."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama "que abriram um centro de referencia [na Avenida Nove de Julho, frente ao número 850], e desde então , as calçadas viraram alberques, dos sois lados da avenida... diariamente são brigas... desentendimentos entre eles, bebidas, param para pedir cigarro... e as calçadas viraram depósito de lixo... os predios estão desvalorizando, e os proprietários estão indo embora... peço para que este pessoal de rua passem a ser atendidos pela rua Santo Antonio... onde sempre estiveram..."
A Secretaria Municipal de Assistência Social esclarece que "O Espaço de Convivência Bela Vista tem como objetivo dar atendimento à população em situação de rua da região. O local, construído em uma área de 659 metros quadrados, tem capacidade para atender cerca de 300 pessoas diariamente e coloca à disposição dos usuários 20 banheiros, sendo 10 com chuveiros e dois adaptados para deficientes, máquina industrial para lavagem e secagem de roupa, fraldário, barbearia, oficina de costura para pequenas reformas de vestuário, biblioteca, além de acesso à rede de informática. No mesmo espaço funciona também o Centro de Referência Especializado para População em Situação de Rua (CREAS POP), que oferece encaminhamentos específicos, como a obtenção de documentos, capacitação profissional, inclusão no mercado de trabalho, retorno à família e orientação jurídica. A unidade tem funcionamento integrado com os serviços de acolhimento, assegurando atendimentos e atividades para o desenvolvimento de sociabilidade, fortalecimento de vínculos interpessoais ou familiares, bem como a construção de novos projetos de vida do morador em situação de rua."
R.A.B relata: "vou as missas no santuário são Judas,no Jabaquara a muitos anos.sempre estacionei meu carro e nunca, ninguém havia "oferecido" uma ajudinha para olhar meu carro. Sempre houve lugar na frente da igreja antiga,nunca houve problemas em estacionar lá,só que de um 4 anos para cá formou-se uma máfia de flanelinhas que tomaram conta de tudo,tanto nas ruas laterais,como na av Jabaquara nos dois sentidos e o pior é mais sério,na frente da igreja velha tem uma família que domina este local,com conivência de funcionários da igreja colocam cavaletes reservando lugar para os carros das pessoas que pagam para estacionar. Um dia eu não quis pagar e não me deixaram estacionar em frente a igreja. O problema está seriíssimo, agora para participar da santa missa temos que pagar??. Já reclamei no 156 e nada foi feito. Hoje presenciei um senhor deficiente tentando estacionar em frente a igreja velha e não foi permitido pelo flanelinha. O segurança da igreja virou as costas e fez que não viu,que absurdo!!!!"
[Leia a resposta]  
K.N relata: "Tenho problemas há mais de 10 anos com a minha vizinha. Ela é louca, grita feito uma maluca, e tem duas cachorras da raça fila que latem das 6h ou 7h da manhã até 12h 13h e depois voltam a latir das 16h até cansarem. Se eu reclamo, xingo ou faço qualquer coisa, ela me manda calar a boca (sim isso mesmo a mim e não as cachorras) me xinga e as cachorras continuam a latir. Ja tentei chamar a policia mas a policial que me atendeu disse que nao pode fazer nada. Os pedestres tem que passar pela rua pois tem medo das duas de tão forte que elas batem nos portões que sao de grade simples. Uma delas já avancou em um pedestre que estava passando e a mulher estava entrando em casa (sendo que é normal para ela deixar as cachorras soltas passeando na rua sem coleira) e o derrubou no meio fio. Eu não aguento mais essa situação. Sou REFEM desta louca. Os vizinhos reclamam para mim, mas ninguem reclama para ela."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Gostaria de saber como procedo, pois minha vizinha tem um gato que urina e defeca todos os dias na garagem de minha casa, e por sinal 2 x e não bastando ainda cava os vasos de plantas que tenho na garagem. Não posso nem entrar no carro pq ele faz bem na frente da porta do carro. Como posso solucionar pois não gostaria de confusão. "
Resposta da redação: A leitor foi orientada por e-mail
Paulo Cesar Calado relata: "Moro no prédio situado na Rua Horácio Alves da Costa nº 280 ap. 72, acontece que os fundos do prédio encontra-se o córrego Arrieiros que esta sem nenhum tratamento a muitos anos e casou nestes dias, o assoreamento de seu leito, que ocasionou e derrubada do muro do prédio, da quadra nos fundos do mesmo. Necessitamos urgentemente reparos e providencias da Prefeitura Municipal de São Paulo."
[Leia a resposta]  
Cristiano S.M. relata que "Em frente ao número 388 da Rua Pensilvânia (Brooklin) tem uma árvore que já foi condenada pela prefeitura e eles não vêm retirar a árvore. Já fizemos várias solicitações há mais de anos e nunca aparece ninguém para retirar a árvore. Se ela cair, vai derrubar os fios e danificar as casas em volta. Por favor me ajudem a resolver este problema, antes que a próxima chuva forte resolva da pior forma."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "tenho um Gatil (Canil para Gatos) com 9 gatos nos fundos de minha casa, com 40m²,calçado e gradeado.Meus gatos são castrados, vacinados e não incomodam ninguém, pois não tem acesso a rua. A minha vizinha dos fundos me denunciou para Ouvidoria da minha cidade alegando que eu não fazia a limpeza necessária, recebi a visita da ouvidoria e inclusive os Parabéns deles por ter um lugar tão amplo e bem cuidado, afinal o menor gato que tenho pesa 7,5Kg e aprovado pela Associação Protetora dos Animais daqui da minha Cidade com visitas freqüentes da Veterinária. Mais minha querida vizinha não contente com isso de uma semana pra cá, começou a jogar no gatil pedaços de madeira, pedras, brinquedos velhos do seu filho e ate mesmo latinha de cerveja!!!....Eu fui até a casa dela, mais ela não foi capaz de me atender, pois quero saber o porquê disso. O que devo fazer?"
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail
Uma leitora reclama: "Estabeleceu uma auto mecanica pouco tempo em frente a minha residencia, o uso da minha calçada p estacionar carros para concertos esta sendo frequente( e para consertos dos mesmos), moro na esquina e sei q o uso p estacionar automoveis é livre deste q não existam guias rebaixadas, porém ñ sei se para uso de auto conserto é correto. Além disto estacionam carros tb em frente a minha garagem; outro vizinho cujo local tem um estabelecimento comercial tb estava sendo invadido, mas os donos tentaram conversar, eles acharam ruim, eu tb iria conversar porem informações destes disseram q são pessoas ignorantes e mau educadas. Não quero confusão, porem gostaria de ser respeitada. Quero saber quais são meus direitos de morador e onde procurar ajuda, respeito o trabalho deles ñ me incomodo c barulhos, porem a invasão em frente a minha residencia esta me incomodando. Aguardo orientação e informações"
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora na Casa Verde relata: "Há 3 anos foi comprada a casa vizinha a dos meus pais e construido um deposito para o mercado da rua referida como o local do problema.os caminhões estacionam atrapalhando o transito local;há um elevador que "despenca" de uma altura de 2 andares com mercadorias por fora do prédio , diretamente na rua, perigoso cair na cabeça de alguém.Perdemos a calçada, pois só é usada somente por eles. O depósito construido, sem alvará nem nada foi realizado em cima da parede da casa de meus pais. Além de rachaduras, quando chove alaga, literalmente os dois quartos da casa.Nunca , antes disso houve vazamento na casa deles. Além do mais há um exaustor e um motor no depósito que funcionam em altura inadequada. O mercadinho já foi fechado pela vigilância sanitária, porém reabriu 2 dias depois. no Natal tivemos que chamar o corpo de bombeiros, pois o motor pegou fogo.meus pais são idosos e precisam da casa para viver. Minha mãe é paraplégica e temo que algo pior aconteça. Estamos muito aflitos. Peço ajuda."
[Leia a resposta]  
R.C.M. relata: "Estou sofrendo transtornos por uma vizinha em me acusar de danificar a calçada dela. Um caminhão da loja de construção 3001 passou por cima de várias calçadas, danificando-as, no momento do ocorrido eu não estava presente. Só que, a mãe dela viu eu estacionando na minha garagem, o pneu do lado direito apenas encostou nas ferragens soltas da calçada danificada, e foi ai que começou as indiretas. A casa dela não faz frente com a minha, moramos em uma viela pequena, e o meu carro não sobe no passeio do lado de traz para manobrar. Estou sofrendo desde então, com acusações e sempre expondo que não fui eu, fiz testes com o meu carro, tirei fotos das manobras que faço e nem encosto sobre uma calçada que se encontra fora do lado oposto da minha casa...para piorar, ela é advogada e está usando este fato para continuar as intimidações, agora dizendo que vai me processar, quero provar a minha inocência, tenho fotos que mostram que não há como danificar uma calçada saindo da minha própria garagem."
[Leia a resposta]  
Um leitor queixa-se: "Tudo bem o governo dar moradia decente a quem não tem. Mas esta obra do jardim Edith com dois prédios enormes (33 andares?) me parece um absurdo.Será que teremos 2 novos edifícios São Vito em SP? Ao removerem a favela, fruto de invasão de terrenos desapropriados e pelo então prefeito Maluf e total descaso de governos municipais e estaduais tivemos o indice de assaltos e ocorrências policiais reduzidos drasticamente. Agora, a população de cidade monções tem que engolir goela abaixo decisão absurda da justiça que ordenou a construção desta aberração.Quem em pleno juízo pode aceitar uma obra desta? Só mesmo a mobilização de última hora da população do bairro para freiar esta estupidez gerada pelo ódio e revanchismo, onde em vez de melhorarmos as relações sociais e darmos oportunidades de melhoria de vida à população, criam-se estes Bantustões(quem não sabe procure saber o que são)por pseudos urbanistas de meia tigela(vide este Nabil Bonduki). Apelo ao bom senso dos moradores para que mesmo via Twitter nos mobilizemos e possamos impedir este absurdo contra a cidade de SP e sua população. O número de apartamentos poderia ser facilmente absorvido no trecho da favela perto do Jabaquara, já projetado com pequenos prédios, melhorando aí sim, a qualidade de vida de um bairro altamente degradado, com favelas Alba e tantas outras.Prá que reimplantar uma favela (Jd. Edith) em um lugar onde os moradores foram indenizados mais de uma vez e podem viver melhor no plano de moradia do Jabaquara?"
M.C.S.S. pergunta: "porque,esta tirando os ônibus da linha do Jardim Paulista que tinha sábado a partir da tarde já não tem mais e nem domingo. Que leva duas horas para chegar em Campinas; é maior dificuldade porque o onibus do bairro que leva para a rodoviaria nova leva duas horas para aparecer. Tem que subir na pista ou descer a pé, porque não tem ônibus no bairro, antes tinha e outra a passagem de ônibus cara .A pessoa não tem direito de ir e vir? Porquê? Só tem direito de trabalhar e mais nada. Durante a semana tem. Porque no final de semana não tem. No sábado a tarde depois da 16horas aquela rodovia nova uma fila imensa de pessoas que vem do trabalho cansado enfrenta para pegar um ônibus lotado porque não tem lugar para sentar, não tem opção. Na hora descer, ou desce na pista anda meia hora para chegar em casa ou vai para o terminal rodoviária de Monte Mor esperar a boa vontade dos motoristas e dar maior volta pra chegar no destino invés de melhorar piora para as pessoas que necessita do transporte urbano o do trabalhador. Outro dia fui em Sumaré fazer uma prova no dia de domingo maior rápido e passagem mais barata. Espero ter resposta e as pessoas do bairro"
[Leia a resposta]  
E.C.D relata: "Tenho tido, ou seja, estou tendo muito problema com abuso de som alto do vizinho, de dia, de noite e de madrugada todo final de semana começando na sexta-feira. Já fiz um Boletim de Ocorrência e representei, só não veio a intimação ainda, mas ele sabe que fiz esse Boletim e vive caçoando de nós dizendo que a Polícia não vai fazer nada, que aqui não é condominio fechado e que não vai abaixar o som do carro dele´. Meu marido trabalha aos sábados e tem que levantar ás 4:00 h. da manhã, e ele também sabe disso. Mas não tem a capacidade de repeitar isso. E depois que ficou sabendo do boletim é que ele começou a provocar mais ainda. Não estamos aguentando, a gente chama a Polícia e ela não aparece, é isso que me deixa mais indignada ainda, e isso contribui para que ele acredite mais ainda que nada vai ser feito contra ele. Tenho problema de insuficiência renal crônica e não posso passar tal tipo de nervoso pra não aumentar a pressão arterial, pois corro risco de vida se isso acontesse com frequência. Mas desse geito será que consigo sobreviver, com essa falta de respeito pelo próximo, pessoas sem o minimo de escrupulos, quanto mais eles sabem que estão nos incomodando mais eles batem palmas. Eu só queria saber o que está acontecendo com a Polícia que não comparesse para nos ajudar. Esperar essa intimação chegar pra ele esta sendo uma tortura, pois enquanto isso ele faz o que quer contra nós. Tenho duas filhas pequenas que também sofrem com o barulho. Preciso de ajuda, eu não AGUENTO MAIS".
Uma leitora da Penha relata: "Trabalho no prédio que esta localizado nesta esquina, trata-se de rua movimentada, com bastante onibus/caminhões Acontece que foi retirada a placa de "estacionamento proibido" e várias vezes ao dia, o cruzamento dessas ruas param, pois os carros / onibus não conseguem passar devido aos carros estacionados neste lado/esquina, e assim o cruzamento fecha e as buzinas disparam por longos minutos. Fica aqui minha solicitação para que a CET, reponha a placa que, por conveniência de alguém, foi retirada."
[Leia a resposta]  
Um leitor reclama: "Tenho uma vizinha que adora colocar processo nas pessoas, por que ela se garante, pois sua filha está fazendo faculdade de direito e ela pensa que tem razão de tudo. Bom, ela mora do lado da minha casa, e eu tenho um barzinho pequeno na minha garagem e eu sempre limpo a porta dela, pois eu sei que em um bar muitas pessoas fazem sujeiras na portas dos outros, por isso eu jamais deixei de varrer a porta dela, mas ela sempre nos provoca jogando muito lixo na minha porta, e eu não faço isso, pois sei que é falta de respeito. Além disso eu coloquei um murinho bem baixinho na porta da minha casa e ela me colocou um processo dizendo que eu estou empatando a passagem das pessoas passarem, mas minha calçada é pequena e ela jamais passou na minha calçada, e agora quer colocar um processo. Mais eu quero colocar um processo nela, pois ela provoca e não aceita ficar lá em baixo, pois ela adora chamar a policia para vizinhos sem eles terem feito nada, pois se alguém escutar uma música...pra ela estão lhe provocando, e por isso ela quer processar todo mundo. Mas eu também tenho direito de questionar isso. Ela suja a minha calçada com lixo, ela joga lixo todos os dias e assim ninguém agüenta.Eu sempre limpei, colaborei, mas ela parece que quer provocar, brigar com qualquer coisa, e eu e minha família nunca fizemos nada contra ela, mas ela sempre faz isso com as pessoas.Até já quebrou um pedaço do esgoto da minha casa com uma chave de fenda. Da pra acreditar? Ninguém quer briga, mas parece que ela quer, pois sempre provoca.Mas graças a Deus não somos desse tipo, porém queríamos uma solução.Nos ajudem."
Resposta da redação: O reclamante foi orientado por e-mail
Helcias Bernardo de Pádua reclama da proposta do prefeito Gilberto Kassab de trocar um terreno no Itaim Bibi por 200 creches com 160 vagas cada uma, totalizando 32 mil novas vagas. Leia a queixa completa
Um leitor relata que é "impossivel transitar na rua Vitoria aos domingos, entre às 15 horas e às 22 horas . Crianças (meninos e meninas). Jovens de 12 a 18 anos, frequentadores da boate Freedom, bebendo, fumando maconha, atos libidinosos , etc etc .Sujeira, urina, vandalismo ... Ser homosexual, aceitamos. Ser porco, sem higiene ... não dá."
Um leitor da Aclimação reclama de um vizihho "que aluga espaço de uma antiga creche para festas nos finais de semana. O problema que o local onde ocorre as festas é um espaço aberto sem nenhum tipo de isolamento acústico. o BARULHO é extremanente incômodo, e vai inclusive após as 22h. Já é a segunda vez que chamo a polícia para finalizar a festa depois das 22h, pois estariam ferindo a lei do silêncio após 22h. Acima de tudo não possuem licença da prefeitura, estão alugando um local que não foi preparado para este tipo de evento. Os afetados somos nós, os vizinhos. Já fiz reclamação na prefeitura, mas infelizmente não tenho mais o numero do protocolo."
Resposta da redação: O reclamante foi orientado por e-mail
Um leitor relata: "Beco sem saída!! Moro em uma rua sem saída! Como resolver? Se por interesse de compra no imóvel ou outro qualquer alguem que fica denunciando isso ou aquilo sem procedência, simplesmente para acabar com o sossego de morador. É isso que estou passando e parece que nunca vai acabar. Recebo denuncia de dengue, carro meu parado regularmente em frente a minha casa, lixo entre outras. O fiscal vai constata e não multa, nem adeverte. Mas por conta da denuncia as visitas dos orgãos são frequentes. Nenhum vizinho me reclamou de nada, nem por carta, fofoca ou xingamentos..."
Resposta da redação: O reclamante foi orientado por e-mail
Uma leitora denuncia que "A Casa noturna da Clodomiro Amazonas, localizada depois da Juscelino, tem causado há muito tempo muitos incovenientes aos seus vizinhos em razao da musica alta que se propaga pelo quarteirao,frequentadores mal educados que berram, brigam e colocam o radio do carro no ultimo volume, em total desrespeito ao direito de todos nós de termos sossego. Isso ocorre geralmente de quinta a domingo, porém, devido ao calor, acredito, ontem mesmo a contravenção se instalou. Onde estão os funcionarios da administracao para multar esse estabelecimento e fechá-lo como aconteceu em tantas outras casas noturnas aqui do bairro...o que houve com a lei do psiu?? Essa noite, certamente, terei que ligar mais uma vez para a PM..."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata que "Já faz 5 dias que estou sem uma gota de água na minha caixa,[ PRESSÃO BAIXA DE AGUA ], dia 27.11.2010 as 10.23 h liguei na SABESP 195, falei com Bruno, Protocolo 960.239.141, no mesmo dia liguei novamente e falei com Solange Protocolo 960.239.258, no mesmo dia liguei para saber se tinha alguma resposta e falei com Rita, sem resposta, dia 28.11.2010 as 13.38h liguei novamente falei com Ivete, Protocolo 960.241.223, informaram que eu havia solicitado o cancelamento das chamadas anterior, sem que eu tivesse feito, aguardei 24 horas e não apareceu ninguem da SABESP, e não tinham nenhuma informação, liguei na OUVIDORIA DA SABESP, Protocolo 960.241,223 falei com Jose, pediu que eu ligasse quando completasse as 24 horas, ligiei no 195 e falei com Fábio, Gabriel e sem resposta, liguei novamente na OUVIDORIA DA SABESP, falei com Carla, Protocolo 277991 e sem resolução, liguei novamente as 18.33 no 195 e falei com Elaine, que abriu outro Protocolo 960.244.968 e disse que os protocolos são diários e teria que abrir outro, mas tambem sem nenhuma informação. Não posso carregar baldes ded agua, pois fiz uma cirurgia, tirei um carosso da axila esquerda, cuido da minha netinha de 2 anos e sete meses, e tá muito difíssil ficar sem agua. E acho uma falta de respeito com o consumidor, não dão nenhuma informação. Espero que voces possam me ajudar, pois não sei mais o que fazer. ESTE PROBLEMA ESTÁ ACONTECENDO COM ALGUNS VIZINHOS TAMBEM, JÁ RECLAMARAM E TAMBEM NÃO TEM RESPOSTA. Agradeço e aguardo retorno."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata: "Fui buscar minha esposa no trabalho com meus dois filhos,e minha sogra, um filho de três anos e outro de sete anos. O meu filho de três anos pediu o bendito do mc donalds já com a minha esposa retornando do trabalho. Isso mais ou menos 01:00h da madrugada do dia 28.11.10. Só que o menino do drive in me pediu a informação se era o pagamento c q tipo de moeda?falei q era c cartão de debito ou credito. O rapaz não teve nenhuma reação e foi para o outro veiculo traseiro.o mc donalds estava super lotado. Inclusive minha esposa foi na fila interna da loja, e voltou para o drive in. A minha grande surpresa, foi quando fui pagar a conta com cartão, eles falaram que estavam sem sistema depois de vários minutos na fila do drive in. Fiquei muito p da vida pois tinha efetuado vários pedidos de lanches e na hora de efetuar o pagamento fiquei decepcionado. Falei um monte com essas pessoas que sofrem com esse tal de mc donalds e meus filhos sem ter o direito de comer esse lanche tão miserável e caro. E fazer os outros de otário."
Uma leitora solicita orientação "no que se refere a comportamento de uma criança de 10 anos de idade, a qual reune os amigos para jogar bola na frente de minha casa. Até aí tudo bem, a rua é pública, o problema surge quando utilizam o meu portão como gol ou a lixeira como cesta de basquete. Já ocorreu a quebra parcial da lixeira, assim como algumas partes do portão (as lanças)estão tortas devido as boladas. O que posso fazer? Há algum procedimento que posso recorrer? Já conversei com o responsável pelo garoto, mas nada de solucionar, o menino até responde mal educadamente os seus responsáveis quando questionado por suas ações."
[Leia a resposta]  
Renata Alves diz : "Boa noite amigos,quero avisr que o exterminador de gatos atacou novamente. Hoje mataram um gatinho de apenas 5 meses. Há 1 mês mataram outros 6 gatos,3 eram de casa e os outros eram de fora que morreram no meu quintal. Tambem mataram 1 gato de minha vizinha de rua e soube do exterminio de outros na mesma rua. Pelo amor de DEUS parem com isto.meu pai tem 69 anos e parece uma criança chorando de tanta saudade de seus bichinhos. Estou muito revoltada!"
C.A.S. relata: "Estou morando há cerca de um ano em um quintal com outras 3 casas, o problema é que 2 dos meus visinhos tem ofendido através de "bilhetes" deixados de baixo da minha porta, e já teve casos de verbalmente também, a mim e a minha namorada, que geralmente fim de semana vai em casa, quanto ao barulho. No geral é devido ao meu despertador, que toca muito cedo(levanto para o trabalho por volta das 5:30 AM), e outras vezes por coisas diversas e completamente sem sentido, como eu "rir muito alto". Eu trabalho o dia inteiro e na seqüencia vou para a faculdade, chego bem tarde em casa, todo dia, e sei que os meus visinhos ficam até altas horas na maior algazarra. Gostaria de saber o que devo fazer nesse caso, se contato a imobiliaria ou se entro com uma ação contra danos morais?"
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Carlos R.A. pergunta: "Não é problema, apenas queria uma orientação: tou a fim de montar um Buffet , e me informem o que é necessário que eu faça para não ter problema com nenhuma vizinhança???"
[Leia a resposta]  
R.A.B pergunta: "Boa noite, amigos. O que posso fazer para que um vizinho deixe de ouvir o som do carro num bate estaca no volume maximo? Por favor, me ajudem, este vizinho deixou meus pais idosos doentes. Não aguentamos mais, já conversamos muitas vezes e nada. Por favor nos ajude."
[Leia a resposta]  
E.C.N.A. relata: "Tenho um vizinho que a casa dele faz fundo com a minha casa ele tem problemas mentais e mãe dificuldades de andar, ele joga lixo, urina e um dia desses até fezes jogou no meu telhado; muitas vezes ele joga pedras que pegam na parte não coberta, e eu tenho duas crianças em casa.. o que posso fazer legalmente?"
[Leia a resposta]  
S.R.S. denuncia: "Então tem um rapaz que coloca um caminhão em uma borracharia,só que quando ligar ele demora a sair sei que tem que encher o ar pra sair ai tudo bem mas ele fica um bom tempo soltando aquela fumaça que entra em casa e toma conta de tudo meu estou quase matando o desgraçado não agüento mais por que não coloca o caminhão lá na casa dele, sei que o pessoal de lá também reclamou agora é minha vez..."
[Leia a resposta]  
A.M.F. diz que leu "em um jornal de sindicato bem conceituado de São Paulo que pessoas que compraram planos de expansão entre 1995 a 2001 teriam direito a uma diferença de valores recebidos pelas ações pagos na época pela Telefônica. Fui até o local indicado no jornal para contatar a advogada e obter esclarecimentos e maiores informações, ai tive uma surpresa, a mesma informou que para entrar com a ação teria que pagar R$ 300,00. Resolvi, então procurar sampaonline para não cair em uma arapuca."
[Leia a resposta]  
Uma leitora pergunta: "moro no quintal da minha mãe; meu ex marido que construiu com o dinheiro dele. Só que agora ela que me despejar de lá. Ela tem este direito?"
[Leia a resposta]  
Angela Maria F agradece "a atenção que o sampaonline deu à minha reclamação com relação ao City Campo Grande, se recorri a este canal de comunicação é porque acho importante usarmos tantos quantos recursos tenhamos para reinvidicar nossos direitos. No entanto, fiquei triste ao verificar comentários de prováveis empregados do local citado, entendo que tenham que defender seus patrões, porém fiquem certos de que dentro dos meus direitos a minha humilde voz não calarei diante da usura destas malfadadas opiniões, talves devesse até usar palavras mais simples para seus parcos conhecimentos, mas tudo bem protejam seus miseráveis empregos pois trabalham e moram bem quem reside no Jardim América e adjacências, talvez também Morumbi mas lá tem tantas favelas......"
MT relata: "Sou morador do bairro Vila Olímpia há alguns meses e por mais que o bairro ofereça uma boa estrutura, à noite é um verdadeiro inferno transitar e dormir, principalmente na rua onde moro. No quarteirão na altura do número 600 a 900, existem duas danceterias e um buffet infantil. Todas as quintas, sextas e sábados, os três realizam eventos que travam a rua, pois cada um tem manobristas e causam barulhos e transtornos. O buffet não atrapalha demais e não entra ao longo da madrugada e a danceteria History é para um público mais maduro e que não fica gritando nem causando stress aos moradores, agora a outra danceteria é para um público adolescente e é um verdadeiro inferno. São filas gigantes, manobristas que largam os carros nas frentes das garagens e em fila dupla, gritaria, garrafas quebrando e o pior, entre 5h e 6h da manhã, o pessoas liga o som dos carros no máximo volume e somos acordados e obrigados a ouvir funk de péssima qualidade. O melhor de tudo é que SEMPRE tem uma viatura da PM na porta dessa casa noturna e o pessoal pára o carro bebendo, gritando e ouvindo música alto e o que os policais fazem ?? NADA...um descaso total. Sempre me pergunto, porque se permite ter danceteria no meio de residências ?? A Av. Nova Faria Lima, tem vários estabelecimentos fechados e que poderiam ser aproveitados para se fazer a avenida inteira de bares e danceterias como na Zona Norte ??"
[Leia a resposta]  
Uma leitora denuncia que seu vizinho "grita, bate porta, fica buzinando de moto no meu portao, provoca meus caes para latirem, e ultimamente deu pra urinar em meu portão e muro. Ele e os filhos e parentes homens que moram na casa. Já não sei o que fazer estou desesperada me falaram em humilha-lo publicamente. Mas não sei o que fazer."
[Leia a resposta]  
Uma leitora relata: "Venho por meio desta efetuar uma reclamação da vizinha que mora ao lado da casa da minha prima, pois ela tem um cachorro da raça pastor alemão, o qual começa a latir a partir das 3:00 da manhã e vai direto até ás 6:00 da manhã e ninguém consegue dormir pois a minha prima sofreu duas cirurgias na cabeça e não consegue dormir, na casa dela tem uma senhora que mora com ela pois a mesma não pode ficar sozinha, e quando ela sai eu vou ficar com ela, seja o dia inteiro ou até mesmo a noite inteira, e é por isso que eu estou efetuando esta reclamação, pois eu também não consegui dormir e me levantei com olheiras e tive que trabalhar desse jeito no outro dia depois que a senhora que mora com ela chegou. Peço que resolvam isso o mais rápido possível, pois já está incomodando a todos os vizinhos, mas ninguém tem coragem de reclamar, pois a vizinha dona do cachorro é encrenqueira. Obrigado desde já. O cachorro late durante o dia também não tem quem aguente."
[Leia a resposta]  
Um leitor relata que na Rua Rossino (Mandaqui) "existe uma igreja chamada Pentecostal Betel, não aguento mais, eles gritam muito, maltratam quem não participa da suposta religião deles, sempre tem gritaria de alguem que foi lesado por eles, policia, a vizinhança não tem paz, por exemplo, um dia uma moça foi expulsa da igreja por tres homes fortes, jogada pela escada, agredida, muito nervosa ela tentava se defender se debatendo e gritando, e eles como uma gang, gritavam para moça que ela era o demonio, o cao, vagabunda, etc, eu indignado com o fato, chamei a policia, que nada fez, a moça saiu dali toda machucada, humilhada, e ainda por cima, o barulho depois foi pior, pois eles gritavam afastamos o demônio e riam muito da pessoa. Pelo amor de DEUS, como podem deixar um lugar deste aberto, e ainda a policia diz que é um lugar particular, e não pode fazer nada se eles maltratam as pessoas. Quem morar no meu bairro, cuidado, não passe por esta igreja, pois a unica coisa que não tem ali dentro é DEUS..."
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona: "Como nós que moramos em um condominio devemos proceder juridicamente em relação a uma casa que fica nos fundos do nosso predio (muro do fundo) em que a vizinha ameaça jogar pedra na nossa janela quando abrimos ela, alegando que ela perde a privacidade de seu quintal? Salientando também que nesta casa há óbito de cachorro por leishamaniose e um morador da casa esta contaminado. Há outro cahorro que fica muito preso latindo o dia todo e nós moradores do prédio além de nos sentirmos ameaçados pela irracionalidade dessa vizinha que se recusa a dialogar e só conhece o caminho da violencia, estamos temerosos pelo surto da doença?"
[Leia a resposta]  
Uma leitora questiona "ate onde vão meus direitos. Obra da Sabesp impede meu carro de ser estacionado na minha garagem. Se houver dano no meu veiculo quem cobre o prejuízo? Isso passa do limite".
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que "Existe um lava rápido na Rua Alvorada (Vila Olímpia) que fica com o aspirador de pó ligado o dia todo até as 18hrs, inclusive aos sabados. Há 4 predios que ficam ao redor deste lava rapido e o meu é um deles. Creio que devido ao posicionamento dos predios, o som do aspirador de pó canaliza neste vão entre os predios, fazendo com que se escute nitidamente o som ao ponto de doer o ouvido após um determinado tempo. Devido à simplicidade do estabelecimento, tenho dúvidas de que o mesmo tenha permissão para utilizar aspirador de porte industrial em uma área domiciliar. Gostaria de saber onde posso ir ou entrar em contato para certificar de que o estabelecimento esteja seguindo a lei propriamente."
[Leia a resposta]  
Uma leitora da Vila Mariana relata: "moro em casa germinada e meus vizinhos mantêm 7 cachorros acondicionados em 3 casinhas e num espaço de mais ou menos 1,50m X 0,80cm. os cachorros não saem nunca deste espacinho, portanto são animais bastante irritadiços. Fazem muito barulho, inclusive de madrugada, porem, o problema maior não seria esse. A falta de higiene no quintal é muito grande produzinho um cheiro bastante desagradavel de coco e xixi em minha casa e, tambem tem o problema dos mosquitos que proliferam dia apos dia. O quintal não é devidamente lavado, só uma vez por dia e não se lava com agua e sabão, apenas passam uma pano úmido no chão. Gostaria de saber como resolver este problema, levando-se em conta o perigo eminente de se adquirir algum tipo de doença pela extrema falta de higiene. Obrigada pela atenção aguardo orientação quanto as atitudes a serem tomadas para acabar com o problema"
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Campo Limpo denuncia "um abuso que ocorre aqui na rua grissom,07.ali,antes funcionava um bar,anos depois o dono do imovel fechou e o transformou em comodos para moradia,só que,o mesmo esqueceu de tirar a cobertura que protegia a porta do bar,assim sendo de noite alguns folgados estacionam carros em cima da calçada, bem debaixo da cobertura, ou seja é um transtorno total, fora os viciados que ali se abrigam para usar drogas durante a noite. Por favor,sub de Campo Limpo e Policia Militar façam uma blitz ali neste local. O problema persiste o dia e anoite toda. Obrigada"
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Santo Amaro reclaman do atendimento da PMSP - Setor de Zoonoses, Saúde Animal: "Desde 07/2009 venho abrindo protocolo na PMSP referente a situação de um cachorro que apesar de ter um dono, um domicilio, passa frio e fiqca molhado, além de noite e dia amarrado em um corrente de 1 metro no quintal. Puseram um pequena cobertura de lona plastica, mas não resolve, pois quando chove a agua escorre pela parede ou pelo chão e o molha todo e assim o bicho permanece. Protocolos abertos: 8568072, 8568103, 8696070, 9194798 Não fui atendida em nenhum, além de sempre solicitarem para abrir um novo protocolo, pois já esta vencido. É um absurdo"
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Santo Amaro diz que tanta "há 1 mês e meio fazer contatar o fone 181 que a Eletropaulo fornece indica no site para assuntos sobre denúncias, mas seja qualquer hora esta sempre ocupado, se é somente para deúncias é quase impossível haver tantas assim. Tentei pelo CHAT da Eletropaulo, mas derrubam o conecção dando-a como encerrada. É simples somente quero informar que na Av. Padre José Maria no primeiro poste de iluminação em frente a passarela do trem e metro Sto Amaro há uma ligação com tomada pendurada no poste que é utilizada no período de +- 17:00 as 22:00 hs para iluminação irregular do churrasqueiro indevido. Com certeza um gato, roubando energia que pagamos e sujando o local, além do perigo que pode acarretar."
[Leia a resposta]  
M.G. pergunta: "Como lidar com um vizinho que insiste em colocar o lixo fora dos dias de coleta? Os moradores de rua acabam sempre abrindo o lixo e espalhando pela rua. Tem como este vizinho ser atuado pela prefeitura?"
[Leia a resposta]  
A.F. diz que "È uma pouca vergonha os condominios fechados regularizados pela Prefeitura de São Paulo, impedindo o acesso da população a ruas públicas, restringindo nossos direitos de ir e vir que é garantido pela Constituição Brasileira. Se estas pessoas se sentem diferenciadas e porisso precisam ser fechadas como "animais" em seus Bolsões Residenciais quero a explicação do porque temos que pagar o serviço de coleta de lixo destes locais? do porque temos que pagar os garis que varrem suas ruas, do porque temos que pagar a iluminação pública destes locais, pois se fecham as ruas impedindo tráfego de veiculos e pessoas normais como eu e todos, contribuintes de impostos, então que tenham sua própria coleta e seus varredores de rua e sua iluminação pagas por eles mesmos pois é injusto que suas mordomias sejam custeadas pelos contribuintes de impostos do municipio, me sinto lesada pela Prefeitura e peço a todos os meus amigos e todas as pessoas que se sentem incomodadas com este absurdo que se irmanizem para acabar com esta pouca vergonha em São Paulo. A eleição para prefeito e vereadores estão próximas, ai veremos!!!!!"
[Leia a resposta]  
Uma leitora de Campo Grande denuncia que "Na esquina das Ruas Abilio Marques e José Pedro da Silveira, (Jardim Bélgica - Santo Amaro) existem 4 praças.É comum que pessoas de "diferentes idades" se reunão para beber, fumar e fazer algazarra...Isso acontece às vezes até clarear o dia ou pelo menos até às 3 da manhã, a partir da Sexta feira, mas com certeza aos Sábados. Gostaria de saber se existe uma "lei que proiba" esse tipo de atitude em "zona estritamente residencial", que é o caso de nosso bairro e qual é ela! Esses individuos acham que podem fazer festas, churrascos, barulho, e tudo isso a céu aberto e em praças que são um patrimômnio público e não uma àrea particular. Dizem que a praça é deles pois são moradores do bairro então eles tem esse direito. Quando reclamamos é pior ainda, daí que eles fazem mais...e por incrível que possa parecer a idade média é de no mínimo 30 anos... Trabalhar que é bom, nem pensar... Essas reuniões seriam perfeitamente possíveis dentro das residencias desse moradores, já que o padrão das casas do bairro é compativel com o recebimento de muitas pessoas em suas areas de lazer.A PM já foi requisitada mas nem sempre eles podem aparecer pois existem problemas mais graves a serem resolvidos na cidade de São Paulo do que ficarem atrás de quem não tem respeito pelo próximo.... Mas voces percebem que nós precisamos dormir? Grata pela ajuda."
[Leia a resposta]  
R.A.B. relata: "boa tarde amigos,queria exprimir minha revolta. No último fim de semana mataram com veneno chumbinho 3 gatos meus, 2 adultos e uma filhotinho de 3 meses. Alguem muito malvado e sabendo da impunidade os envenenou com pedaços de carne recheados de chumbinho. Aqui na Rua Grissom (Campo Limpo) poucos gostam de gatos e por isso se acham no direito de mata-los. Há pouco tempo tivemos uma empidemia de ratos e meus gatos caçavam tanto na minha casa como na casa dos vizinhos. Liguei para Policia Militar, varias instituições de proteção e NINGUEM quis me ajudar. Quando precisam de doações ligam,mandam cartas enchem o saco, agora que preciso de ajuda ninguem ....! Que DEUS me ajude neste momento de sofrimento."
S.A.C, que mora há mais de 40 anos na Rua Luis Cabral Mesquita (Interlagos) relata que essa rua "sempre foi residencial. Porém, há uns 6 ou 8 anos, um supermercado (Safra Supermercados Ltda) instalou-se na avenida a qual a rua Luis Cabral Mesquita faz esquina. Acontece que desde então, não tenho mais sossego, pois o depto. de estoque do supermercado fica bem em frente ao portão social de minha casa e causa transtorno na rua com caminhões (inadequados para transitarem e estacionarem na rua), barulho dos caminhoneiros que ficam "sentados" o dia todo na calçada e junto ao meu portão (às vezes temos que pedir licença para sair de casa), conversando alto uns com os outros e em celulares, Sem contar que a rua fica parcialmente interditada, pois os caminhões em fila de um lado (atrapalhando os moradores a sairem/entrarem em casa), além de estacionarem e manobrarem de modo inadequado, fazem a descarga de materiais na rua, atrapalhando a movimentação de pedestres e moradores da mesma. Gostaria de saber onde posso reclamar pela invasão de estabelecimento comercial em rua residencial, pois os transtornos estão em níveis inaceitáveis para os moradores."
[Leia a resposta]  
J.O.M relata que na Rua José Carlos Heffener (Santo Amaro) "tem uma árvore no meu quintal e esta levantando os fio da eletropaulo corre um grande perigo de cair em cima da casa o que eu faço."
[Leia a resposta]  
Marcello Tardivo "gostaria de entender, como uma Av. importante por seus escritórios e comércio (Av. Eng. Luis Carlos Berrini), pode ter um asfalto que é uma verdadeira porcaria? Cheio de remendos, buracos e demais obstáculos aos motoristas. Além disso, não existe um projeto para Metrô nessa região e porque ?"
[Leia a resposta]  
Um leitor afirma que a "UBS da rua Alexandre Dumas (Chácara Santo Antonio, distrito de Santo Amaro) tem um atendimento péssimo, a doutora Josefa não é atenciosa. Eu me atendo neste posto de saúde desde que eu era criança. Hoje este posto não da preferência à população. Estamos em 2010 ano de eleição, a saúde pública no Brasil é muito ruim. O hospital São Paulo está sempre lotado com poucos médicos. O ambulatorio do bairro de Pedreira é muito bom o atendimento, eu fui lá ontem. a médica que me atendeu ontem foi legal de conversar com ela. foi ótimo de sua parte."
Um leitor do Tucuruvi relata: "Moramos numa rua sem saída de aproximadamente 130 metros de comprimento cujo nome é Travessa Antônio de Gouveia. Essa rua que é uma travessa da Rua Conselheira Moreira de Barros, altura do número 3814. Na região tem muito comércio e muita gente se utiliza dessa travessa para estacionar seus veículos prejudicando os próprios moradores. Como é uma rua estreita, ás vezes ocorre de estacionarem nos dois lados da rua, interferindo na entrada e saída dos veículos dos moradores. Até mesmo o caminhão de lixo não consegue entrar na rua quando há carros nos dois lados. Gostaria de saber da possibilidade de colocar placas no local de que o transito de veículos é somente para moradores."
[Leia a resposta]  
Uma leitora que mora no Ipiranga relata que sua calçada tem 1,50m, e um vizinho "obstrui a passagem com duas ilhas de mais ou menos 0,70 cm e no portão ele tem aquela planta que é conhecida como colchão de noiva cheia de espinhos, sendo que não sobra nem 0,60 cm para passar. Quando a minha mãe era viva, precisava andar de andador e tinha que ir pela rua, que fica quase na esquina. Tenho medo de denunciar porque ele ameaça meus cachorros."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
A.F. diz que tem interesse "em que seja revista pelo PDE o Bolsão Residencial de City Campo Grande, na Zona Sul de São Paulo, uma tal Associação dos Moradores Bolsão Residencial Jd.Campo Grande (City Campo Grande) - AMBRECITY mantém uma região de previlégios no local, porém a Prefeitura faz coleta de lixo, varre as ruas, faz melhorias com dinheiro público e no entanto os "pobres" que também pagam inpostos não podem sequer adentrar as ruas a pé que são seguidos pelos "guardas" locais numa afronta aos direitos civis de ir e vir. Sou uma senhora de 55 anos que precisa adentrar o local todos os dias a caminho do trabalho e é um absurdo ruas públicas serem exclusividade de ricos abusadores de seus direitos. Até quando, prefeito Kassab, até quando?"
Juliano F.C.R. relata: "Estou aqui para registrar uma denúncia contra os agentes de segurança da CPTM( aqueles de uniforme bege) . quero enfatizar aqui que não estou generalizando a categoria, pois eu sei que pelo menos boa parte trabalha direito (eu acho). Ontem por volta das 23:15h dois agentes abordaram um rapaz no último vagão o rapaz estava sentado no chão do trem cochilando, quando os agentes se aproximaram pediram para este se levantar, pedido que foi PRONTAMENTE ATENDIDO PELO USUÁRIO, que logo se dispôs também a desligar o celular atendendo assim aos agentes ,OU SEJA, O RAPAZ RESPEITOU AS ORDENS DADAS PELOS SEGURANÇAS quando ele achou que o problema estava resolvido um dos agentes de segurança DEU UM TAPA NA CARA DO RAPAZ injustamente , de modo com que todos no vagão se revoltaram contra a atitude infame do agente , a confusão se estendeu até a estação Caieiras de modo que o agente ameaçou o rapaz e o colocou pra fora neste instante todos no último vagão saíram em defesa do rapaz inofensivo , a discusão continuou . os agentes ? homens que deveriam garantir a segurança dos usuários estavam sendo vaiados por todos muitas pessoas discutiram em defesa do rapaz
Senhoras, homens, moças, enfim todos se sentiram indignados com a atitude do agente que bateu sem motivo algum na cara do rapaz que já tinha atendido às suas solicitações a confusão perpetuou até que finalmente o trem partiu com todos inclusive o rapaz que foi agredido injustamente , este rapaz ainda recebeu escolta até o ponto de ônibus onde desceu na cidade de Franco da Rocha.
Tudo isso ocorreu em um dos trens novos da série 7000 (aqueles que possuem câmeras que registram as imagens) peço que vocês analisem as imagens do dia 09/10/2010, o fato ocorreu no ÚLTIMO vagão APARTIR DAS 23h . Quero enfatizar que não são todos mas alguns desses agentes estão abusando da autoridade , isso é uma vergonha , pois os homens que deveriam garantir a segurança dos usuários foram vaiados e defrontados porque queriam acabar com a vida do rapaz. Acho que deve haver uma reunião entre os agentes e estabelecer um limite para este abuso sem precedentes, pois todos ficam sendo maus vistos sendo que só um ou dois tem este tipo de comportamento hostil e COVARDE, ah o sujeito (agente de segurança) estava sem crachá e sem o nome de identificação , que pena. Dentro de algumas horas estas imagens estarão disponíveis no youtube , eu não porém outros usuários revoltados postarão esta vergonha."
Resposta da CPTM: Através de sua Assessoria de imprensa, a Companhia Paulista de Trens esclarece "que no dia descrito (09/10) não há qualquer registro de agressão envolvendo agentes de segurança da empresa. A Companhia apurou que, na ocasião, uma dupla de seguranças presente no interior de um trem da Linha 7-Rubi solicitou aos usuários que fizessem uso correto do sistema, pedindo que os dois se levantassem, pois estavam sentados no piso do carro, e, posteriormente, que um deles baixasse o volume do rádio celular, que ele aumentou ao se levantar. A CPTM também informa que faz um acompanhamento diário dos serviços oferecidos, e que todos os empregados operativos são orientados a prestar o melhor atendimento aos usuários do sistema. Em casos de reclamação dos serviços, além do atendimento efetuado pessoalmente pelos chefes de estação, a Companhia disponibiliza ao público canais de comunicação direta por meio do telefone 0800 055 0121 (Serviço de Atendimento ao Usuário) ou pelo serviço disque denúncia - SMS (7150-4949)."
Uma leitora quer saber o que pode fazer "para que os meninos que vem jogar bola na frente da minha casa ao fazerem isso, não fiquem usando meu portal como gol, maltratando o cachorro e escalando o portão toda vez que a bola cai no telhado ou aqui dentro de casa. Sei que não sou dona da rua, mas já nao podemos parar o carro na rua pois eles chutam a bola de propósito no carro e agora estão depredando a casa. Posso chamar a polícia? Já tentei conversar mas não resolve, eles gritam mais e continuam a subir e chutar a bola no portão, fazendo um barulhão. Tenho 2 crianças pequenas em casa e isso nos incomoda muito."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Luiz Renato Dardes relata: "Moro próximo ao Estádio do Morumbi. Nesta noite de sexta-feira está havendo o show ao vivo da banda Rush. Há vários anos no bairro não me lembro de presenciar um show tão barulhento!! São quase meia-noite e é possível ouvir tudo, mesmo com portas e janelas fechadas e há 400m de distância. Como pode a prefeitura autorizar tamanha pertubaçào ao sagrado silêncio que todo cidadão tem direito? O que justifica que um show se realize em detrimento do sossego dos moradores do entorno?? Além do mais, há o hospital Albert Eistein há poucas quadras de distância: como ficam os doentes?? O som é insuportável! É uma humilhação se sentir tão impotente diante da irresponsabilidade, imoralidade e descaso do Poder Público. E de que vale fazer uma reclamaçào "póstuma", quando os abusos se repetem sem limite? Deveria haver uma pena equivalente ao burocrata imbecil que permitiu isso tudo: trancá-lo em um ambiente fechado à meia-noite com o som que aqui se verifica e observar o resultado. Por essas e outras, a cidade só afunda e se torna uma m.... de lugar para se viver. A gente não deveria receber nem Copa, nem Olimpíada. Não temos sanidade institucional para qualquer evento."
J.A.S.G. relata os problemas da Travessa Antonio de Gouveia (Tucuruvi): "Esta rua/travessa é sem saída, estreita, com aproximadamente 300 metros e fica numa travessa da Rua Conselheiro Moreira de Barros, altura do número 3814. Nessa região (não na travessa Antonio de Gouveia) tem muito comercio e o pessoal se utiliza dessa travessa para estacionamento, prejudicando os moradores, inclusive, em alguns casos, colocando carros nos dois lados da travessa o que impede o trânsito de veículos dos próprios moradores. Outro problema é que segunda, quarta e sexta o caminhão de lixo tem que entrar nessa travessa e dependendo da situação fica impossibilitado de entrar. Para sanar, em parte esse problema, gostaríamos de colocar placas impedindo entrada de veiculos que não sejam de moradores. Aproveitando, essa travessa precisa de recapeamento do asfalto, pois com o peso do caminhão de lixo, esta afundando num trecho da travessa."
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
Uma moradora de Pinheiros solicita "providências da Prefeitura quanto a questão a seguir relatada. O imóvel onde funcionava a antiga casa noturna Urbano (r. Cardeal Arcoverde, n 614) foi invadida por sem-tetos há alguns meses. Ocorre que, desde então, uma onda de violência tem sido verificada no bairro. Carros estão sendo arrombados, moradores e comércios das ruas próximas ao imóvel têm sido assaltados, enfim, a tranquilidade que antes existia no bairro acabou!!! O caso agora é se segurança pública, de modo que se espera providências urgentes da Prefeitura quanto à questão, seja retirando os invasores do imóvel, aumentando o policiamento na região, etc."
[Leia a resposta]  
Uma leitora do Morumbi diz que escutou "no rádio radio e na televisão que será proibido a circulação de caminhões na av Guilherme Dumont Villares, Giovanni Gronchi e outras ruas do Morumbi...eu realmente vi algumas faixas dizendo: Caminhões evite essa via as 5h00 a 21h00. eu gostaria de saber: é para evitar ou É PROIBIDO? pois estas faixas não adiantaram nada, o volume de caminhões continua grande... Será que colocaram essas faixas de evite mas futuramente (quando?)será proibido ? esta um inferno !!"
[Leia a resposta]  
C.Y.O., que mora em uma rua residencial em Aricanduva, "onde há comércios somente no final da rua, mas de uns tempo pra cá abriu uma Igreja Evangélica que começa o culto as 18:00 da tarde e termina as 22:00 horas da noite, justamente o horario em que o Psiu, um programa que a prefeitura de São Paulo oferece começa a funcionar, logo, eles não são nada bestas né. Teria como resolver este estorvo acústico, já que eles estão dentro do horario do Psiu? Desde já agradeco muitíssimo a ajuda."
[Leia a resposta]  
E.F.S. relata: "Moramos defronte a um restaurante japonês que fica bem na esquina da Av Portugal com a Rua Jacucaim (Brooklin). Após 23:00hs o barulho dos frequentadores do restaurante e mais a música ambiente é insuportável sendo que não é possível descansar e dormir gerando uma insatisfação muito grande com o restaurante. A abertura desse estabelecimento e o alvará de funcionamente deveria ser avaliado e a equipe do Disque Psiu e Prefeitura deveriam tomar as providências".
Resposta da redação: O leitor foi orientado por e-mail
S.R.S relata: "Aqui onde moramos na região norte do subdistrito Freguesia/Brasilandia é um caos de semana pois é um barulho ensurdecedor, não conseguimos dormir direito na sexta ,sábado e domingo,pois existem alguns carros com um som altíssimos eles encostam próximos da igreja universal nº13 jardim vista alegre lá ficam disputando som mais alto a polícia aqui nem aparece, e faz vista grossa. Nós trabalhamos, pagamos impostos e ainda somos obrigados a escutar musicas de baixo calão como este tal de funk no ultimo volume. Pedimos que algum órgão verifique esta situação não aguentamos mais passar por isso, é um desrespeito com nosso povo como nós cidadãos de bem. Ainda pra piorar não existem campos suficientes para a criançada; eles ficam amolando as pessoas na rua, jogando bola desde cedo chutando nos portões dos vizinhos os pais não tomam atitudes e passa em branco até que um dia algum vizinho faça uma besteira. A prefeitura deveria averiguar estas situações, pois é bem remunerada para isto. Espero que depois desta reclamação seja aceita pelas autoridades isto sem falar na faixa de pedestre que foi recentemente pintada para nós passarmos mas que não é respeitada por ninguém que é motorista; ficamos esperando o maior tempo possível para fazer a travessia de um lado para o outro este fato ocorre no começo da rua Taijacica com a Avenida General Penha Brasil pedimos mais fiscalizações da policia , mais blits, mais iluminação, pedimos que coloquem câmeras aqui no bairro pois está esquecido pelas autoridades responsáveis pela Freguesia/Brasilandia, as eleições estão ai nesta hora ninguém fala nada só promessas"
Uma leitora relata que tanto ela quanto seu filho de 8 anos tem rinite alérgica, e sua vizinha "de vez em quando atea fogo no quintal, a fumaça vem toda pra minha casa tornando o ambiente insuportável. A pessoa é bem próxima a mim, pois, é cunhada e ela já foi coscientizada do meu problema de saúde. Como devo agir neste caso? Há alguma lei que proiba atear fogo no quintal? Peço ajuda, há um ano que comprei e reformei a minha casa, mas estou perdendo o prazer de morar nela."
Resposta da redação: A leitora foi orientada por e-mail.
Kelly C reclama: "Moramos em frente a entrada de caminhões do hiper-mercado Sam´s Club Radial Leste (rede Wallmart), durante todos os dias da semana, e toda a madrugada, há caminhões manobrando e aguardando para descarregar, às vezes em toda a rua. Não há uma noite se quer em que se possa dormir, os caminhões ficam os motores ligados, as manobras são extremamente barulhentas, inclusive quando dão ré , emitem um espécie de alarme altíssimo, além da má educação que faz com que às vezes eles cheguem buzinando na porta do mercado, quando não há outro carro na espera, na rua. Eu não aguento mais, vou trabalhar como um zumbi, porque nao sei mais´o que é ter uma noite de sono. Preciso de ajuda."
[Leia a resposta]  
Uma leitora solicita ajuda devido ao barulho provocado pelo Salão de Festas Césars, na Rua do Canal: "já conversamos com o dono do salão, explicando que temos crianças mais ele diz que não pode fazer nada pois e um salão de festas. não tem hora para acabar, a parede e junta com a minha e muito barulho meu marido e pedreiro e não dorme já tem 53 anos ,não tem documento algum está tudo errado aonde está o direito de 2 pessoas idosas poderem descansar e muito palavrão somos obrigados a viver nesta situação, já que colocamos a casa a venda e ninguém quer passar pelo que estou passando e ou não e difícil viver assim?"
[Leia a resposta]  
Andrea denuncia que "Esta semana recebi em meu orkut uma foto com dois rapazes que estavam matando um (cachorrinho) enforcado, e pelo relato que me foi enviado esfaqueado. Comovida pela brutalidade do fato, fiz uma comunidade chamada "não matem nossos animais", ela foi "raqueada" trocaram o nome da comunidade ... para "nossos animais não matem", como previsto deletei a comunidade mas a onde eu quero chegar com este relato, muito me preocupou a frieza deste fato e de tantos outros fatos que nossa humanidade esta apresenciando, temos em todos pais defensores dos animais que não conseguem amenizar a vida de animais torturados ,mal tratados, é emergencial uma consciência coletiva para que estas atrocidades parem de acontecer igualmente a orientações sobre castração e cuidado para com animais que na maioria das vezes quando adoecem ou envelhecem são excluídos ou largados ( o pensamento maior é se não conseguimos cuidar dos animais que nos trazem tanta alegria )jamais iremos poder cuidar de nos mesmos (animais nada mais que pensantes),e mesmo assim deixamos o dom do discernimento, muitas vezes de lado, aqui esta minha indignação que deveria ser uma preocupação coletiva Denuncie ...amem os animais seres que merecem nosso respeito . Obrigado pelo espaço".
M.R.F.O. relata que fez "um tratamento dentário que incluia uma prótese com 3 elementos. O dentista dividiu o valor (R$ 1.650,00) em 6 vezes. Começou então, a me enrolar provavelmente esperando cair os meus cheques, achando que eu iria dar "o calote" nele. resultado: de tanto ele mexer no preparo dos dentes pra receber a prótese ele desgastou demais e a prótese colocada não pára no lugar. ela ficou mole, ela já trocou por 2 vezes e não há meio de ficar boa. Já procurei outro dentista e ele retirou a porcaria que o outro fez, vai ter que refazer tudo e me deu um valor maior ainda do que eu paguei pra o 1º. Vocês acham que adianta eu procurar o juizado de pequenas causas? precisa ter um laudo de um dentista?"
[Leia a resposta]  
Um leitor denuncia que "Na Rua Antonio Botto,número 262 no Jardim Centenário (Casa Verde), existe um galpão de 10x36 que trabalha com aparas de papelão,eles pegam com caminhões gaiola aqueles sacos de lixos e separam os papeis e papelão,antes eles faziam com os próprios caminhões o transporte, agora fazem com aquelas gigantescas caçambas, que na hora de engatar e desengatar parece que vai acabar o mundo de tanto barulho que faz. O pior de tudo é que enquanto vão jogando papelão dentro da caçamba, uma pessoa fica com a mangueira aberta molhando papelão por papelão, diariamente, são milhares de litros de água desperdiçada e isso já vem há 7 anos. Já tentei alertar a Sabesp sobre o problema mas tem que ser no anonimato porque são pessoas perigosas e já vi o dono do galpão que é conhecido pelo alcunha de Gia, pois bem já vi ele ameaçando uma família inteira com um revolver porque um de seus caminhões estava atravancando a rua, sei que eles pagam a taxa mínima de água ,tá na cara que o hidrômetro está fraudado, a ruazinha é muito estreita, estas gigantescas caçambas não poderiam entrar nesta rua, para entrar no galpão exige muitas manobras, eles também não obedecem horários para trabalhar, preferem trabalharem mais a noite perturbando o sossego dos moradores. Gostaria que a Prefeitura obrigasse essa gente irem para um lugar mais adequado. Outra coisa, nesta rua existe uma adutora da Sabesp que passa a poucos centímetros da rua, não sei se pode comportar o peso dessas caçambas cheias de papelão embebidos de água, são muitas tonelada de peso, pode até danificar a tubulação da água ,a prefeitura já andou fazendo algumas vistorias neste local, mas nunca deu em nada, a maioria das vezes que a prefeitura tem ido neste galpão, encontra fechado, parece que alguém avisa eles. Somente de água que eles desperdiçaram neste 7 anos, daria para abastecer uma cidade, uma coisa é certa, depois que este galpão foi construído, esta rua virou um inferno para se morar. Na minha casa estamos todos traumatizados de tanto ver caminhões e caçambas diante de nossas casas com o motor ligado e soltando aquela fumaça preta, pedimos ao prefeito pelo amor de Deus, tenham piedade de nós, o endereço deste galpão é na rua Antonio Botto,262 em frente ao 263,é 262 mas não tem identificação porque eles tiraram até o numero para não serem denunciados,eles transportam também cavalos em caminhões,possuem caminhões baús também,o DSV precisa tomar alguma providencia,essa gente já ficou demais por aqui"
[